– Rodrygo foi irônico ou não?

Ih, rapaz! Será verdade ou ironia?

Rodrygo, do Real Madrid, disse que o seu time esperava o Al Hilal para uma final, e não o Flamengo, por acreditar que os brasileiros não eram favoritos frente os sauditas.

Disse isso sinceramente, ou foi uma sarcástica declaração, a fim de provocar os brasileiros (como resposta ao vídeo de Marcos Brás dizendo “Real Madrid, pode esperar, a sua hora vai chegar”)?

Abaixo:

 

– Ética no esporte (na arbitragem e no relacionamento entre os envolvidos).

Olá amigos! Na próxima 3ª feira, 14 de fevereiro, estarei na Fundação Cásper Líbero lecionando aos alunos da Pós-Graduação em Jornalismo sobre Ética no Esporte (envolvendo Arbitragem e demais agentes). Um bônus pós-aula será uma breve atualização sobre as Regras do Jogo.

O evento é aberto para quem quiser participar, pois se trata de uma aula aberta (mediante prévia inscrição).

O convite foi feito pelo querido amigo Flávio Prado, que é Professor Titular na Cásper Líbero. Abaixo o convite:

Na terça-feira, 14/2, às 19h, Flávio recebe Rafael Porcari, comentarista esportivo, para a aula aberta da pós-graduação em Jornalismo Esportivo sobre o tema “Ética nos departamentos esportivos brasileiros”. O evento acontece na Sala Aloysio Biondi, no 5º andar da Faculdade.
Para participar, inscreva-se em bit.ly/3Y3sryR (ou clique no link da bio para acessar o site da Cásper e consultar a agenda de eventos).

#pósgraduação #posgraduacao#especialização #especializacao#jornalismoesportivo #jornalismo#esporte #direitodesportivo#comunicação #comunicacao#faculdade #vemsercásper#vemsercasper #cásperlíbero#casperlibero #cásper

– Afinal, Gerson recebeu cartões injustamente ou não?

Muita tristeza entre os flamenguistas após a derrota para o saudita Al Hilal; afinal, acreditava-se numa final entre Flamengo x Real Madrid pelo Mundial de Clubes 2022, disputado nesse começo de 2023.

Sobre a arbitragem do jogo em geral e várias considerações, postei aqui: https://professorrafaelporcari.com/2023/02/07/analise-da-arbitragem-de-flamengo-2×3-al-hilal-e-outras-consideracoes/

E especificamente sobre os dois cartões amarelos recebidos por Gerson, resultando na expulsão no final do primeiro tempo, expliquei em: https://youtu.be/xSDTOAI9sTc.

No vídeo, explico a Regra como ela é, e como se tem aplicado no Brasil e no Exterior.

– Bom dia, 4ª feira (1 de 4).

👊🏻 Olá amigos! Tudo bem? Já de pé para o dia render!

Por aqui, tudo pronto para suar mais uma vez em busca de saúde. Vamos correr a fim de produzir e curtir a tão necessária endorfina (controlando o cortisol)?

Pratique esportes. Sempre!

🏃🏻👟 #Fui #RunningForHealth #run #cooper #training #corrida #sport #esporte #running #asics #mizuno #adidas 

– O grupo do Paulista FC na 4ª divisão e o sistema de disputa.

Hoje foi divulgado como será a fórmula de disputa da “Bzinha”, e fica bem claro: tem que caprichar bastante para não se classificar para a segunda fase…

Abaixo:

DA FPF – Reunião define fórmula de disputa deste ano e nova divisão em 2024

A reunião do Conselho Técnico do Campeonato Paulista Sub-23 Segunda Divisão aconteceu na tarde desta terça-feira (7) e, além do formato de disputa para essa temporada, decidiu também a formação de uma nova divisão no futebol de São Paulo com 16 clubes a partir de 2024.

Com início marcado para 23 de abril e término previsto para 30 de setembro, o Campeonato Paulista Sub-23 da Segunda Divisão de 2023 será disputado em seis fases.

Na primeira, os 36 times serão divididos em 6 grupos regionalizados, classificando os quatro melhores à segunda fase, onde serão divididos em seis grupos de quatro equipes divididas de acordo com o critério técnico, conforme votou a maioria dos presentes. Os dois melhores de cada grupo, mais os quatro melhores terceiros colocados estarão classificados à terceira fase, onde os 16 times serão divididos em quatro grupos.

A partir desta fase, a competição será disputada em mata-mata, com os empates nos placares agregados sendo decididos nos pênaltis.

O prazo final de inscrição de atletas na Lista A da competição será em 16 de junho, antes da nona rodada. Os clubes poderão trocar quatro jogadores antes do início da segunda fase.

Nova divisão
Por maioria dos votos, ficou definido que em 2024 haverá uma nova divisão no futebol de São Paulo. Campeão e vice do Campeonato Paulista Sub23 Segunda Divisão deste ano garantem o acesso ao Paulistão A3 de 2024, enquanto as outras 14 melhores equipes da competição se juntam aos dois rebaixados da Série A3 deste ano para formar a nova divisão.

O Campeonato Paulista Sub23 da Segunda Divisão de 2023:

1ª fase
36 times
6 grupos
Do 1º ao 4º de cada grupo se classificam à 2ª fase.

2ª fase
24 times divididos em seis grupos levando em consideração o critério técnico
Classificam 1º e 2º de cada grupo, mais os 4 melhores terceiros à próxima fase.

3ª fase
Os 16 clubes classificados serão divididos em quatro grupos com confrontos em turno e returno, classificando os dois primeiros de cada grupo para as fases de mata-mata.

Empates nos placares agregados a partir desta fase serão decididos nos pênaltis.

4ª fase (quartas de final)
Os oito times classificados se enfrentam em mata-mata com jogos de ida e volta;

5ª fase (semifinal)
Os quatro times classificados se enfrentam em mata-mata com jogos de ida e volta que garantem aos vencedores vagas na final do campeonato e acesso à Série A3 de 2024;

6ª fase (final)
Os dois times classificados se enfrentam para definir o campeão.

Confira os grupos regionalizados do Campeonato Paulista Sub23 Segunda Divisão:

Grupo 1
Santacruzense
Penapolense
Fernandópolis
Tanabi
Tupã
Vocem

Grupo 2
América
Francana
Inter de Bebedouro
Batatais
Taquaritinga
Catanduva

Grupo 3
XV de Jaú
São-carlense
Independente
Mogi Mirim
São Carlos
União São João

Grupo 4
Amparo
Colorado Caieiras
Ska Brasil
Paulista
Rio Branco
União Barbarense

Grupo 5
Manthiqueira
Flamengo
Guarulhos
Atlético Mogi
Joseense
União Mogi

Grupo 6
Barcelona Capela
ECUS
Jabaquara
Nacional
Mauá
Mauaense

– Análise da Arbitragem de Flamengo 2×3 Al Hilal (e outras considerações).

Dar uma vaga direta aos Sulamericanos no Mundial de Clubes, para entrar no torneio na semifinal, é exagero hoje?

O Al Ain eliminou o River Plate-ARG. O Kashima eliminou o Nacional-COL. E se verificar os brasileiros… Mazembe com o Internacional, Raja Casablanca com Atlético, Tigres com o Palmeiras e agora o Al Hilal com o Flamengo.

Repare: os badalados e com elencos caríssimos, Palmeiras e Flamengo, foram eliminados no Mundial de Clubes recentemente, já na fase afortunada financeiramente dos mesmos, com Abel Ferreira e Vitor Pereira.

Por enquanto, NENHUM europeu foi eliminado nessa fase (semifinal).

Sobre o jogo: falamos antes da partida sobre as características de Istvan Kovacs (vide aqui: https://professorrafaelporcari.com/2023/02/07/analise-pre-jogo-da-arbitragem-para-flamengo-x-al-hilal-mundial-de-clubes-2022/). E ele atuou exatamente de acordo com o seu estilo (não aceitando reclamações ou indisciplinas).

Cartões bobos foram recebidos por Gerson (simulação) e Gabigol (reclamação) todos corretamente aplicados. Os dois pênaltis bem apitados, e a expulsão do próprio Gerson correta (pisão no adversário).

O interessante é a “cara de surpresa” do flamenguista quando foi expulso, e as reclamações dos seus companheiros. Ué, estavam acostumados com a arbitragem brasileira, mais “flexível” em algumas situações?

O Flamengo não pode reclamar da arbitragem, que foi correta nessa tarde.

Acréscimo: Perder para o Al Hilal, respeitosamente, para mim é um vexame. Por mais que seja um time rico, com jogadores da Seleção Saudita, no papel, homem a homem comparado, o Mengão é (ou seria) mais time.

Fico com a pulga atrás da orelha: se o Al Hilal disputasse o Brasileirão, em que posição ficaria? Ou a Libertadores? 

Ninguém saberá responder… Tanto quanto a outra questão: e se o Dorival Jr, o atual campeão da Libertadores e da Copa do Brasil, fosse o treinador?

Em tempo: a Conmebol ofereceu 5 milhões de dólares de prêmio-extra, como incentivo, caso o Flamengo (que representa a entidade), fosse campeão numa provável final contra o Real Madrid… não adiantou.

Foto: Divulgação Fifa.

– Análise Pré-Jogo da Arbitragem para Flamengo x Al Hilal (Mundial de Clubes 2022).

O romeno (descendente de húngaros) Istvan Kovacs apitará Flamengo x Al Hilal pelo Mundial de Clubes da FIFA 2022. E quem é ele?

É um árbitro de 38 anos, há 13 no quadro da FIFA (começou sua carreira bem jovem na Romênia), com quase 500 partidas trabalhadas e que apitou a final da Conference League, entre Roma x Feyenoord (a nova competição da UEFA).

Na Copa do Mundo de Seleções Catar 2022, atuou 7 vezes como 4º árbitro, sendo considerado o melhor nessa função. É rigoroso em jogadas mais ríspidas e exigente em boa disciplina em campo. Já está sendo trabalhado como árbitro principal para a Copa de 2026, na América do Norte.

Árbitro: Istvan Kovacs (Romênia).
Árbitro Assistente 1: Vasile Marinescu (Romênia).
Árbitro Assistente 2: Mihai Artene (Romênia).
Quarto Árbitro: Mustapha Ghorbal (Argélia).
VAR: Juan Martinez (Espanha).
AVAR: Redouane Jiyed (Marrocos).
AVAR de Impedimento: Mokrane Gourari (Marrocos).
AVAR de Suporte: Jeronme Brisard (França).

Flamengo x Al Hilal: veja onde assistir, escalações, desfalques e arbitragem | mundial de clubes | ge

Imagem extraída de GE.com

– Bom dia, 3ª feira (1 de 4).

👊🏻 Olá amigos! Tudo bem? Bem dispostos para mais um dia de vida?

Por aqui, tudo pronto para suar mais uma vez em busca de saúde. Vamos correr a fim de produzir e curtir a tão necessária endorfina (controlando o cortisol)?

Pratique esportes. Sempre!

🏃🏻👟 #Fui #RunningForHealth #run #cooper #training #corrida #sport #esporte #running  #adidas

– Assim não, Abel Ferreira…

Respeito o trabalho e as conquistas do treinador palmeirense Abel Ferreira, mas algumas coisas precisam ser ditas, após sua entrevista coletiva de sábado (Palmeiras 3×1 Santos).

Muito se repercutiu a fala dele de que: “Não estou aqui para agradar ninguém, estou aqui para ganhar. Não vim para o Brasil para fazer amigos”. Ao mesmo tempo que soa um pouco demagoga, mas que agrada a muitos, ela veio acompanhada de outra coisa que não se debateu:

“Na área técnica é o que for preciso para ganhar.”

Isso me chamou a atenção. Para quem está sendo constantemente advertido com o Cartão Amarelo e recebido Cartões Vermelhos pelo seu exagero, tal frase não é adequada, nem demonstra mudança de comportamento. Não pode ser “o que for preciso”, pois isso implica descumprir as regras, faltar com respeito e atrapalhar a arbitragem,.

Abel tem realmente feito “o que for preciso”?

Sim. Cansa ver a todo jogo suas caras e bocas de braveza, a desaprovação com os erros de arbitragem contrários (e quando a favor, silêncio total) e até o desnecessário chute no microfone. Se Abel Ferreira estivesse na Premier League, DUVIDO que estaria agindo assim. Ou seria expulso toda rodada, ou o seu clube já o tinha chamado a atenção. Como aqui no Brasil ele está vencendo, faz-se vista grossa a ele.

Evidentemente, por tais motivos, surgem aqueles que extrapolam nas críticas, como ocorrido na se semana passada. Não se persiga Abel (árbitros, jornalistas e torcedores), mas não se passe a mão para suas atitudes de arrogância ou exagero.

