– Que tipo de Contrato você assina?

Contrato pra gente honesta, não precisa. Contrato pra gente que não presta, não adianta”.

Autor desconhecido

Anúncios

– Detesto quem falta com a verdade!

Quer ser meu amigo? Seja sincero.

Quer que eu fique muito possesso? Minta para mim.

Aprendi a conviver com pobres e ricos, gente do mato e da cidade, trabalhador e vagabundo. Não importa a classe social, a alfabetização ou a religião, mas importa a honestidade!

No ano passado, tentei negociar com um sujeito que tem o passado manchado por trambiques. Tomei todos os cuidados e prevenções, dando um crédito para que valesse a máxima de que “todo mundo merece uma segunda chance”.

De fato, todos merecem, mas nem sempre abraçam a oportunidade.

Não é que o indivíduo cometeu uma das coisas que mais abomino? Contou uma mentira, me fez de trouxa, deixou-me com cara de bobo! 

Negócio desfeito.

Uma mentirinha e uma mentirona são igualmente mentira. Me fazer perder tempo e me deixar sentir como idiota, é a senha para qualquer fim de negociação.

bomba.jpg

– O golpe dos Influenciadores via Stories

Por estar ligado ao meio do esporte, conheço muita gente que caiu nesse golpe dos “influenciadores da Adidas”. E olha que é gente instruída, que até duvidou da “promoção” mas mesmo assim arriscou tentar ganhar algum “kit de material esportivo”.

A grosso modo, o prejuízo de quem replicou a mensagem (fora o mico) seria qual? Somente se o influenciador passasse seus dados pessoais.

Se você não viu, veja:

Extraído de: https://www.techtudo.com.br/noticias/2018/08/falsa-promocao-da-adidas-engana-usuarios-nas-redes-sociais.ghtml

INFLUENCIADOR DA ADIDAS: FALSA PROMOÇÃO CIRCULA NAS REDES SOCIAIS

Corrente no Instagram promete falsos kits de roupas e acessórios da Adidas em troca de seguidores; saiba se proteger.

Um novo golpe no Instagram Facebook usa a Adidas, fabricante de artigos esportivos, para atrair usuários com uma falsa promoção desde segunda-feira (20). O perfil fake “adidasinfluenciadores” distribui uma corrente enganosa via Stories para convencer usuários a seguirem uma página, na esperança de ganhar supostos vales-presente e kits de roupas e acessórios da Adidas mensalmente.

Questionada pelo TechTudo, a Adidas negou a existência da promoção no Instagram e confirmou a suspeita de fraude. “O perfil falso adidasinfluenciadores publicou ontem uma promoção na qual a adidas supostamente recruta influenciadores. Assim como o perfil, a promoção é falsa. A adidas está tomando as medidas necessárias para punir os responsáveis, e reforça que se comunica exclusivamente por seu canal oficial @adidasbrasil”, disse a empresa em nota.

O comunicado enganoso nas redes sociais pede que o usuário siga a página falsa e reposte o anúncio de recrutamento nos Stories. A promessa é de selecionar 100 pessoas para trabalharem como influenciadores digitais para a empresa, recebendo produtos para usarem de graça em troca de publicações na Internet. Além de retransmitir a mensagem, os criminosos solicitam que a vítima tenha, pelo menos, 200 seguidores.

Houve variações do golpe ao longo do dia, com os perfis secundários “adidasinfluenciadores2” e “adidasexpansor”. Neste último caso, a solicitação de supostos candidatos às vagas de influenciador passa de 100 para 300 pessoas.

Ainda não se sabe quantas vítimas teriam aderido à falsa campanha, mas o termo “adidas instagram” teve um pico de buscas no Google nas últimas horas e triplicou a média de dias anteriores. Algumas pessoas têm relatado casos semelhantes com outras patentes como, por exemplo, a loja de roupas Zara e a Nike, concorrente da Adidas no segmento de itens esportivos.

bomba.jpg

– #VerguenzaConmebol

Que ridículo! Amadorismo puro, falta de vergonha na cara da picaretíssima Conmebol.

