– Curso de Inglês Gratuito da UNESP!

Veja só que bacana: a conceituada UNESP está oferecendo um curso de inglês SEM CUSTO e ON LINE!

Para quem gosta de estudar e precisa aperfeiçoar a língua estrangeira, uma ótima notícia.

Abaixo, extraído de: https://estagioonline.com/noticias/unesp-oferece-curso-de-ingles-online-e-gratuito?ref=linkedin

UNESP OFERECE CURSO DE INGLÊS ONLINE E GRATUITO

A Universidade Estadual Paulista – UNESP, é uma universidade pública brasileira, com atuação no ensino, na pesquisa e na extensão de serviços à comunidade.

Considerada como uma das maiores universidades do Brasil, disponibilizou uma série de cursos online gratuitos para que qualquer pessoa possa estudar de onde estiver. Dentre eles está o curso de Escrita em Língua Inglesa, que é totalmente realizado através do Ensino a Distância – EAD, e que pode contribuir bastante na formação ou atualização profissional para as mais diversas carreiras existentes no mercado.

EMENTA DO CURSO UNESP

Gêneros do discurso e as situações sociais de uso da língua inglesa. Escrita em língua estrangeira. Aspectos linguísticos do texto escrito. Escrita como processo; criatividade e estratégias envolvidas na produção de textos escritos em língua inglesa.

Os estudantes, têm a opção de mandar um e-mail para o professor que propôs a disciplina para tirar eventuais dúvidas. Enquanto o aluno está online, ele consegue ver quais outras pessoas estão acessando a plataforma naquele momento e é possível trocar mensagens com elas. Quando o aluno se sente apto, ele pode fazer exercícios de múltipla escolha sobre o conteúdo abordado e receber o resultado na hora.

CERTIFICAÇÃO

O curso não fornece certificado do idioma inglês, sendo uma oportunidade para dar um UP nos conhecimentos em uma Universidade reconhecida. Escrevemos uma matéria mostrando como obter certificado de inglês a partir de testes gratuitos online, dá uma conferida:  Neste link

COMO SE INSCREVER

Para se inscrever no curso de inglês, basta fazer o cadastro pelo site Unesp aberta, informando os dados. Depois de receber uma mensagem de confirmação, o interessado pode participar de qualquer curso disponível. As inscrições podem ocorrer a qualquer momento. O cadastro pode ser feito aqui, em:

https://unespaberta.ead.unesp.br/index.php/cursos/item/287-eli

bomba.jpg

– Análise Pré Jogo da Arbitragem para Paulista x Tupã

Para a Rodada 16 do Paulistão 2a Divisão Sub23, teremos Flávio Roberto Mineiro Ribeiro comandando o apito no confronto entre o Tricolor da Terra da Uva contra o Tricolor da Alta Paulista. Aliás, se você preferir a chamada de Paulista FC X Tupã FC pelos seus mascotes, será o embate entre o Galo da Japi e o Indião!

Vamos à arbitragem: Flávio já esteve aqui em Jundiaí no Paulista x São José, onde se enrolou num jogo fácil (já tinha ido mal em outro jogo também). Costuma deixar o jogo correr e depois tem dificuldade de segurá-lo; tem certa falta de critério nos cartões, mas pode melhorar; precisa desenvolver mais a qualidade na parte técnica também.

A FPF bota muita fé nele. Eu quero elogiá-lo também, mas precisa mostrar serviço em campo, não podendo ser uma eterna promessa e não vingar.

Fizemos a análise dele pré-jogo naquela oportunidade, com base em sua má atuação em Paulista x Portuguesa Santista, em: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2019/05/15/analise-pre-jogo-da-arbitragem-para-paulista-x-sao-jose-quem-apita/

E quando voltou ao Jayme Cintra, no jogo citado contra o São José, em: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2019/05/18/analise-da-arbitragem-de-paulista-2×0-sao-jose/

Espero que vá bem nessa nova oportunidade que lhe é confiada. Torcerei por isso!

IMPORTANTE – Pelo fato do árbitro não poder cumprir essa escala, mudou tudo! Novo sorteio e nova equipe de arbitragem:

Árbitro: Rodrigo Pires de Oliveira

Árbitro Assistente 1: Alex Alexandrino
Árbitro Assistente 2: Fernando Afonso Gonçalves de Melo
Quarto Árbitro: Eleandro Pedro da Silva

Acompanhe a transmissão de Paulista vs Tupã pela Rádio Difusora Jundiaiense AM 810, com o comando de Adilson Freddo. Narração de Rafael Mainini; comentários de Heitor Freddo e Robinson “Berró” Machado; análise da arbitragem com Rafael Porcari; reportagens de Luiz Antonio “Cobrinha” de Oliveira. Sábado, às 15h00 – mas a jornada esportiva começa a partir das 14h00 para você ter a melhor informação com o Time Forte do Esporte!

– Mundo ensandecido, parte 4: Para ser justo, depende da Religião?

A religião deve determinar se o cara pode ser juiz do Supremo Tribunal Federal?

Bolsonaro quer dizer “o quê” quando fala sobre indicar ao STF um Ministro “extremamente evangélico”? Não tem que ser assim; nem extremamente católico, nem radicalmente ateu, muito menos fanaticamente agnóstico, tampouco judeu ou muçulmano.

Não importa a religião ou não: tem que ser simplesmente um Ministro justo e sensato, na medida certa!

Tempos difíceis de coerência social… é tão difícil ser razoável em questões da sociedade?

– Mundo ensandecido, parte 3: Pra quê “figurão” na série D?

Torço para o Leonardo Gaciba na nova Comissão de Árbitros da CBF, mas li um comentário coerente e preciso do jornalista Pedro Paulo de Jesus, do “Voz do Apito”, e que assino embaixo: como se vai revelar novos árbitros no Brasil se na QUARTA DIVISÃO teremos árbitros da FIFA e ex-FIFA?

Nada contra esses bons árbitros que foram escalados, alguns meus conhecidos e outros que admiro. Mas é hora de escalar nos jogos eliminatórios da Série D os melhores juízes que se destacaram nas fases anteriores. Colocá-los à prova nesse momento é premiar os competentes e permitir a experiência necessária para outras categorias. Os que estão escalados hoje, deveriam estar na série A!

O Zé Boca de Bagre, amigo do Professor Basile aqui de Jundiaí, sempre desconfiado e que levanta pertinentes lebres, já questionou: “o Daronco saiu da Copa América para apitar o Ituano só porquê o Juninho Paulista que é dono do time virou diretor da CBF?”.

Eu não concordo com ele, acho que simplesmente é um excesso de preocupação do Gaciba em transmitir segurança nos jogos decisivos. Respeito isso, mas entendo um equívoco! Dê oportunidade para a MERITOCRACIA se fazer presente.

– Mundo ensandecido, parte 2: Xico Graziano e Paulo Henrique Amorim

Quem somos nós para julgar o próximo, não?

Eu admirava o jornalista Paulo Henrique Amorim até o momento que ele surtou. Passou a ofender jornalistas (lembram do processo de racismo que ele sofreu?) e exagerar nas suas posições políticas (em momentos radicais). Dessa forma: permaneceu o meu respeito pelo profissional do jornalismo (que era muito competente), embora eu repudiasse suas opiniões. O mundo democrático deve ter esse respeito / educação.

Detesto fanatismo de Direita ou de Esquerda, pois deturpa as coisas. Aí eu vejo esse tuíte do Xico Graziano, conhecido político, falando sobre “santificar ou demonizar” quem morre. Na publicação, desrespeita a figura do recém-falecido. Mas a troco de quê?

Ora, se o cara se foi, respeite a dor de quem o tinha por estima. Mas louvar a morte de alguém por divergência política não é racional, nem razoável, nem humano.

Fique-se no silêncio pela boa educação. O fato de você não gostar da pessoa e permanecer quieto, não necessariamente te faz um admirador dela. Pra que ofensa gratuita?

Vocês já imaginaram o inferno que acontecerá com os extremistas que se tornaram radicais lulistas e bolsonaristas, se algum deles falecer hoje?

Fujamos das redes sociais nesse dia…

Abaixo, o infeliz tuíte citado de Graziano. Como podemos dizer que quem morreu é um canalha e ironiza para onde ele vai? E nós, para onde iremos?

– Mundo ensandecido, parte 1: Doar sangue por meio ingresso do Cinema?

Parece piada de mau gosto, mas o Senado aprovou a discussão: a cada 3 doações de sangue no ano, você poderá pagar uma meia entrada no cinema!

É sério?

Doar sangue é ato de cidadania, deve ser ensinada tal prática nas escolas, pois é civilidade! “Comprar” a doação com esse “incentivo” (aliás, quem pagará esse subsídio, o dinheiro dos nossos impostos?) é ridículo. A propósito, hoje há tantos programas de pontos, rewards, milhas, etc, que qualquer um consegue pagar meia no cinema”!

O mundo está de pernas para o alto. A que ponto chegamos. Daqui a pouco, ofereceremos chicletes a quem usar a palavra “por favor” por 15 vezes na semana e pipoca para quem disser “obrigado” por 30 dias consecutivos.

Quando fazer o bem for algo natural e não uma atitude que precisa de incentivo, talvez as coisas estejam em seu lugar.