– A incrível foto do eclipse total do Sol é real ou não?

Circula na Web essa foto do Eclipse Total do Sol, acontecido na semana passada, clicada supostamente por um piloto da British Airways, que por coincidência ainda flagrou outro avião em pleno voo nos EUA.

Não sei se é montagem ou se é real. Mas que a beleza dessa fotografia é incontestável, não tenha dúvida!

Anúncios

– Os olhos dos internautas enxergam de tudo!

Curiosidade: Bomba” na Internet essa foto da atriz (sou ignorante mesmo, não sei o nome dela), onde os internautas descobriram o rosto da ex-presidente Dilma Rousseff no joelho direito dela!

E não é que eles têm razão?

Montagem ou não? 

– Negócio da China ou de Krypton?

Essa é para os fãs do Superman ou para bons negociadores: Os descendentes de Jerry Siegel e Joe Shuster, criadores do “Homem de Aço”, processam os estúdios Warner, pois querem os direitos sobre o herói.

Tudo por que, há quase 70 anos, Siegel e Shuster brigaram com a DC Comics (que hoje é da Warner) e pararam de fornecer conteúdo, após ter vendido o personagem à empresa. A questão é complicada e o imbróglio é grande. Mas o curioso é: a DC Comics comprou por míseros 130 dólares os direitos do personagem na época!

Que pechincha! Quanto não valem hoje?

url.jpg

– Então hoje é dia de comer pizza, em plena Segunda-Feira?

A data é invenção tipicamente brasileira: Caio de Carvalho, na época Secretário de Turismo de SP, queria promover uma das paixões gastronômicas de São Paulo – a PIZZA – e criou em 10 de julho de 1985 um concurso para saber qual a melhor pizza de mozarela e marghuerita da Capital. Não deu outra, a data ficou marcada como Dia da Pizza, tamanho o sucesso.

Cá entre nós: a gostosura é indispensável na maior parte das famílias. E já viram quantas pizzarias e disk-pizzas existem por aí?

É bem verdade que existem muitas massas emborrachadas tentando se passar por pizza (afinal, nem todas são feitas com bons ingredientes), mas as boas, infelizmente, custam caro – afinal, os bons produtos são para poucos restaurantes.

A minha favorita é margherita! Mas se tiver atum, calabresa, palmito, à moda… tudo bem! Desde que tenha bastante azeite de oliva extra-virgem (indispensável).

A propósito, minha filhota comilona Marina, também escreveu sobre o dia da pizza e resolveu dar dicas.

Acessem: https://blogdamarinaporcari.wordpress.com/2017/07/10/dia-nacional-da-pizza/

bomba.jpg

– Eu tinha uma Dilênia…

Você sabe que planta é a Dilênia?

É um “pé-de-bola”, uma planta exótica, que dá umas frutas grandes e redondas. Também é chamada de fruta-cofre, maçã de elefante, bolsa de pastor e árvore da pataca. As dilênias chamam a atenção, mas de tudo isso, algo que eu não sabia: elas são comestíveis!

Meu pezinho de dilênia se foi. Mas fica a curiosidade: para quem conhece, vale a pena comer?

Compartilho, extraído de: https://is.gd/G8KHYc

DILÊNIA – O uso na cozinha

Parece que o uso da fruta como espécie comestível não vingou [no Brasil], diferente de outras espécies asiáticas como a jaca ou a fruta-pão. Talvez pela fartura de outras frutas ou o cheiro forte. O fato é que nos locais de origem a fruta é usada principalmente como ingrediente acidificante. Mordendo um pedaço da sépala tem-se a sensação de estar diante de um pedaço de maçã verde ainda não madura. A textura crocante só é interrompida pelas ínumeras fibras lenhosas – mais lenhosas que as da cana, por exemplo.Quando os frutos estão mais verdes ou no caso das sépalas mais internas é possível cortar a fruta transversalmente e depois em cubinhos de modo a deixar as fibras quase imperceptíveis, mas o mais recomendado é mesmo cozinhar, bater no liquidificador e passar por peneira para extrair a fibra. O caldo obtido é ácido, só um pouco adocicado e pode ser usado como um suco de tamarindo, para cozinhar carnes, fazer curries, temperar lentilhas, fazer molhos, juntar a outras frutas sem acidez pra fazer geleias etc.O bom de cozinhar antes de bater é que você pode aproveitar a parte amilácea não fibrosa, que passa cozida pela peneira, para espessar molhos e sopas. A cocção evita que o suco oxide, fato que acontece com o produto cru. Mas é possível também bater os pedaços de sépala crus leite – neste caso vira uma coalhada para ser tomada na hora, antes que escureça.O miolo ou o fruto propriamente dito, que se forma em gomos, é crocante, translúcido, azedindo e tem sabor de florzinhas de begônia. Como é babento e guarda muitas sementes, joguei à terra, para usar apenas as sépalas.

PASSO A PASSO PARA UMA RECEITA

Como você não vai encontrar os frutos em feiras nem em supermercados, fique de olho nos jardins públicos, como na cidade universitária – USP, por exemplo (veja comentários do post anterior, informação da Juba)

Com uma faca pesada, abra a fruta ao meio; tire o miolo (que, botanicamente, é o fruto verdadeiro) com uma faca ou colher – você vai usar as sépatas

O miolo é comestível, mas não é muito agradável pois tem muito muco pegajoso

Separe as sépalas e lave bem

A parte convexa pode ser descascada com um descascador de legumes

Já a pele da parte côncava pode ser puxada com uma faquinha. Veja que esta sépala, que estava localizada mais internamente, não tem muita fibra e pode ser usada em quantidade pequena, picadinha, como tempero (à moda do tomate, por exemplo)

Um fruto rendeu 273 g de polpa útil

… Que foi cozida por 20 minutos até amolecer, batida no liquidificador com a água de cocção ou um pouco mais e passada por peneira. Veja a quantidade de fibras – como fibras de cana, que não se desfazem com o simples mastigarO suco obtido pode ser usado para acidular, temperar, alimentar. Veja algumas dicas de uso nos próximos posts. Obrigada a todos os leitores que responderam e parabéns aos que acertaram!

 

– Mussum e Zacarias: relembrando os dois finados Trapalhões!

Um, ou melhor, dois achados na Internet: O Jornal Nacional e o Fantástico anunciando a morte dos eternos Trapalhões Mussum e Zacarias.

Quem tem a minha idade, vai viajar no tempo. Tem até o Cid Moreira na bancada e a Glória Maria (bem parecida apesar dos anos)!

Mussum em: https://www.youtube.com/watch?v=jcGVu15x5Bo

Zacarias em: https://www.youtube.com/watch?v=KvLjQFAN0_U

– Amenidades caninas

Feliz aquele que inventou o ditado:”o cachorro é o melhor amigo do homem“. E é mesmo!

A Pepita faz questão de querer ser a companhia de todas as horas! Ô coisa gostosa da vida: rir e brincar sem se preocupar. A propósito, ela é uma pequinês (algo raro por aqui), e como uma das suas características da raça: é extremamente ciumenta. Mas compensa isso com muito carinho.

bomba.jpg

– Os campeões per capita de…

… vários índices curiosos!

Vejam só: a Revista Superinteressante da edição de Dez/2016 trouxe uma matéria sobre os países recordistas de “alguma coisa” em relação ao contingente populacional. Ou seja, os “campeões per capita” de algo. O Brasil, por exemplo, no mundo, é campeão per capita de número de cesáreas (57% dos bebês brasileiros nascem de partos cesarianos).

Alguns outros campeões per capita:

Consumo de Chocolate: Suíça

Consumo de Cerveja: República Tcheca

Número de Castelos: Eslováquia

Número de Fumantes: Sérvia

Pessoas com Depressão: Chile

Produção de Lítio: Bolívia

Queda de Raios: Colômbia

Candidatas à Misses: Venezuela

Formação de Médicos: Cuba

Compradores de Carros: EUA

Prática de Abortos: Groelândia (incríveis 50%)

Bibliotecas: Estônia

Suicídios: Lituânia

Leis de Defesa às Mulheres: Islândia

Mortes no Trânsito: Líbia

Risco de Morte: Síria

Consumo de Carne: Austrália

Formação de Psicólogos: Argentina

Números de Homens Nascidos: Irã

Ateus: China (47% não acreditam em nada)

Alfabetizados: Coréia do Sul

Militares: Coréia do Norte

Idosos: Japão

Vítimas de Alcoolismo: Belarus

Consumo de Café: Finlândia

Consumo de Refrigerantes: México

Gatos como Bicho de Estimação: Rússia

Portadores do Vírus HIV: Suazilândia

Alguns dados não tão relevantes. Mas que dizem algo, ô se dizem.

bomba.jpg

– As duas cenas marcantes em Estádios no Brasil neste último final de semana

As imagens rodaram o país, mas vale fazer um comentário breve:

1- No Estádio Camilo Mussi, em Itajaí-SC, pelo Campeonato Catarinense, jogaram Almirante Barroso 2×2 Joinville, em um estádio de gramado sintético subdivido com marcações amarelas de 4 campos de futebol society! E isso pode?

Por incrível que pareça, tal prática comum nos anos 70 e 80 nos EUA é proibida se forem linhas brancas; de outra cor, não há problema algum! A regra permite… e importante: a grama deve ser verde (parece lógico, mas e se alguém quisesse fazer de outra cor, a regra nada falava antigamente).

Veja a imagem:

bomba.jpg

Já algo que não tem nada a ver com a regra foi a oportunidade encontrada pelos torcedores do Fortaleza. No Estádio Domingão, em Horizonte-CE, pelo Campeonato Cearense, jogaram Horizonte 1×0 Fortaleza. Diante do sol escaldante, eis que surgiu a ideia de aproveitar a sombra da torre dos refletores! Olha só:

bomba.jpg

Brasileiro é muito criativo

– Os Fantasmas da Realeza!

A Rainha Sílvia, da Suécia, declarou ao canal estatal do país que convive com fantasmas no Castelo de Drottningholm, o palácio em que vive.

Mas há um detalhe importante: são ectoplasmas bonzinhos, não fazem mal a ninguém e não a incomodam!

E o pior é que não é trollagem, ela disse mesmo… Aliás, como nações tão desenvolvidas ainda têm reis e rainhas a custo tão alto? Só pode estar sobrando dinheiro…

bomba.jpg

– Legolândia?

Ferraris, carros diversos, aviões, tratores e outras máquinas em forma de Lego?

Sim, isso existe e está em lugares históricos de Roma!

Sensacional. Abaixo:

Extraído de: https://vivimetaliun.wordpress.com/2016/11/23/veiculos-de-lego-gigantes-invadem-as-ruas-de-roma-e-transformam-o-ordinario-em-extraordinario/

VEÍCULOS DE LEGO GIGANTES INVADEM AS RUAS DE ROMA E TRANSFORMAM O ORDINÁRIO EM EXTRAORDINÁRIO

Nós crescemos construindo um mundo de fantasia e obras arquitetônicas ousadas utilizando os tijolinhos de LEGO. Mas e se essas mesmas criações invadissem nosso espaço cotidiano? O arquiteto e fotógrafo italiano Domenico Franco transformou sua paixão por LEGO em obras de arte inusitadas com o projeto “LEGO Outside LEGOLAND”.

Ele construíu em tamanho natural caminhões, helicópteros, carros de corrida e trens e inseriu estes veículos nas ruas de Roma como se fizessem parte da paisagem urbana.

As superfícies lisas do plástico e as cores brilhantes dos veículos fazem com que as obras se destaquem e, ao mesmo tempo em que parecem tão reais, também é impossível deixar de olhar duas vezes para elas.

domenicofrancolego7

Franco começou o projeto em 2014 quando colocou os veículos de LEGO em pontos conhecidos da cidade: um helicóptero em frente ao Coliseu e um trem na Porta Maggiore.

O objetivo é transformar contextos comuns em extraordinários“, explica Franco em seu site. “Obrigando os brinquedos a saírem das paisagens idílicas e politicamente corretas pertencentes às cidades perfeitas e idealistas com o objetivo de incutir vícios, virtudes e desejos típicos dos seres humanos”, explicou.

domenicofrancolego1

domenicofrancolego2

domenicofrancolego3

domenicofrancolego4

domenicofrancolego5

domenicofrancolego6

domenicofrancolego8

domenicofrancolego9

domenicofrancolego10

domenicofrancolego11

Todas as fotos © Domenico Franco

– Quanto cabe de Combustível no Tanque do seu Carro?

Já aconteceu de você estar com o combustível do seu veículo acabando, e na sequência abastecer e perceber que a quantidade de litros no visor da bomba é maior do que a capacidade do tanque do seu veículo?

Se o posto for suspeito, pode ser golpe da galonagem (quando 1 litro tem menos de 1000 ml). Mas se o estabelecimento for idôneo, não se desespere: a capacidade informada no manual do veículo corresponde a cerca de 90% do volume máximo do tanque, e é atingida no momento do desarme da bomba.

Extraído de: Revista Combustível e Conveniência, ed Outubro 2012, pg 34-35, por Gabriela Serto

DIFERENÇA DE CAPACIDADE

O que fazer quando o consumidor reclama que a bomba marcou mais litros do que a capacidade do tanque indicada no manual do veículo? Saiba como orientar seu frentista e evitar suspeitas infundadas sobre seu estabelecimento.

O motorista para no posto e pede para o frentista encher o tanque. Finalizando o abastecimento, o cliente reclama que a bomba marca uma quantidade de litros superior à indicada como capacidade máxima no manual do veículo. Diferentemente do que se poderia imaginar, isso é possível de acontecer e, infelizmente, é uma prática que já está sendo observada pelos órgãos de defesa do consumidor, embora não tenha nada a ver com o fantasma da bomba baixa (quando a bomba marca uma quantidade de litros superior à de fato vendida).

Na verdade, essa situação tem sido registrada devido ao hábito de alguns frentistas, às vezes por má orientação, de forçar o abastecimento após ocorrido o desarme. Mas o que acontece de fato no tanque?

A capacidade do tanque de combustível informada pela montadora no manual do veículo corresponde a cerca de 90% da sua capacidade máxima. Esse volume, chamado de capacidade nominal é atingido no momento em que ocorre o “desarme” do bico da mangueira da bomba de combustíveis. Se o frentista for além nesse momento, haverá divergência entre o marcado na bomba e o informado no manual.

imgres.jpg

– Feliz Dia dos Namorados (mas aqui a data é comercial…)

Hoje é Dia dos Namorados, data criada pelo publicitário João Dória para alavancar as vendas que andavam paradas no mês de junho. Enquanto que no exterior o Dia dos Namorados é no Dia de São Valentino (Valentino’s day), aqui é na véspera de Santo Antonio (primeiro se comemora o namoro, depois o “casamenteiro”).

Olha só como comercialmente surgiu a data:

DIA DOS NAMORADOS

Nosso Dia dos Namorados (12 de junho) foi criado para ser uma data comercial, contrariando o tradicional Dia dos Namorados mundo afora (14 de fevereiro). Seu idealizador foi João Dória (pai do apresentador João Dória Jr,), que trabalhava na agência de publicidade Standard, e teve como missão bolar um evento comercial para a rede de lojas Cliper, grande varejista da época, que sempre se queixava das poucas vendas do mês de junho. Aproveitando a véspera do dia de Santo Antonio em 13 de junho, (que tem a fama de ser casamenteiro no Brasil, muito embora não exista essa fama no exterior), criou o slogan: “não é só de beijos que os namorados vivem”. Tal bordão se popularizou, e outras empresas passaram a comercializar com base no dia dos namorados.

A propósito de São Valentino, ele foi um bispo que viveu em Roma e morreu como mártir, pois durante o império de Claudius II, o governante impôs uma lei proibindo o casamento, já que acreditava que soldados solteiros eram mais despojados em combate, pois os casados acabavam pensando em seus familiares e não “renderiam” como desejado. E Valentino, ocultamente, ajudava os casais a celebrarem o Matrimônio. Foi preso e morto cruelmente.

Nesta data, na Inglaterra, é costume os casais trocarem doces. Na Itália, ocorrem jantares românticos. Na Dinamarca, os homens empastam rosas e pétalas e dão um buquê de flores conhecido como “flocos de pétalas”. No Japão, são as mulheres que presenteiam seus parceiros com chocolate. Opa, quero comemorar a data no melhor estilo japônes!!!!!

Coração-icone.gif

– E as Notas Musicais se originaram de onde?

Na minha casa, até minha filha de 5 anos tem noções musicais. Só eu que de música, nada sei. Porém, aprendi sobre como surgiu o tão famoso “Do-Ré-Mi-Fá-Sol-La-Si” e quero compartilhar, de tão interessante que achei!

As notas musicais surgiram do monge beneditino Guido d’Arezzo, no século XI. Ele se inspirou em um Hino a São João Batista, que houvera sido composto no século VIII.

Originalmente, ele observou a sonoridade da canção, e resolveu a partir das iniciais, adaptar no que chamamos de “notas”.

O primeiro esboço era: Ut-Ré-Mi-Fá-Sol-La-S

O Hino a São João era:

Ut queant laxis…

Ressonare fibris…

Mira gestorum…

Famuli tuorum…

Solve polluti…

Labii reatum…

Santi Iohannes.

Perceba que a primeira e a última nota foram trocadas. Mas isso aconteceu no século XVI, pois o músico Giovanni Bononcini não gostava da sonoridade. No lugar do Ut entrou Do (inicial de Dominus) e ao invés de SSi (iniciais de Santi Iohannes).

(Extraído de Revista Superinteressante, ed  Jan/2013, pg 30).

imgres.jpg