– É fanatismo ou índole de bandido mesmo? Minha solidariedade ao pessoal da TV Tem.

Há anos, conhecemos grupos de protestos radicais, de Esquerda, que brigavam com a Polícia Militar em manifestações de rua alegando que eram “oprimidos” e colocavam a PM como inimiga da sociedade. 

Recentemente, vemos grupos tão barulhentos quanto aqueles, mas de Direita. O “inimigo” não é mais a PM, tornou-se a Imprensa. Ou melhor: a Rede Globo! Se uma emissora qualquer declarar simpatia ao Governo, tudo bem. Se for neutra, não vale.

Diante de tudo isso, covardes agrediram verbalmente os profissionais da TV Tem em frente ao Paço Municipal de Jundiaí, após uma carreata. Os jornalistas, trabalhadores como quaisquer outros, foram intimidados por um bando de imbecis, crentes de que a violência – e não o diálogo – é a solução. Isso é Democracia?

Tal fato resume o Brasil de hoje, outrora de um povo acolhedor: o país dividiu-se entre “Eles contra Nós” pelo petismo anos atrás, na cultura do vitimismo pregada por Lula, ganhando força do outro lado pela cultura do ódio pregada por Bolsonaro.

Sabe o que irrita? Que os dois políticos têm suas culpas nessa rachadura dual do país e “falam de Deus, se sentem salvadores da Pátria e acusam um ao outro de ‘alimentar o gado’ que os seguem cegamente”. Triste. 

Tenho alguns amigos lulistas e bolsonaristas que conseguem enxergar os erros dos seus símbolos na Política. Mas existem outros que se fanatizaram e perderam a noção, transformando-os em deuses sem mácula. E isso que leva ao surgimento de Black Blocs baderneiros ou de Trogloditas valentões.

Aliás, tá fácil identificar os intimidadores dessa carreata que partiram para a bobagem. Os organizadores, se quiserem ser gente do bem, deveriam denunciá-los imediatamente.

Los trogloditas de Los Autos locos | Personagens de desenhos ...

 

– Cansou o Grenal, não?

De novo um jogo envolvendo Grêmio x Internacional (Grenal) com muita violência? Que coisa…

Deixou de ser um jogo de futebol, passou a ser um combinado nervoso de pessoa que se odeiam, onde a bola é apenas uma desculpa para brigar.

O árbitro argentino Fernando Rapallini expulsou 8 atletas (todos corretamente). Mas poderia ter mandado muito mais…

Mais um exemplo de fanatismo que maltratada a sociedade…

Resultado de imagem para grenal arapallini

– Sempre ouça todos os lados antes de fazer juízo! O caso de Suzy, do Fantástico.

Bombou na última semana a história de Suzy, uma detenta transsexual que não recebia visitas, cartas ou qualquer manifestação de carinho. Assim como ela, muitas outras pessoas são esquecidas no mundo e sofrem com a solidão.

O Fantástico mostrou a visita do Dr Dráuzio Varella à penitenciária onde ela está, onde ele deu um abraço afetuoso e contou-se a história dela, que comoveu a todos.

Porém…

O crime dela é pavoroso: estuprou e estrangulou um menino de 9 anos. Teria sido por isso que ela não recebia visitas?

Claro que devemos perdoar, amar ao próximo e exercer o direito / permissão à defesa e reintegração social. Mas não houve, digamos, um excesso de comoção à Suzy? Como teria sido o acolhimento / consolo AOS PAIS da vítima? Na mesma intensidade?

Seria interessante que a Globo (ou qualquer outra emissora) mostrasse a tristeza das vítimas com a ausência da criança. Não por vingança, mas pela necessidade justamente de piedade.

Enfim: a tolerância deve existir, assim como o respeito às leis e à vida alheia. Mas causa-me espanto a não preocupação em vangloriar pseudas-vítimas da sociedade. Suzy cumpre pena por matar uma criança indefesa – e não é Fake News, é o mundo real.

Em: https://www.oantagonista.com/brasil/tia-de-suzy-relatou-que-sobrinha-abusou-de-outras-criancas/

TIA DE SUZY RELATOU QUE SOBRINHA ABUSOU DE OUTRAS CRIANÇAS

No processo em que Suzy foi condenada por estuprar e estrangular um garoto de 9 anos, uma tia da transexual, em condição de testemunha, relatou outras monstruosidades cometidas por sua sobrinha.

“Fiquei sabendo que ele trabalhava na padaria e foi acusado de estar abusando de uma criança de três anos e os parentes da criança foram na minha casa atrás dele, querendo matar ele”, afirmou.

Ela disse ainda que Suzy, cujo nome de batismo é Rafael Tadeu de Oliveira dos Santos, tentou estuprar um outro sobrinho dela.

“Fiquei sabendo que ele foi passar férias na casa do irmão e tentou estuprar meu sobrinho de cinco anos, quatro a cinco anos. (…) Na escola era acusado de pular o muro da escola, ir no banheiro passar a mão em alguém, roubava os professores, de estupro (…).”

E acrescentou ainda que, quando adolescente, Suzy “foi assaltar, entrou no apartamento e a moça com uma criança novinha no colo se assustou e pulou a janela, e ele estava com a faca na mão”.

Resultado de imagem para suzy oliveira crime

– Que isso, Felipe Melo? A entrada em Yuri Alberto em Santos x Palmeiras

Caramba, ao ver o lance em que Felipe Melo recebeu Cartão Amarelo, me assustei por 3 coisas:

  • A bobeada do árbitro Flávio Rodrigues de Souza, pois o lance é para Cartão Vermelho INDISCUTIVELMENTE. Nas Regras do Jogo, qualquer entrada com força / virilidade excessiva, ou lance frontal, ou carrinho que atinja o adversário, é para a expulsão.
  • No vídeo em velocidade normal, até quem assiste sente a dor do atleta do Santos FC. Mas pense: e se ele estivesse com o pé rijo, firme, preso no chão: o que aconteceria? Quebrava literalmente o jogador.
  • Por fim: a CARA-DE-PAU  de Felipe Melo, reclamando do Cartão Amarelo sofrido. É claro, que a declaração foi para desviar uma possível unanimidade de que deveria ter sido expulso, colocando em discussão uma suposta dúvida sobre o Amarelo ou não. Faltou inteligência para criar a polêmica…

Se Felipe Melo soubesse jogar apenas com a boa técnica que tem, esse rótulo de violência seria descartado. Mas pense: na 1a entrada um pouco mais forte que ele der, com um árbitro mais rigoroso em campo, teremos Cartão Amarelo ou Vermelho?

Fica a dica… ou melhor: a percepção do que o mundo do futebol reserva. Infelizmente, é assim que funciona: uma desforra no outro jogo para compensar ou não.

Resultado de imagem para Felipe Melo falta em santos fc

– O surrealismo de Cid Gomes e o confronto com a PM

Não é uma bizarrice que Cid Gomes, irmão de Ciro Gomes, subiu numa retroescavadeira para entrar à força num Batalhão da PM de Sobral, onde os policiais protestavam contra os seus baixíssimos salários?

Quando Cid avançou com o trator para cima dos manifestantes, alguém lhe baleou (felizmente ele passa bem).  Foi o desfecho de medidas truculentas de ambas as partes (já que PMs esvaziavam os pneus das viaturas em protestos, afrontando os demais).

A principal observação é: Policial ganha muito mal mesmo, mas dentro do que a lei permite protestar, deve fazê-lo de maneira correta. E político não é para promover demagogia em cima de uma retroescavadeira.

Cid Gomes organiza ato contra manifestação de policiais que tentam impedir atuação da categoria — Foto: Arquivo pessoal

– Operação Luz na Infância deveria ser constante!

Ao ler o número de pessoas que praticam a pedofilia e que foram presas pela Operação “Luz na Infância” ontem, penso: o que se passa na cabeça do ser humano? É racional ou irracional, vivendo por instinto selvagem?

Pouca gente sabe que crime de pedofilia é também armazenar e/ou compartilhar pornografia infantil.

Abaixo, extraído de: http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2020-02/operacao-luz-na-infancia-prende-43-pessoas-em-flagrante

OPERAÇÃO LUZ NA INFÂNCIA PRENDE 43 PESSOAS EM FLAGRANTE

Ação visa identificar autores de crimes sexuais contra crianças

A Operação Luz na Infância prendeu em flagrante 43 pessoas nesta terça-feira (18). Deflagrada hoje, a 6ª fase da operação cumpre 112 mandados de busca e apreensão para identificar autores de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes

Do total de prisões, 19 foram em São Paulo, nove em Santa Catarina, seis no Paraná, quatro em Mato Grosso do Sul, duas no Ceará, uma no Rio Grande do Sul, uma em Mato Grosso e uma em Goiás. Também há alvos em Alagoas, Acre e Piauí. Ao todo, 579 policiais estão atuando nas diligências.

A ação é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) com a participação das Polícias Civis de 12 Estados brasileiros e com colaboração técnica de quatro países (Estados Unidos, Panamá, Paraguai e Colômbia)

Crime

O ministério ressalta que é crime armazenar, produzir e compartilhar material produto de exploração sexual infantil. No Brasil, a pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de 1 a 4 anos de prisão. A pena pelo compartilhamento varia de 3 a 6 anos de prisão, vai de 4 a 8 anos pela produção de conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual.

Em coletiva à imprensa na manhã desta terça-feira, o coordenador do Laboratório de Operações Cibernéticas da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça, Alesandro Barreto, disse que o perfil dos criminosos abrange “pessoas acima de qualquer suspeita”, das “mais diversas classes sociais” e com idade que vai dos 17 a mais de 80 anos.

Resultado de imagem para operação luz na infancia

– O cheiro ruim dos casos Adélio / Jair Bolsonaro e Adriano / Marielle Franco

Assim como sobrou para um cara “dito como louco” toda a culpa da facada contra Jair Bolsonaro (Adélio Bispo levou toda a responsabilidade), sobrou para o miliciano Adriano (morto nesta semana) a suspeita do assassinato de Marielle Franco.

Fico pensando: assim como o caso Adélio e sua loucura são suspeitíssimos, idem ao até então foragido Adriano.

Uns dizem queima de arquivo. Será? Sem fake news, mas com todas as dúvidas para discutir.

Resultado de imagem para queima de arquivo

– A agressão ao árbitro em Caxias do Sul e a pisada na bola de Washington.

Lucas Canetto Bellote, árbitro jovem da FPF, foi questionado por sua arbitragem em Caxias do Sul na partida entre Caxias x Botafogo pela Copa do Brasil. Após o jogo, por trás, foi covardemente agredido por um membro da Comissão Técnica do time gaúcho.

Duas coisas sobre o episódio:

1- Assisti a vários jogos presencialmente de Lucas. Teve alguns contratempos na carreira, mas é um bom árbitro em formação. Dos jogos mais importantes que vi ele ter oportunidade (um Majestoso no ano passado, diga-se de passagem) a evolução técnica está ocorrendo, em que pese a necessidade de mais experiência. É promissor. Não assisti o jogo de Caxias do Sul, então não posso avaliar seus erros e acertos, mas nada deve justificar qualquer tipo de agressão.

2- Washington, carismático centroavante da Ponte Preta, Fluminense e São Paulo (e que começou no Caxias), que comoveu o mundo da bola com seu problema cardíaco (por isso o apelido de “Coração Valente”), trabalha para a CBF como Diretor de Desenvolvimento de Futebol (talvez um cargo mais político do que real). E eis que ele foi flagrado mostrando imagens do lance que incentivaram o agressor do árbitro. Ué, trabalha para a CBF ou para o Caxias? Para o desenvolvimento civilizado do futebol ou a favor da torcida apaixonada?

Lamentável… Washington, depois das imagens da Sportv que testemunharam sua ação, foi corretamente despedido.

Extraído de: https://www.esporteinterativo.com.br/futebolbrasileiro/CBF-demite-Washington-apos-polmica-no-duelo-entre-Caxias-e-Botafogo-20200206-0022.html

CBF DEMITE WASHINGTON APÓS POLÊMICA

A Confederação Brasileira de Futebol decidiu demitir o então diretor de desenvolvimento da entidade, o ex-jogador Washington. Ele foi flagrado em uma polêmica no confronto entre Caxias e Botafogo, pela Copa do Brasil, onde apareceu mostrando um lance de possível pênalti a favor do time gaúcho para a comissão técnica do clube.

Washington deixou seu cargo pouco menos de 80 dias após assumir a função. A demissão aconteceu por telefone. O ex-centroavante estava em viagem quando soube da decisão da CBF. Esta que, por sua vez, emitiu uma nota oficial para falar sobre o assunto.

“A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informa que, em decorrência dos episódios registrados no jogo entre Caxias e Botafogo, válido pela Copa do Brasil nesta quarta-feira, 5, Washington Cerqueira foi desligado do cargo de Diretor de Desenvolvimento da entidade.

A CBF agradece a Washington pelos serviços prestados, reconhecendo suas inúmeras qualidades pessoais, sua capacidade como dirigente e sua grande trajetória como jogador”.

O agora dirigente foi nomeado para ser o diretor de desenvolvimento em novembro de 2019. Apesar do pouco tempo de casa, ele substituiu Juninho Paulista, que acabou assumindo o lugar de Edu Gaspar como coordenador de seleções. Antes, exercia o cargo de secretário Nacional de Esportes, Educação, Lazer e Inclusão Social, do governo do presidente da República, Jair Bolsonaro.

xWhatsApp-Image-2020-02-06-at-17.25.53.jpeg.jpg.pagespeed.ic.ctlU4qQu61

– Como a história lembrará do cruel crime da família carbonizada no ABC?

É pavoroso ler sobre o caso da família carbonizada no Grande ABC (Romuyuki e Flaviana Gonçalves além do filho Juan Victor). Requintes de algo macabro, com tortura no próprio lar e protagonizada (supostamente, com grande chance de ser a realidade) pela filha e a namorada dela.

Ana Flávia Gonçalves e sua parceira, Carina Ramos, praticamente imitaram os irmãos Cravinhos e Suzane Von Richthofen, matando os pais. Assustador! A Polícia ainda investiga as motivações, mas, enfim, parece que o triste fim dos trabalhos mostrará que a suspeita se confirma sobre quem foram os responsáveis.

Segundo o G1,

Nesta sexta-feira, Ana Flávia ficou frente a frente com a avó, que havia chegado mais cedo na delegacia. Segundo os parentes, foi a avó que pediu para conversar com a neta, mas ela não quis. Durante o depoimento das suspeitas, familiares das vítimas se abraçaram no corredor.
Segundo a polícia, Ana Flávia e Carina foram presas depois de entrar em contradição nos primeiros depoimentos. Os investigadores dizem que elas passaram mais de seis horas no condomínio onde os pais e o irmão moravam, em Santo André.
“Elas contribuíram para facilitar que outras pessoas pudessem entrar na casa e cometer o crime”, afirmou o delegado Paul Henry. “Foi um crime premeditado, homicídio triplamente qualificado. Todos os indícios levam à participação das duas no crime. O inquérito vai nesse caminho e isso será apresentado para a Justiça”, informou.

Que mundo estamos vivendo, não? Na discórdia, se mata!

Misericórdia… que Deus possa ter piedade dessas almas insanas.

Carina Ramos e Ana Flávia Gonçalves são investigadas por suspeita de participação no crime no ABC — Foto: Reprodução/Redes sociais/ G1

– E agora, Governo do Irã?

Se não bastasse toda a tensão criada com os EUA, o Irã foi obrigado a reconhecer que o avião com 176 pessoas que explodiu no céu e matou todos os inocentes foi abatido com um míssel iraniano, disparado por engano.

Como sempre, numa guerra, há sempre pessoas que nada têm a ver com o conflito e são vitimadas.

Extraído de: https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2020/01/ira-admite-que-aviao-ucraniano-caiu-por-erro-humano.shtml

IRÃ ADMITE QUE DERRUBOU AVIÃO UCRANIANO POR ENGANO

O Irã admitiu que o avião ucraniano que caiu em seu território na última quarta-feira (8) foi derrubado por erro humano, afirma a TV estatal iraniana neste sábado (11). O comunicado lido na emissora declara que os responsáveis serão punidos.

“A República Islâmica do Irã lamenta profundamente esse erro desastroso”, escreveu o presidente iraniano Hassan Rouhani no Twitter, prometendo que os responsáveis pelo incidente seriam processados. “Meus pensamentos e orações vão para todas as famílias de luto.”

Uma declaração militar iraniana, a primeira a indicar a mudança de posição do Irã, disse que o avião havia voado perto de um local militar sensível pertencente à Guarda Revolucionária de elite.

O líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, a principal autoridade da República Islâmica, foi informado sobre o abate acidental do avião ucraniano na sexta-feira (10) e disse que as informações deveriam ser anunciadas publicamente após uma reunião do principal órgão de segurança do Irã, divulgou a agência de notícias estatal.

Neste sábado (11), o comandante da seção aeroespacial Guarda Revolucionária iraniana, general Amirali Hajizadeh, assumiu a culpa pelo erro em uma declaração à TV estatal do Irã.

“Preferiria estar morto a testemunhar um acidente semelhante”, afirmou.

O comandante disse que o avião foi confundido com um míssil de cruzeiro, armamento guiado remotamente utilizado para liberar ogivas a longas distâncias, e abatido por um míssil de curto alcance.

A Ucrânia espera uma investigação completa, uma admissão total de culpa e compensação do Irã após a queda de um avião de passageiros ucraniano, disse o presidente ​Volodymyr Zelenskiy em comunicado.

No acidente, o Boeing 737-800 da Ukraine International Airlines caiu cinco minutos após decolar do aeroporto Imam Khomeini, em Teerã. A aeronave, que decolou às 6h12 na hora local (23h42 de terça em Brasília) e seguia para Kiev, pegou fogo minutos após a decolagem. Todas as 176 pessoas a bordo morreram.

Os governos do Canadá e do Reino Unido, assim como funcionários da inteligência dos EUA, já haviam dito ter informações que indicam que o voo foi derrubado por um míssil iraniano de forma acidental. Essa possibilidade vinha sendo negada pelo governo iraniano.

O New York Times também divulgou um vídeo que aparentemente mostra um míssil atingindo a aeronave sobre Parand, região próxima ao aeroporto de Teerã onde o avião transmitiu sinais pela última vez. O jornal afirma ter verificado o material.

Na sexta (10), o Irã afirmou que pretendia fazer a extração dos registros das caixas-pretas no país, a não ser que encontrasse dificuldades técnicas.

“Nós preferimos retirar os dados das caixas-pretas no Irã. Mas se virmos que não vamos conseguir porque as caixas estão danificadas, então vamos pedir ajuda”, disse Ali Abedzadeh, chefe da autoridade de aviação civil do Irã.

A ajuda na investigação poderia ser solicitada para a Rússia, o Canadá, a França ou a Ucrânia, segundo ele. O governo do Irã afirmou que os países que perderam cidadãos no acidente poderão enviar representantes para participar das investigações, assim como representantes da Boeing.

Entre as vítimas, havia 82 iranianos, 63 canadenses e 11 ucranianos. Boa parte dos passageiros faria uma conexão para um voo com destino ao Canadá.

A retirada dos dados pode levar um ou dois meses, e o resultado final da investigação, até dois anos, segundo Abedzadeh. A apuração das causas de acidentes aéreos costuma levar vários meses.

Resultado de imagem para irã avião

– Que tal reparar nas coisas que judiam do povo, Irã? Tumulto, Acidente Aéreo e Terremoto?

Depois de fomentar milícias iraquianas que atacaram bases americanas e de aliados em Bagdá, o Irã recebeu retaliação dos EUA com a morte de seu importante general. Ontem a noite, os iranianos revidaram a retaliação com mísseis em instalações militares no Iraque.

Entretanto, durante o funeral do mesmo general morto, 57 pessoas morreram pisoteadas. Logo após, um acidente aéreo matou quase duas centenas de cidadãos. E, há pouco, um terremoto aconteceu no país.

Cá entre nós: ao invés de fomentar o terror externo, por que não pensa em seu próprio país? E tudo isso acontece em meio a ameaças contra os EUA, Israel e Emirados Árabes.

Já ouviu aquele ditado: “não jogue pedra pra cima que cai na sua própria cabeça”?

E o pior é que a Rússia (aliada do Irã) se reuniu de maneira surpresa com a Síria (outro promotor da guerra). Putin foi visitar o ditador Bashar Al-Assad, para falar sobre a crise.

O que é pior: a fúria de Trump / EUA ou a união do perigoso Putin / Rússia com o ditador Bashar Al-Assad / Síria, a fim de resolver a crise do Irã?

Pobre mundo, dependendo dessas pessoas para a promoção da paz…

Resultado de imagem para síria e Rússia irã

– Quem cederá primeiro na pendenga entre EUA e Irã?

