– Borboletas ou Jardins?

Mário Quintana foi um dos grande poetas do nosso país. E uma de suas belas citações é:

“O segredo é não correr atrás das borboletas… É cuidar do jardim para que elas venham até você. No final das contas, você vai achar, não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!”

Belo e profundo. Interprete como você quiser.

Trabalhar paciente e corretamente para o sucesso/ felicidade pode ser um desses entendimentos.

Ou não?

borboletas.jpg

– O Tamanho da Misericórdia Divina

Não sei quem disse, tampouco quando ouvi. Mas sei que é sábio tal dito:

Se é grande a nossa culpa, bem maior é a Misericórdia Divina“.

Ótimo. É isso mesmo: uma mensagem de paz e esperança a um mundo tão descrente e perturbado pelo consumismo e vaidades.

amisericordiadissenao.jpg

– Metas para o Ano Novo?

Como é difícil traçar metas para o ano seguinte… Mais difícil do que isso, claro, são os objetivos a longo prazo.

Resolvi listar algumas coisas (não vale a pena relatar). Não sei se vou conseguir realizá-las, mas… tentar vale a pena, não?

E você, como está a sua relação para 2020?

– Pensamento de Santo Ambrósio em seu Dia!

Vivemos numa era onde o equilíbrio emocional, espiritual, físico e financeiro precisam estar cada vez mais em sinergia. E sinceramente, penso que isto não é bom. Este equilíbrio, honestamente, é necessário, pois verdadeiramente bom seria que simplesmente vivêssemos em paz. Mas como hoje é dia de Santo Ambrósio, um santo alemão do século 3, compartilho uma reflexão maravilhosa do mesmo e que se faz necessária neste mundo tão ferido dos dias de hoje, onde o conforto das pessoas, às vezes, se baseia na vingança; onde alardeia-se o sucesso às custas do insucesso profissional de outros; ou, ainda, que neste mundo capitalista tão competitivo, nem todos têm espaço. Tudo isso pode ser verdade, mas não deveria.

Assim, lembremo-nos do pensamento ambrosiano:

Ninguém cura a si mesmo ferindo os outros”.

O amor, a oportunidade e a presteza podem ter lugar num mundo cada vez mais vazio e contraditoriamente repleto de anseios.

Resultado de imagem para Santo Ambrosio

– Esperança!

Se você participou da Missa hoje (eu fui bem cedinho), pode ouvir uma maravilhosa palavra de Esperança!

A liturgia deste 1o sábado do Advento trouxe essa mensagem de ânimo a todos nós. Abaixo:

PRIMEIRA LEITURA Is 30,19-21.23-26
Povo de Sião, que habitas em Jerusalém, não terás motivo algum para chorar: ele se comoverá à voz do teu clamor; logo que te ouvir, ele atenderá.
O Senhor decerto dará a todos o pão da angústia e a água da aflição, não se apartará mais de ti o teu mestre; teus olhos poderão vê-lo e teus ouvidos poderão ouvir a palavra de aviso atrás de ti: “o caminho é este para todos, segui por ele”, sem desviar-vos à direita ou à esquerda.
Ele te dará chuva para a semente que tiveres semeado na terra, e o fruto da terra será abundante e rico; nesse dia, o teu rebanho pastará em vastas pastagens, teus bois e os animais que lavram a terra comerão forragem salgada, limpa com pá e peneira.
Haverá em toda montanha alta e em toda colina elevada arroios de água corrente, num dia em que muitos serão mortos com o desabamento de seus torreões.
A lua brilhará como a luz do sol e o sol brilhará sete vezes mais, como a luz de sete dias, no dia em que o Senhor curar a ferida de seu povo e fizer sarar a lesão de sua chaga.
(- Palavra do Senhor: Graças a Deus).

SALMO 146
Felizes são aqueles que esperam no Senhor! (Refrão)
Louvai o Senhor Deus, porque ele é bom, cantai ao nosso Deus, porque é suave: ele é digno de louvor, ele o merece! O Senhor reconstruiu Jerusalém, e os dispersos de Israel juntou de novo;
Ele conforta os corações despedaçados, ele enfaixa suas feridas e as cura; fixa o número de todas as estrelas e chama a cada uma por seu nome.
É grande e onipotente o nosso Deus, seu saber não tem medida nem limites. O Senhor Deus é o amparo dos humildes, mas dobra até o chão os que são ímpios.

EVANGELHO Mt 9,35–10,1.6-8
Naquele tempo, Jesus percorria todas as cidades e povoados, ensinando em suas sinagogas, pregando o evangelho do Reino, e curando todo tipo de doença e enfermidade.
Vendo Jesus as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam cansadas e abatidas, como ovelhas que não têm pastor. Então disse a seus discípulos: “A Messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. Pedi pois ao dono da messe que envie trabalhadores para a sua colheita!”
E, chamando os seus doze discípulos deu-lhes poder para expulsarem os espíritos maus e para curarem todo tipo de doença e enfermidade.
Enviou-os com as seguintes recomendações: “Ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel! Em vosso caminho, anunciai: ‘O Reino dos Céus está próximo’. Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. De graça recebestes, de graça deveis dar!”
(— Palavra da Salvação: Glória a vós Senhor).

Imagem relacionada

– Tudo a seu devido tempo…

Independente da religião, católicos e protestantes conhecem essa passagem bíblica. Concordo com ela! Tudo tem seu tempo… Abaixo:

Tudo tem seu tempo determinado, e

há tempo para todo o propósito debaixo do céu:

há tempo de nascer e tempo de morrer,

tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou,

tempo de matar e tempo de curar,

tempo de derribar e tempo de edificar,

tempo de chorar e tempo de rir,

tempo de prantear e tempo de saltar de alegria,

tempo de espalhar pedras e tempo de juntar pedras,

tempo de abraçar e tempo de afastar-

se de abraçar, tempo de buscar e tempo de perder,

tempo de guardar e tempo de deitar fora,

tempo de rasgar e tempo de coser,

tempo de estar calado e tempo de falar,

tempo de amar e tempo de aborrecer,

tempo de guerra e tempo de paz .

(Ecle 3, 1-5.)

Não é verdade?

Resultado de imagem para Ecle 3, 1-5

– Ser luz em um mundo sombrio!

Se nossa sociedade está vivendo numa escuridão infinita (e parece que estamos, em meio a tanta violência e a tanto ódio), se cada um de nós formos um pingo de luz (mesmo que seja diminuto), aqueles que vivem nas trevas procurarão o brilho de Deus que devemos emanar.

O Evangelho de Jesus que devemos proclamar se resume em levar a esperança e o amor ao próximo; sendo assim, ser luz do mundo e sal da terra se fazem condições inegociáveis para a vida pacífica e de sociabilidade ideal.

Temos feito isso? Vale refletir!

Resultado de imagem para Sal da terra e luz do Mundo

– Uma boa recordação para esta 5a feira!

Como em toda a 5a feira se faz postagens saudositas (chamadas de #tbt), a publicação de hoje é de um dia muito bom: a minha filhota Marina Porcari e o “Poço dos Desejos”!

Qual seria o seu pedido ideal a ser feito, caso encontrasse um?

O meu é o mesmo de sempre: SAÚDE e PAZ!

Ótimo dia a todos.

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– Nick Vujicic, o exemplo maior de superação!

Tetra-amelia é uma doença rara em que a pessoa nasce sem braços e pernas (os quatro membros). E Nick Vujicic, 34 anos, atleta australiano paraolímpico, é uma das vítimas dessa enfermidade.

Entretanto, ele trabalha como palestrante motivacional, exerce uma missão evangelizadora cristã e adora abordar o tema “esperança”.

Sempre alegre, Nick só lamenta uma coisa: não poder abraçar Dejan e Kiyoshi, seus dois filhos!

Um tapa na cara de muita gente (como eu) que às vezes reclama da vida…

bomba.jpg

bomba.jpg
bomba.jpg

– Onde crianças com Síndrome de Down são abortadas com naturalidade!

Eu sou defensor do Direito à Vida! E, por preceito religioso, convicção moral e luta social, sou contra o aborto.

Imaginem só um lugar onde o aborto de crianças portadoras da Síndrome de Down é considerado um ato de “amor” para se evitar o sofrimento?

Infelizmente, ele existe!

Extraído de: http://www.semprefamilia.com.br/horror-islandia-aborta-100-de-todos-os-bebes-diagnosticados-com-sindrome-down/?utm_source=twitter&utm_medium=midia-social&utm_campaign=gazeta-do-povo

HORROR: ISLÂNDIA ABORTA 100% DOS BEBÊS DIAGNOSTICADOS COM SÍNDROME DOWN

Estranhamente, pais se despedem do corpo do bebê abortado com orações e cerimônia de despedida.

Um por ano. Talvez dois. Essa é a taxa de nascimento de pessoas com síndrome de Down na Islândia. Mas o que o país está fazendo não é a erradicação da síndrome de Down, e sim a erradicação das pessoas com síndrome de Down: 100% dos bebês diagnosticados com a condição ainda no útero são abortados no país. Os poucos sortudos que continuam nascendo não tiveram a condição detectada no exame pré-natal.

O país escandinavo, de apenas 330 mil habitantes, é o primeiro a levar ao limite uma tendência que já se verifica em outros países. Na Dinamarca, o aborto vitima 98% dos bebês diagnosticados com síndrome de Down. No Reino Unido, a porcentagem chega a 90%. Na França são 77% e nos Estados Unidos 67%.

Na Islândia, a lei permite que o bebê seja abortado mesmo depois de 16 semanas de gestação, em casos de deformidade do feto, o que, segundo a compreensão da lei islandesa, inclui a síndrome de Down, mesmo diante do fato de que a condição permite que seus portadores vivam normalmente, com uma expectativa de vida média de 60 anos, na grande maioria das vezes.

Os exames pré-natais que detectam más-formações e outras características do feto não são obrigatórios na Islândia, mas por volta de 80% a 85% das gestantes optam por realizá-los.

No Hospital Universitário de Landspitali, onde nascem cerca de 70% dos bebês islandeses, Helga Sol Olafsdottir é a funcionária responsável por aconselhar as gestantes que detectaram alguma anomalia cromossômica em seus bebês. “Esta é a sua vida – você tem o direito de escolher como quer que ela seja”, é o que ela diz às mulheres, segundo contou à CBS.

“NÃO VEMOS O ABORTO COMO ASSASSINATO”

As mães que optam pelo aborto tratam o fato com uma estranha normalidade. Chamam o bebê de “meu filho” e, depois do procedimento, fazem uma visita ao corpo do bebê, lhe dizem adeus e chamam pastores para uma pequena cerimônia religiosa. É comum fazer cartõezinhos com o nome do bebê, uma oração e a impressão dos seus pezinhos.

“Não vemos o aborto como assassinato”, explicou Olafsdottir. “Nós damos fim a uma possível vida que poderia ter tido uma complicação enorme… Prevenimos o sofrimento para essa criança e para a família”.

Agnes Sigurðardóttir, bispa da Islândia e líder da Igreja Evangélica Luterana da Islândia, diz que a sua igreja não é nem a favor nem contra o aborto. “Na Islândia existe apenas um pequeno grupo de pessoas que são contra o aborto. Bem pequeno, bem invisível”.

A fotógrafa Sigga Ella tem uma tia com a condição. Para combater o preconceito e a eugenia de que os portadores da síndrome têm sido alvos, Ella clicou 21 portadores de síndrome de Down com idades entre 9 meses e 60 anos e produziu uma série de retratos chamada First and foremost I am – “Antes de tudo e mais do que tudo, eu sou”.

Já Thordis Ingadottir é ativista pelo direito das pessoas com síndrome de Down desde 2009, quando a sua filha Agusta nasceu com a condição. Na época, os exames mostraram que o seu bebê tinha 1 em 1,6 mil chances de ter a síndrome.

Espero que, quando crescer, Agusta esteja plenamente integrada a esta sociedade com as suas próprias condições. Este é o meu sonho”, disse Ingadottir à rede CBS. “Em que tipo de sociedade você quer viver?”

Com informações da CBS.

bomba.jpg

– Ânimo! Por que lamúrias?

Está desanimado?

Tente rezar (mas faça sua oração com fé). Leio um tuite do Papa Francisco que muito consola.

A Esperança é um dom. É um presente do Espírito Santo.

Se ficamos com a alma retraída, desanimada, moribunda, como sarar? Pedir o Espírito Santo para nos animar (ânimo = alma viva; desânimo = sem alma), é pedir vida nova.

Portanto… Reze, ore, clame pelo dom da Esperança ao Paráclito de Deus! E o mais importante: não deixe a depressão tomar conta de você.

bomba.jpg

– Como Salvar o Mundo?

O Perdão Salvará a Humanidade

Papa Emérito Bento XVI

Poucas palavras, profunda reflexão. Um mundo tolerante seria um mundo de paz, mais justo e fraterno, não?

Pena que às vezes esse mundo se torna uma grande utopia… mas não podemos desanimar!

Se a gente não fizer nossa parte, quem fará?

D94A9498-11CD-4995-8F34-8FBFD5F8174A

– Carpe Diem

Há cinco anos, faleceu o escritor, filósofo e educador Rubem Alves. Dos contemporâneos, foi sempre um dos mais importantes.

É dele o dito:

Não economize para o amanhã, viva hoje o presente“.

Uma espécie deCarpe Diem, o famoso aproveite o dia. Mas é bem por aí: a gente se preocupa tanto com o futuro que se esquece do agora. Claro, não é para sermos irresponsáveis com o amanhã, mas mais atuantes no dia-a-dia.

3159891452_a14bb0c655.jpg