– A nova Comissão de Árbitros da FPF

Para minha surpresa, Ana Paula de Oliveira assumiu a Comissão de Árbitros da FPF. Será auxiliada por Emerson Augusto de Carvalho (o bandeira paulista da última Copa do Mundo) e da ex-árbitra assistente Tatiane Saciloti.

Dionísio Roberto Domingos, que mantinha um cargo de direção na casa, e o atual presidente Ednilson Corona (que estava fazendo um bom e difícil trabalho de renovação) caíram.

Acho a demissão de Corona um erro (a de Dionísio, pelas queixas dos árbitros, talvez não). Não sei como ficará a situação de Roberto Perassi, que imagino ter condições de assumir o Departamento (é ele quem mais conhece de Regras na Federação Paulista e comanda a Escola de Árbitros).

Penso ser um erro a escolha da Ana Paula (nada contra ela, a respeito demais e a tenho como um dos 3 mais competentes nomes entre os bandeiras com que trabalhei enquanto árbitro). Mas falo de PERFIL DE LIDERANÇA.

Seu trabalho na Escola de Árbitros da CBF não foi legal (me lembro do polêmico vídeo de orientação de falta / pênalti em bola que bate despropositadamente na mão de zagueiro no carrinho).

Insisto: nada contra a pessoa dela ou quanto a questão de gênero (que é irrelevante, o que vale é a competência), mas não a vejo como líder.

Se fosse o presidente Reinaldo Carneiro Bastos, inverteria os nomes: colocaria Emerson Carvalho como presidente (ele tem perfil de líder e goza de RESPEITO pelos árbitros) e a Ana como vice.

Imagino que Ana Paula terá resistência entre seus comandados. Tanto quanto Tatiane Saciloti, pois ambas não gozarão de irrestrita obediência de seus comandados (a primeira, por não gozar de simpatia dos mesmos; a segunda, pelo noviciado numa atividade como essa).

Desejo boa sorte a todos eles!

– Os esportistas mais bem pagos do mundo entre 1990 e 2019!

Nos últimos 20 anos, a evolução dos soldos recebidos pelos grandes atletas!

Michael Jordan e Mike Tyson dominaram os anos 90, quase alcançados por Ayrton Senna, que nunca conseguiu ultrapassá-los e ser o mais bem pago do planeta. Somente Michael Schumacher, como piloto nos anos 2000, obteve essa façanha.

Tiger Woods, golfista, por quase toda a década de 00 dominou o cenário, mas decaiu após o escândalo que o envolveu na vida particular. Somente em 2017 um jogador de futebol assumiu a liderança dessa lista: Cristiano Ronaldo, seguido por Messi.

Em 2019, pela ordem, os 4 esportistas que mais faturaram foram: Floyd Mayweather (pugilista), Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar (futebolistas).

Abaixo, no vídeo animado, a evolução (clique no player do twitter no atalho):

– A coincidente viagem dos Ministros do TCU durante os jogos do Flamengo

Que país vivemos, não? Dois ministros do Tribunal de Contas da União resolveram de última hora participarem de um congresso no Catar justamente nos dias em que o Mengão jogará o Mundial de Clubes.

Irão com dinheiro público e poderão assistir os jogos do seu time in loco. Que coincidência!

Extraído de: https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/ministros-do-tcu-marcam-viagem-para-o-catar-em-dias-de-jogos-do-flamengo-e-causam-revolta-entre-servidores/

MINISTROS DO TCU MARCAM VIAGEM PARA O CATAR EM DIAS DE JOGOS DO FLAMENGO

A viagem de dois ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) para o Catar, neste mês, tem causado revolta entre os servidores do órgão. As informações são da Revista Veja. De acordo com a publicação, Benjamin Zymler e Augusto Sherman irão até o país asiático para participar da 8ª Conferência dos Estados Partes da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, marcada para ser realizada entre os dias 16 e 21.

No entanto, a revolta dos servidores se deu pelas coincidências que envolvem a viagem. Os magistrados são torcedores do Flamengo, e a aprovação para viagem ocorreu três dias após a equipe carioca vencer a Copa Libertadores da América e garantir vaga no Mundial de Clubes, que será disputada no Catar, no mesmo período da conferência.

A segunda questão é que, Zymler e Sherman, acompanhados de um auxiliar do TCU , decidiram antecipar a partida e postergar o retorno ao Brasil. Segundo publicado pela Veja, Sherman viaja no dia 13, mesma data do embarque do Rubro-Negro para Mundial, e só retorna dia 23 de dezembro, dois dias depois do jogo da final. Zymler sai dia 9 e volta dia 22. O Flamengo estreia no dia 17, e disputa a final ou o terceiro lugar no torneio, no dia 21.

