– Valeu a pena?

Terminei meu dia com esse sorriso da filhota.

Será que valeu a pena o dia de hoje?

Não resta dúvidas

Imagem

– Um dos passageiros que estava no voo que trouxe o portador do Coronavírus era de Jundiaí

Não se pode perder tempo com situações como essa: há pouco, a Prefeitura de Jundiaí confirmou que um jundiaiense está em observação de ter sido ou não contaminado pelo Covid-19.

Abaixo, o comunicado oficial:

– RIP, Valdir Espinosa

À beira do Jubileu de Ouro no Futebol (8 anos como jogador, 6 como comentarista esportivo, 5 como dirigente e 30 como treinador, totalizando 49 anos), faleceu Valdir Espinosa!

Puxa, um cara considerado “gente boa” neste mundo tão complicado que é o futebol brasileiro. Ele tinha 72 anos e sofria complicações no intestino. Que descanse em paz!

Os times que ele trabalhou aqui:

De 1970 até 1978 (como jogador):

Grêmio
CSA
CRB
Esportivo
Vitória

De 1979 até 2020 (como treinador e dirigente, com pouquíssimas pausas):

Esportivo
Ceará
Londrina
Grêmio
Cascavel Esporte Clube
Al-Hilal
Grêmio
Cerro Porteño
Botafogo
Flamengo
Botafogo
Cerro Porteño
Atlético Mineiro
Palmeiras
Portuguesa
Corinthians
Fluminense
Tokyo Verdy
Coritiba
Botafogo
Fluminense
Vitória
Atlético Paranaense
Fluminense
Brasiliense
Ceará
Fortaleza
Flamengo
Santa Cruz
Cerro Porteño
Vasco da Gama (auxiliar técnico)
Vasco da Gama
Portuguesa
Fluminense (auxiliar técnico)
Duque de Caxias
Esportivo (coordenador técnico)
Metropolitano
Las Vegas City
Grêmio (coordenador técnico)
Botafogo (gerente de futebol)

Resultado de imagem para Valdir Espinosa

– Magazine Luiza compra o Estante Virtual!

Se você gosta de livros e faz uma busca bem refinada nos preços antes de comprá-los, provavelmente já conhece o Estante Virtual, que vende livros novos e usados através de parceiros de todo o Brasil.

Pois bem: o Estante Virtual passa a ser mais uma das empresas do Magazine Luzia, que está rumando para bater de frente com os gigantes do e-commerce cada vez mais. Abaixo:

A VEZ DOS LIVROS: MAGAZINE LUIZA COMPRA ESTANTE VIRTUAL POR R$ 31 MILHÕES

Por Carolina Riveira

A varejista Magazine Luiza concluiu nesta quinta-feira a compra do site de livros Estante Virtual, que pertencia à Livraria Cultura e é conhecido sobretudo no segmento de livros usados. O negócio custou 31,1 milhões de reais.

O Magalu arrematou a Estante Virtual em um leilão feito em São Paulo, como parte do plano de recuperação judicial da Cultura. EXAME apurou que a proposta da varejista já foi completamente aceita pela Cultura e que, agora, o negócio tem de 5 a 20 dias para ser oficialmente fechado. O Cade, conselho de defesa da concorrência, também havia aprovado em dezembro uma eventual compra da Estante Virtual pelo Magalu.

Fundado em 2005 pelo administrador de empresas carioca André Garcia, a Estante Virtual reúne mais de 16 milhões de livros vendidos por terceiros, entre novos e usados. O site foi comprado pela Livraria Cultura no fim de 2017.

O movimento do Magalu era esperado pelo mercado desde o fim do ano passado. A compra faz parte do plano da varejista de oferecer uma maior diversidade de categorias em seus canais de vendas, indo além de eletrônicos e eletrodomésticos. A empresa começou a vender livros em abril de 2019 e tem um sortimento de mais de 240.000 títulos.

O Magazine Luiza não se pronunciou sobre o leilão ou sobre como pretende integrar as operações da Estante Virtual a seu site e aplicativo. Uma das possibilidades é que a empresa integre a logística da Estante Virtual a seu sistema de distribuição próprio.

Na Estante Virtual, que funcionava como um marketplace (com vendas feitas por terceiros), a entrega dos livros era até então de responsabilidade dos vendedores, gerando longos e caros prazos de entrega. Com os livros que vende atualmente, o Magalu usa parceiros próprios para as entregas e suas mais de 1.000 lojas no Brasil como espaço de retirada de itens comprados online — essa modalidade, chamada de “Retira Loja”, conta com frete gratuito ou mais barato e entrega mais rápida.

A Estante Virtual é uma espécie de “sebo” na internet, onde amantes de livros, estudantes e outros clientes podem encontrar edições antigas ou mesmo raras e comprá-las de vendedores de diferentes lugares do Brasil. A empresa afirmava em agosto de 2019 ter mais de 2.600 vendedores registrados e mais de 23 milhões de livros vendidos desde a fundação.

A venda do site estava no plano de recuperação judicial da Cultura, aprovado em abril do ano passado. Afetada pela crise das livrarias (que também levou a concorrente Saraiva a recuperação judicial), a Cultura tem uma dívida de 285 milhões de reais.

– Análise Pré-Jogo para a Arbitragem de Paulista x Marília, Rodada 08 da A3.

Cleber Luís Paulino está escalado para Paulista x Marília nesta 8a rodada da 3a divisão. Mas quem ee ele?

O juizão tem 39 anos de idade, trabalha há 11 temporadas e é Professor de Educação Física. Está bastante acostumado em jogos da A3 (já atuou pela A1 e foi árbitro da final da Copa SP entre Corinthians x Batatais). Ele não costuma dar muitos cartões (e isso é um problema, pois se tecnicamente é bom e tem experiência, disciplinarmente, às vezes, se atrapalha).

Ele esteve no Jayme Cintra em 2018 na derrota do Paulista contra o Guarulhos por 2×0, onde não foi bem no critério dos cartões (embora, nesta partida, Magno foi expulso corretamente por cuspir contra seu adversário).

A análise dessa arbitragem está em: https://professorrafaelporcari.com/2018/06/17/analise-da-arbitragem-de-paulista-0x2-guarulhos-e-os-problemas-relatados-na-sumula/.

Neste ano, Cleber apitou a estreia do Marília na A3, (derrota por 1×0 frente ao Linense na “Capital do Alimento”)*. Na ocasião, atuou muito bem e cumpriu a 1a etapa do Protocolo FIFA contra a discriminação, devido aos gritos homofóbicos da torcida contra o goleiro de Lins (sobre o procedimento, aqui: https://wp.me/p4RTuC-nAN).

A escala completa:

Árbitro: Cleber Luís Paulino
Árbitro Assistente 1: Diogo Cruz Freire
Árbitro Assistente 2: Claudenir Donizeti Gonçalves da Silva
Quarto Árbitro: João Augusto Mariano de Oliveira
Avaliador de Campo: Antonio Rogério Batista do Prado

*Sobre o título de Capital do Alimento, a explicação e outras curiosidades no link em: https://conteudo.solutudo.com.br/marilia/historias-inspiradoras-marilia/10-curiosidades-de-marilia-a-cidade-com-cheirinho-de-biscoito-ou-bolacha/

Desejo um bom jogo e uma grande arbitragem!

Acompanhe a transmissão de Paulista vs Marília pela Rádio Difusora Jundiaiense AM 810, com o comando de Adilson Freddo. Narração de Edson Roberto; comentários de Heitor Freddo e Robinson “Berró” Machado; análise da arbitragem com Rafael Porcari; reportagens de Luiz Antonio “Cobrinha” de Oliveira. Sábado, às 16h00 – mas a jornada esportiva começa a partir das 15h00 para você ter a melhor informação com o Time Forte do Esporte!

– E a culpa é da imprensa?

Um Brasil ideal deveria ter como base os 3 poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) trabalhando de forma harmônica e com pessoas competentes e honesta. Sempre (isso é importante) de maneira independente.

A jornalista Vera Magalhães divulgou no Estadão que o presidente Jair Bolsonaro estava incentivando as manifestações contra o Congresso através de mensagens por WhatsApp (o que foi um fato real). Isso é notícia, não é Fake News ou algo que o valha. Cabe ao presidente responder (se quiser) sobre esse deslize em insurgir a população contra um dos poderes.

Mas não é que o fanatismo que cega resolveu “culpar” a profissional de imprensa?

Enfim: qual a culpa? De fazer o trabalho dela com correção?

Cuba, uma nojenta ditadura esquerdista, não permite Liberdade de Imprensa. China, uma potência econômica e militar, idem. No Brasil, o PT e seus aliados tentaram implantar a censura de maneira velada com a nefasta ideia de “regulação da mídia”. Agora, a Direita, que deveria ser contraponto e defensora do respeito, desdenha da Democracia com os extremistas?

Lamentável…

Extraído de: https://istoe.com.br/jornalista-vera-magalhaes-do-estado-e-alvo-de-ataques-nas-redes-sociais/

VERA MAGALHÃES É ALVO DE ATAQUES

Após ter revelado nessa terça-feira (25) que o presidente Jair Bolsonaro havia usado seu celular pessoal para compartilhar um vídeo convocando a população para manifestações contra o Congresso Nacional,a jornalista Vera Magalhães, do ‘Estado’, passou a ser alvo de ataques nas redes sociais.

Uma conta falsa em nome da jornalista foi criada no WhatsApp e mensagens fraudadas foram distribuídas em outras redes sociais. Além disso, houve compartilhamento de uma cobrança de 2015 do colégio onde estudam os filhos de Vera, expondo, dessa forma, a família da jornalista, de acordo com informações do próprio ‘Estado’.

“Divulgar este tipo de informação pessoal é um constrangimento e, embora possa não ser considerado uma ameaça do ponto de vista jurídico, é obviamente uma forma de ameaçar a jornalista. A divulgação de documentos é um método clássico de ameaçar ou incentivar alguém a atentar contra uma pessoa. Do ponto de vista da Abraji, é mais um ataque dos apoiadores do presidente contra jornalista. Pela recorrência, isso está se tornando uma questão crítica”, disse o presidente da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), Marcelo Träsel, ao ‘Estado’.

No Twitter, a deputada Carla Zambelli (PSL-SP), que é da base de apoio do presidente Bolsonaro no Congresso, classificou os ataques à Vera como algo ‘abominável’.

Carla Zambelli @CarlaZambelli38

Se a @veramagalhaes publicou um print do Fraga, é pq ele próprio printou e enviou. Acredito q isso não deveria sequer ser notícia, por isso critiquei a Vera.

Mas daí a divulgar onde os filhos dela estudam, os colocando em risco, é algo abominável. Atitude clássica da esquerda.

Resultado de imagem para vera magalhães bolsonaro

– Tantos técnicos demitidos só em Fevereiro… mas quantos cartolas?

O Atlético Goianiense demitiu Cristóvão Borges com uma única derrota, pois a diretoria entendeu que sua “filosofia não atende a demanda do clube”, como foi divulgado em nota no momento da sua demissão.

O Atlético Mineiro demitiu o treinador Dudamel após a eliminação da Copa do Brasil para o time pernambucano de Afogados da Ingazeira. Um vexame tal saída da competição, sem dúvida.

O Corinthians é pressionado por resultados e bom futebol, o que não tem sido ainda obtido pelo treinador Tiago Nunes. O Santos “ferve” por conta do descontentamento do Conselho Deliberativo ao português Jesualdo. O São Paulo não tem paz nem mesmo quando Fernando Diniz consegue vitórias (e olhe que o time ataca constantemente).

Tudo isso seria até compreensível se não fosse o fato da temporada ter começado no final de Janeiro e estarmos em FEVEREIRO apenas! Também da utopia de que, as pessoas que demitiram os treinadores se auto-reconhecessem cúmplices do “fracasso”. Afinal, foram eles, treinadores, que se auto-empregaram”?

Comparo perfeitamente com qualquer Comissão de Árbitros: se um juiz vai mal por inexperiência, ou não atua bem porque não tinha o perfil para determinado jogo, ou ainda estava sem ritmo de jogo e apitou fora das condições adequadas ou sem instrução devida, a culpa é dele, árbitro, ou de quem o escalou? 

É muito simples um gestor de clube contratar um profissional e demiti-lo em poucos dias, criticando seu desempenho. Mas quem o escolheu? 

A cartolagem dos clubes se perde na nobreza e arrogância, e no fundo seus acessórios são os de Patati e Patatá…

Resultado de imagem para pessoas com cartolas

– O respeito no dia-a-dia: o irrepreensível puxão de orelha do Papa à falta de noção ao comportamento na Web

Disse o Papa Francisco quanto ao comportamento dos católicos durante a Quaresma:

A Quaresma é um momento para abrir mão de palavras inúteis, fofocas, boatos, tagarelice e se dirigir a Deus pelo nome (…) Vivemos em uma atmosfera poluída por violência verbal demais, palavras ofensivas e danosas demais, que são amplificadas pela internet. Hoje, as pessoas insultam umas às outras como quem diz ‘bom dia’.

A observação do Papa é quase perfeita. “Seria perfeita” (em tom jocoso, lógico) se o discurso fosse a todas as crenças e descrentes, além de ser perene (não necessariamente na Quaresma).

Que esse chamamento à conversão seja diário!

Papa participa de audiência no Vaticano

Foto extraída de Exame.com tendo como legenda: “Vaticano: nos últimos anos, o papa foi alvo de insultos de sites católicos ultraconservadores (Remo Casilli/Reuters)”

– A discussão sobre Maradona e Messi ressuscitada pelo próprio “dios”.

Por toda a sua história de alegrias e tragédias, a vida de Dom Diego Maradona, considerado “o Dios (Deus) do Futebol” na Argentina (lembrando que no Brasil temos o “Rei Pelé”), é mais interessante do que a do indiscutível gênio Messi, muito mais discreto.

Nesta semana, no Estádio San Paolo, Maradona deu uma cutucada em Messi após uma rara má atuação (em Napoli x Barcelona), dizendo que “não vai poder fazer o que ele fez”.

A ideia mais debatida é a de que Maradona jogou em um time que ele fez ser grande; já o Barcelona já tinha um grande time onde Messi mostrou sua categoria.

Extraído de: https://www.goal.com/br/not%C3%ADcias/maradona-segue-torcida-do-napoli-e-provoca-messi-nao-vai-fazer-o-/efhbi3y0t8031gr5nmvk5d4bu

MARADONA PROVOCA TORCIDA DO NAPOLI E DIZ: NÃO VAI FAEZR O QUE EU FIZ

Na última terça-feira (26), o Barcelona foi à Itália enfrentar o Napoli pela primeira partida das oitavas de final da Champions League e empatou por 1×1. O jogo marcou a primeira aparição de Messi no Estádio San Paolo, palco onde Diego Maradona conquistou um posto de divindade.

Como não podia ser diferente, a má atuação do camisa 10 do Barcelona reacendeu as intermináveis comparações entre os doi craques argentinos. Depois de Piqué se manifestar a respeito, foi a vez do próprio Maradona dar a sua opinião sobre Messi.

“Messi chegou a um San Paolo em decadência, Messi não viveu o que eu vivi. Ele pode jogar extraordinariamente em Nápoles, mas não vai poder fazer o que eu fiz, vamos esclarecer isso. Mas eu gostaria que os napolitanos tivessem um Messi”, disse à Rádio Estádio.

A opinião de Maradona parece ser bem parecida com a de boa parte da torcida do Napoli. Antes do início da partida, os torcedores que estavam presentes no Estádio San Paolo gritaram o nome de seu maior ídolo assim que Messi pisou no gramado.

Apesar das provocações, o craque do Barcelona terá a chance de responder na partida de volta, contra o Napoli, que acontecerá no próximo dia 18, no Camp Nou. O clube catalão precisa de qualquer vitória ou de um empate sem gols para garantir a classificação para as quartas de final.

lionel-messi-barcelona-2019-20_g90w8sqsbl3l12w7ckth8jr2l

– É bom ou é ruim chupar chupeta?

O tema é interessante para nós, papais e mamães: a chupeta!

Alguns dizem que nunca se deve dar a chupeta antes dos 14 dias de vida para não atrapalhar na amamentação. Ao mesmo tempo, outros dizem que a chupeta é indispensável, pois o bebê que não se acostuma com ela começa a chupar o dedo e acaba se tornando um vício ruim.

Algumas coisas interessantes que você deve saber sobre a chupeta,

Extraído da Revista Crescer: http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI305314-15046,00-COISAS+SOBRE+A+CHUPETA+QUE+VOCE+PRECISA+SABER.html

7 COISAS SOBRE A CHUPETA QUE VOCÊ PRECISA SABER

Novo estudo sugere que ela ajuda no aleitamento e reacende a polêmica sobre seu uso

O assunto é sempre polêmico. A maioria dos pediatras condena o uso da chupeta, mas algumas mães alegam que o acessório tem lá suas vantagens, desde que usada com moderação. O mais recente estudo, da Universidade de Saúde e Ciência do Oregon, nos Estados Unidos, diz que ela pode (quem diria!) até mesmo estimular a amamentação. Os pesquisadores americanos analisaram os dados de 2.249 crianças nascidas entre junho de 2010 e agosto de 2011. Os resultados mostraram que a taxa de aleitamento natural diminuiu de 79% para 68% após a abolição das chupetas. O que os autores do estudo ainda não descobriram é o que estaria por trás dessa estatística.
Contradições à parte, antes de você (com a orientação do pediatra) decidir se o seu filho vai ou não usá-la, melhor ficar por dentro do assunto. A seguir, sete coisas que toda mãe tem de saber.

1 – Atrapalha a amamentação?

Apesar da pesquisa norte-americana citada acima, Luciano Borges, presidente do Comitê de Aleitamento da Sociedade Mineira de Pediatria, discorda. Ele diz que inúmeros estudos anteriores mostram que a chupeta está sempre associada com um tempo menor de duração do aleitamento materno. Segundo Luciano, o fato acabou sendo decisivo para que a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) optassem como recomendação oficial não utilizar bicos e chupetas desde o nascimento. Essa orientação é compartilhada pelo Ministério da Saúde do Brasil. “Tenho um caso de paciente que ofereceu chupeta à sua filha quando ela tinha 1 mês e meio. Na mesma época, a criança largou o peito e começou a perder peso. Bastou a mãe tirar a chupeta para a amamentação voltar ao normal”, conta o pediatra. A explicação para isso é que a musculatura e a posição da língua que o bebê usa para sugar a chupeta é diferente da usada para mamar, o que confunde a criança. A pediatra Tania Shimoda, do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas de São Paulo, também faz um alerta: “Vale lembrar que a chupeta só deve ser oferecida ao bebê quando a amamentação estiver estabilizada, depois de três ou quatro semanas de vida da criança”, reforça a pediatra Tania Shimoda.

2 – Prejudica a dentição?

Se a sua preocupação é que os dentinhos do seu filho fiquem tortos, há indícios de que, se a criança largar o acessório até os 2 anos, eles voltariam ao normal. No entanto, há outros problemas. “Um hábito oral pode gerar outro. Por exemplo, o uso da chupeta pode favorecer alterações na respiração (pode predominar a respiração pela boca), na postura corporal, na fala e na mastigação”, diz Dóris Rocha Ruiz, odontopediatra da Unifesp.

3 – Até que idade meu filho pode usá-la?

Ela deve ser retirada a partir de 1 ano de idade e, no máximo, até os 2. A chupeta tem de ser usada com moderação. Ou seja, não dá para a criança ficar o dia inteiro com ela na boca. Assim, o uso deve ser limitado apenas para dormir, já que a criança tende a cuspi-la depois, e em alguns casos específicos. Por exemplo, no avião, para proteger o ouvido durante a subida e a descida da aeronave, após a vacinação e quando a criança estiver chorando muito. Mas, nesses casos, o efeito é o mesmo do que dar o peito.

4 – O que é pior, chupeta ou dedo?

O dedo é pior, pois será mais difícil a criança abandonar o hábito. O bebê não pega a chupeta sozinho, mas pode colocar o dedo na boca mesmo dormindo.

5 – A chupeta alivia a cólica do bebê?

Em um primeiro momento, pode ser que sim, porque acalma (ou mesmo distrai) a criança. Mas, por outro lado, a criança pode engolir ar – e isso só piora a cólica.

6 – Ela previne a morte súbita?
A Academia Americana de Pediatria afirma que o uso do acessório diminui a incidência de morte súbita. Mas isso não quer dizer que, se o seu filho não gosta ou não usa, você deve forçá-lo.

7 – Que cuidados devo tomar com a higiene?

A chupeta deve ser lavada com água corrente toda vez que cair no chão e, de preferência, esterilizada diariamente.

bomba.jpg

– Boa e animada 5a feira!


Que dia “molhado” surge lá fora. Pudera, a noite inteira choveu…

Não importa. Vamos aproveitar a manhã-madrugada para correr?

Fui para o cooper, motivando no clique 1:

Durante o treino, pensando nas coisas do Alto e conversando com Deus. Hoje, pedido a intercessão da nossa Mãe querida, a Virgem Maria: serva do Pai, mãe do Filho e esposa do Espírito Santo.

Rezando no clique 2:

Depois da atividade física, é hora de alongar! Junto às flores, é sempre muito melhor.

Relaxando no clique 3 com as pétalas ainda gotejadas:

Por fim, pronto para outros desafios na labuta, e desejando uma boa 5a feira para todos nós, o clique 4 da paisagem da alvorada de hoje: 

Ótima jornada para os amigos e vamos viver!

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– Por dias, o assunto no Brasil será o Coronavírus. E tinha como não ser?

Temos “dois lados” do Coronavírus no Brasil a se abordar:

  • Por um lado, as autoridades de Saúde do Brasil pedindo para as pessoas não se desesperarem pois existe apenas 1 caso aqui – e que foi contraído na Itália. Nenhum vindo da China.
  • Por outro, a população com medo, receosa de que isso se espalhe (como está acontecendo na Lombardia e no Veneto, ambas regiões importantes da Itália, e na China e de lá pelo Sudeste Asiático). Quem preza pelo bem-estar, é justo que se preocupe.

A verdade é que, por mais que se tome todos os cuidados, sabidamente é difícil controlar uma pessoa que não esteja isolada totalmente. Pense: e as pessoas que estavam com o passageiro no seu vôo para o Brasil? E a pessoa que sentou-se ao lado dele? E os vizinhos? Estão assustados?

Será, queiramos ou não, entendível a ida de pessoas mais receosas aos hospitais com medo de que estejam contaminadas, superlotando-os (mesmo que o cidadão não tenha indício algum). Naturalmente, as escolas, cinemas e qualquer outro ambiente de aglomeração pública estarão fechados. E por aí vai…

Os dois primeiros itens a se esgotarem nas farmácias: álcool gel e máscaras de proteção. Isso seria provável também.

O certo é: se esse Codiv-19 tivesse surgido há 50 anos, até se entender o que era, de onde veio, o que causa e como se previne, no mundo não tão globalizado como hoje teríamos muito mais vítimas.

Resultado de imagem para Coronavírus no Brasil

– Alienação em 3 minutos

Extraído do Facebook do jornalista e escritor Pedro Favaro Jr:

Não faz muito tempo, li um artigo sobre o par inventado para nós que vivemos na aldeia global, o mundo do consumo e das necessidades criadas pela publicidade e propaganda. O mundo da tecnologia e do individualismo. Da comunicação total e da incomunicação total, ao mesmo tempo.

O primeiro companheiro inventado teria sido o cigarro. Depois, vieram as bebidas. Mais à frente, um pouco, entre nós pouco antes da metade do século 20, vieram o rádio e a TV. E, do segundo para o terceiro milênio, entra em cena um ‘parça’ total, o dispositivo eletrônico – primeiro o computador doméstico, depois o laptop, mais leve e portátil, em seguida o tablet ou o iPad. E depois por fim o iPhone ou Smartfone. 

O filme egípcio “L’altra par” trata disso. Do que temos nos transformado na companhia desse parceiro inseparável. “L’altra par” durou só 3 minutos e ganhou o prêmio de melhor curta metragem no festival de cinema de Veneza. O diretor tem 20 anos. O filme trata do isolamento na época da comunicação global. Aí vai.

– Catalogando Workaholics

Veja só: o workaholic é aquele típico viciado em trabalho. Porém, agora já temos catalogados 4 tipos desse sujeito.

Será que você se encaixa em alguns deles, sendo um workaholic e não sabe?

Extraído de: Revista Superinteressante, Janeiro/ ed 45.

AS QUATRO FACES DOS WORKAHOLICS

1) O IMPLACÁVEL

Não sabe dizer “não”. Assume mil responsabilidades sem conseguir priorizar o que importa nem delegar tarefas a outras pessoas. Com tanta coisa a fazer em pouco tempo, acaba deixando passar muitos erros.

2) O BULÍMICO

Por ter autoestima baixa, cria expectativas altas demais de como devem ser seus resultados. Isso lhe dá medo de começar projetos e, quando começa, trabalha à exaustão, extremamente preocupado com o risco de cometer erros.

3) O DESATENTO

Tem prazer com muitas idéias e, assim, começa uma imensidão de projetos. Porém, sente-se enfadado quando precisa levá-los adiante. Acaba fazendo tudo sem muito empenho, pensando em outras coisas.

4) O DEGUSTADOR

Detalhes o preocupam tanto que ele acaba paralisando, reescrevendo a mesma frase, rechecando algo. Como acha que ninguém será cuidadoso como ele, não consegue passar o bastão. E aí, você se identificou com algum perfil?

Resultado de imagem para workaholic

imgres.jpg