A frase completa, abaixo:

“Querem ver meus defeitos, tenho alguns. Na área técnica é o que for preciso para ganhar. Sou competitivo de natureza. Uns gostam da minha forma de ser, outros não. Não estou aqui para agradar ninguém, estou aqui para ganhar. Não vim para o Brasil para fazer amigos. Quando estou a competir é para ganhar. Essa é a minha forma de esporte. Eu aqui sou um boneco, mostro o que eu quero. O que realmente me interessa é o que os meus jogadores e minha família pensam… “

Em tempo: a CBF detestou o ocorrido na Supercopa, e o presidente da Comissão de Arbitragem já disse que tais chiliques serão intoleráveis no Brasileirão: https://professorrafaelporcari.com/2023/02/04/seneme-esta-bravo-aumentara-o-rigor-dos-arbitros-mesmo/

Foto: Cesar Greco / Palmeiras

– Bom dia, 2ª feira (1 de 4).

👊🏻 Olá amigos! Tudo bem? S’imbora começar mais uma semana com bastante ânimo?

Por aqui, tudo pronto para suar mais uma vez em busca de saúde. Vamos correr a fim de produzir e curtir a tão necessária endorfina (controlando o cortisol)?

Pratique esportes. Sempre!

🏃🏻👟 #Fui #RunningForHealth #run #cooper #training #corrida #sport #esporte #running 

– Grande e generoso Aloísio Chulapa!

Para quem pensa que é “só alegria” a vida do ex-atacante Aloísio Chulapa, ou que critica o jogador pelas histórias “do Danone”, não imagina o quão grande é o coração do rapaz.

Assista a entrevista dele no Ticaracaticast, e veja que generosidade em cuidar das crianças pobres e da população faminta.

É impossível não ser fã desse cara!

Em: https://www.youtube.com/live/5c-l1czly1g?feature=share

https://www.youtube.com/live/5c-l1czly1g?

– Bom dia, domingo (1 de 4).

👊🏻 Olá amigos! Tudo bem? Domingão também é dia de se exercitar!

Por aqui, tudo pronto para suar mais uma vez em busca de saúde. Vamos correr a fim de produzir e curtir a tão necessária endorfina (controlando o cortisol)?

Pratique esportes. Sempre!

🏃🏻👟 #Fui #RunningForHealth #run #cooper #training #corrida #sport #esporte #running #Puma #Adidas #Asics 

– Análise da Arbitragem de Guarani 0x1 Red Bull Bragantino.

No Brinco de Ouro da Princesa do Oeste, tínhamos uma arbitragem que era boa até aos 40 minutos do segundo tempo. Cartões bem aplicados e um ou outro lance equivocado de menor importância. Aliás, destaque para Fabrini Bevilaqua, a atenta bandeira que acertou todos os inúmeros impedimentos.

Entretanto, aos 85m, Natan Camargo (RBB) segurou Richard Rios (GFC). O jogador bugrino soltou o braço e atingiu com o cotovelo no rosto o adversário bragantino. A decisão correta era: cartão amarelo para Natan pelo agarrão, e cartão vermelho pela cotovelada. Entretanto, sem parecer ter alguma ajuda da VAR Daiane Muniz, o árbitro Flávio Rodrigues de Souza não advertiu Natan e nem expulsou Richard Rios, apenas dando cartão amarelo ao atleta campineiro. Errou feio.

A questão é: ele não viu a cotovelada, ou não entendeu assim (quem puder, assista o lance claro numa busca no Google)? Ou ainda: a VAR não ajudou?

Para um árbitro do quadro da FIFA, era fácil aplicar esse Cartão Vermelho e cumprir a Regra... lamentável.

Placar: 0x1
C Amarelos: 3×1
C Vermelhos: 0x0
Faltas: 9×13

Algumas anotações do jogo:

9 minutos: gol corretamente anulado de Bruninho (RBB), que estava à frente da linha da bola (nem precisou de VAR). Nesse lance, foi o 3º impedimento marcado pela atenta bandeira Fabrini Bevilaqua Costa.

24m: Cartão Amarelo para Gustavinho (RBB), corretamente aplicado, freiando o ataque do Guarani.

47m: Cartão Amarelo para Rafael (GFC). Ele entrou no intervalo, e cometeu uma falta aos 30segundos e outra (mais forte em Capixaba) a 2 minutos. Correta advertência.

49m: Ivan (GFC) empurra com as duas mãos Sorriso (RBB), impedindo que continue a jogada de ataque. Desatento, o árbitro não percebeu e entendeu como disputa de bola normal.

58m: Wenderson (GFC) leva um drible “de categoria” de Gustavinho (RBB) e apela, fazendo falta e apelando. Cartão Amarelo bem aplicado.

– Seneme está bravo. Aumentará o rigor dos árbitros mesmo?

“Se não for pelo amor, vai ser pela dor”! É isso que disse Seneme, sobre a obediência de seus comandados quanto às suas recomendações de rigor.

Ao Podcast “Hoje Sim”, de Cléber Machado, o presidente da Comissão de Árbitros da CBF reclamou que não gostou do que viu no jogo da Supercopa entre Palmeiras 4×3 Flamengo, e que todos terão que mudar de postura: árbitros, jogadores e comissões técnicas. E sobre como está preocupado com a falta de autoridade da arbitragem, disse em determinado momento:

“– Eu resumiria, e vou explicar depois, assim: se não vai no amor, vai na dor. Depois de nove meses [no cargo de presidente da CA-CBF], a mensagem é clara para 2023. E esse jogo da Supercopa me deu uma referência excelente do que eu tenho que fazer para 2023. Provavelmente vai ser na dor. A instrução para os árbitros vai ser muito clara. Árbitro de futebol está lá para aplicar a regra do jogo. E ele, na sua autoridade, sem que passe do limite, pois de igual maneira será punido se passar, se for omisso a regra do jogo, vai ser punido, vai ser afastado, vai ficar em casa. Não vai ser em tom de ameaça, mas em tom de determinação (…) Essa mesma mensagem vamos tomar a liberdade de dar aos clubes. Vamos produzir materiais exemplificando situações que ocorreram, e a maneira que os árbitros vão proceder em determinadas situações disciplinares. Vocês, da imprensa, vão ter o material para poder dizer se o árbitro cumpriu ou não o que foi determinado. O erro foi do jogador ou do árbitro que deixou realizar? Essa vai ser a maneira que vamos trabalhar. Não há outra maneira, na nossa visão, que não seja essa.

Sinceramente, já ouvi esse mesmo discurso de outros dirigentes, tempos atrás. Tomara que agora, a coisa aconteça de verdade.

Wilson Luiz Seneme, presidente da comissão de arbitragem da CBF — Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Extraído de Ge.com. Foto: Lucas Figueiredo/CBF.

– O disparate no clássico da saudade.

Não me recordo de um jogo entre Palmeiras x Santos tão diferente como o desse sábado:

– Um clube endinheirado, o outro endividado;

– Um time tão entrosado, o outro tão bagunçado;

– O Palmeiras tão calmo, o Santos tão agitado;

– O Verdão tão experiente, o Peixe com tantos jovens.

A questão é: vai sobrar para o Odair Hellmann caso o Santos seja derrotado jogando novamente mal? Ele não tem “ovos para fazer omelete”

Palmeiras x Santos: veja onde assistir, escalações, desfalques e arbitragem  | campeonato paulista | ge

Imagem extraída de Ge.com

– Bom dia, sábado (1 de 4).

👊🏻 Olá amigos! Tudo bem? Prontos para o sabadão?

Por aqui, tudo pronto para suar mais uma vez em busca de saúde. Vamos correr a fim de produzir e curtir a tão necessária endorfina (controlando o cortisol)?

Pratique esportes. Sempre!

🏃🏻👟 #Fui #RunningForHealth #run #cooper #training #corrida #sport #esporte #running  #adidas #reebok

– Análise Pré-Jogo da Arbitragem para Guarani x Red Bull Bragantino.

Para o confronto do Bugre contra o Massa Bruta, teremos:

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza
Árbitro Assistente 1: Fabrini Bevilaqua Costa
Árbitro Assistente 2: Rafael Tadeu Alves de Souza
Quarto Árbitro: Márcio Mattos dos Santos
VAR: Daiane Muniz dos Santos
AVAR1: Leonardo Augusto Villa
Observador VAR: Carlos Augusto Nogueira Junior
Quality Manager: Mário Nogueira da Cruz
Analista de Video: Osny Antonio Silveira
Técnico de Garantia FPF: Lucas Rodrigues de Carvalho
Operador de Replay: Raul Holanda
Técnico de Garantia Estádio: Gustavo Xavier
Assistente de Area de Revisão: Gustavo Gama Fiel da Silva

Um árbitro FIFA e bandeiras em ascensão na carreira: em tese, teremos uma arbitragem tranquila em Campinas. Neste ano, Flávio apitou 3 jogos do Paulistão: Palmeiras 0x0 São Bento, Ferroviária 1×2 São Paulo e Santos 1×1 Ferroviária (repare: nenhum mandante ganhou com ele nessa temporada).

No ano passado, Flávio bobeou e em Red Bull Bragantino 1×1 Palmeiras deu um pênalti inexistente, relembre: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2022/03/20/quando-o-var-estraga-o-jogo-o-penalti-literalmente-da-pisada-na-bola-em-red-bull-bragantino-1×1-palmeiras/

Desejo uma boa arbitragem e um grande jogo!

Acompanhe conosco o jogo Guarani x Red Bull Bragantino pela Rádio Futebol Total, acessando o App na sua Play Store / App Store, ou:
YouTube: https://www.youtube.com/c/CANALDOLOREDO, ou
Facebook: https://www.facebook.com/radiofuteboltotalbraganca, ou
Twitter: https://twitter.com/radiodaverdade,
ou ainda pelo site: http://radiofuteboltotal.com.
Narração de Sérgio Loredo, comentários de Lucas Salema, reportagens de Pietro Loredo e análise da arbitragem com Rafael Porcari. Sábado, 04/02, 16h00. Mas desde às 15h00 estaremos no ar para levar a melhor transmissão para você, torcedor!

– Bom dia, 6ª feira (1 de 4).

👊🏻 Olá amigos! Tudo bem? Caindo da cama pois o tempo urge!

Por aqui, tudo pronto para suar mais uma vez em busca de saúde. Vamos correr a fim de produzir e curtir a tão necessária endorfina (controlando o cortisol)?

Pratique esportes. Sempre!

🏃🏻👟 #Fui #RunningForHealth #run #cooper #training #corrida #sport #esporte #running #Mizuno #Nike #Adidas 

– O investidor e o Paulista se deram esperanças?

No Comunicado do Paulista FC sobre o calote da SAF, me chamou a atenção o seguinte trecho:

As tratativas permanecem em aberto inclusive para a Two Me, caso mantenha o interesse e consiga resolver suas questões internas.

Eu já teria caído fora e dito isso claramente, mas entendo: é uma resposta educada da diretoria, não continuariam dando esperanças para esse pessoal. Racionalmente, sem chance de continuar com esse investidor que nada investiu. Porém…

Recebi um comunicado, da empresa de Victor Monteiro (EM SUPOSIÇÃO, leia mais abaixo), mantendo o interesse e dizendo que deseja, assim que possível, fazer o aporte (leia o último parágrafo). Não tem nenhuma assinatura de pessoa física, mas somente o timbre comercial (a empresa foi montada recentemente):

É para se perder tempo ou não? Mas faço a observação: sem assinatura, é um documento de verdade?

 

– Pobre Vinícius Jr… um clássico caso de preconceito.

Eu não consigo entender, mesmo tentando entrar na cultura do povo espanhol: que raio de má vontade estão tendo com Vini Jr?

O jogador brasileiro sofre inúmeras manifestações racistas, não reage contra seus opositores com mesma pobreza de valores, pede punições para eles, e ainda é questionado?

O atleta mantém obras sociais educacionais, e não se vangloria por isso. Não cria polêmicas com ninguém. É educado, cheio de virtudes, e está pagando um preço caríssimo por parte de torcedores e adversários. Eu, sinceramente, não consigo compreender… a única coisa seria: são racistas convictos, desavergonhados de admitir tal tontice?

Força, garoto. A última triste manifestação veio do zagueiro Raíllo, do Mallorca. Leia abaixo e pense: o que Vinícius Jr fez???

– Bom dia, 5ª feira (1 de 4).

👊🏻 Olá amigos! Tudo bem? Animados para mais uma jornada?

Por aqui, tudo pronto para suar mais uma vez em busca de saúde. Vamos correr a fim de produzir e curtir a tão necessária endorfina (controlando o cortisol)?

Pratique esportes. Sempre!

🏃🏻👟 #Fui #RunningForHealth #run #cooper #training #corrida #sport #esporte #running #Adidas #Asics #Nike 

– E o cara de 100 milhões não pagou nem 300 mil… Mas há um porém!

Desde o início, falamos sobre as preocupações em se tornar uma SAF e ofertar a mesma para investidores de origens duvidosas. 

“Duvidosas”, se entenda:

  • Sendo do ramo do futebol e conhecendo os trâmites;
  • Tendo dinheiro de verdade e não de especulação; 
  • Procedendo de mercado honesto com dinheiro limpo.

Em 3 postagens, insistimos:

  • o interessado, Victor Monteiro, tem mesmo 100 milhões de reais para colocar num clube que está na 4ª divisão estadual e fora de qualquer divisão nacional?
  • por quê alguém investiria tão alto num time nessas condições, onde o campeonato tem 3 meses e as dívidas são altas?

Custou-me a crer que as pessoas envolvidas acreditavam nesse conto de fadas (textualmente, pontuei: “é sério que o investidor pagará à vista todas as dívidas do Paulista assim que assumir, se assumir?” E um membro do Conselho retrucou perguntando se eu estava duvidando do advogado, da negociação, do Presidente Lula, do Papa Francisco e bla-bla-blá.

Sim, é óbvio que duvidei, e que todos duvidaram. Sempre torci para que os clubes virassem SAFs / empresas / instituições sérias, respondendo à necessidade de modernização da gestão do futebol brasileiro. E, especialmente, por torcemos pelo Paulista FC, sempre a preocupação foi para o bem do Galo. E o que é melhor, logicamente, não é fazer as coisas por emoção, mas pela razão!

Sou a favor de uma SAF, mas essa, de um cara que ninguém conhece e que claramente não tinha a grana, evidentemente não era uma boa.

Aqui o “PORÉM” citado acima, no título:

  • Um negócio como esse tem que ser feito com calma. Quando você dá a permissão para o avanço de uma negociação e permite um aporte, é porque você acredita nas promessas da pessoa, tendo investigado tudo (idoneidade, capacidade financeira e outras nuances). Se você é prudente, espera a comprovação de que o cara tenha dinheiro para começar a negociar com essa pessoa, e aí cobra o aporte. Tudo foi errado! Os torcedores avisaram, as forças-vivas da cidade alertaram, o mundo pediu prudência! E aí, vem um tiro no próprio pré…

Por quê um tiro no próprio pé?

Pois ficou evidente que esse investidor fez a todos de bobos e prejudicou a imagem dos cartolas e da instituição. Há quanto tempo Rodrigo Alves, o presidente do Paulista, ou Fernando Drezza, o conselheiro, depositaram publicamente as esperanças nessa aventura, mesmo com tantos avisos?

Detesto a expressão:eu te disse, eu te disse, eu te disse”. Mas todos disseram! Ninguém torceu contra o Paulista, todos torceram a favor de que não fosse lesado.

Dois pontos finais: 

  1. Aceitar prolongar a conversa com esse cara, que segundo as publicações de um conselheiro não começaram no período eleitoral, mas desde o começo do ano, para ter esse fim pífio, mostra que a diretoria foi muito ingênua (e aqui, os assessores dela estão incluídos). E se não foi ingênua, foi má administradora, pois iludiu muitas pessoas que agora estão decepcionadas. Não adianta falar que “fizemos o correto e abandonamos o negócio”, pois isso deveria ter sido feito antes de se divulgar publicamente o interesse; afinal, demonstrou ter caído na lábia do investidor, que enganou a todos por tanto tempo. 
  2. Tais situações desacreditam o Paulista como investimento. Quando uma empresa séria, com dinheiro e desejo de investir, vê tais situações (as do Victor Monteiro, Kah Sports / Fut Talentos, Magnata, Campus Pelé), é evidente que tem medo de se associar – por culpa de tudo isso.

Enfim: torçamos para que o Paulista se viabilize, e, de coração, que as pessoas que meteram os pés pela cabeça acreditando em Papai Noel, sejam mais humildes e aceitem conselhos como: “tenham precaução, sejam prudentes e façam o cara provar que tem dinheiro antes de perder tempo, esforço e arranhar a imagem com isso”.

Insisto: numa das postagens, em dezembro, às vésperas das Eleições, divulgou-se que há meses já havia um encaminhamento. Se isso foi mesmo verdade, é um tremendo mico ser enganado por tanto tempo… A experiência e a sabedoria mandariam pedir garantias financeiras logo nos primeiros encontros, não depois de tanto tempo. Que tudo isso sirva para maior humildade e menor arrogância daqueles que criticam quem alerta sobre esses perigos de mercado.

