– Sou a favor dos candidatos divulgarem seus ministros. Frota na Cultura, não!

Sempre disse que, nas Eleições do Mundo Ideal, dever-se-ia exigir que os candidatos à Presidência da República divulgassem durante a campanha seus Ministros. Dessa forma, o eleitor esclarecido teria um pouco mais de subsídio para escolher o Presidente do Brasil.

Segundo a Rádio Bandeirantes em seu twitter, o deputado e candidato ao executivo Jair Bolsonaro (PSL-RJ) declarou em tom de brincadeira ao ator Alexandre Frota:

Quero te ver Ministro da Cultura”.

É claro que não será. Mas esse agrado faz que a questão da qualidade da escolha dos homens e mulheres que estarão a frente do Ministério de quem pleiteia governar o país, sejam extremamente discutidos!

bomba.jpg

Anúncios

– Bolsonaro se filia ao PSL para concorrer a Presidência. Mas você se mancou quem é o presidente do partido?

Jair Bolsonaro, pré-candidato a Presidente da República, namorou o PEN (Partido Ecológico Nacional). A pequena sigla mudou o nome para Patriota a fim de receber o futuro presidenciável. Só que “na hora H” Bolsonaro se filiou ao PSL, que articulava para mudar de nome para Livres, mas que devido a adesão de Jair, dividiu-se.

O certo é que a proposta do presidente Luciano Bivar, do PSL, para aceitar a entrada do candidato, foi tão negociada que o próprio filho dele, Sérgio Bivar, que seria candidato a deputado federal pelo partido, deixou a legenda com a alegação de que o Partido Socialista Liberal vendia sua ideologia ao aceitar as condições dos bolsonaristas.

Mas sabem que é esse senhor, Luciano Bivar?

É aquele ex-presidente do Sport-PE, hiper-polêmico, que disse à imprensa ter subornado membros da CBF para que se convocasse Leomar (ex-jogador da equipe) na Seleção Brasileira. Na época, especulou-se que Bivar forçou a barra com o propósito de valorizar o jogador e pagar dívidas com Leão, também ex-treinador da equipe e que foi comandante da Seleção. No STJD, negou tudo o que disse (mas que ficou gravado nas grandes rádios).

Sinceramente?

Bolsonaro começa muito mal ao se associar a político que vem do meio do futebol. Dificílimo confiar em gente assim…

Aliás, reafirmo: tenho pena do nosso país com candidatos como Lula, Bolsonaro, Alckmin, Ciro… falta gente nova, competente e honesta para administrar o país (nenhum deles possuem as 3 virtudes citadas).

bomba.jpg
foto: Blog do Cleuber Carlos

– E se a Eleição para Presidente da República fosse entre os jogadores de futebol…

Nesta última segunda-feira, o UOL divulgou uma pesquisa com 111 jogadores de futebol a respeito das intenções de voto para a Presidência da República em 2018. Em resposta espontânea, houve o seguinte resultado:

Jair Bolsonaro: 20,72%

Lula: 5,4%

Luciano Huck: 2,7%

Tite: 1,8%

Em dúvida: 58,55%

Brancos ou Nulos: 7,2%

Sabemos que a categoria dos jogadores é desunida, vive de desigualdades sociais maiúsculas e que o universo da pesquisa (111 atletas) é bem contestável (se levarmos em conta o plantel de 25 jogadores só da 1a divisão/equipe, sem contar com as outras 3 divisões e os torneios regionais, são 500 eleitores). Mas… o que tal pesquisa lhe diz?

A mim, nada. Aliás, os dois mais citados são ruins demais para o meu gosto. O primeiro é radical, o segundo é marginal.

Deixe seu comentário:

bomba.jpg