– O Exemplo de Cupertino, padroeiro dos Estudantes

Aqui no Brasil, ele não é muito conhecido. Mas mundo afora São José Cupertino é tido como Patrono dos Estudantes. 

Compartilho, extraído de: CancaoNova.com

SÃO JOSÉ CUPERTINO

O santo de hoje nasceu num estábulo, a exemplo de Jesus, em Cupertino, no reino de Nápoles, a 17 de junho de 1603. Filho de pais pobres, tornou-se um pobre que enriqueceu a Igreja com sua santidade de vida.

José quando menino era a tal ponto limitado na inteligência que pouco aprendia e apresentava dificuldades nos trabalhos manuais, porém, de maneira extraordinária progrediu no campo da oração e da caridade.
São José foi despedido de dois conventos franciscanos por não conseguir corresponder aos ofícios e serviços comuns. Ele, porém, não desistia de recomendar sua causa a Santíssima Virgem, pela qual tinha sido anteriormente curado de uma grave e misteriosa enfermidade.
O poder da oração levou São José de Cupertino para o convento franciscano e ao sacerdócio, precisando para isso que a Graça suprisse as falhas da natureza. Desde então, manifestavam-se nele, fenômenos místicos acompanhados de curas milagrosas, que o tornou conhecido e procurado em toda a região.
Dentre os acontecimentos espirituais o que muito se destacou foi o êxtase, que consiste naquele estado de elevação da alma ao plano sobrenatural, onde a pessoa fica momentaneamente desapegada dos sentidos e entregue totalmente numa contemplação daquilo que é Divino.
São José era tão sensível a esta realidade espiritual, que isto acontecia durante a Santa Missa, quando rezava com os Salmos e em outros momentos escolhidos por Deus; somente num dos conventos onde viveu 17 anos, seus irmãos presenciaram cerca de 70 êxtases do santo. A fama das curas milagrosas se alastrava como uma epidemia, exaltando a imaginação popular, e obrigando o Frei José, a ser transferido de convento para convento. Mas, os fenômenos se repetiam e o povo lhe tirava todo o sossego.
Como na vida da maioria dos santos não faltaram línguas caluniosas que, interpretando mal esta popularidade atribuiu-lhe poderes demoníacos aos seus milagres e êxtases, ao ponto de denunciarem o santo Frei ao Tribunal da Inquisição de Nápoles. O processo terminou reconhecendo a inocência do religioso, impondo-lhe, porém, a reclusão obrigatória e a transferência para conventos afastados.
Depois de sofrer muito e de diversas maneiras, predisse o lugar e o tempo de sua morte, que aconteceu em 18 de setembro de 1663, contando com sessenta anos de humilde testemunho e docilidade aos Carismas do Espírito Santo.
Foi beatificado por Bento XIV em 1753 e canonizado por Clemente XIII em 1767.
São José de Cupertino, rogai por nós!

Imagem relacionada

Anúncios

– Socorrendo-se à Mãe Maria!

Gostei demais dessa imagem mariana. Repare no simbolismo: o manto da Padroeira, a coroa da Realeza, estrelas em forma da Cruz de Nosso Senhor no infinito, o Imaculado Coração e as crianças e anjos representando a Pureza e confiança na maternidade divina.

Em nossas dificuldades, procuramos sempre ajuda. Um colo de mãe muitas vezes ajuda, e a Virgem Mariaque não é deusa e nem adorada pelos seus filhos católicos, mas sim amada e venerada por ser a Mãe de Jesus, Serva do Pai e Esposa do Espírito Santoestá pronta para interceder por nós a seu Filho Amado.

Em nossas angústias, socorremo-nos à Nossa Senhora, sem ter vergonha de ficar embaixo da barra de sua saia (como na imagem abaixo).

  • Rogai por nós, ó Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém.

– Como deve ser o comportamento de um cristão?

O cristão deve se questionar, quando refletindo sobre sua missão:

  1. O quanto posso fazer?
  2. O que se pode fazer!
  3. E do que se pode fazer, DEVE-SE FAZER!

Resumindo: sempre querer fazer, nunca se omitindo. E fazer o máximo do que se consegue! É a base do Cristianismo: tentar imitar o Cristo crucificado pelos pecadores, agir como o Cirineu que carregou a cruz de outros culpados e sempre confiando como Nossa Senhora fez!

Entende a imagem abaixo? Ela representa muito bem isso. Caso exista dúvida, Leia o Evangelho de São Mateus, 5, 13-16.

Imagem relacionada

– Festa de Nossa Senhora das Dores

Hoje é um dia de muita alegria para a Comunidade Católica: recorda-se de Maria na veneração de Nossa Senhora das Dores. Tal devoção possui fundamentos bíblicos, pois é na Palavra de Deus que encontramos as sete dores de Maria: 


1) o velho Simeão, que profetiza a lança que transpassaria de dor o seu Coração Imaculado;

2) a fuga para o Egito; 


3) a perda do Menino Jesus;


4) a Paixão do Senhor;


5) a crucificação,

6) a morte e

7) a sepultura de Jesus Cristo.

Nós, como Igreja, não recordamos as dores de Nossa Senhora somente pelo sofrimento em si, mas sim, porque também, pelas dores oferecidas, a Santíssima Virgem participou ativamente da Redenção de Cristo. Desta forma, Maria, imagem da Igreja, está nos apontando para uma Nova Vida, que não significa ausência de sofrimentos, mas sim, oblação de si para uma civilização do Amor.

Nossa Senhora das Dores, rogai por nós!

(extraído de cancaonova.com)

bomba.jpg

– Exaltação da Santa Cruz!

Hoje é dia da Festa Católica da Exaltação da Santa Cruz!

A Cruz, sinal de loucura para muitos, se tornou sinal de Salvação a nós!” É ela símbolo da vitória da Vida sobre a Morte, da Ressurreição daquele que padeceu por nós.

Em algumas cidades brasileira, é feriado. Dia de refletir o martírio, de pensar sobre as “cruzes que carregamos no dia-a-dia”.

  bomba.jpg

– Festividade da Natividade de Maria (Aniversário de Nossa Senhora)

Hoje celebramos a festa da Natividade de Nossa Senhora, ou seja, o nascimento da Virgem Maria, mãe de Jesus.

Já fez sua Oração à Imaculada hoje?

Extraído de: http://is.gd/BB1XMK

FESTA DO NASCIMENTO DE MARIA

A Natividade de Nossa Senhora é celebrada pelos cristãos do Oriente desde o início do cristianismo.  Já no Ocidente, ela passou a constar do calendário litúrgico a partir do século VII.  Neste ano, será celebrada no dia 08 de setembro.

Celebrar a natividade de Maria é, em um sentido bastante humano, celebrar a festa de seu aniversário.  E como gostamos de celebrar o aniversário daqueles que nos são queridos!…  Maria nasceu de uma forma humana como cada um de nós: fruto do amor entre um homem e uma mulher, viveu em família e como toda jovem de seu tempo, um dia sonhou em casar-se e constituir sua própria família.

Uma vida normal, que talvez seguisse anônima se não fosse a sua aceitação total à vontade de Seu Senhor.  Maria, escolhida por Deus para ser mãe de seu Filho que encarnaria para a salvação da humanidade, recebe esta escolha, não sem antes questionar – o questionamento próprio da natureza humana – mas profundamente aberta ao caminho que o Pai passava a lhe mostrar.

Por isso tudo, celebrar a natividade de Nossa Senhora é celebrar um marco fundamental da história da salvação. Peça fundamental nessa história, Maria é a intercessão que ligará a Trindade à humanidade.  Através de seu corpo, por Deus preparado livre do pecado, Jesus vem ao mundo e nele realiza seu mistério salvífico.

Que a Festa da Natividade nos faça relembrar essa história tão especial, com os olhos agradecidos diante daquela que soube dizer sim e, através disso, tornar-se mãe não somente de Jesus, mas de toda a humanidade.

Uma oração pelo nascimento de Maria:

“Abri, ó Deus, para os vossos servos e servas os tesouros da vossa graça; e assim como a maternidade de Maria foi a aurora da salvação, a festa de seu nascimento aumente em nós a vossa paz.  Por nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém”.

Texto Bíblico sugerido:  Mt 1, 1-16.18-23

Resultado de imagem para natividade de Maria

(São Joaquim e Santa Ana, pais de Maria, aqui retratada quando criança)

– Madre Teresa de Calcutá: hoje, a Igreja a festeja!

Hoje é dia daquela que é modelo de Santidade para os dias atuais: Madre Teresa de Calcutá, a “Santa da Sarjeta”, canonizada pelo Papa Francisco.

Conheça sua maravilhosa história,

Extraído de: http://www.e-biografias.net/madre_calcuta/

MADRE TERESA DE CALCUTÁ

Missionária católica albanesa.

Madre Teresa de Calcutá (1910-1997) foi uma missionária católica albanesa.Logo cedo descobriu sua vocação religiosa. Com dezoito anos entrou para a Casa das Irmãs de Nossa Senhora do Loreto. Criou a Congregação Missionárias da Caridade. Dedicou toda sua vida aos pobres. Em 1979 recebeu o Prêmio Nobel da Paz. Foi Beatificada pela igreja católica em 2003.

Agnes Gonxha Bojaxhiu (1910-1997) nasceu no dia 26 de agosto na Albânia. Foi educada numa escola pública da atual Croácia. Ingressou na Congregação Mariana. Com o consentimento dos pais, entrou no dia 29 de Setembro de 1928 para a Casa das Irmãs de Nossa Senhora de Loreto, em Dublin, Irlanda. O seu sonho era a Índia, onde faria um trabalho missionário com os pobres. Em 24 de maio de 1931, fez votos de pobreza, castidade e obediência, recebendo o nome de Teresa.

Da Irlanda, partiu para Índia. Foi enviada para Darjeeling, local onde as Irmãs de Loreto possuíam um colégio. De Darjeeling a Irmã Teresa foi para Calcutá onde passa a ensinar História e Geografia no Colégio de Santa Maria, da Congregação de Nossa Senhora do Loreto, em Calcutá. Mais tarde foi nomeada Diretora.

Em setembro de 1946 durante uma viagem de trem, ouviu um chamado interior que a fez decidir abandonar o noviciado e se dedicar aos necessitados. Depois de apresentar seu plano, recebeu a autorização do Papa Pio XII, no dia 12 de Abril de 1948. Embora deixando a congregação de Nossa Senhora de Loreto, a Irmã Teresa continuava religiosa sob a obediência do arcebispo de Calcutá. Só em 08 de Agosto de 1948 ela deixou o colégio de Santa Maria.

Madre Teresa dirigiu-se para Patna, para fazer um breve curso de enfermagem. Em 21 de dezembro obtém a nacionalidade indiana. Data que reuniu um grupo de cinco crianças, num bairro pobre e começou a dar aula. Pouco a pouco, o grupo foi aumentando. Dez dias depois eram cerca de cinquenta crianças. Tendo abandonado o hábito da Congregação de Loreto, a Irmã Teresa usava um sári branco, debruado de azul e colocou-lhe no ombro uma pequena cruz. Ia de abrigo em abrigo levando, mais que donativos, palavras amigas e as mãos sempre prestáveis para qualquer trabalho.

Em 19 de março de 1949, as vocações começaram a surgir entre as suas antigas alunas do colégio. A primeira foi Shubashini. Filha de uma rica família, disposta a colocar sua vida ao serviço dos pobres. Outras voluntárias foram se juntando ao trabalho missionário. Mais tarde chamadas de “Missionárias da Caridade”. Em 1949, a constituição da irmandade, começou a ser redigida.

A Congregação de Madre Teresa, foi aprovada pela Santa Sé em 07 de outubro de 1950. Em agosto de 1952, é aberto o lar infantil Sishi Bavan (Casa da Esperança) e inaugurado o “Lar para Moribundos”, em Kalighat, auxiliando pobres, doentes e famintos. A partir dessa data, a sua Congregação começa a expandir-se pela Índia e por várias partes do mundo.

Madre Teresa de Calcutá recebe o Prêmio Nobel da Paz, em outubro de 1979. Nesse mesmo ano, João Paulo II recebe a Madre, em audiência privada e a nomeia “embaixadora” do Papa em todas as nações. Muitas universidades lhe conferiram o título “Honoris Causa”. E em 1980, recebe a ordem “Distinguished Public Service Award” nos EUA. Em 1983, estando em Roma, sofre o primeiro grave ataque do coração. Tinha 73 anos.

Em setembro de 1985, é reeleita Superiora das Missionárias da Caridade. Nesse mesmo ano, recebe do Presidente Reagan, na Casa Branca, a Medalha Presidencial da Liberdade, a mais alta condecoração do país. Em agosto de 1987, vai à União Soviética e é condecorada com a Medalha de ouro do Comitê Soviético da Paz. Em agosto de 1989, realiza um dos seus sonhos, abrir uma casa na sua Albânia, sua terra natal. Em setembro de 1989, sofre o seu segundo ataque do coração e recebe um marca-passo. Em 1990, pede ao Papa para ser substituída no seu cargo, mas volta a ser reeleita por mais seis anos, até 1996.

Madre Teresa de Calcutá morre no dia 05 de setembro de 1997, depois de sofrer uma parada cardíaca. Seu corpo foi transladado ao Estádio Netaji, onde o cardeal Ângelo Sodano, Secretário de Estado do Vaticano, celebrou a Missa de corpo presente. O mesmo veículo que, em 1948, transportara o corpo do Mahatma Gandhi foi utilizado para realizar o cortejo fúnebre da Mãe dos pobres. Em outubro de 2003 Madre Teresa de Calcutá é beatificada pelo Papa João Paulo II. Em 04 de setembro de 2016 é canonizada pelo Papa Francisco.

bomba.jpg

 

– Ora et Labora: São Gregório Magno e a Vida Contemplativa!

Hoje é dia de um grande Santo do Catolicismo – São Gregório Magno!

Conhecido pela sua forte espiritualidade e pelo discurso em prol ao trabalho e à oração, a fim de lutar por uma sociedade melhor, foi Papa no século VI. Como pontífice, pregou a caridade e o despego do materialismo mundano. Contemplativo ao extremo, deixou como marca da aproximação a Deus o canto – daí a busca da calmaria e introspecção através do que chamamos hoje de canto gregoriano.

  • São Gregório Magno, rogai por nós! Amém.

Resultado de imagem para são gregório

– Você conhece Dorotéia?

Eu não a conhecia. Mas nesses tempos em que o mundo necessita de pureza, compartilho a história dessa santa que a Igreja hoje celebra: Santa Dorotéia!

Extraído de CançãoNova.com:

SANTA DOROTÉIA

Escolheu viver sua juventude na castidade perfeita (virgindade consagrada), em jejum e com muita oração

Nascida em Cesareia da Capadócia no Século III, Santa Doroteia teve seus pais martirizados. Em sua liberdade e formação herdada principalmente dos pais, Doroteia escolheu viver sua juventude na castidade perfeita (virgindade consagrada), em jejum e com muita oração, atraindo desta maneira a afeição daqueles que eram testemunhas de sua humildade, doçura e prudência.

Doroteia foi uma das primeiras vítimas do governador Fabrício, que recebeu ordens imperiais para exterminar a religião cristã. Após um interrogatório, que não a fez renunciar a Jesus, ela continuava cheia de alegria, e dizia: “Tenho pressa de chegar junto de Jesus, meu Senhor, que chamou para si os meus pais”.

Teófilo, um advogado, em tom de brincadeira, disse para Doroteia que enviasse do jardim de seu esposo frutos ou rosas, e Doroteia, levando a sério, disse que se ele acreditasse em Deus ela faria o que ele havia pedido.

Aconteceu que antes dela morrer, pediu uns instantes para rezar, chamou um menino de seis anos e entregou-lhe o lenço com o qual havia enxugado o rosto a fim de que chegasse para o advogado Teófilo.

O menino entregou o lenço, justamente na hora em que Doroteia foi decapitada (no ano de 304) e Teófilo entendeu a mensagem de Cristo, e de perseguidor dos cristãos, converteu-se pelo testemunho e intercessão da santa mártir aceitando livremente morrer decapitado por causa do nome de Jesus.

Santa Doroteia, rogai por nós!

 bomba.jpg

– 5a para rezar!

Todas as 5as feiras são dedicadas à Adoração ao Santíssimo Sacramento – o Corpo de Cristo, Jesus Eucarístico, Pão dos Anjos e Alimento da Alma.

Já fez sua prece hoje e/ou reservou um momento para seu lado espiritual?

🙏🏻#Catolicismo #Eucaristia #Religião #Fé

– Viva Santo Agostinho, Doutor da Igreja!

Hoje é um dia de alegria para o católico: É Festa de Santo Agostinho, um jovem rebelde que se tornou Doutor da Igreja! É dele a célebre frase:

Quem canta reza duas vezes

Extraído de: http://santo.cancaonova.com/santo/santo-agostinho/

HISTÓRIA DE SANTO AGOSTINHO

Celebramos neste dia a memória do grande Bispo e Doutor da Igreja que nos enche de alegria, pois com a Graça de Deus tornou-se modelo de cristão para todos. Agostinho nasceu em Tagaste, no norte da África, em 354, filho de Patrício (convertido) e da cristã Santa Mônica, a qual rezou durante 33 anos para que o filho fosse de Deus.

Aconteceu que Agostinho era de grande capacidade intelectual, profundo, porém, preferiu saciar seu coração e procurar suas respostas existentes tanto nas paixões, como nas diversas correntes filosóficas, por isso tornou-se membro da seita dos maniqueus.

Com a morte do pai, Agostinho procurou se aprofundar nos estudos, principalmente na arte da retórica. Sendo assim, depois de passar em Roma, tornou-se professor em Milão, onde envolvido pela intercessão de Santa Mônica, acabou frequentando, por causa da oratória, os profundos e famosos Sermões de Santo Ambrósio. Até que por meio da Palavra anunciada, a Verdade começou a mudar sua vida.

O seu processo de conversão recebeu um “empurrão” quando, na luta contra os desejos da carne, acolheu o convite: “Toma e lê”, e assim encontrou na Palavra de Deus (Romanos 13, 13ss) a força para a decisão por Jesus:“…revesti-vos do Senhor Jesus Cristo…não vos abandoneis às preocupações da carne para lhe satisfazerdes as concupiscências”.

Santo Agostinho, que entrou no Céu com 76 anos de idade (no ano 430), converteu-se com 33 anos, quando foi catequizado e batizado por Santo Ambrósio. Depois de “perder” sua mãe, voltou para a África, onde fundou uma comunidade cristã ocupada na oração, estudo da Palavra e caridade. Isto, até ser ordenado Sacerdote e Bispo de Hipona, santo, sábio, apologista e fecundo filósofo e teólogo da Graça e da Verdade.

Santo Agostinho, rogai por nós!

Resultado de imagem para santo agostinho

– Amor de Mãe não se compara a nada!

Hoje é dia de Santa Mônica. E sabe quem foi ela?

Mãe de Agostinho, um jovem rebelde, problemático, que fez a mãe sofrer até o leito de morte. Ela, Mônica, incansavelmente o amou e rezou para a sua conversão em bom moço até o último suspiro, quando seu filho resolveu mudar de vida. Depois disso, faleceu.

Agostinho se tornou Santo Agostinho, filósofo e doutor da Igreja! É por isso que Santa Mônica é reverenciada como padroeira das mães aflitas.

bomba.jpg

– Dia Nacional do Catequista

Parabéns às pessoas de boa vontade que de coração se dedicam à Catequese e ensino religioso, sem esperar recompensa ou algo em troca, a não ser, a fé!

Hoje se celebra o Dia do Catequista (último domingo de Agosto), e o texto (abaixo) é de anos anteriores, mas está bem atual.

Extraído de: http://cancaonova.com/portal/canais/formacao/internas.php?e=11993

DIA DO CATEQUISTA

Ide e pregai o Evangelho a toda criatura!

A Igreja Católica celebra neste dia 25 o dia nacional do catequista. Na ação pastoral da vida eclesial é tão importante a missão do catequista, verdadeiros evangelizadores, que Jesus, antes de começar sua pregação, escolheu seus doze discípulos, que deveriam se espalhar pelo mundo inteiro, anunciando a boa nova, isto é, evangelizando as pessoas.

O número 12, na Sagrada Escritura, tem um sentido de totalidade, plenitude e, realmente, esses doze discípulos se multiplicaram em progressão geométrica e, entre eles, nós temos os catequistas, homens e mulheres dispostos a levar às crianças, aos adolescentes, aos jovens e aos adultos a mensagem de Cristo, promovendo a catequese renovada, à luz do Concílio Vaticano II.

Os catequistas e as catequistas lembram o próprio Senhor Jesus, pois, além de apresentarem o projeto do Pai a outras pessoas, pretendem formar novos discípulos missionários.

Nosso Senhor Jesus Cristo nos ajuda em seus métodos de evangelização, catequese e apostolado: Ele começa pela vida, em seus aspectos comuns, de forma a levar o povo à revelação do seu Evangelho.

Quando Ele disse a seus discípulos: “Ide e pregai o Evangelho a toda criatura”, estava iniciando com eles um trabalho de catequese, que foi multiplicado até os dias de hoje.

O mundo está tão conturbado com guerras, violência, ganância, egoísmo que pouca gente quer escutar a Palavra de Deus. É por isto que é muito louvável o trabalho do catequista nos nossos dias porque ele precisa abrir os olhos e os ouvidos das pessoas para a realidade sempre atual, em todos os tempos, da Palavra de Deus.

Que Deus, com largueza e profusão, abençoe nossos catequistas, homens e mulheres que, espontaneamente, se dedicam a transmitir ensinamentos cristãos. Que eles continuem no seu propósito de evangelizar e que consigam formar novos operários para a messe do Senhor, na escola da nova evangelização de discípulos-missionários.

Dom Eurico dos Santos Veloso, Arcebispo Emérito de Juiz de Fora (MG)

url.jpg

– Viva Santa Rosa de Lima!

Hoje é dia da 1a Santa a ser canonizada na América do Sul: a peruana Santa Rosa de Lima, cultuada por ser a padroeira e protetora dos negros, dos índios e dos humildes, além de sacrificar-se pelos necessitados.

Ah se o mundo seguisse tais exemplos de vida… Veja que bela reflexão que essa santa nos deixa:

bomba.jpg

– Dia de Nossa Senhora Mãe Rainha

Quem reza o terço em família, conhece bem essa devoção mariana: aos pés da capelinha, dedica-se as preces para a Mãe de Jesus sob essa belíssima invocação celebrada neste dia 22:

ORAÇÃO À NOSSA SRA. MÃE, RAINHA E VENCEDORA TRÊS VEZES ADMIRÁVEL DE SCHOENSTATT

Querida Mãe, Rainha e Vencedora Admirável de Schoenstatt! Com iluminada Confiança, me aproximo de tí, para receber teu auxílio em minha grande aflição; pois teu Divino Filho, na cruz, me deu a ti como minha mãe, dirigindo também a mim as palavras: “Eis aí tua Mãe !” E a ti disse ele: “Eis aí teu Filho !”. Que consolo para mim, receber-te por Mãe! Por isso dirijo-me a ti em meu grande sofrimento.

Bem conheces minha pesada cruz. Peço-te confiante, que me ajudes, ó grande Mãe e Rainha Três Vezes Admirável de Schoenstatt, pois nunca se ouviu dizer que tenha abandonado algum filho teu que buscou refúgio em ti. Tu mesma sentiste o peso e a aflição da vida! Estiveste ao pé da cruz, como a Mãe das Dores. E será que agora não irás atender ao meu pedido, quando te confio, suplicante, o meu sofrimento?

Não, jamais ! Tu és a saúde dos enfermos, a  consolação dos aflitos, o auxílio dos cristãos. Inspira-me, porém, confiança especial o fato de seres chamada  “Mãe Rainha Três Vezes Admirável”. Este honroso título expressa que sempre e em toda parte és admirável. Intercede, pois, junto ao teu querido Filho, para que me atenda. E, eternamente, quero cantar o teu Magnificat, bendizendo as misericórdias do Senhor. Amém.

Nossa sennhora tres vezes amiravel de Chenastat.jpg