– Real Madrid 3×1 Liverpool: a UCL com provável campeão confirmado e roteiro inesperado!

A graça do futebol é justamente o fator surpresa. Não que seria surpreendente a vitória merengue, mas sim os protagonistas e antagonistas da UCL.

O goleiro costarriquenho Navas é criticadíssimo pelos madrileños, mas quem falhou foi seu colega de posição e adversário, o alemão Karius. Isso, ninguém esperava.

Para mim, o inesperado mesmo foi a decisiva participação de Gareth Bale, que não vai ao Mundial da Rússia mas foi o melhor do jogo final da Liga dos Campeões da Europa. Sempre questionado no elenco dos galáticos, fez um golaço de bicicleta.

Fale sério: você esperava isso?

Ops: ouço algumas queixas contra a arbitragem. Mas pelo pouco que vi, não ouve interferência alguma no resultado.

Resultado de imagem para real madrid liverpool

Anúncios

– Escala da Arbitragem para Amparo x Paulista

João Vitor Gobi apitará Amparo x Paulista pela rodada 8 do Paulistão Sub 23 da 2a divisão, auxiliado por Vladimir Nunes da Silva e Ademilson Lopes da Silva Filho. Saulo Samuel Muniz Felix seria o quarto-árbitro.

A curiosidade é: o árbitro estreará em jogos profissionais nesse jogo. Com 22 anos (ele também é Sub 23, fará aniversário em Novembro), Gobi irá ter na sua história no mundo de futebol que estreou em uma partida de futebol apitando o líder da divisão.

Calma, serenidade, competência e boa sorte: é o que desejo ao juizão nesse momento importante a ele.

OPS: CORREÇÃO – ALERTADO PELO AMIGO IVAN GOTTARDO, INFORMO QUE A ESTREIA DO ÁRBITRO EM JOGOS PROFISSIONAIS FOI NA RODADA 6: INDEPENDENTE 4X1 BARUERI

Resultado de imagem para estreia

– Morreu J Hawilla. Tem gente aliviada?

Morreu o jornalista e “empresário do marketing”, J Hawilla. Dono de um conglomerado de empresas, foi a pessoa mais importante em delatar ao FBI os esquemas de corrupção do futebol brasileiro, após sua prisão nos EUA.

Será que contou tudo o que sabe?

O que levará para o túmulo, junto de si?

Tenhamos certeza: muita gente respirou aliviada…

Resultado de imagem para J Hawilla

– Campeonato de Futebol do Taiti tem boas regras?

A Tahiti League Mana é desconhecida para nós. Totalmente. Mas é a 1a divisão de futebol do Taiti (país que se fez mais divulgado no esporte bretão em 2013, na Copa das Confederações do Brasil).

E por quê falamos desse torneio?

Porque lá, uma vitória vale 4 pontos, o empate vale 2 e a derrota vale 1. Nenhum resultado vale 0. E tudo aprovado pela FIFA.

Me recordei do falecido ex-presidente da FPF, Eduardo José Farah, que certa vez modificou a pontuação do Campeonato Paulista. Todo empate deveria ser decidido em cobranças de pênaltis. Se o empate fosse 0x0, o vencedor da disputa nos tiros penais levaria 1 ponto e o perdedor 0. Se fosse empate em gols, 2 pontos para o vencedor das cobranças e 1 ponto para o perdedor.

Em tempos em que se discute novidades no futebol, que tal se discutir a pontuação por vitória, também? A propósito, por que quem vence de 1×0 ganha 3 pontos igualmente como quem vence de 7×0? Lembro-me que a resistência foi grande quando se passou dar 3, e não 2 pontos para a vitória. 

Você mudaria alguma coisa?

Resultado de imagem para taiti

– Zagallo, o injustiçado

Vejo uma foto no site da CBF onde se mostra Zagallo recebendo uma camisa 13 (seu número da sorte, como costuma contar) do atual treinador Tite.

