– De fato, valerá a prevenção. Sejamos moderados nos festejos natalinos.

Todos nós estamos saturados do assunto “Covid-19”, e é justamente isso que o Novo Coronavírus quer: que relaxemos na prevenção.

Com dor no coração, precisamos nos conscientizar de que as comemorações natalinas precisam ser bem cuidadosas, a fim de que não se tornem uma fonte de contágio.

Compartilho essa provocativa e pertinente mensagem:

– Parabéns pela coerente decisão de cancelar a Copa São Paulo Jrs 2021, FPF.

Decisão correta: a FPF, em nota divulgada (reforçando o tamanho da dor da decisão), cancelou a próxima edição da Copa SP de futebol Jrs 2021.

Quem vive o torneio, sabe como é difícil organizá-la: as sedes precisam abrigar 4 equipes a cada rodada (e vestiário sem aglomeração para toda essa gente?); os torcedores querem assistir aos jogos e sempre tem casa cheia (mês de janeiro é de férias), os alojamentos precisam ser bem equipados, além dos custos normais para isso.

Como criar uma logística tão complicada, e ao mesmo tempo, com todos os protocolos sanitários sendo cumpridos?

Quem fará os PCRs (que custam caro) às mais de 100 equipes, e isolar os jogadores dentro das escolas e/ou hotéis?

Como policiar os meninos que vêm de longe e querem conhecer novas cidades?

Não dá. Estamos no meio de uma pandemia. Infelizmente, faz parte o cancelamento.

Cá entre nós: só falta alguém dizer que, com tudo isso, “faltou boa vontade para realizá-la, não”?

A pandemia do Covid-19 (coronavírus) afeta as atividades espotivas causando  impacto mundial – TJCE

– Não é feio corrigir um erro! Parabéns pela humildade, diretoria do Galo.

Dias atrás, falamos do erro de se promover uma peneira de futebol para buscar talentos (que é uma ótima ideia, mas não sem os cuidados necessários em meio a uma pandemia), ocorrido pelo descuido da falta de prevenção. Há quem não tenha gostado… paciência, o que é certo, deve ser alertado sem medo de críticas (especialmente de quem as faz tentando justificar com exemplos não-pertinentes).

Entenda o ocorrido em: https://wp.me/p4RTuC-seT.

Pois bem: na próxima quarta-feira, dia 25, ocorrerá outra peneira. Agora, com alertas para os cuidados com a Covid-19. Ótimo! Tomara que não tenhamos nenhum jovem com febre (e que existam os termômetros-pistola), nem que estejam em janela imunológica.

Boa sorte aos garotos e parabéns pela humildade, diretoria do Paulista. É torcer apenas para que, aqueles que ainda entendem que os cuidados são desnecessários (e infelizmente são muitos) tenham se rendido ao bom senso.

– Façamos como a NBA no Brasileirão?

Com os casos de Covid-19 aumentando no futebol brasileiro, podemos ver os resultados refletidos em campo. Vide, por exemplo, Santos e Palmeiras que estão na parte de cima da tabela perdendo seus jogos para equipes que tentam fugir do rebaixamento (jogaram com muitos jovens devido aos desfalques contaminados).

No começo da pandemia, a Federação Paulista de Futebol escolheu cidades-sedes e isolou equipes. O Guarani da Campinas mandou seus jogos no Litoral, o Red Bull Bragantino saiu de Bragança Paulista e mandou sua partida na Capital. E por aí em diante.

Nos EUA, a forte liga de basquete profissional (NBA) isolou todo mundo e levou os atletas para a Disney, jogando o restante do campeonato na Flórida, evitando contágios externos.

Alguém estaria pensando nisso no Brasil, ou seria utopia imaginar que a CBF reveja o torneio em meio a Segunda Onda?

Coronavírus: futebol holandês não terá torcedores até existir vacina, diz  ministro

– Sinal Vermelho no Futebol Brasileiro devido à Covid-19.

Depois de tantos casos de contaminação pelo Novo Coronavírus no futebol, já não era momento de rever o rigor (para maior) dos protocolos impostos? É muita gente atingida por essa enfermidade… Vide Santos, Palmeiras e Atlético Mineiro, mais recentemente.

Pior: a reinfecção COMPROVADA do palmeirense Gustavo Scarpa, onde os sintomas estão bem sérios nesta segunda vez.

