– Vale a pena mentir nos anúncios?

Muitas vezes, vemos anúncios exagerados de certos produtos. Na preocupação de supervalorizar algo, cai-se no erro da mentira.

Um livro novo, “O Argumentador Honesto” propõe esse debate: vale a pena mentir nos anúncios? Você percebe a mentira em certas propagandas?

Abaixo, extraído de: http://epocanegocios.globo.com/Revista/Common/0,,EMI262972-16366,00-ANUNCIO+BOM+E+ANUNCIO+HONESTO.html

ANÚNCIO BOM É ASSUNTO HONESTO

Por Márcio Ferrari

A idéia não é assim tão nova, mas é raramente seguida pela publicidade. Tanto que o homem que a propõe é visto como um herege na área. O britânico John Bunyard, famoso e aposentado publicitário, argumenta em seu livro recente, The honest persuader (“O argumentador honesto”), que não adianta exagerar as qualidades de um produto ou impor marcas ao consumidor, porque, se os benefícios não forem comprovados, a propaganda funciona ao revés. Ele baseia suas afirmações em conhecimentos da neurolinguística – e tem recebido críticas favoráveis. Para Bunyard, a melhor estratégia é complementar a campanha publicitária imediatamente com testes de consumo no varejo para confirmar o que foi anunciado. Segundo ele, estudos neurológicos mostram que, quando nossas expectativas são confirmadas, o cérebro libera uma descarga de dopamina, substância química que dá sensação de prazer. Por isso, também não adianta confiar no que os consumidores dizem em pesquisas: o hábito de compras é orientado essencialmente por processos inconscientes. Mais que ouvi-lo, o anunciante precisa estudar o comportamento do consumidor.

imgres.jpg

Anúncios

– Precisamos de Papas Franciscos nas Instituições Brasileiras já!

Anos atrás, o papa Francisco anunciou várias reformas, mudanças e auditorias no Vaticano. Por exemplo, divulgou os dados do Banco do Vaticano (nunca feito antes em 125 anos de instituição).

Simplesmente, ele quer dar “uma limpa” no que considera irregular ou imoral.

Não precisamos justamente disso nas nossas instituições (sejam elas quais forem) no Brasil?

url.jpg

– Os Cartolas não querem defender Del Nero para não se queimarem. Mas atacá-lo, menos ainda!

Leio do sempre bem informado jornalista Ricardo Perrone em seu blog no UOL, que na última segunda-feira alguns dirigentes do futebol brasileiro queriam promover um manifesto de apoio a Marco Polo Del Nero, mas foram demovidos da ideia por Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF e interessado na cadeira de presidente da CBF, pois, segundo ele, a iniciativa causaria desgaste na imagem da cartolagem.

Pior do que apoiar Marco Polo Del Nero é ler que há aqueles que o defendem e entendem que ele é uma vítima! Veja só o discurso do representante da Roraima:

“A situação de Marco Polo começou a ser debatida pelo sindicato [Sindicato do Futebol, em São Paulo], a partir de críticas à Fifa feitas por Zeca Xaud, longevo presidente da Federação Roraimense. Ele sugeriu que a CBF se rebelasse e não aceitasse a suspensão. Classificou a atitude da entidade internacional como covarde.”

Será que o senhor Zeca Xaud, há décadas no cargo da federação do seu estado “sem largar o osso”, crê realmente na inocência de Marco Polo a ponto de incitar uma rebelião pró-Del Nero contra a FIFA? Ou é mais uma “puxada de saco” para agradar a quem manda o famoso “mensalinho do futebol” (que é oficializado pela Confederação Brasileira de Futebol sob o título de ajuda de custo aos estados da federação)?

Pobre futebol brasileiro… está sendo jogado numa verdadeira lata de lixo…

A matéria completa em: https://blogdoperrone.blogosfera.uol.com.br/2018/01/apos-fala-de-cartola-da-fpf-dirigentes-enterram-nota-de-apoio-a-del-nero/

bomba.jpg

– E a FPF não se pronunciou ainda sobre o Estanciano-SE e o esquema de manipulação de resultados?

