– Já está caindo fora, Datena?

Xi… mas já?

Datena, recém lançado candidato a Senador na chapa de Bolsonaro, ameaça cair fora da disputa. Veja aqui: https://www.istoedinheiro.com.br/a-politica-pode-desistir-de-mim-afirma-datena-segundo-jornal/

Bola cantada… relembre aqui quando o presidente anunciou o apresentador como candidato: https://professorrafaelporcari.com/2022/05/13/datena-senador/

– Paixões políticas emburrecem!

Não está cansando ler nas Redes Sociais tanta campanha antecipada para a Presidência? Ops: acrescente-se: para o Legislativo também!

Diretas ou indiretas, me assustam a maquiagem e o tom de fanatismo. Há aqueles que enxergam como “Deus” os candidatos que defendem com unhas e dentes (independente quem sejam eles).

O problema é: o radicalismo cega a visão e deturpa a realidade. São paixões que tornam as pessoas, digamos, “menos inteligentes”.

– A Campanha pelo Título Eleitoral não deveria ter “dono”.

Leonardo Di Caprio, Mark Hamill, Mark Ruffalo e outros atores de Hollywood fizeram campanha para que jovens eleitores brasileiros tirassem o título eleitoral, a fim de que estivessem aptos para as próximas eleições. A onda começou com a cantora Anitta, que incentivou a excelente atitude.

O problema é: politizou-se até isso!

Para uns, era uma iniciativa cidadã de Esquerda, pois supostamente quanto maior o número de eleitores jovens, maior a quantidade de votos para Lula.

Para outros, o movimento era inverso: jovens que se intitulam de Direita postavam o título e escreviam “Bolsonaro 22” nas Redes Sociais.

Tirar o título é nobre. Mas até nisso existir Campanha Eleitoral, é dose.

Imagem extraída de https://capricho.abril.com.br/eleicao2022/o-que-e-preciso-fazer-agora-que-eu-ja-emiti-meu-titulo-de-eleitor/amp/, na matéria de Andréa Martinelli.

– Lula, Bolsonaro, Zelensky…

Lula deu entrevista à “Time” soltando toda a sua lábia!

Conseguiu justificar a Guerra da Rússia contra a Ucrânia, alegando que Zelensky era tão responsável quanto Putin. Pode? Seria saudade da URSS?

Também disse que Bolsonaro fomenta o racismo. Eu acho o presidente atual fraquíssimo, com vários defeitos e não terá meu voto. Mas não vi nenhum ato racista dele. Qual?

Pobre Brasil… insisto: não temos candidato honesto, competente e que transmita credibilidade.

Lula estampa capa da TIME: 'o líder mais popular do Brasil busca um retorno  à Presidência' - InfoMoney

Imagem extraída de: https://www.infomoney.com.br/politica/lula-estampa-capa-da-time-o-lider-mais-popular-do-brasil-busca-um-retorno-a-presidencia/

– Pobre Brasil…

Vendo as imagens de Ciro respondendo provocações com palavrões e tentativa de soco (na Agrishow),

Vendo Lula e Alckmin cantando o hino da Internacional Socialista (e a ONU ignorando a existência de Mensalão e Petrolão),

Vendo Bolsonaro em campanha aberta sem conseguir respeitar opiniões contrárias e estando aliado ao Centrão que ele próprio condenou,

Vendo Dória e Moro mudando o discurso como biruta de aeroporto mudando o lado dos ventos a cada novidade,…

Penso: o Brasil não é para amadores! Coitado do nosso país.

– Tentando entender: a Motociata serviu para…?

Qual o propósito de, num feriado nacional (quando as estradas ficam lotadas), fechar a principal rodovia que liga a Capital ao Interior?

A motociata do presidente Jair Bolsonaro fez a Anhanguera, em Jundiaí, travar. E custou aos cofres públicos (link com a matéria abaixo da foto) cerca de 1 milhão de reais!

Nesse evento de diversão, fico pensando: quem sobrará para votar? No Lula, o corrupto que está destilando ódio no discurso? Aliás, pouco repercutiu as críticas dele à classe média. No Dória, com toda a sua vaidade? No próprio Bolsonaro, que dá uma no cravo e outra na ferradura?

Estamos perdidos… essa própria Eleição vai ser sofrível.

O presidente Jair Bolsonaro

ISAAC FONTANA / ESTADÃO CONTEÚDO / 15.04.2022, extraído de: https://noticias.r7.com/brasilia/bolsonaro-encerra-motociata-em-sao-paulo-com-percurso-de-120-km-15042022

– Estamos perdidos com esses políticos!

Tâmo f… um desabafo: é Bolsonaro e Valdemar, Moro e Centrão, Lula e Alckmin… e todos eles se entendem muito bem. Tem incoerência por todos os lados.

E alguns de nós ainda brigam por esses políticos. Pode?

Essa imagem (autor desconhecido) é bem pertinente. Ambos falaram verdades um para o outro, e agora estão juntos!

– Em quem Abraham Weintraub votará?

O ex-Ministro da Educação, o polêmico Abraham Weintraub, se filiou ao partido “Brasil 35” e será candidato a governador de SP.

Ele, que buscava apoio do Presidente Bolsonaro, ficou magoado com a adesão à candidatura de Tarcísio e criticou o agora “ex-amigo”. Chegou a dizer em áudio vazado que: “agora é com Lula ou vai continuar piorando”.

Estamos todos malucos, não? Não encontro nenhum candidato honesto, competente e com credibilidade para o próximo pleito.

Mas que é curioso você ver um “pitbull bolsonarista” como ele era, e agora criticando o Governo, ô se é! Depois, fez um tuíte “justificando-se e tentando negar o áudio”.

Outras críticas que ele fez em: https://www.uol.com.br/eleicoes/2022/04/07/weintraub-critica-bolsonaro-hoje-ou-e-com-lula-ou-continua-piorando.amp.htm

– Que confusão, Dória e Moro!

Tá difícil escolher candidato a presidente do Brasil. E partido, idem para alguns políticos. E manter-se firme, ib idem.

E essa do Dória desistir, querer ser governador, depois voltar atrás e ninguém confirmar nada?

E o Moro, depois da festa de filiação do Podemos, sair do partido em pouco tempo e ir ao União Brasil? Também desistirá?

A política no Brasil está assustadora… E não vejo ninguém honesto, competente e com credibilidade para votar.

Doria cancela agenda de compromissos nesta quinta-feira | CNN Brasil

Governador de São Paulo, João Doria, por Sergio Andrade/Governo do Estado de SP. Extraído de: https://www.cnnbrasil.com.br/politica/doria-cancela-agenda-de-compromissos-nesta-quinta-feira/

– Pobre Realidade…

Sabe o que é mais complicado para a próxima Eleição?

Provavelmente, o candidato que vencer será o que tiver “a menor rejeição” ou for a “opção menos ruim”. Não teremos aquele que for “o mais competente, honesto ou aprovado”.

Triste. Difícil um país dar certo assim. 

Resolução do TRE-MS define data para novas eleições em Bandeirantes — Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul

Foto: rafapress / Shutterstock.com, extraída de: https://www.infoescola.com/politica/democracia-direta-e-indireta/

– Os clubes de futebol nunca conseguirão se unir por uma Liga…

E essa pendenga que envolveu a decisão da partida final do Paulistão, entre Palmeiras x São Paulo?

Sábado ou Domingo? Allianz Arena, Barueri ou Ribeirão Preto? 

Ninguém quer ceder, e quando lhe interessam, falam de regulamento, ética, e tantas outras coisas. Quando é a seu favor, fazem-se mudos.

É como erro de arbitragem: a favor, ninguém se queixa. Contra, todo mundo fala em mudança. E por essa desunião que não creio em Liga no nosso país.

O egoísmo – Gotas de Paz

Imagem extraída da Internet, citação na própria

– E as pesquisas para presidente?

Pesquisa eleitoral para Política é sempre complicada quanto à “credibilidade dos interessados”. É sabido que as últimas erraram bastante, mas não é irônico que quando ela é favorável a A ou B, seus eleitores acabem se regozijando?

Coisas do Brasil: se o número é a favor, aplausos. Se é contra, vaias. Valida-se ou descredibiliza-se conforme o interessado.

Imagem extraída de: https://spedpraquemfaz.com.br/homem-duvida/

– Em quem você votará para presidente, via Reels?

Atenção pessoas: aqui eh a Marina (a filha do Rafael q obrigou ele a gravar isso) eu q editei o vídeo ent pfv n fiquem bravos kkkkkk

Em: https://www.instagram.com/reel/CbgVVjtApkT/?utm_medium=copy_link

https://www.instagram.com/reel/CbgVVjtApkT/
.

– Vai ser um país rachado de novo?

Considerando que Ciro, Moro e Dória não conseguem decolar nas pesquisas, parece-me que o risco de uma Eleição Presidencial bipolarizara em Lula e Bolsonaro está cada vez mais provável. E isso me assusta, pois os radicais que seguem esses senhores (não estou falando do eleitor comum deles, mas dos que se fanatizaram) fazem muito barulho e não têm medo de divulgar mentiras.

Insisto: eu quero um presidente honesto, competente e que transmita a credibilidade. Nenhum deles me transmite essas virtudes.

Pobre Brasil…

– Bolsonaro e Valdemar ou Lula e Alckmin? Vale tudo?

Depois da decepção de Jair Bolsonaro, que tanto falava sobre honestidade, beijar a mão do ex-presidiário Valdemar da Costa Neto (um dos membros do Mensalão do PT) e ir para o partido dele, agora cada vez mais se concretiza a chapa Lula e Alckmin.

Esses senhores acham que todos os brasileiros são otários? Lula, o homem do Petrolão (e do já citado Mensalão) junto com Alckmin (que o criticava pela corrupção)?

O que esses caras fazem pelo poder… E há quem os defenda ainda!

Com Alckmin vice de Lula, podemos ter governo mais pragmático, diz  economista da Rio Bravo - 20/01/2022 - Mercado - Folha

Imagem extraída de: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2022/01/com-alckmin-vice-de-lula-podemos-ter-governo-mais-pragmatico-diz-economista-da-rio-bravo.shtml , de Sérgio Moraes / Reuters

– O TSE censurará o Telegram?

Eu tenho (mas não uso) o aplicativo de mensagens Telegram. E leio que o TSE manifestou preocupação com o App por disseminação de Fake News durante as Eleições Presidenciais desse ano (ao contrário do que o WhatsApp, o Telegram ainda permite envio de mensagens em massa).

Ora, as Fake News, infelizmente, proliferam nas Redes Sociais. O problema não é o aplicativo, mas quem posta as mensagens (de Esquerda ou de Direita, não importa). Proibir o uso é censura contra quem age corretamente.

Parece a história do marido traído que vê a esposa com o amante na sala, e que quando descobre a traição, tira o sofá para evitar outros transtornos…

Telegram Logo - Significado, História e PNG

Imagem extraída de: https://logosmarcas.net/telegram-logo/

– Se Bolsonaro, Lula e Ciro estão contra Moro…

Lulistas não gostam de Sérgio Moro, pois o ex-juiz o condenou à prisão. Alegam que o julgamento foi ilegal pois ele teria demonstrado interesse de condená-lo em mensagens vazadas por hackers. Mesmo com provas (que insistem em se desacreditar… como se não tivesse existido Mensalão, Petrolão, delações premiadas, dinheiro devolvido, etc e etcetera). Mas vale lembrar que todos os outros juízes e instâncias o condenaram (Moro foi só mais um). Quem soltou Lula foi a turma do STF indicada por ele.

Bolsonaristas não gostam de Sérgio Moro, pois o ex-juiz, enquanto Ministro, foi contra as trocas de comando da Polícia Federal por nomes que o presidente queria, e não dele. Aliás, a PF não fez nada quanto às queixas envolvendo seu filho (um assunto que tira Bolsonaro do sério…). Saiu por não ter tido “carta-branca” para trabalhar no Ministério (sendo que isso houvera isso prometido a ele) – aliás, na pasta da Saúde se vê bem que, se não rezar na cartilha do “Homem”, o cargo fica vago.

Ciro Gomes um dia também ameaçou até bater em Moro e hoje vive o atacando. Afinal, Ciro quer ser ele a “opção viável para a 3a via”.

Se esses senhores o criticam, talvez seja um bom nome. Ou não? Afinal, a Lava Jato prendeu um monte de corruptos e foi ironizada por Ciro, desacreditada por Lula e encerrada por Bolsonaro.

Ops: tá na cara que Dória, que está quietinho quanto ao Moro, sonha em ter os votos dele. Danado esse governador, não?

O “legal” é: cada vez mais que Lula e Bolsonaro se batem, percebe-se que quando o assunto é o ex-juiz que estava no Ministério da Justiça , ambos se unem

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-ministro da Justiça e ex-juiz federal Sergio Moro (Podemos)

Imagem extraída de: https://www.poder360.com.br/poderdata/moro-e-o-candidato-mais-competitivo-contra-lula-no-2o-turno-diz-poderdata/, da matéria de Beatriz Roscoe.

– Nem Lula, nem Bolsonaro, nem… nem… mas quem?

Para a Eleição Presidencial de 2022, procuro um candidato honesto, competente e que tenha credibilidade. Mas quem?

Gostei da reflexão deste texto, extraído de: https://brasildelonge.com/2022/01/19/ditadura-de-esquerda-ou-de-direita/

DITADURA DE “ESQUERDA” OU DE “DIREITA”?

Por José Horta Manzano

Faz tempo que me pergunto como é possível um contingente de cidadãos darem crédito ao capitão e se disporem a votar nele.

Pra não deixar ninguém enciumado, me pergunto também como é possível que tanta gente acredite no Lula e se disponha a votar nele.

Depois dos males que esses dois já causaram no passado, no presente – e da ameaça que representam para o futuro do país –, não há mais o que provar. Não precisa fazer um desenho. Seja qual for dos dois, é desastre anunciado.

Com o antigo presidente, tivemos corrupção explícita e partição do país em categorias de indivíduos classificados conforme a cor da pele. É culpa dele se o Brasil caminha perigosamente para se transformar em república racialista, um tipo de sociedade em que cada habitante tem forçosamente de se encaixar numa etiqueta: ou é branco ou é negro, sem nuance. (Alguém pensou nos extremo-orientais?) Antes da ascensão do lulopetismo, nosso país era colorido; depois da passagem dos ‘barbudinhos’ pelo poder, retrocedemos à era do preto e branco.

Com o atual presidente, temos corrupção disfarçada de “orçamento secreto”, rachadinhas e partição do país em categorias de indivíduos classificados conforme a ideologia ou a religião. Bancadas religiosas no Congresso, presidente que se ajoelha diante de bispo autossagrado, orçamento secreto com bilhões distribuídos aos amigos do rei, presidente considerado persona non grata no mundo civilizado – estão reunidos todos os ingredientes da perfeita republiqueta de bananas.

Um dos dois apoia ditaduras sanguinárias ditas “de esquerda”; o outro apoia ditaduras sanguinárias ditas “de direita”. Se algum arguto leitor souber qual é a diferença entre uma ditadura “de esquerda” e uma “de direita”, que levante a mão. Ou que mande uma cartinha para a Redação.

Este blogueiro considera que qualquer ditadura é regime autoritário e liberticida que opera para transformar os habitantes em autômatos, gente sem criatividade, sem esperanças, sem ânimo, sem iniciativa e sem futuro. Quando se trata de ditadura, “de esquerda” ou “de direita” são etiquetas que não fazem sentido.

Que diferença há, no espectro político, entre um Hitler e um Stalin? O primeiro prometeu o paraíso a seu povo e o obrigou a ser massacrado sob bombas caídas do céu. O segundo prometeu o paraíso a seu povo e o obrigou a ser massacrado por tanques de guerra vindos do Oeste, sendo que os poucos cidadãos que sobraram foram despachados para o desterro na Sibéria.

Entre um Nicolas Maduro (Venezuela) e um Bashar El-Assad (Síria), quem é “de direita” e quem é “de esquerda”? E que diferença faz, se ambos condenam o próprio povo ao extermínio – um pela fome, o outro pelos gases asfixiantes?

Tudo o que o Brasil não precisa é de presidente apoiador de ditadura nem de presidente conivente com esse tipo de regime. Tanto Bolsonaro quanto o Lula propõem que o país continue eternamente mergulhado num passado de atraso.

E ainda tem gente que se dispõe a apoiar um ou outro desses dois. Como é que pode?

Foto: Crédito no link acima, de: https://brasildelonge.com/2022/01/19/ditadura-de-esquerda-ou-de-direita/

– Para o Palácio do Planalto, pense sobre quem tem as 6 virtudes:

Em 2018, fiz a postagem abaixo sobre quais as virtudes que um Presidente da República deveria ter. E hoje (mais do que nunca) tenho certeza de que naquele ano, ninguém preenchia essas qualidades:

ADJETIVOS PARA UM BOM PRESIDENTE:

Para ser Presidente do Brasil, um país tão necessitado de bons políticos, o candidato ideal deve ter os seguintes atributos:

  1. Capacidade / Competência de gestão,
  2. Honestidade com o dinheiro público,
  3. Sensibilidade para entender as carências da população,
  4. Determinação a fim de resistir às dificuldades,
  5. Humildade em reconhecer possíveis equívocos e corrigi-los,
  6. Disposição em abandonar sua vida pessoal e viver um sacerdócio ao país.

Está fácil achar um nome? Com o que se tem oferecido ao eleitor, o cargo ficará vago…

bomba.jpg

Crédito: Shutterstock

– Sérgio Moro na Jovem Pan.

Eu sei que Bolsonaristas e Lulistas mais exaltados (não estou me referindo aos eleitores desses senhores que são sensatos, mas aos radicais) vão discordar e até xingar (óbvio, radicalismo é igual ao fanatismo). Mas a entrevista do ex-juiz Sérgio Moro, agora pré-candidato à Presidência, hoje de manhã à Rádio Jovem Pan, foi ótima!

Falou sobre Lula, Dória, Bolsonaro… e não fugiu das perguntas mais difíceis!

Assista em: https://youtu.be/Q3NjE-ZDBbY

– O próximo presidente será o chefe eleito por uma minoria.

Nenhum presidente da República é eleito pela maioria dos brasileiros. Ele é eleito pela maior parte dos votos dos brasileiros, o que é muito diferente: ou seja, não significa que mais da metade dos eleitores escolheu alguém, mas que a maior parcela do todo (o que pode fazer, sabemos disso, que um presidente eleito tenha menos votos do que os dos outros candidatos somados, juntamente com brancos / nulos).

Em 2022, tudo leva a crer, acontecerá isso novamente. Repare: na pesquisa eleitoral divulgada hoje da Quest/Genial (eu me preocupo muito com os órgãos e metodologias), Lula e Bolsonaro polarizam novamente. Mas o grande “candidato oculto” é o “nem-nem” (mais de 30%), termo que se refere ao eleitor que não quer nenhum dos dois. E como não há um nome forte para a 3a via, esses votos se dispersam e acabam não incomodando (por enquanto) os dois que estão à frente.

Penso: por falta de nome honesto, de credibilidade e com competência, teremos o próximo presidente com menor número de votos percentuais (se comparados ao todo, não só aos válidos) da história.

– Será que Deus está contente com nossos políticos?

Dias atrás, falamos sobre “ser cristão” e “viver o Cristianismo”. Um Católico de verdade, por exemplo, não pode defender a violência, mas sempre buscar a concórdia e a paz usando a mansidão de Jesus Cristo.

O texto está aqui: https://professorrafaelporcari.com/2021/08/31/defenda-sempre-a-paz-e-nao-exalte-os-violentos/

O Segundo Mandamento dos famosos “10 da Lei de Deus” é “Não tomar seu nome em vão”.

No Novo Testamento, vemos o anúncio da Boa Nova e o lembrete do Salvador de que “virão falsos Messias em seu nome”, confundindo as pessoas.

Enfim: muita gente usa o nome de Deus para se promover, ou até mesmo como “Capital Político”. Aproximam-se de padres e pastores, única e exclusivamente para buscar voto.

Digo isso pois o presidente Bolsonaro disse hoje:

“Quem me colocou aqui foi Deus e somente ele me tira daqui”.

Bolsonaro foi eleito como Lula foi um dia (ou como FHC, ou Collor ou ainda Dilma): pelo voto popular. Deus dá livre arbítrio para o seu povo escolher os líderes. Ele não é Teocrático, Ele é um Deus de liberdade. E nesse discurso demagogo (que tanto Esquerda quanto Direita já usaram, lembrando da atéia Manuela D’Ávila na Missa ou do ateu Fernando Henrique em Aparecida), todos estamos cansados.

O próprio povo de Deus, um dia, elegeu um BEZERRO de OURO. Chega de políticos ludibriar o eleitor com a religião.

– Penso igual sobre erros de Lula e de Bolsonaro:

Não tenho partido político, mas não é por isso que sou apolítico (sou apartidário). Não vejo um nome sequer com competência, credibilidade e honestidade para presidir o Brasil (infelizmente, estou sem candidato até agora para as próximas Eleições).

Comungo do mesmo pensamento abaixo, extraído do Twitter do consultor renomado Ricardo Amorim:

“Impressionante como a história se repete. A incapacidade da maioria dos lulistas de reconhecer os erros do Lula elegeu o Bolsonaro. Agora, a maioria dos bolsonaristas faz exatamente a mesma coisa. Parece até que estão se esforçando para eleger o Lula.”

E não é verdade? Todos são deuses imaculados para seus apaixonados eleitores (óbvio, não me refiro ao cara ponderado que escolheu um desses nomes e sabe separar os erros, mas ao fanático que se cega).