– Armas? Só se forem as abaixo:

Ninguém quer violência. Precisamos, para melhor o Brasil, de Educação!

Confira na imagem:

Imagem extraída da Internet, autoria do cartoon na própria.

– A solução para a crise é o número menor de prisões?

Ouviram essa?

Para resolver o problema dos presídios é só prender menos, para que se tenha mais dignidade e espaço suficiente!”.

A frase foi dita por uma defensora pública (ouvi na rádio, só peguei o primeiro nome: Vivian), e se refere à situação caótica dos presídios brasileiros.

A solução da crise carcerária, então, é “prender menos”??????

Não seria melhor educar o povo, coibir a bandidagem, fazer campanhas anti-drogas, desestimular a corrupção e a desonestidade…?

A ideia é de, em prendendo menos, dar mais conforto aos presos. Respeito que exista direitos humanos, mas não se pode confundir quem está pagando o preço da criminalidade com um hóspede mimado. Aí não dá.

bomba.jpg

Imagem extraída da Internet, autoria desconhecida.

– Intolerância e Paixão do torcedor.

Da lua-de-mel dos torcedores do Fortaleza com o time (que passou de fase na Libertadores da América), para a ignorância!

Assista em: https://twitter.com/futebol_info/status/1537863331599597568

https://platform.twitter.com/widgets.js

– Rezemos pelos irmãos católicos da Nigéria.

Na cidade de Owo, na Nigéria, há a Igreja de São Francisco, onde católicos celebraram no domingo a festa do Pentecostes.

Lotada, terroristas (supostamente jihadistas), invadiram o templo durante a Missa e mataram 50 pessoas (até o último número atualizado). Uma barbárie indescritível, onde idosos e crianças foram vitimados covardemente.

Por muito menos, o mundo se estarrece. Por que aconteceu na África pobre, passa sem repercutir tanto?

Triste… sobre o ocorrido, em: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2022/06/05/homens-armados-matam-grande-numero-de-fieis-em-igreja-na-nigeria.ghtml

Ataque contra igreja católica no domingo na Nigéria deixou pelo menos 21 mortos

Imagem: AFP, extraída de: https://www.istoedinheiro.com.br/ataque-contra-igreja-catolica-no-domingo-na-nigeria-deixou-pelo-menos-21-mortos/

– A Impaciência ou o Fanatismo dos Torcedores na mudança da Grandeza das equipes.

Brigar por futebol vale a pena?

Vez ou outra nós vemos aficcionados torcedores invadirem treinos de seus times do coração para protestarem. É fanatismo puro.

Será que a pressão que desce das arquibancadas ao campo é aceitável ou exagero?

Sou contra toda a forma de violência. Torcedor deve incentivar o seu time durante o jogo, e após ele, vaiar. Mas nada de transformar em ações práticas de agressão.

O treino é local de trabalho. Não gosto de momentos de briga nesse local. Mas pensemos: será que não está mudando a “feição” dos clubes brasileiros?

No começo do século XX, Bangu, América, São Cristóvão, Canto do Rio e Bonsucesso eram forças no futebol carioca. Aqui em São Paulo, tínhamos o Ypiranga, o Germânia, o Jabaquara…

Alguns encerraram as atividades, outros apequenaram-se. Hoje, temos novos clubes em destaque nos regionais: Audax e Red Bull, entre outros.

Será que daqui 30 anos, teremos os mesmos clubes que hoje ou ontem foram protagonistas? Quem era o Água Santa há 10 anos? E o São Caetano, há 20?

Aceitar novas realidades é importante. Noroeste, Marília, Paulista, Mogi Mirim e São José não são mais importantes coadjuvantes na 1a divisão de seus estados. Guarani e Portuguesa deixaram de serem importantes times da 1a nacional. Qual o futuro deles?

Aliás, qual o destino dos estaduais?

Sempre aprendi que quando estamos em um momento histórico, não percebemos que estamos fazendo história. E o fato a ser historiado no futuro é: o futebol brasileiro está em transição, seja no peso das camisas, na administração dos clubes e nas táticas dentro de campo. Se o final dessa mudança será positivo ou não, só o tempo dirá! E isso traz a reflexão: são lúcidos os protestos de torcedores ou são em vão, pois eles de nada adiantarão?

bomba.jpg

– Talibã obriga as mulheres a usarem burca novamente.

Que mundo é esse, que em pleno século XXI as mulheres são obrigadas a usarem burca para saírem às ruas?

No Afeganistão, os terroristas do Talibã obrigaram novamente o uso. E, aos poucos, se percebe que tudo voltará a ser como no período do “Antes do 11 de setembro”…

Triste demais.

Talebã quer que as mulheres, no Afeganistão, voltem a usar a burca

Imagem extraída de: https://www.correiodobrasil.com.br/taleba-mulheres-afeganistao-voltem-usar-burca/

– Torcida única em Flamengo x Palmeiras. Necessário ou não? Um breve histórico da medida polêmica.

Quando perdeu-se totalmente o controle das torcidas organizadas de futebol no estado de São Paulo, as autoridades públicas, preocupadas com a violência, decretaram que nos clássicos envolvendo os 4 grandes deveria-se permitir a torcida do mandante em seu estádio, ficando os torcedores adversários, teoricamente, em casa e/ou em seus barracões.

Respirando fundo, entendo que como era um momento crítico, dava para se aceitar a ideia. Era uma medida emergencial, até que algo duradouro e correto fosse feito. Como, por exemplo, prender os marginais que armavam as confusões e dar novamente segurança.

Tudo isso começou em 03 de abril de 2016, após a morte de uma pessoa que não tinha nada a ver com o jogo Corinthians x Palmeiras no Pacaembu, vitimada por uma briga envolvendo torcedores das duas equipes. O Secretário de Segurança de São Paulo, Alexandre de Moraes (que é atual Ministro do STF) mais o Promotor do Ministério Público, Paulo Castilho, tomaram essa decisão acatada pelas demais entidades.

Depois de 6 anos da medida emergencial, o que foi feito DE FATO para que a situação fosse normalizada? Afinal, a ideia de Torcida Única, acatada por muita gente (inclusive eu) era provisória. Ou simplesmente as autoridades se acomodaram na decisão e nada fizeram?

Mortes e brigas, lamentavelmente, continuam ocorrendo às vésperas de grandes clássicos, mesmo com torcida exclusiva do mandante. E o mais complicado: a solução paliativa passou a ser perpétua, não arranjando nada definitivo que acabasse com o problema.

Nesta 4a feira, Flamengo x Palmeiras jogarão com torcida única. Estamos chegando no momento que não mais apenas no estado de São Paulo, mas sim em outras praças, haverá tal acomodação judicial e de segurança pública?

Repito: entendi como necessária a decisão de torcida única pelas circunstâncias emergenciais da época, mas depois de tanto tempo, algo deveria ter sido feito. Ou a Polícia, 6 anos depois, ainda está despreparada para cuidar das torcidas organizadas?

Por fim: seria a lei, cheia de brechas e impunidades, que faz esse cenário ocorrer?

Análise: Os quatro grandes de SP em quatro tópicos na pré-temporada

Arte extraída de: https://www.spfc.net/news.asp?nID=140690

– Os 18 torcedores briguentos presos em Santos x Coritiba. E quem pagará a reforma da UPA?

Em plena Páscoa, vários torcedores de Santos e Coritiba brigaram nas ruas da Baixada Santista. Apenas 18 foram presos (9 de cada time). E além da bagunça, vandalizaram uma UPA.

O que o Pronto Socorro público tem a ver com esses caras? Quem pagará os prejuízos?

Se estivéssemos num país sério, esse pessoal só seria liberado (se é que já não foram) após os consertos e um julgamento justo (mas rigoroso).

Cansa, toda a semana, ver violência no futebol.

Briga entre torcedores de Santos e Coritiba rende caos e vandalismo; veja os vídeos

Torcedores de Peixe e Coxa espalharam selvageria no litoral paulista, imagem extraída de. Foto: Reprodução (extraída de: https://www.bandab.com.br/esporte/times/coritiba/briga-torcedores-santos-coritiba-videos/).

– A agressão do treinador na bandeirinha.

O técnico da Desportiva Ferroviária (ES), Rafael Soriano, agrediu covardemente a bandeirinha Marcielly Netto.

Não sei o que motivou o fato, e nem quero saber. Qualquer tipo de violência é injustificável!

Aliás, tal covardia não pode ficar apenas com punição no campo esportivo. Quem não tem equilíbrio emocional, não pode trabalhar no futebol.

Veja, em: https://twitter.com/RodrigoBuenoTV/status/1513262376572837893

Ou abaixo, no vídeo:

https://platform.twitter.com/widgets.js

– Cássio e a covardia dos bandidos.

Puxa, que situação desagradável sofreu o goleiro Cássio, do Corinthians, não?

Um bandido que enviou ameaças, falando como bandido, ameaçando como bandido e com vocabulário de bandido (afinal, quem age contra alguém como ele fez, é bandido – é só ouvir o áudio).

Pra quê alguém brigar por conta de futebol? É só esporte, e tais atos mostram fanatismo.

O mais curioso é: o goleiro é ídolo do clube, tem um comportamento correto e é cobrado como indisciplinado. Será que ele “toma gols” por que quer?

Insisto com uma tese de outras postagens: se fosse uma SAF (se o Corinthians tivesse dono): como o clube agiria neste caso onde um funcionário é ameaçado por um torcedor radical?

Cássio diz que Corinthians "nem pensava" em cair para Inter

Foto de: Marcello Zambrana/Agif / Gazeta Press, extraída de: https://www.terra.com.br/esportes/futebol/copa-do-brasil/cassio-admite-que-corinthians-nem-pensava-em-cair-para-o-inter,80c52fbb2f703650a22a857941b4eac2571yjxya.html

– Que feio, Abel Braga!

Puxa, sempre tive muito respeito e admiração pela pessoa do Abel Braga. Mas, ao ver o desdenho dele com o ocorrido no Ninho do Urubu… decepcionante.

Não foi o Fluzão que passou algo parecido (após a eliminação da Libertadores) como o que aconteceu com o Mengo?

Para quem não viu, aqui: https://esportes.r7.com/futebol/abel-braga-ironiza-protestos-no-ct-do-flamengo-que-se-f-eles-08042022

Abel Braga ironizou a crise no Flamengo e os protestos no Ninho: "Me desculpa e que se f... eles"

ALEXANDRE NETO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO – 21/03/2022

– 100 anos de brigas de Torcidas no Futebol.

Há 100 anos, o escritor Lima Barreto (quem nunca leu a brilhante obra “Triste Fim de Policarpo Quaresma”?) escrevia sobre algo que persiste nos dias de hoje: a briga entre Torcedores de Futebol!

Incrível, parece atual, mas foi escrito em 1922! Extraído do acervo do Centro Cultura São Paulo, publicado na Revista “Careta”.

FOOT-BALL

Por Lima Barreto

Não é possível deixar de falar no tal esporte que dizem ser bretão.

Todo dia e toda a hora ele enche o noticiário dos jornais com notas de malefícios, e mais do que isto, de assassinatos.

Não é possível que as autoridades públicas não vejam semelhante cousa.

O Rio de Janeiro é uma cidade civilizada e não pode estar entregue a certa malta de desordeiros que se querem intitular sportmen.

Os apostadores de brigas de galos portam-se melhor. Entre eles, não há questões, nem rolos.