Estourou na Copa São Paulo de Futebol Jrs, na chave de Itapira, a descoberta de representantes de máfia de apostas aliciando atletas, treinador e presidente do Estanciano.

A Rádio Capital, através do jornalista Weber Lima, divulgou os áudios gravados onde atletas são cooptados. Perder o jogo valia R$ 7.000,00. Cometer um pênalti, R$ 500,00. Tudo gravado e com o caso vindo à tona a partir do momento que o treinador Ricardo Pereira se recusou a fazer parte do esquema.

Todo o áudio pode ser acessado no link em: http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/jornal-da-eptv/videos/v/treinador-do-estanciano-recebeu-proposta-de-suborno-para-perder-jogo-na-copinha/6414320/

A questão é: o caso aconteceu na 2a feira, e até agora a FPF não divulgou uma linha sequer sobre as investigações e nem tomou decisão algumaEm 2017, quando ocorreu a eliminação do Paulista FC da final da Copa SP por conta de ter escalado Heltton Brandon, o “gato da Copinha”, a decisão foi imediata. A pergunta, então, passa a ser: por qual motivo não houve pronunciamento da Federação Paulista?

Seria pelo fato da competição ser patrocinada por um outro site de apostas, e isso não repercutir bem?

Em tempo: o Estanciano realmente perdeu e foi eliminado. Mas isso faz com que o assunto fique por isso mesmo?

Aliás: só ocorreu tal fato com o Estanciano ou haverá alguém às escuras que aceitou e não sabemos?

Acho que não vai dar nada, infelizmente. Façam suas apostas.

Ops? Apostas não!...

bomba.jpg

– Manipulação de Resultados na Copa São Paulo de Futebol Jr?


Ouço agora na Rádio Capital AM 1040, o jornalista Weber Lima e o ex-goleiro Zetti colocando com exclusividade no ar o áudio do WhatsApp com um senhor chamado Tiago, representante de um site de apostas chinês, negociando com atletas do Estanciano-SE resultados na Copinha. O time de Sergipe está na chave de Itapira. O treinador da equipe, ao saber que seus jogadores estavam “vendidos”, abandonou a delegação. Aparentemente, há o aceite do presidente do time na negociação.

Por ser um torneio de equipes de toda a realidade, inchado demais e com clubes “aventureiros”, tal prática parece ser possível.

Infelizmente não tenho o arquivo digital, mas certamente a Rádio Capital e Weber Lima disponibilizarão a todos. No trecho que ouvi, um pênalti custaria R$ 500,00.

Com urgência, a palavra da FPF, organizadora da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Aliás, só aconteceu com uma única equipe, das 128 envolvidas?

bomba.jpg

– Bolsonaro se filia ao PSL para concorrer a Presidência. Mas você se mancou quem é o presidente do partido?

Jair Bolsonaro, pré-candidato a Presidente da República, namorou o PEN (Partido Ecológico Nacional). A pequena sigla mudou o nome para Patriota a fim de receber o futuro presidenciável. Só que “na hora H” Bolsonaro se filiou ao PSL, que articulava para mudar de nome para Livres, mas que devido a adesão de Jair, dividiu-se.

O certo é que a proposta do presidente Luciano Bivar, do PSL, para aceitar a entrada do candidato, foi tão negociada que o próprio filho dele, Sérgio Bivar, que seria candidato a deputado federal pelo partido, deixou a legenda com a alegação de que o Partido Socialista Liberal vendia sua ideologia ao aceitar as condições dos bolsonaristas.

Mas sabem que é esse senhor, Luciano Bivar?

É aquele ex-presidente do Sport-PE, hiper-polêmico, que disse à imprensa ter subornado membros da CBF para que se convocasse Leomar (ex-jogador da equipe) na Seleção Brasileira. Na época, especulou-se que Bivar forçou a barra com o propósito de valorizar o jogador e pagar dívidas com Leão, também ex-treinador da equipe e que foi comandante da Seleção. No STJD, negou tudo o que disse (mas que ficou gravado nas grandes rádios).

Sinceramente?

Bolsonaro começa muito mal ao se associar a político que vem do meio do futebol. Dificílimo confiar em gente assim…

Aliás, reafirmo: tenho pena do nosso país com candidatos como Lula, Bolsonaro, Alckmin, Ciro… falta gente nova, competente e honesta para administrar o país (nenhum deles possuem as 3 virtudes citadas).

bomba.jpg
foto: Blog do Cleuber Carlos

– Solidariedade: Arbitragem, Jogadores, Artistas, Celebridades, Clube e… Cambistas?

Todos estão sendo solidários para o “JOGO CONTRA A FOME; fome, somente de bola”, a ser realizado neste sábado à tarde em Jundiaí. (16h). A arbitragem ficará por conta de Regildênia de Holanda Moura (FIFA-SP, que apesar de superar os tempos físicos nos testes internacionais da categoria Masculino, não tem sido aproveitada a contento nos jogos da CBF e FPF).  Se não for um cachê aceitável ou a troco das despesas, certamente uma “taxa cheia” não há de ser; tudo para contribuir com o amistoso beneficente.

O jogador Nenê e seus amigos atletas, juntamente com o ator global Caio Castro (que são os organizadores / promotores do evento solidário), contam ainda com a cessão do estádio Jayme Cintra por parte do Paulista de Jundiaí (que mesmo na pindaíba, generosamente o emprestou – estando ainda poupando o gramado para a Copa São Paulo) e a presença da maior celebridade do esporte nacional (e uma das maiores do internacional): Neymar Jr, que já confirmou o ar da sua graça. A imprensa está divulgando bastante e os torcedores esgotaram os 14.000 ingressos há 10 dias, trocando-os por 18 toneladas de alimentos!

Tudo seria perfeito se não existisse a nefasta presença de CAMBISTAS! Pois é, pelo Facebook há pessoas aproveitadoras oferencendo o ingresso por R$ 100,00! E como é fácil para a polícia descobri-los pelas redes sociais, logicamente estarão na porta do estádio vendendo.

E aqui vai um conselho para alguém que encontre tais picaretas que se aproveitam da solidariedade do próximo para faturar na moleza: se você ver um cambista nas imediações, cerque-o e chame a PM. Cambismo é crime! Jogo solidário, para ajudar os necessitados, trazendo personalidades do esporte e da TV, movimentando a todos os setores da sociedade jundiaiense, e aí o sujeito vai na bilheteria e troca um saco de arroz para faturar R$ 100,00 por ingresso? É muita cara-de-pau. Não digo que o pilantra deva apanhar e ter seus ingressos arrancados à marra, pois sou contra qualquer tipo de violência, mas que eles devem ser confiscados e o cambista levado a ter uma canseira na delegacia, aí sim!

Mas… e quem COMPRA esses ingressos? Dar R$ 100,00 (ou mais) para um cambista só a fim de ver da arquibancada jogadores que se vê pela TV (sendo que haverá transmissão da Sportv), não me parece ser inteligente, tampouco solidário.

Não compactue com cambistas, denuncie!

Ops: uma última observação – e os flanelinhas de sempre que lá estarão? Se em jogos da série A3 os “guardadores de carro” pediam até R$ 10,00 (com o estádio vazio), imagine amanhã!

bomba.jpg
Foto: Esporte Jundiaí, referente ao evento passado (www.esportejundiai.com.br)

– Um campeonato com a regra desrespeitada. Anule-se tudo!

Dias atrás, soube “por cima” que no Campeonato Amador de Jundiaí (minha cidade), não estava se respeitando a suspensão automática pelo Cartão Vermelho. Até então, eu achava que houvera sido um equívoco e explicava os motivos para condenar tal atitude.

Entenda todos os detalhes que dissertam sobre a não existência de “efetivo suspensivo” detalhadamente explicados no link em: https://wp.me/p55Mu0-1Qi.

E não é que durante a semana descobri ao acaso que tem sido uma praxe a vergonhosa “anulação de cartões vermelhos”?