– Não era hora de se rever o Ranking Nacional de Clubes da CBF?

O “Ranking Dinâmico da CBF” classifica os clubes pelo período de 5 anos de desempenho. Neste último divulgado, que servirá para 2020, o Palmeiras ficou em 1o e o Flamengo em 2o. 

Essa classificação tem utilidade para a CBF usar em definição de mandos nos jogos de algumas competições e definir chaveamentos. Mas repare o seguinte:

O Guaratinguetá é o 139o dos 220 listados, mas não disputa competição alguma. O Paulista de Jundiaí não figurou nele pelo mal desempenho dos últimos tempos e por estar fora de competições nacionais, embora tenha feito um ótimo campeonato em 2019. Quem está a frente? E se pegássemos os dois últimos anos?

O Bragantino / Red Bull está na 37a posição, e subiu para a Sárie A do Brasileirão com folga. Neste mesmo ranking, o América Mineiro (que não subiu) é o 18o, a frente de muitos clubes da Série A. Ou ainda: o Fortaleza com a ótima campanha na 1a divisão sendo o 23o e a Ponte Preta que foi mal na 2a divisão estando à sua frente, em 21o?

Dá para entender? Pelos critérios propostos, até dá. Mas… são justos?

A lista inteira dos clubes ranqueados em: https://conteudo.cbf.com.br/cdn/201912/20191210172843_864.pdf

– As cativas custam muito caro, mas…

Com meu pai, possuímos 3 cadeiras cativas no Estádio Jayme Cintra. A anuidade delas custa muito caro, são mal conservadas e nem limpas estão em dias de jogos (embora estejam pagas corretamente). Mas uma coisa é correta: se a pessoa não paga mais e as abandona por algum desgosto, a primeira coisa é clube e sócio conversarem.

Compartilho sobre as cativas, em documento oficial do Paulista Futebol Clube, abaixo:

COMUNICADO

A Diretoria de Patrimônio do Paulista F.C., promoveu recentemente um estudo e avaliação, referente as quantidades de cadeiras cativas existentes no Estádio Dr. Jaime Cintra.

Comunicamos que não existe em sua maioria, o uso regular desta reserva por parte de seus adquirentes. Solicitamos a gentileza dos sócios do Paulista F.C., nesta condição, que façam a partir da data deste comunicado, a regularização da reserva de cadeira cativa até o dia 13/janeiro/2020.

Conforme regulamento interno existente, após esta data limite, as cadeiras cativas que não estejam com os pagamentos regularizados, voltam a ser propriedade do clube e serão oferecidas e comercializadas a novos sócios e interessados.

Esta medida vem de encontro a uma austeridade fiscal necessária, na busca de receitas diversas que venham a contribuir para que o clube cumpra com seus compromissos financeiros e esteja à altura dos novos desafios para a disputa do Campeonato Paulista série A3 em 2020.

Agradecemos a todos e nos colocamos a disposição para eventuais esclarecimentos que se fizerem necessários.

Rogério Levada
Presidente Paulista Futebol Clube

79148290_2814512001920352_6638383370608836608_o

– A questão da Torcida Única nos estados: Dória e Caboclo discutirão!

Ao jornalista Thiago Batista de Olim do Jornal de Jundiaí e Site Esporte Jundiaí, o Governador Dória contou neste último final de semana, durante a abertura do JORI (Jogos Regionais dos Idosos), que a CBF o convidou a discutir a questão da Torcida Única nos jogos no Estado de São Paulo. O desejo de Rogério Caboclo é extinguir a medida!

Extraído de: https://www.esportejundiai.com/2019/12/governador-vai-discutir-na-cbf-questao.html

GOVERNADOR VAI DISCUTIR NA CBF QUESTÃO DE TORCIDA ÚNICA EM 2020

O governador de São Paulo, João Doria Junior, vai se reunir com o presidente da CBF, Rogério Caboclo, no dia 12 ou 13 de janeiro para tratar sobre a questão da torcida única em São Paulo. A reunião foi um pedido da entidade que cuida do futebol brasileiro. A revelação foi feita por Doria antes da cerimônia de abertura dos Jogos Regionais, no domingo (8), no ginásio do Bolão.

A CBF pretende resolver a questão da torcida única antes do inicio do Brasileirão do próximo ano, para que ache uma solução para todos os jogos terem torcidas visitantes – em São Paulo, nos clássicos existe o veto desde 2016.