Se tivesse nascido em outro país, Zagallo teria uma estátua na entrada da CBF. Jogador, treinador, técnico e coordenador das Seleções Brasileiras que ganharam as 4 primeiras Copas do Mundo. Só não foi em 2002, mas vice em 98.

O problema é que o ar folclórico, o excesso de otimismo e algumas rusgas do “Velho Lobo” fazem as gerações mais novas o desrespeitarem. Lembram do: “Vocês vão ter que me engolir”, após vencer a Copa América, às vésperas da Copa da França?

Mário Jorge Lobo Zagallo: uma figura mítica (e por quê não: mística também) da Seleção Brasileira.

Eu o respeito demais, não só pelos seus cabelos brancos, mas pelo seu passado. Aliás, me choca um pouco vê-lo tão debilitado pela avançada idade.

Dd-qTsEVAAAlOFS

– Carille: ruim de diplomacia, ótimo em dinheiro no bolso.

Que papelão de Fábio Carille, na cara lavada, ao chamar a imprensa de mentirosa e depois se mandar para a Arábia Saudita!

Primeiro, negou que estava indo para o Al Hilal. Depois, aceitou a proposta do Al Wehda, um time tradicional da segundona árabe que subiu para a 1ª divisão. Tudo isso num prazo curtíssimo de tempo.

Entendo que muitos mentem em negociações. Mas fazer da forma que ele fez, com chilique, foi exagerado.

Aliás: como acertar tudo em dois dias, como dito, sendo que envolve uma Comissão Técnica inteira além dos familiares e pessoas que as rodeam?

Ninguém decide assinar um contrato de tempo tão logo e ir ao Oriente Médio do dia para a noite – mesmo com “dois caminhões de dinheiro”, como foi dito.

Enfim: será muita grana mesmo. Mas vai sumir do mercado, não tenha dúvida.

Resultado de imagem para Fabio carille al

– Acabaram os apelidos no Futebol?

Antes, tínhamos Pelé, Garrincha, Zico, Telefone, Índio, Vavá, Didi, Tostão, Biro-Biro e por aí vai.

Devido ao marketing, os jogadores ganharam nomes compostos: Marcos Assumpção, Flávio Conceição, etc. Mas algo que chama a atenção: tivemos há pouco tempo uma geração de Felipe Isso, Felipe Aquilo, Felipe Ciclano, Felipe Beltrano. Depois os Brunos; aí vieram os Lucas (Leiva, Moura, Silva, Santos, Fernandes). Daí os Thiagos e Tiagos. Agora: os Mateus A, Mateus B e Mateus C e os Matheus com “th”.

Se fosse na Década de 70, ou teriam apelidos ou seriam Mateus Segundo ou Mateus Terceiro, conforme o costume da época. Não dá um certo saudosismo?

bomba.jpg

– Ótimos e curiosos jogos antigos (RARIDADE)

Amigos, algo sensacional!

 

Meu amigo Ivan Gutierrez enviou uma seleção de jogos, gols e entrevistas históricas do futebol, desde os vídeos mais recentes até àqueles dos tempos em que não existia TV no Brasil!

 

Por exemplo: Domingos da Guia e Leônidas da Silva na Copa de 38; amistosos do Paulistano em 1925; Fla-Flu da década de 20! Abaixo:

Seleção Francesa 2 x 7 Paulistano (extinto clube de São Paulo) – amistoso em Paris, com Friedenreich, em 1925.
http://www.youtube.com/watch?v=D1kXX1nfXTk



Brasil 6 x 5 Polônia – Oitavas de Final da Copa do Mundo de 1938, na Itália,com Leônidas e Domingos da Guia.
http://www.youtube.com/watch?v=cecyhZCKu1w


Brasil 2 x 0 Iugoslávia – Primeira Fase da Copa do Mundo de 1950, com entrevistas de Barbosa, Bauer e Zizinho.

 http://www.youtube.com/watch?v=nocsH6NSOsA


Brasil 1×2 Seleção do Sul – Amistoso em 1983, com Pelé, que já havia parado de jogar desde 1977.
http://www.youtube.com/watch?v=w58uBRH_9y0