Agora sei que dois casos aconteceram: o primeiro, a Ponte Preta da Agapeama (do meu amigo e competentíssimo Rodrigo Alves) jogou com um jogador tendo conseguindo “liminar que suspende cartão” contra o Estrela da Ponte no 1o jogo da semifinal; e, o outro caso, acontecendo neste momento em que escrevo: o Palmeiras (nosso querido Palmeirinha do Medeiros, do Vado, do Marcão e do saudoso Barrica) está também usando o mesmo artifício na 1a partida da final contra a própria Ponte Preta.

Vou deixar bem claro o que já está escrito na postagem recomendada no link acima: recebeu cartão vermelho, com ou sem efeito suspensivo, antes ou depois de um julgamento por Junta Desportiva, DEVE-SE cumprir OBRIGATORIAMENTE um jogo de suspensão. Quem inventou “efeito suspensivo” para a suspensão automática, ou, pior, criou uma “liminar” liberando os atletas, ou faz isso por pura ignorância ou por má fé!

Os clubes estão na dele, devem tentar sempre o melhor para seus treinadores; mas a Liga Jundiaiense não pode simplesmente cancelar / anular / suspender um cartão vermelho com uma canetada! É regra universal do futebol pela International Board sempre alertada pela FIFA, e qualquer coisa que se diga ao contrário, é demagogia barata para se defender ou enrolar o próximo.

Diante de tudo isso, entendo porque a Prefeitura Municipal de Jundiaí não quer dar dinheiro à LJF. Afinal, inventou-se essa absurda regra sabe-lá-Deus como e por quê, e ninguém faz nada.

Lamentável. Já que a entidade é filiada na Federação Paulista de Futebol (pelo menos, penso que ainda é), alguém deveria denunciar essa barbaridade ao TJD-SP.

Será que ninguém se sentiu prejudicado com essa arbitrariedade? Por quê os clubes do futebol amador aceitam isso numa boa? Tira-se, dessa forma, toda a respeitabilidade do torneio.

bomba.jpg

– Eu queria uma Administradora de Cartão de Crédito

Creio que não há quem ganhe mais dinheiro no Brasil do que Cielo, Amex, Rede, Elo, dentre tantas outras operadoras.

Quanto ela cobra dos clientes que parcelam suas dívidas? Mais de 10% ao mês!

Quanto elas cobram dos comerciantes? Descontam de 3 a 5% para pagarem a venda em 30 dias!

Um mina de ouro…

  bomba.jpg

– Adivinha qual é o esporte?

Adivinhe qual é esse esporte?

Violência, jogatina, resultados acertados na base da propina, racismo pestilento, (…) ganância inimaginável e trapaças de todo tipo e variedade: na maior parte de sua história, o esporte (…) tem sido cravado de buracos, alguns cavernosos, alguns irreparáveis.”

Acharam que era sobre futebol, hein? É sobre o beisebol, descrito por Michael Chabon, reproduzido pelo antigo “Jornal Placar, 08/11/2010, pg 32”.

Será que o texto serviria ao futebol também? Não…

imgres.jpg

– Sumiram duas malas de dinheiro do Gedell?

Quer dizer que das 9 malas aprendidas pela Polícia Federal no apartamento onde Gedell Vieira Lima escondia dinheiro grosso de corrupção, somente 7 chegaram à sede da PF em Brasília?

Quem ficou com as outras duas?

Ah bom… extraviou-se! Ou não?

Extraído de “O Antagonista”, abaixo:

CADÊ AS MALAS QUE ESTAVAM AQUI?

A Polícia Federal em Brasília registrou ter recebido sete malas de dinheiro apreendidas no bunker da propina atribuída a Geddel Vieira Lima, informa o repórter Aguirre Talento, da Época.

O auto de apreensão lavrado pela PF na Bahia em setembro, ao encontrar os R$ 51 milhões no apartamento em Salvador, registrava nove malas.

O documento da PF em Brasília não explica onde foram parar as outras duas. E não informa se houve sumiço de dinheiro.

bomba.jpg

– Black Friday dos Cartéis?

Pesquisei durante a madrugada uma TV 32″ Samsung de um determinado modelo, durante essa sexta-feira de promoções.

