– Alegria no Lar! Casório em breve…

Muito feliz!

Meu pai, em breve, se casará com sua namorada.

Ambos são viúvos, bem resolvidos, alegres e bem comunicativos. A “tampa e a panela” um do outro!

Não há palavras para descrever a felicidade em vê-los cheios de planos e sem se preocupar com a tal da 3a idade.

Que Deus os abençoe por muitos e muitos anos!

bomba.jpg

– O acrobata Douglas Costa criticado como Neymar

Em 3 rodadas do Campeonato Alemão, o brasileiro Douglas Costa foi excepcional nos 3 jogos. O até então desconhecido jogador do Shaktar Donestsk da Ucrânia (e que não foi bem jogando pela Seleção Brasileira na Copa América 2015), ao ser vendido para o Bayern de Munique por R$ 120 milhões de reais (a 3a maior transação da história do time de Beckenbauer), trouxe muitas dúvidas. Porém, todas se cessaram com ótimas atuações, gols e assistências.

Entretanto, uma polêmica na última rodada: no sábado, na vitória do Bayern Munich 3×0 Bayer Leverkusen, Douglas Costa foi aplaudido em pé por aplicar uma carretilha em seu adversário (a lá Falcão do Futsal) no final do jogo. Seu companheiro de equipe, Robben, criticou veementemente dizendo:

Não podemos esquecer que, mesmo vencendo por 3 a 0, temos que respeitar o adversário. É óbvio que ele tem habilidade técnica, é o brasileiro típico. Mas ele precisa tomar cuidado. Esses gestos são bonitos, mas pertencem ao circo”.

E aí, concorda com Arjen Robben a respeito de Douglas Costa? Me pareceu muito quando Xavi criticou o recém chegado Neymar no Barcelona na final da Copa do Rei contra o Athletic Bilbao.

bomba.jpg

– Dia Nacional do Catequista: Ide e Pregai o Evangelho!

Parabéns às pessoas de boa vontade que de coração se dedicam à Catequese e ensino religioso, sem esperar recompensa ou algo em troca, a não ser, a fé!

Hoje se celebra o Dia do Catequista (último domingo de Agosto), e o texto é do ano passado, mas serve para a data. Extraído de:

http://cancaonova.com/portal/canais/formacao/internas.php?e=11993

DIA DO CATEQUISTA

Ide e pregai o Evangelho a toda criatura!

A Igreja Católica celebra neste dia 25 o dia nacional do catequista. Na ação pastoral da vida eclesial é tão importante a missão do catequista, verdadeiros evangelizadores, que Jesus, antes de começar sua pregação, escolheu seus doze discípulos, que deveriam se espalhar pelo mundo inteiro, anunciando a boa nova, isto é, evangelizando as pessoas.

O número 12, na Sagrada Escritura, tem um sentido de totalidade, plenitude e, realmente, esses doze discípulos se multiplicaram em progressão geométrica e, entre eles, nós temos os catequistas, homens e mulheres dispostos a levar às crianças, aos adolescentes, aos jovens e aos adultos a mensagem de Cristo, promovendo a catequese renovada, à luz do Concílio Vaticano II.

Os catequistas e as catequistas lembram o próprio Senhor Jesus, pois, além de apresentarem o projeto do Pai a outras pessoas, pretendem formar novos discípulos missionários.

Nosso Senhor Jesus Cristo nos ajuda em seus métodos de evangelização, catequese e apostolado: Ele começa pela vida, em seus aspectos comuns, de forma a levar o povo à revelação do seu Evangelho.

Quando Ele disse a seus discípulos: “Ide e pregai o Evangelho a toda criatura”, estava iniciando com eles um trabalho de catequese, que foi multiplicado até os dias de hoje.

O mundo está tão conturbado com guerras, violência, ganância, egoísmo que pouca gente quer escutar a Palavra de Deus. É por isto que é muito louvável o trabalho do catequista nos nossos dias porque ele precisa abrir os olhos e os ouvidos das pessoas para a realidade sempre atual, em todos os tempos, da Palavra de Deus.