Brasil 1×0 Escócia – Torneio Sesquicentenário da Independência do Brasil, em 1972, com Gérson, Jairzinho, Tostão, Rivellino, etc…
http://www.youtube..com/watch?v=bJ2EV3c_2AY


Brasil 1×0 Tchecoslováquia – Amistoso em 1971, com Gérson, Tostão, Rivellino, etc…
http://www.youtube.com/watch?v=Eliy2TnLpG4


Brasil 2X2 Iugoslávia – Despedida de Pelé na Seleção Brasileira, em 1971, no Maracanã (RJ) – Só o Hino Nacional.
http://www.youtube.com/watch?v=_tJ70D3iBC4


Brasil 2×1 México – Amistoso em 1968, no Mineirão, com Pelé, Gérson e Jairzinho.

http://www.youtube.com/watch?v=Rz2ntNzh5q0


Brasil 6×2 Colômbia – Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1970
http://www.youtube.com/watch?v=u-AEcsgitLQ


Brasil 3×3 Iugoslávia – Amistoso em 1968
http://www.youtube.com/watch?v=bNNX5-9Zcv0


Brasil 3×0 Iugoslávia – Torneio Sesquicentenário da Independência do Brasil, em 1972, com Gérson, Jairzinho, Tostão, Rivellino, etc…

http://www.youtube.com/watch?v=23GqQlz_TJc


Brasil 1×0 Portugal – Torneio Sesquicentenário da Independência do Brasil, em 1972, com Gérson, Jairzinho, Tostão, Rivellino, etc…

http://www.youtube.com/watch?v=_X621wX3lLg


Brasil 3×0 Argélia – Amistoso em 1965 – Erroneamente o vídeo diz que é em 1964.

http://www.youtube.com/watch?v=JtigxBO-Wj8


Brasil 1×2 Alemanha Ocidental – Amistoso em 1968, com Tostão, Gérson, Jairzinho e Cia.
http://www.youtube.com/watch?v=sAlpnh7ooyE


Brasil 2×1 Alemanha Ocidental – Amistoso em 1963, com Gilmar, Lima, Zito, Mengálvio, Dorval, Coutinho, Peé e Pepe (todos do Santos F.C.)
http://www.youtube.com/watch?v=9L7ogb_r5BA


Amistoso em 1989 – Com Pelé (que não jogou), Rivellino, Zico e Cia.
http://www.youtube.com/watch?v=nCSq-7z4zFc


Brasil 5×0 Holanda – Seleção Brasileira Masters (Luciano do Valle) – Copa Zico 1990

http://www.youtube.com/watch?v=QInv5eVD8eg


Brasil 3×0 Itália -Seleção Brasileira Masters (Luciano do Valle) – Copa Zico 1990

http://www.youtube.com/watch?v=lNuTWFbiq4A


Brasil 2×1 Alemanha – Seleção Brasileira Masters (Luciano do Valle) -Copa Zico 1990

http://www.youtube.com/watch?v=gL6NfUHwyGI


Brasil 1×2 Resto do Mundo -Amistoso em 1990, na Itália- Festa do 50° Aniversário de Pelé, que jogou!!!

http://www.youtube.com/watch?v=i70xvJguzxk


Brasil 1×2 Resto do Mundo -Amistoso em 1989 -Despedida de Zico da Seleção Brasileira.

http://www.youtube.com/watch?v=tfNLUkGiZyQ


Seleção Brasileira treinando na época de Pelé – Não era 1958 como diz o vídeo. Se vê pelo rosto de Pelé, que aqui nesse vídeo não tinha só 17 anos. Você não acha?
http://www.youtube.com/watch?v=xCXcaNJjJhw


Seleção de 1970 na Concentração.

http://www.youtube.com/watch?v=62wNvXb3wQA


Garrincha e Roberto Carlos (cantor), jogando sinuca.
http://www.youtube.com/watch?v=zNoASIwq5sI


Garrincha, em Pau Grande, sua cidade natal, em 1966.
http://www.youtube.com/watch?v=t59vZojUHQk