No preço final, tanto no Magazine Luiza, Submarino, Lojas Americanas, Amazon, Ponto Frio, Extra, Ricardo Eletro e Casas Bahia, o mesmo valor: R$ 1.049,99!

Ué, que raio de concorrência é essa? Oito (8) grandes lojas “coincidiram” em seus custos para chegar nesse preço?

bomba.jpg

– Renato Gaúcho e a esperteza da Lei de Gerson!

A Lei de Gerson surgiu da propaganda do ex-jogador tricampeão de 70 Gerson “Canhotinha de Ouro”, que pregava levar vantagem ao fumar os cigarros “Vila Rica”, que eram maiores e mais baratos. Surgiu daí a expressão de “Lei de Gerson”, remetida aos espertalhões em tirar benefícios sobre todas as coisas.

Ontem, falamos sobre o Grêmio usar um drone para espionar seus adversários (clique aqui para ler as implicações disso na Regra do Jogo, em: https://wp.me/p55Mu0-1PZ). Porém, após diretores do time porto-alegrense enrolarem confirmando e ora desmentindo, o técnico Renato Gaúcho admitiu a contratação de um profissional para esse serviço, dizendo saber que a Austrália fez o mesmo com Honduras e ter ouvido histórias de que o São Paulo e o Palmeiras já usaram de tal expediente.

Não estou nesta postagem criticando ou não o uso de drones (o que penso está no link já citado, acima). Mas me pesa ler a sequência da sua entrevista citando que:

“O Mundo é dos Espertos”.

Esse dito, antigo e de certo ponto de tom arrogante, é uma das primas-irmãs da Lei de Gerson, do jeitinho brasileiro e de achar que a gambiarra/ malandragem é virtude.

DISCORDO totalmente dessa justificativa. Vivemos em um país corrupto, desonesto, onde “lobo quer comer lobo” neste mundo competitivo, extrapolando as barreiras do aceitável. Embora o futebol profissional seja um ambiente de business, esquece-se da questão de que ele ainda é um esporte.

Ser ético, justo, transparente e leal ultrapassa as relações esportivo-profissionais, é condição sine qua non da sociedade civilizada dos dias atuais. O mundo pertencer aos espertos ou “levar vantagem em tudo” são coisas que devem ser abolidas de um mundo mais correto, solidário e ideal.

NUNCA ensinemos nossos filhos a usar expedientes a qualquer custo, tampouco dizer que “se é para ganhar, vale tudo”. O Mundo não deve ser dos Espertos, mas dos Justos.

Assista o polêmico comercial em: https://www.youtube.com/watch?v=J6brObB-3Ow

bomba.jpg

– Black Friday “Engana Mané”!

Ontem eu vi o que realmente é golpe no cliente. Em determinado shopping de Jundiaí, vi nas 3 lojas de tênis que por lá tem as propagandas de “já começou a Black Friday”.

Pois é: nenhuma diferença de preço, sempre os mesmos anúncios de “descontos de até 50%” (que há tempos estão por lá), apesar dos cartazes.

O que mais me chamou a atenção é: um tênis de corrida caríssimo (Adidas Ultraboost) custava R$ 799,99 há 15 dias. Hoje, havia o anúncio da liquidação “Black Friday antecipada”: de R$ 899,99 por R$ 799,99!

Palhaçada… muitas lojas aumentam para depois venderem no mesmo (alto) preço… e quem realmente faz a promoção, fica “queimado” pelos maus varejistas, desacreditando o evento.

bomba.jpg

– Lucas Lima e o antiprofissionalismo

É difícil defender o jogador Lucas Lima, que atuava pelo Santos FC e foi afastado pela direção do clube.

Com o contrato se encerrando e negociando com outras equipes (especula-se que o Palmeiras pagará inacreditáveis 60 milhões de reais entres salários e luvas por 5 anos de contrato com ele), praticamente “tirou o pé” nos últimos jogos.

Negociar com outro clube é normal. Fazer corpo mole quando seu time está precisando e/ou aparentar querer ser dispensado é sacanagem com o empregador.

bomba.jpg