Que Deus, com largueza e profusão, abençoe nossos catequistas, homens e mulheres que, espontaneamente, se dedicam a transmitir ensinamentos cristãos. Que eles continuem no seu propósito de evangelizar e que consigam formar novos operários para a messe do Senhor, na escola da nova evangelização de discípulos-missionários.

Dom Eurico dos Santos Veloso, Arcebispo Emérito de Juiz de Fora (MG)

url.jpg

– Rebote de Goleiro tira Impedimento? O gol de Ganso em SPFC 3×0 Ponte Preta foi legal ou ilegal?

Existem várias “lendas urbanas” na sociedade: tomar leite com manga faz mal” é uma “dos tempos da vovó”! No mundo do futebol isso também ocorre: por exemplo, a lenda de que “rebote do goleiro tira impedimento“.

Nada disso. Nunca tirou, nem de goleiro e nem de zagueiro. Porém, a mudança numa orientação da Regra há 2 anos está confundindo algumas pessoas. 

Acontece o seguinte: hoje, existe uma excepcionalidade de bola desviada que tira o impedimento.

SOBRE o novo entendimento de “impedimento ou não” em lances desviados em adversários (de 2013): Se um atacante chutasse para o gol e a bola desviasse num adversário, mas sobrasse para seu companheiro que estivesse do outro lado do campo, ele estava impedido por tirar vantagem de uma posição. Agora, bola desviada que sobre para um atleta que não participava originalmente da jogada, mesmo ele estando mais próximo da linha de fundo do que dois adversários e a bola (a definição clássica de impedimento), é lance legal. Mas atenção: aqui, A BOLA FOI DESVIADA E CAIU PARA ALGUÉM QUE NÃO PARTICIPAVA DO LANCE, SENDO DIFERENTE DA SITUAÇÃO NA QUAL UM JOGADOR ESTEJA SOZINHO E RECEBA UMA BOLA DE REBOTE DE GOLEIRO, ou ainda quando lhe é lançada uma bola e ela bate no zagueiro (pois, afinal, a bola era para ele e ele a recebeu mesmo após bater no adversário). Para ambas situações continua sendo impedimento. Continua valendo a máxima: desvio não tira impedimento (com exceção ao lance modificado).

Talvez seja esse detalhe que traiu o comentarista da Sportv Fernando Galvão no jogo do Morumbi no último sábado. Após boa jogada de Pato, Ganso (em impedimento ativo) pegou o rebote do goleiro Marcelo Lomba e fez o segundo gol tricolor. Galvão bobeou e disse que o rebote do arqueiro tirou o impedimento… Alertado na transmissão pelo seu colega de emissora Leonardo Gaciba, corrigiu a gafe.

Portanto, cuidado com a Regra! Estudar e perguntar não faz mal a ninguém.

bomba.jpg

– Miley Cyrus Pansexual!

A pequena atriz de Hannah Montana, da Disney, cresceu e escandalizou! Miley Cyrus, excepcional cantora, vez ou outra aparece se destacando em polêmicas. A mais nova se refere à sua sexualidade: declarou que é pansexual; ou seja, aprecia qualquer forma de sexo com humanos: homens masculinizados ou afeminados, idem a mulheres, bissexuais, transgêneros, transsexuais, etc, etc e etc.

A questão sexual dela é de foro íntimo, não nos interessa. Mas isso ajuda a vender jornal… Aliás, vivemos um tempo de vulgarização do sexo, não?

Sem hipocrisia ou demagogia: respeito o homossexual, mas não faço apologia da conduta. Ponto. Para mim e minha família, a heterossexualidade é o ideal. E isso não é ser homofóbico, é simplesmente ter uma conduta. Mas assusta saber que agora se tem o pansexualismo em pauta. Estará na moda o conceito?

bomba.jpg

– O Pênalti de Dois Toques em Belarus

Confesso a minha ignorância: quem nasce em Belarus é… Não sei!

