– Putin usaria armas nucleares?

Ao ouvir que Putin estaria ameaçando que a Rússia poderia usar armamento nuclear contra a Ucrânia, é inevitável pensar: será?

Não cabe algo tão perigoso em nosso mundo hoje… Aliás, quando esse triste conflito acabará?

Pobre mundo que não encontra a paz.

Ucrânia: 'salas de tortura' foram encontradas em áreas retomadas dos russos  | Ucrânia e Rússia | G1

Extraído de G1.com

– Perguntar não ofende 4: Instabilidade e Guerra.

Só eu que sinto um frio na espinha ou você também: não dá um medo as hostilidades demonstradas por China 🇨🇳 em relação a Taiwan 🇹🇼 e EUA 🇺🇸 ? Já não basta a guerra da Rússia 🇷🇺 com a Ucrânia 🇺🇦…

Imagem extraída de: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/china-1.htm

– BRICS poderá virar BRIICAS?

Leio que a Argentina e o Irã querem fazer parte do grupo político-econômico de mútua cooperação chamado BRICS (composto por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) – vide em: https://veja.abril.com.br/mundo/ira-e-argentina-pedem-para-entrar-no-brics/

A questão é: vale a pena ter esses aliados?

A outra questão é: em relação à Guerra contra a Ucrânia, nenhum dos parceiros se manifesta contra a Rússia, não? 

Imagem extraída de: https://www.diplomaciabusiness.com/argentina-e-convidada-para-cupula-dos-brics-e-reforca-interesse-em-integrar-o-bloco/

– O discurso verde “caiu” na Europa sem gás?

Com a guerra da Rússia contra a Ucrânia, disparou o preço do carvão no mundo, como substituto ao gás (que é exportado pelos russos aos demais europeus). Os países dito ecologicamente corretos, em nome dos seus interesses particulares, abandonaram o “discurso verde” e estão utilizando o carvão (que é muito poluente) a todo vapor. 

A questão é: podemos questioná-los por não terem se preparado com alternativas sustentáveis? Afinal, sempre somos questionados quanto ao tema, devido à Amazônia!

Nós podemos (e devemos) cobrar a preservação da Amazônia. Mas precisamos ser coerentes… se essas mesmas nações tivessem se preparado, não precisariam utilizar tal elemento poluidor.

carvão | Hypeness – Inovação e criatividade para todos.

Imagem por Vitor Paiva, extraída de: https://www.hypeness.com.br/tag/carvao/

– Yuri Alberto no Corinthians. Mas combinaram com os russos?

Leio que o Corinthians quer o atacante Yuri Alberto, que está no Zenit, da Rússia (e que ganha um salário fora dos padrões brasileiros). Na negociação, o Timão teria oferecido Mantuan e Ivan para os russos.

É sério que, com o mundo fechado para a Rússia e em guerra contra a Ucrânia, haverá consentimento?

Parece mais jogada de empresário do que contratação real…

Corinthians disputa Yuri Alberto com Inter e clubes do exterior |  corinthians | ge

Foto: Getty Images, extraída de: https://ge.globo.com/futebol/times/corinthians/noticia/2022/06/23/corinthians-disputa-yuri-alberto-com-inter-e-com-clubes-do-exterior.ghtml

– Que clima para BRICS?

Com a guerra da Rússia contra a Ucrânia, o BRICS ficou meio “sem clima”, não?

Segundo a imprensa, na reunião de cúpula dos presidentes hoje, nem Brasil, Índia, China ou África do Sul quiseram tocar em qualquer tema relativo às sanções econômicas mundiais ou invasão russa.

Lamentável… e o medo de ser altruísta e perder dinheiro?

Em: https://noticias.uol.com.br/colunas/jamil-chade/2022/06/23/apos-atacar-vacina-chinesa-bolsonaro-elogia-cooperacao-com-pequim-na-covid.htm

Da esquerda para a direita, os líderes de China, Rússia, Brasil, Índia e África do Sul em reunião dos Brics em 2019 - Alan Santos/PR

Da esquerda para a direita, os líderes de China, Rússia, Brasil, Índia e África do Sul em reunião dos Brics em 2019 Imagem: Alan Santos/PR, extraído do link cima.

