– A Lista de Fachin

Divulgada a lista do Ministro Relator da Operação Lava-Jato, Edson Fachin. Ao ter conhecimento dela, duas sensações:

Feliz, por ver que a impunidade não reinará;

Triste, por ver que a corrupção reina até então!

E para você, qual a sensação?

Veja a relação:

bomba.jpg

– Trocando Educação ao Povo por Mordomia ao Parlamentar!

Que loucura está o Rio de Janeiro, não? A Cidade carioca e o Estado fluminense quebraram! E pensar que a euforia das Olimpíadas foi tão recente… (e o ex-governador Cabral preso).

Em Jundiaí, outra cidade preocupada com as contas: cargos comissionados da antiga e da nova gestão em questionamento, preocupação com a Previdência Municipal e outras medidas de quem está na pindaíba.

Leio algo ainda pior: em Miracema do Norte, a primeira (e ex) capital do Tocantins: o prefeito de lá, no final do ano passado, para economizar, simplesmente encerrou as aulas da rede pública de ensino no dia 1o de Novembro, determinou dever de casa até 2017 e decretou férias!

Economizar com Educação é necessário? Não seria melhor cortar as mordomias das esferas municipal, estadual e federal?

Um suplente de senador que seja empossado por 1 dia já ganha o super plano de previdência do Senado vitaliciamente (com Sírio Libanês e Albert Einstein). Os ex-presidentes (incluindo Collor e Dilma, que sofreram impeachment), possuem um cartão corporativo de vale combustível, com cota polpuda, perpetuamente!

Assim a conta não fecha mesmo…

bomba.jpg

– A Tristeza da torcida do Paulista e a questão do Tombamento do Estádio.

Tive muito cuidado com as palavras para escrever esse texto, magoado pelo fato do estrondoso anúncio do leilão do Estádio Jayme Cintra, propriedade particular do Paulista Futebol Clube, equipe profissional que há mais de um século representa Jundiaí no cenário futebolístico.

Fora a época das parcerias (Magnata, Lousano, Parmalat) o Galo da Serra do Japi sempre esteve com o pires na mão. Nos pós-parcerias o Tricolor da Terra da Uva se virou muito bem por algum tempo. Mas sem parceiro, com inúmeros processos trabalhistas e outras pendengas por tempo tão contínuo, nunca vi tal cenário.

Sem dinheiro, o Paulista vem padecendo. Depois da conquista da Copa do Brasil e do não acesso à série A para o Campeonato Brasileiro, o dinheiro foi sumindo (para onde, não sei) e caindo de divisão nacional ano a ano. No Estadual, resistiu o quanto pode, namorou a A2, casou com ela e a traiu com a A3. E traição custa caro, pois agora briga para fugir da 4a divisão regional.

Todos nós de Jundiaí aprendemos a amar o Paulista! E ao ver o anúncio na Folha de São Paulo do leilão do estádio para 27 de abril, a fim de saldar um montante de R$ 1,4 mi (parte de uma dívida cujo valor REAL do montante nunca se sabe ao certo), deu uma grande angústia.

Como resolver?

O time não tem receitas para se auto-sustentar (as rendas de jogos são negativas, os beneméritos da cidade fazem o possível para que não se feche o clube e empresas não querem investir pois o retorno é incerto). Só existem duas respostas para explicar essa dantesca crise: má gestão ou corrupção nas gestões que deixaram esse triste legado.

As dívidas trabalhistas, muitas delas, foram julgadas à revelia ou mal defendidas. E quando isso acontece, sabe-se que o valor explode!

Na possibilidade de perder o estádio, que está avaliado em R$ 35 milhões de reais (mas no leilão pode ser arrematado por R$ 17,5 a fim de se garantir recursos para pagar os credores), o COMPAC (Conselho do Patrimônio Artístico e Cultural de Jundiaí) tombou o estádio nesta terça-feira à noite em solenidade no Museu Solar do Barão.

Sabe o que isso resolve?

NADA! E escrevo isso com pesar, pois as dívidas continuam as mesmas, só são postergadas mais ainda, como se vinha fazendo (o leilão se deve a 14 ações já julgadas). Quantas outras ações não virão?

A única coisa que acontecerá é que, ocorrendo o leilão, o arrematador fica com o terreno e não pode demolir o estádio. Ora bolas, se o novo dono for “Caxias”, o Paulista perdeu o seu patrimônio do mesmo jeito!

