– Análise Pré-Jogo da Arbitragem para Tupã x Paulista

Como o jogo é importante, o árbitro escalado é bom: para o confronto do Índio da Alta Paulista versus o Galo da Serra do Japi, teremos Danilo da Silva – um árbitro que está “prestando vestibular” para apitar a 1a divisão.

Explico: o juizão de 35 anos e há 12 temporadas na FPF tem feito uma caminhada bem sólida na sua carreira: todo ano sobe uma divisão, se firma nela, e aí tem oportunidades melhores. Em 2019, teve as primeiras oportunidades na série A2, solidificou-se na A3 e nos jogos mais importantes da Segunda Divisão foi escalado. É o árbitro mais gabaritado sorteado na Rodada.

Danilo é bem sereno dentro de campo, tem um estilo de arbitragem moderno (é muito bom em critérios disciplinares) e está lutando para apitar pela primeira vez um jogo da série A1 em 2020. Gostei da escala.

escala

– O que o Frango Assado fará com o Pizza Hut depois da fusão?

Que grande negócio: a americana IMC (dona do Frango Assado, Viena e vários outros negócios) anunciou uma fusão no Brasil com o Pizza Hut e KFC locais.

A ideia do negócio?

Popularizar e levar pizza às beiras das estradas.

Extraído de: https://istoe.com.br/fusao-com-frango-assado-leva-pizza-hut-para-estrada/

FUSÃO COM FRANGO ASSADO LEVA PIZZA HUT PARA A ESTRADA

A holding International Meal Company (IMC), dona das redes Frango Assado e Viena, anunciou ontem a fusão com a MultiQRS, do empresário Carlos Wizard e dos filhos Charles Martins e Lincoln Martins, que detém os direitos de masterfranquia da Pizza Hut e KFC no País. O valor do negócio não foi revelado.

Se a fusão for aprovada em assembleia geral da IMC e pelo Conselho Administrativo de Defesa da Concorrência (Cade), a empresa estreia no mercado de fast-food com receita bruta de cerca de R$ 2,3 bilhões a valores de 2018 e fica entre os cinco maiores grupos do setor em vendas, mas ainda muito distante da liderança do líder McDonald’s que vende quase o triplo, nas contas de Sergio Molinari, sócio da Food Consulting.

Com o negócio, os planos da IMC, que terá a família Martins como maior acionista individual com 15% de participação e os dois filhos no conselho da empresa, são arrojados. Lojas da Pizza Hut serão abertas gradualmente a partir deste ano dentro dos 25 restaurantes do Frango Assado. “A Pizza Hut vai para a estrada”, afirma Newton Maia, presidente da IMC.

Outra frente do projeto de expansão para o ano que vem é ter um modelo compacto de loja do Frango Assado para atrair investidores e dar mais velocidade ao crescimento da empresa. Com 120 metros quadrados, as lojas serão instaladas em postos de gasolina de estrada e posteriormente franqueadas. “Conhecimento da franquia ajuda muito”, diz Maia, em referência aos ganhos da fusão com a empresa de Carlos Wizard.

Para Cristina Souza, diretora da GS&Libbra, consultoria especializada em serviços de alimentação, a união das companhias é positiva e deve trazer fôlego novo para a IMC que, nos últimos tempos, estava colocando a casa em ordem. Agora, diz ela, a IMC deve ter o impulso do empresário Carlos Wizard, que tem tradição de acelerar os negócios com a sua vocação para o franchising. “O Wizard é um grande ‘fazedor’ de negócios.”

Sinergia

“A sinergia e a redução de custos será gigantesca”, afirma Carlos Wizard, destacando que as compras de insumos para os 460 restaurantes hoje em operação podem trazer ganhos de escala. Sem revelar cifras, ele afirma que esse foi um dos principais fatores para a concretização do negócio, que vem sendo costurado desde o ano passado.

Também jogaram a favor da fusão a tradição das marcas e o potencial de expansão. Viena e Frango Assado, da IMC, não são operadas hoje por meio de franquias. Com a união com MultiQRS, Wizard diz que elas poderão ser franqueadas. A marca Taco Bell, operada pela MultiQRS, não entrou na negociação por ser nova no mercado brasileiro. Mas poderá ser incorporada no futuro, diz.