Mazzola (Altafini) confessa que se arrependeu de ter deixado o Brasil logo após a Copa do Mundo de 1958, na Suécia, e ter trocado a Seleção Brasileira pela Italiana.

http://www.youtube.com/watch?v=XTt1Q_Pbdqs


Brasil 2×1 Uruguai -Taça do Atlântico – 1976 -Jogo que teve uma briga generalizada e que levou Rivellino a sair correndo em direção ao vestiário, caindo de bunda na escadaria do mesmo.
http://www.youtube.com/watch?v=UzKGtg_-y74


Documentário, fantástico, sobre Ademir de Menezes, o “Queixada”.
http://www.youtube.com/watch?v=k_K8PXhcbbs


Documentário, fantástico, sobre Zizinho, o “Mestre Ziza”.
http://www.youtube.com/watch?v=qrRQbTtgEeA


Matéria sobre Leônidas da Silva, o “Diamante Negro”.
http://www.youtube.com/watch?v=-eZO-xDmOcA


Matéria sobre Domingos da Guia, o “Divino Mestre”

http://www.youtube.com/watch?v=0I3REVfnhX4


Entrevista com Zizinho no “Bola da Vez” da ESPN Brasil.
http://www.youtube.com/watch?v=kPgZa3J894A


Matéria sobre Heleno de Freitas

http://www.youtube.com/watch?v=Gyjdp_G-Eic


Matéria sobre Garrincha

http://www.youtube.com/watch?v=PjlfJ_YRThY


Matéria sobre Garrincha e o goleiro Barbosa.
http://www.youtube.com/watch?v=i1zWqSBnQZw


O adeus de Mestre Didi

http://www.youtube.com/watch?v=W6dh1ublVFw


Flamengo 0x1 Botafogo, em 1964, última partida de Nílton Santos pelo Botafogo.
http://www.youtube.com/watch?v=VzMcEUHjE7E


Fluminense 2×1 Vasco da Gama, em 1926.
http://www.youtube.com/watch?v=9v6ROadicRE


Fluminense 3×2 Sporting – Lisboa, em 1928.
http://www.youtube.com/watch?v=Wuk3aGO2cpI


Flamengo X Fluminense, década de 20.

http://www.youtube.com/watch?v=d5NofNPBAuM


Vasco da Gama – 1948

http://www.youtube.com/watch?v=ywMMuqU0ds8


Real Madrid 3×4 Vasco da Gama, em 1957.

http://www.youtube.com/watch?v=hesqCPCEamc


Bate papo com Nílton Santos.
http://www.youtube.com/watch?v=9Ll7zIMd_HY


Homenagem a Nílton Santos.
http://www.youtube.com/watch?v=opjAy6GHYng


Djalma Santos no “Juca Entrevista”.
http://www.youtube.com/watch?v=1dq-AQSFeFc


Coutinho, parceiro de Pelé no Santos F.C., no “Juca Entrevista”.
http://www.youtube.com/watch?v=2JxUYFpmuyk


Matéria sobre o goleiro Manga.
http://www.youtube.com/watch?v=BGr6yZsMglc


Homenagem ao Santos F.C. de 62/63.
http://www..youtube.com/watch?v=iMWIZcuLTsM


O goleiro, Gilmar dos Santos Neves.
http://www.youtube.com/watch?v=JbR7supU8mc


Luizinho – “O Pequeno Polegar”.
http://www.youtube.com/watch?v=6I1oVZEdjio


Clubes brasileiros que representaram a Seleção Brasileira.
http://www.youtube.com/watch?v=JQRpaOS84CM


Zagueiros Artilheiros
http://www.youtube.com/watch?v=nJV_J5B2HJc


Trio de Ferro X Argentinos, em 1948.
http://www.youtube.com/watch?v=mi8wVFTy3r0


Canhões do Futebol Paulista

http://www.youtube.com/watch?v=mesf07mSIaU


Lula falando do Corintians de 1954, Vasco da Gama de 1958, Garrincha e Ademir da Guia.
http://www.youtube.com/watch?v=2G8tcCBbzLU


Música homenageando Canhoteiro, o Garrincha da ponta-esquerda.
http://www.youtube.com/watch?v=aUgURzunXpY


Brasil 2×0 Inglaterra, no Maracanã, em 1959, com show de Julinho Botelho.
http://www.youtube.com/watch?v=cDBjtMJjQZc


Entrevista com Aparício Pires, jornalista que colocou o apelido de DINAMITE no craque do Vasco da Gama, em 1971.
http://www.youtube.com/watch?v=l3S5ReKMbFg


Corinthians 1×1 Palmeiras, em 1954.
http://www.youtube.com/watch?v=yX2O2cpZRQ0


Brasil X Zaire, Copa do Mundo de 1974, na Alemanha, jogador do Zaire corre antes do juiz apitar a falta e chuta a bola.
http://www.youtube.com/watch?v=Q3MOCFYDTKc


Brasil 4×5 Bolívia, na Copa América de 1963 – “RARIDADE”

http://www.youtube.com/watch?v=wYkXmWmsA-g


Brasil x Peru, gol peruano, na Copa América de 1975,

http://www.youtube.com/watch?v=n4uDEmUf7nk


Seleção Brasileira na Concentração, em 1985 – Parte 2
http://www.youtube.com/watch?v=BH3Te3xFBo0


Brasil 1×1 Chile, Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1990 (Itália), em Santiago (Chile). Nesse jogo, Romário começou a brigar antes do início da partida e foi expulso ainda no primeiro tempo. Mas o incrível é o gol do Chile no final do jogo.
http://www..youtube.com/watch?v=m0b_6T3G2i4

Ronaldo (Fenômeno) é convocado para a Copa do Mundoo de 1994, nos Estados Unidos.
http://www.youtube.com/watch?v=YJzRIO6RZdQ


O corte de Romário na Copa do Mundo de 1998, na França.
http://www.youtube.com/watch?v=Lh-RbRVy3uI


Zico explica a convulsão de Ronaldo “Fenômeno”, em 1998, na Copa do Mundo, da França.
http://www.youtube.com/watch?v=4bTu6MC6yqg


Seleçaõ Brasileira chega ao Haiti em 2004.
http://www.youtube.com/watch?v=sWHVXkIQnUg


O Brasil na Copa do Mundo de 1966, na Inglaterra. Matéria em Espanhol.

http://www.youtube.com/watch?v=WTQHW8V0xPY


A Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1954.
http://www.youtube.com/watch?v=Nahg2ZXsQAs


Brasil 6×1 Espanha, na Copa do Mundo de 1950, no Brasil.
http://www.youtube.com/watch?v=esy9N7dNTeU


Brasil 7×1 Suécia, na Copa do Mundo de 1950.
http://www.youtube.com/watch?v=snM2_rgW2MI

Arquivo espetacular, não? Acervo sensacional!

Resultado de imagem para Futebol antigo

– Abandonaram o Guerrero?

O atacante Paolo Guerrero foi punido recentemente pela Wada. No julgamento que cancelaria ou não os seus 6 meses de gancho pela FIFA pelo dopping de cocaína, a pena foi aumentada para 14 e o deixou fora da Copa do Mundo.

Não há um questionamento curioso a fazer: por quê Flamengo e Seleção Peruana, a quem ele trabalha e serve, não o defenderam neste caso?

Questão moral não me parece ser. Estranho…

Resultado de imagem para Paolo Guerrero

 

– Escala da Arbitragem para Atlético Mogi x Paulista

 

Ricardo Bittencourt da Silva é o árbitro sorteado para o confronto do Galo nesta rodada 7. Com 27 anos, professor de Educação Física e bom porte físico, apitou em todas as rodadas da Segunda Divisão Sub23. Está em ascensão, após uma boa temporada na Série A3. Sua escala é da típica situação para manter o ritmo de jogo e dar experiência (quando um grandão – no caso o Paulista, que é líder – enfrenta um pequeno – no caso o Atlético, que é lanterna).

Os bandeiras serão Eduardo Vequi Marciano e Rafael Tadeu Alves de Souza (ambos experientes, provavelmente escalados para dar suporte ao juizão). O quarto-
árbitro será Márcio Mattos dos Santos.

Desejo boa sorte ao quarteto de arbitragem e grande jogo para as equipes.

Rumo à A3 em 2019? Parece que sim.

bomba.jpg

– “Pulou” mas vale falta a favor, sim senhor!

Revendo jogos de outras temporadas da Libertadores, um me chamou a atenção: março de 2012, partida realizada no Pacaembu entre Santos X Juan Aurich. Neymar apanhou bastante naquele dia, e criticado após “pular de uma falta”, declarou:

Se não pulo, estaria no hospital.”

É nesse ponto que devemos ter atenção quanto às marcações das faltas: Quando é que o fato do atleta “Pular” invalida ou não uma infração?

A Regra 12 (Infrações e indisciplinas) diz que todo ato faltoso (dar um pontapé, agredir, cuspir) independe se atingiu ou não o atleta. O jogador que DAR ou TENTAR praticar a infração deve ser punido.

Se na disputa de bola, um zagueiro pratica um carrinho e, na iminência de atingir as pernas do seu adversário, este atacante pula para não se machucar, deve-se considerar falta (a mesma marcação de como se tivesse atingido), por essa condição da regra. A Regra do Jogo permite isso, pois, logicamente, se o atleta permanecesse esperando as travas de uma chuteira, fatalmente se lesionaria gravemente.

Portanto, pular para não ser atingido pode; e ainda ganha a falta ao seu favor.

O que não pode:

– Pular depois de perder uma disputa de bola, simulando a infração, tentando ludibriar a arbitragem/torcedores.

– Pular antes da disputa de bola se efetivar, abdicando da tentativa de domínio, deixando de jogar para tentar cavar uma falta.

A primeira situação, a da simulação, é um problema cultural brasileiro, onde os jogadores preferem enganar a arbitragem do que disputar lealmente o jogo, fato que não ocorre em torneios como a europeia Champions League

A segunda situação, a da abdicação do jogo, é outro problema tupiniquim, o de achar que “tudo é falta”, onde “encostou tem que parar o jogo”. Remete até mesmo a uma certa frouxidão, não obervada em torneios como a sulamericana Libertadores da América.

Portanto, pular para se preservar no momento de ser atingido, pode.

Claro, os jogadores agem aqui no Brasil dessa forma, e nas partidas internacionais, mudam de comportamento. É visível. Também os árbitros procedem da mesma forma, diferenciando o comportamento em partidas domésticas e internacionais. Um dia, Leandro Pedro Vuaden ousou mudar esse mesmo comportamento. Parece que não deu certo…

Resultado de imagem para jogador de muleta

– A Manipulação e Corrupção dos Árbitros na Copa do Mundo e na Máfia da Paraíba!

Antes mesmo do Mundial de Seleções começar, já se vê uma polêmica envolvendo a arbitragem: a SAFF (Federação de Futebol da Arábia Saudita) baniu perpetuamente das atividades esportivas o árbitro Fahad Al-Mirdasi, que está na lista dos árbitros da Copa do Mundo da Rússia 2018.

Segundo a Reuters, em reprodução no GloboEsporte.com:

O juiz admitiu ter feito uma oferta para interferir no resultado da final da Copa do Rei da Arábia no último sábado e está detido pela polícia local. Na noite de 11 de maio de 2018, Al-Mirdasi procurou por mensagem de texto um funcionário ligado a um dos finalistas e solicitou dinheiro corrupto em troca de ajuda na decisão. Al-Mirdasi está atualmente sob custódia da polícia, tendo confessado a solicitação pelo pagamento corrupto. A polícia apreendeu seu celular quando ele foi preso – disse a SAFF em um comunicado emitido nesta segunda-feira. Sob suspeita, ele já tinha sido afastado da decisão entre Al-Ittihad e Al-Faisaly“.

A questão é: a FIFA ainda não se pronunciou sobre a retirada do nome de Al-Mirdasi da lista de árbitros, tampouco se substituirá seu nome por outro.

Enquanto isso, no Brasil, impressiona-se pelo caso envolvendo a Máfia do Apito na Paraíba. Muitas pessoas ligadas a clubes, federação e comissão de arbitragem citados, aparecendo, de acordo com a reportagem do programa Fantástico, o nome do ex-árbitro FIFA Francisco Carlos do Nascimento, o “Chicão de Alagoas”. em suspeita gravação com dirigente do Campinense-PB, antes da partida contra o Botafogo-PB.

Segundo a reportagem (link com referências em: https://is.gd/dYSDOe), 

O nome do árbitro alagoano Francisco Carlos do Nascimento, o Chicão, apareceu nas investigações da Polícia Civil, que, liberou, inclusive, o áudio de uma conversa do juiz com o presidente do Campinense, William Simões, antes da primeira partida da final do Campeonato Paraibano“.

Diante de fatos tão graves em âmbito mundial e nacional, não desejemos honestidade plena em referência continental. Eis que leio sobre o árbitro venezuelano José Argote, que tem sido escalado com muita constância pela Conmebol em partidas pela Libertadores da América (incluindo jogos de brasileiros), que está sendo detido em seu país por conta da operação “Mãos de Papel”, que se refere a contrabando de moeda (a matéria está aqui: https://is.gd/ivtpyC).

Eu estou muito preocupado com a credibilidade do futebol, seja em referência aos árbitros, aos seus comandantes ou aos dirigentes das entidades. E você?

Nunca me esquecerei do respeitado jornalista italo-brasileiro Claudio Carsughi, que um dia disse:

Se Deus, na sua tão grande bondade, não poupou nem mesmo a Igreja de corrupção, por que o faria no futebol? E por que justamente a uma categoria específica: a dos árbitros?

Vale refletir…

Fahad Al-Mirdasi durante duelo entre  Portugal x México no ano passado (Foto: Getty Images)

Fahad Al-Mirdasi durante duelo entre Portugal x México no ano passado (Foto: Getty Images)

– Novas Invenções de Jogadas Ensaiadas no Futebol

Cobrar tiro livre com 6 batedores pode?

O Kyoto Sanga (conhecido como “The Purple”), time da 2a divisão japonesa, mostrou que no futebol ainda há espaço para invenções.

Em um jogo da J-League 2 a equipe faz um golaço numa cobrança de falta. O detalhe: havia 6 batedores!

Parece hilário, mas resultou em gol e foi válido.

Importante- ao ver o curioso lance, já saiba de antemão: a artimanha pode ser feita em uma cobrança de falta, mas não pode em um pênalti, já que no tiro penal o jogador deve ser devidamente identificado.

No link: http://is.gd/T3B6H9

article-2622379-1DA437A200000578-900_634x354.jpg

– 5 anos de uma “garfada” na Libertadores da América (Corinthians 1×1 Boca Júniors)

Detesto usar termos que levem à suspeita de má intenção na arbitragem. Vivi no meio e sei como funciona, quando “é” ou “não é” picaretagem.

exatos 5 anos, vi algo que “é”. Em 15 de maio de 2013, depois da confusão na Bolívia (o assassinato de Kelvin Spada e seus desdobramentos em Oruro), o árbitro paraguaio Carlos Amarilla assaltou o Corinthians no Pacaembu contra o Boca Júniors.

Relembre a análise da sua estranha atuação que fizemos no nosso blog na época, pós jogo:

ANÁLISE DA ARBITRAGEM DE CORINTHIANS 1X1 BOCA JÚNIORS

Erros determinantes na decisiva partida da Libertadores da América no Pacaembu. Vamos a eles?

