– Brasil não leva a sério a Pandemia…

Não é possível que, em mais um dia no qual mais uma vez se atinge a casa de 1000 mortos de Covid-19, as pessoas não se sensibilizem e insistam em não se prevenir.

É tão difícil usar máscara? Por quê insistir em eventos de aglomeração? Pra quê minimizar a crise?

A verdade é que muitas pessoas não ajudam. Ao invés de tomarem cuidado, postam nas Redes Sociais diversas fake news minimizando tudo isso. E se alguém posta caixões e número de mortos para alertar da gravidade, vem gente e “reclama que é algo mórbido” e que “não é para tanto”.

As autoridades também não colaboraram: em qual país do mundo as autoridades ficaram batendo boca por política (ou politicagem) e não priorizaram o combate ao Novo Coronavírus? NENHUM!

Tudo isso retarda a queda da curva do número de infectados e aumenta o prazo para a retomada da normalidade. 

Se quisermos o Comércio aberto, os parques lotados de gente e os abraços tão necessários das pessoas queridas, depende de nós. O quanto mais colaborarmos, antes a coisa normalizará!

Terra triste bonito, coronavirus atacando a terra, desenhos ...

– Nosso belo entardecer!

E essa linda paisagem do entardecer?

Nem está tão tarde, mas o sol caindo formou essa linda silhueta!

Veja como a Natureza é generosa com a beleza que nos proporciona, abaixo:

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– Celebrity Infinity e os passeiros em “quarentena infinita”…

Se você está reclamando por estar em casa devido ao Novo Coronavírus, imagine os funcionários de cruzeiros, que estão fora de casa há muito tempo e já tiveram contato “com tudo e com todos” neste período!

Um dos casos, há gente desde MARÇO em alto mar, transferindo-se apenas de embarcação. Assustador…

O texto em: https://epoca.globo.com/mundo/coronavirus-crescente-desespero-de-milhares-de-funcionarios-confinados-em-cruzeiros-ha-meses-24444261?%3Futm_source=twitter&utm_medium=social&utm_campaign=post

Cruzeiro de 11 dias a bordo do Celebrity Infinity | Celebrity ...

 

– O espírito de Corrupção frente à necessidade de Espírito Solidário! Witzel, Dória, Bolsonaro…

Com tanta gente sofrendo, acontecendo mortes aos milhares em nosso país por conta de Covid-19, ainda assim há aqueles que não se sensibilizam com a tragédia.

Prova disso: as denúncias de corrupção envolvendo compra de respiradores, montagem de hospitais de campanha e outros desvios.

No Rio de Janeiro, o governador Wilson Witzel recebeu a visita da Polícia Federal em sua casa, numa busca de possíveis indícios de corrupção em verbas destinadas à Pandemia.

Em São Paulo, se fala muito sobre os valores absurdos pagos antecipados a respiradores chineses ainda não entregues, sendo um grande “Calcanhar de Aquiles” ao governador paulista João Dória Jr.

Tem que investigar mesmo! Não se pode ser insensível a tal ponto de cometer desvios de dinheiro num momento tão delicado. E, já que a Polícia Federal começou a trabalhar em cima disso, sejamos justos: aja também com eficiência nos casos em que o Presidente Bolsonaro não quer (seja quais forem – suspeita ou crime cometido – tem que investigar). Lembremo-nos que ele confessou que iria intervir na PF para blindar seus familiares e amigos (e interveio).

É duro ver tanta politicagem (de todas as esferas de Governo) enquanto a população fica exposta sem uma política racional de combate ao Novo Coronavírus.

Concurso Polícia Federal: descubra onde você poderá ser lotado

 

– Rumos da Carreira Profissional: Generalista ou Especialista?

Especialista ou generalista? O que fazer na Carreira? Como Fazer? Onde Fazer?

Tais dúvidas foram muito bem abordadas nesse ótimo texto de Adriano Silva, do “Blog do Executivo Ingênuo”, voltado aos estudantes de Administração de Empresas, jovens executivos e pós-graduandos.

Pela irreverência e ótima qualidade, dentro de um assunto corriqueiro à nossa formação profissional, compartilho com os amigos:

QUANTAS ALMAS VOCÊ TEM?

Tem gente que é especialista. Que define desde o comecinho da carreira o que deseja fazer da vida e decide, sobretudo, o que não quer fazer. Essas pessoas enveredam por um caminho profissional bem definido e não se afastam dele por nada. Costumam pensar o seu talento como uma coisa única e, portanto, recusam tudo que não for precisamente aquilo que escolheram fazer. Dizem para os outros e para si mesmas que só sabem fazer aquilo, que não sabem fazer outra coisa, e avançam por aquela carreira, vida afora, sem olhar para trás.

E tem gente que é generalista. Que gosta de fazer uma coisa mas não descarta fazer outras. Essas pessoas investem num caminho profissional mas mantêm sempre um olho nas alternativas, nas realidades paralelas. Costumam pensar seu talento como uma coisa multifacetada e, portanto, não raro, decidem ir lá ver que outra vida poderiam ter se tomassem outros rumos, se tentassem a mão em outras áreas. Alguns podem até ver profissionais desse naipe como inconstantes, como gente que antes de avançar demais em um determinado caminho, troca de caminho e começa tudo de novo. Mas eles preferem se ver como talentos irrequietos, profissionalmente curiosos, ávidos por conhecer mais e viver coisas novas. E, assim, tratam de viver várias vidas numa só.

Eu acho que, no fundo, tenho alma de especialista. Sinto uma certa inveja de quem se embreta num só fazer sem medo algum de abrir mão do descortínio, de não contar com tantas rotas de fuga e saídas de incêndio caso aquela carreira deixe de oferecer boas oportunidades e simplesmente vá para o vinagre. No entanto, minha carreira tem sido bastante generalista. Devo ter também, em algum lugar (não precisa dizer onde), um bichinho que me faz sempre romper o horizonte, quebrar as paredes e colocar as minhas eventuais competências sempre em vários cestos ao invés de jogá-las integralmente num cesto só. Ainda não sei se isso mais me ajuda (tenho de fato construído algumas obras relevantes ao longo da carreira) ou mais me prejudica (será que eu poderia ser muito melhor em alguma coisa específica se eu tivesse me entregado a ela de corpo e alma há duas décadas?)

Enquanto não sei responder a isso, vou vivendo. Escapando do tédio do especialista – às vezes com nostalgia de uma carreira com um escopo menor. E vivendo as turbulências dos vários recomeços do generalista – às vezes com vontade de ter um pouquinho mais de mesmice e calmaria em minha rotina.

E você?

Resultado de imagem para generalista ou especialista

– Os Postos de Autosserviço vingarão no Brasil?

Vez ou outra, ouvimos notícias de se permitir o auto-atendimento dos clientes em postos de combustíveis. O Carrefour, quando começou a montar seus estabelecimentos, tentou essa proposta e a legislação barrou.

É um assunto muito complicado: se pelo lado do comerciante, o custo de um frentista é altíssimo (em impostos, obrigações de saúde e outras exigências), por outro: será que o próprio cliente se atender, com as dificuldades existentes (quando travar a bomba, como abrir o tanque, o cuidado em não respirar benzeno, assim como o pagamento dos produtos) dará certo?

Abaixo, o projeto que já faz 1 ano e que está para ser discutido:

Em: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/06/06/projeto-camara-posto-gasolina-motorista-abastecer-autosservico.htm

PROJETO QUER PERMITIR QUE MOTORISTA ABASTEÇA O PRÓPRIO CARRO

O Projeto de Lei 2302/19 permite o funcionamento de bombas de autosserviço –operadas pelo próprio consumidor– nos postos de abastecimento de combustíveis.

Em análise na Câmara dos Deputados, o projeto revoga a Lei 9.956/00, que hoje proíbe essas bombas.

Autor da proposta, o deputado Vinicius Poit (Novo-SP) diz que permissão de postos com autosserviço é uma das sugestões constantes em estudo do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) de 2018 para aumentar a concorrência no setor de combustíveis e reduzir os preços dos combustíveis.

O parlamentar ressalta que o modelo existe nos Estados Unidos desde a década de 1950 e permite a venda por um preço mais barato, já que reduz o custo trabalhista do empresário.

Tramitação

A proposta será analisada em caráter conclusivo pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Minas e Energia; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Deputado mostra como funciona bem em Nova York self-service em ...

– A insensibilidade de Rodolfo Landim, presidente do Flamengo

À Fox Sports na 2a feira, disse o presidente flamenguista Landim:

“Se a minha atividade é segura e está sendo feita seguindo protocolos, a minha pergunta é: por que não? O que estaria de errado na volta do futebol? Simplesmente por que você está tendo uma curva ascendente? A curva é ascendente numa pandemia porque ela está ocorrendo em outras atividades que não estão seguindo esse protocolo que a gente está seguindo. Não vejo isso como um problema.”

Caramba. Puro egoísmo de quem demonstra pensar no seu interesse e não na coletividade. Todos nós precisamos voltar ao trabalho (e à vida normal, assim que possível). Mas justificar com tal arrogância, desprezando seu entorno, é condenável – em especial pelo momento em que todos nós temos que nos dar as mãos.

Flamengo perde mais um patrocinador - Gilmar Ferreira - Extra Online

– Dois exames para Covid-19, dois resultados diferentes no prazo de um dia. Como o novo coronavírus é melindroso!

O economista Samy Dana mostrou que é o exemplo perfeito para se explicar a dificuldade de detecção do Covid-19: ele fez o swab (teste que retira amostras do nariz) e deu positivo para o Novo Coronavírus. Fez no dia seguinte o teste de sangue, e este deu negativo! Veja só a imprecisão… por estar no começo da infecção, não conseguiu perceber.

O UOL trouxe uma matéria muito interessante explicando situações como essas, em: “Teste de anticorpos positivo não é atestado de imunidade”, diz pesquisadorEnquanto muitos que já sofreram com a covid-19 acreditam estar imunes após receber um resu…uol.com.br

O Vídeo onde Samy explica está em: https://youtu.be/86nHHblovWw

 

– Suando na 3a feira!

👊🏻Bom dia!
Uma jornada de muito trabalho vem vindo. Desse jeito, há de se ter energia.
Para isso, vamos começar animados com um cooper, apesar do frio?
S’imbora correr. Motivando na imagem “de calor” (só para ironizar o dia gelado…):
🏃🏻 #Fui #RunningForHealth #run #cooper #corrida #sport #esporte #running

6AF17FE5-103A-43B4-B496-877BE9E53F21

🙏🏻Correndo e Meditando o #SantoTerço: “Ó #Maria, pelos mistérios do #Rosário, atendei-nos. #Amém.”
#Fé #Santidade #Catolicismo #Jesus #Cristo #MãeDeDeus #NossaSenhora #PorUmMundoDePaz #Peace #Tolerância #Fraternidade

bomba.jpg

🌺Fim de #cooper!
Suado, cansado e feliz, alongando e curtindo a beleza das #flores.
🏁 #corrida #treino #flor #flowers #pétalas #pétala #jardim #jardinagem #garden #flora #run #running #esporte #alongamento

bomba.jpg

🌅Desperte, Jundiaí!
Que a #TerçaFeira seja realmente boa.
🍃 #sol #sun #sky #céu #photo #nature #morning #alvorada #natureza #horizonte #fotografia #pictureoftheday #paisagem #inspiração #amanhecer #mobgraphy #mobgrafia #Jundiaí #AmoJundiaí

bomba.jpg

Ótima #labuta a todos.

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– Ponderação ao escrever coisas que não testemunhou ou nem provará: o caso “Dono da Havan” e “Reitor da Unicamp”.

Cuidado quando você acusa alguém justificando que “um amigo lhe falou”. Pode dar muito errado…

Viram a pendenga envolvendo Luciano Hang, dono da Havan, e o reitor da Unicamp, Marcelo Knobel?

O empresário tuitou que, durante uma formatura (segundo um amigo), o reitor gritou palavras de ordem comunistas (veja abaixo). Em seguida, o ofendeu na postagem.

E o grande problema foi: o professor Marcelo Knobel nem tinha participado desse evento… Na Justiça, Hang teve que indenizá-lo.

Veja a defesa do advogado ao final da matéria:

Extraído de: https://istoe.com.br/dono-da-havan-e-condenado-por-atacar-reitor-da-unicamp/

DONO DA HAVAN É CONDENADO POR ATACAR REITOR DA UNICAMP

A Justiça de São Paulo condenou o empresário Luciano Hang, donos das lojas Havan, a indenizar o reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, em R$ 20,9 mil. No dia 24 de julho de 2019, Hang escreveu em seu perfil no Twitter que o reitor da universidade havia gritado “Viva la Revolução” durante uma formatura.

“Unicamp final ano passado amigo meu acaba de contar foi formatura sobrinho no final o Reitor grita: ‘Viva la Revolução’ e depois dizem que nossas universidades não estão contaminadas? Vá pra Venezuela Reitor FDP”, escreveu o dono das lojas Havan. A publicação recebeu cerca 5,3 mil curtidas e 680 retweets.

No entanto, o juiz Mauro Iuji Fukumoto, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Campinas, constatou que Marcelo Knobel “não gritou ‘Viva la revolução’ em uma cerimônia de colação de grau”. Durante o processo, o reitor que é professor de física afirmou que não participou do evento.

“Ao imputar-lhe conduta em tese praticada por terceira pessoa, o requerido [Hang] procura atribuir-lhe a pecha de radical e extremista – alguém que, em evento acadêmico, manifesta uma posição política, sem qualquer relação com o contexto em que se encontra, sendo incapaz de dissociar sua suposta opção ideológica dos deveres inerentes ao cargo que ocupa. Evidentemente, essa é uma qualificação que desmerece o segundo requerente [Marcelo]. Ademais, o fato inverídico serviu de pretexto para absurda e gratuita ofensa (“Reitor FDP”)”, escreveu o juiz na sentença.

A defesa do empresário afirmou durante o processo que Hang apenas reproduziu fato que um amigo lhe contara e que o “FDP” não foi utilizado com a finalidade de ofender o reitor, e que não devia ser interpretado em seu sentido literal.

luciano-hang-418x235

– Os diplomas de Marco Polo!

Se você está afastado de uma empresa, pode assinar por ela? 

E se foi banido da gestão dela?

Veja que loucura: alunos formados pelo Curso de Treinadores da CBF em 2019 têm seus diplomas assinados por Marco Polo Del Nero (que nem poderia estar exercendo a presidência durante o período citado, segundo o Blog do Paulinho).

Teria validade perante a FIFA tal certificado, já que foi ela quem o baniu?

Extraído de: https://blogdopaulinho.com.br/2020/05/25/diplomas-dos-cursos-de-treinadores-da-cbf-sao-assinados-por-marco-polo-del-nero/

DIPLOMAS DOS CURSOS DE TREINADORES DA CBF SÃO ASSINADOS POR MARCO POLO DEL NERO

Em abril de 2019, a CBF elegeu Rogério Caboclo como presidente, para alegria do ‘sistema’ que infelicita a Casa Bandida há algumas décadas.

Sabia-se, desde então, que o ex-mandatário, Marco Polo Del Nero, seguiria, ocultamente, no poder.

Talvez nem tão escondido assim.

A CBF realiza, periodicamente, cursos para treinadores de futebol obrigatórios para autorização do exercício da profissão.

O Blog do Paulinho teve acesso a um dos diplomas, emitido pela ‘CBF Academy’, concedendo ‘Licença C’ a um aluno (com identidade preservada) que concluiu os trâmites após 140 horas de aulas, realizadas entre 30 de agosto e 07 de setembro de 2019.

A assinatura no documento, porém, é a de Marco Polo Del Nero, indicado na condição de ‘presidente’, cinco meses após afastado do cargo.

Em tese, não apenas esse diploma, mas os demais, não possuem valor legal.

Com quase R$ 1 bilhão de faturamento no exercício anterior, a CBF sequer poderá alegar contenção de despesas.

Mais uma lambança a ser resolvida pela incapacidade administrativa da cartolagem nacional.

diploma-cbf-1