– Uma menininha que dá gargalhada por… danoninho!

Já viram uma menininha gostar tanto de Danone como a Estelinha?

Que gargalhada gostosa!

Pureza total. Muito engraçado, em: http://www.youtube.com/watch?v=wLatb2I-M-A

 

Anúncios

– Trabalhar demais pode render divórcio!

Cuidado se você se dedica demais para a empresa e pouco ao parceiro. Veja a gigante  ALL: foi condenada a pagar indenização por indiretamente provocar um divórcio!

Exigia tanto empenho da sua funcionária que o marido dela a abandonou…

Entenda, em: http://www.correioforense.com.br/direito-trabalhista/trabalhadora-que-teve-o-casamento-prejudicado-por-exigencia-de-jornadas-muito-extensas-deve-ser-indenizada-por-dano-existencial/#.U9ZcLlaZPLc

EMPRESA É CONDENADA A PAGAR INDENIZAÇÃO POR PROVOCAR DIVÓRCIO CAUSADO POR JORNADA EXCESSIVA DE TRABALHO

Uma empregada da América Latina Logística (ALL) deve ser indenizada em R$ 20 mil por danos causados aos seus projetos pessoais, devido à exigência patronal de jornadas extensas. Ela trabalhou por quase cinco anos das 8h às 20h, entre segundas e sextas-feiras, nos sábados das 8h às 16h e, em dois domingos por mês, das 8h às 13h, com uma hora diária de intervalo. Para os desembargadores da 4ª Turma do TRT da 4ª Região (RS), a carga horária, bastante superior ao limite fixado pela Constituição Federal, gerou dano existencial à trabalhadora, já que acarretou no fim do seu casamento por causa de desentendimentos gerados pela sua ausência. O dano existencial ocorre quando uma exigência ou permissão patronal prejudica a realização de projetos de vida do empregado, ao violar o direito à convivência familiar e social, bem como ao descanso e ao lazer.

Em primeira instância, o juiz Max Carrion Brueckner, da 6ª Vara do Trabalho de Porto Alegre, arbitrou o valor da indenização em R$ 67,8 mil. Os desembargadores da 4ª Turma do TRT-RS, apesar de confirmarem o entendimento do magistrado de origem, decidiram diminuir o montante para R$ 20 mil. As partes ainda podem recorrer ao Tribunal Superior do Trabalho (TST).

morte-trabalhar.jpg

– Um boa oportunidade para viver!

Bom dia. O domingo começou bonito, reluzente, entusiasmante. E quem não gosta disso?
Mesmo tendo que trabalhar hoje, vale a pena curtir a empolgação. E para mantê-la, fui para meu cooper logo cedinho. Indo correr:

bomba.jpg

Durante o cooper, correndo, rezando e me libertando. Pensando no Cristo Salvador, vivo e presente em todos os sacrários da face da Terra. Meditando (altar-mor da Capela de Sant’Anna, do Jardim Sarapiranga em Jundiaí):

bomba.jpg

Pós-treino e ainda no escuro, alongando entre as flores do jardim. E a inspiração vem das cores das nossas roseiras. Relaxando:

bomba.jpg

Depois de toda a atividade física, indo para a labuta. Como não crer que existe Alguém que pinta esses amanheceres? Contemplando (Rodovia Anhanguera, km 62):

bomba.jpg

Enfim, uma pausa de 5 minutos vendo a formação das nuvens simétricas no céu azul. Belas ou não? Admirando:

bomba.jpg

Depois do serviço, ufa, meu domingo será exclusivamente dessas lindas garotas da minha vida. Prova do meu Porto-Seguro, minha família. Alegrando-me:

IMG_2096

Ótima jornada para todos nós!

– Uma abençoada Quinta-Feira em 6 figuras inspiradoras

👍🏻Bom dia!
Tempo fresco, convidativo para o cooper com bastante #disposição. Vamos correr?
🏃🏻
#Fui #RunningForHealth #run #cooper #corrida #saúde #corridaderua
bomba.jpg

🙌🏻Correndo e Meditando com o #SagradoCoraçãoDeJesus!
– Abençoe nossas famílias, #Senhor!
🙏🏻
#Fé #Santidade #Catolicismo #Jesus #Cristo #PorUmMundoDePaz
bomba.jpg

🌺Fim de #cooper!
Suado, cansado e feliz, curtindo a beleza das #flores.
🏁
#corrida #running #flowers #CorujãoDaMadrugada #alvorada #flor
bomba.jpg

🌅Desperta, #Jundiaí!
Ótima 5a feira a todos nós.
🍃
#céu #horizonte #fotografia #paisagem #inspiração #amanhecer
bomba.jpg

☀️#Sol muito bonito de #natureza indescritível!
Como não se inspirar?
🌱
#inspiração #amanhecer #morning #fotografia #paisagem
bomba.jpg

👨‍👩‍👧‍👧 Como não estar de bem com a #vida com esse #sorriso tão puro e gostoso? Meu dia fica bem melhor!
😀
#PaiDeMeninas #Alegria #Família #Felicidade
bomba.jpg

Assim tenhamos uma boa jornada!

– Venha celebrar com os inocentes: Missa das Crianças!

Disse um dia Jesus:

“Vinde a mim as criancinhas, pois delas é o Reino do Céu.”

Pois bem, nesse sábado (25 de novembro), as crianças da Comunidade Nossa Senhora de Fátima (Bairro Medeiros, Jundiaí-SP) participarão da “Missa das Crianças”, às 18h30.

Venha participar com sua família! Em destaque, esse lindo coral ensaindo,

em: http://www.youtube.com/watch?v=_kifROef_5o

 

bomba.jpg

– Mais Filhos, mais Felicidade!

Pesquisa mostra: Mais filhos trazem mais felicidade!

Extraído de Revista Época, Ed 26/09, pg 86-87

MAIS FILHOS TRAZEM MAIS FELICIDADE?

Dois pesquisadores encontraram uma raridade estatística: índices de bem-estar que crescem junto com o número de crianças numa sociedade.

Por Daniella Cornachione

A relação tradicional entre a qualidade de vida de um país e o número de filhos em suas famílias é bem conhecida: em geral, vivem melhor as sociedades que têm menos crianças. A média de filhos por mulher cai conforme avança o desenvolvimento econômico de uma nação. Nessas sociedades, cidadãos mais bem educados levam em conta as responsabilidades e os custos de criar cada filho. As mulheres se preocupam mais com a carreira, decidem com autonomia, têm acesso difundido à informação e a métodos contraceptivos. Os empregos migram para as cidades, e os filhos deixam de ser vistos como mão de obra necessária, como ocorre com as famílias pobres no campo. Por isso, as maiores taxas de fecundidade do mundo estão em países paupérrimos na África, como Níger e Congo. Mas um estudo feito em uma das melhores escolas de negócios do mundo, a espanhola Iese, parece finalmente ter encontrado o papel dos bebês como geradores de felicidade.

A pesquisa foi organizada pelo engenheiro Franz Heukamp, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), e pelo matemático Miguel Ariño, da Universidade de Barcelona. O objetivo era encontrar as características não econômicas de cada país que pudessem explicar o fato de as pessoas se dizerem mais ou menos satisfeitas com a vida. Ariño e Heukamp cruzaram dois grupos de informações. O primeiro é de questionários sobre bem-estar subjetivo, combinados com características pessoais como estado civil, idade e gênero. Os dados são da Pesquisa Mundial de Valores, do Unicef, de 1981 a 2004, com informações de 100 mil pessoas de 64 países. O segundo grupo inclui indicadores sociais e econômicos, entre eles natalidade, inflação e PIB.