Entre os planos da companhia, estão também a compra de pontos na estrada, em postos de combustíveis e churrascarias, para transformá-los em restaurantes do Frango Assado. “Estamos negociando com vários”, diz Maia. Segundo ele, esses restaurantes vão abrir as portas já com Pizza Hut dentro. Também está em curso na IMC investimento na cozinha industrial, em Louveira (SP), que começa funcionar em novembro. Ela será o ponto de apoio da expansão das lojas compactas e uma nova frente de negócios que prevê a entrega pão congelado de semolina, produto ícone do Frango Assado, a ser vendido em supermercados.

Viena

Com 43 anos e instalada nos melhores pontos dos shoppings de São Paulo, a marca de restaurantes Viena, da IMC, não vai acabar, afirma o CEO Newton Maia.

Ele diz que parte das 90 lojas ocupadas pelo restaurante terá a área divida entre as bandeiras KFC e Pizza Hut.

Neste ano, foram fechadas sete lojas do Viena que não alcançaram resultados satisfatórios, entre elas, o restaurante do Conjunto Nacional, em São Paulo. Maia diz que o modelo de negócio self-service vai bem em shoppings só no almoço. A intenção é manter a marca em aeroportos e hospitais. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Resultado de imagem para frango assado e pizza hut

– Os Top 10 do The Best da FIFA

Sete europeus, dois africanos e um sul-americano entre os Top 10 para a escolha do “The Best” da FIFA. Sem brasileiros (eu pensei que o goleiro Alisson apareceria na relação e não esperava Neymar devido às lesões), são eles:

  • Cristiano Ronaldo (Juventus),
  • Frenkie de Jong (Barcelona),
  • Matthijs de Ligt (Juventus),
  • Eden Hazard (Real Madrid),
  • Harry Kane (Tottenham),
  • Sadio Mané (Liverpool),
  • Kylian Mbappé (PSG),
  • Lionel Messi (Barcelona),
  • Mohamed Salah (Liverpool) e
  • Virgil van Dijk (Liverpool).

E aí: quem será eleito o melhor do mundo nesse ano?

– O pênalti inexistente em Palmeiras 4×0 Godoy Cruz

Não dá para deixar de falar sobre o ridículo pênalti marcado no Allianz Parque. Não foi mão intencional nem movimento natural, foi simplesmente uma bola que resvala involuntariamente no braço do defensor Varela (GOD), e que na sequência Borja (SEP) pede “mão na bola”.

Foi assim: o árbitro uruguaio Esteban Ostojich (que é muito jovem e inexperiente em confrontos importantes de Libertadores) foi alertado pelo VAR boliviano Gery Vargas (que não é lá do primeiro time de árbitros internacionais) e resolve marcar a penalidade. Faltou autoridade e independência.

Pergunto aos amigos: se aqui no Brasil, com treinamento e sequência de jogos, o árbitro de Vídeo está funcionando de maneira ruim, imagine a frequência de uso do equipamento por Vargas e Ostojich, árbitros que não possuem o VAR em seus países e só o usam vez ou outra?

O lance aqui, no tuíte da FOX (abaixo):

FOX Sports Brasil

@FoxSportsBrasil

FOI OU NÃO? Veja o lance polêmico no Allianz Parque pelo !

O juiz checou no VAR, marcou a penalidade, e o Palmeiras abriu o placar!

Resultado de imagem para penalti de palmeiras x godoy cruz

– Soluções Corretas para Problemas Errados?

Você segue o brilhante consultor em Administração Stephen Kanitz pelo Twitter?

Veja um de seus aconselhamentos:

“O maior erro que se pode cometer na vida é procurar soluções certas para os problemas errados”.

Fantástico, não?

imgres.jpg

– Uma 4a feira bem vibrante!