Sobre os Jori, o governador fez elogios à organização de Jundiaí para o evento. “Foi o maior acerto a parceria entre o governo do Estado e a Prefeitura de Jundiaí para realização deste evento”, declarou.

Resultado de imagem para jori 2019 jundiai doria

Da esquerda para a direita: o Deputado Federal Miguel Haddad, o Governador João Dória Jr e o Prefeito de Jundiaí Luiz Fernando Machado, durante a abertura dos Jogos Regionais dos Idosos, no Ginásio do Bolão, em Jundiaí.

– O melhor árbitro do futebol brasileiro em 2019 foi…

Escolhido como melhor juizão do Campeonato Brasileiro: Wilton Pereira Sampaio.

Não concordo. Respeito a decisão, admito que ele evoluiu bastante, mas dois árbitros foram melhores do que ele: Raphael Claus (que fez mais um Brasileirão muito bom, errando vez ou outra dentro da normalidade mas acertando mais do que o comum). E, há de se considerar, as arbitragens maturas, sólidas e concisas de Marcelo de Lima Henrique – culminado na excelente atuação do dificílimo jogo entre Cruzeiro 0x2 Palmeiras.

Me perguntaram se eu não escolheria Anderson Daronco. Repito o que já escrevi: ele é como Pierluigi Colina: um árbitro comum, com vários erros técnicos mas sua figura traz tamanho respeito que é mais elogiado do que realmente mereceria. Isso não quer dizer que ele seja ruim.

E para você: quem foi o melhor juizão deste ano?

Resultado de imagem para Wilton Sampaio

– Argel, o cara de pau!

Que aproveitador o treinador do Ceará, não?

Argel Fucks se autointitulou responsável pela permanência do seu time na série A, ao dizer em coletiva: “Missão dada, missão cumprida”.

Ora, dos 9 pontos disputados como treinador, ele conseguiu 2. Mesmo se tivesse perdido os 3 jogos que dirigiu (perdeu 1 e empatou 2), o Ceará não seria rebaixado porque o Cruzeiro perdeu os 3. Ou seja, a pontuação (baixíssima) de Argel foi insignificante – mas ele fez questão de se vangloriar no Vozão.

Que picaretagem! Lembrar que ele fez parte da campanha do rebaixamento do CSA (que ele abandonou) não lembrou?

– Última Rodada do Brasileirão: Cruzeiro, Santos e… Mineirão!

Eu poderia escrever que a última rodada do Campeonato Brasileiro teve como destaque a “sapatada” do Santos contra o Flamengo (e que valoriza ainda mais Jorge Sampaoli).

Poderia lamentar a queda do Cruzeiro após tanta lambança da diretoria e dos jogadores…

Mas o destaque, o assunto dessa derradeira jornada do Brasileirão  foi a VERGONHA protagonizada pelos bandidos que se passaram por torcedores e depredaram o Mineirão, apavoraram as pessoas de bem que foram torcer para o seu time e que precisam ser presas (pois as imagens mostraram a imagem dos vagabundos jogando cadeiras).

Triste para o futebol.

– Ninguém perdeu pontos por atraso nos salários do futebol no Brasil ainda?

Vez ou outra lemos que jogadores acionaram o Sindicato da sua categoria por atraso nos salários. Também é notória a queixa de muitos atletas a respeito de, neste mesmo Brasileirão, estarem sem receber.

Fico me questionando: e toda a legislação? E ninguém é punido?

Em São Paulo, por duas oportunidades os clubes quase perderam pontos por salários atrasados nos campeonatos da FPF, mas tal atitude não se confirmou.

Coisas que não creio ver tão cedo: time perder pontos por má conduta / discriminação, falta de pagamento ou mau comportamento de pessoas ligadas a ele (com exceção do caso do goleiro Aranha / Santos FC e a torcedora do Grêmio).

Imagem relacionada

– Supercopa Sulamericana no lugar dos Estaduais? Que tal?

Primeiro a Conmebol houvera anunciado; depois, cancelado devido a falta de calendário do Brasil. Por fim, seria apenas fake?

A entidade que rege o futebol da América do Sul deseja (já divulgou isso publicamente) criar um torneio somente com os campeões da Libertadores. Essa Supercopa teria o inconveniente das datas escassas.

E se fosse real?

Sendo anual, poderia substituir os Campeonatos Estaduais. Dos 12 times grandes brasileiros, apenas Botafogo e Fluminense não a disputariam.

Já imaginaram ao invés de Flamengo x Bonsucesso no começo do ano, um Flamengo x Peñarol? Ao invés de Palmeiras x Linense, um Palmeiras x Boca Juniors?