Eles perceberam que, entre sociedades com o mesmo nível de desenvolvimento econômico, o bem-estar tende a ser maior naquelas com menor nível de corrupção e naquelas em que a religião mais difundida não é o islamismo (atualmente associado, em muitos países pobres, à falta de liberdade política e religiosa). E encontraram também uma tendência, entre países desenvolvidos, de haver maior nível de satisfação onde há taxas de fecundidade superiores. Dinamarqueses e holandeses se dizem mais felizes do que alemães e japoneses, que desfrutam os mesmos confortos materiais. “Baixas taxas de natalidade sempre estiveram associadas a alto nível de desenvolvimento. Mas também podem significar egoísmo em uma sociedade, e isso afeta o bem-estar”, afirma Ariño.

A conclusão de que maior natalidade traz maiores chances de bem-estar deve ser vista com cuidado, já que outras variáveis não contempladas no estudo poderiam influir no resultado. Mas incluir a natalidade como fator de bem-estar coletivo é uma abordagem nova e promissora para a economia da felicidade, um campo que mistura psicologia e economia. Seu precursor é John Helliwell, professor da Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá. O palpite dele para explicar a conclusão do estudo é que quando um país sofre privações de alguma ordem, mesmo que seja desenvolvido, a sensação de bem-estar subjetiva cai e acelera a redução da taxa de natalidade. “As conclusões desse tipo de estudo não encontram, necessariamente, uma relação de causalidade direta. Nosso desafio é entender o que causa o quê”, afirma o economista Alois Stutzer, coautor do livro Economics & hapiness (Economia & felicidade). “Quando o filho nasce, mesmo que não tenha sido planejado, as pessoas tendem a racionalizar como algo bom. Já ter menos filhos do que se gostaria pode causar a sensação de infelicidade”, diz o demógrafo do IBGE José Eustáquio Alves.

Nas últimas décadas, a fecundidade caiu tanto na Europa que se tornou um problema. Em muitos países, como França, Holanda, Dinamarca e Reino Unido, existem políticas de incentivo à natalidade. O governo oferece benefícios à família e à criança, às vezes até a idade adulta. Mesmo assim, os casais europeus, na média, têm bem menos de dois filhos, um fenômeno que os demógrafos chamam de fecundidade indesejada por falta, quando a mulher tem menos filhos do que gostaria. A demografia diz que a “taxa de reposição” de uma população tem de ser, em média, de 2,1 filhos por mulher, para que não desapareça em algumas centenas de anos. Também há prejuízo econômico em ter mais idosos aposentados do que jovens trabalhando.

Há alguns sinais de reação a essa tendência. As taxas de fecundidade de alguns países estão estabilizadas ou cresceram. Um deles é a Dinamarca, que pertence ao grupo de países mais felizes, de acordo com o estudo. “Até 1985, cada dinamarquesa tinha durante a vida, em média, 1,4 filho. O número foi para 1,8 em 2010”, afirma o demógrafo Ralph Hakkert, consultor da ONU. “Na Suécia, a taxa de fecundidade era de 1,5 entre 1995 e 2000 e foi para 1,9 em 2010. É uma evolução importante.” A explicação pode estar na mudança do estilo de vida das europeias, segundo Hakkert. Nos anos 1980, elas estavam em plena disputa por espaço no mercado de trabalho. Como os países nórdicos avançaram rapidamente em oferecer oportunidades iguais, mais mulheres podem voltar a pensar em ser mãe e manter a vida profissional. Ainda não se pode dizer que seja uma tendência global, mas trata-se de uma mudança promissora – e bem simpática.

imgres.jpg

– Por uma ótima 4a feira!

Em hastags e cliques mobgráficos, compartilho minha rotina matinal em busca de motivação e saúde para o corpo, para a alma e para a mente. Em 5 fotos:

1. Bom dia. Começando mais uma jornada com muita alegria. Que madrugada abafada, não? Logo a #chuva vai chegar…
Vamos correr?
#Fui #RunningForHealth #run #cooper #saúde #corrida
bomba.jpg

2. Correndo e Meditando com a #VirgemMaria, a #mãe do meu #Senhor, pedindo #paz às nossas #famílias!
#Fé #Santidade #Catolicismo #Jesus #Cristo #MãeDeDeus #Maria #NossaSenhora #PorUmMundoDePaz
bomba.jpg

