– Diferenças do Zorro com o Cavaleiro Solitário.

Quando eu era criança, me lembro que o Zorro era chamado de Cavaleiro Solitário. E só agora descobri que não eram o mesmo herói!

Um usa espada; outro revólver. Um tem o cavalo Silver, outro o Tornado. Um tem amigo índio, o outro não.

Zorro é Don Diego de La Vega, o Cavaleiro Solitário é John Reid.

E sabe de onde veio a confusão? Por erro de tradução aqui no Brasil e para se aproveitar do sucesso do herói mais antigo – e já conhecido.

Detalhes abaixo, extraído de: http://www1.folha.uol.com.br/livrariadafolha/2013/07/1310207- cavaleiro-solitario-era-chamado-de-zorro-no-brasil.shtml

CAVALEIRO SOLITÁRIO ERA CHAMADO DE ZORRO NO BRASIL

O Cavaleiro Solitário (Lone Ranger, em inglês), de George W. Trendle, ficou conhecido entre os brasileiros, durante algumas décadas, como Zorro.

A confusão entre os heróis aconteceu devido aos problemas de tradução da palavra “ranger” para o português. A popularidade que Don Diego, criado por Johnston McCulley em 1919, desfrutava no Brasil também ajudou nessa escolha.

Famoso em novelas de rádio, no cinema e em séries de TV, John Reid, identidade secreta do Cavaleiro Solitário, tem poucas semelhanças com o aristocrata californiano de capa e espada do século 19.

Na produção da década de 1940, “As Aventuras do Zorro – O Cavaleiro Solitário” pode se ver o mascarado ao lado do cavalo e do índio em uma versão mais comportada do que a nova adaptação com John Depp.

Zorro usa espada, algumas vezes um chicote, e é solitário. Reid prefere o revólver e sempre está acompanhado de seu fiel escudeiro Tonto –que, curiosamente, não teve o nome alterado mesmo com a conotação negativa da palavra. Sua montaria, Silver, tem pelo branco. O cavalo de Zorro é representado com pelagem escura, normalmente negra.

Também criado por Trendle, o Besouro Verde (Green Hornet) guarda mais similaridades com o Cavaleiro Solitário. Além da máscara e do chapéu, ambos têm um parceiro não europeu –o asiático Kato é o escudeiro do Bezouro– e são da mesma família: Britt Reid é a identidade secreta do herói.

url.jpg

Imagem: autor desconhecido / Internet

– E se você fosse em linha reta pelo mar?

Sempre que estou no Litoral, penso: e se eu for reto, pararei em que lugar?

Como gosto de Santos e Guarujá, logicamente sei que é no continente africano. Mas em qual país?

Aí também é fácil, é só pegar o mapa-mundi. Mas veja que interessante: se você estiver sentado em qualquer praia de todos os países litorâneos da América e resolver atravessar o mar, sairá em…

Na figura, a resposta:

DhtXtsHW4AA4qv_

Imagem extraída de: https://matadornetwork.com/life/map-shows-beach-across-ocean/

– O Lar e o Escritório do Presidente dos EUA

Ser presidente dos EUA, para muitos, é considerado o mais importante cargo do mundo. Mas veja só que estrutura tem a Casa Branca – a sede, casa e local de trabalho do executivo americano!

Segundo a Revista Superinteressante (Edição 0812, pg 32, por Bruno Garattoni e Ricardo Davino), o prédio possui:

132 cômodos;
11 quartos;
35 banheiros;
6 andares, sendo 2 subterrâneos;
412 portas;
147 janelas;
28 lareiras;
8 escadas;
3 elevadores;
1 floricultura;
400 árvores;
1 quadra de basquete;
1 pista de boliche;
1 centro de apicultura;
1 doçaria;
1 bunker anti-ataque nuclear.

Foi construída entre 1792 e 1800, e dos 44 presidentes norte-americanos, apenas George Washington não morou lá (pois o prédio não estava pronto). 