👊🏻 Bom dia, pessoal!
Tudo pronto para suar mais uma vez em busca de #saúde.
Vamos correr a fim de produzir e curtir a tão necessária #endorfina?
🏃🏻 #Fui #RunningForHealth #run #cooper #corrida #sport #esporte #running

🙏🏻 Correndo e Meditando:
“Ó #SãoFranciscoDeAssis, amigo na #natureza, rogai por nós. #Amém.”
#Fé #Santidade #Catolicismo #Jesus #Cristo #MãeDeDeus #Maria #NossaSenhora #PorUmMundoDePaz #Peace #Tolerância #Fraternidade

🌺 Fim de #cooper!
Suado, cansado e feliz, alongando e curtindo a beleza das #flores. E essas azaleias tão bonitas?
🏁 #corrida #treino #flor #flower #flowers #pétalas #pétala #jardim #jardinagem #garden #flora #run #running #esporte #alongamento

🌅 Clareando, #Jundiaí.
Que sus cores proporcionem uma ótima 4a feira!
🍃 #sol #sun #sky #céu #photo #nature #morning #alvorada #natureza #horizonte #fotografia #pictureoftheday #paisagem #inspiração #amanhecer #mobgraphy #mobgrafia

Ótima jornada a todos!

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– Há gente muito boa sempre!

Puxa, tantos serviços são reclamados e poucos elogiados. Mas quando merecem parabenizá-los, devem ser repercutidos.

Entre alguns exames que venho realizando para controlar a saúde, passei pela minha 4a experiência em 12 meses (uma colonoscopia e três endoscopias). A de hoje, parecia que daria tudo errado! Mas fui excepcionalmente bem atendido na Unimed Jundiaí (desde à recepção, passando pela enfermeira Renata e pelo Dr Flávio e seu Anestesista).

Quando o serviço é bom, vale aplaudir.

– Uma nova jogada surgida com as modificações da Regra: o tiro de meta em Benfica x Milan.

Viram esse lance ocorrido em um tiro de meta no Amistoso Internacional entre Benfica x Milan? O goleiro ergue a bola e o seu zagueiro a devolve de cabeça; na sequência, ele a pega com as mãos e lança com perfeição seu companheiro.

Agora não é mais necessário que a bola saia da grande área, e tal situação relatada se tornou possível não sendo entendido como um recuo ilegal. Aliás, como é legal estudar a Regra do Jogo!

Assista aqui: https://youtu.be/8jfE4R3Qtm0.

Em tempo: a IFAB entende como legal essa situação. Compartilho uma reportagem esclarecedora do assunto,  produzida pelo site Refnews, entrevistando o representante da entidade a respeito desse lance específico.

O link pode ser acessado em: https://refnews.wordpress.com/2019/07/30/ifab-explica-tiro-de-meta-polemico-em-jogo-entre-benfica-e-milan/

– As dívidas de Ronaldinho Gaúcho

Não dá para entender como alguns jogadores de futebol ganham tanto dinheiro e se recusam a pagar tributos e taxas. Não é mais fácil pagar no momento do negócio, ficar tranquilo e depois esfriar a cabeça curtindo o que sobra?

O que seria: descuido com o gerenciamento contábil ou ganância a fim de querer enganar o fisco a todo custo?

Que pena, Ronaldinho Gaúcho. Craque da bola e miolo-mole nos negócios?

Abaixo, extraído de: https://istoe.com.br/com-divida-milionaria-ronaldinho-tem-57-imoveis-pela-justica/

COM DÍVIDA MILIONÁRIA, RONALDINHO TEM 57 IMÓVEIS BLOQUEADOS PELA JUSTIÇA

O ex-jogador Ronaldinho continua acumulando dívidas e problemas com a Justiça. Eleito melhor do mundo duas vezes e aposentado do futebol desde 2015, ele está com 57 imóveis bloqueados, sendo quatro deles penhorados, pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul por causa de uma multa ambiental de R$ 9,5 milhões. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Neste ano, Ronaldinho teve dois protestos, de R$ 6,3 milhões e outro de R$ 1 milhão, em razão de dívida ativa em Porto Alegre. Ele, segundo a Folha, também é cobrado pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional por R$ 793 mil.

Com dois passaportes retidos, Ronaldinho Gaúcho está impedido de deixar o Brasil. O impedimento foi imposto pela Justiça pela falta de pagamento de uma multa determinada pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul. O ex-jogador e o irmão, Assis, iniciaram uma obra em área de preservação sem licença ambiental. A multa imposta ao jogador, porém, chegou a quase 10 milhões de reais por falta de pagamento.

De acordo com a Folha, dos 57 imóveis indisponíveis de Ronaldinho, 55 estão no Rio Grande do Sul e outros dois estão no Rio de Janeiro.

bomba.jpg

– O VAR é um desastre, diz Arnaldo.