As apostas correm em paz e a polícia não tem que fazer com elas; entretanto, os tais footballers todos os domingos fazem rolos e barulhos e a polícia passa-lhe a mão pela cabeça.

Tudo tem um limite e o football não goza do privilégio de cousa inteligente.

bomba.jpg

– As ditaduras estão colocando as “manguinhas de fora” por conta da Rússia?

Depois da Rússia invadir a Ucrânia, alguns países antidemocráticos tomaram coragem e mostraram a sua face: por exemplo, a China provocando Taiwan e o Iêmen (terroristas escondidos lá e aceitos pelo Governo) atacando a Arábia Saudita.

Agora, a Coreia do Norte fez festa e apresentou com um filme que viralizou na Internet, o seu novo míssil intercontinental (mesmo com a miséria que os norte-coreano vivem).

O mundo vive um momento difícil, não?

Míssil da Coreia do Norte durante desfile militar que ocorreu em Pyongyang, em comemoração aos 75 anos do Partido Comunista do país — Foto: KRT/AP

Míssil da Coreia do Norte durante desfile militar que ocorreu em Pyongyang, em comemoração aos 75 anos do Partido Comunista do país — Foto: KRT/AP, extraída de: https://valor.globo.com/mundo/noticia/2022/03/24/coreia-do-norte-lanca-seu-primeiro-missil-balistico-intercontinental-em-mais-de-quatro-anos.ghtml

– O que pensa o Comandante do Estado Islâmico?

Há 6 anos, uma entrevista pertinente de uma excelente profissional. Abaixo:

A moça merece um prêmio de jornalismo! Patrícia Campos Mello, repórter da Folha de São Paulo, esteve na prisão de Rimelan (interior da Síria) e conseguiu entrevistar o terrorista Ahmad Derwish. Ele é o chefe das operações de guerra do ISIS (OU EI, Estado Islâmico).

Derwish esteve em Sinjar, no norte do Iraque, onde se tornou emir após conquistar o lugarejo e fazer com que 2000 mulheres se tornassem escravas sexuais! Foi detido há 1 mês após bombardeios americanos.

Questionado pela jornalista o que ele faria se a encontrasse num campo de refugiados, disse que ela:

Levaria muitas chibatadas pelas roupas que usa, seria escravizada sexualmente e teria que se converter ao islamismo”.

Quando Patrícia disse que era cristã, Derwish avisou:

Se você fosse presa e não pagasse o jizya (imposto cobrado pelo EI para permitir que cristãos não sejam mortos), seria decapitada”.

Sobre venda de escravos, o preço varia. Segundo ele:

Uma mulher de 18 anos custa US$ 3,000.00, mas se for bonita vale mais”.

A respeito de tolerância religiosa, o radicalismo assusta. Tentando justificar a morte de inocentes na Bélgica no atentado recente, declarou que:

É preferível que infiéis morram no campo de batalha, mas sempre é legítimo matar quem não segue a sharia (lei islâmica) onde quer que esteja“.

Fico pensando como os muçulmanos que vivem verdadeiramente sua religião devem estar tristes com esses malucos radicais. Principalmente quando Derwish alega que:

Está escrito no Alcorão que todos nós vamos morrer, mas Alá nos prometeu o paraíso porque matamos infiéis”.

Ora, desde quando alguém que tem uma fé diferente do que a sua deve ser morto para que Deus lhe reserve o Céu?

Triste imaginar que idiotas como esse existam aos montes e que assassinam pobres inocentes por um fanatismo que assusta…

bomba.jpg

– A confusão em Querétaro x Atlas: a culpa é de quem?

Sobre a confusão no futebol mexicano, envolvendo Querétaro x Atlas: não há o que justificar, o que tentar explicar ou avaliar. A verdade é: quando há bandidos na arquibancada, tudo de ruim pode acontecer.