Precisamos tomar cuidado para que, em função da falta de calendário, desrespeitemos a dignidade do jogador de futebol e façamos vista grossa para a doença.

Clubes do futebol capixaba temem futuro em meio à pandemia da Covid-19 | A  Gazeta

– A Irresponsável aglomeração no Mundo do Futebol! E aí, torcedor do Tricolor?

Assino embaixo tudo o que o grande e respeitado jornalista Wanderley Nogueira escreveu sobre as aglomerações no Morumbi, promovidas por torcedores do São Paulo FC. As pessoas são desinformadas ou irresponsáveis? E os cartolas que silenciam?

Aliás, com a Segunda Onda se tornando real, eventos como jogos de futebol (vide o número de contágios de atletas) e até mesmo o segundo turno das Eleições Municipais (vide os descuidos do 1o turno e a irresponsabilidade de muitos políticos ) precisam ser rediscutido, não?

Abaixo, extraído de: https://blog.jovempan.com.br/wanderleynogueira/geral/aglomeracao-na-porta-do-morumbi-irresponsabilidade-ou-desinformacao-triste/

AGLOMERAÇÃO NA PORTA DO MORUMBI: IRRESPONSABILIDADE OU DESINFORMAÇÃO. TRISTE.

Torcedores do São Paulo no lado externo do Morumbi, recepcionando a chegada do ônibus da delegação e prometendo ficar no local para “apoiar o time”, mesmo sem ver o jogo.
Considero um grupo de irresponsáveis ou desinformados, no mínimo.
Condeno a falta de empatia, a desconsideração pela dor alheia .
Aglomeração – todas elas – nesse momento é reprovável. Um ato escandaloso.
Perto dalí , hospitais públicos e particulares se desdobram para atender casos de infectados.
As pessoas ocupam leitos durante vários dias , lutando para voltar para a família.
Alguns não conseguem…
Quem precisa trabalhar para sobreviver, enfrenta o transporte público e todas as dificuldades já conhecidas. Usa máscara, carrega seu álcool em gel…tentando driblar o vírus assustador.
Mas, esses grupos que vão – nesse momento – em portas de estádios, centros de treinamento ou nos aeroportos para “abraçar” os jogadores, não merecem notas de entusiasmo pela dedicação aos clubes.
Pelo contrário.
Os dirigentes e jogadores, todos eles, deveriam usar as redes sociais e pedir a colaboração da imprensa para pedir que não façam isso.
Não é o momento. É perigoso.
É contra a saúde.
É um tapa na cara da ciência.
Esse tipo de manifestação, dispensável, provoca indignação pela falta de respeito. O silêncio dos cartolas e dos jogadores sobre isso também é assustador.

– As vacinas que estão na fase final de testes.

Atualmente, 4 tecnologias de vacinas, de 10 empresas e 11 projetos, estão na fase mais adiantada de produção de vacinas contra o Novo Coronavírus.

Detalhes deles, extraídos de: https://www.istoedinheiro.com.br/as-11-vacinas-contra-a-covid-19-que-estao-na-ultima-fase-de-testes-clinicos-em-humanos/

AS 11 VACINAS CONTRA A COVID QUE ESTÃO NA FASE FINAL DE TESTES.

Das 48 vacinas experimentais contra a covid-19 que se encontram atualmente em testes clínicos em humanos, apenas 11 entraram na fase 3, a última antes da homologação pelas autoridades, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A seguir um resumo das primeiras vacinas que podem chegar ao mercado.

A) – “RNA mensageiro”, a vanguarda:

Estas são atualmente as vacinas potenciais que parecem as mais avanças e que utilizam uma tecnologia inovadora, que consiste em injetar nas células humanas fragmentos de instruções genéticas chamadas RNA mensageiro, para que produzam proteínas ou “antígenos” específicos de coronavírus. Estas proteínas serão enviadas ao sistema imunológico, que então produzirá anticorpos.

1– Pfizer: o grupo farmacêutico americano e seu sócio alemão BioNTech se preparam para solicitar à Agencia de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos uma autorização de utilização de emergência para uma vacina que poderia estar disponível até o fim do ano. As empresas apresentaram há alguns dias resultados provisórios da fase 3 que mostram uma eficácia de “mais de 90%” nos participantes.