De que adianta o tombamento? Claro que dificulta para um empreendedor oferecer um lance com um imóvel deste porte que não pode ser derrubado. Mas numa área tão valiosa, com tanta gente cobiçando, é ingenuidade que não apareça algum projeto que contemple o estádio com outra utilidade ou um projeto de engenharia que faça alguma coisa.

Se no leilão aparecer comprador, mesmo com o estádio em pé, bye-bye Jayme Cintra, o imóvel não será mais do Paulista. E jogará onde? Na vizinha Campo Limpo Paulista? No campo do simpático Primavera? Como sobreviverá?

Três opções, com alto grau de dificuldade de algumas delas se concretizar:

1 – Um apaixonado investidor arrematar a praça esportiva e permitir que o Paulista continue jogando por lá;

2 – Vender o Estádio e o Terreno (“destombando-se”), e negociando dinheiro e uma nova arena para se jogar;

3 – Pedir a bondosa colaboração dos credores para que adiem seus recebimentos.

Qual a melhor solução?

As únicas que eu não gostaria: que o Paulista não deixe de pagar suas contas (se DEVE, não pode dar calote), não dê o golpe de fechar as portas e voltar como EC Paulista ou Esportivo Paulista de Jundiaí (sacaneando quem tem que receber), nem seja orgulhoso de se associar com potenciais novos parceiros (desde que sejam honestos).

Cá entre nós: há quanto tempo as grandes empresas não investem no time? Ninguém rasga dinheiro, e se não o fazem, é porque não é um bom negócio ou não tem recursos. Mais ainda: desde sempre se procura dirigente competente para tocar o time. Se encontra fácil?

Sou bem tranquilo em escrever o seguinte: Dr Cláudio Levada, Pepe Verdugo, Milton Demarchi, Dr Marco Antonio Dias e outros abnegados (fui cirúrgico nos nomes citados) que dão a cara para bater, só estão lá pela mesma paixão dos torcedores. Ou acham que esses senhores levam dinheiro? Acreditemos: não vale pela dor de cabeça, além de serem pessoas honradas. Pra um lado a grana foi, não se sabe quanto, quando nem para onde, isso é lógico. Mas por quem?

Amigos torcedores, quem desvia grana cai fora e se faz de morto. Quem gere mal não põe seu trabalho no curriculum. Depois dessa tormenta, é necessário que se faça uma rigorosa auditoria para achar os culpados (e infelizmente nem dinheiro para isso se tem!).

A questão é: até quando o Paulista Futebol Clube irá resistir? Não se tem administradores profissionais à porta para entrarem no clube e com suas experiências de gestores salvarem o Galo. Mas para que isso aconteça, é preciso que as forças vivas da cidade, diretoria e torcedores se unam. Não precisam se amar, precisam se TOLERAR nesse momento.  Somente assim nosso querido time poderá permanecer com os aparelhos ligados na UTI. Sair do hospital somente se um Roman Abramovich aparecer aqui ou outro mecenas qualquer.

Força Galo, “pois tu és Paulista, de Jundiaí!”.

Vou parafrasear meu amigo Matias Souza: “Todo mundo tem uma opinião, respeito, e essa é a minha”.

bomba.jpg

– Os Golpes nas Bombas de Combustíveis

No último domingo, o Fantástico da Rede Globo trouxe uma matéria sobre a Máfia dos Combustíveis no Rio Grande do Norte. Mas os golpes contra o consumidor são muito mais complexos e frequentes, infelizmente.

Veja essa matéria de 2012 explicando os mecanismos que provocam fraude e enganam o motorista. E vale o lembrete: abasteça no posto em que você confia!

Compartilho em: https://www.youtube.com/watch?v=z3rMkNgdYlw

– Seleção deveria ser algo sem ingerência da CBF. O “mal” que Tite fez!

Esperei um momento não eufórico da atuação da Seleção Brasileira para falar sobre os 4×1 conquistado pelo Escrete Canarinho sobre a Celeste Olímpica. Também esperei um momento em que não estivesse fulo para escrever sobre o Estatuto da CBF.

É claro que seria utopia que a Seleção Brasileira não fosse propriedade da CBF. Sim, a entidade é dona do time e fatura alto com ele.

Tite, que admiro demais (o considero um ser humano sensacional e treinador de ponta), conquistou os jogadores e os torcedores, trazendo a grandeza do selecionado e a graça de voltar a assistir os jogos (mesmo tendo traído seu próprio discurso anti-Del Nero).

Del Nero, na calada, deu uma “pedalada” no estatuto da CBF: aumentou o peso das Federações Estaduais em relação aos clubes de Futebol da Série A e B, conseguindo que os presidentes estaduais (os mesmos que recebem o nefasto “mensalinho” de Marco Polo) pudessem o reeleger por mais vezes.

Pense: o sucesso de Tite, sem o treinador ter imaginado, abafou toda a crise política e as acusações contra o mandatário da CBF, preso em seu bunker no RJ. Dessa forma, voltou a reinar temendo apenas uma coisa: as viagens internacionais!

Como escreveu Juca Kfouri recentemente, a CBF não merece sua Seleção…

bomba.jpg

– Se é para fiscalizar, por que avisar?

O IPEM é o órgão que fiscaliza as medidas das bombas dos postos de combustíveis. Há muita gente que tenta dar golpe, vendendo 1 litro com menos de 1000 ml, e fiscais HONESTOS são importantíssimos para coibir tal prática (se existir corrupção, esqueça esse texto).

Entretanto, leio no Jornal de Jundiaí de sábado a notícia de que haverá uma rigorosa fiscalização aqui na cidade. Mas não dá para dar 10 por tal inciativa, afinal, o órgão está avisando que vai fiscalizar!

Ora, se o picareta souber, regulariza antes de ser autuado. Ou não?

bomba.jpg

– Operação Carne Fraca: um país enganado pelos poderosos frigoríficos!

Uma história horripilante: o grupo JBS (dono da Friboi, Seara e Swift) e a BRFoods (Sadia, Perdigão, Qually, entre tantas marcas) foram acusados pela Polícia Federal através da Operação “Carne Fraca” de pagar propinas para evitar fiscalização na produção de carne e embutidos.

Constatou-se carne vencida modificada com produtos químicos cancerígenos, papelão reprocessado com produtos para dar volume ao alimento, restos de comida em embutidos.

E tudo isso descobriu-se que na merenda do estado do Paraná, a salsicha de Peru era feita de soja…

Antes, a preocupação era de adubos e fertilizantes perigosos nos hortifrútis. Depois, o hormônio nos frangos. E agora a questão da carne?

O que comer?

Resposta simples: o que se planta e cria em casa. Ou peixe (por enquanto, acho que ainda dá).

Abaixo, as marcas que são propriedades das duas empresas. A seguir, o texto explicativo das ações da polícia:

Extraído de: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/bbc/2017/03/18/carne-vencida-e-mascarada-com-produtos-cancerigenos-o-que-se-sabe-sobre-o-escandalo-que-atinge-as-maiores-empresas-de-carne-do-brasil.htm

O QUE SE SABE SOBRE O ESCÂNDALO QUE ATINGE AS MAIORES EMPRESAS DE CARNE DO BRASIL

Mudar a data de vencimento de carnes estragadas, maquiar seu aspecto ou usar químicos para mascarar seu mau cheiro – até mesmo em produtos usados na merenda escolar.

Estas são algumas das táticas ilegais que, segundo as autoridades do Brasil, cerca de 30 empresas de carne do país usavam para vender alimentos em mau estado de conservação, incluindo fornecedoras de grandes frigoríficos.

Operação Carne Fraca, realizada nesta sexta-feira (17), revelou que as empresas JBS e BRF – que são as maiores do Brasil e estão entre as maiores exportadoras mundiais – também adulteravam a carne que vendiam no mercado interno e externo.

A operação foi a maior já realizada na história da Polícia Federal, segundo as autoridades. A investigação, que mobilizou 1.100 policiais em sete Estados, revelou uma extensa rede de subornos e propinas nos quais estariam implicados dezenas de inspetores do governo encarregados de garantir que os produtos cumpriam com as normas sanitárias.

As empresas negam que práticas de alteração tenham sido realizadas em seus produtos e dizem que estão colaborando com as investigações.

MERENDA ESCOLAR

A descoberta de que, no Paraná, alunos da rede pública estadual consumiram salsicha de peru sem carne – preenchida com proteína de soja, fécula de mandioca e carne de frango – deu início à investigação de dois anos.

“Inúmeras crianças de escolas públicas estaduais do Paraná estão se alimentando de merendas compostas por produtos vencidos, estragados e muitas vezes até cancerígenos para atender o interesse econômico desta poderosa organização criminosa”, disse o delegado da Polícia Federal Mauricio Moscardi Grillo.

As práticas fraudulentas incluíam alterar os rótulos e as datas de vencimento dos produtos, injetar água na carne para aumentar seu peso e tratar as carnes com ácido ascórbico (vitamina C). A PF encontrou produtos com estas alterações em supermercados.

A liberação da carne vencida e adulterada era feita por fiscais do Ministério da Agricultura, que recebiam propina dos frigoríficos para afrouxar a fiscalização.

Segundo a PF, há provas de que as empresas falsificaram documentos para exportar a carne para a Europa, a China e o Oriente Médio.

A Justiça Federal do Paraná determinou o bloqueio de R$ 1 bilhão das investigadas.

O Brasil é o maior exportador mundial de carne bovina e de frango, e o quarto em carne suína. As exportações em 2016 representaram 7,2% do comércio global do setor, segundo a agência EFE.

LIGAÇÕES COM A POLÍTICA

Na sexta-feira, a Polícia Federal cumpriu 38 mandados de prisão, 34 deles para funcionários públicos, principalmente agentes sanitários. Também foram detidos quatro executivos de empresas, incluindo o gerente de Relações Institucionais e Governamentais da BRF Brasil, Roney Nogueira dos Santos, o diretor da BRF André Luiz Baldissera e o funcionário da Seara, empresa da JBS, Flávio Evers Cassou.

Ao todo, foram 309 mandados judiciais, incluindo condução coercitiva e busca e apreensão.

Mauricio Moscardi afirmou também que “a investigação deixa bem claro que uma parte dos valores (das propinas) era revertida para partidos políticos”. O dinheiro, segundo ele, beneficou membros do PMDB e do PP, cujos nomes não foram citados.

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, emitiu um comunicado no qual informou ter ordenado a suspensão de 33 funcionários do governo acusados de estar envolvidos no escândalo.

bomba.jpg

– O Fake News do “Não Autorizo” do Facebook. Não caia nessa…

Outra mentira criada por desocupados na Internet: a mensagem de o Facebook tornará públicas mensagens excluídas!

Que bobagem. Não caia nessa, é a chamada “trollagem”, ou se preferir, tontice. Veja só:

“NÃO AUTORIZO!!!
É amanhã… a partir de amanhã as suas publicações, fotos ou até mesmo mensagens que você excluiu serão publicas para todo mundo. Basta colar isso no seu mural, se você não autoriza o facebook a postar sua privacidade (copie e cole no seu mural não pode compartilhar). Eu não autorizo o facebook a tirar minha privacidade
– Copie e Cole . (Não Compartilhar)”

Dessa forma, esqueça e nem se preocupe. É mais uma das gracinhas feitas no mundo virtual e que se proliferam nas redes sociais.

bomba.jpg

– O vírus da Desonestidade

Pesquisa americana mostra: tendemos a ser mais honestos quando somos lembrados que deve existir honestidade; que existe o vírus da desonestidade e que ele é contagioso; e que nossos princípios mudam conforme o cenário. 

Será que você concorda com esses resultados e outros mais polêmicos ainda?

A matéria sobre esse assunto intitulado Moralidade Total Flex está aqui: bit.ly/OFvJC5

– A Marmelada do Carnaval Carioca

Veja que coisa: A Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro determinou minutos antes da apuração do resultado do desfile de 2017 que não haverá rebaixamento! Isso significa que as duas últimas colocadas da 1a divisão não vão cair para a Segundona.

E a quem beneficia tal medida? Às agremiações que produziram acidentes, ferindo 32 pessoas e constrangendo a todos.

É lógico que a pequena Paraíso e a gigante Unidos da Tijuca (essa mais influente) pressionaram e a Liga aceitou. Que fique claro: elas não são vítimas para serem ajudadas, as duas escolas são CULPADAS e deveriam ser punidas, não ajudadas!

No futebol, isso se chama VIRADA DE MESA. Vergonhoso…

bomba.jpg

– Avaliação de Caráter

Li em algum lugar que nem sei onde foi; só sei que é de uma verdade inegável:

O melhor indicador de caráter de uma pessoa, é como ela trata as pessoas que não podem lhe trazer benefício algum”.

Autor desconhecido.

Pois é… tratar bem só quem pode retribuir não vale. O legal é fazer de coração sem esperar nada em troca.
bomba.jpg

– O Comitê “Engana que Gosto” de Reformas da CBF

Há exatamente 1 ano, a CBF anunciava um comitê para mudar os rumos do futebol brasileiro. E o que mudou? Nada. Relembre o anúncio daquele dia:

O NOVO COMITÊ QUE REFORMARÁ A CBF

Se fosse piada, seria sem graça. Mas não é. A CBF criou um comitê INDEPENDENTE para reformular e moralizar o futebol brasileiro.

Quem faz parte?

Dentre os integrantes, há Presidentes de Federações parceiras de Marco Polo Del Nero; funcionários do Departamento de Árbitros da CBF; Carlos Alberto Parreira; Presidentes do São Paulo e Botafogo, entre outros nomes.

E quer que eu acredite que seja independente?

O que mudará com eles?

Gozado: as pessoas que apoiam a atual administração foram chamadas para mudar. Mas quem critica e quer mudança, não foi.

Estamos entendidos?

bomba.jpg

– O Depoimento do Heltton Matheus à Polícia!

Há pouco, o “Gato de Jundiaí” depôs na Polícia Civil, dizendo que falsificou os documentos no Ceará!

O B.O. e outros detalhes no link: http://m.jovempan.uol.com.br/esportes/futebol/futebol-nacional/copa-sao-paulo/copa-sao-paulo-2017/gato-da-copinha-presta-depoimento-e-sera-julgado-pena-minima-e-de-180-dias.html

img_2449

– 3 opções para responder a venda de David Neres

David Neres, jovem atacante do São Paulo FC, foi vendido por 50 milhões de reais ao Ajax-HOL. O clube paulista ainda ficará com 20% dos direitos federativos dos atletas. Se ele for vendido a outro time, o Tricolor recebe ainda os direitos de clube formador!

Ou o menino é muito mais craque do que imaginamos e foi bem vendido, ou o SPFC “furou” o olho dos holandeses, ou ainda é uma “lavagem de dinheiro” dos compradores e seus agentes. Apenas uma das 3 opções será possível.

bomba.jpg

– O Pai do Gato é quem falsificou os documentos do filho?

Quer dizer que o senhor Edejofre, o pai do verdadeiro Brendon Matheus, deu os documentos do filho (que estava preso) a pedido do senhor Nilton, pai do Heltthon Matheus, a fim de inscrever o filho no time do São Gonçalo com os documentos trocados?

A história vai se clareando… Aliás, Edejofre quer que o filho mais novo jogue aqui no Galo da Terra da Uva!

Extraído do jornal “O São Gonçalo” em matéria publicada pelo site “Esporte Jundiaí” (do jornalista Thiago Batista de Olim), abaixo:

PAI DO VERDADEIRO BRENDON MATEUS QUER QUE O OUTRO FILHO JOGUE NO PAULISTA FC

O pai do verdadeiro Brendon Matheus, Edejofre Lima em entrevista ao jornal “O São Gonçalo” deseja que seu filho mais novo, Bruno França, de 16 anos, se torne jogador de futebol. E tem o clube que gostaria que ele atuasse: o Paulista.

“Eu apoio o sonho dele e espero que ele jogue no Paulista, pela estrutura que vi do clube na TV. Se eles quiserem fazer um teste com meu filho, dessa vez, terão uma uma procuração assinada por mim para ele jogar”, disse Edejofre ao jornal da cidade de São Gonçalo.

Bruno é lateral-direito e disputou a Liga Gonçalense de futebol Amador pelo Colina, de Sacramento, em 2016. Ele espera uma chance para iniciar sua carreira como profissional e vendo os jogos da Copinha gostou muito do Paulista.  “Eu acabei vendo os jogos do Paulista na ‘Copinha’ e gostei muito do futebol que eles apresentaram e me deu vontade de jogar lá algum dia”, revelou.

Edejofre Lima é metalúrgico e morador do bairro Jardim Catarina. O caso “Brendon Matheus” mudou a rotina da família no fim de semana passado, quando foi revelado que Heltton Matheus atuou nas categorias sub-20 de Paulista e São Gonçalo com documentos de Brendon Matheus, filho mais velho de Edejofre, que está preso no estado do Rio de Janeiro. Heltton, com 22 anos, não poderia atuar na categoria sub-20 e para isso usou os documentos de Brendon, que atualmente tem 19 anos.

Na entrevista ao jornal “O São Gonçalo”, Edejofre disse que pretende processar o pai de Heltton. “Quero que Nilton (pai de Heltton) me esclareça essa situação. Ele não atende minhas ligações. Tudo começou quando dei os documentos (certidão de nascimento e identidade do Brendon em 2014 para que ele conseguisse inscrevê-lo na base do São Gonçalo FC, clube no qual Heltton jogava. Passou um tempo e como nada foi resolvido, pedi a documentação de volta mas não imaginava que isso tudo iria acontecer”, declarou. O metalúrgico disse quando contou toda a história ao seu filho na penitenciária, o verdadeiro Brendon ficou revoltado: ‘Pai, se o Heltton quer se passar por mim, por que ele não troca de lugar comigo?”. Além de estar preso injustamente, meu filho ainda está com o nome envolvido nesse escândalo”, contou.

bomba.jpg

bomba.jpg