– De arrepiar!

Já falamos sobre o assunto ontem, mas… você não ficou tocado com as imagens do Vaticano ontem?

Do medo trazido pela pandemia e da tristeza da incerteza?

E, por fim, sentiu-se esperançoso em saber que há um Deus que nos ama e não tardará de nos ajudar?

O duro é ver gente brigando por diversas coisas – especialmente por politicagem em meio a crise do Coronavírus, esquecendo que não vivemos em tribos, mas em comunidade. Todos precisamos lutar pelo bem comum, não nos dividirmos!

Papa Francisco realiza missa solitária na Praça de São Pedro e ...

– Mudar de opinião não é feio, Presidente. Parabéns, Trump!

Veja esse cenário: ao contrário do que se pode falar sobre ser uma simples gripe de contágio desprezível, temos hoje a Disneylândia fechando; Olimpíada 2020 sendo adiada; Alemanha proibindo encontros públicos com mais de duas pessoas e Corridas de Fórmula 1 sendo canceladas. Quando você viu isso acontecer simultaneamente? Mas, ainda assim, muitos não a levam a sério… Há gente achando até que tudo não passaria de uma enorme teoria da conspiração!

Ainda bem que há momentos de bom senso e de rever conceitos, como ocorrido nos Estados Unidos.

Depois de exacerbadas manifestações de controle total da crise do Coronavírus e até mesmo um desdenho das necessárias medidas de resguardo, desejando que até a Páscoa todos estivessem trabalhando, o Presidente dos EUA Donald Trump reviu suas ações e anunciou 2 trilhões de dólares para salvar a Economia, melhorar a Vigilância Sanitária e transferir Renda para as Famílias de baixa e média renda.

(O conjunto todo das decisões aqui: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2020/03/25/O-pacote-trilion%C3%A1rio-dos-EUA-para-combater-a-crise-do-coronav%C3%ADrus)

Além das decisões de caráter preventivo e de proteção ao cidadão, Trump escreveu uma carta aos governadores americanos chamando o Novo Coronavírus de “pandemia global sem precedentes”, sem nenhuma ironia como outrora.

Que sirva de exemplo para as outras nações que puderem fazer o mesmo!

– O Prefeito de Milão admite: nosso erro foi pedir para as pessoas continuarem a rotina, sem entender a virulência do Novo Coronavírus

Milão admite: pedir para as pessoas não ficarem em casa foi o grande erro, motivando a disseminação do Coronavírus e as milhares de mortes na cidade.

As palavras são do próprio prefeito, Giuseppe Sala. Abaixo:

(Extraído de: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/mundo/2020/03/26/interna_mundo,840540/erramos-um-mes-apos-campanha-para-nao-parar-milao-tem-4-4-mil-mort.shtml)

“ERRAMOS”: UM MÊS APÓS CAMPANHA PARA NÃO PARAR, MILÃO TEM 4,4 MIL MORTOS

Prefeito de Milão admite que campanha #MilãoNãoPara foi um erro: “Ninguém ainda havia entendido a virulência do vírus”

Por Luiz Henrique Campos*/Estado de Minas

O prefeito de Milão, Giuseppe Sala, reconheceu, nesta quinta-feira (26/3), que errou ao apoiar a campanha “Milão não para”, que, lançada há exatamente um mês, estimulou os moradores da cidade a continuar as atividades econômicas e sociais, mesmo com a pandemia do novo coronavírus.

No início da divulgação da hashtag na internet, em 26 de fevereiro, a Lombardia, região setentrional da Itália, tinha 258 pessoas infectadas pelo vírus, e o país inteiro contabilizava 12 mortes.

Hoje, Milão é a província da Itália mais atingida pela Covid-19, registrando 32.346 casos de pessoas contaminadas e 4.474 óbitos, de acordo com balanço da Defesa Civil divulgado nesta quinta-feira, 26 de março. Em termos quantitativos, a cidade abriga 40,1% da população italiana acometida pela doença, representando 54,4% das mortes no país.

“Muitos se referem àquele vídeo que circulava com o título #MilãoNãoPara. Eram 27 de fevereiro, o vídeo estava explodindo nas redes, e todos o divulgaram, inclusive eu. Certo ou errado? Provavelmente errado”, reconheceu Giuseppe Sala, em entrevista a uma emissora italiana. “Ninguém ainda havia entendido a virulência do vírus, e aquele era o espírito. Trabalho sete dias por semana para fazer minha parte, e aceito as críticas”, afirmou.

Catedral de Milão é reaberta apesar da ameaça do novo coronavírus ...

– Jamais pensei em concordar com o Sarney, mas…

Ironias mundanas: José Sarney, que reinou por muito tempo em nosso país, disse à Folha de São Paulo:

“Sem a vida humana nada se compra nem se vende”.

A frase foi dita quanto se questionou sobre a inevitável recessão que teremos. Refletindo-a, como não deixar de admitir isso?

Nunca imaginei que concordaria com ele em um assunto tão delicado… Preserva-se a rotina diária sem resguardo, e sobra o quê? Faz resguardo, e a produção vai para onde? Ô difícil decisão!

Mas, para mim, os cuidados para a vida (em especial dos que não podem se infectar) deve prevalecer.

A mágoa de Sarney - Época

 

– Como deve ser um líder para gerir uma crise?

Abaixo, tal tuíte serve para política, futebol, religião… para a própria empresa ou até em sua casa:

Foi publicado pelo Padre Joãozinho, SCJ, e que expressa o que penso:

“Líder é uma pessoa com VISÃO que gera COESÃO em vista da AÇÃO. Numa hora de pandemia a população precisa mais de líderes que gerem coesão social para criar ações e comportamentos eficazes. Fechar os olhos e dividir as pessoas é uma atitude de anti-líderança que não se sustenta!”

Perfeito, não?

Resultado de imagem para líder

– As duas primeiras mortes suspeitas pelo COVID-19 em Jundiaí

Aquele momento que nenhum jundiaiense queria: a suspeita de pessoas da cidade falecendo possivelmente pelo Novo Coronavírus.

Abaixo, extraído de: https://www.jj.com.br/jundiai/jundiai-confirma-as-duas-primeiras-mortes-por-suspeita-de-coronavirus/

DUAS PRIMEIRAS MORTES POR CORONAVÍRUS EM JUNDIAÍ

A Prefeitura de Jundiaí confirmou, através de nota no final da tarde desta quarta-feira (25), os dois primeiros óbitos suspeitos em virtude do novo coronavírus (covid-19). Segundo o boletim atualizado, a cidade tem três casos confirmados e 101 casos suspeitos aguardando resultados. A assessoria informou, ainda, que os óbitos foram em decorrência de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

A Prefeitura de Jundiaí informa que, a partir da determinação estadual para a realização de exames para a identificação do novo coronavírus apenas em pessoas com SRAG.

Desse total, 14 pessoas estão internadas em hospitais públicos e privados da cidade, além de dois óbitos registrados por SRAG. Os demais aguardam em isolamento domiciliar e devidamente orientados conforme determinação do Ministério da Saúde. A cidade contabiliza, no total, 120 notificações, 16 negativados e 3 positivos.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, os casos tiveram amostras colhidas para análise para o Instituto Adolfo Lutz para a identificação do vírus causador da patologia. A expectativa da conclusão do laudo é superior a 15 dias.

Os pacientes diagnosticados com síndrome gripal são orientados para o isolamento domiciliar, conforme preconiza o Ministério da Saúde, sem a necessidade de coleta de exames. Familiares dos casos suspeitos identificados estão devidamente orientados pelas equipes de Saúde com relação às medidas preventivas para evitar contágio, como uso de máscaras, higienização das mãos e não compartilhamento de objetos de uso pessoal.

– Ignorância, Orgulho ou Intolerância: o que é pior para o enfrentamento da expansão do Coronavírus no Brasil?

PRECONCEITO vem de PRÉ – CONCEITO, ou seja, conceituar algo anteriormente. 

Se você acha que o Coronavírus, meses atrás, era uma bobagem, você tinha preliminarmente um conceito. O pré-conceito de que não era perigoso.

Porém, depois de tudo o que aconteceu (mortes e contágio pandêmico), aquele pré-conceito deixou de ser verdadeiro. Se você o mantém como correto, tornou-se um preconceituoso (aceitou o pré-conceito e não mais o mudou).

Em nosso país, há uma divergência grande entre governadores estaduais e presidente da República em gerir a crise pandêmica, e isso influência a vida do brasileiro.

Assim, independente se os políticos estão preparados para o combate efetivo, se auto-avalie:

  • Se você discordar de alguma ideia, respeitando a diferença do próximo, é algo democrático (e isso é bom!) Mas…
  • Se você discordar de alguma ideia, e querer prevalecer unicamente a sua, é intolerância.
  • Se você discordar de alguma ideia por desconhecimento e mantê-la, é ignorância.
  • Se você discordar de alguma ideia por birra, aí é orgulho.

Enfim: qual o grande empecilho para o Brasil frente o Covid-19?

Resultado de imagem para coronavirus brasil

– Em prece, todos juntos com o Papa Francisco suplicando a Deus pelos que sofrem com o Coronavírus!

Tomar todas as providências sanitárias, prevenir-se, manter-se em resguardo e… REZAR!

Hoje, às 8h00 (horário de Brasília), não nos esqueçamos de um jeito uníssono levar a Deus nossas orações!

Abaixo:

– Não, presidente… De novo com a história de “gripezinha e resfriadinho”?

Aí fica difícil até mesmo para o mais ferrenho eleitor de Jair Bolsonaro defender suas declarações. De novo, SOMENTE hoje, quase 800 mortos na Itália e 450 na Espanha. Mas enquanto as mortes vão se somando diariamente em todo o mundo, e o Brasil vê o número disparar de infectados e mortos, minimiza-se a pandemia como se fosse alguma coisa “desprezível”!

Ao invés de pedir para as pessoas se resguardarem, o presidente Jair Bolsonaro vai em cadeia nacional de rádio e tv dizer que é gripezinha e resfriadinho?

Aí é sacanagem… não pode ser lúcido tal pronunciamento. E ninguém o orientou?

Como diria o Zé Boca-de-Bagre, o amigo do Prof Reinaldo Basile aqui de Jundiaí, Bolsonaro deve ter um monte de inimigos e quer vê-los morrendo de Covid-19…

Se eu sou o Ministro Mandetta, que está implorando para as pessoas se prevenirem e tomarem cuidados básicos, pediria demissão do cargo. O que adianta ele se esforçar tanto para conscientizar as pessoas do perigo do Novo Coronavírus, seu chefe faz exatamente o contrário?

Resultado de imagem para Bolsonaro

– Os números dos casos de Coronavírus no Brasil são reais?

É lógico que os casos reais de Coronavírus estão longe dos números divulgados. E por vários motivos: os poucos exames que divulgam os casos positivos (pessoas saudáveis que contraiam o coronavírus, fora do grupo de risco, dificilmente serão submetidas a curto prazo; pobres e demais excluídos (pois o exame, se pago, é caríssimo) e a própria não locomoção da pessoa ao Posto de Saúde / Hospital.

Assim, se nos assustamos com os números oficiais, devemos ficar mais impactados com os não contabilizados – que são, verdadeiramente, a grande massa e que não serão contados e nunca saberemos quantos foram.

Resultado de imagem para coronavírus

– A grande diferença de respeito às pessoas do Restaurante Madero e das Lojas Cem!

Está repercutindo em todo o Brasil a fala arrogante, egoísta e equivocada do Chef Junior Durski, proprietário da rede gastronômica Madero, a respeito da pandemia e o resguardo necessário para precaver-se. Disse em seu Instagram:

“Oi, pessoal, estou passando aqui para dizer que sou totalmente contrário a esse lockdown (bloqueio, em inglês) que estamos tendo no Brasil. O Brasil não pode parar dessa maneira, o Brasil não aguenta. Tem que ter trabalho, as pessoas têm que produzir, têm que trabalhar. O Brasil não tem essa condição de ficar parado assim. As consequências econômicas que teremos no futuro serão muito maiores do que as pessoas que vão morrer agora com o coronavírus. Sei que temos de chorar e vamos chorar por cada uma das pessoas que vão morrer com o coronavírus. Vamos cuidar, vamos isolar os idosos, as pessoas que tenham algum problema de saúde, como diabetes, vamos! É nossa obrigação fazer isso. Mas não podemos, por conta de cinco ou sete mil pessoas que vão morrer… Sei que isso é grave, sei que é um problema, mas muito mais grave é o que já acontece no Brasil. Em 2018, morreram mais de 57 mil pessoas assassinadas no Brasil. Mais de 6 mil pessoas por desnutrição… isso anotado na certidão de óbito. Quantas morreram que não foi anotado que eram desnutrição e inanição?”.

O empresário, como se percebe, relativizou demais a crise e seus efeitos humanos. Entretanto, a frase marcante de que “não podemos parar por conta de cinco ou sete mil que vão morrer” é péssima, dentro ou fora de qualquer contexto. Parece cego ao real perigo e alheio que somente na Itália, país bem menor do que o nosso, morreram 800 anteontem (num único dia), e que com a má vontade latente de recolhimento aqui no Brasil, os mortos serão em número muito maior (e, se seguirem a lógica de continuidade de rotina com certos cuidados proposta por Durski, morrerão ainda mais)!

Do outro lado, a favor da prudência e do respeito humano, vejo a atitude correta, ética, simpática e responsável das Lojas Cem, um grande varejista sediado em Salto-SP, de propriedade da tradicional família Dalla Vecchia, que fechou todas as suas 278 lojas, não trabalhando nem com e-commerce e, por receber seus boletos na própria loja com os tradicionais carnês, anunciando que o cliente só vai pagar quando tudo voltar ao normal! Veja o comunicado:

Fica então a percepção: quem é o empreendedor mais responsável e que, quando tudo estiver normalizado, merece o respeito do consumidor?

Aqui, notoriamente, são os dois extremos do capitalismo!

Atualização, 18h41: Junior Durski pediu desculpas pelo video, mas criticou novamente o isolamento, em: https://istoe.com.br/dono-do-madero-se-desculpa-e-volta-a-criticar-isolamento-e-bom-para-os-ricos/

– Hora de pensar no bem comum. Se recolha ao seu lar!

Não creia que o prejuízo financeiro vai sobrepor o prejuízo social. Descarte essa ideia e seja sensível / humano. Hora de pensar no bem comum e ficar em casa.

Reflita nessa observação em: https://youtu.be/h2nBnCmsVsE

– Justus, Bolsonaro e Olavo: as frases de ontem são Fake News ou infelicidades de quem disse?

Como se tem muita bobagem a favor ou contra o Governo, em um momento que não se deveria partidarizar a pandemia mundial, quero crer que essas 3 frases que leio na mídia em geral sejam fruto da imaginação de insensíveis criadores de fake news, que querem simplesmente prejudicar as pessoas envolvidas. Abaixo:

1- Roberto Justus: “O que é morrer de 10 a 15% dos mais velhos se comparado com o estrago na economia”.

2- Jair Bolsonaro: “O povo saberá que foi enganado por governadores e imprensa sobre o coronavírus”.

3- Olavo de Carvalho: “Essa história de coronavírus é a mais vasta manipulação de opinião pública que aconteceu na história humana”.

Deve ser fake news, não é possível que se prefira a morte de idosos (nem de uma só vida) em preferência à pujança econômica, nem que alguém ache que as medidas dos governadores para conter o avanço da pandemia sejam enganação, tampouco que o coronavírus é uma invenção. Não pode ser!

Pode?

Ops… vale a pena torcer para o mundo parar e que essas pessoas, por misericórdia, não tenham pessoas queridas que morram por conta da ação do coronavírus. Aliás, será que elas têm pessoas queridas?

Se tudo isso for verdade, o Ministro da Saúde deveria pedir o boné e abandonar o cargo. Afinal, tudo o que ele fez e se preocupou foi mentira até agora, por essa visão.

Resultado de imagem para Fake News Coronavírus

– Um pulmão com coronavírus: como ele é?

A CNN Brasil conseguiu a comparação real de um pulmão sadio e um com coronavírus. Impressionante!

Extraído de: https://www.cnnbrasil.com.br/saude/2020/03/22/raio-x-mostra-evolucao-do-coronavirus-em-pulmoes-veja-antes-e-depois

TOMOGRAFIA REVELA PULMÕES ANTES E DEPOIS

A CNN obteve com exclusividade neste domingo (22) duas imagens de tomografia do tórax de uma mulher com mais de 70 anos de idade. As duas imagens foram feitas em um espaço de dois dias e revelam a evolução do novo coronavírus nos pulmões. 

No segundo exame (imagem superior) é possível verificar espaços esbranquiçados nos pulmões, que são inflamações, consequência direta da presença do coronavírus no órgão. 

Segundo Pedro Benedito Jr., diretor-executivo da Prevent Senior, que cedeu as imagens para a CNN, o termo técnico para essa imagem é “vidro fosco”, quando há acúmulo de líquido nos pulmões. 

1614_53822A5C581B79A1