O presidente recebe diariamente:
100 mil emails;
30 mil telefonemas;
9 mil cartas escritas, sendo que somente 10 são lidas por dia, e 2 respondidas a mão;
1 mil faxes.

A Sala de Guerra (Situation Room) é onde assuntos confidenciais são discutidos. Por ela, passam 2.000 informações confidenciais. Vale lembrar que 1.800 entidades no mundo (incluindo os principais líderes de governo mundiais) podem ser conectados imediatamente por ela.

Por dia, visitam a Casa Branca 3.350 pessoas, sendo que todos são investigados previamente pelo Serviço Secreto, e só podem entrar com 4 itens, além da roupa: chave do carro, carteira, guarda-chuva e celular (desde que desligado). Já comida, escova de dentes, batom e câmera fotográfica, nem pensar!

Casa Branca é parcialmente fechada por suspeita de terrorismo ...

Imagem extraída da Web, autoria desconhecida.

– Curiosidades sobre o dólar!

Puxa, essa interessante reportagem sobre o dólar foi feita pelo Portal IG, mas perdi o link referencial. Mesmo assim, vale a leitura:

O DOLAR NÃO É DE PAPEL

O dinheiro americano não é feito de papel. O “papel-moeda” usado nos Estados Unidos é composto por 75% de algodão e 25% de linho, com pequenas fibras sintéticas azuis e vermelhas entrelaçadas. Antes da Primeira Guerra Mundial, essas fibras eram de seda

Cabeça pequena

Nas casas de câmbio do Brasil, as notas de dólar impressas antes de 1996 são chamadas de “cabeça pequena”, e os compradores pagam menos por elas, alegando que está saindo de circulação. Nos Estados Unidos, todas as cédulas são válidas, independentemente da data de impressão.

1 dólar

A nota de 1 dólar é a mais conhecida e manuseada do planeta.

George Washington

A figura que aparece na nota de 1 dólar é a imagem do presidente George Washington, que governou entre 1789 e 1797 (mas isso você já sabia).

Bureau of Engraving and Pinting

É assim que se chama a casa da moeda americana, que produz 37 milhões de cédulas por dia. 95% dessas novas cédulas produzidas são para substituir cédulas em circulação.

Mais sobre 1 dólar

45% das notas impressas diariamente na “Bureau of Engraving and Pinting” são de 1 dólar

Origami

Uma nota de dólar pode ser dobrada cerca de 4 mil vezes antes que se deteriore.

A maior

A nota de 100 dólares é a nota de maior valor do dinheiro americano em circulação desde 1969.

T Ford

O carro que aparece estampado no verso da cédula de 10 dólares foi uma criação do designer da nota, apesar de muitas pessoas acreditarem ser o modelo “T” da montadora Ford.

Hora certa

Os ponteiros do relógio da torre do Independence Hall, impressa no verso da nota de 100 dólares, marcam aproximadamente 4h10.

Ah, as mulheres…

Martha Washington é a única mulher que aparece em uma cédula do dinheiro americano. O rosto da esposa do Presidente George Washington está estampado na cédula de 1 dólar Certificado de Prata de 1886 e de 1891, e no verso da nota de 1 dólar Certificado de Prata de 1896

Estátua da Liberdade

A moeda de 25 centavos, ou “cents”, como é chamado lá, que tinha a imagem da Estátua da Liberdade sentada, circulou entre 1866 e 1891. Sua tiragem foi de 10.833 peças.

Um dólar furado

A nota de 1 dólar dura em média 1 ano e cinco meses. Já a de 100 dólares pode durar até nove anos, por ser pouco manuseada.

Dólar cai para R$ 5,02 após Fed aumentar juros nos Estados Unidos - Folha PE

Imagem extraída de: https://www.folhape.com.br/economia/dolar-cai-para-r-502-apos-fed-aumentar-juros-nos-estados-unidos/230577/

– A lenda de Ratanabá viralizou como verdade. Cuidado!

Depois da visita de Elon Musk ao Brasil e suas ações na Amazônia, além do sumiço dos indigenistas na região, viralizou uma fake news de que ambos tivessem interesse em Ratanabá, uma cidade perdida na Amazônia!

Mas de onde surgiu a propagação dessa lenda? Segundo o jornal “O Povo”, da Dakila Pesquisas, cujo CEO, terraplanista e antivacina assumido (e protagonista da história do ET Bill), levantou as “evidências”.

Abaixo, extraído de: https://www.opovo.com.br/noticias/curiosidades/2022/06/12/ratanaba-teoria-infundada-de-cidade-perdida-na-amazonia-viraliza.html

RATANABÁ: TEORIA INFUNDADA DE CIDADE PERDIDA NA AMAZÔNIA VIRALIZA

Boato sobre cidade submersa na Amazônia chamada Ratanabá pode ter repercutido na internet após desaparecimento de jornalista e indigenista

Nos últimos dias, o termo Ratanabá tem sido progressivamente abordado nas redes sociais. O nome é atribuído a uma teoria infundada de uma cidade com mais de 450 milhões de anos, perdida no meio da Amazônia Brasileira.

O boato foi divulgado pelo site Dakila Pesquisas, instituição sem qualquer vinculação com universidades ou órgãos de pesquisas oficiais. O instituto ainda defende ideais como a terra plana e se posiciona contra as vacinas.

De acordo com o Google Trends, ferramenta que mostra termos buscados em um passado recente, a Ratanabá apresentou um salto de pesquisas entre os dias 5 e 11 de junho. O termo ainda se tornou assunto frequente no TikTok e Twitter.

No dia primeiro de junho, o site do Daiki Pesquisas publicou uma matéria noticiando que pesquisadores supostamente teriam sobrevoado a cidade. Segundo o Instituto, duas aeronaves foram utilizadas para captar imagens da floresta. Entre a tripulação, estava a bordo Urandir Fernandes de Oliveira, CEO do Dakila Pesquisas.

Segundo publicação da empresa, datada do dia 3 de junho, a “cidade perdida” teria por volta de 450 milhões de anos e seria fundada pelos Muril, primeiro povo a habitar a Terra há cerca de 600 milhões de anos. A ciência, no entanto, aponta como inviável a existência de um local com essas características.

Segundo o Worldometer, referência na divulgação de contagens e estatísticas em tempo real, a existência humana tem cerca de 300 mil anos. Os primeiros povos a habitarem o globo teriam sido os Homo sapiens, originados no continente africano. Além disso, é estimado que os dinossauros teriam sido extintos por volta de 65 milhões de anos atrás.

Conforme apontado pela revista Fórum, o Dakila Pesquisas, que divulgou a teoria, não possui vinculação com institutos de pesquisas de universidades ou órgãos oficiais, bem como não possui registros de artigos em publicações científicas.

Além disso, os pesquisadores da organização não tem dados registrados na plataforma Lattes, sistema de currículos virtual gerenciado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O site ainda é apontado como defensor de ideias como defensor da Terra plana, ser contra vacinas, além de alegar não haver registros de queimadas na Amazônia.

Por que Ratanabá, a cidade perdida na Amazônia, se tornou viral?

Apesar da recente repercussão na internet, o instituto Daiki divulga a teoria da cidade submersa há mais de 10 anos. Segundo seus pesquisadores, Ratanabá é de grande interesse de ONGs e empresários estrangeiros, sendo cobiçada, inclusive, por Elon Musk. É provável que o assunto tenha sido intensificado pelo desaparecimento de Dom Phillips e de Bruno Pereira.

O jornalista britânico e o indigenista brasileiro teriam desaparecido no último domingo, 5, enquanto faziam uma viagem pelo Vale do Javari, segunda maior terra indígena do país, com 8,5 milhões de hectares, no extremo oeste do Amazonas.

Outro fator que pode ter influenciado a ascensão das pesquisas pelo termo foi a recente visita de Elon Musk ao Brasil. No último dia 20 de maio, o bilionário se encontrou com o presidente Jair Bolsonaro, além de outros políticos e empresários.

O objetivo da visita foi para negociar a instalação do Starlink, projeto que objetiva oferecer internet banda larga via satélite em todo o mundo, na Amazônia. Nas redes sociais, o influenciador Felipe Neto se pronunciou sobre a repercussão da teoria.

“Que possam existir registros de civilizações antigas, ok. Mas daí a criarem teoria da conspiração de que Elon Musk, ONGs e bilionários pelo mundo querem explorar a cidade de 450 milhões de anos submersa na Amazônia…Isso é coisa de gente com parafuso a menos”, escreveu, em seu perfil no Twitter.

Outras teorias da conspiração além de Ratanabá, a cidade perdida na Amazônia

Urandir Oliveira, líder do Instituto, já possui histórico de outras teorias infundadas, que foram refutadas na mídia brasileira. Uma das mais notórias foi em 2010, após divulgar publicamente que mantinha diálogo com um extraterrestre chamado “ET Bilu”.

Em português, o ser teria levado mensagens para a Terra. O caso teve repercussão em rede nacional, principalmente pela Rede Record.

Publicamente antivacina e terraplanista, Oliveira já declarou ter comprovado que a Terra não é esférica, e sim convexa. Além disso, prestou apoio ao movimento contra a vacina da Covid-19. Ele alegou que não seria “cobaia” de vacinas que não têm eficácia comprovada.

O líder do Daiki já foi reconhecido por Jair Bolsonaro. Desenvolvedor da tese de que a “Amazônia não queima”, seus pensamentos foram inspiração para o discurso de Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia Anual da Organização das Nações Unidas (ONU), em 2020.

Urandir ainda chegou a ser recebido pelo ex-secretário da Cultura de Bolsonaro, Mario Frias, em Brasília.

Ratanabá: teoria da conspiração sobre a cidade perdida na Amazônia viralizou nas redes sociais(foto: Daiki Pesquisas/Reprodução)
Leia mais em: https://www.opovo.com.br/noticias/curiosidades/2022/06/12/ratanaba-teoria-infundada-de-cidade-perdida-na-amazonia-viraliza.html

– Não mexa com um orangotango!

Se você é mais fraco do que outro cara, não mexa com ele (mesmo estando numa jaula).

Olhe só que loucura, em: https://twitter.com/Wanderley/status/1536283479893331968

https://platform.twitter.com/widgets.js

– Ilusão de Ótica!

Como é difícil essa brincadeira!

Qual a sequência correta: 6,9,4? Ou somente 8,4? Ou 6,2,1? Ou ainda 6,8,2,1? Ou nada disso?

Eu confesso que não sei a resposta. Que pegadinha dessa ilusão de ótica…

Imagem extraída da Internet, autoria desconhecida.

– Feliz Dia dos Namorados (mas aqui a data é comercial…)

Hoje é Dia dos Namorados, data criada pelo publicitário João Dória para alavancar as vendas que andavam paradas no mês de junho. Enquanto que no exterior o Dia dos Namorados é no Dia de São Valentino (Valentino’s day), aqui é na véspera de Santo Antonio (primeiro se comemora o namoro, depois o “casamenteiro”).

Olha só como comercialmente surgiu a data:

DIA DOS NAMORADOS

Nosso Dia dos Namorados (12 de junho) foi criado para ser uma data comercial, contrariando o tradicional Dia dos Namorados mundo afora (14 de fevereiro). Seu idealizador foi João Dória (pai do apresentador João Dória Jr,), que trabalhava na agência de publicidade Standard, e teve como missão bolar um evento comercial para a rede de lojas Cliper, grande varejista da época, que sempre se queixava das poucas vendas do mês de junho. Aproveitando a véspera do dia de Santo Antonio em 13 de junho, (que tem a fama de ser casamenteiro no Brasil, muito embora não exista essa fama no exterior), criou o slogan: “não é só de beijos que os namorados vivem”. Tal bordão se popularizou, e outras empresas passaram a comercializar com base no dia dos namorados.

A propósito de São Valentino, ele foi um bispo que viveu em Roma e morreu como mártir, pois durante o império de Claudius II, o governante impôs uma lei proibindo o casamento, já que acreditava que soldados solteiros eram mais despojados em combate, pois os casados acabavam pensando em seus familiares e não “renderiam” como desejado. E Valentino, ocultamente, ajudava os casais a celebrarem o Matrimônio. Foi preso e morto cruelmente.

Nesta data, na Inglaterra, é costume os casais trocarem doces. Na Itália, ocorrem jantares românticos. Na Dinamarca, os homens empastam rosas e pétalas e dão um buquê de flores conhecido como “flocos de pétalas”. No Japão, são as mulheres que presenteiam seus parceiros com chocolate. Opa, quero comemorar a data no melhor estilo japônes!!!!!

O coração, a razão e a pessoa | Portal Anna Ramalho

Imagem extraída de: https://www.annaramalho.com.br/o-coracao-a-razao-e-a-pessoa/

– Cientistas recriam perfume usado por Cleópatra.

Ruínas, ferramentas, ornamentos, documentos. São achados desse tipo que geralmente orientam arqueólogos no estudo de sociedades antigas. Mas, …

Continua em: Cientistas recriam perfume usado por Cleópatra. Saiba qual cheiro ele tinha

– O cardápio do Estádio Nacional para Brasil x Japão.

O jornalista Danilo Lavieri está na Ásia cobrindo a Seleção Brasileira, que enfrentará o Japão nesta 2a feira cedo.

Uma curiosidade: o cardápio do Estádio Nacional, postado por ele. Veja só, abaixo, e escolha sua guloseima (eu prefiro amendoim daqui do Brasil…):

– Herogasm?

E eu que vejo bombar a expressão “Herogasm”, da série The Boys (os super heróis da Amazon Prime Video) e me assustei ao descobrir o que era?

Não sabe o que é?

Leia (com cuidado) aqui: https://www.omelete.com.br/series-tv/the-boys-herogasm-filmagens/

The Boys: série do Amazon Prime Vídeo será exibida pelo SBT | Minha Série

Imagem extraída de: https://www.tecmundo.com.br/minha-serie/156341-the-boys-serie-do-amazon-prime-video-sera-exibida-pelo-sbt.htm

– Shopping das Antigas: O Jumbo Eletro!

Quando eu era garoto, não existia Carrefour ou Shopping. E o Jumbo era “o” lugar!

Eu adorava comer na lanchonete de lá um X-Burger…

Veja que relíquia, extraída do Facebook de Marco Costa, com a ilustração retirada do Sebo do Prof Maurício Ferreira: um cartão de crédito do Jumbo Eletro (no tempo em que ter cartão era uma raridade).

JUMBO ELETRO

Bom dia!! Ir ao Jumbo ou a Eletro não era só uma questão de fazer compras, mas também íamos para passear. Cada loja era um verdadeiro “shopping center” da época!! Quem já comprou no Jumbo ou na Eletro? Eu me lembro que a padaria do Jumbo fazia pães deliciosos !!

102408756_3250517184971930_95546701460275200_o

Imagem extraída da Internet, autoria desconhecida. Quem tiver conhecimento, informar para os créditos.

– A invenção do ALÔ!

Puxa, não sei onde li ou escutei, só sei que: logo após o telefone ser inventado por Graham Bell,  criou-se uma regra de, ao atendê-lo, para a pessoa saber que você estava na linha, dizer: “você está aí” ou “tem alguém do outro lado”?

E sabe como surgiu o alô?

Com o pai da lâmpada elétrica, Thomas Edson! Ele se habitou a dizer Hello, e a moda pegou. O “Hello” virou “Alô” e até hoje é usado.

Imagem relacionada

– Vendido o carro mais caro do mundo! Sabe qual é?

Foi vendido a um proprietário privado, por US$ 142 milhões, o equivalente a pouco mais de R$ 700 mi (preste atenção: não é 700 mil, mas sim 700 milhões), uma Mercedes “0km” de 1955, modelo 300 SLR Uhlenhaut Coupé. O recorde anterior era de uma Ferrari 250 GTO de 1963, vendida por R$ 345 milhões.

Foram construídos apenas dois protótipos, e o veículo estava no Museu da Mercedes. O carro chega a 300 km/h.

Mais detalhes em: https://www.cnnbrasil.com.br/business/mercedes-benz-anuncia-venda-do-carro-caro-do-mundo-automovel-custou-us-142-milhoes/

 

– E as Notas Musicais se originaram de onde?

Na minha casa, todos tem noções musicais. Só eu que de música, nada sei. Porém, aprendi sobre como surgiu o tão famoso Do-Ré-Mi-Fá-Sol-La-Si e quero compartilhar, de tão interessante que achei!

As notas musicais surgiram do monge beneditino Guido d’Arezzo, no século XI. Ele se inspirou em um Hino a São João Batista, que houvera sido composto no século VIII.

Originalmente, ele observou a sonoridade da canção, e resolveu a partir das iniciais, adaptar no que chamamos de “notas”.

O primeiro esboço era: Ut-Ré-Mi-Fá-Sol-La-S

O Hino a São João:

Ut queant laxis…

Ressonare fibris…

Mira gestorum…

Famuli tuorum…

Solve polluti…

Labii reatum…

Santi Iohannes.

Perceba que a primeira e a última nota foram trocadas. Mas isso aconteceu no século XVI, pois o músico Giovanni Bononcini não gostava da sonoridade. No lugar do Ut entrou Do (inicial de Dominus) e ao invés de S, Si (iniciais de Santi Iohannes).

(Extraído de Revista Superinteressante, ed  Jan/2013, pg 30).

30744_Detalhes

Imagem extraída da Internet, autoria desconhecida.

– Espelhos e Azulejos prejudicam o sinal da Internet.

Parece “mito popular”, mas não é: banheiros, quartos espelhados e cozinhas podem prejudicar a qualidade do Wi-Fi, e por um motivo bem simples: a interferência de vidros e espelhos.

Olhe só, em: https://www.techtudo.com.br/listas/2018/11/entenda-por-que-o-sinal-da-internet-wi-fi-e-mais-lento-no-banheiro.ghtml

ENTENDA POR QUE O SINAL DA INTERNET WI-FI É MAIS LENTO NO BANHEIRO

Você tem a sensação de que o sinal de Wi-Fi fica mais fraco no banheiro do que em outros cômodos? Saiba que esso não é um mito e existe uma explicação para isso. Como a Internet sem fio é, na verdade, um conjunto de ondas de rádio que viajam pelo ar, está sujeita a diversos tipos de interferência, e o banheiro possui diversos “inimigos” da rede wireless.

Espelhos, azulejos, objetos de metal e até a água são os “vilões” de quem quer usar a Internet no cômodo sem sofrer com falhas de transmissão ou mesmo queda de sinal. A seguir, confira quais itens do banheiro que atrapalham sua rede Wi-Fi e o que fazer para driblar esse problema.

Os grandes vilões do Wi-Fi no banheiro são os espelhos. Quanto maior seu tamanho, maior é a chance dele interferir no sinal da Internet. Isso porque, por trás do vidro, há uma camada de metal, responsável por refletir a luz.

Dependendo do tipo de material, essa camada pode absorver parte do sinal de rádio, justamente porque o metal é um bom condutor de eletricidade. Outro problema é que, teoricamente, a reflexão das ondas eletromagnéticas pelo espelho pode anular as ondas de Wi-Fi que viajam em sentido contrário, o que prejudicaria a transmissão.

Da mesma forma que os espelhos, alguns tipos de azulejo também podem refletir sinal Wi-Fi. Outro problema é que, para colocar o azulejo na parede, é preciso usar cimento, e o material forma uma barreira que dificulta a penetração de ondas de radiofrequência. Se não fosse pela porta, isso tornaria o banheiro uma caixa isolante do sinal de Internet.

No banheiro, há também outros objetos de metal que podem interferir na conexão com a Internet. Pia, chuveiro e maçaneta são alguns exemplos. Como os materiais usados nesses produtos são condutores de eletricidade, logo, eles podem absorver algumas ondas eletromagnéticas emitidas pela rede Wi-Fi.

Cada objeto, por si só, não afeta tanto o sinal. O problema é que, no banheiro, existem mais de um, e o conjunto pode acabar deixando a velocidade de conexão mais baixa.

Outro item encontrado em qualquer banheiro, a água também afeta a intensidade do sinal Wi-Fi. Como já explicamos, a rede Wi-Fi nada mais é do que um emissor de ondas eletromagnéticas, e a água corrente é condutora de eletricidade. Logo, o líquido tende a absorver essas ondas, prejudicando o sinal. Muito por isso, aquários precisam ficar longe do roteador de uma casa, por exemplo.

Para entender melhor essa característica da água, é só lembrar como funcionam os micro-ondas – que, inclusive, operam na frequência de 2,4 GHz, a mesma de muitas redes wireless. A água presente na comida absorve as ondas eletromagnéticas emitidas pelo eletrodoméstico, espalhando calor.

Como não dá para tirar o espelho do banheiro ou arrancar o azulejo, a melhor saída para ter um sinal de Internet satisfatório nesse ambiente é mexendo no roteador. Uma opção é trocar o aparelho de lugar, de preferência para um ponto alto e centralizado do imóvel, posicionando as antenas corretamente. Lembre-se também de deixá-lo longe de dispositivos que interfiram na rede, como telefones sem fio e micro-ondas.

Se essa não é uma alternativa conveniente, uma saída é investir em um roteador novo, de preferência que opere também na frequência 5 GHz. Apesar de operar em um espaço mais curto, o sinal estará menos sujeito à interferência de roteadores vizinhos.

Quem já conta com esse recurso também pode avaliar comprar um repetidor ou um powerline, que compartilha o sinal de internet via rede elétrica. Ambos têm vantagens e desvantagens que precisam ser levadas em conta de acordo com as características da sua casa ou escritório.Por fim, uma opção barata é fazer um amplificador de sinal Wi-Fi caseiro, com uma garrafa PET e papel alumínio. Apesar do improviso, já foi comprovado que essa técnica funciona.

Não é mito: o truque da garrafa PET funciona — Foto: Thiago Rocha/TechTudo

– Disney e a genealogia da Família Pato.

Sou apaixonado pelas HQs (histórias em quadrinhos) da Disney e do Mauricio de Sousa. E fuçando meus gibis, encontrei a edição comemorativa dos 40 anos do Tio Patinhas!

E sabe o que tem de tão especial nela?

Toda a árvore genealógica da Família Pato!

Quem são os pais do Huguinho, Zezinho e Luisinho? Por que Donald, Peninha e Gastão são primos? E o parentesco com a Vovó Donalda, de onde vem?

Uma raridade! Olhe aqui abaixo:

– Vegetais? Não, frutas!

  • Diga rápido: uma fruta com a letra Q:

.

.

– QUIABO!

  • E outra fruta, agora com a letra V:

.

.

– VAGEM!

Não é que eu cresci sem saber que até a azeitona é uma fruta?

Veja que curioso: frutas que você pensava ser vegetais ou algo parecido,

Extraído de: https://www.megacurioso.com.br/amp/educacao/118038-10-vegetais-que-voce-nao-sabia-mas-sao-frutas.htm

10 VEGETAIS QUE VOCÊ NÃO SABIA, MAS SÃO FRUTAS

Provavelmente você já sabe que legumes e frutas — ou mais corretamente, frutos — são coisas diferentes. Basicamente, tudo o que tem semente é um fruto e ele é a estrutura desenvolvida a partir do ovário de uma flor fecundada. O termo legume é usado para as outras partes comestíveis de uma planta, incluindo folhas (alface), flores (brócolis), caules (aipo), tubérculos (batatas), bulbos (cebola) e raízes (beterraba).

Entretanto, no cotidiano, podemos acabar definindo algum ingrediente a partir da forma como usamos ele e não a partir da sua verdadeira classificação. É o caso de 10 vegetais que, botanicamente, mesmo não parecendo, são classificados como frutas ou frutos:

1. Azeitona

Pois é, as azeitonas são um tipo de fruto. Essa classificação se dá porque elas são formadas a partir do ovário da flor da oliveira e formam sementes (o famoso caroço).

2. Milho

Em muitas localidades, o milho já é consumido de forma doce. O que é condizente com sua classificação, pois ele não é um legume, mas sim um fruto. Isso porque cada grão de milho contém a sua própria semente e ele é denominado como cariopse.

3. Pepino

Para a surpresa de muitos, sim, o pepino é classificado como fruto. Ele pertence à família de plantas Cucurbitaceae, que é a mesma de frutas como o melão e a melancia.

4. Abobrinha

A abobrinha faz parte da mesma família de plantas que o pepino, a Cucurbitaceae, o que faz com que, consequentemente, também seja outro fruto disfarçado de legume.

5. Abóbora

Outro membro da família Cucurbitaceae é a abóbora, que conta com suas próprias sementes e interior carnudo, sendo botanicamente classificada como uma fruta.

6. Quiabo

O quiabo não é um legume, na verdade, ele é o fruto do quiabeiro (Abelmoschus esculentus) e é cheio das próprias sementes.

7. Vagem

A vagem, também conhecida como “feijão-verde” ou “feijão-de-corda”, é o fruto de vários cultivos de feijão comuns. Portanto, não é um legume.

8. Berinjela 

A berinjela não é legume, mas sim o fruto da planta Solanum melongena, isso significa que ela é o ovário amadurecido da planta e que comporta as suas sementes.

9. Pimenta

Todas as pimentas são, botanicamente, classificadas como parte da família Solanaceae e, portanto, não são um tipo de legume, mas sim de fruta.

10. Tomate

Muita gente já sabe, mas ele não poderia ficar de fora da lista. Se resta dúvida, por mais estranho que possa ser, o tomate é o fruto do tomateiro e não é um tipo de legume.

Imagens extraídas do link acima.

– Como escolher o vinho para harmonizar com a comida.

Li essa postagem e repúblico (a citação e o original estão abaixo). Quem não gosta de um bom vinho?

Na tabela, as “combinações perfeitas” da escolha do tipo do vinho, conforme a refeição:

Vinhoze-se: Mosquitos vinhos na foto, Do vinho ao vinho, Vinho, Mousse de vinho, Frios sem tabua, CLAFOUTIS AUX CERISES, O colírio de Bald, poção de … (cont no link em destaque)

Continua em: Como escolher o vinho

– O sentido do Ovo de Páscoa: o de galinha ou de chocolate?

Só no Brasil existe a tradição de Ovos de Chocolate na Páscoa. Em outros lugares, o coelho traz ovos (ou cascas apenas) pintados. O sentido do “coelho e do ovo” é de fertilidade, de vida, de renascimento…

Quando eu era pequeno, ouvia a história de que o coelho é quem trazia os ovos pois ele foi o primeiro animal a ver Jesus Ressuscitado. Claro, apenas uma história para animar as crianças, pois nada disso está na Bíblia.

Gostei dessa brincadeira: a galinha é a ave mais marqueteira que eu conheço (afinal, ela faz um escândalo cacarejando quando bota seus ovos), mas nessa época, o coelho vence: