– O péssimo discurso do agora ex-Secretário da Cultura Roberto Alvim.

Que coisa feia, não? O Secretário da Cultura, Roberto Alvim, foi anunciar o Prêmio Nacional das Artes e repetiu, ao pé da letra (trocando apenas Alemanha por Brasil) um discurso do ideólogo nazista Joseph Goebbels, um dos homens responsáveis pela propaganda ultranacionalista de Hittler.

Felizmente, foi demitido assim que se percebeu a cáca. Imagine o mal estar se ocorresse sua permanência, principalmente com o povo judeu, vítima do Holocausto, e que é parceiro do Governo brasileiro.

Fico me perguntando: quem sugere esses nomes ao Presidente Bolsonaro?

Uma pisada de bola digna daquela péssima entrevista de Lula à Playboy, onde declarou admirar Hitler, Che Guevara, Gandhi e o aiatolá Khomeini.

Recorde-a em: https://professorrafaelporcari.com/2018/04/18/perolas-da-internet-a-entrevista-de-lula-a-playboy-em-1979/

Resultado de imagem para Hitler

– Aplicar em ações carece de paciência e coragem.

A poupança é um dos investimentos mais seguros existentes, embora remunere muito mal. Aplicar em ações é uma boa, desde que você escolha a empresa certa e não tenha pressa em recuperar a aplicação.

Veja que interessante: a Spinelli Corretora de Valores (reproduzido pela Veja) divulgou as aplicações mais rentáveis desde o Plano Real. Se você aplicou R$ 100,00 na poupança, hoje você tem R$ 688,00. Mas se você usou o mesmo valor e comprou ações da Petrobras, terá R$ 5.902,00.

Porém, imbatível foi a aposta na Ambev! Abaixo:

O VALOR DA PACIÊNCIA

Aplicar a longo prazo em ações pode ser uma das mais rentáveis estratégias de investimento, proporcionando sinas consideráveis àqueles que podem esperar. Um exemplo: quem colocou 100 reais na Ambev no início do Plano Real hoje tem 11.555,00 reais.

84827508-5AB8-469C-A1F5-E53043A52729

– Coisas que somente existem no futebol… treino vale como jogo?

Às vésperas de começar a temporada do futebol 2020 com os Campeonatos Estaduais, os clubes começam sua preparação.

Mas a máxima do “filósofo da bola”, Nenê Prancha”, parece não ser respeitada, a de que “treino é treino, jogo é jogo”.

Não é que o São Paulo está sendo criticados por alguns por ter perdido um jogo-treino para o Juventus?

Ora, se o Tricolor do Morumbi convidou o Moleque Travesso da Moóca para treinar, é justamente nesse embate que você deve corrigir erros, testar situações e fazer outros aprimoramentos. O resultado do placar, em tese, nem deveria ser discutido…

– A contaminação da Cerveja Belorizontina

E o Ministério da Agricultura confirmou que a água da cervejaria Backer (dona da Belorizontina) estava contaminada.

As hipóteses são que: existia dietilenoglicol por engano, ou que houve sabotagem ou ainda vazamento do produto no envase.

Que loucura!

Extraído de: https://ricmais.com.br/noticias/seguranca/2-paciente-morre-com-sintomas-intoxicacao-por-cerveja-contamina/

A BELORIZONTINA 

2-paciente-morre-com-sintomas-intoxicacao-por-cerveja-contamina
Foto: Ilustrativa/Pixabay

A morte de um segundo homem com suspeita de intoxicação por dietilenoglicol encontrado na cerveja Belorizontina, da fábrica mineira Backer, foi confirmada pela Polícia Civil nesta quarta-feira (15).

A vítima, que não teve a identidade divulgada, estava internada em um hospital particular em Belo Horizonte, em Minas Gerais. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para necropsia.

Mortes 

Segundo a Polícia Civil, esta é a segunda morte possivelmente provocada pela chamada síndrome nefroneural, que causa insuficiência renal aguda e alterações neurológicas. O primeiro óbito confirmado foi o de Pascoal Demartini Filho, de 55 anos, então morador de Juiz de Fora, a 280 km de BH, no dia 7 de janeiro. 

2-paciente-morre-com-sintomas-intoxicacao-por-cerveja-contamina-primeira-vitima
Pascoal Demartini Filho, de 55 anos, morreu no dia 7 de janeiro. (Foto: Reprodução/Record TV Minas)

Uma terceira morte ainda não foi confirmada e seria uma idosa de 60 anos de Pompéu, na Região Central de Minas Gerais. A prefeitura do município notificou a Secretaria de Estado de Saúde (Ses) sobre a possível morte por contaminação

Todos foram diagnosticados com problemas neurológicos e insuficiência renal grave.

17 casos de intoxicação 

O balanço mais recente da Secretaria de Estado de Saúde, divulgado nesta terça-feira (14) apontava 17 casos suspeitos de intoxicação, sendo 16 homens e uma mulher. Os diagnósticos são para 12 moradores de Belo Horizonte; os restantes são de Ubá, Viçosa, São Lourenço, Nova Lima e São João Del Rei.

belo-horizontina-cervejaria-backer
A mesma cerveja é vendido com os rótulos de Belorizontina e Capixaba. (Foto: Reprodução/Instagram Cervejaria Backer)

– Borboletas ou Jardins?

Mário Quintana foi um dos grande poetas do nosso país. E uma de suas belas citações é:

“O segredo é não correr atrás das borboletas… É cuidar do jardim para que elas venham até você. No final das contas, você vai achar, não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!”

Belo e profundo. Interprete como você quiser.

Trabalhar paciente e corretamente para o sucesso/ felicidade pode ser um desses entendimentos.

Ou não?

borboletas.jpg

– Dia de Santo Antão

Hoje é dia de um santo monge eremita: Antão, de uma história incrível e que lutou contra os arianos.

Conheça sua vida (extraído de: http://santo.cancaonova.com):

SANTO ANTÃO, EXEMPLO DE CASTIDADE, DE OBEDIÊNCIA E POBREZA

Pai do monaquismo cristão, Santo Antão nasceu no Egito em 251 e faleceu em 356; viveu mais de cem anos, mas a qualidade é maior do que a quantidade de tempo de sua vida, pois viveu com uma qualidade de vida santa que só Cristo podia lhe dar. Com apenas 20 anos, Santo Antão havia perdido os pais; ficou órfão com muitos bens materiais, mas o maior bem que os pais lhe deixaram foi uma educação cristã. Ao entrar numa igreja, ele ouviu a proclamação da Palavra e se colocou no lugar daquele jovem rico, o qual Cristo chamava para deixar tudo e segui-Lo na radicalidade. Antão vendeu parte de seus bens, garantiu a formação de sua irmã, a qual entrou para uma vida religiosa.

Enfim, Santo Antão foi passo-a-passo buscando a vontade do Senhor. Antão deparou-se com outra palavra de Deus em sua vida “Não vou preocupeis, pois, com o dia de amanhã. O dia de amanhã terá as suas preocupações próprias. A cada dia basta o seu cuidado”(Mt 6,34). O Espírito Santo o iluminou e ele abandonou todas as coisas para viver como eremita. Sabendo que na região existiam homens dedicados à leitura, meditação e oração, ele foi aprender. Aprendeu a ler e, principalmente a orar e contemplar. Assim, foi crescendo na santidade e na fama também.

Sentiu-se chamado a viver num local muito abandonado, num cemitério, onde as pessoas diziam que almas andavam por lá. Por isso, era inabitável. Ele não vivia de crendices; nenhum santo viveu. Então, foi viver neste local. Na verdade, eram serpentes que estavam por lá e , por isso, ninguém se aproximava. A imaginação humana vê coisas onde não há. Santo Antão construiu muros naquele lugar e viveu ali dentro, na penitência e na meditação. As pessoas eram canais da providência, pois elas lhe mandavam comida, o pão por cima dos muros; e ele as aconselhava. Até que, com tanta gente querendo viver como Santo Antão, naquele lugar surgiram os monges. Ele foi construindo lugares e aqueles que queriam viver a santidade, seguindo seus passos, foram viver perto dele. O número de monges foi crescendo, mas o interessante é que quando iam se aconselhar com ele, chegavam naquele lugar vários monges e perguntavam: “Onde está Antão?”. E lhes respondiam: “Ande por aí e veja a pessoa mais alegre, mais sorridente, mais espontânea; este é Antão”.

Ele foi crescendo em idade, em sabedoria, graça e sensibilidade com as situações que afetavam o Cristianismo. Teve grande influência junto a Santo Atanásio no combate ao arianismo. Ele percebeu o arianismo também entre os monges, que não acreditavam na divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo. Antão também foi a Alexandria combater essa heresia. Santo Antão viveu na alegria, na misericórdia, na verdade. Tornou-se abade, pai, exemplo para toda a vida religiosa. Exemplo de castidade, de obediência e pobreza.

Santo Antão, rogai por nós!

bomba.jpg

– Quais BOs são possíveis via Internet?

Achei bem interessante e de grande utilidade pública: como registrar um boletim de ocorrência sem sair de casa, caso se sinta ameaçado, ocorra crime digital, presencie abuso contra animais, perca seus documentos pessoais ou qualquer outra situação que possa ser resolvida sem ser de maneira presencial!

Útil. Abaixo:

– Você conhece o Foap?

Participo de uma rede social de antes da fotografia. Ela se chama Foap, e frequentemente oferece até rápidos concursos entre fotógrafos amadores. 

Nesta rede, inclusive, pode-se vender fotos entre os membros ou até mesmo para grandes empresas. Muito legal!

Uma das minhas preferidas que lá postei é desta flor do meu jardim. Muito bacana! Se você curte como hobby a arte de fotografar, participe também.

O link é: https://www.foap.com/photos/foap-missions-a-beautiful-rose-bush-with-its-glittering-rosebuds-in-infinity-repair-the-petals-dripped-by-the-rain-uma-linda-roseira-com-seus-botoes-de-rosa-reluzentes-no-infinito-repare-as-petalas-gotejadas-pela-chuva-6b4e7733-6bde-4c67-a8aa-103680a9f37e

A9BC393C-9951-4D3D-B945-C078F33324A7

– O esporte, os negócios, a mídia e o fanatismo

Detesto situações mal resolvidas. E, na última 5a feira, um verdadeiro turbilhão de informações ocorreram em um meio delicado: o futebol.

Me refiro ao rolo entre a diretoria da empresa Kah Sports e do Paulista FC. Vamos lá:

A parceira do Galo da Japi anunciou aos 4 cantos em comunicado oficial que estava encerrando sua relação com o clube. O Paulista preferiu não responder. Aguardar. Sentir a repercussão do fato.

Diante da verídica nota e a não manifestação da outra parte (que deveria e não quis falar), a Rádio Difusora (através de Adilson Freddo), o Jornal de Jundiaí (através de Thiago Batista de Olim) e a TV Tem divulgaram. Isso é informação, e nisso, o jornalismo foi muito bem. Parabéns àqueles que com honestidade e competência cumpriram sua função e informaram os interessados.

Porém, como o futebol desperta paixões, àqueles que desejavam a permanência da Kah Sports passaram a, simplesmente, detonar a imprensa por “criar fatos”. Até eu que não sou imprensa (mas “estou imprensa”) tive que aguentar bobagens supondo “matéria paga” por pessoas que não leram os textos redigidos. Ora, paga por quem? Para favorecer quem? Aliás, isso é calúnia e tem-se que provar. Mas deixa pra lá.

