– Ozonioterapia? Enquanto isso, mais gente morre…

Há de tudo neste descabeçado planeta. Viram o prefeito de Itajaí-SC, Volnei Morastoni (MDB), que quer que os cidadãos vítimas de Covid_19 sejam tratados por Ozônio, aplicado pelo ânus por 10 dias?

Meu Deus… não caíamos nessa. Veja só o que a ciência diz,

em: https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2020/08/06/medico-que-usar-ozonio-contra-covid-pode-ser-punido-sinaliza-conselho.htm

No vídeo, abaixo, a incrível fala do politico:

– Verdades da Pandemia:

‪Meu amigo Matias Souza foi quem teve a sacada mais verdadeira da pandemia até agora:

“É o comércio fingindo que fecha, a prefeitura fingindo que fiscaliza e o povo fingindo que fica em casa…🤷‍♂️
‪Só a pandemia não finge.”‬

‪E não é verdade?‬ Quase 1500 mortos hoje, mas poucos estão preocupados de verdade…

– Não tarde a surgir, dona Vacina.

PANDEMIA – Seja ela da Pfizer; ou da Sinovac ou ainda de Oxford: não importa a “nacionalidade” da vacina contra a Covid_19, o que vale é que ela funcione e chegue logo para todos!

Compartilho uma breve opinião em: https://www.youtube.com/watch?v=ilSXU_lBPSQ

– É para ficar alerta!

Não se engane com o “está melhorando” que muitos dizem sobre os casos de Covid_19, cheios de ímpeto. A coisa continua grave, pois só estará bem quando tudo voltar ao normal.

Veja só o quadro do Estado de Sao Paulo, onde nós, do Interior, estamos sofrendo (abaixo):

Vale o alerta: PREVINA-SE!

0

– Einstein acusou equivocadamente 26 membros do Red Bull Bragantino como “positivo para Covid”, às vésperas do jogo contra o Corinthians.

Uma situação gravíssima, em todos os aspectos: os erros médicos promovidos pelo respeitadíssimo Hospital Albert Einstein na bateria de testes do Coronavírus, independente de quem ou qual seja o resultado. Quatro influências diretas disso:

  • Para a Medicina, pois erros assim não podem acontecer;
  • Para uma empresa, como o Red Bull Bragantino, que tem feito valer os protocolos sanitários;
  • Para um Campeonato Profissional, onde a cabeça dos jogadores e a impossibilidade da normalidade nortearam os dias que antecederam a partida!
  • Para cada um dos Testados outrora como positivos: e o medo dos seus familiares e do próprio cidadão?

Extraído de: https://www.uol.com.br/esporte/futebol/colunas/rodrigo-mattos/2020/07/31/einstein-erra-26-testes-de-covid-do-red-bull-para-jogo-com-corinthians.htm

EINSTEIN ERRA 26 TESTES DE COVID DO RED BULL PARA JOGO COM CORINTHIANS

Por Rodrigo Mattos

O Hospital Albert Einstein errou os resultados de 26 testes para coronavírusfeitos com jogadores e estafe do Red Bull Bragantino antes do jogo contra o Corinthians, pelas quartas de final do Paulista. Os atletas foram diagnosticados com Covid-19, foram afastados de treinos e só puderam jogar porque exames em cima da hora deram negativo. A informação foi publicada inicialmente pelo “O Globo” e confirmada com duas fontes pelo blog. O laboratório confirmou que houve divergência nos testes do Bragantino por conta de problemas em um reagente usado.

O Einstein é o laboratório responsável pelos exames de coronavírus para o Brasileiro da Série A e para o Paulista. Isso gerou uma discussão no Conselho Técnico da Federação Paulista e o problema foi comunicado pelo Red Bull à CBF.

O clube vem fazendo testes para coronavírus duas vezes por semana, do tipo RT-PCR, os mais confiáveis. Além de jogadores, são feitos exames em membros da comissão técnica, estafe que trabalha no Centro de Treinamento e em jogos no estádio do time. Eram cerca de 70 testes feitos no Einstein por rodada.

Antes do jogo diante do Corinthians, foi feita uma nova rodada de exames. Só que, ao contrário das vezes anteriores, houve em torno de um terço dos testes deram positivos, em um total de 26.

Desses que tiveram resultados positivos, foram 13 atletas e membros de comissão técnicas. Um total de sete titulares que atuariam diante do Corinthians teve análise com positivo para Covid-19. Outras 13 pessoas eram de pessoal do estafe de estádios e do CT.

O Red Bull estranhou esses resultados porque vinha testando constantemente. Os jogadores foram afastados por dois dias dos treinos. Mas o clube decidiu refazer os testes. Levou todas as pessoas para novos exames nos laboratórios Fleury e Cura. Os exames deram negativos.

Com esses resultados em mão, o clube voltou ao Eistein no dia do jogo para refazer os testes. O laboratório fez os exames e constatou que as 26 pessoas, na realidade, tinham exames negativos. Com isso, os sete titulares foram liberados para jogar às 17 horas do dia do jogo diante do Corinthians, que ocorreu a partir das 19 horas.

Questionado, o Hospital Albert Einstein reconheceu que houve divergência nos resultados do Red Bull que deram positivo no primeiro teste, e negativo no segundo. Atribuiu o problema a reagentes com instabilidade de funcionamento. E afirmou que as substâncias não serão mais utilizadas. Veja a nota abaixo:

“O Einstein recebeu amostras de secreção nasofaríngea de atletas e membros da Comissão Técnica do Red Bull Bragantino para análise da presença da Sars-Cov2. As amostras tiveram resultado liberado no fim da tarde da última terça-feira, dia 28, sendo que algumas apresentaram resultado positivo.

Na quinta-feira, dia 30, o Red Bull Bragantino solicitou um novo teste destas amostras, que foram coletadas e processadas no mesmo dia. No novo processamento, estas amostras resultaram negativas.

Na análise dos processos internos, identificou-se um lote específico de reagentes importados (“primers”) com instabilidade de funcionamento, que foram provavelmente os responsáveis pelos resultados divergentes.

A fabricante, uma empresa internacional, foi imediatamente notificada sobre a ocorrência e os lotes com desempenho atípico foram retirados da rotina de exames do laboratório do Hospital Israelita Albert Einstein.”

Jogadores do Red Bull Bragantino durante aquecimento antes de partida contra o Corinthians - Divulgação/Red Bull Bragantino

Jogadores do Red Bull Bragantino durante aquecimento antes de partida contra o Corinthians

– Novo Teste de Covid_19 em até 10 segundos? É isso que uma inovadora pesquisa científica brasileira tem buscado!

Imagine só um novo teste para o diagnóstico do Novo Coronavírus que valide o resultado do exame em até 10 segundos?

É isso que alguns cientistas brasileiros estão tentando, numa inovadora inciativa envolvendo a Universidade São Francisco de Bragança Paulista, a Universidade Presbiteriana Mackenzie de São Paulo e a Universidade do Texas – EUA.

Conheça mais nas palavras de uma das cientistas que faz parte deste projeto, a Dra Andréia de Melo Porcari, em um áudio de entrevista em:

Extraído de: https://franciscanos.org.br/noticias/pesquisadora-da-usf-integra-projeto-financiado-pela-capes-para-diagnostico-inovador-da-covid-19.html#.XxmACEOMK-o.twitter&gsc.tab=0

PESQUISADORA DA USF INTEGRA PROJETO FINANCIADO PELA CAPES PARA DIAGNÓSTICO INOVADOR DE COVID_19

por Ana Paula Moreira

A pesquisadora do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Saúde da Universidade São Francisco (USF), dra. Andreia Porcari, é uma das responsáveis por um projeto que propõe um método inovador para detecção da Covid-19. Este projeto foi um dos 30 selecionados, entre mais de 600 projetos, pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) no edital de seleção emergencial, que tem como tema “Prevenção e combate a surtos, endemias, epidemias e pandemias”, com resultado divulgado neste mês.

O título do trabalho é “Validação multicêntrica de biomarcadores diagnósticos e prognósticos de Covid-19 utilizando a nova caneta analítica MasSpec Pen e espectrometria de massas”. Este projeto ocorre através de uma parceria internacional com a Universidade do Texas, através da premiada dra. Livia Eberlin, inventora de uma caneta capaz de detectar assinaturas químicas do câncer, chamada de Masspec Pen, reconhecida pelo Genius Award 2019, da MacArthur Foundation (EUA). A ideia é utilizar esta caneta para realizar o diagnóstico da Covid-19 de forma simples, rápida, de baixo custo e com alta eficiência.

A USF, responsável pela etapa de coleta de amostras e dados clínicos, estabeleceu uma parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Bragança Paulista, através da qual irá coletar amostras de pacientes hospitalizados por suspeita ou diagnóstico de Covid-19. O projeto conta ainda com a colaboração da Unifag. Além da USF, da Unifag, da SMS de Bragança, e da Universidade do Texas, participa também a Universidade Presbiteriana Mackenzie, através dos pesquisadores Prof. Dr. Marcos N. Eberlin, Prof. Thiago Canevari e Prof. Manuel Salustiano.

Esta parceria possibilitará a admissão de alunos de doutorado, além de trazer recursos para viabilizar os insumos da pesquisa. Projetos como este demonstram o empenho e compromisso de nossos cientistas e pesquisadores para encontrar melhores soluções para o enfrentamento da pandemia que afeta a todos nós.

andrea_01-330x450

– E há aqueles que não creem na força do Covid_19?

Passamos da fase de que anônimos morriam vítimas do Novo Coronavírus. Fomos para a fase de conhecidos, amigos e parentes. Nos últimos dias, começamos a observar gente importante e conhecida sofrer com esse mal. 

Estamos falando de mais de 90 mil mortes e milhões de infectados por um vírus “malandro”, que reage muito diferente em cada pessoa. A Ciência, apesar dos esforços, não consegue ainda produzir um remédio ideal, universal e confiável.

A solução?

  • Prevenção hoje, e vacina nos próximos dias (assim que ela surgir)!

O que mais entristece é que os inúmeros falecidos não comovem mais muita gente, que relaxou nos cuidados e acaba se contaminando e transmitindo às outras pessoas – seja por aglomeração ou por imprudência. 

Pior do que esses, é o pessoal que fica politizando a pandemia, querendo defender ou acusar político A ou B através de um fanatismo absurdo – e que grita que não é fanático (lógico, nenhum irracional raciocina sobre sua irracionalidade).

Vamos parar de bobagem em Rede Social e agir com os alertas preventivos. Cuidar-se, neste momento, é também pensar no próximo (ou melhor, no não contágio do seu vizinho).

O que é coronavírus: veja sintomas, riscos e tratamento da covid-19

– RIP…. Mais uma vítima do Coronavírus: Rodrigo Rodrigues!

Caramba, só vi agora e não tem como não se emocionar: Rodrigo Rodrigues, jornalista, é mais uma pessoa vítima do Covid_19.

Boa praça, bem humorado e que vai embora cedo demais… Enquanto isso, há gente desdenhando desta enfermidade cruel.

– Repercussões controversas sobre assuntos de importância diferentes:

O que é mais importante e que deve se repercutir mais: a alta do número de mortos por Covid_19 ou o adiamento de festas populares?

Li e ouvi em diversas mídias sobre o adiamento do Carnaval, Reveillon, Parada Gay e outros eventos. Muita gente triste, outros inconformados e o assuntou “rendeu”…

Também leio que a média diária de pessoas mortas por Covid_19 no Brasil nesta semana foi a maior desde o início da pandemia! Puxada pelos estados do Sul e Centro-Oeste (onde o Novo Coronavírus “chegou mais tarde”) e pelo Interior do Estado de São Paulo (que relaxou e quebrou recorde de falecimentos).

Será que estamos nos “incomodando menos” com a mortalidade do Covid? Acostumamo-nos ou cansamos da mesma manchete?

A verdade é: precisamos levar mais a sério o valor da vida, e prevenir-se adequadamente se faz necessário. Os exemplos de relaxamento e descuido impressionam!

Coronavírus: saiba o que a OMS diz sobre o uso de máscaras

– Jundiaí na fase Laranja do Plano SP! Que o jundiaiense se comporte agora.

Ufa, o jundiaiense conseguiu sair da fase vermelha da Pandemia, de acordo com os critérios estaduais.

A questão é: haverá tumulto, relaxamento e descuido? 

Não nos esqueçamos: usar máscaras, evitar aglomerações e se higienizar corretamente são fundamentais. As pessoas pensam que, ao mudar de fase, automaticamente o descuido é permitido, infelizmente…

Governo de SP anuncia flexibilização da quarentena em mais 3 ...

– A vacina há de chegar!

Por mais que se faça muito barulho se a vacina pioneira contra o Coronavírus será do laboratório americano Pfizer, ou da chinesa Sinovac ou ainda da respeitada universidade inglesa de Oxford, o importante é que ela já deve estar “quase pronta”.

Alguém duvida?

Testar em massa é a fase mais difícil. Como está sendo feito agora, é provável que estejamos nos “finalmente”. Ufa!

O importante é: que tenhamos a vacina em breve, não importa a sua nacionalidade.

Vacina chinesa contra Covid-19 é segura e induz resposta imune ...

– Estamos enlouquecendo para não nos sensibilizarmos? O Recorde de contaminados paulistas por Covid_19 não diz nada?

Enquanto a Capital Paulista tem os números de infectados pelo Novo Coronavírus e mortos caindo, o Interior do Estado vive um drama. Mas por quê a comoção não é a mesma?

Talvez pelo fato da grande mídia estar lá na Grande SP? Ou a explicação é mais simples: cansou-se do assunto!

Segundo a Isto É Dinheiro, depois de tanto tempo, quebramos um recorde de contaminados. Repito: RECORDE, depois de 4 meses de pandemia.

“Com quatro meses de pandemia do coronavírus em São Paulo e indicativos de arrefecimento na crise, o Estado tornou a bater um recorde de novos casos confirmados da doença nesta quarta-feira (22), com mais 16.777 infecções. Há 439.446 pessoas com a covid-19 no Estado, que nesta quarta-feira, 22, computou mais 361 mortes, chegando a um total 20.532 óbitos.”

Mais claro do que essa explicação, não dá. Triste. E pessoas se aglomerando sem se preocupar…

Doria inicia reabertura em SP no pico da pandemia; Covas | Geral

– Que o Paulistão volte com sucesso – e isso significa: sem contágios!

No retorno do Paulistão, vamos torcer para que nenhum contágio por culpa direta do evento aconteça. Que os protocolos sanitários sejam cumpridos (que, por sinal, são rigorosíssimos – mais “chatos” do que os das Ligas Europeias que já voltaram) e que os abusos não ocorram em eventos indiretos (por exemplo: torcedores aglomerados em bares assistindo aos jogos).

Algo me incomoda na questão da coerência (e não se refere ao Campeonato Paulista, mas ao futebol em geral): se é necessário a troca de uniforme no intervalo pelos riscos de contaminação por transpiração, o que se dirá na disputa de bola onde o suor é um contato inevitável?

Vamos torcer para que tudo ocorra bem!

Maratona de jogos na volta do futebol expõe risco de lesões e ...