– 100 dias de Guerra. E…

Vidas ceifadas e uma Ucrânia arrasada. É esse o saldo após a invasão da Rússia em seu vizinho.

Ninguém ganhou nada. Todos perderam! Que não dure um dia a mais sequer.

foto: extraída de: https://matogrossomais.com.br/2022/02/24/urgente-russia-ataca-cidades-da-ucrania-veja-repercussao-pelo-mundo/

– A Coca-Cola versão Putin.

Com a saída de empresas importantes da Rússia, produtos alternativos surgem.

O mAis recente: um “clone russo da Coca-Cola, Fanta e Sprite”! Vejam só,

em: https://olhardigital.com.br/2022/05/27/pro/clones-da-coca-cola-sao-lancados-na-russia-apos-saida-da-empresa-do-pais/amp/

CLONES DA COCA-COLA SÃO LANÇADOS NA RÚSSIA APÓS SAÍDA DA EMPRESA

Após a saída da Coca-Cola da Rússia como consequência à invasão da Ucrânia, um fabricante de bebidas local, a Ochakovo, lançou uma linha de refrigerantes clones que simulam as três principais marcas da fabricante estadunidense: Coca-Cola, Fanta e Sprite.

Os refrigerantes genéricos receberam os nomes de CoolCola, que é o clone da Coca-Cola, Fancy, que imita a Fanta laranja, e Street, que imita a Sprite. As cópias foram lançadas na última segunda-feira (23) e já estão presentes nas prateleiras dos principais supermercados russos.

Desde que a Coca-Cola anunciou a suspensão de seus negócios na Rússia, em março deste ano, os refrigerantes produzidos pela empresa se tornaram “artigos de luxo” no país. Hoje, ainda é possível encontrar os produtos Coca-Cola na Rússia, mas os preços subiram, em média, 200% desde então.

Em suas contas nas redes sociais, a Ochakovo descreveu a CoolCola, o clone da Coca-Cola, como um refrigerante com o “sabor icônico de cola”. Os demais clones não tiveram seus sabores detalhados, mas os esquemas de cores das embalagens imitam os de Fanta e Sprite.

A Ochakovo não é a única empresa a produzir clones de refrigerantes dos Estados Unidos, já que eu abril deste ano, a empresa Slavda lançou a Grink Cola, com a intenção de conquistar os clientes com saudade do sabor da Coca-Cola no Extremo Oriente da Rússia.

Crédito: Denis Voronin/Agência de Notícias de Moscou

– Qual será a grande preocupação do mundo pós-guerra da Rússia?

O mundo “pós-guerra da Rússia contra a Ucrânia” será diferente. Está sendo criado um outro marco mundial na história, não tenhamos dúvida. E qual é ele?

Minha geração cresceu ouvindo falar da “Guerra fria”. Os mais jovens já conheceram um mundo pós-11 de setembro, no chamado “período da caça aos terroristas” (e que estão por aí ainda). Agora, o que se pensava num mundo diferente pós-pandemia de COVID, muda de figura: um planeta mais preocupado com a segurança energética!

A dependência do petróleo e do gás russo assustou os europeus. Fontes de energias limpas e renováveis serão discutidas com maior intensidade. A economia verde estará em alta, bem como o medo de uma (improvável) nova União Soviética. 

Será que é isso que veremos realmente no mundo?

Autoridades dos EUA não confirmam relatos de possível invasão da Rússia à Ucrânia na quarta-feira - InfoMoney

Imagem extraída de: https://www.infomoney.com.br/economia/autoridades-dos-eua-nao-confirmam-relatos-de-possivel-invasao-da-russia-a-ucrania-na-quarta-feira/

– A ressurreição da Lada! (De volta para o futuro – 2).

Por José Horta Manzano – O esfacelamento da União Soviética, no início dos anos 1990, abriu as portas da Rússia para as grandes empresas ocidentais. O país…

Continua em: De volta para o futuro – 2

– EUA doarão US$ 40 bi para a Ucrânia. E se…

… se fosse dinheiro do nosso país?

Fico imaginando: o contribuinte americano estaria feliz com a decisão de Joe Biden, em mandar tanto dinheiro dos impostos para lá?

Eu sei que a Ucrânia é vítima da guerra promovida pela Rússia, mas não é dinheiro demais para esse momento?

