– Armas? Só se forem as abaixo:

Ninguém quer violência. Precisamos, para melhor o Brasil, de Educação!

Confira na imagem:

– Desde quando ameaça de torcedor fez o time jogar mais?

Considere:

1- No ano passado, a torcida do Goiás invadiu o Centro de Treinamento do clube e “palestrou” ao elenco. O episódio foi marcado por palavras de ordem, assédio e truculência. 

2- Logo após a conquista do título mundial de clubes contra o Chelsea, o Corinthians teve uma invasão ao CT onde os torcedores organizados barbarizaram e cobraram os atletas. As câmeras de segurança, na época, estavam desligadas. 

3- Lembram, na reta final do Campeonato Brasileiro, da emboscada que a torcida do SPFC fez ao ônibus da delegação (mesmo com o trajeto tendo sido alterado por questões de segurança)?

4- Nestes últimos dias, os torcedores perseguiram Lucas Lima e Patrick de Paula (que estavam furando o toque de recolher). Não foram cobrados por comportamento adequado ao protocolo sanitário, mas pelo rendimento em campo.

5- Os jogadores da Ponte Preta, pela segunda vez no ano, sofreram ataques da sua torcida (uma pelo Paulistão e outra no Brasileirão). Nenhum agressor foi preso. 

Diante de tudo isso, alguém já viu jogador / equipe intimidada melhorar o desempenho nas partidas após as ameaças?

Meu medo é: que vire moda a violência e a impunidade continue a reinar.

Relembre a grande confusão citada acima em Goiânia, aqui: https://wp.me/p4RTuC-rM2.

Sobre Patrick de Paula e Lucas Lima, post em: https://wp.me/p4RTuC-vC3.

Porque as torcidas são violentas? - ET Responde #01 | SÓ FUTEBOL™ Amino

– Lázaro.

Sobre o bandido foragido Lázaro, de crimes absurdamente macabros, falamos dias atrás aqui: https://wp.me/p4RTuC-vxN.

O assunto agora é: como se dará a prisão, se é que ele será preso ou morto em confronto?

Antigamente, se esperava a hora do “Jornal Nacional” ou do “Fantástico” para aumentar a repercussão e noticiar o ocorrido de algo impactante. Não será assim dessa vez, mas certamente haverá uma espetacularização. E aí vem o medo: o “glamour” para um criminoso!

Não dá para esperar que, pelo que ele fez ou que faz, a coisa acabe bem… aliás, o trabalho que está dando para a Polícia é um típico roteiro de filme.

A pergunta é: por que matar sem piedade?

Lázaro Barbosa: representantes de terreiros denunciam truculência de  policiais durante buscas no Entorno do DF | Distrito Federal | G1

– O que fazer para detectar um filho problemático?

Leram a entrevista de Sue Klebold, a mãe do assassino Dylan Klebold, que com 17 anos matou 12 colegas num colégio de Columbine (EUA) a sangue frio, armado com armas (Revista Veja, Páginas Amarelas, ed 22/06)?

Ela disse que:

Pais de adolescentes sabem que não é fácil captar o que passa na cabeça de seus filhos. Nada levava a crer em suicídio ou assassinatos. Dylan foi hábil em esconder seus sentimentos”.

O que achei curioso foi o conselho que ela dá aos pais. Não sei se concordo com ela. Dona Sue aconselhou que:

Quando seu filho está sofrendo, não tente consertar as coisas por ele, nem pense fazê-lo sentir-se melhor. Isso é uma forma confortável de autoengano. Só fique em silêncio e ouça o que ele diz”.

Confesso que é um pouco confuso, difícil ou de prática duvidosa. Creio que depende de cada família e da educação em casa.

bomba.jpg

– Sobre a tragédia de Jacarezinho.

Não me sinto à vontade para falar sobre a morte de 28 pessoas (até agora) na Favela do Jacarezinho. Mas ao ler as notícias, não dá para deixar de observar:

  • Cultura do vitimismo fomentada pelo Tráfico de Drogas (como se a opção de “trabalhar para os bandidos” fosse única);
  • Polícia despreparada;
  • População sem acesso à Educação de Qualidade;
  • Sociedade / Família desestruturadas.

Esse conjunto de situações mostra: tá tudo errado! Deixaram os criminosos fazerem a população das Comunidades carentes como reféns, e agora não se sabe como “retomar o povo sequestrado”. É essa a verdade…

Lamento pelos inocentes que possam terem sido mortos. Triste.

RJ: Operação no Jacarezinho deixa 25 mortos após intenso tiroteio - ISTOÉ  Independente

– A tragédia na creche de SC.

Que assustador a tragédia em Saudades-SC! Meu Deus… 

Como explicar? Um doente mental de 18 anos entrou com um facão numa creche e matou a sangue frio 3 crianças pequenas e 2 professoras.

Por quê?

Não dá para continuar o texto. A matéria em: https://www.correiobraziliense.com.br/brasil/2021/05/4922226-tragedia-em-sc-cinco-vitimas-levaram-aos-menos-5-golpes-de-facao.html

Rezemos, simplesmente. Não consigo entender tais tristezas.

Governadora decreta luto oficial de três dias por mortes em escola de  Saudades - Governo do Estado de Santa Catarina

– As intimidações criminosas no futebol paulista.

O Palmeiras teve seus muros pichados após a derrota pela Recopa, por parte dos torcedores.

A Ponte Preta perdeu para a Internacional de Limeira e os torcedores apedrejaram o ônibus da Macaca, machucando jogadores.

O Santos perdeu para o Corinthians e soltaram rojões contra o apartamento do ex-treinador Ariel Holan.

Vandalismo, agressão e intimidação não ganham jogo. E, lembrando, são crimes. Então por que há gente que ainda faz isso?

A verdade é: quem faz essas coisas imbecis (que não “melhoram o ambiente do clube”, não faz o time render mais em campo e só atrapalham as coisas) são bandidos!

Até quando a impunidade permanecerá no futebol?


(na foto, o ônibus da AAPP chamado de “Gorilão” – ele ficou todo avariado após o apedrejamento sofrido).

– 99 anos de brigas de Torcidas no Futebol

Há exatos 99 anos, o brilhante escritor Lima Barreto (quem nunca leu a brilhante obra “Triste Fim de Policarpo Quaresma”?) escrevia sobre algo que persiste nos dias de hoje: a briga entre Torcedores de Futebol!

Incrível, parece atual, mas foi escrito em 1922! Extraído do acervo do Centro Cultura São Paulo, publicado na Revista “Careta”.

FOOT-BALL

Por Lima Barreto

Não é possível deixar de falar no tal esporte que dizem ser bretão.

Todo dia e toda a hora ele enche o noticiário dos jornais com notas de malefícios, e mais do que isto, de assassinatos.

Não é possível que as autoridades públicas não vejam semelhante cousa.

O Rio de Janeiro é uma cidade civilizada e não pode estar entregue a certa malta de desordeiros que se querem intitular sportmen.

Os apostadores de brigas de galos portam-se melhor. Entre eles, não há questões, nem rolos.

As apostas correm em paz e a polícia não tem que fazer com elas; entretanto, os tais footballers todos os domingos fazem rolos e barulhos e a polícia passa-lhe a mão pela cabeça.

Tudo tem um limite e o football não goza do privilégio de cousa inteligente.

bomba.jpg

– Henry.

Henry Borel, um garotinho de 4 anos, foi cruelmente morto pelo padrasto, vereador Dr Jairinho, com a conivência da mãe, Monique. Está em todo noticiário.

Não consigo escrever sobre isso. Dói demais. É triste, impiedoso, torturante ler sobre o assunto.

A única observação: não dá para entender que tipo de sentimento (ou falta de) os assassinos tiveram. Estariam drogados? Endemoniados? Sei lá o quê?

Humanamente, não é possível tal barbárie… Meu Deus…

Sobre o desenrolar do caso, aqui: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2021/04/08/policia-diz-que-baba-sabia-que-henry-havia-sido-agredido-por-dr-jairinho.ghtml

O menino Henry Borel, de 4 anos, — Foto: Reprodução

– Satan 2, o super míssil da Rússia

Há exatamente 3 anos… muito diferente o ambiente hostil de hoje?

Parece que a Guerra Fria voltou, moldada com a tecnologia do século XXI.

Se não bastasse a confusão das Eleições nos EUA com a suposta intervenção de Putin no resultado que deu Trump, agora a ex-república soviética apresenta ao mundo o temido míssil nuclear intercontinental que pode atingir com precisão qualquer ponto do Planeta Terra: o Satã 2!

Onde é que chegaremos, não?

bomba.jpg

– A solução para a crise é o número menor de prisões?

Ouviram essa?

Para resolver o problema dos presídios é só prender menos, para que se tenha mais dignidade e espaço suficiente!”.

A frase foi dita por uma defensora pública (ouvi na rádio, só peguei o primeiro nome: Vivian), e se refere à situação caótica dos presídios brasileiros.

A solução da crise carcerária, então, é “prender menos”??????

Não seria melhor educar o povo, coibir a bandidagem, fazer campanhas anti-drogas, desestimular a corrupção e a desonestidade…?

A ideia é de, em prendendo menos, dar mais conforto aos presos. Respeito que exista direitos humanos, mas não se pode confundir quem está pagando o preço da criminalidade com um hóspede mimado. Aí não dá.

bomba.jpg

– A tragédia na Nigéria não é culpa de Deus!

E se fosse na Europa?

Amigos, viram a tragédia em Borno, na Nigéria? Uma carnificina promovida pelos terroristas do ISIS, que se apropriam indevidamente do nome de Deus para matar.

Deixemos de lado a alcunha de “extremistas religiosos”. Eles usam tal discurso para cooptar radicais e cometerem barbáries. São gente má.

O que mais me assusta é: são mais de 100 vítimas pobres e negras cruelmente mortas no interior da África, mas o mundo se cala. Insisto: e se fossem cadáveres de Nova Iorque, Berlim, Londres…?

A matéria compartilhado em: https://t.co/8R32Z0mLWk

– Pobre João Alberto… e quantos outros não existem por aí.

Triste, lamentável e revoltante: João Alberto, um negro gaúcho, foi morto violentamente por seguranças do Carrefour.

Para quem não viu, aqui: https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2020/11/racismo-me-tirou-a-pessoa-que-mais-amava-diz-pai-de-homem-morto-por-segurancas-no-carrefour.shtm

Perguntas pertinentes:

Por quê? Racismo, pura e simplesmente (para a indignação de todos)?

– E se fosse um alemão de olhos azuis?

– Quem devolverá a vida do filho perdido aos pais?

É até complicado imaginar… um ser humano ser tão apático quanto ao outro, não dá para aceitar. Mas fica uma questão: e o PREPARO recebido pelos profissionais? O que dirá a empresa responsável?

– Rodrigo Constantino demitido da Jovem Pan após o infeliz comentário do caso “Mariana Ferrer e o Estupro Culposo”.

Para quem não viu o horrendo caso da Justiça que absolveu um rapaz acusado de estupro por considerar “estupro culposo” (uma classificação ridícula de um promotor), desamparando a vítima Mariana Ferrer, vide aqui: https://wp.me/p4RTuC-s3P.

Pois bem: Rodrigo Constantino, comentarista da Jovem Pan, fez uma live independente e no meio de seu comentário, disse:

“Se minha filha for estuprada nessas circunstâncias, ela vai ficar de castigo feio. Eu não vou denunciar um cara desse para a polícia”.

Que mundo ele vive? Será que ele entendeu realmente o que aconteceu? Ele tem filha?

Parabéns à JP!

– Os incêndios nas Igrejas Católicas do Chile!

Todo protesto que envolva violência é equivocado. E o vandalismo, a destruição e os incêndios ateados nas igrejas católicas de Santiago do Chile, são condenáveis!

O Chile discute uma nova constituição, e manifestantes radicais invadiram templos e os incendiaram em manifestação pró-constituinte. A queda da torre da Igreja da Assunção, com gritos de “viva”, impressionam (assista ao vídeo abaixo).

Você deve ter perguntado: por quê “descontar na igreja”?

Por três motivos, segundo os especialistas: herança da colonização, histórico de casos de pedofilia no país e fanatismo de extremistas políticos.

Parecem muito os violentos atos de black blocs no Brasil, anos atrás: descontava-se uma reclamação (no caso, a constituição) contra alguém que não está envolvido na causa (uma igreja).

Para se pedir paz, deve-se promover a paz! Que Deus perdoe esses cegos (lembrando: aqui não se está falando de Esquerda ou Direita, mas de cidadania).

Repare na frase: MORTE AO NAZARENO: