– Disney e a genealogia da Família Pato.

Sou apaixonado pelas HQs (histórias em quadrinhos) da Disney e do Mauricio de Sousa. E fuçando meus gibis, encontrei a edição comemorativa dos 40 anos do Tio Patinhas!

E sabe o que tem de tão especial nela?

Toda a árvore genealógica da Família Pato!

Quem são os pais do Huguinho, Zezinho e Luisinho? Por que Donald, Peninha e Gastão são primos? E o parentesco com a Vovó Donalda, de onde vem?

Uma raridade! Olhe aqui abaixo:

Publicidade

– Década de 80: que saudade…

Quer coisa mais significativa e representativa para os anos 80 do que esses exemplares da figura abaixo?

Em especial, o papel higiênico cor-de-rosa (que as gerações mais novas nunca viram). Ou passar Merthiolate nos cortes e gritar pelo ardor quando se é criança…

Nostalgia pura!

– As Cinco Guianas.

Você sabia que um dia, o Amapá foi uma Guiana?

Extraído de: https://virtualidades.blog/2023/02/22/as-cinco-guianas/

AS CINCOS GUIANAS

Por Solon Saldanha

Quando a gente fala em termos de América do Sul, parece que estamos nos referindo aos nove países de língua espanhola e ao Brasil, o único onde se fala português. E que esses dez são a totalidade do continente. Fica realmente estranho, mas é verdade que por aqui se desconhece a existência de outros três territórios, todos eles fazendo divisa conosco ao norte, que têm culturas e idiomas distintos, com colonizações que não foram nem de Portugal, nem da Espanha. Claro que quando eu uso a expressão “desconhece” não é no sentido de não saber da existência, mas de não haver intercâmbio maior. Nem no futebol isso acontece, uma vez que seus clubes e seleções não disputam nenhuma competição continental promovida pela Conmebol, mas algumas da Concacaf. Aliás, tem um time chamado Botafogo, em Georgetown; e um outro de nome Santos, em Linden, duas cidades da Guiana.

Agora, o que talvez mais gente ainda desconheça é que eram cinco as guianas, originariamente. Hoje temos a Guiana Francesa, que não é independente e sim uma região ultramarina da França, mais ao leste, com Suriname no meio (antiga Guiana Holandesa), e a Guiana (antiga Guiana Inglesa) ao oeste. Mas ainda havia outras duas, uma em cada ponta. A Guiana Portuguesa hoje é o estado brasileiro do Amapá. Já a Guiana Espanhola, depois conhecida como Bolívar, foi incorporada à Venezuela. Um mapa que mostra isso está ilustrando esse texto.

O nome “guiana” significa “terra de muitas águas”, na língua falada pelo povo Aruaque, um dos originários daquela região toda. Ela se estende, geograficamente, desde a foz do Rio Amazonas até a do Rio Orinoco. A outra etnia também relevante era a Karib, mas existiam mais. A exploração começou pelos espanhóis, ainda no Século XV. Mas foi com os holandeses que de fato se iniciou uma colonização, no Século XVII. Depois, esses cederam parte do território aos ingleses. Quanto aos franceses, esses passaram a ter uma presença durável quando colonos daquele país fundaram Caiena em 1643.

A Guiana Francesa, que faz divisa com o Amapá, chegou a ser ocupada por tropas luso-brasileiras, entre 1809 e 1817. Foi devido às Guerras Napoleônicas, que fizeram com que a Família Real Portuguesa viesse para o Brasil, em 1808, com escolta da marinha inglesa. Assim, no ano seguinte, Dom João revogou todos os tratados anteriormente assinados com a França e determinou que a Guiana Francesa fosse invadida, de modo que passasse a ser considerada parte do Império Português, com base no Tratado de Utrecht, assinado em 1713. Esse conflito apenas se resolveu em 1900, quando foi aceito que o território voltasse ao domínio francês. Na atualidade, no que o Brasil tem “contribuído” com esses vizinhos é pela presença de garimpeiros ilegais que cruzam a fronteira e estão, do mesmo modo que fazem por aqui, destruindo a floresta que eles ainda possuem e contaminando os rios. Curioso é que hoje, como se trata de uma espécie de extensão daquele país europeu, a moeda oficial que por lá circula é o Euro.

A Guiana se tornou independente da Inglaterra apenas em 1970. O país tem historicamente uma grave tensão social entre os afro-guianenses (30% da população) e os indo-guianenses (51% da população), uma vez que em dois momentos históricos foram trazidos escravos da África e trabalhadores da Índia para os substituir, depois da abolição. A economia local se baseia no extrativismo (madeira e minérios), agricultura (arroz, cana-de-açúcar, mandioca e frutas) e atividade pesqueira. Mesmo com o inglês sendo o seu idioma oficial, a maior parte da população fala um dialeto vindo do crioulo. O Brasil tem “exportado” para eles pastores pentecostais, já se estimando que 22% da população está seguindo esse ramo do cristianismo, quase alcançando em percentual os hinduístas, que são 25%.

O Suriname, que em extensão territorial é o menor país da América do Sul, separou-se da Holanda em 1975. Seu nome é derivado do que identifica um povo indígena que originalmente habitava a região, chamado Surinen. Essa é a única nação soberana existente fora da Europa onde o neerlandês é falado oficialmente pela maioria da população. Mas o mesmo dialeto que é comum na Guiana também é adotado por parte dos habitantes. Um último detalhe a ser acrescentado é que foi o país das Américas Central e do Sul onde mais tarde ocorreu um golpe militar, um mal que por aqui é mais do que comum. Foi na década de 1980. E por lá também houve uma guerra civil, entre 1986 e 1992.

Essas minhas observações com certeza estão contribuindo muito pouco para que se conheça melhor esses vizinhos do norte. Mas, quem sabe não se tornem motivo para que a curiosidade motive os leitores para que busquem saber mais? Ao menos seria uma aproximação sem se subir tanto no mapa, quanto até alguns dias atrás era visto como a única que merecia ser considerada.

Se você gostou desta crônica, garanta a continuidade do blog com uma doação. Isso ajudaria a cobrir custos com sua manutenção. Logo aqui abaixo você encontra uma Chave PIX e também um formulário para fazer doações. São duas alternativas distintas para que você possa decidir com quanto quer ou pode participar, não precisando ser com os valores sugeridos. Qualquer contribuição é bem-vinda. No caso do formulário, a confirmação se dá, depois das escolhas, no botão “Faça uma Doação”.

Depois temos o bônus de hoje, que é um clipe da música Guyana, com Poonam Singh. Nascida em Georgetown, em 19 de fevereiro de 1995, ela é uma estrela naquele país. A canção foi composta quando o 50º Aniversário de Independência da Guiana estava sendo comemorado.

PIX: virtualidades.blog@gmail.com

– Amenidades Caninas.

Feliz aquele que inventou o ditado:”o cachorro é o melhor amigo do homem“. E é mesmo!

A Pepita faz questão de querer ser a companhia de todas as horas! Ô coisa gostosa da vida: rir e brincar sem se preocupar. A propósito, ela é uma pequinês (algo raro por aqui), e como uma das suas características da raça: é extremamente ciumenta. Mas compensa isso com muito carinho.

bomba.jpg

– Samba?

Cá entre nós: a Justiça não tem nada mais importante a fazer do que perder tempo julgando o caso do filho do cantor “Seu Jorge”?

O cartório se negou a registrar o nome escolhido: “Samba! Ora, é muito relativo se isso será constrangedor ou não.

O que eu quero dizer é: procure outro cartório para registrar o filho. Pra que insistir no mesmo? Ir à Justiça, somente no último caso (mas respeito as opiniões em contrário).

Não posso deixar de registrar: e se a moda pega? Teremos Samba de Oliveira, Tango da Silva, Rap dos Santos, Funk de Souza ou Sertanejo Machado. Tudo bem, é o gosto da pessoa.

Em tempo: segundo a CNN Brasil, o Cartório, orientado pela Associação dos Registradores de Pessoas Naturais de SP, voltou atrás e irá registrar o nome do garoto como “Samba Barbieri da Silva” (filho de Jorge Mário da Silva e Karina Barbieri).

Seu Jorge conseguiu autorização para registrar filho com o nome Samba - Reprodução/Instagram

Imagem: reprodução do Instagram pessoal do cantor, extraída de Uol.com

– E se você estivesse nesse voo?

Eu não sei se é verdadeiro esse vídeo (abaixo) ou se foi montagem, mas que impressiona

Imagine, caso seja real, como os passageiros estavam!

No link em: https://twitter.com/VicenteMarcelao/status/1484951065409765381

https://platform.twitter.com/widgets.js

– Campeonato Mundial de… Aviãozinho de Papel!

Uma das coisas mais bacanas que eu gostava de fazer quando criança era avião de papel. E não é que existe até mesmo um torneio mundial dessa brincadeira?

Extraído de: https://super.abril.com.br/ciencia/manual-como-fazer-o-aviao-de-papel-perfeito/

MANUAL: COMO FAZER O AVIÃO DE PAPEL PERFEITO?

Brincadeira de criança? Existe até campeonato mundial dos aviõezinhos. Aprenda a fazer um modelo recordista e as técnicas usadas pelos competidores.

Abaixo, a gente ensina a montar o avião recordista em distância: 69 metros! A dobradura é do americano John Collins, que realizou a façanha em 2012. Dá uma olhada no vídeo do momento do lançamento:

Será que você chega perto? / (Gil Tokio/Superinteressante)

Dobrar aviões de papel vai além da brincadeira: existe até um campeonato mundial para isso, o Red Bull Paper Wings. Os atletas podem disputar em três categorias (Distância, Tempo de Voo e Acrobacias). Heitor Souza, competidor brasileiro do torneio, falou com a SUPER sobre as técnicas que o pessoal usa em competições – e deu dicas para um bom aviãozinho:

Dobradura firme
Use cartões ou pedaços de plástico para reforçar as dobras do papel. Isso melhora a sua aerodinâmica. Pressionar objetos pesados ajuda a dar a forma desejada ao avião.

Material de apoio
Réguas ajudam a achar a medida exata de dobras mais difíceis. Usar um pouco de cola ou fita dupla face ajuda a unir as asas do avião.

Excesso de carga
Use folhas adequadas para não deixar o seu avião pesado: papel sulfite A4 ou folhas de caderno dão um resultado bacana.

Na hora do lançamento…
…Segure o papel próximo ao bico e preste atenção no ângulo, que deve estar entre 45 e 60 graus. Se o seu avião foi feito para planar bastante tempo, jogue-o para cima, a um ângulo de 90o.

– O Mistério do Coliseu da Fernão Dias, revelado.

Na região de Mairiporã, se pode ver uma construção inusitada: algo parecido com o Coliseu, inacabado, em uma montanha.

Ninguém sabe o que é aquilo, ou o que era para ser. E o UOL descobriu: é uma oficina de reparo de carros antigos!

Veja só, em: https://www.uol.com.br/carros/noticias/redacao/2022/12/21/cheio-de-raridades-desvendamos-os-carros-do-coliseu-da-fernao-dias.amp.htm

Coliseu dos carros - UOL

– 52 anos de Spectreman!

Estamos envelhecendo mesmo! Não é que há exatos 51 anos começava a produção do seriado Spectreman?

Hoje, quem assistir, achará bizarro. Mas para as crianças daquela época como eu… era sensacional vê-lo contra o terrível Dr Gori!

Extraído do HistoryChannel Brasil, quando fez 50 anos:

50 ANOS DE SPECTREMAN

No dia 2 de janeiro de 1971 teve início a produção original do seriado Spectreman, uma série de televisão japonesa de ficção-científica. Sua produção seguiu até 25 de março de 1972, totalizando 63 episódios. No Brasil, a produção foi ao ar entre os anos de 1981 a 1982 pela Rede Record. Entre 1983 e 1990, a série foi transmitida pelo SBT.
A trama do seriado é em torno da luta do androide Spectreman contra o cientista Gori e seu auxiliar, Karas — ambos homens-macaco. Fora as batalhas do bem contra o mal, Spectreman também abordava questões relacionadas aos problemas causados pela poluição.

Imagem extraída de: http://www.shoujo-cafe.com/2021/01/cinquenta-anos-de-spectreman.html

– Tio Chico Brasil no Guiness Book.

Quando a expressão “saltaram os olhos” faz sentido…

Sidney, um brasileiro folclórico, entrou para o livro dos recordes por fazer o globo ocular pular quase 2 cm para fora!

Extraído de: https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/brasileiro-entra-para-o-guiness-com-recorde-de-olhos-mais-esbugalhados-do-mundo/

BRASILEIRO ENTRA PARA O GUINESS COM RECORDE DE OLHOS MAIS ESBUGALHADOS DO MUNDO

Sidney de Carvalho Mesquita, conhecido como Tio Chico Brasil, faz parte da edição de 2023 do Livro dos Recordes por conseguir projetar seu globo ocular 18,2 milímetros para frente

Por Fernanda Pinotti.

O brasileiro Sidney de Carvalho Mesquita, mais conhecido como Tio Chico Brasil, é o novo detentor do recorde de olhos mais esbugalhados do mundo, segundo o Guiness World Records.

Ele entrou para a edição do Livro dos Recordes de 2023 por conseguir projetar seu globo ocular 18,2 milímetros para fora da órbita ocular. A recordista anterior era a norte-americana Kim Goodman, que consegue projetar seu globo ocular 12 milímetros para fora.

Tio Chico contou ao Guiness que descobriu seu talento aos nove anos de idade. Ele gostava de fazer caretas na frente do espelho e percebeu que seus olhos saltavam mais que os de qualquer outra pessoa. Ele consegue projetar os olhos para fora durante 20 a 30 segundos, e explicou que o truque não dói, mas que sente o ressecamento do globo ocular.

Fotos extraídas do próprio Guiness / divulgação.

– A Origem do Jogo da Velha?

Jogo da Velha? Por quê esse nome?

Saiba: esse tradicional jogo só leva esse nome no Brasil, e ele surgiu dos… bordados!

Abaixo, extraído de: https://super.abril.com.br/blog/oraculo/por-que-o-jogo-da-velha-tem-esse-nome/

POR QUÊ O JOGO DA VELHA TEM ESSE NOME?

Essa é mais velha que suas avós Lourdes e Maria José.

Os primórdios do jogo remontam à Antiguidade, embora esse não fosse o nome usado naquela época. A expressão brasileira deriva de um costume de idosas britânicas.

No século 19, era comum as senhoras se reunirem para jogar noughts and crosses (zeros e cruzes) enquanto bordavam e conversavam. Foi assim que o passatempo virou “jogo das velhas” e depois simplificado para “jogo da velha”. Mas também pode chamar de cerquilha, jogo do galo ou tic-tac-toe.

Imagem extraída de: http://jornalheiros.blogspot.com/2016/08/jogo-da-velha.html

– Os reais Zumbis do Haiti! Walking Dead de verdade…

Você sabe como se “faz” um Zumbi?

Ou melhor: você acredita na existência de Zumbis?

Ouvi o jornalista Cláudio Tognoli no Programa Morning Show da Rádio Jovem Pan falando sobre a assunto. E me impressionei! Ele contou sobre uma toxina encontrada em uma espécie de sapo somente existente no Haiti (bufo marinos), que se aplicada em uma pessoa ela fica em estado catatônico, com os olhos virados para trás, drogada por ser uma substância “narco-epilética”, transformando a pessoa em um escravo obediente – totalmente fora de si!

Assustou?

Eu também. E essa história pode ser conferida em: https://www.megacurioso.com.br/zumbis/39595-o-caso-do-haitiano-zumbi-que-voltou-para-casa-21-anos-depois-de-morto.htm

O CASO DO HAITIANO ZUMBI QUE VOLTOU PARA CASA 21 ANOS DEPOIS DE MORTO

Por Daiana Geremias

Zumbis existem de verdade? Nem tente bancar o cientificamente correto aqui e dizer que eles não existem, porque a história que vamos contar para você a seguir pode mudar suas convicções. Portanto, antes de qualquer coisa, abra a cabeça – não precisa ser literalmente.

O haitiano Clairvius Narcisse ficou muito doente em 1962, tendo vivido momentos de febre, dor intensa e relatado a sensação de mosquitos perfurando sua pele. Isso sem falar na extrema dificuldade que sentia para respirar. Ele então foi levado ao hospital, onde foi atendido por dois médicos, mas, pouco tempo depois, foi declarado morto. O velório foi breve e o enterro foi logo realizado.

Narcisse, no entanto, disse nunca ter morrido de verdade. O que aconteceu foi que ele acordou, meio perturbado, dentro de um caixão e enterrado. O haitiano acredita que foi envenenado e vítima de algum tipo de feitiço. Na noite seguinte, ele foi exumado por um shaman vudu e levado a um lugar desconhecido. Detalhe: ele recebeu uma mistura que o deixava em estado de zumbi.