Seria solidariedade ou interesse?

Difícil se posicionar. Se está sobrando dinheiro por lá e há a intenção de ajudar, ok. Caso contrário, podemos argumentar: interesse estratégico de influência, parceria econômica no pós-guerra, etc e etc.

– Francisco, o Papa da Paz!

Me orgulho do Papa Francisco, lutando pela paz.

Disse ele ao Corriere della Sera, ontem:

“Falei com o patriarca Kirill (Chefe da Igreja Ortodoxa), da Rússia, por 40 minutos via Zoom. Nos vinte primeiros minutos, com uma carta na mão, ele me leu todas as justificativas para a guerra. Eu escutei e disse a ele: eu não entendo nada disso. Meu irmão, não somos clérigos de estado, não podemos usar a linguagem da política, mas a de Jesus. Somos pastores do mesmo povo santo de Deus. Para isso devemos buscar caminhos de paz, para acabar com o fogo das armas. O Patriarca não pode se transformar no coroinha de Putin”.

Defender a paz na Ucrânia e que a Rússia cesse fogo, é missão que exige coragem! E ele faz isso.

Imagem extraída de: https://parstoday.com/pt/news/world-i454-papa_francisco_e_patriarca_kirill_empreendem_inédita_reunião_em_cuba

– A 3a Guerra alardeada pela estatal russa. Pra quê tal pressão?

E a TV Estatal Russa fala em 3a Guerra Mundial e escalada nuclear. É mole?

Claro, uma nítida pressão do Governo da Rússia contra a Ucrânia, neste movimento irracional de ódio, mas estratégico num combate.

O link da matéria está em: https://www.istoedinheiro.com.br/televisao-estatal-russa-especula-3a-guerra-mundial-e-escalada-nuclear/

Fico pensando: precisamos pregar a paz e o fim da guerra, não assustar o planeta.

Impiedoso.

Invasão da Rússia sobre a Ucrânia começou em 24 de fevereiro (Crédito: AFP/Arquivos)

– Precisamos de Paz!

E o novo “super-míssil” nuclear russo, a fim de demonstrar força nesse momento de guerra contra a Ucrânia, assustando o mundo?

Abaixo, em: https://twitter.com/CNNBrasil/status/1516934795409907712

https://platform.twitter.com/widgets.js

– Um líder religioso pode ser a favor da Guerra? Lamentável, Cirilo. Parabéns, Francisco!

Que triste… leio (com pesar) que Cirilo I (o “Papa” dos cristãos ortodoxos russos, por lá chamado de “Patriarca”, cujo nome em russo é Kirill), defende a guerra da Rússia contra a Ucrânia e pediu para a população apoiar o governo de Moscou.

Segundo o jornal “O Globo” (link em: https://oglobo.globo.com/mundo/papa-conversa-com-patriarca-da-igreja-ortodoxa-russa-sobre-guerra-na-ucrania-25435541), o Papa Francisco conversou com o Patriarca Cirilo I e alertou que:Quem paga o preço da guerra são as pessoas, os soldados russos e as pessoas ucranianas que são bombardeadas e morrem.”

Lembrando que a Igreja Ortodoxa da Rússia foi a “permitida” no tempo da União Soviética, já que o Comunismo perseguiu os católicos.

Francisco conversa com Cirilo I durante uma videoconferência. Em pauta, a guerra na Ucrânia Foto: VATICAN MEDIA / via REUTERS

Abaixo, extraído de: https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/lider-de-igreja-ortodoxa-da-russia-pede-uniao-de-populacao-com-autoridades/?

LÍDER DA IGREJA ORTODOXA RUSSA PEDE UNIÃO DA POPULAÇÃO COM AUTORIDADES

Patriarca Kirill, que é próximo de Putin, já fez declarações em defesa das ações de Moscou na Ucrânia e vê a guerra como um baluarte contra a cultura ocidental

O chefe da Igreja Ortodoxa da Rússia pediu, neste domingo (10), para que as pessoas se unam junto às autoridades enquanto Moscou prossegue sua intervenção militar na Ucrânia.

O Patriarca Kirill já fez declarações em defesa das ações de Moscou na Ucrânia e vê a guerra como um baluarte contra uma cultura liberal ocidental, que ele considera decadente.

“Que o Senhor nos ajude a nos unirmos durante este momento difícil para nossa pátria, inclusive em torno das autoridades”, disse Kirill, de 75 anos, durante um sermão em Moscou, segundo a agência de notícias Interfax.

“Que as autoridades se encham de responsabilidade por seu povo, humildade e prontidão para servi-los, mesmo que isso lhes custe a vida”, acrescentou o patriarca, um aliado próximo do presidente Vladimir Putin.

O apoio do patriarca à campanha militar da Rússia, na qual milhares de soldados e civis ucranianos foram mortos, enfureceu alguns dentro da Igreja Ortodoxa da Rússia, bem como em igrejas no exterior ligadas ao Patriarcado de Moscou.

No domingo, ele disse que, quando a população se unir em torno das autoridades, “haverá verdadeira solidariedade e a capacidade de repelir inimigos tanto externos quanto internos”.

A Rússia enviou dezenas de milhares de tropas à Ucrânia em 24 de fevereiro, no que chamou de uma operação especial para destruir as capacidades militares de seu vizinho do sul e expulsar pessoas que chamou de nacionalistas perigosos.

As forças ucranianas montaram uma forte resistência e o Ocidente impôs sanções severas à Rússia, num esforço para forçá-la a retirar suas forças.

Patriarca ortodoxo russo Kirill durante a conferência da Igreja Ortodoxa Russa, no Kremlin em 31 de janeiro de 2019 em Moscou. Kirill, próximo do presidente Vladimir Putin, tornou-se o principal bispo da Igreja Ortodoxa Russa em 1º de fevereiro de 2009

Patriarca ortodoxo russo Kirill durante a conferência da Igreja Ortodoxa Russa, no Kremlin em 31 de janeiro de 2019 em Moscou. Kirill, próximo do presidente Vladimir Putin, tornou-se o principal bispo da Igreja Ortodoxa Russa em 1º de fevereiro de 2009 Mikhail Svetlov/Getty Images

– Assista a “Os animais de estimação deixados para trás na guerra na Ucrânia” no YouTube.

Mais um triste desdobramento da estupidez humana. BBC NEWS aqui! imagens do WordPress

Continua em: Assista a “Os animais de estimação deixados para trás na guerra na Ucrânia” no YouTube

– Uma pancada no soft power russo / Russofobia contra quem não tem nada a ver com a guerra…

Alexander Malofeev, jovem pianista russo José Horta Manzano O assunto é espinhudo. Em razão de Vladímir Putin ter declarado guerra à Ucrânia e …

Continua em: Uma pancada no soft power russo

– As ditaduras estão colocando as “manguinhas de fora” por conta da Rússia?

Depois da Rússia invadir a Ucrânia, alguns países antidemocráticos tomaram coragem e mostraram a sua face: por exemplo, a China provocando Taiwan e o Iêmen (terroristas escondidos lá e aceitos pelo Governo) atacando a Arábia Saudita.

Agora, a Coreia do Norte fez festa e apresentou com um filme que viralizou na Internet, o seu novo míssil intercontinental (mesmo com a miséria que os norte-coreano vivem).

O mundo vive um momento difícil, não?

Míssil da Coreia do Norte durante desfile militar que ocorreu em Pyongyang, em comemoração aos 75 anos do Partido Comunista do país — Foto: KRT/AP

Míssil da Coreia do Norte durante desfile militar que ocorreu em Pyongyang, em comemoração aos 75 anos do Partido Comunista do país — Foto: KRT/AP, extraída de: https://valor.globo.com/mundo/noticia/2022/03/24/coreia-do-norte-lanca-seu-primeiro-missil-balistico-intercontinental-em-mais-de-quatro-anos.ghtml

– Protestar na Rússia contra a Ucrânia? É “cadeia”!

Já são 15.000 pessoas presas na Rússia pela Polícia local por… protestar contra a Guerra!

Reclamar de Putin dá cadeia. E para que se evitem reclamações e protestos organizados, Facebook, Twitter, WhatsApp e Instagram são bloqueados.

Essa é a democracia que inexiste por ela… pobre povo russo, sem liberdade de expressão, governado por um louco que quer ressuscitar a URSS. Pobre povo ucraniano, vítima maior dessa loucura.

Polícia russa reprime manifestações em Moscou contra a invasão da Ucrânia

KIRILL KUDRYAVTSEV / AFP

– Biden e Putin elevam o tom. Mas… e a Ucrânia?

Enquanto os EUA aumentam as sanções (suspensão de importação de fertilizantes, vodka, petróleo) e o presidente Biden dá indiretas (disse: “Putin é o culpado e precisa pagar (…) se enviarmos material militar é possível uma 3a Guerra Mundial”, em outras palavras), a Rússia ameaça com menções ao arsenal nuclear e seu Governo lembra que há um astronauta americano na ISS

Enquanto acontece o jogo de palavras bem ao estilo do auge da Guerra Fria (e tudo isso é assustador), os ucranianos continuam fugindo do seu país, alguns morrendo e outros resistindo.

Há de se chegar urgentemente num acordo, pois a guerra deve ser sempre evitada. Mas é notório: pacificamente ninguém quer ceder (independente de quem esteja certo ou errado).

Eu tenho medo de uma Guerra com proporções ainda maiores. Já sentimos o efeito do conflito Rússia-Ucrânia nos nossos bolsos! Imagine em escala crescente…

Biden suspende importação de petróleo russo para 'aumentar pressão sobre  Putin' - CartaCapital

Joe Biden e Vladimir Putin. Fotos: AFP. Extraído de: https://www.cartacapital.com.br/mundo/biden-suspende-importacao-de-petroleo-russo-para-aumentar-pressao-sobre-putin/

– As 847 lojas do McDonalds estão fechadas na Rússia. O RusBurger assumirá?

Quando a Crimeia foi tomada pelos russos, o McDonalds fechou suas lojas em protesto. No lugar delas, assumiu a rede russa de fast food RusBurger (na imagem abaixo, ao invés do palhaço dos arcos dourados, um atleta fortão).

Agora, com a guerra comercial declarada entre Ocidente e Rússia, o McDonalds anuncia o fechamento de todas as suas lojas na Rússia, em protesto pela guerra contra a Ucrânia.

Voltarão a abrir?

A rede americana continuará a pagar os salários, pois a represália é contra Putin, não contra o funcionário.

Imagem extraída de: https://www.mic.com/articles/92707/if-you-re-looking-for-mcdonald-s-in-crimea-this-is-what-you-ll-find-instead

– O Papa pede a paz, mas os que precisam promovê-la são surdos…

Nesta semana, o Papa Francisco implorou para que os líderes mundiais trabalhem pelo fim da guerra promovida pela Rússia. Já fugiram da Ucrânia 2 milhões de pessoas, e muitas mortes de inocentes aconteceram até agora.

Disse o Pontífice:

“Na Ucrânia, correm rios de sangue e lágrimas. Esta não é apenas uma operação militar, mas uma guerra que semeia morte, destruição e miséria. As vítimas são cada vez mais numerosas, assim como as pessoas que fogem, especialmente mães e crianças. Nesse país martirizado, a necessidade de assistência humanitária está crescendo a cada hora. A guerra é uma loucura, por favor, pare.”

Os fiéis praticantes oram pela paz para esses povos. Mas… e os governantes?

Quem deveria ouvir, refletir e se tocar com esse apelo são os líderes mundiais. Putin, em especial. Mas, infelizmente, precisamos orar ainda mais para sensibilizar esses senhores.

Que Deus ajude nosso mundo…

Foto: AFP

– A chinesa UnionPay substitui as bandeiras Mastercard e Visa na Rússia.

E a Mastercard e a Visa estão abandonando a Rússia, como protesto à Guerra. Com isso, os cartões de crédito locais serão substituídos uma nova bandeira: a UnionPay, da China, que passará a ser a maior operadora do mundo!

Em meio a saída de empresas ocidentais, os chineses estão se aproveitando e tomando o lugar delas por lá. Que parceria assustadora, cá entre nós…

China e Rússia de mãos dadas no sistema financeiro. Ao menos, por enquanto.

Como habilitar a bandeira Union Pay? - Central de Ajuda Stone – Todas as  Suas Dúvidas em um só Lugar

Imagem extraída de: https://ajuda.stone.com.br/bandeiras/como-habilitar-a-bandeira-union-pay