Foram 4 momentos importantes:

LANCE 1– 09’: Emerson Sheik e Marin dentro da área, o corinthiano está prestes a dominar a bola e o zagueiro argentino dá um tapa deliberado nela. Pênalti! E aí não tenho dúvida sobre o motivo do árbitro errar: ele estava mal posicionado, fora da diagonal, num lado cego da jogada. Repare que ele vem da direita para o centro do ataque do Corinthians, enquanto deveria estar mais do lado esquerdo. Neste caso, se tivéssemos o árbitro assistente adicional (AAA) posicionado na linha de meta, poderia-se ajudar o árbitro paraguaio Carlos Amarilla. Não foi equívoco de interpretação, o juizão (creia-se) não deve ter visto a mão. Primeiro erro da arbitragem.

Um erro sempre traz consequências negativas: o zagueiro 29 Marin já tinha recebido amarelo. Se fosse marcado pênalti, segundo amarelo e expulsão. Mas foi Sheik quem recebeu a Advertência por reclamação…

LANCE 2– 23’: Emerson lança a Romarinho, que está a aproximadamente 1 metro do penúltimo adversário (portanto, posição legal). Ele ganha do argentino e fica de frente para o gol, chutando para as redes. Porém, o assistente no1 Rodinei Aquino marcou impedimento. Romarinho faz o gol com o goleiro já “desistindo” da defesa, devido ao bandeira ter levantado seu instrumento. Ora, isso é irrelevante, pois fatalmente o gol seria marcado, caso o lance não fosse paralisado, pela “situação clara de gol”. Segundo erro da arbitragem, em lance fácil.

LANCE 3 – 60’: Sheik cruza, Paolo Guerreiro tenta o gol de cabeça, o goleiro Orion espalma e no rebote Paulinho consegue fazer o gol. Lance anulado. Houve a dúvida se foi marcado impedimento ou falta. Verifique que o bandeira no2 Carlos Cáceres ergueu seu instrumento quando Paulinho vai disputá-la. Portanto, impedimento. Terceiro erro da arbitragem.

Confesso que não consegui ver se o árbitro reiniciou o lance com tiro livre indireto (assim, teria confirmado o impedimento do bandeira, com gesto de braço erguido) ou com tiro livre direto (alegando alguma falta, gesto do braço abaixado). Em particular, Paulinho e Caruzzo se aguarram diversas vezes. Um árbitro caseiro marcaria pênalti; um árbitro fraco marcaria falta de ataque; e um árbitro bom mandaria seguir o lance.

LANCE 4 – 81’: Sheik está na grande área e o adversário dá um empurrão. Em jogos mais calmos, o erro passaria batido. Mas, novamente faço a observação: se tivéssemos o AAA atrás do gol, novo pênalti seria marcadoQuarto erro do árbitro.

Aliás, que se registre: tanto na 3a feira quanto nesta 4a as arbitragens frustaram a expectativa: Juan Soto era talento em ascensão em Palmeiras x Tijuana, e Carlos Amarilla talento reconhecido em Corinthians x Boca JuniorsAmbos decepcionaram…

Lembrando que no prazo de uma semana, o “trio de ferro paulista” foi eliminado da Libertadores. Má fase dos clubes de São Paulo, somada à má fase da arbitragem.

Uma última observação: para quem gosta de teorias conspiratórias, vale o registro: Amarilla é quase um “brasiguiao”, o árbitro preferido da CBF nos amistosos da Seleção Brasileira na América do Sul. E como há una certa rinha política entre Marco Polo Del Nero e Andrés Sanches… (Ops: eu não creio nisso, prefiro pensar em algo mandado pela Conmebol – vide caso de Oruro…!).

imgres.jpg

– A matemática é simples no Brasileirão-18, viu São Paulo FC?

Vejo que o SPFC está no meio da tabela do Brasileirão, sendo o único invicto e estando com 7 pontos no torneio. Tem 1 vitória e 4 empates até agora. Mas…

Pelos critérios de desempate, se o São Paulo tivesse os mesmos 7 pontos, tendo vencido dois jogos e empatando outro, mesmo com duas derrotas estaria mais à frente na tábua de classificação.

E isso mostra o quê?

Que atacar, sem dúvida, é um risco a se correr no torneio. Veja a importância de somar vitórias, em detrimento dos mesmos pontos em empates se vangloriando de não perder.

Imagem relacionada