Depois disso, Narcisse afirma ter se tornado um escravo, sendo forçado a trabalhar dia e noite em uma plantação de cana-de-açúcar – todos os dias, ele e os outros presos recebiam a mesma mistura que os transformavam em trabalhadores-zumbis. Seria esse o plano mais macabro de todos os tempos?

O fato é que os presos foram liberados em determinado momento e Narcisse afirma ter passado 18 anos vagando pelas ruas, procurando sua família, que a essa altura tinha absoluta certeza de sua morte. Em 1981, enquanto vagava por um vilarejo, Narcisse reconheceu sua irmã e ela também o reconheceu – pelo menos foi isso o que deu para entender pelos gritos assustados e altos que ela deu. Ele convenceu a irmã de que era ele quando usou um apelido que apenas a família conhecia.

Os vizinhos também reconheceram Narcisse e logo um médico psiquiatra foi chamado para ajudar a entender o acontecido. O haitiano respondia a todas as perguntas pessoais e da família sem o menor problema. Quando todos confirmaram mesmo que Narcisse era Narcisse, a imprensa internacional logo apareceu para cobrir a história mais do que bizarra.

Além do médico e da imprensa, um pesquisador de Harvard, Wade Davis, demonstrou muito interesse em estudar o caso. Davis, um especialista no uso de plantas por seres humanos, afirmou que o haitiano poderia mesmo ter sido obrigado a usar alguma substância que o deixasse sedado e subordinado.

O pesquisador explicou ainda que uma toxina conhecida como TTX pode deixar o corpo de uma pessoa em estado de morte – quando alguém ingere essa toxina, fica catatônico e com pouquíssimos sinais vitais. No Haiti, o TTX pode ser encontrado em uma espécie de sapo.

Davis acredita que a substância responsável por deixar Narcisse alucinado e trabalhando como escravo por tanto tempo é uma toxina conhecida como Datura stramonium.

E aí, o que você acha dessa história completamente maluca? O caso nunca foi completamente desvendado.

bomba.jpg
Narcisse e seu próprio túmulo, autoria no link acima:

– Os poderes mais estranhos do Superman!

Se você curte histórias de Super-heróis como eu, não tem como não achar curiosa essa matéria: os poderes mais esquisitos do Superman que talvez você saiba ou tenha esquecido, e outros que nem imaginou!

Extraído de: https://meiobit.com/417422/os-13-poderes-mais-bizarros-do-superman/amp/

OS 13 PODERES MAIS BIZARROS DO SUPERMAN

Superman tem um monte de poderes, alguns obscuros, outros conhecidos, mas alguns extremamente ridículos. Leia e veja quantos você já conhecia.

por Carlos Cardoso

Superman é um dos mais antigos e amados super-heróis, representando ideais mais que americanos, mas humanos. Ao mesmo tempo ele é um sujeito que usa a cueca por cima da calça, começou como vilão e tem seu visual baseado nos fortões que se apresentavam em circos de subúrbio.

Hoje vemos brigas no Fandom com gente que leva a sério demais seus personagens de estimação, então vamos relembrar algumas histórias da Era de Ouro, como alerta para não tratar gibis como escrituras sagradas. Sim, há lições morais, textos magníficos, histórias reais de como Superman influenciou positivamente outros, mas também há a parte boba, e é essa que vamos explorar hoje.

1- Superforça

Tá, eu sei, superforça é o principal poder do Superman, mas houve uma época em que os roteiristas perderam a mão, e Kal-El se tornou basicamente onipotente. Ele chegou a arrastar um sistema solar inteiro para o outro lado do Universo. Se eu tivesse uma semana não conseguiria listar todos os motivos pelos quais isso não daria certo. Felizmente ele foi aos poucos nerfado, pois nada mais tedioso que um personagem onipotente.

2  Superveterinária

Em um painel de uma história aleatória o Sup aparece dizendo que vai usar a visão de calor para castrar um pobre cachorro. Isso é crueldade com animais, exercício ilegal da profissão e uma forma complicada de fazer cachorro-quente.

3 – Super-fricção

Talvez inspirado pelo Batman de Adam West, que usava o prefixo “bat” pra tudo, Superman usa fricção para soldar as barras de uma cela, mas como ele tem que ser o diferentão, vira “Super-fricção”. A curiosidade: Você não precisa ser um kryptoniano com poderes esquisitos para usar solda por fricção. É uma técnica industrial comum:

4 – Supermatemática

Não sei a quantas anda o sistema educacional de Krypton, eu culpo o Paulo Freire, mas não há absolutamente nada de super no cálculo básico, mas como Bruce cansa de dizer, Clark é muito músculo e pouco cérebro.

5 – SuperTelepatia

Superman já foi telepata. Sério. Ele era capaz de ler pensamentos, se comunicar mentalmente com os superbichos e até influenciar outros personagens com seus poderes mentais. Ele era tão poderoso que conseguia ler até a mente do aparelho telefônico.

6 – Super… beijo?

É canônico. Ao contrário de Steve Rogers, Superman não era BV. Ele usava seu superpoder para dar uma canseira na Lois, deixando a moça tonta e sem ar, conseguindo a admiração e inveja dos outros homens. Era uma fase bem mais benigna do que aquele beijo boa-noite cinderela que o Clark aplicou na Lois em Superman II.

7 – Super-Mini-Supermen

Certa vez Superman materializou o poder de… emitir pequenos Supermen através de suas mãos. Não, não me peça para explicar, não ganho o bastante para ser forçado a ler essa história completa.

8 – Supermetamorfose

Releia a explicação do ítem 7 e troque o nome dos poderes.

9 Super-Tradução

Por algum motivo Superman, que se impressiona com contas de ensino fundamental, tem um super-intelecto e por causa disso entende imediatamente todo idioma que encontra. Isso não faz sentido nem no Universo dos quadrinhos.

10 – Super-Tecelagem

Você é rápido, Clark, só isso. Você é rápido, não precisa chamar tudo que faz em super-velocidade de super-alguma coisa. Você é rápido.

11 – Super-Ventriloquismo

Não me peça para explicar, mas em várias histórias Superman se livra de situações complicadas usando… super-ventriloquismo. E mais ainda, não só ele tem o poder, Krypto, o super-cão também.

12 – Super-Diversidade e Super-Alabama

Em uma história que varia entre o questionável e o lamentável, Peter David fez com que Superman se apaixonasse e se casasse com Supergirl, que na versão pré-Crise era Linda Danvers, e não sua prima Kara Zor-El, embora fossem idênticas e Clark achasse que eram a mesma pessoa.

Para piorar é a única aparição da Kryptonita Rosa, uma substância que deu ao Superman o poder de… achar o Jimmy Olsen gatinho.

13 – Super-Emblema

Superman II é um filme… complicado. Por um lado tem o General Zod de Terence Stamp, um delicioso vilão da velha guarda, por outro lado… temos a inexplicável cena em que Superman descola uma versão em celofane de seu emblema e a atira contra Non, um dos kryptonianos que invadiram a Fortaleza da Solidão. lembro até hoje  do “hamm?” coletivo que o cinema soltou. Até hoje não entendi. Nem sei se quero.

– A Origem do Jogo da Velha?

Jogo da Velha? Por quê esse nome?

Saiba: esse tradicional jogo só leva esse nome no Brasil, e ele surgiu dos… bordados!

Abaixo, extraído de: https://super.abril.com.br/blog/oraculo/por-que-o-jogo-da-velha-tem-esse-nome/

POR QUÊ O JOGO DA VELHA TEM ESSE NOME?

Essa é mais velha que suas avós Lourdes e Maria José.

Os primórdios do jogo remontam à Antiguidade, embora esse não fosse o nome usado naquela época. A expressão brasileira deriva de um costume de idosas britânicas.

No século 19, era comum as senhoras se reunirem para jogar noughts and crosses (zeros e cruzes) enquanto bordavam e conversavam. Foi assim que o passatempo virou “jogo das velhas” e depois simplificado para “jogo da velha”. Mas também pode chamar de cerquilha, jogo do galo ou tic-tac-toe.

Imagem extraída de: http://jornalheiros.blogspot.com/2016/08/jogo-da-velha.html

– O “Navio Gigante” que chegou em Santos/SP!

Nesta semana, um “navio cargueiro gigante“, chamado CMA CGM VELA (da Alemanha) com 10 mil containeres, chegou ao Porto de Santos (a maior embarcação da história). Tem 347 metros e equivale, em tamanho, a 3 estádios da Vila Belmiro!

A travessia de balsas ficou parada por algumas horas, a fim de evitar acidentes. Olhe só: https://www.youtube.com/watch?v=tTBWqXUtXPU

E outra matéria, em: https://www.youtube.com/watch?v=Ii5dfaz6m0I