Mas no campeonato nacional de lá, um pênalti foi cobrado de maneira rara. Só vi sua pessoas fazerem isso: Cruyff pela Holanda e Euller (o “Filho do Vento”) pelo América Mineiro.

O árbitro autoriza a cobrança, o jogador finge que vai chutar forte para o gol e ao invés disso, dá um “toquinho” para seu companheiro que invade a área e faz o gol.

E isso pode?

Claro que pode. O Tiro Penal tem como exigências de que o jogador esteja identificado e toque a bola pra frente (não necessariamente com um chute forte para o gol). Se o cobrador enganar que vai chutar e outro é quem chuta, se for gol o lance deveria ser anulado. Se ele tocar para trás e alguém chutar, a cobrança deve ser repetida. E no caso do lance em Belarus (o vídeo está no link abaixo), se o jogador invadiu a área antes do toque do seu companheiro, a jogada é invalidada com tiro livre indireto no local da invasão.

Sensacional, não? Assista o lance em: http://mais.uol.com.br/view/15589835

bomba.jpg

– Não acredito em Políticos!

Alberto Youseff, o doleiro, citou os peessedebistas Aécio Neves e Sérgio Guerra também como receptores de dinheiro sujo, assim como os inúmeros petistas e peemedebistas.

Não acredito. E não duvido. Infelizmente, políticos são todos iguais e as provas estão escancaradas.

Nessa, estou com o José Simão, que publicou: “Não há virgem na Zona”.

Concordo e assino embaixo.

bomba.jpg

– Jogadores como Sacas de Café ?

Há pessoas que tem o dom de escrever bem em analogias. Leio o artigo “A CBF tem que acabar” sobre “exportação de café e futebol”!

Não resisti: compartilho-o pelo excepcional texto e conjunto de idéias as quais tenho certeza de que as pessoas que prezam pela lisura e competência no esporte gostarão. Nele, há dados impressionantes.

Extraído da Revista Superinteressante, Ed 336, pg 30-31 (Agosto/2014).

A CBF TEM QUE ACABAR

Por Alexandre Versignassi e Guilherme Pavarin

O Porto de Santos é a cafeteira do mundo: um terço do café torrado na Terra passa por ali, numa jornada que começa nas fazendas do Brasil e termina nas xícaras de Madri, Milão, Moscou, Kiev… Não só nas xícaras. O maior comprador do nosso estimulante preto, ao lado dos EUA, é a Alemanha. Mas eles não tomam tudo. Revendem uma parte razoável, porque é um negoçião: os alemães pagam mais ou menos R$ 400,00 em cada saca de 60 quilos e reexportam para o resto da Europa por R$ 800. Sem industrializar nada, só revendendo café “cru” mesmo, do jeito que ele sai das roças daqui. Não é malandragem, é logística: eles podem fazer isso graças à sua malha ferroviária cheia de tentáculos, veias e artérias. Reexportar dali para o resto da Europa é fácil. Num ano típico, os caras importam 18 milhões de sacas e revendem 12 milhões. Isso faz da Alemanha o terceiro maior exportador de café do mundo, atrás apenas do Brasil e do Vietnã. Tudo sem nunca ter plantado um pé de café.

Tem mais: das 6 milhões de sacas que ficam dentro da Alemanha, uma parte vai para Schwerin, uma cidadezinha de conto de fadas perto da fronteira com a Dinamarca. Por lá, os grãos brasileiros reencarnam na forma de cápsulas de Nespresso. E ganham preços que até outro dia só eram praticados no mercado de outro estimulante – branco. Um quilo dessas cápsulas acaba saindo por R$ 400,00 no varejo, quase 70 vezes o quilo do café cru. É 70 X 1 para a Alemanha.

No futebol é parecido. Exportamos o material cru, os atletas jovens, e importamos o produto acabado – não exatamente os jogadores, porque quando eles voltam geralmente estão é acabados mesmo. O que a gente compra é o espetáculo. Por mais que ninguém torça de verdade por um Real Madrid ou por um Bayern, todo mundo entende que o futebol para valer está lá fora, e que o Campeonato Brasileiro, na prática, é só uma série B do futebol mundial.

Um segunda divisão que alimenta a primeira com uma voracidade extrativista. O Brasil é o maior exportador mundial de jogadores, ao lado da Argentina. Vende por volta de 1.500 atletas/ano. Não faz sentido. Guido Mantega à parte, ainda estamos entre as dez maiores economias do planeta, à frente de destinos futebolísticos consagrados, como a Espanha e a Itália. Mesmo assim, nosso futebol não tem força econômica para reter pé-de-obra, e não para de ceder atletas para Madri, Milão, Moscou… E Kiev.

Até para a Ucrânia, que tem um PIB menor que o da cidade de São Paulo, a gente perde jogadores. Entre os atletas menos estrelados é pior ainda. Se o cara não consegue vaga nos times grandes daqui, qualquer tralha leva: Chipre, Malta, Bulgaria… Em 2013,

20 foram para o Vietnã, e dois ajudaram a engrossar a população das Ilhas Faroe, que tem 50 mil habitantes e PIB menor que o de Matão, uma cidade no interior de São Paulo (R$ 5 bilhões).

Até os 7 X l, o único patrimônio realmente sólido do futebol nacional era a Seleção. Sólido e lucrativo: a CBF faturou R$ 478 milhões com o time nacional em 2013. Só o patrocínio da camisa de treinos do time trouxe R$ 120 milhões. A Alemanha, segunda colocada nesse ranking, só levantou R$ 40 milhões com a dela. A Argentina, com Messi e tudo, R$ 10 milhões.

(…) Os 13 maiores clubes do País somam R$ 4,7 bilhões em dívidas. Tudo fruto de um péssimo gerenciamento, cuja inspiração vem lá de cima, da Confederação Brasileira de Futebol. Por essas, qualquer solução para o esporte passa pelo fim da CBF. Pelo fim do modelo atual, pelo menos. A entidade, hoje, é tão democrátíca quanto um feudo do século 13. Só existem 47 votantes para a presidência – 20 clubes da série A mais 27 federações estaduais. Ou seja: um colégio eleitoral altamente manipulável, que garante reeleições eternas para quem estiver lá em cima. (…).

cafe-100-arabica-beb-dura-tipo-exportaco-torrado-e-moido-16605-MLB20123169254_072014-O.jpg

– Aprendendo com a Regra: foi Gol Legal ou Ilegal no Vasco 1×1 Flamengo?

O assunto rendeu.

O jogo foi emocionante.

O gol confirmado, depois de quase anulado.

Falamos do Clássico dos Milhões no Maracanã pela Copa do Brasil: Vasco x Flamengo, com o gol flamenguista sendo confirmado em uma tremenda confusão, após um jogador que se encontrava em impedimento saltar e ela bater na canela de um vascaíno. Lance dificílimo!

Vamos discutir e aprender?

Eu ouvi de tudo: “Foi de acordo com a nova regra de impedimento passivo” (mas não existe nova regra!); “atendeu o que a FIFA pede” (mas o que ela pediu?) e outras tantas coisas.

A questão é a seguinte: a nova orientação pede que só se marque impedimento se efetivamente o jogador participar do lance interferindo contra o adversário (em último caso). Para mim, no lance referido, o jogador em impedimento demonstrou que não queria participar da jogada pulando. Ou seja: o gol foi legal. O flamenguista que desvia da bola abrindo as pernas faz questão de demonstrar que não quer participar do lance; então, isso deve ser levado em conta. Se ela entra no gol direto, é gol. Como bateu no zagueiro, idem. E o árbitro tem que dar como contra, não como de quem chutou.

Entenda o seguinte: corta-luz como drible, tem que conceder impedimento nesse lance. Abrir a perna para não participar da jogada, aí não pode marcar impedimento.