Quer dizer que até agora, 3a feira, dia do jogo entre Santos x Independiente, a Confederação Sulamericana de Futebol não resolveu ainda a questão do imbrolho envolvendo a escalação de Carlos Sanchez? 

Trocando em miúdos: até agora não se tem realmente oficializado o placar do jogo de ida, mesmo sendo dia do jogo de volta… É por essas e outras que o futebol sulamericano e seus clubes estão falindo. Logo, nossas crianças todas torcerão para as equipes europeias desde o berço.

Resultado de imagem para independiente x santos

 

– O que você pensa sobre os 3 atuais imbrólhos do futebol?

Três situações do futebol sulamericano que não podem passar batido:

  • A não punição ao River Plate por parte da Conmebol por conta do dopping dos seus atletas, desde 2017 discutida;
  • A confusão envolvendo sobre o perdão ou não da pena do uruguaio Carlos Sanchez do Santos FC; e,
  • O caso Guerrero, que após se transferir para o Internacional foi novamente afastado ainda por culpa do resultado de cocaína.

Cá entre nós: se as entidades esportivas estão demorando para se pronunciar, ou o fazem tardiamente, os jogadores de futebol deveriam colaborar com maior responsabilidade para evitar tais situações, não?

Resultado de imagem para conmebol

– A Reflexão sobre uma sociedade corrupta, por Ayn Rand

Ela nasceu na Rússia e fugiu do Comunismo. Viveu nos EUA e se tornou filósofa: essa foi a história da judia Ayn Rand, que disse essa sábia verdade:

Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto-sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada.”

Para quem escreveu isso em 1920, parece conhecer bem os dias atuais

bomba.jpg

– A ética na divulgação dos resultados e os cientistas!

Essa pesquisa realmente preocupa. Veja esta questão que envolve os cientistas: será que todos os experimentos podem ser considerados válidos?

Extraído de: http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u413926.shtml

QUASE 10% DOS CIENTISTAS JÁ NOTARAM DESVIOS ÉTICOS EM LABORATÓRIOS

Uma série de entrevistas realizadas com 2.212 cientistas da área biomédica nos Estados Unidos indica que a falta de ética pode ser um problema subestimado no meio.

Segundo o resultado do levantamento, divulgado pela revista “Nature”, 9% dos cientistas disseram já ter testemunhado algum caso de falsificação de resultados, plágio ou invenção de dados. Entre os 267 episódios relatados para a pesquisa, 37% nunca foram denunciados a instâncias superiores para investigação, por medo de represálias ou de comprometer orçamentos coletivos.

Se o levantamento for uma amostra representativa, dizem os autores, mais de 3.000 casos de desvio ético podem estar ocorrendo anualmente nos EUA.

Resultado de imagem para laboratório de pesquisa

– O STF do nosso dia-a-dia: Supremo Tribunal do Facebook

Li em algum lugar e concordo: as Redes Sociais (em especial o Facebook) tornaram a vida de muitas pessoas baseadas em opiniões virtuais, fake news e outras bobagens.

De tão bom uso, a Internet se transforma, indevidamente, num Tribunal que condena, absolve ou divide pessoas.

Isso é bom?

Claro que não. A Web é como papel: aceita tudo, de verdades a mentiras.

Resultado de imagem para facebook negro

– E se Roger confessasse ao árbitro? Sobre o pênalti no amistoso entre Corinthians 2×2 Cruzeiro

Lucas Canetto Belotte apitou bons jogos na 4a divisão paulista, mas o escalar em um amistoso do porte de Corinthians x Cruzeiro (que acabou empatado em 2×2, com quase 40 mil pagantes), era muito precoce.

Tanto que marcou um pênalti ridículo em Roger (COR) após um carrinho na bola do goleiro Fábio (CRU). O lance foi legal, e o atacante corintiano até já tinha se levantado e pedido escanteio!

Claro que o erro não foi por má intenção, mas por inexperiência / incompetência. Mas a pergunta que se deve fazer é: por que Roger, que estava pedindo escanteio e sabia que não foi pênalti, não usou de Fair Play e confessou ao árbitro que não foi tocado?

O efeito Rodrigo Caio não fez efeito no futebol brasileiro…

Resultado de imagem para Corinthians x Cruzeiro

– Quem é a jundiaiense Ana Maria Camparini Silva, do Fazenda Grande, usada nos escândalos de doações?

A Justiça Eleitoral cassou o vereador paulistano Camilo Cristófaro (PSB), por receber valor de doação acima da capacidade da doadora (uma senhora desempregada chamada Ana Maria Camparini Silva, 80 anos, moradora no Bairro Fazenda Grande, em Jundiaí).

Agora, sob suspeita está o Prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Jr (PSDB), por receber desta mesma senhora a quantia de R$ 293.000,00. Aliás, vários vereadores daquela cidade também receberam dinheiro dessa mulher que, segundo a Justiça, deve ter sido usada como laranja.

E se fizer um “pente fino” em todas as doações de todos os políticos, hein?

bomba.jpg

– Como identificar notas falsas?

Na região de Jundiaí, constantes golpes com notas falsas têm sido tentados; alguns frustrados, outros com sucesso.

É difícil identificar uma boa falsificação. Vez ou outra ouvimos notícias de que até mesmo em caixas eletrônicos pessoas recebem notas falsas. Mas vão algumas dicas:

(Extraído de http://www.acescp.com.br/ace2012/index.php/scpc/2012-03-21-22-23-24/76-dicas-sobre-como-reconhecer-notas-falsas.html)

DICAS PARA EVITAR NOTAS FALSAS

Quando você receber uma cédula veja sempre os principais elementos de segurança: a marca d’água, a imagem latente e o registro coincidente.
Cerca de 60% das cédulas falsas não possuem marca d’água. O fato do papel ser aparentemente verdadeiro, porém, não garante que a cédula seja autêntica. 15% das falsificações do Real são obtidas a partir da lavagem de cédulas de menor valor. As demais cédulas falsificadas (aproximadamente 25% do total) utilizam papel parecido, mas não autêntico, com marcas de água diferentes e vários outros detalhes alterados em relação as cédulas verdadeiras.

1. Observe a marca d’água. Cerca de 60% das cédulas falsas retidas pelo Banco Central não apresentam marca d’água.

Segure a cédula contra a luz, olhando para o lado que contém a numeração. Observe na área clara à esquerda, as figuras que representam a República ou a Bandeira Nacional, em tons que variam do claro ao escuro.

As cédulas de R$50,00 e R$100,00 apresentam como marca d’água apenas a figura da República.

As cédulas de R$1,00, R$5,00 e R$10,00 podem apresentar como marca d’água a figura da República ou a Bandeira Nacional.

A cédula de R$2,00 apresenta como marca d’água apenas a figura da tartaruga marinha com o número 2.

A cédula de R$20,00 apresenta como marca d’água apenas a figura do mico-leão-dourado com o número 20.

2. Sinta com os dedos o papel e a impressão.

O papel legítimo é menos liso que o papel comum.
A impressão apresenta relevo na figura da República (efígie), onde está escrito “BANCO CENTRAL DO BRASIL” e nos números do valor da cédula.

3. Observe a estrela do símbolo das Armas Nacionais nos dois lados da cédula.

Olhando a nota contra a luz, o desenho das Armas Nacionais impresso em um lado deve se ajustar exatamente ao mesmo desenho do outro lado.

4. Observe as micro impressões.

Com o auxílio de uma lente, pequenas letras “B” e “C” poderão ser lidas na faixa clara entre a figura da República (efígie) e o registro coincidente (Armas Nacionais) e no interior dos números que representam o valor.

5. Observe a imagem latente.

Observando o lado da cédula que contém a numeração, olhe a partir do canto inferior esquerdo, colocando-a na altura dos olhos, sob luz natural abundante: ficarão visíveis as letras “B” e “C”.

6 . Linhas multidirecionais.

As notas de real também contam com linhas retas, paralelas, extremamente finas e bastante próximas entre si, dando a idéia de que houve uma impressão contínua no local. Apesar de estarem em toda a extensão da cédula, as linhas podem ser vistas mais facilmente na área da marca d’água.

7 . Fibras coloridas.

Ao longo de toda a cédula, podem ser vistos pequenos fios espalhados no papel, nas cores vermelha, azul e verde, em ambos os lados.

8 . Fio de segurança.

Um fio vertical, de cor escura, está embutido no papel da cédula. Ele pode ser facilmente visto contra a luz. Está presente em todas as cédulas, menos nas de R$ 1 e R$ 5, que apresentam, como marca d’água, a figura da Bandeira Nacional.

9 . Fibras sensíveis à luz ultravioleta.

São pequenos fios espalhados no papel, que se tornam visíveis, na cor lilás, quando expostos à luz ultravioleta. São encontrados nos dois lados da cédula.

10 . Microchancelas.

São as duas assinaturas – uma do Ministro da Fazenda, outra do Presidente do Banco Central do Brasil. Sem as assinaturas as cédulas não têm valor legal.

11. Sempre que possível, compare a cédula suspeita com outra que se tenha certeza ser verdadeira.

Resultado de imagem para nota de 3,00

 

– Transparência na conduta e nos ideais!

Nunca conte mentira, pois você terá que lembrar as bobagens que falou para mantê-las como verdade. Assim, ser verdadeiro, agir coerentemente colocando as práticas dos ideais e ideologias, é fundamental para se ter credibilidade com o próximo.

Digo isso pois leio o seguinte pensamento de autor desconhecido:

A alma não pode ter segredos que a nossa conduta precise esconder“.

Correto. Necessitamos parecer e ser exteriormente o que somos. Se somos do bem, praticaremos o bem; mas se somos hipócritas, a exteriorização não tardará de ser pública.

bomba.jpg

– A Manipulação e Corrupção dos Árbitros na Copa do Mundo e na Máfia da Paraíba!

Antes mesmo do Mundial de Seleções começar, já se vê uma polêmica envolvendo a arbitragem: a SAFF (Federação de Futebol da Arábia Saudita) baniu perpetuamente das atividades esportivas o árbitro Fahad Al-Mirdasi, que está na lista dos árbitros da Copa do Mundo da Rússia 2018.

Segundo a Reuters, em reprodução no GloboEsporte.com:

O juiz admitiu ter feito uma oferta para interferir no resultado da final da Copa do Rei da Arábia no último sábado e está detido pela polícia local. Na noite de 11 de maio de 2018, Al-Mirdasi procurou por mensagem de texto um funcionário ligado a um dos finalistas e solicitou dinheiro corrupto em troca de ajuda na decisão. Al-Mirdasi está atualmente sob custódia da polícia, tendo confessado a solicitação pelo pagamento corrupto. A polícia apreendeu seu celular quando ele foi preso – disse a SAFF em um comunicado emitido nesta segunda-feira. Sob suspeita, ele já tinha sido afastado da decisão entre Al-Ittihad e Al-Faisaly“.

A questão é: a FIFA ainda não se pronunciou sobre a retirada do nome de Al-Mirdasi da lista de árbitros, tampouco se substituirá seu nome por outro.

Enquanto isso, no Brasil, impressiona-se pelo caso envolvendo a Máfia do Apito na Paraíba. Muitas pessoas ligadas a clubes, federação e comissão de arbitragem citados, aparecendo, de acordo com a reportagem do programa Fantástico, o nome do ex-árbitro FIFA Francisco Carlos do Nascimento, o “Chicão de Alagoas”. em suspeita gravação com dirigente do Campinense-PB, antes da partida contra o Botafogo-PB.

Segundo a reportagem (link com referências em: https://is.gd/dYSDOe), 

O nome do árbitro alagoano Francisco Carlos do Nascimento, o Chicão, apareceu nas investigações da Polícia Civil, que, liberou, inclusive, o áudio de uma conversa do juiz com o presidente do Campinense, William Simões, antes da primeira partida da final do Campeonato Paraibano“.

Diante de fatos tão graves em âmbito mundial e nacional, não desejemos honestidade plena em referência continental. Eis que leio sobre o árbitro venezuelano José Argote, que tem sido escalado com muita constância pela Conmebol em partidas pela Libertadores da América (incluindo jogos de brasileiros), que está sendo detido em seu país por conta da operação “Mãos de Papel”, que se refere a contrabando de moeda (a matéria está aqui: https://is.gd/ivtpyC).

Eu estou muito preocupado com a credibilidade do futebol, seja em referência aos árbitros, aos seus comandantes ou aos dirigentes das entidades. E você?

Nunca me esquecerei do respeitado jornalista italo-brasileiro Claudio Carsughi, que um dia disse:

Se Deus, na sua tão grande bondade, não poupou nem mesmo a Igreja de corrupção, por que o faria no futebol? E por que justamente a uma categoria específica: a dos árbitros?

Vale refletir…

Fahad Al-Mirdasi durante duelo entre  Portugal x México no ano passado (Foto: Getty Images)

Fahad Al-Mirdasi durante duelo entre Portugal x México no ano passado (Foto: Getty Images)

– 5 anos de uma “garfada” na Libertadores da América (Corinthians 1×1 Boca Júniors)

Detesto usar termos que levem à suspeita de má intenção na arbitragem. Vivi no meio e sei como funciona, quando “é” ou “não é” picaretagem.

exatos 5 anos, vi algo que “é”. Em 15 de maio de 2013, depois da confusão na Bolívia (o assassinato de Kelvin Spada e seus desdobramentos em Oruro), o árbitro paraguaio Carlos Amarilla assaltou o Corinthians no Pacaembu contra o Boca Júniors.

Relembre a análise da sua estranha atuação que fizemos no nosso blog na época, pós jogo:

ANÁLISE DA ARBITRAGEM DE CORINTHIANS 1X1 BOCA JÚNIORS

Erros determinantes na decisiva partida da Libertadores da América no Pacaembu. Vamos a eles?

Foram 4 momentos importantes:

LANCE 1– 09’: Emerson Sheik e Marin dentro da área, o corinthiano está prestes a dominar a bola e o zagueiro argentino dá um tapa deliberado nela. Pênalti! E aí não tenho dúvida sobre o motivo do árbitro errar: ele estava mal posicionado, fora da diagonal, num lado cego da jogada. Repare que ele vem da direita para o centro do ataque do Corinthians, enquanto deveria estar mais do lado esquerdo. Neste caso, se tivéssemos o árbitro assistente adicional (AAA) posicionado na linha de meta, poderia-se ajudar o árbitro paraguaio Carlos Amarilla. Não foi equívoco de interpretação, o juizão (creia-se) não deve ter visto a mão. Primeiro erro da arbitragem.

Um erro sempre traz consequências negativas: o zagueiro 29 Marin já tinha recebido amarelo. Se fosse marcado pênalti, segundo amarelo e expulsão. Mas foi Sheik quem recebeu a Advertência por reclamação…

LANCE 2– 23’: Emerson lança a Romarinho, que está a aproximadamente 1 metro do penúltimo adversário (portanto, posição legal). Ele ganha do argentino e fica de frente para o gol, chutando para as redes. Porém, o assistente no1 Rodinei Aquino marcou impedimento. Romarinho faz o gol com o goleiro já “desistindo” da defesa, devido ao bandeira ter levantado seu instrumento. Ora, isso é irrelevante, pois fatalmente o gol seria marcado, caso o lance não fosse paralisado, pela “situação clara de gol”. Segundo erro da arbitragem, em lance fácil.

LANCE 3 – 60’: Sheik cruza, Paolo Guerreiro tenta o gol de cabeça, o goleiro Orion espalma e no rebote Paulinho consegue fazer o gol. Lance anulado. Houve a dúvida se foi marcado impedimento ou falta. Verifique que o bandeira no2 Carlos Cáceres ergueu seu instrumento quando Paulinho vai disputá-la. Portanto, impedimento. Terceiro erro da arbitragem.

Confesso que não consegui ver se o árbitro reiniciou o lance com tiro livre indireto (assim, teria confirmado o impedimento do bandeira, com gesto de braço erguido) ou com tiro livre direto (alegando alguma falta, gesto do braço abaixado). Em particular, Paulinho e Caruzzo se aguarram diversas vezes. Um árbitro caseiro marcaria pênalti; um árbitro fraco marcaria falta de ataque; e um árbitro bom mandaria seguir o lance.