Em tese, substituiríamos os sparirngs do Interior Paulista por Campeões Continentais. Uau! Mas também há de se ver o que fazer com os clubes pequenos…

O problema é: como formatar uma competição justa e ideal organizada pela Conmebol?

5de94ba4261b7.r_1575570354382.287-184-1646-1203

– As questões provocativas que emanam do Mundial de Clubes da FIFA. 

Esse texto é do Mundial de Clubes da FIFA de 2016, publicado aqui mesmo. Mas serve perfeitamente para esse ano de 2019.

Compartilho:

COPA DAS CONFEDERAÇÕES DE CLUBES?

Se o Kashima Antlers for vencedor do Mundial de Clubes da FIFA, que está acontecendo no Japão, será o legítimo Clube Campeão do Mundo em 2016. Mas indiscutivelmente não será o mais forte nem o melhor clube deste ano. 

Cá entre nós: o torneio é uma Copa das Confederações de Clubes, e em confronto único (mata-mata), tudo pode acontecer.

Claro, a ideia de uma verdadeira Copa seria utópica pois o calendário não permite; mas ao mesmo tempo, mais justa: um torneio mundial aos moldes da Copa do Mundo de Seleções, com fase de grupos e depois eliminatória. Aí sim teríamos uma verdadeira WorldCup de times, com Barcelona, Juventus, Manchester City, PSG, Benfica, Boca Juniors, Palmeiras, entre outros “grandões do planeta-bola”. 

Seria muito bacana a UEFA Champions League classificar (por exemplo) 5 equipes, a Libertadores 3, a Concacaf 2, e continentes com clubes menos expressivos (os da Ásia, África e Oceania), entrando em uma pré-fase. 

São ideias. Mas enquanto elas não se efetivam, esses torneios, como a Toyota Cup, Mundial da FIFA, Taça-Rio, que representam/representaram TORNEIOS INTERCONTINENTAIS, acabam/acabaram sendo considerados os Campeões do Mundo (mesmo que os vencedores, eventualmente, não representem verdadeiramente o Melhor do Mundo naquele ano de disputa). Ou alguém crê que a Grécia era a melhor Seleção da Europa quando tivemos a Eurocopa em Portugal? Só no futebol que nem sempre o melhor é o campeão.

Aliás, Raja Casablanca e Kashima Antlers, times anfitriões e aclimatados com as cidades-sedes, que vieram de fases anteriores, chegaram às finais. É o ônus dos demais adversários em aceitar tal molde de torneio. 

Para mim, reitero: se vencer o torneio, o Kashima Antlers será sim Campeão Mundial de Clubes 2016, mesmo que não seja o melhor time de futebol do planeta (em decorrência do torneio ser tão restritivo aos campeões continentais e do país-sede).

Imagine Messi ou Suárez sendo questionados e “trolados” pelo fato do simpático time japonês ser campeão mundial de 2016 e eles, tão famosos e paparicados, não ganhando nada (e nem disputando!).

Bobagem e paciência. Se respeite o vencedor.

Imagem relacionada

– Em qual dos 3 candidatos eu votaria nas Eleições do Safesp?

Respeito qualquer forma democrática de escolha de representantes em todos os órgãos em que existe eleição. Opinar e exercer a liberdade de expressão nos permite comentar, especialmente se há conhecidos nela (ao contrário de pessoas truculentas que possam argumentar que “se não vai votar, não lhe diz respeito”… ô pessoal que se acha acima do bem e do mal!).

Enfim: fui associado ao SAFESP (porquê era obrigado pela FPF, senão eu não poderia apitar jogos pela entidade – e ela ainda obrigava a abrir mão de qualquer vínculo assinando uma carta de próprio punho de que era prestador autônomo de serviços), e agora, esse mesmo Sindicato dos Árbitros vive uma “briga de foice” pelo poder.

Deixei bem claro minha posição quando os candidatos eram Arthur Alves Junior e Aurélio Sant’Anna Martins. O texto está abaixo:

(Em: https://professorrafaelporcari.com/2019/04/12/esclarecimentos-sobre-minha-posicao-sobre-as-eleicoes-2019-do-safesp/).

Agora, acompanho a loucura que tem sido a campanha dos 3 nomes que buscam a enrolada Eleição, depois da decisão final da Justiça: o próprio Aurélio, José Assis Aragão e Renato Canadinho.