Na hora do almoço, o treinador do Paulista, que veio com a parceria, disse que estava se retirando também. Nova divulgação competente da imprensa, novas manifestações de incredulidade de parte da torcida. Aliás, de alguns que começaram a criar uma relação de bandido / mocinho, dizendo que Jundiaí, através de jornais, rádios e blogs, usa do Paulista para ganhar dinheiro (como se fosse possível isso, com a audiência baixa e pouco interesse que o futebol em geral está rendendo no Interior do Estado), ora que é uma campanha para acabar com o clube (que contraditório… “chupa do time” mas quer destruí-lo?). E surgiram até mesmo os “doutores em jornalismo”, citando regras de divulgação. Aliás, não vi UM só jornalista de verdade criticar a imprensa local.

Enfim: tamanha a repercussão negativa da saída do parceiro (motivada pelo fato da Diretoria do Paulista FC ter anunciado que a gestão seria EXCLUSIVAMENTE do clube), que a própria diretoria não teve alternativa ao ver o campeonato se aproximar, o desgosto dos torcedores e a possibilidade de não conseguir bancar o time, que voltou atrás. Mais uma informação, o 3o fato do dia.

Nesse ínterim, após acusações infundadas, os mais exaltados acabaram confundindo liberdade de expressão com ameaças, calúnias e outras bobagens via WhatsApp. Não entraremos aqui nesse caso, pois em particular, providências podem e foram tomadas (aliás, coisa grave de grupos envolvendo jornalistas honestos e competentes).

Mas o que mais assustou foi: o fato do Paulista ter ficado numa “sinuca de bico” e voltado atrás, publicando duas versões de um esclarecimento no final da tarde (sem data) anunciando que a parceira continua e lamentando o ocorrido. Isso tornou-se, de maneira burra, documento de vitória para energúmenos! Não entenderam que o Paulista teve que ceder por dificuldade financeira e abrir mão aos terceiros a administração do time. Ao invés de torcerem para o time jundiaiense Paulista Futebol Clube, criou-se uma louvação da Kah Sports (que mostrou-se nesse episódio forte justamente pelo poderio financeiro e elenco de atletas). Tomara que essas mesmas pessoas COBREM o CT de Treinamento citado na Nota Oficial divulgada. E aproveito para lembrar: cadê a nota oficial da Kah dizendo que se acertou? Legal usar a imprensa anunciando a saída, mas a permanência…

O interessante é que os que aplaudem a Kah como “dona informal do Paulista” são os mesmos que torceram contra a Red Bull e que ignoraram os tempos gloriosos de Etti e Lousano. Vá-se entender…

Enfim, um desabafo: o futebol, que se tornou um negócio global e com a provável aprovação da lei das SFA no Brasil, que fatalmente reduzirá o número de pequenos clubes e permitirá que alguns poucos grandes sobrevivam, ironicamente faz com que as pessoas mudem o comportamento, transmitam ódio ao invés de ludismo e, por fim, se tornem marionetes entre pessoas que faturam muito dinheiro e outras que endividam fornecedores. Mas a culpa? Ah… a culpa é de quem noticiou os fatos reais / verídicos e acontecidos…

Dá pra compreender? Não dá. Quando a derrocada do poderio de gestão do seu clube de coração para terceiros é festejada e pessoas honestas contestadas, é porque a inteligência acabou de vez.

O duro é que pago R$ 750,00 de cativas por ano (que são caras), tento ajudar informalmente no que é possível (e não preciso divulgar), frequento as arquibancadas desses 1982 e tenho que aguentar cara que nasceu ontem, não sabe nada da vida, é mal educado, nem paga ingresso ou que invade área restrita dar uma de “bom”. Paciência. É o mundo dos imbecis, que duvida dos honestos, acredita nos demagogos e criam teorias da conspiração com sacanagem. Aliás, creem em sacanagem pois costumam vivencia-las? Seria isso?

Fica a dúvida.

Boa sorte ao nosso querido Paulista FC, time da nossa Jundiaí e que não é de A ou B, mas de todos nós. E que a maioria da torcida do Galo, que é muito mais inteligente do que meia dúzia de inexperientes pessoas, possam manter a luz da racionalidade em Jayme Cintra. Torço para o presidente Levada, Dr Treffilo, Jurandir Segli Jr, remontarem o Galo. Gente de Jundiaí, trabalhadora e reconhecida por todos.

Os outros textos citados em: https://professorrafaelporcari.com/2020/01/16/e-o-galo-voltou-atras-era-isso-ou-ficar-sem-time/

E chega de futebol, pois a vida é muito mais do que uma bola e os compromissos exigem atenção (além deste assunto ter cansado). Cada um enxerga suas prioridades e encara o mundo do seu jeito. E viva a democracia (não confundir liberdade com libertinagem, óbvio).

– S’imbora dormir?

Família é o bem maior. O dia acabou, a noite chegou e… após um banho revitalizador, fazer minha bebê dormir não é uma tarefa, mas sim um presente!

O duro é: como convencer a essa menina de covinha engraçada e sorriso puro “desligar”? Kk

Boa noite a todos!

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– E o Galo voltou atrás… era isso, ou ficar sem time!

OPS: ATUALIZADO ÀS 16h39 (uma nova nota em cima da nota nova. Incrível…)

Na manhã dessa 5a feira, a Kah Sports, em NOTA OFICIAL, anunciou seu desligamento do Paulista FC.

Vide a publicação aqui: https://wp.me/p4RTuC-oAm

Na hora do almoço, Edson Fio estava se desligando do time. Mais tarde um pouco, soube-se que o Paulista teria apenas 14 jogadores no elenco para a disputa da A3 e sem tempo hábil. Repercutiu-se aqui: https://wp.me/p4RTuC-oAt

Mediante todas essas dificuldades, o Paulista FC não teve outra saída para disputar o campeonato se não a de entregar novamente a direção do futebol profissional para a Kah Sports.

Assim, as duas notícias REAIS e FIÉIS tornaram-se velhas pelo fato de, na impossibilidade de gerir sozinho o clube, o Galo, literalmente, abrir as pernas. Também é uma informação real.

Enfim: a Kah Sports usou o que tinha de melhor para permanecer no clube: o anúncio da sua saída em nota oficial (isso não era blefe) e, mais tarde um pouco, o anúncio de que retiraria todos os demais jogadores (também não sendo blefe). Restou ao Paulista baixar a guardar e voltar atrás na decisão (que já tinha tomada) de “gerir o clube”.

Simples. Sem saída, voltou-se tudo ao que era antes. O Paulista tomou a decisão e teve que reverter mediante os fatos reais e acontecidos.

A questão é: como será o relacionamento daqui pra frente?

COMPLEMENTO 1: Deve-se ser muito mais racional e passional para analisar tudo isso. A Kah chantageou o Paulista ao divulgar a nota oficial (isso é documento, informação) ou o Paulista teve que baixar a guarda e devolver a direção de futebol ao anúncio da saída por traição?
Há de se emitir uma nota CONJUNTA explicando os fatos. E com data no documento, por favor.
Abaixo, a nota das 16h e mais abaixo, a nota das 16h39.

83644760_2770395843054557_3444191539461357568_o

Ops: divulgou-se há pouco uma nova nota em cima da nota nova, também sem data.

Abaixo:

Chega, não escreverei mais nada sobre o querido Paulista. Cansou tanto jogo de negocia daqui, divulga dali. Minha derradeira postagem sobre o clube.

– Sociedade Doente!

É difícil entender muitos da geração atual. Existe uma molecada descompromissada, que não respeita os mais velhos e que, para eles, na Internet “tudo pode”.

Como assim? Que país teremos com essa mentalidade? Confundem liberdade de expressão com anarquismo, “ter respeito” é confundido com um simples “obrigado”(enquanto a questão é bem maior) e, pasmem, se acham os donos da verdade!

Que valores os pais ensinaram a eles? Aliás, será que ensinaram? Pior que são bobos, se fanatizam por qualquer coisa e perdem a noção da realidade da vida. Para esses: política, futebol, religião ou qualquer assunto que os torna radicais sobrepõe até a família ou a cidadania.

Pobre mundo doente…

Resultado de imagem para educação respeito