LANCE 4 – 81’: Sheik está na grande área e o adversário dá um empurrão. Em jogos mais calmos, o erro passaria batido. Mas, novamente faço a observação: se tivéssemos o AAA atrás do gol, novo pênalti seria marcadoQuarto erro do árbitro.

Aliás, que se registre: tanto na 3a feira quanto nesta 4a as arbitragens frustaram a expectativa: Juan Soto era talento em ascensão em Palmeiras x Tijuana, e Carlos Amarilla talento reconhecido em Corinthians x Boca JuniorsAmbos decepcionaram…

Lembrando que no prazo de uma semana, o “trio de ferro paulista” foi eliminado da Libertadores. Má fase dos clubes de São Paulo, somada à má fase da arbitragem.

Uma última observação: para quem gosta de teorias conspiratórias, vale o registro: Amarilla é quase um “brasiguiao”, o árbitro preferido da CBF nos amistosos da Seleção Brasileira na América do Sul. E como há una certa rinha política entre Marco Polo Del Nero e Andrés Sanches… (Ops: eu não creio nisso, prefiro pensar em algo mandado pela Conmebol – vide caso de Oruro…!).

imgres.jpg

– Mais crimes contra o consumidor em Jundiaí… Dois Postos de Combustíveis autuados!

Há muito tempo que o jundiaiense vem sofrendo com a desonestidade de postos de combustíveis que vendem seus produtos de maneira adulterada ou com uma quantidade irreal do que é abastecido.

Ninguém faz milagres, e postos com bandeira ou não, dependendo do proprietário, abusam nos golpes. Vendem a Gasolina ou o Etanol bem mais baratos que o restante da praça.

Cá entre nós: existe alguma mágica para lucrar tanto? Honestamente, é difícil.

O Jornal de Jundiaí parece ter relatado a fórmula nessa matéria. Abaixo:

Extraído de: http://www.jj.com.br/noticias/fiscais-retiram-bombas-de-posto-de-combustivel-na-avenida-jundiai/

AÇÃO CONJUNTA ENCONTRA INFRAÇÕES EM 2 POSTOS DE GASOLINA

por Gustavo Amorim

Dois postos de gasolina reprovados em testes nas bombas de combustíveis operavam normalmente nesta segunda-feira (16) em Jundiaí. Ambos foram autuados no sábado (14) durante a operação “Olhos de Lince’, realizada em cinco postos em conjunto pelo Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), Prefeitura de Jundiaí, Polícia Civil e Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo.

Segundo o Ipem, o Servi Center Auto Posto, que fica na avenida Jundiaí, foi reprovado em 12 de 12 testes realizados – todos porque o plano de selagem estava violado. Já o Auto Posto Serra do Japi, na avenida 9 de Julho, foi autuado por duas infrações: avanço dos dígitos e plano de selagem.

No total, 13 das 69 bombas de combustíveis verificadas em cinco postos de Jundiaí estavam irregulares. Segundo a prefeitura, também foram encontradas atividades divergentes da licenciada (como loja de conveniência, lavagem de veículo, troca de óleo desenvolvidas no interior do posto de combustível sem autorização, além de divergências de razão social. Todos foram notificados para regularizar a situação.

Dados
Em Jundiaí, de janeiro a dezembro de 2017, o Ipem-SP fiscalizou 111 postos de combustíveis em ações de rotina. Foram verificadas 1.595 bombas de combustíveis com 27 reprovações. Somente em 2018, de janeiro a março, foram 10 postos e 152 bombas de combustíveis verificadas com nenhuma reprovação.

Para o Ipem-SP fechar ainda mais o cerco contra os fraudadores, a instituição integrou-se à ação do governo do Estado denominada “De Olho na Bomba”, que visa o combate de fraudes em combustíveis e a sonegação fiscal. Também integram esta ação, o Procon, Secretaria Estadual da Fazenda, ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), por meio do seu escritório regional, Polícia Civil e prefeituras.

POSTO COM GASOLINA ADULTERADA POSTO SERV CENTER NA AVENIDA JUNDIAI