– A Covardia da Distribuição de Remédios Falsos

É para chorar de tanta tristeza. O texto mostra com clareza a maldade humana: sobre a distribuição de remédios falsos aos pobres da África!

Extraído de:

https://www.istoedinheiro.com.br/medicamentos-falsos-um-negocio-rentavel-e-mortal-na-africa/

MEDICAMENTOS FALSOS, UM NEGÓCIO RENTÁVEL E MORTAL NA ÁFRICA

A África se tornou um centro neurálgico para os traficantes de medicamentos, de vacinas a antirretrovirais, um negócio muito lucrativo mas que provoca centenas de milhares de vítimas.

O volume de negócios gerado por produtos médicos falsos é estimado em ao menos 10% ou 15% do mercado farmacêutico mundial. 

Um valor que poderia chegar a 200 bilhões de dólares, segundo dados do Fórum Econômico Mundial (WEF), um número que quase triplicou nos últimos cinco anos.

“Para vender medicamentos falsos é preciso ter clientela. E no continente africano há muito mais doentes pobres que no resto do mundo”, explica à AFP o professor francês Marc Gentilini, especialista em doenças infecciosas e tropicais e ex-presidente da Cruz Vermelha francesa.

Segundo ele, as vacinas que há alguns anos foram distribuídas no Níger para frear uma epidemia de meningite — uma doença que a cada ano mata milhares de pessoas neste país pobre da região do Sahel — eram falsas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que um de cada dez medicamentos no mundo é falso, um número que pode alcançar sete em cada dez em alguns países, em particular africanos.

O tráfico está às vezes nas mãos de autoridades corruptas da saúde pública, que compram produtos falsos a bons preços na China e Índia, os principais fabricantes, e depois os revendem.

Ao menos 100.000 pessoas morrem a cada ano na África por utilizar medicamentos falsos, segundo a OMS.

Só em 2013, 122.000 crianças de menos de cinco anos morreram nos países da África subsaariana por tomarem medicamentos falsos contra a malária, segundo o American Journal of Tropical Medecine and Hygiene.

“É um crime duplo, de saúde e social, porque matam doentes e doentes pobres”, afirma Gentilini.

– Mais rentáveis que a droga –

Em agosto de 2017, a Interpol anunciou o confisco de 420 toneladas de produtos médicos de contrabando em uma macro-operação em sete países (Benim, Burkina Faso, Costa do Marfim, Mali, Níger, Nigéria e Togo). 

“O negócio da falsificação de medicamentos é o primeiro na lista dos tráficos ilícitos”, explica Geoffroy Bessaud, diretor da coordenação antifalsificação do grupo farmacêutico francês Sanofi. 

Segundo o WEF, este negócio gera mais lucros que o tráfico de maconha.

“Um investimento de mil dólares pode gerar até 500.000 dólares, enquanto o mesmo investimento no tráfico de heroína ou de moedas falsas gera 20.000 dólares”, acrescenta.

– “Temos de tudo!”-

Em maio de 2017, as autoridades da Costa de Marfim incineraram 40 toneladas de medicamentos falsos confiscados em um bairro de Abidjan, onde está instalado o maior mercado de medicamentos ao ar livre do oeste da África, que representa 30% das vendas de medicamentos no país.

Ao entrar no “Roxy”, o apelido deste mercado clandestino, a primeira coisa que se ouve são as vendedoras assegurando que têm “de tudo”.

“Muitas pessoas vêm com suas receitas médicas para comprar aqui, e também os proprietários de clínicas privadas”, explica Fatim, uma vendedora, sentada em frente a uma enorme bacia cheia de produtos farmacêuticos.

Embora se negue a dizer de onde procedem, assegura que as vendedoras têm um “sindicato” e que se reúnem para “regular” o mercado. 

“Os policiais nos incomodam, mas eles mesmos vêm comprar medicamentos”, explica Mariam, outra vendedora.

Na Costa do Marfim, a primeira economia da África francófona, o setor farmacêutico legal sofre a cada ano perdas de entre 40 e 50 bilhões de francos CFA (entre 60 e 76 milhões de euros), segundo dados do Colégio de farmacêuticos do país.

Diferentemente do tráfico de estupefacientes, a falsificação de medicamentos só é considerada um delito contra a propriedade intelectual, de modo que atrai muitos traficantes.

Enquanto grandes grupos, como o Sanofi, lutam contra o fenômeno – 27 laboratórios clandestinos foram desmantelados em 2016 -, os países pobres não têm meios suficientes para isso.

Os governos africanos têm outras muitas preocupações e “não podem pôr agentes alfandegários e policiais para lançar um contra-ataque eficaz”, ressalta Gentilini, chefe de serviço no hospital Pitié Salpêtrière de Paris.

bomba.jpg
Caminhão de medicamentos ilegais é descarregado em Abidjan, em 10 de março de 2017 – AFP/Arquivos

Anúncios

– Hoje é dia de colaborar!

Muito bom poder ajudar!

Hoje estou fazendo a costumeira doação voluntária de plaquetas, bem acompanhado pela minha filha Marina e seus cartazes motivacionais e de solidariedade.

AJUDE TAMBÉM!!! Seja doador, os bancos de sangue precisam muito de sua colaboração.

#DoeSangue, #DoePlaquetas, #DoeHemoderivados.
A vida agradece!

– “Extraordinário” e a Síndrome de Treacher Collins no Brasil

O Filme “Extraordinário” vem fazendo sucesso nos Cinemas. A história é de um garotinho com uma doença rara, que o faz sofrer bullying e traz muitos questionamentos, precisando da ajuda de todos! Trata-se da Síndrome de Treacher Collins.

E sabe de algo curioso? Essa história acontece na vida real em Campinas!

Calma, o final é feliz graças ao Hospital Sobrapar, especializado no assunto, e aos pais que educam suas crianças para respeitarem os coleguinhas com tal doença.

Veja que história bonita de solidariedade.

Em: http://correio.rac.com.br/_conteudo/2017/12/entretenimento/504084-sindrome-tratada-pelo-sobrapar-e-destaque-em-filme.html

SÍNDROME TRATADA PELO ‘SOBRAPAR’ ESTÁ EM FILME

O filme “Extraordinário”, lançado no Brasil na última semana, traz a história de um garoto portador de uma síndrome rara (Treacher Collins) que o levou a fazer uma série de cirurgias na face. A exibição especial do filme acontecerá nesta quarta-feira, às 20h, na sala 1 do Cinemark do Iguatemi Campinas.

Aos 10 anos, ele irá frequentar, pela primeira vez, uma escola regular, e precisará lidar com as dificuldades. A experiência desse personagem é semelhante à de muitos pacientes do Hospital Sobrapar, de Campinas (SP), referência no país no tratamento da síndrome.

“Estou ansioso para ver um garoto como eu no cinema”, diz Pablo Diego A. de Lima, portador da síndrome que já realizou cinco cirurgias no Sobrapar.

Pablo é o protagonista de um teaser de 30 segundos a ser exibido na sessão especial do filme para convidados no shopping Iguatemi Campinas, contando sobre seu tratamento, que incluiu uma cirurgia para que o garoto começasse a ouvir.

Portador de microtia (deformidade congênita na qual pode haver ausência total da orelha e do canal auditivo), com surdez parcial, ele recebeu um implante auditivo ancorado no osso, permitindo a melhora da audição.

Em 36 anos de atividades, o Sobrapar atendeu cerca de 50 pacientes portadores dessa síndrome rara. Estudo coordenado pelo cirurgião plástico Cassio Eduardo Raposo do Amaral, vice-presidente do Hospital Sobrapar, avaliou que esses pacientes têm boa qualidade de vida por receberem tratamento multidisciplinar em um centro craniofacial especializado.

Treacher Collins é um distúrbio no desenvolvimento craniofacial causado principalmente por mutações genéticas, caracterizada pelo achatamento de ossos da face, queixo pequeno, orelhas pequenas, malformadas ou ausentes, surdez total ou parcial, defeito ocular, fendas das pálpebras inclinadas para baixo e palato (céu da boca) estreito ou fissurado.

“A gravidade dos sinais clínicos varia muito, mesmo entre pessoas da mesma família. Nos casos mais graves são pelo menos 15 cirurgias até os 18 anos de idade” explica Raposo do Amaral.

Um paciente com a síndrome tem 50% de risco de transmitir a síndrome a seus filhos. O teste genético pode confirmar o diagnóstico, sendo importante em casos com quadro clínico leve, quando há dúvidas no diagnóstico ou há apenas um indivíduo afetado na família.

bomba.jpg

– As Ambulâncias do vereador Mutran

Eu lecionei por alguns anos na Uninove, campus Vila Maria. E sempre via placas naquela região do vereador Wadih Mutran, sendo época de eleição ou não. Alguns diziam que ele fazia campanha a legislatura inteira agradando os moradores com transporte gratuito de passageiros para hospitais. Não sei se era verdade, mas sendo uma estratégia, funcionou por muito tempo!

Lendo o Estadão do domingo, uma surpresa: o agora ex-vereador tem um anúncio no Caderno de Classificados: VENDO AMBULÂNCIAS – 1985, 1990 e 1994, todas brancas. Tratar com Wadih Mutran (11) 2967-5151 / 2954-4840.

Será que é um anúncio sério ou aqueles “rolos” em que se publica algo como “informativo” a outros?

Curioso mesmo. Acabou a vereança, acabou a ajuda popular? Ou nada disso?

bomba.jpg

– Solidariedade: Arbitragem, Jogadores, Artistas, Celebridades, Clube e… Cambistas?

Todos estão sendo solidários para o “JOGO CONTRA A FOME; fome, somente de bola”, a ser realizado neste sábado à tarde em Jundiaí. (16h). A arbitragem ficará por conta de Regildênia de Holanda Moura (FIFA-SP, que apesar de superar os tempos físicos nos testes internacionais da categoria Masculino, não tem sido aproveitada a contento nos jogos da CBF e FPF).  Se não for um cachê aceitável ou a troco das despesas, certamente uma “taxa cheia” não há de ser; tudo para contribuir com o amistoso beneficente.

O jogador Nenê e seus amigos atletas, juntamente com o ator global Caio Castro (que são os organizadores / promotores do evento solidário), contam ainda com a cessão do estádio Jayme Cintra por parte do Paulista de Jundiaí (que mesmo na pindaíba, generosamente o emprestou – estando ainda poupando o gramado para a Copa São Paulo) e a presença da maior celebridade do esporte nacional (e uma das maiores do internacional): Neymar Jr, que já confirmou o ar da sua graça. A imprensa está divulgando bastante e os torcedores esgotaram os 14.000 ingressos há 10 dias, trocando-os por 18 toneladas de alimentos!

Tudo seria perfeito se não existisse a nefasta presença de CAMBISTAS! Pois é, pelo Facebook há pessoas aproveitadoras oferencendo o ingresso por R$ 100,00! E como é fácil para a polícia descobri-los pelas redes sociais, logicamente estarão na porta do estádio vendendo.

E aqui vai um conselho para alguém que encontre tais picaretas que se aproveitam da solidariedade do próximo para faturar na moleza: se você ver um cambista nas imediações, cerque-o e chame a PM. Cambismo é crime! Jogo solidário, para ajudar os necessitados, trazendo personalidades do esporte e da TV, movimentando a todos os setores da sociedade jundiaiense, e aí o sujeito vai na bilheteria e troca um saco de arroz para faturar R$ 100,00 por ingresso? É muita cara-de-pau. Não digo que o pilantra deva apanhar e ter seus ingressos arrancados à marra, pois sou contra qualquer tipo de violência, mas que eles devem ser confiscados e o cambista levado a ter uma canseira na delegacia, aí sim!

Mas… e quem COMPRA esses ingressos? Dar R$ 100,00 (ou mais) para um cambista só a fim de ver da arquibancada jogadores que se vê pela TV (sendo que haverá transmissão da Sportv), não me parece ser inteligente, tampouco solidário.

Não compactue com cambistas, denuncie!

Ops: uma última observação – e os flanelinhas de sempre que lá estarão? Se em jogos da série A3 os “guardadores de carro” pediam até R$ 10,00 (com o estádio vazio), imagine amanhã!

bomba.jpg
Foto: Esporte Jundiaí, referente ao evento passado (www.esportejundiai.com.br)

– Esperanças que Deveriam ser Constantes

Final de ano e muitos começam a fazer suas reflexões. Mudar de vida torna-se um propósito. Alimentar sonhos e ter conduta diferente de outros anos também surgem como possibilidades.

