– Bom dia, sábado. Parte 1 de 5:

Bom dia!
Um sábado muito bom desperta ainda na madrugada. Com muito ânimo, vamos começar bem o dia com um ótimo cooper?
Motivando, galera!

👟 #Fui #RunningForHealth #run #mizuno #asics #training #corrida #sport #esporte #running

– Parabéns pela coerente decisão de cancelar a Copa São Paulo Jrs 2021, FPF.

Decisão correta: a FPF, em nota divulgada (reforçando o tamanho da dor da decisão), cancelou a próxima edição da Copa SP de futebol Jrs 2021.

Quem vive o torneio, sabe como é difícil organizá-la: as sedes precisam abrigar 4 equipes a cada rodada (e vestiário sem aglomeração para toda essa gente?); os torcedores querem assistir aos jogos e sempre tem casa cheia (mês de janeiro é de férias), os alojamentos precisam ser bem equipados, além dos custos normais para isso.

Como criar uma logística tão complicada, e ao mesmo tempo, com todos os protocolos sanitários sendo cumpridos?

Quem fará os PCRs (que custam caro) às mais de 100 equipes, e isolar os jogadores dentro das escolas e/ou hotéis?

Como policiar os meninos que vêm de longe e querem conhecer novas cidades?

Não dá. Estamos no meio de uma pandemia. Infelizmente, faz parte o cancelamento.

Cá entre nós: só falta alguém dizer que, com tudo isso, “faltou boa vontade para realizá-la, não”?

A pandemia do Covid-19 (coronavírus) afeta as atividades espotivas causando  impacto mundial – TJCE

– Maradona e a trolagem da sua morte: calma lá, Tribunal da Internet!

Quem gosta de futebol, está lamentando a morte de Maradona. Afinal, ele foi um dos gênios de todos os tempos, de futebol arte, conquistas, derrotas e dramas. Talento indiscutível que fazia torcedores adversários o aplaudirem. Que carregou seu país à uma final de Copa do Mundo em meio a tantos cenários históricos em 1986.

Esse foi o jogador Díos Maradona

O homem Diego Armando Maradona (assim como existe o Rei Pelé e o Edson), era um pecador como outro qualquer. Que se meteu em brigas, conflitos e outros casos tristes, como o vício das drogas lícitas e ilícitas – seu grande gol contra na vida. Uma verdadeira história de tango, um roteiro hollywoodiano ou, se preferir, mais uma vítima do cotidiano

Fico impressionado como algumas pessoas na Web criticam os textos que elogiam o jogador Maradona, deturpando o contexto e dizendo que está se santificando o homem Maradona. Nada disso. É apenas a dor da perda de um personagem marcante do esporte, que poderia ter vivido mais tempo e teve os anos abreviados.

Ninguém escreveu que devemos seguir os exemplos pessoais de Diego, embora alguns bobões e trolls digam que se diz isso…

Palabra de Maradona: 'Fue la mano de Dios' su frase inmortal - La Nación

– O pênalti inexistente em Coritiba 0x1 Corinthians

Quando falamos de subjetividade na interpretação da Regra do Jogo, damo-nos ao “luxo” de criar várias hipóteses para explicar certas situações. Mas em alguns não precisam de tanta “lenga-lenga”, pois são mais objetivos!

Por exemplo: a bola que Lucas Piton (SCCP) chuta para o gol e bate sem querer no braço de Maílton (Coritiba). Ali, não há intenção, não há movimento antinatural ou intenção disfarçada, não há tentativa de ludibriar a regra nem desejo de aumentar o espaço, nem qualquer coisa que possa justificar a marcação. Bateu por ocasião da jogada, simplesmente. Como tirar o braço da disputa num movimento fisiológico normal em distância tão curta?

O experiente árbitro Leandro Pedro Vuaden, que não marcou nada naquele instante, chamado pelo VAR mudou de ideia e marcou pênalti. Errou feio.

O legal seria que depois do jogo tivéssemos uma palavra da arbitragem: por quê marcou? Qual a justificativa?

Pense: e se fosse esse lance contra Corinthians, Flamengo, Palmeiras, São Paulo…?

– Desvio tira impedimento? Sobre o Erro de Direito em Ceará 1×1 São Paulo: qual será a desculpa do árbitro?

Pelo Campeonato Brasileiro, tivemos um Erro de Direito que poderá levar (caso o São Paulo deseje) a uma anulação da partida. Entenda:

  • Erro de Fato: o árbitro interpretou equivocadamente o lance e errou (como uma falta marcada ou não). Não anula uma partida.
  • Erro de Direito: o árbitro descumpriu a Regra do Jogo (permitiu que jogasse com 12, por exemplo). Pode anular a partida.

O que aconteceu foi: Wagner Magalhães (o mesmo árbitro FIFA do polêmico pênalti de Lucas Piton em América-MG x Corinthians), anulou um gol depois de ter reiniciado a partida. Não pode. Depois de cobrado um tiro livre ou penal, um arremesso lateral, escanteio, tiro de meta, bola ao chão ou chute de início / reinício de jogo, você não pode mais mudar sua decisão. E Wagner mudou!

O lance em questão foi o “duplo impedimento” de Pablo. A bola foi chutada para o gol, Pablo estava em posição de impedimento mas há um zagueiro que a intercepta (antes, desvio não tirava impedimento; hoje, desvio de adversário que tenta disputar a bola / jogada, tira). Assim, Pablo recebeu em posição legal por conta deste toque. Na sequência, há um bate-rebate e Pablo volta a ficar em impedimento, pegando o rebote do goleiro e chutando para o gol (rebote de goleiro NÃO TIRA IMPEDIMENTO).*

CORREÇÃO: PABLO ESTÁ, NESTE SEGUNDO LANCE, ATRÁS DE DOIS DEFENSORES – não está em impedimento.

O bandeira Silbert Faria Sisquim anula corretamente o gol. O árbitro marca impedimento. Mas o VAR Carlos Eduardo Nunes Braga o chama e diz que o gol foi válido (provavelmente, o árbitro de vídeo deve ter se apegado ao 1o impedimento, que havia se tornado um lance legal, e não ao 2o, ilegal – conforme corrigido acima, legal). Wagner confirma o gol e dá o reinício. É NÍTIDO que apitou a saída de bola, mas o pára na sequência e volta a consultar o VAR, anulando o tento.

A desculpa do juizão será: “Eu apitei pedindo para esperar a minha consulta à cabine, não para o reinício”.

Resta saber: a CBF convencerá o SPFC, por falta de datas, a desistir de pedir a anulação?

Lembrando ainda: independente do gol ser regular ou irregular, não poderia ser anulado da forma que foi, descumprindo a regra. O árbitro é da FIFA e sabe que não pode…

– Morreu Maradona! Que descanse em paz.

E morreu Diego Armando Maradona. Eu tenho 45 anos, e dos atletas que eu vi jogar, ele foi o maior de todos (Pelé, que não vi jogar, deve ter jogado mais).

Ainda acho que Don Diego jogou mais do que Messi. Talvez a história comprove ou não isso. O certo é: ele perdeu a vida com vários “gols contras”: drogas lícitas e ilícitas, descuidos e outros problemas.

Certamente, por tudo o que foi dentro e fora de campo, virará um santo popular na Argentina – daqueles de história de tango.

Descanse em paz. 

Sobre sua morte, em: https://g1.globo.com/google/amp/mundo/noticia/2020/11/25/diego-maradona-morre-aos-60-anos.ghtml

– E se tivéssemos torcedores nas arquibancadas: os treinadores demitidos no Brasileirão 2020 seriam em maior número?

Não impressiona negativamente a falta de estabilidade dos treinadores de futebol no Brasil?

Nesta figura da Pluri Consultoria (abaixo), vê-se claramente o fenômeno: em nosso país, restam apenas 3 técnicos empregados na mesma equipe desde que se iniciou o Brasileirão 2020 – e estamos falando da série A, onde o profissionalismo deveria, em tese, falar mais.

E se tivéssemos torcedores nas arquibancadas? Os cartolas já teriam demitido alguns dos sobreviventes ilustrados?

– Não é feio corrigir um erro! Parabéns pela humildade, diretoria do Galo.

Dias atrás, falamos do erro de se promover uma peneira de futebol para buscar talentos (que é uma ótima ideia, mas não sem os cuidados necessários em meio a uma pandemia), ocorrido pelo descuido da falta de prevenção. Há quem não tenha gostado… paciência, o que é certo, deve ser alertado sem medo de críticas (especialmente de quem as faz tentando justificar com exemplos não-pertinentes).

Entenda o ocorrido em: https://wp.me/p4RTuC-seT.

Pois bem: na próxima quarta-feira, dia 25, ocorrerá outra peneira. Agora, com alertas para os cuidados com a Covid-19. Ótimo! Tomara que não tenhamos nenhum jovem com febre (e que existam os termômetros-pistola), nem que estejam em janela imunológica.

Boa sorte aos garotos e parabéns pela humildade, diretoria do Paulista. É torcer apenas para que, aqueles que ainda entendem que os cuidados são desnecessários (e infelizmente são muitos) tenham se rendido ao bom senso.

– Os 3 erros da Arbitragem reclamados em Corinthians 0x0 Grêmio: com ou sem razão?

Andrés Sanches disse nesse domingo que vetará o árbitro Caio Max Augusto Vieira dos próximos jogos do Corinthians, devido à sua atuação na Arena NeoQuímica. Provavelmente conseguirá, mas ainda me resta uma dúvida: ele não se licenciou do Timão?

Dito isso, vamos lá: Caio Max é potiguar, tem 38 anos de idade, é professor de Educação Física (por isso corre bastante dentro de campo, é uma virtude sua), e está na 9a temporada no quadro da CBF. Sempre tem oportunidades na série A do Brasileirão, e frequentemente recebe alguma reclamação de erro pontual em suas partidas. Por ter começado jovem, acreditava-se que o tempo iria melhorá-lo, mas mesmo com a sequência de escalas que está tendo neste ano, não evoluiu a contento, já que nos jogos que eu assisto dele, não vejo transmitir segurança aos atletas.

Em Itaquera, 3 discussões mais fortes:

1- Darlan (GRE) levou corretamente Cartão Amarelo por uma falta em Cantillo (SCCP) aos 16 minutos. Três minutos depois, acertou Otero (SCCP) por trás com a mesma intensidade. Era para aplicar o Segundo Amarelo e consequentemente expulsar o gremista, mas não o fez. Renato Gaúcho, espertamente, sacou o jogador antes que existisse um “arrependimento” mais tarde. Aqui, a impressão que eu tive é que faltou “peito” para o árbitro. Trocando em miúdos: amarelou, no jargão popular!

2- Marllon (SCCP) acertou Matheus Henrique (GRE) aos 26 minutos com uma solada frontal. É indiscutivelmente para Expulsão, só que Caio deu Amarelo. Ao ver o sangramento do jogador da equipe gaúcha, mudou para Cartão Vermelho. Acertou por linhas tortas! Mas ao ir ver novamente o lance via VAR, mostrou que tinha se perdido… teria uma 3a opinião ao buscar a imagem? Mudaria para Amarelo o que houvera mudado de Amarelo para Vermelho? Neste momento, perdeu o controle da partida por se mostrar vacilante.

3- Otero (SCCP), que já tinha Cartão Amarelo, atingiu Luiz Fernando (GRE) de maneira temerária, merecendo receber a segunda advertência e por conta disso ser expulso (como foi) aos 65 minutos. Tudo estaria em ordem se não fosse o fato da jogada ter sido precedida por uma falta de Orejuella (GRE) justamente em Otero! Aí não há como defender o acerto…

Enfim: Leonardo Gaciba, chefe dos árbitros da CBF, terá mais trabalho nesta semana que se inicia.

Corinthians x Grêmio: local, horário, escalação e transmissão

– Façamos como a NBA no Brasileirão?

Com os casos de Covid-19 aumentando no futebol brasileiro, podemos ver os resultados refletidos em campo. Vide, por exemplo, Santos e Palmeiras que estão na parte de cima da tabela perdendo seus jogos para equipes que tentam fugir do rebaixamento (jogaram com muitos jovens devido aos desfalques contaminados).

No começo da pandemia, a Federação Paulista de Futebol escolheu cidades-sedes e isolou equipes. O Guarani da Campinas mandou seus jogos no Litoral, o Red Bull Bragantino saiu de Bragança Paulista e mandou sua partida na Capital. E por aí em diante.

Nos EUA, a forte liga de basquete profissional (NBA) isolou todo mundo e levou os atletas para a Disney, jogando o restante do campeonato na Flórida, evitando contágios externos.

Alguém estaria pensando nisso no Brasil, ou seria utopia imaginar que a CBF reveja o torneio em meio a Segunda Onda?

Coronavírus: futebol holandês não terá torcedores até existir vacina, diz  ministro

– Sinal Vermelho no Futebol Brasileiro devido à Covid-19.

Depois de tantos casos de contaminação pelo Novo Coronavírus no futebol, já não era momento de rever o rigor (para maior) dos protocolos impostos? É muita gente atingida por essa enfermidade… Vide Santos, Palmeiras e Atlético Mineiro, mais recentemente.

Pior: a reinfecção COMPROVADA do palmeirense Gustavo Scarpa, onde os sintomas estão bem sérios nesta segunda vez.

Precisamos tomar cuidado para que, em função da falta de calendário, desrespeitemos a dignidade do jogador de futebol e façamos vista grossa para a doença.

Clubes do futebol capixaba temem futuro em meio à pandemia da Covid-19 | A  Gazeta

– Os 10 maiores clássicos mundiais, segundo a FourFourTwo. Concorda com a lista?

Qual o clássico de maior rivalidade de clubes no futebol brasileiro?

Fácil ou difícil responder?

No estado de São Paulo, alguns dirão que historicamente sempre foi Corinthians x Palmeiras. No interior do estado, bingo: é Ponte Preta x Guarani.

E no Rio de Janeiro? Ainda é o Fla-Flu ou hoje Vasco da Gama x Flamengo?

Pois bem: há 6 anos, a conceituada revista Four Four Two, ícone do futebol, resolveu elencar os 10 maiores clássicos mundiais, levando em conta rivalidade, importância, tradição e qualidade. Abaixo, os eleitos:

1- Boca Juniors x River Plate (ARG)

2- Barcelona x Real Madrid (ESP)

3- Nacional x Peñarol (URU)

4- Liverpool x Manchester United (ING)

5- Celtic x Rangers (ESC)

6- Fenerbahçe x Galatasaray (TUR)

7- Grêmio x Internacional (BRA)

8- Lazio x Roma (ITA)

9- Borussia Dortmund x Schalke 04 (ALE)

10- Al-Ahly x Zamalek (EGI)

Teria muita curiosidade em saber qual a posição de Milan x Internazionale, Atlético Mineiro x Cruzeiro e até mesmo… Paysandu x Remo!

Brincadeiras a parte, você concorda com a lista? Deixe seu comentário:

Imagem relacionada

– O pênalti em São Paulo 3×0 Flamengo. Correto ou não?

A pressão do Mengão na CBF pela troca do árbitro, relatada dias atrás, quase surtiu efeito e atrapalhou o poder de decisão da arbitragem no jogo entre São Paulo 3×0 Flamengo pela Copa do Brasil? Relembre-a aqui: https://wp.me/p4RTuC-sd1.

Não sei. Mas a bola que bate na mão de Brenner e que virou pênalti pelo VAR é exemplo de movimento NATURAL e não deveria ter sido marcado. Não é o caso de intenção disfarçada, correr risco ou braço movimentado antinaturalmente. Considere, ainda, a rapidez da jogada que impossibilita que o atleta recolha o braço.

Para entender melhor a regra atual, clique aqui: https://wp.me/p4RTuC-nGJ.

Por fim: lamentáveis as imagens de aglomeração e imprudência em meio à pandemia vistas no Morumbi. Compartilho uma opinião no link em: https://professorrafaelporcari.com/2020/11/19/a-irresponsavel-aglomeracao-no-mundo-do-futebol-e-ai-torcedor-do-tricolor/

São Paulo x Flamengo: veja onde assistir, escalações, desfalques e arbitragem | copa do brasil | ge

– O Meme dos encontros de…

… técnicos demitidos no Brasileirão e presidentes do Peru!

Mal entrou o novo presidente do Peru, e renunciou. Viram quantas décadas faz que nenhum Chefe de Estado do nosso país vizinho consegue terminar seu mandato em paz, sem escândalo, renúncia ou coisa do tipo?

Concomitantemente, o Goiás demitiu seu treinador Enderson Moreira e vai para o 4o técnico na temporada. Toda rodada temos demissão no Brasileirão, o torneio mais instável do mundo para se trabalhar?

Esse meme intitulado “Encontro de ex-treinadores do Goiás e de ex-presidentes peruanos”, cá entre nós, faz sentido.