Leram a Folha de São Paulo do último domingo?

Em sua Seção de Esportes, página B7, o jornal publicou um artigo do ex-árbitro FIFA e emblemático comentarista da Rede Globo por muitos anos, Arnaldo César Coelho. Ele dissertou sobre o VAR, e faz algumas críticas que comungo com ele. Mais ainda: ele falou sobre “O Negócio VAR”.

DO JEITO QUE ESTÁ, O VAR É UM DESASTRE E MEXE COM A ESSÊNCIA DO FUTEBOL

​Com o tratamento atual, o VAR é um desastre.

Mexeram com a essência do futebol, que é o gol. O cara não vibra como poderia vibrar ou vibra depois de seis minutos. Isso é o principal.

Mudou o comportamento dos jogadores. Criou-se o hábito de reclamar sempre porque, com as reclamações acintosas, o VAR pensa: “Será que tem alguma coisa que não vi?”. Aí, vai pesquisar e gasta 6, 7, 10 minutos para ver o lance. A França foi campeã do mundo usando esse recurso da estreia à final.

Os árbitros perderam sua função. Você pode botar um gandula de bandeirinha. Ele entra ali para marcar lateral e fica com a bandeira para baixo nos lances de impedimento. Se sair o gol, vão revisar. Se vão revisar de qualquer maneira, para que levantar?

A marcação do impedimento não se resume àquela linha que traçam no gramado. A imagem tem de ser pausada no exato momento do passe. Já houve lances em que a imagem usada não era a do momento do passe.

Também não pode ser ignorado o negócio VAR. São 3 empresas no mundo que fazem. Uma é inglesa, que já entrou na Conmebol e em outros lugares; uma é belga, que está no Brasil, e uma é japonesa, que não emplacou e está refazendo seu equipamento. Tudo isso custa caro.

Os mesmos dirigentes que estão hoje na Fifa e decidiram implantar a arbitragem de vídeo eram contra quando estavam na Uefa. Agora, a entidade ministra cursos no mundo todo por uma grana alta. Sem falar nas empresas responsáveis pela operação.

Sou favorável à tecnologia, mas ela foi totalmente deturpada. Ela foi criada para mostrar se a bola entrou. Mas o custo benefício disso é muito caro.

Por isso e por não concordar com essa intolerância com o erro humano, sou cético. Da forma que está, o VAR é um desastre.

Resultado de imagem para VAR

– Que alvorada é essa?

Uau! Que paisagem belíssima do amanhecer de hoje.

Agora 07h30 em Jundiaí, com o sol rompendo as nuvens do céu inspirador. Veja:

Que tenhamos uma ótima 3a feira!

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– Worcation na moda?

Worcation é a junção de Work e Vacation (trabalho e férias, em português), e tal prática está cada vez mais frequente mundo afora.

É que em alguns países onde não existe legislação de férias remuneradas, tal situação – trabalhar em período supostamente de descanso – tem sido uma alternativa. Ou melhor: uma necessidade!

Cá entre nós: alguns profissionais já vivem isso no Brasil! O pequeno comerciante não consegue abandonar a rotina. Celulares de última geração, notebooks e outros apetrechos acompanham a mala de mini-férias (2 dias de descanso, em muitos casos).

É a tendência dos dias atuais… e aqui, com pesar, me incluo!

E você: consegue se afastar totalmente do serviço durante as horas / dias de repouso?

bomba.jpg

– Fio desencapado e o conselho de Muricy. Afinal, o que foi a confusão depois do jogo de sábado?

Viram o “pique” que o Edson Fio, treinador do Paulista Futebol Clube, deu para tentar tirar satisfação frente-a-frente com um torcedor que o azucrinava?

Para dizer o que aconteceu e acabar com qualquer fofoca que aumente o tumulto, uma pequena história introdutória. Abaixo:

Sempre ouvi o seguinte conselho enquanto eu militava como árbitro de futebol: “juiz tem que ser surdo e bandeira tem que ser vesgo”

  • Juiz surdo, pois não deve ouvir a torcida (eu preferia campo lotado porque isso me obrigava a focar no gramado; já o campo vazio com jogo ruim traziam risco de relaxamento e escutava todas as queixas).
  • Bandeira vesgo, pois tem que ficar com um olho na linha do penúltimo defensor e de quem vai lançar a bola no impedimento (experimente olhar simultaneamente a grande área e o meio campo, por exemplo, e verá como é difícil ter visão periférica).

Entendeu a dica, Edson?

Digo isso pois tivemos a confusão citada na partida entre Paulista 2×0 União Suzano, totalmente desnecessária e que confundiu muita gente. Para que teorias não povoem a mente do torcedor, a informação é: neste sábado (não sei se aconteceu em outro dia) não houve racismo. Mas de onde surgiu isso?

De uma conversa entre policial e representante da FPF, mal-entendida por um ouvinte que se precipitou. Quando algumas pessoas da cativa criticavam o técnico Edson Fio, um deles, mais exaltado (ressalto que é um apaixonado pelo Paulista, sempre está torcendo com gestos fortes, não sei o nome dele mas é conhecido das pessoas) acabou direcionando críticas mais incisivas. O comandante do policiamento (que é negro) chamou a atenção de um oficial da FPF (negro também) para que ficasse próximo a ele CASO OCORRESSE um xingamento racista ao Fio (que é negro). Em existindo, o policial daria ordem de prisão e o representante seria testemunha. Uma pessoa próxima não entendeu bem e replicou como se o torcedor “houvera possivelmente praticado racismo, e que isso irritou o treinador”. Essa história chegou até as cabines de imprensa e, felizmente, até a apuração, todos trataram como hipótese (pela gravidade e pela dúvida).

Aqui precisamos fazer duas considerações:

  1. Tem que acabar a mania de acreditar que na arquibancada tudo pode! Estamos em 2019, os tempos são outros e o fanatismo deve ser evitado. Mais do que isso: o Paulista tem a melhor campanha de todas as fases do campeonato e está invicto em casa (e ainda não consegue levar mais de 1000 torcedores ao estádio). Não estamos cobrando demais e apoiando “de menos”? Criticar pode, mas de maneira sensata e no momento oportuno.
  2. Treinador de futebol nas categorias amadoras se irrita com “pai e mãe corneteiros” que acham que o filho é injustiçado. No profissional, o treinador é irritado com todo tipo de coisa, com as justas e injustas. Se não aguenta xingamento da torcida, não serve para o mundo profissional. Entendo (ainda mais eu que sempre apitando bem ou mal era xingado gratuitamente) que ser criticado injustamente é desagradável, mas revidar xingamento para a torcida é condenável! E entendo mais ainda que o treinador do Galo já deve ter feito o mea culpa e refletido o episódio

Uma segunda dica ao amigo Edson Fio: tente “treinar o ouvido” para não assimilar bobagens. Estar ligado no campo de jogo e esquecer os acontecimentos extra-campo é fundamental. Quantas vezes cheguei em estádio e escutei “vai meter a mão na gente de novo, juizão de m…”, sem eu sequer ter trabalhado lá ainda!

Vou dar um exemplo bem prático com um conselho de Muricy Ramalho (que obviamente deve ser levado em conta): num sábado de Carnaval, eu era 4o árbitro em Campinas na partida Ponte Preta x São Paulo. Fui ao vestiário do SPFC recolher os documentos e vi um grupo de torcedores são-paulinos xingando o Muricy na passagem dele ao reservado (veja que ironia, justo ele que virou ídolo). Quando fui conversar com ele, brincando que “árbitro e treinador devem ser surdos para a torcida”, ele disse mais ou menos assim: “Torcedor tá na dele, não sabe nada e briga com a mulher para depois encher o saco aqui. Mas ele tá pagando ingresso, então você deixa ele falar a bobagem que quiser e ele acredita que a gente se importa. O duro é jornalista que não sabe nada dos bastidores, o quanto a gente se f. no dia-a-dia e quer dizer o que eu devo fazer”.

Outro exemplo? Um jornalista que se tornou meu amigo, Fernando Sampaio, da Rádio Jovem Pan: “O torcedor torce; às vezes entende muito, mas em outros casos distorce. Torce por paixão e distorce o que acontece em campo também pela paixão”.

Assim, paciência, Edson! É do ofício aguentar essas coisas (se o torcedor é mal educado ou incompreensível, não ligue. O técnico tem que ser profissional).

IMPORTANTE – Se fosse um ato racista o motivo, eu entenderia que ninguém tem sangue de barata, compreenderia o Fio – mas não partiria para a agressão. Aliás, como eu, branco, posso querer sentir na pele o preconceito que o negro sente? E olha que escrevi sobre isso numa postagem de valorização do Edson Fio dias atrás. Aqui: https://wp.me/p4RTuC-nhJ Mas sendo uma reação por xingamento do trabalho, reforço: estamos no Profissional, Fio. Controle-se! Não jogue seu trabalho fora e faça como o campeoníssimo Muricy: seja surdo com a passionalidade do torcedor (mas escute as boas dicas que podem lhe fazer crescer). Agora, cá entre nós: que é dose o cara estar ganhando e ouvir muitas vezes uma cornetagem desnecessária, ô se é!

Uma última história para encerrar: Evaristo de Macedo, quando técnico do Corinthians, disse uma vez que durante um jogo iria substituir o Mirandinha (aquele mesmo centroavante que jogou em Jundiaí e veio do Pará, que deixou a célebre frase “se eu correr não consigo pensar”). Mas tinha um cara da torcida tão chato xingando ele e cornetando o Mirandinha, que mudou de ideia e disse: “não tiro mais ele só pra você ficar mais p. da vida… vai aguentar ele pra deixar de ser tão mala”. Aliás, o Evaristo também disse um dia: “quando o torcedor me xinga de burro, eu penso: devo ser mesmo, afinal, trabalhei 1 ano na Arábia e ganhei um milhão de dólares” (no tempo em que seria inimaginável os altos salários de hoje).

Fio, não seja desencapado pois “fio desencapado” provoca acidente. Seja isolado, revestido, blindado, pois aí você tem segurança e energia máxima!

Ser treinador de futebol é, muitas vezes, um grande “abacaxi” – mas que se mantenha a calma.

E0EE498D-8483-48DD-8179-38E50437F636

– Dia de Santa Marta, Padroeira das Cozinheiras e Acolhedora Mulher

Hoje é dia de uma Santa de suma importância e que se manteve discreta na Bíblia: Marta.

Amiga de Jesus, foi aquela que sempre estava fazendo seus afazeres domésticos. Seu irmão, Lázaro, igualmente amigo, foi ressuscitado por Cristo! Veja que bela história (extraída de Canção Nova):

FESTA DE SANTA MARTA

Hoje lembramos a vida de Santa Marta, que tem seu testemunho gravado nas Sagradas Escrituras. Padres e teólogos encontram em Marta e sua irmã Maria, a figura da vida ativa (Marta) e contemplativa (Maria). O nome Marta vem do hebraico e significa “senhora”.

No Evangelho, Santa Marta apresenta-se como modelo ativo de quem acolhe: “… Jesus entrou em uma aldeia e uma mulher chamada Marta o recebeu em sua casa” (Lc 10,38).

Esta não foi a única vez, já que é comprovada a grande amizade do Senhor para com Marta e seus irmãos, a ponto de Jesus chorar e reviver o irmão Lázaro.

A tradição nos diz que diante da perseguição dos judeus, Santa Marta, Maria e Lázaro, saíram de Bethânia e tiveram de ir para França, onde se dedicaram à evangelização. Santa Marta é considerada em particular como patrona das cozinheiras e sua devoção teve início na época das Cruzadas.

Santa Marta, rogai por nós!

Resultado de imagem para santa marta catolicismo

 

– E se fosse aqui no Brasil?

Viram que loucura está o Peru?

Os 4 últimos presidentes “estão atolados até o pescoço” com envolvimento de corrupção junto à Odebrecht (que estrago a construtora brasileira provocou não só em nosso país, não?). Agora, o atual, Martín Vizcarra, quer diminuir seu próprio mandato em 1 ano, bem como o dos congressistas, “a fim de recomeçar o país”. Por lá, os deputados são extremamente malvistos.

Mas como fazer isso? Difícil responder… democraticamente, parece utopia.

Já imaginaram Lula ou Bolsonaro (ou qualquer outro “presidenciável”) pedindo menor tempo de mandato?

Em tempo: Vizcarra prometeu não se candidatar na próxima eleição.

Resultado de imagem para Martín Vizcarra