3. Fim de #cooper!
Suado, cansado e feliz, curtindo a beleza das #flores do #jardim. Hoje, com a #rosa mesclada.
#corrida #running #flowers #CorujãoDaMadrugada #alvorada #flor
bomba.jpg

4. Desperta, #Jundiaí, bem molhada e mesmo assim com calor.
Ótima 4a feira a todos.
#sol #sun #sky #céu #photo #nature #manhã #morning #alvorada #natureza #horizonte #fotografia #paisagem #inspiração #amanhecer #mobgraphy #FotografeiEmJundiaí
bomba.jpg

5. E antes de trabalhar, separando uma #fotografia apaixonante da minha #família, reunida dias atrás no #batizado da minha caçula Maria Estela na Capelinha da Fazenda Ermida. Com esses #sorrisos no rosto vou à labuta!
#alegria #family #felicidade #carinho #amigos #gratidão
bomba.jpg

Que tenhamos uma maravilhosa jornada neste dia chuvoso, mas ainda assim inspirador!

– Ótima 3a feira

Bom dia. Mais uma oportunidade para se viver!

Para começar bem a jornada, vamos correr? Nossa foto-motivação:

bomba.jpg

Durante o cooper, pensando nas coisas do Alto. Hoje pedindo as bençãos da Sagrada Família de Nazaré. Nossa foto-meditação:

bomba.jpg

Pós-treino, alongando entre as flores do jardim. Que tal nossa foto-inspiração?

bomba.jpg

Antes de sair de casa, um agrado à esposa para um sorriso da filhinha. Que tal o “ninho das pelúcias” para minha caçulinha brincar? Montei com muito carinho. Nossa foto-descontração:

bomba.jpg

Enfim, hora de trabalhar! E no caminho, sol ou chuva? Olha só nossa foto-contemplação:

bomba.jpg

Ótima terça feira para todos!

– 7 meses da Estelinha!

A vida nos assusta muitas vezes; mas Deus sempre nos surpreende positivamente.
Hoje a nossa Maria Estela completa 7 meses de vida. Da UTI (c/ míseros 1,3kg) para a Felicidade (c/ 7,1kg)!

Aqui ainda no hospital:
bomba.jpg

Agora junto ao papai:
bomba.jpg

Obrigado, Senhor, pela minha família!
bomba.jpg

– Despertando a 5a feira em 5 cliques entusiastas:

Olá! Acordei feliz, disposto a ter boa qualidade de vida. Como apaixonado por fotografia, 5 cliques no diário virtual chamado “blog” (buscando contagiar meus amigos leitores). Abaixo, conforme fui me preparando para a rotina matinal em poses mobgráficas:

1. Bom dia!
Parece que a chuva vem chegando. Antes dela aparecer, s’imbora correr? Que todos possam ter saúde de maneira prazerosa:
#Fui #RunningForHealth #run #cooper #saúde #corrida
bomba.jpg

2. Correndo e Meditando com #SãoTeodoro de #Heracleia, um mártir cristão da #Turquia.
Que não tenhamos medo de defender no que cremos e na bondade que fazemos / tentamos fazer:
#Fé #Santidade #Catolicismo #Jesus #Cristo #PorUmMundoDePaz
bomba.jpg

3. Fim de #cooper!
Suado, cansado e feliz, curtindo a beleza das #flores com todas as suas cores!
#corrida #running #flowers #CorujãoDaMadrugada #alvorada #flor #pink
bomba.jpg

4. Desperta, #Jundiaí! Indo a trabalhar com o cenário inspirador do horizonte caipira:
#sol #sun #sky #céu #photo #nature #manhã #morning #alvorada #natureza #fotografia #paisagem #inspiração #amanhecer #mobgraphy #FotografeiEmJundiaí
bomba.jpg

5. Por fim, feliz. Hoje a Maria Estela completa 200 dias de vida, 7 kg e 63,5 cm! Bem vividos, com muita luta no início e vitória vista pelas suas bochechas gordinhas. Cada vez mais feliz:
#sorriso #bebê #alegria #família #baby #guerreira
bomba.jpg

Ótima quinta-feira a todos!