Se o novo presidente quer ser desprovido de qualquer problema, dedicado de verdade e livre de qualquer amarras, pense:

  • Dever-se-ia residir na Capital (sei que é um esforço hercúleo abandonar a família se estiver no Interior e fixar residência nova em São Paulo) ou mudar a sede / criar uma sub sede / ter um vice que possa se fazer totalmente presente na ausência (embora o Sindicato seja estadual, é evidente que por questão logística o ponto principal é a cidade-mãe).
  • Não deve estar apitando, nem filiado a Federação alguma, tampouco manter qualquer laço profissional ou amador com a entidade (ou “as entidades”) em que possa ocorrer conflito de interesse ou incompatibilidade de cargos.
  • Precisa ter FICHA LIMPA, seja por senso comum, empatia com os outros árbitros ou o não envolvimento em nenhum escândalo na vida pessoal ou na vida dentro do futebol. Nem ser protagonista ou cúmplice de coisa que possa ser classificada como IMORAL ou ANTIÉTICA.
  • Estar totalmente sem vínculo com membros das diretorias anteriores (do presidente que ficou por muitos anos e dos pares dele), a fim de mostrar independência.
  • Ser remunerado, para ser um profissional na função e COBRADO pelo desempenho, evitando as desculpas de que a pessoa é uma “abnegada pela causa”.

Qual dos 3 nomes preenche esses quesitos? Para mim, o candidato ideal deveria ter essas qualificações. E como não sou eleitor, mas um atento observador, fico curioso em saber qual deles se enquadra nesse “perfil perfeito”.

Para encerrar essa postagem, duas observações não tão claras a mim (por distanciamento dos bastidores do imbroglio):

1- Quem é OBJETIVAMENTE o candidato situacionista e os da oposição?

2- Por quê não, para mostrar que todos os candidatos querem o bem do SAFESP, entrarem em acordo na contratação de uma empresa para fazer auditoria que seja aceita pelos 3 ANTES DO PLEITO (contrata antes e executa-se assim que possível o serviço)? Isso evitaria de se colocar em dúvida que a empresa A poderia beneficiar pessoa X ou algo que o valha, tendo a cautela que se paire dúvida na credibilidade pós-eleição. Simples!

O que me assusta é: perfis fakes, denúncias vazias, notícias falsas… contra tudo e contra todos!

Resultado de imagem para Apito e cartão de futebol

– Você acredita no discurso de Klopp sobre o Mengão?

À ESPN, o ótimo treinador alemão (e “boa praça”) Jurgen Klopp diz que não conhece muito a fundo o Flamengo e até tinha dúvida sobre o regulamento do Mundial de Clubes.

Cá entre nós: você acreditou nisso? Treinadores como ele estudam e gostam de futebol, sabem tudo dentro e fora do campo. Impossível ter um conhecimento tão raso como falado.

Abaixo, extraído de: https://www.espn.com.br/futebol/artigo/_/id/6390335/klopp-admite-que-nao-sabe-muito-do-flamengo-sei-que-ganharam-a-libertadores-conheco-jogadores

KLOPP ADMITE QUE NÃO SABE MUITO DO FLAMENGO: “SEI QUE GANHARAM A LIBERTADORES, CONHEÇO JOGADORES”.

Potencial adversário do Flamengo no Mundial de Clubes da Fifa deste ano, o técnico do Liverpool, Jurgen Klopp, admitiu que ainda não conhece muito sobre a equipe brasileira.

Em conversa exclusiva com a ESPN após a vitória por 5 a 2 no clássico contra o Everton, pela 15ª rodada na Premier League, o técnico alemão falou sobre o time do Rio de Janeiro.

“Eu sei que eles ganharam a Copa Libertadores, conheço alguns jogadores, mas é o mesmo conhecimento que tenho de um time que jogamos na Champions League pela primeira vez, uns 3, 4 dias antes”, afirmou Klopp.

O comandante dos Reds ainda mostrou desconhecer o regulamento do Mundial, questionando o repórter João Castelo-Branco se havia antes um jogo de semifinal no torneio.

“Mas, se formos jogar contra eles, temos que ganhar as semis, certo? Tem um jogo no meio e isso deve ser suficiente para nos prepararmos (…) Nesse momento seria uma vergonha saber mais de qualquer time brasileiro do que do Bournemouth (próximo adversário do Liverpool pela Premier League). Nós vamos estar preparados, mas não tenho certeza se vamos jogar contra eles”, finalizou.

O Liverpool ainda tem mais quatro partidas antes de embarcar para o Mundial de Clubes.

A estreia de Klopp e sua turma será no dia 18 de dezembro, em Doha, contra Monterrey-MEX ou o vencedor do confronto entre Al-Sadd-CAT e Hienghène Sport-NCL.

Resultado de imagem para Klopp