 

Imagem extraída de: https://br.depositphotos.com/stock-photos/dinheiro-voando.html

– O Mundial de Clubes é realmente mundial?

O Futebol Profissional tem sua história contada pelo universo da FIFA, que é a entidade predominantemente organizadora desse esporte no planeta. Mas nem sempre foi assim: a FIFA não inventou o futebol, foi boicotada por anos pela Inglaterra e se desenvolveu financeiramente (de que jeito / como foi isso, é outro assunto) com João Havelange.

Para o seu poderio ser sempre perene, ela não costuma reconhecer nada que esteja fora da sua organização. Exemplo disso: os ditos Mundiais chamados Taça Rio, Intercontinental South America-Europa Cup ou Toyota Cup, até há pouco tempo, não existiam para ela. Quando realizou a sua primeira “Copa do Mundo de Clubes” em 2000 (organizada pela ISL), ainda os ignorava. Somente em 2005, quando a Toyota se tornou parceira dela, começou a reconhecer os títulos dos torneios que ela chamava de “Intercontinentais”.

Nos anos 50, a Taça Rio foi entendida como uma Copa do Mundo naquela época. Com o passar do tempo e a pouca frequência de suas edições, “perdeu valor e importância”. Mas em 1951, o nível dos participantes era altíssimo, e se considera um Mundial daquele período – fora do universo FIFA.

Nos anos 60 e 70, quando os sulamericanos nivelavam com os europeus em clubes (ou eram até melhores), o Santos de Pelé, o Benfica de Eusébio e outos tantos timaços eram os legítimos campeões mundiais – pois o futebol de clubes fora da Europa ou da América do Sul era de baixíssimo nível. Daí o motivo dos dois continentes jogarem – e estavam ainda fora do universo FIFA.

Nos anos 90, com mais dinheiro na competição e bancado pelos japoneses da Toyota, vimos clubes como o São Paulo de Telê Santana encarar o Barcelona e o Milan – e ainda fora do universo FIFA.

Nos anos 2000, começou a “queda de braço”: Boca Juniors campeão mundial fora da FIFA, e Corinthians por ela (com clubes importantes como Real Madrid e Manchester United jogando “com má vontade”, declaradamente em ritmo de férias e brigando para não disputar).

Em 2005, há a fusão dos torneios e a coisa perdura até hoje. Mas o problema é: não existem datas, calendário e tempo para se organizar uma Copa do Mundo de Clubes, aos moldes da de Seleções. Por isso, o Mundial atual é uma versão da Copa das Confederações de Clubes.

Em Seleções, o campeão da Confederation’s Cup não é campeão mundial de futebol, mas intercontinental. Essa lógica não funciona para os clubes na FIFA, pois o modelo da sua World Cup de times é de promover a disputa dos campeões continentais. Daí decorre o fato de em alguns anos, existirem clubes como o Raja Casablanca sendo o vice-campeão mundial de futebol (em tese, o 2o melhor time do mundo).

Eu respeito todos os campeões dos torneios que foram chamados de Mundiais anteriormente a esse e a esse atual também, afinal, é o que se tinha / tem. O ideal não existe ainda, e seria para mim: 16 agremiações, sendo 8 europeus, 4 sulamericanos e 4 dos demais continentes, divididos em 4 grupos de 4. Sempre contando com 2 europeus, 1 sul-americano e 1 outro no grupo. E é essa a lógica exigida pela geografia econômica do futebol atualmente (embora o calendário impeça sua realização).

E você, o que pensa disso? Lembre-se: nas Copas do Mundo, há Seleções que não quiseram viajar, edições que eram por convite ou ainda que nem todas as principais forças do planeta jogaram. Porém, o mesmo peso do Uruguai bicampeão de 1930/50 é o da França 1998/2018…

Imagem extraída de: https://placar.abril.com.br/placar/mundial-de-clubes-ja-comecou-tabelas-jogos-e-onde-assistir/

– Bom dia, 4ª feira (1 de 4).

👊🏻 Olá amigos! Tudo bem? Já de pé para o dia render!

Por aqui, tudo pronto para suar mais uma vez em busca de saúde. Vamos correr a fim de produzir e curtir a tão necessária endorfina (controlando o cortisol)?

Pratique esportes. Sempre!

🏃🏻👟 #Fui #RunningForHealth #run #cooper #training #corrida #sport #esporte #running