Que tristeza ver gente inocente correndo para não apanhar. Flagrou-se famílias que não tinham nada a ver com a confusão tendo que fugirem para não serem agredidas. E há muitos mortos (mais de 20, na última atualização).

Brigar por futebol? Torcedor arranjar confusão com outro por conta de um joguinho? Tenha dó… é aí que o fanatismo liberta a má índole da pessoa.

A pessoa honesta não vai ao estádio para brigar. E não serve só a esse caso, mas para qualquer outro em todo o planeta. Cadeia para esses idiotas!

A respeito da tragédia, aqui no GloboEsporte.com, em: https://ge.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/2022/03/06/batalha-entre-torcedores-no-mexico-deixa-pelo-menos-15-mortos-diz-imprensa-do-pais.ghtml

Briga no México — Foto: EFE

Imagem de EFE: extraída do link acima citado:

– E as imagens do Antonov destruído…

Dias atrás falamos sobre a tentativa de um primeiro cessar-fogo entre Ucrânia e Rússia, e nada frutificou… E nesta última noite, os russos tomaram (e incendiaram) uma usina nuclear no território ucraniano.

Também falamos sobre o ataque a símbolos locais. O maior cargueiro do mundo, o “gigante dos ares” Antonov era um dos alvos (falamos sobre ele ter sido atingido aqui: https://professorrafaelporcari.com/2022/02/27/a-russia-e-a-invasao-na-ucrania-o-pripyat-como-testemunha/).

Pois bem, as imagens chegaram do hangar destruído. Veja neste print de tela o que sobrou:

– Entender as causas ou Resolver a questão da violência do futebol brasileiro?

No meio de semana, bandidos apedrejaram o ônibus do Bahia, machucando atletas.

No sábado, atletas do Grêmio foram atingidos por pedra e barra de ferro em seu ônibus, e os gaúchos resolveram não entrar em campo contra o rival Internacional.

Também no Paraná tivemos cenas de violência física, onde torcedores entraram em campo para agredir jogadores do Paraná Clube, rebaixado para a 2a divisão local (acrescente ainda o episódio de Cascavel).

Por fim, em Caxias do Sul, um torcedor do Juventude foi retirado do estádio por promover cenas de racismo, uma violência grave contra a cidadania.

  • Você terá várias justificativas para explicar coisas como essas: fanatismo do torcedor, impunidade da Justiça, a não punição por CPF ao invés do CNPJ, má educação do povo, radicalismo de torcidas, conivência dos clubes, descaso de sindicato dos atletas, etcetera, etcetera e etc..

Talvez o grande problema não é explicar o porquê das coisas acontecerem, mas sim: COMO RESOLVER essa pendenga, que é a violência no futebol?

Alguma sugestão? O famoso “Relatório de Lorde Taylor” revolucionou o futebol na Inglaterra resolvendo uma situação parecida, através de rigor no combate aos crimes. Daria certo por aqui?

Jogador do Grêmio é atingido por pedra antes de Gre-Nal; exames detectam traumatismo craniano | Jovem Pan

Imagens divulgadas no twitter do Grêmio, extraídas de: https://jovempan.com.br/esportes/futebol/jogador-do-gremio-e-atingido-por-pedra-no-estadio-beira-rio-presidente-pede-adiamento-da-partida.html

– A bomba que explodiu no ônibus do Bahia.

Lamentável o que aconteceu com o EC Bahia, há pouco! Uma bomba foi arremessada (possivelmente por torcedores da própria equipe, revoltados), que explodiu e machucou jogadores.

O treinador Guto Ferreira deu uma entrevista sobre o acontecido, ouça aqui: https://twitter.com/ECBahia/status/1496998540048052230

Ou clique abaixo:

https://platform.twitter.com/widgets.js

– A Rússia invadiu a Ucrânia. Algumas considerações (que me assustam):

Com tristeza, vemos a Rússia invadindo a Ucrânia por única e exclusiva vontade de mostrar seu poderio (e obviamente, defendendo seus interesses econômicos).

A questão envolve a localização estratégica do país, os recursos de lá e, evidentemente a ganância e a vaidade de Putin, um ditador travestido de presidente. Aliás, ele, na maior cara-de-pau, disse estar “protegendo as nações separatistas ucranianas”.

Nas últimas “guerras modernas” (Kweit, Iraque e Afeganistão), eram ações dos americanos em prol de “discurso da democracia e contra a injustiça ao povo pobre”. Agora, é uma ação que envolve uma potência militar contra outros potentes bélicos mundiais.

Que angústia… será que a nossa geração verá uma “mini-guerra mundial”, ou como alguns alardeiam (ou desejam), uma 3ª Grande Guerra?

Em 1914, quando tivemos a pandemia da Febre Espanhola, na sequência veio a 1a Guerra Mundial. Que não se repita isso na pandemia de COVID…

Enfim: quantos meses durará tudo isso? Não será questão de semanas ou dias.

Tanques entram na cidade de Mariupol, na Ucrânia, após Putin ordenar uma invasão do país — Foto: Reuters/Carlos Barria

Tanques entram na cidade de Mariupol, na Ucrânia, após Putin ordenar uma invasão do país — Foto: Reuters/Carlos Barria, extraído de: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2022/02/24/putin-autoriza-operacao-especial-no-leste-da-ucrania.ghtml

– Combata a Violência contra a Mulher.

Acusar a mulher de algo que não fez, xingá-la diante dos amigos e obviamente qualquer tipo de agressão verbal (entre outros comportamentos) configuram violência moral. Se você é vítima ou sabe de alguma situação de violência, denuncie!

Disque 190 para emergências e Ligue 180 para Central de Atendimento à Mulher.

– #JustiçaPorMoise! Mas…

Assusta muito o que já foi visto a respeito da morte do congolês Moise Mugenyi Kabagambe, de 24 anos, que foi cobrar seu salário atrasado e morreu espancado covardemente no Rio de Janeiro.

A Polícia deve prender em breve os culpados, punir, mas… e a vida do rapaz, quem devolverá?

Ver situações assim, como a de um animal travestido de homem batendo impiedosamente em um inocente, me faz desacreditar que todos somos da mesma espécie…

Foto extraída de: https://www.em.com.br/app/noticia/diversidade/2022/01/31/noticia-diversidade,1341521/liderancas-negras-pedem-punicao-para-assassinos-de-congoles.shtml

– Precisa ter torcida para o Choque-Rei da Copinha?

Considerando o histórico de brigas entre torcedores são paulinos e palmeirenses,

Considerando a tragédia da Supercopa São Paulo de Futebol Jr em 1995 envolvendo as duas equipes, com batalha campal e falecimento de cidadão,

Considerando que com a tecnologia as torcidas marcam pela Internet seus confrontos antecipadamente (mesmo sendo jogo de torcida única presencial),

Considerando que estamos em pandemia e a variante Ômicron se alastra como nunca,

Considerando que o Governo Estadual está reduzindo a capacidade dos estádios para 70% (e que isso não impede aglomerações),

Considerando que o jogo será à noite e com transmissão pela TV e pela Internet,

– Considerando tudo isso… 

Por quê não se realiza esse jogo tão visado com os portões fechados?

Com violência e COVID à espreita deste Choque-Rei Sub 20, que as autoridades se antecipem e tomem as providências para não termos brigas e nem contaminação. 

Quartas de final da Copa São Paulo tem duelos definidos; veja | copa SP de  futebol júnior | ge

Foto: Divulgação FPF. Imagem extraída de: https://ge.globo.com/sp/campinas-e-regiao/futebol/copa-sp-de-futebol-junior/noticia/quartas-de-final-da-copinha-tem-os-quatro-duelos-definidos-veja.ghtml