Mas, no mundo, o que vale é fazer a diferença. E tem gente de boa vontade que faz isso com maestria. Veja esse exemplo e se pergunte: Posso eu também fazer esses milagres acontecerem no dia-a-dia?

Extraído da Revista Época, Ed 2589, pg 39

UMA VITÓRIA DA VIDA

Nem mesmo a mãe do somali Minhaj Gedi Farah tinha esperanças que seu filho sobrevivesse ao grave estado de desnutrição que se encontrava. Aos 7 meses de idade (acima), ele pesava apenas 3 quilos – o equivalente a um recém-nascido. O bebê Minhaj foi salvo graças a uma ONG que bancou seu tratamento. Passou por 3 transfusões de sangue e recebeu alimentação intensiva. Três meses depois, em outubro, já estava com 8 quilos e um semblante saudável (abaixo). Minhaj foi uma exceção em meio a seca mais severa na região do Chifre da África em seis décadas, agravada pelo conflito militar na Somália.

E NÓS? FAZEMOS A DIFERENÇA NA VIDA DOS OUTROS?

– Suas Mãos estão Limpas?

Suas mãos estão limpas ou sujas?

E seu coração?

Digo isso pois leio no Twitter do Papa Francisco:

A verdadeira caridade exige um pouco de coragem: vençamos o medo de sujarmos as mãos para ajudar os necessitados.

Correto! Em casa, acomodados em nossos lares, nada faremos de bom.

url.jpg

 

– Doar Esperma?

Sou doador de sangue há muito tempo. Dias atrás, fui convidado a doar sêmem.

Sinceramente, fiquei em dúvida se tal ato realmente é de solidariedade. Respeito os bancos de esperma, mas… se o casal não consegue ter filhos, a adoção não seria o caminho mais adequado?

Ok, nada de críticas, pois respeito todas as opiniões. Mas penso que colaboramos muito mais com a adoção legal ao invés de caros tratamentos de fertilização.

E você, o que pensa sobre isso?

imgres.jpg

– A Política é o mais alto grau da Caridade. Acredite!

O Papa Francisco soltou mais uma de suas maravilhosas reflexões, corroborando Pio XI:

A Política é o grau mais alto da Caridade.

Sem dúvida, é! A raiz originária da Política traz o significado de que a sua prática é estar entre as pessoas. Ou seja, “fazer política” é a “arte de se relacionar”.

O problema é que no Brasil a Política tomou outro sentido: o do Poder, da Ganância e da Corrupção. Mudamos o termo para Politicagem e misturamos tudo!

Já imaginaram se os políticos brasileiros fossem integralmente honestos em todas as esferas? Claro, devem existir os corretos, mas são tantos os escândalos de desvios de dinheiro que perdemos o senso e não cremos na lisura das negociações e projetos dos nossos deputados, por exemplo.

Sem dúvida, se a Política fosse vivida em nosso país como lembrada pelo Papa Francisco, teríamos um Brasil mais justo, mais santo, mais rico e mais solidário.

bomba.jpg

– Dia do Doador Mundo afora: o Giving Tuesday!

Em mais de 80 países, uma tradição americana vingou: a do Giving Tuesday”, uma espécie de dia do doador, celebrada sempre na 1a terça feira de dezembro após o Dia de Ação de Graças”.

Algumas empresas e ONGs do Brasil celebrarão tal data. E as pessoas físicas também! A ideia é: pode-se doar roupas, brinquedos, sangue, tempo, serviço voluntário ou qualquer outra coisa. Em suma: um dia de solidariedade!

E aí, que tal fazer sua parte?

bomba.jpg
bomba.jpg

– Hoje é dia de colaborar! #DoeSangue, #DoePlaquetas

Nesta segunda-feira estou fazendo minha costumeira doação de plaquetas e hemoderivados (sempre revezando com as doações de sangue).

Não dói, você ajuda o próximo e sente o bem que faz dentro da sua alma.

Colabore, seja um doador voluntário de sangue ou de plaquetas. Os bancos desse precioso líquido estão precisando.

Seja solidário, a vida agradece!

– Dia Nacional do Doador de Sangue. Você costuma doar?

Hoje é Dia Nacional do Doador de Sangue. Já contei algumas vezes, sou doador voluntário apesar das minhas fobias com sangue e agulha. Porém, a satisfação em saber que ajudo alguém, sem nem conhecer quem receberá meu sangue, não tem preço.

Doe sangue, é algo que faz bem para o corpo e para a alma. Se eu que sou medroso costumo doar, por quê você não?

Veja esse vídeo: sangue não se compra em Lojas de Conveniência!

– Uma Carteirinha mais do que especial!

Minha filha Marininha sempre se preocupa com boas e importantes causas. E vejam só que criatividade: inventou a “carteirinha do bebê”, um documento completo de dados das crianças para ajudar os pais e o cuidado da saúde.

A postagem dela está em: https://blogdamarinaporcari.wordpress.com/2017/11/20/info-baby-a-carteirinha-do-bebe/

O blog dela é: https://blogdamarinaporcari.wordpress.com

Abaixo, o que ela escreveu lá:

INFO BABY, A CARTEIRINHA DO BEBÊ

Muitas pessoas passam transtornos na hora de registrar seu bebê ou quando precisa  provar que é seu filho (ou até mesmo quando tem dúvida sobre alguma informação de seu bebê).

Isso não é mais um problema agora graças a tecnologia. Eu mesma criei algo que pode acabar com este problema: a carteirinha do bebê, tem dados, nome, e até os nomes de todos os parentes próximos! Custa:

  • Modelo simples: R$ 5,00
    Modelo médio: R$ 10,00
    Modelo complexo: R$ 15,00

Basta entrar em meu blog (clique nos comentários) para a encomenda das carteirinhas:

1- Deixe seu endereço:

Nomes dos parentes e o que são da criança, como foi a gravidez, informações do bebê, foto da criança, data de nascimento e o hospital da criança. A e não se esqueça de colocar a primeira palavra da criança, alergias, tipo sanguíneo e preencher a tabela a seguir:

2- Tabela do (a) bebê :

Peso:
Atura:
Batizado:
Madrinha:
Padrinho:
Peso ao nascer:
Altura ao nascer:
Necessitou de UTI?
Médico:
Alergias:
Tipo sanguíneo:

3- Nome dos parentes:

Mamãe:
Papai:
Tata(o):
Pet:( Raça e nome)
Vovós:
Vovôs:
Titias:
Titios:

4- Data de nascimento:

Nome:
Hospital:
Informações da gravidez:

Claro, tudo isso lá nos comentários do meu blog, é só copiar e colar as tabelas e preencher as informações, veja um exemplo:

Esta é a capa da carteirinha:

IMG_3017
Esta é a contra capa:

IMG_3023

ESTOU ESPERANDO A MENSAGEM DE VOCÊS!!!

– Comungar-se com as Coisas que se Convive

Se você costuma praticar o bem, o hábito lhe transforma numa pessoa sempre boa. Se convive com solidários, a solidariedade se torna intrínseca em seu coração. Se procura pessoas sábias, a sabedoria se tornará cotidiana.

Acredito que a convivência influencia as pessoas (algumas em muito; outras, em pouco). Há de se ter muita resiliência para não se influenciar.

Compartilho tal reflexão:

Tudo o que amamos profundamente converte-se em parte de nós mesmos.

Helen Adams Keller, educadora americana(1880-1968)

Concordo e assino embaixo!

bomba.jpg

– O Pai do Garotinho Morto em Goiás: ser acima do limite humano!

Não consigo ficar vendo as matérias que vem de Goiânia dos garotos mortos pelo menino que sofreu bullying e atirou neles. Mas algo que não posso deixar de escrever: as declarações de um dos pais das vítimas!

Não sei o nome dele, mas ouvi sua entrevista falando que PERDOA o garoto que assassinou seu filho, pede para que os outros sejam misericordiosos com o menino atirador e que rezem por ele!

Você teria tão digna e magnífica atitude…?

bomba.jpg