Como é complicada a situação envolvendo os americanos e iranianos, não?

Já falamos muitas coisas sobre os patrocínios do Irã ao terrorismo, a invasão da embaixada norte-americana e o ataque dos EUA contra o número 3 do governo de Teerã.

A ameaça de revide iraniano é clara. Resta saber: que tipo de ataque ocorrerá? Virtual? Militar? Contra uma base? Contra inocentes? Contra um político de mesma importância do que o assassinado?

Detesto tempos de guerra. A paz sempre é mais importante e num conflito como esses não tem razão ninguém, pois será sempre olho-por-olho, dente-por-dente, lamentavelmente.

Imagem relacionada

– O Revide dos EUA com a morte do Chefe da Guarda do Irã

Após a invasão promovida por uma milícia pró-iraniana à embaixada dos EUA no Iraque, os americanos revidaram com um ataque aéreo que matou a autoridade máxima da Guarda Iraniana (o Exército de lá), Qasem Soleimani, que estava no aeroporto de Bagdá.

Soleimani é o promotor das arruaças que visam distanciar o Iraque dos EUA e aproximar o país do Irã. Mas aqui o sentido das ações militares por parte dos americanos não é necessariamente de vingança militar, mas outros: política e financeira.

Financeira pois sabemos da importância econômica do petróleo (que já subiu de preço depois da confusão). Política pois há o pedido de impeachment do presidente Donald Trump, e sempre que os americanos passam por uma crise, promover uma guerra muda a sensibilidade do eleitor.

Aguardemos. São dois peso-pesados armamentistas brigando…

– A questão da Torcida Única nos estados: Dória e Caboclo discutirão!

Ao jornalista Thiago Batista de Olim do Jornal de Jundiaí e Site Esporte Jundiaí, o Governador Dória contou neste último final de semana, durante a abertura do JORI (Jogos Regionais dos Idosos), que a CBF o convidou a discutir a questão da Torcida Única nos jogos no Estado de São Paulo. O desejo de Rogério Caboclo é extinguir a medida!

Extraído de: https://www.esportejundiai.com/2019/12/governador-vai-discutir-na-cbf-questao.html

GOVERNADOR VAI DISCUTIR NA CBF QUESTÃO DE TORCIDA ÚNICA EM 2020

O governador de São Paulo, João Doria Junior, vai se reunir com o presidente da CBF, Rogério Caboclo, no dia 12 ou 13 de janeiro para tratar sobre a questão da torcida única em São Paulo. A reunião foi um pedido da entidade que cuida do futebol brasileiro. A revelação foi feita por Doria antes da cerimônia de abertura dos Jogos Regionais, no domingo (8), no ginásio do Bolão.

A CBF pretende resolver a questão da torcida única antes do inicio do Brasileirão do próximo ano, para que ache uma solução para todos os jogos terem torcidas visitantes – em São Paulo, nos clássicos existe o veto desde 2016.

Sobre os Jori, o governador fez elogios à organização de Jundiaí para o evento. “Foi o maior acerto a parceria entre o governo do Estado e a Prefeitura de Jundiaí para realização deste evento”, declarou.

Resultado de imagem para jori 2019 jundiai doria

Da esquerda para a direita: o Deputado Federal Miguel Haddad, o Governador João Dória Jr e o Prefeito de Jundiaí Luiz Fernando Machado, durante a abertura dos Jogos Regionais dos Idosos, no Ginásio do Bolão, em Jundiaí.

– As mortes de inocentes no Baile Funk de Paraisópolis

É assustador o que se passou na Zona Sul de São Paulo, não? Bandidos perseguidos pela PM se infiltraram num baile funk (que estava ilegal, é importante salientar), causando tumulto e onde pessoas pisoteadas morreram.

Se estivéssemos em um país sério, tal acontecimento seria mais investigado e debatido, culminado em rápidas e precisas prisões dos responsáveis.

Leio que alguns estão culpando a própria Polícia Militar. Não sei se é o caso, nem tenho condições de avaliar isso. Mas uma coisa é certa: pouco se fala de que os criminosos usam esses inocentes como escudos humanos… Parece que estão absolvendo o cerne do problema: a violência da sociedade, não o possível abuso de autoridade (que não deixa de ser um problema).

Resultado de imagem para Paraisópolis