2– Moderna: a empresa americana de biotecnologia anunciou na segunda-feira que sua vacina tem eficácia de 94,5%. Planeja produzir 20 milhões de doses até o fim do ano.

B) – Tecnologia do vírus inativado, bem conhecida:

Várias vacinas apostam nesta tecnologia: os agentes infecciosos do SARS-CoV-2 são tratados quimicamente, ou por calor, para perder a nocividade, ao mesmo tempo que conservam a capacidade de provocar uma resposta imunológica. É a forma mais tradicional de vacinação.

3– Sinovac: a empresa de biotecnologia chinesa iniciou um teste de fase 3 para a “CoronaVac” com milhares de voluntários, principalmente no Brasil.

4 e 5– Sinopharm, outro laboratório chinês, tem dois projetos de vacinas com institutos de pesquisas chineses. O país prevê uma capacidade de produção até o fim do ano de 610 milhões de doses por ano de várias vacinas contra a covid-19 e o governo já autorizou o uso urgente de algumas delas.

6– A empresa indiana Bharat Biotech começou a recrutar em novembro quase 26.000 pessoas para a sua “COVAXIN”, desenvolvida com o apoio do governo, e aposta em uma vacina disponível no primeiro semestre de 2021.

C) – Vacinas de vetores virais:

As vacinas de “vetor viral” usam como suporte outro vírus mais virulento, transformado para adicionar uma parte do vírus responsável pela covid-19. O vírus modificado penetra nas células das pessoas vacinadas, que fabricam uma proteína típica do SARS-CoV-2, educando seu sistema imunológico a reconhecer o novo coronavírus.

7– AstraZeneca, grupo anglo-sueco, e a Universidade de Oxford: sua vacina utiliza como vetor viral um adenovírus. Os resultados do teste de fase 3 são aguardados para as próximas semanas.

8– Johnson & Johnson: a empresa americana iniciou dois testes clínicos de sua candidata, composta por um adenovírus modificado, uma de apenas uma dose e a outra com duas doses. Em todo o mundo 90.000 voluntários devem participar da pesquisa. Os resultados devem ser anunciados no primeiro trimestre de 2021.

9– CanSino Biological: a empresa chinesa desenvolveu a “Ad5-nCoV” em conjunto com o exército, uma vacina baseada em adenovírus. Os testes de fase 3 começaram no México, Rússia e Paquistão.

10– Sputnik V: desenvolvida pelo Centro de Pesquisas em Epidemiologia Gamaleya, em parceria com o ministério russo da Defesa, esta vacina se baseia na utilização de dois vetores virais, dois adenovírus. Os russos anunciaram recentemente uma eficácia de 92%. Porém, o instituto Gamaleya foi acusado de romper os protocolos habituais para acelerar o processo científico. Várias políticos russos anunciaram que foram vacinados com a Sputnik V.

D) – Uma vacina de proteína recombinante:

11– Novavax: a empresa de biotecnologia americana trabalha em uma vacina chama “subunitária” recombinante. O coronavírus possui em sua superfície algumas pontas (proteínas virais) para entrar em contato com as células e infectá-las. Estas proteínas podem ser reproduzidas e apresentadas depois ao sistema imunológico para provocar uma reação. A Novavax iniciou em setembro o teste clínico de fase 3 no Reino Unido e no fim de novembro deve começar um teste nos Estados Unidos. Dados preliminares são aguardados para o primeiro trimestre de 2021.

– A boa e a má notícia sobre a Covid-19:

A boa notícia contra o Novo Coronavírus é que as vacinas testadas, em sua maioria e independente das bobagens da “nacionalidade” delas, estão atingindo 90% a mais de pessoas imunizadas.

A má notícia da Pandemia é que a segunda onda está sendo assustadora na Europa, especialmente na Itália, com números impressionantes de mortos.

Ficamos na dúvida: como e quando ela ocorrerá no Brasil (se é que ela já não está ocorrendo, com o relaxamento da sociedade)?

Deus nos ajude que estejamos livres desta praga o quanto antes…

Covid: os sinais da segunda onda já estão no Brasil - Outras Palavras

– Todo cuidado, mesmo excessivo, vale a pena.

O meu 3o e último médico do “dia de revisão da saúde” (ontem): para entrar no oftalmologista, além de passar pelo tapete sanitário, tive que colocar proteção nos pés para acessar o consultório!

Todo cuidado (mesmo parecendo excessivo) é importante. Parabéns à Clínica Jund Eye por tanto zelo aos pacientes.

Imagem

– Torcer contra o Sucesso de uma vacina? Pobre humanidade…

Quando Oxford / Astrazeneca teve que parar as pesquisas da vacina contra o Coronavírus temporariamente, pois um voluntário morreu, o mundo lamentou.

Idem às pesquisas da Jonhson & Jonhson e Pfizer.

Em todas, o falecimento não teve relação com a medicação, mas outras causas que nada tinham a ver com COVID-19! Comprovadas, retomaram.

Agora, com o falecimento de uma pessoa envolvida nas pesquisas da Sinovac / Butantan, alguns pobres de espírito regozijaram-se pelo fato!

Dá para acreditar que idiotas torcem para que uma vacina não funcione?

O curioso é que o voluntário se suicidou (tinha histórico depressivo), e alguns políticos não levam em conta isso, querendo fazer crer que “tinha que dar errado”!

Para onde caminha o fanatismo político e a burrice… pobre humanidade.

Pessoas de boa vontade e sensatos: uni-vos contra a ignorância!

– E se tivéssemos um lockdown no final do ano (o 1o do país)? Qual seria a reação?

Algumas nações europeias estão adotando o lockdown para conter a 2a onda de Covid_19, mesmo tendo sofrido economicamente durante a pandemia, com a finalidade de minimizar prejuízos humanitários (e econômicos também, por conta de outras nuances que podem ser trabalhadas em um próximo artigo).

Aqui no Brasil, não vivemos lockdown em momento algum, mas uma quarentena de alguns dias em lugares específicos. Pelas projeções comparativas, se seguirmos o calendário europeu da doença, possivelmente a segunda onda se aproxime no final de 2020.

  • Teria clima, entre Natal e Reveillón, de nova quarentena ou lockdown?

Claro, inimaginável pela cultura e pelos padrões da nossa população. O melhor é: prevenir-se, a fim de evitar tal evento em nosso Brasil.

Cada vez mais países europeus retomam lockdown contra nova onda de covid-19  | Notícias internacionais e análises | DW | 01.11.2020

– A molécula contra o Coronavírus!

A descoberta da Molécula DR10 foi anunciada pelo presidente da Venezuela Nicolás Maduro como a “cura” para os enfermos de Covid_19, pois segundo o Chefe de Estado, cientistas de seu país conseguiram inibir 100% o Novo Coronavírus com esse remédio extraído das plantas.

Lendo tal declaração, encheriamo-nos de esperança se não fosse mais um dos discursos demagogos que estamos acostumados a ouvir do ditador chavista. Uma pena que se leve tal assunto com politicagem.

Venezuela diz ter remédio que 'inibe 100%' Covid-19 e busca certificação na  OMS | CNN Brasil

– E o debate sobre a obrigatoriedade da vacina (mesmo sem termos ainda a vacina)?

Imagine quando a vacina contra o Coronavírus estiver pronta, como o debate sobre obrigatoriedade ou não vai ser feroz!

Numa sociedade civilizada, não se obriga ninguém a tomar vacina (como João Dória queria, e refutou), mas se faz campanha conscientizadora (que pode até ser desnecessária devido ao grau de educação das pessoas).

Num país exemplar, não se debocha da origem de um remédio ou se critica a nacionalidade dele (como Bolsonaro fez e faz), mas incentiva a urgente vacinação de uma droga comprovada pelas autoridades.

Num mundo correto, a pandemia não é usada para capitalizar votos ou simpatizantes (como Lula faz em suas lives), criticando a todos como se fosse uma reserva moral.

Infelizmente, esse lugar não é o Brasil.

China deve liberar uso emergencial de vacina contra Covid testada em São  Paulo

– O Coronavírus é malandro… nos cuidemos!

A “segunda onda” da pandemia é algo realmente preocupante. Nem certeza temos sobre a imunidade ser perene àqueles que já contraíram Covid_19.

Para tanto, não vamos relaxar na prevenção!

Em: https://www.youtube.com/watch?v=WIW0KUd7DZ4