– A Greve dos Caminhoneiros: motivo justo, operação injusta!

Eu sofro na pele com o aumento do preço do Óleo Diesel, devido ao meu ramo de atividade. É assustador que o produto tenha atingido quase 60% em 10 meses, sendo que aumentou muito nos últimos dias – e com reajustes diários sucessivos.

Aliás, não há brasileiro lúcido que discorde que os caminhoneiros – cujo combustível dos seus veículos é o Diesel – estão fazendo legítimos protestos. A causa é justa (incluindo-se a Gasolina e o Etanol)Mas fica a questão: parar as estradas é o correto?

risco REAL de desabastecimento, não só de combustíveis, mas de outros produtos que dependem de transporte.

Que se pense razoavelmente em outra forma de se protestar…

bomba.jpg

Anúncios

– Gasolina Formulada x Gasolina Refinada

A Revista Combustível & Conveniência (Edição antiga) de maio/2012, pg 40, traz uma importante matéria, intitulada Gasolina Formulada: mais barata, mas com menor rendimento.

Você sabe se o posto em que está abastecendo vende gasolina formulada ou refinada?

Pois é: a gasolina formulada vem ganhando mercado, custando R$ 0,20 a menos (não repassado ao consumidor, infelizmente). O produto é autorizado pela Agência nacional de Petróleo (ANP).

O principal problema é que essa gasolina é mais volátil, rende menos e pode levar o consumidor a grandes enganos.

A química Sonja Bárbara Barczewski, gerente técnica do laboratório CEFET/MG, alerta que essa gasolina, embora legalizada, é:

composta de resíduos de destilação petroquímica adicionada de solventes, com qualidade inferior ao combustível refinado pela Petrobrás.

Portanto, a grande dúvida é: por que não obrigar ao Posto de Combustível a informar ao cliente se sua Gasolina é FORMULADA ou REFINADA?

Vale a pena ficar atento!

imgres.jpg

– O desemprego entre os jovens brasileiros

O IBGE divulgou a taxa de desemprego entre os jovens do nosso país: é de 28,1% entre os 18 aos 24 anos. E se for levado em conta o percentual da Grande SP, o número é mais impressionante: 37,4%!

Como fazer? Se a juventude não consegue nem estudar ou trabalhar, cairá, em muitos casos, na questão da sobrevivência e partirão, infelizmente, para a bandidagem.

Triste a nação que não investe em Trabalho e Educação

Resultado de imagem para futuro do Brasil

– A política de preços da Petrobrás e os absurdos aumentos sucessivos.

Reparou como os combustíveis tiveram os preços majorados nestes últimos dias?

Em alguns lugares, já se fala na venda da Gasolina parceladamente no cartão. Pudera, está caro para encher o tanque dos carros.

Você sabia que em 10 meses já subiu 42% o valor do Petróleo em geral no Brasil? Tivemos cinco aumentos seguidos, de percentual alto, somente nesta semana (por culpa da alta do dólar, segundo a Petrobrás.

Isso fez com que o consumo do Etanol aumentasse por ser um produto mais barato. Conclusão: aumentou o consumo, aumentou também o preço do litro devido a menor oferta.

Talvez não se tenha dado a devida importância, mas o combustível que mais sentiu os sucessivos reajustes foi o Óleo Diesel (que move o Brasil). Com isso, encarece-se o frete e consequentemente os produtos.

Mas fiquemos tranquilos, pois, segundo o Governo, a inflação é de apenas 0,5% ao mês…

No Rio de Janeiro, pasmem, já está próximo de R$ 5,00 / litro.

Abaixo, extraído de: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2018/05/16/preco-gasolina-posto-combustivel-petrobras-consumidor-bomba.htm

GASOLINA ESTÁ TÃO CARA QUE POSTO PARCELA COMBUSTÍVEIS EM 6 VEZES NO CARTÃO

Por Marcela Lemos e Cristiane Bonfanti

No Rio, etanol com desconto. Em Brasília, combustível parcelado em até seis vezes sem juros no cartão de crédito. Os postos têm apelado para promoções para não perder a clientela com a gasolina perto dos R$ 5.

Nesta terça-feira (15), a Petrobras anunciou uma nova alta nos preços da gasolina para as distribuidoras. Desde 3 de julho, quando a estatal adotou sua nova política de preços, a gasolina vendida nas refinarias já subiu 50,04% e o diesel, 52,15%. O salto ficou bem acima da inflação do período, que foi de 2,68%.

Em um posto BR na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, a gasolina aumentou R$ 0,20 por litro nesta semana: passou de R$ 4,769 para R$ 4,969. O preço fez muita gente desistir de encher o tanque.

Na mesma avenida, um posto Ipiranga também vendia gasolina por R$ 4,969. Para não desagradar tanto os clientes, fez uma promoção de etanol, que baixou de R$ 3,699 para R$ 3,399.

“A gente tenta convencer o motorista de carro flex a abastecer com álcool. Alguns ficam aqui pesquisando na internet e fazendo conta para saber se vale a pena”, disse um dos funcionários.

PARCELADO EM 6X NO CARTÃO

Em um posto Shell em Brasília, a saída encontrada foi facilitar o pagamento. Desde 2006, o posto parcelava o pagamento em três vezes no cartão de crédito. Agora, aumentou para até seis vezes.

O posto mantém o mesmo valor para os pagamentos à vista e no cartão de crédito. Desde segunda (14), o preço da gasolina comum passou de R$ R$ 4,159 para R$ 4,469.

‘R$ 100 DE GASOLINA NÃO REPRESENTAM NADA’

O estudante Gabriel Mendes, 22, diz que as pessoas ficam reféns da alta dos combustíveis. “Em Brasília, não temos como andar a pé. Eu uso o carro para tudo e tenho de arcar com o custo.”

Para o engenheiro Marcello Gusmão, 37, do Rio, está inviável manter o carro rodando. Ele diz que passou a usar o veículo apenas três vezes por semana.

POLÍTICA DE PREÇOS DA PETROBRÁS

Desde 3 de julho, a Petrobras adota uma política que prevê reajustes nos preços dos combustíveis com mais frequência, inclusive diariamente, nos preços dos combustíveis vendidos nas refinarias. As mudanças de preços acontecem nas refinarias, e podem ou não ser repassadas pelos postos para o consumidor.

Segundo a estatal, a ideia da nova política é repassar as variações do dólar e do petróleo no mercado internacional e, com isso, competir “de maneira mais ágil e eficiente”.

A política de preços da Petrobras foi alvo de críticas no passado, principalmente no governo da presidente Dilma Rousseff. Quando a cotação do petróleo no mercado internacional caiu a níveis históricos, a Petrobras decidiu não repassar essa queda para o preço dos combustíveis. Ao importar combustível mais barato e vendê-lo pelo mesmo preço de antes, os ganhos da Petrobras com a revenda aumentaram.

Na época, críticos afirmaram que, ao manter os preços artificialmente, o governo estava usando a política de preços para recuperar parte do que perdeu quando o petróleo estava caro lá fora –e o preço não subiu aqui– e para tentar aliviar as contas da Petrobras, em meio a um endividamento muito grande da companhia.

bomba.jpg
Posto em Brasília parcela combustível em 6 vezes no cartão

– O Vício do Consumismo

Bela e inteligente. Eis a declaração da atriz Fernanda Vasconcelos sobre o mundo consumista e a sede dos jovens em ter bens materialistas para a satisfação pessoal:

Quanto mais jovens alienados e consumistas se formarem, mais adultos doentes teremos no futuro. Esse ‘querer ser’ através do consumo é quase comparável à dependência química”.

Disse tudo. Comprar/gastar pode ser um vício, como o das drogas!

imgres.jpg

– Então está tudo bem no Brasil? Inflação baixa + Desemprego em alta = ???

Anunciou-se que a inflação do último mês estava abaixo da meta e festejou-se isso como sinal positivo para a Economia.

Ora bolas, mas a custo de recessão? Isso não é motivo para comemoração, é um índice ilusório.

Reflita: hoje temos Inflação baixa, mas com 14 milhões de desempregados, a Saúde está aos frangalhos, a Educação é horrível e os preços no supermercado em alta. Mesmo assim, “caiu a inflação”.

E o Temer quer que fiquemos felizes?

bomba.jpg

– Da Desnutrição para a Obesidade?

Pois é: sinal dos tempos por culpa da má alimentação?

A obesidade seria o novo problema do século XXI ao invés da desnutrição do século passado?

Problemas envolvendo vítimas desse mal tornam-se mais comuns no noticiário. Abaixo, um caso que retrata o descaso das autoridades para os pacientes da obesidade mórbida (é de 2009, mas parece bem atual).

Extraído de: http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2014/05/09/sem-conseguir-andar-homem-com-230-kg-luta-por-vaga-em-hospitais-da-bahia.htm

SEM CONSEGUIR ANDAR DIREITO, HOMEM COM 230 KG LUTA POR VAGA PARA CIRURGIA

Cama, sofá e banheiro. Há quatro anos essa é a rotina diária de Alex Rodrigues dos Santos, 38 anos, morador do município de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), que não consegue mais se locomover por conta do peso de 230 kg.

Sem condições de pagar pela cirurgia de redução de estômago, o ex-agente de portaria não consegue autorização para realizar o procedimento nos hospitais públicos do Estado.

A obesidade mórbida é considerada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) como uma epidemia mundial. Na Bahia, há 90 mil obesos mórbidos. De acordo com o IBGE, 15% da população da capital baiana é obesa.

Trauma desencadeou doença

Ele relata que começou a engordar há cerca de 11 anos, desde que entrou em depressão com a morte do irmão. “Tenho 1,70m e meu peso normal era 90 kg. Faz quatro anos que eu não saio de casa. Quero minha vida de volta.”, lamenta.

Por causa do excesso de peso, Alex conta que desenvolveu pressão alta e passou a lidar com fortes dores nas costas e nas pernas, insuficiência respiratória, arritmia cardíaca, apneia do sono e hipertensão, além do aparecimento de furúnculos e escaras causados por falta de locomoção.

Os problemas de saúde exigem que ele faça uso de diversos medicamentos. “Os remédios para pressão eu pego no posto de saúde de Jauá, mas ultimamente estão todos em falta na unidade”.

Desempregado, ele conta que não tem condições de arcar com todos os custos, pois sustenta esposa, quatro filhos e um neto com apenas R$ 800 do auxílio-doença.

O ex-agente de portaria conta com a ajuda de amigos e vizinhos para sobreviver. “Sempre sustentei minha família com meu trabalho e preciso voltar a ter dignidade”, desabafa.

Em Salvador, apenas três hospitais – o Universitário Professor Edgard Santos (Hospital das Clínicas), o Roberto Santos e o Espanhol, realizam este tipo de cirurgia pela rede pública.

Frustração

Em outubro de 2010, após ter seu drama veiculado em um programa de TV local, Alex conseguiu iniciar o tratamento em um hospital da rede particular, na capital baiana.

Ele foi atendido pela equipe do cirurgião bariátrico João Ettinger, que afirma que o então paciente chegou a perder 20 kg dos 50 kg necessários para realizar o procedimento cirúrgico, mas foi reprovado na avaliação psicológica e nutricional.

 Ettinger conta que apesar do hospital não realizar atendimentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), Alex não precisaria arcar com os custos do tratamento. “Consegui todo o material  gratuito para a laparoscopia, mas infelizmente a psicóloga avaliou que ele não estava em condições de realizar a cirurgia por não seguir a dieta e por não tomar a medicação necessária.”, lamenta. O hospital não retornou ao pedido de mais detalhes sobre os problemas e qual solução seria a mais adequada para o caso.

De acordo com Lilian Cardoso, presidente da Afab, entidade que realiza ações voluntárias de apoio nas marcações de exames e cirurgias para pacientes carentes no Estado, o caso foi encaminhado ao Centro de Referência Estadual para Assistência ao Diabetes e Endocrinologia (Cedeba), que acionou o Hospital Geral Roberto Santos, mas segundo a direção não há previsão de atendimento por conta da longa fila de espera. Segundo ela, uma advogada tentará interceder pela via judicial.

alex-rodrigues-dos-santos-38-anos-morador-do-municipio-de-camacari-na-regiao-metropolitana-de-salvador-rms-nao-consegue-mais-se-locomover-por-conta-do-peso-de-230-kg-1399667562332_615x470.jpg

– Antes da Crise Econômica, havia camarão e descanso!

Eu trabalhava em 3 empregos, e ainda assim me sobrava possibilidade de descansar.

Há exatos 5 anos, eu desfrutava de mais tempo livre e menos dor-de-cabeça… olha aí onde eu estava: Porto de Galinhas!

Para “piorar”, veja o menu da tarde: camarão!

Que saudade do bom período que o Brasil passou. Pena que era ilusório…

🍤 #camarão #farinha #PortoDeGalinhas #passeio #descanso #férias #mandioca – em Pontal Dos Carneiros

– Quando as marcas não são mais respeitadas pelas empresas!

Sempre reclamei de alguns métodos da China para a criação e produção de produtos. Agora, mais um exemplo: um fabricante de capinhas para telefones celulares chamado Xintong Tiandi registrou, junto as autoridades de marcas e patentes chinesas, o nome iPhone!

Todos sabemos que iPhone é um produto da americana Apple, mas lá na China também será sinônimo de capinhas de couro.

Pode?

O chinês justificou que:

A marca iPhone pode florescer longe da Apple”.

Ué? É como querer desvencilhar o carro Fusca da Volkswagen, o Prestobarba da Gillette e o Big Mac do McDonald’s.

Se a moda pega…

bomba.jpg

– Os Preços da Gasolina e do Diesel subiram 40% em 10 meses. Viva o Petrolão!

De Julho / 2017 até Maio /2018 (os últimos 10 meses), os combustíveis da BR Distribuidora subiram (sente-se na cadeira) 40%.

É mole?

Caso você não tenha reparado, o preço dos derivados de Petróleo explodiu nas últimas duas semanas. Os altos valores cobrados pela Petrobrás na Gasolina e no Diesel aumentaram em 56% o lucro da empresa.

Seria o “custo-Petrolão”?

Abaixo,

Extraído de: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2018/05/08/lucro-petrobras-primeiro-trimestre.htm

LUCRO DA PETROBRAS SOBE 56% EM UM ANO, A R$ 6,96 BI NO 1º TRIMESTRE

A Petrobras registrou lucro líquido de R$ 6,961 bilhões no primeiro trimestre, alta de 56,43% em relação ao mesmo período do ano passado, informou a companhia nesta terça-feira (8). Foi o melhor resultado trimestral desde os três primeiros meses de 2013, quando a petroleira lucrou R$ 7,69 bilhões. No trimestre anterior, a Petrobras havia perdido R$ 5,477 bilhões.

O lucro de juros antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado somou R$ 25,67 bilhões, maior que os R$ 25,25 bilhões registrados no primeiro trimestre de 2017.

Alta no preço do petróleo 

Segundo a empresa, os resultados refletem o aumento da cotação do petróleo no mercado internacional, que levou a maiores margens nas exportações de petróleo da Petrobras.

A cotação passou de US$ 53,8 na média do primeiro trimestre de 2017 para US$ 66,8 no primeiro trimestre deste ano.

Reajustes da gasolina contribuíram

Também contribuíram para o lucro no início do ano os ganhos maiores com a venda de derivados, como combustíveis, apesar da redução nas vendas da gasolina no país. Devido à nova política de preços, adotada em julho de 2017, a Petrobras faz reajustes mais frequentes nos preços dos combustíveis nas refinarias, inclusive diariamente.

No período entre a adoção da nova metodologia e o fim do primeiro trimestre, os preços da gasolina e do diesel nas refinarias subiram quase 30%. E os preços continuaram subindo. De julho até esta terça-feira, o aumento foi de cerca de 40%.

Resultado de imagem para petrobrás

– O Novo Aumento dos Combustíveis chegou!

E o aumento dos combustíveis, “presenteado” nesta semana?

Pouca gente percebeu, mas a Gasolina subiu em média R$ 0,05 e o Diesel R$ 0,10. Tudo na surdina! 

FHC fazia isso em seu Governo. Lula também. Dilma idem. E Temer mantém a tradição de permitir aumentos de preços enquanto as pessoas estão distraídas. Mas quando é redução… cai quase nada e se faz um estardalhaço!

bomba.jpg

– As pessoas mais ricas do Brasil, segundo a Forbes.

Segundo a Forbes, o Brasil possui 42 bilionários!

Deve ser uma “coisa incrível” ter “1 bilhãozinho” só, não? Nem precisa ter a mesma quantia de bilhões do que o fundador da Amazon, Jeff Bezos, que hoje é o homem mais rico do mundo com US$ 112 bi.

No Brasil, “o dono da Brhama”, Jorge Paulo Lemann, aparece mais uma vez como o homem mais rico do país, com uma fortuna estimada em US$ 27,4 bilhões (ele é a 29ª pessoa mais rica do mundo). O banqueiro Joseph Safra (patrimônio de US$ 23,5 bilhões) e o empresário Marcel Telles (US$ 14 bilhões) completam o pódio.

Abaixo os 15 mais ricos da nossa nação:

Nome Patrimônio (US$) Origem do dinheiro
1. Jorge Paulo Lemann 27,4 bilhões Ab Inbev
2. Joseph Safra 23,5 bilhões Banco Safra
3. Marcel Herrmann Telles 14 bilhões Ab Inbev
4. Carlos Alberto Sicupira 12 bilhões AB Inbev
5. Eduardo Saverin 10,1 bilhões Facebook
6. Pedro Moreira Salles 5,1 bilhões Bancos, mineração
7. Fernando Roberto Moreira Salles 5 bilhões Bancos, mineração
8. João Moreira Salles 5 bilhões Bancos, mineração
9. Walther Moreira Salles Junior 5 bilhões Bancos, mineração
10. Abílio dos Santos Diniz 3,5 bilhões Varejo
11. Walter Faria 3,2 bilhões Grupo Petrópolis
12. Luis Frias 3 bilhões Pagseguro
13. Ermirio Pereira de Moraes 2,7 bilhões Diversos
14. Jorge Moll Filho 2,6 bilhões Hospitais
15. Maria Helena Moraes Scripilliti 2,6 bilhões Diversos

bomba.jpg

– Petrobrás há 3 anos perdoava PDVSA

Esse texto foi há 3 anos, mas nem nos escandalizados mais…

Veja:

Dias atrás falamos da crise da Petrobrás provocada pela suspeitíssima negociação da refinaria de Pasadena (vide em: http://is.gd/oLdl9w). Agora, outro escândalo financeiro: o perdão ao calote da venezuelana PDVSA na parceira para a construção da refinaria de Abreu Lima (PE). Desde o projeto inicial de R$ 2,5 bilhões até os investimentos em acordo (total de R$ 20 bilhões), nada foi pago.

O acordo foi assinado entre os ex-presidentes Lula e Hugo Cháves, mas Dilma não fez questão de cobrar e a Petrobrás perdoou…

Caramba, e ninguém se incomoda com isso?

petrobras.jpg

– O grupo de países MINT sobrepujará o BRICS?

Jim O’Neil, economista-mor do Goldman Sachs, foi quem cunhou o termo BRICS em um importante relatório para a agência Bloomberg, em 2001. Ele se referia a Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul como motores da economia mundial para aquela década que se iniciava. Por razões óbvias: esses países estavam em ótimo momento nas suas finanças e com bom panorama para empresas se instalarem!

Há pouco tempo, ele chamou a atenção de um novo grupo de países muito mais interessante para investimentos e cujo PIB cresce a passos largos, sendo ele o novo eldorado de recursos e negócios: o MINT – México, Indonésia, Nigéria e Turquia, com cenário favorável para os próximos 20 anos, em contraponto ao BRICS, que desacelera por questões político-econômicas.

Será que Jim acertará? Aguardemos os próximos anos. Aparentemente, está com a razão!

bomba.jpg