ENTRETANTO…

Se o árbitro entendeu que o jogador do Flamengo interferiu contra o Vascaíno pois estava à frente dele e somente por isso que a bola bateu em sua perna, aí é impedimento ativo.

Cuidado, e vou repetir: se o árbitro entendeu que a bola bateu no jogador do Vasco por interferência, é impedimento ativo e o gol deve ser anulado. Mas se ele interpretar que bateu na canela sem interferência do adversário, é impedimento passivo e o gol deve ser validado (como fez nessa oportunidade).

LEMBRE-SE: não tem nada a ver com a história de que o rebote ou desvio do goleiro tirou o impedimento. “Desvio não tira impedimento“, nesse caso. E outro lembrete, para quem fez e faz confusão com isso: desvio só tira impedimento naquela situação excepcional de quem está, por exemplo, voltando sozinho numa lateral do campo sem participar do lance (que não é o caso citado). No Maracanã , tecnica e teoricamente para a arbitragem, não foi impedimento por ser lance passivo de quem abdicou de jogar.

bomba.jpg

– Que decepção, Joaquim Levy!

O país está em crise. Não há um só comerciante que esteja contente. A corrupção anda solta no Brasil. A recessão econômica é um fato. As vendas estão em baixa e o Governo nada faz.

Ou melhor, faz sim: só fala em aumentar impostos!!!

Gente, e cortar gastos? Ninguém pensa nisso?

Joaquim Levy começou como Ministro da Fazenda com medidas impopulares, que fatalmente o Governo Aécio tomaria, mas que a Presidente Dilma prometeu não tomar. E depois delas, parece que o Ministro não pensou mais em crescimento.

Agora, especula-se a volta da CPMF. Ah, vai lamber sabão!

Depois não querem que o mentor da presidente Dilma, ganhe o bonecão Lulão…

bomba.jpg

– E o pênalti do Carlinhos em Ceará 0x3 São Paulo?

A questão é bem simples: o lateral Carlinhos, do SPFC, avança na área. O zagueiro adversário quer cortar o lance e estica a perna. Existe a trombada. Mas o bom árbitro deve avaliar:

1 – Carlinhos foi obstruído pelo joelho do zagueirão que vacilou?

2- Carlinhos busca o joelho para ter o contato físico e cair, pedindo o pênalti?

Reflita!

No “ao vivo” pela TV, não foi pênalti mas sim a opção 2: “forçação” de barra. Claro, a outra opção também é aceita, pois o lance é interpretativo e difícil.

bomba.jpg

– Viva Santo Agostinho, Doutor da Igreja!

Hoje é um dia de alegria para o católico: É Festa de Santo Agostinho, um jovem rebelde que se tornou Doutor da Igreja! É dele a célebre frase:

Quem canta reza duas vezes

Extraído de: http://santo.cancaonova.com/santo/santo-agostinho/

HISTÓRIA DE SANTO AGOSTINHO

Celebramos neste dia a memória do grande Bispo e Doutor da Igreja que nos enche de alegria, pois com a Graça de Deus tornou-se modelo de cristão para todos. Agostinho nasceu em Tagaste, no norte da África, em 354, filho de Patrício (convertido) e da cristã Santa Mônica, a qual rezou durante 33 anos para que o filho fosse de Deus.

Aconteceu que Agostinho era de grande capacidade intelectual, profundo, porém, preferiu saciar seu coração e procurar suas respostas existentes tanto nas paixões, como nas diversas correntes filosóficas, por isso tornou-se membro da seita dos maniqueus.

Com a morte do pai, Agostinho procurou se aprofundar nos estudos, principalmente na arte da retórica. Sendo assim, depois de passar em Roma, tornou-se professor em Milão, onde envolvido pela intercessão de Santa Mônica, acabou frequentando, por causa da oratória, os profundos e famosos Sermões de Santo Ambrósio. Até que por meio da Palavra anunciada, a Verdade começou a mudar sua vida.

O seu processo de conversão recebeu um “empurrão” quando, na luta contra os desejos da carne, acolheu o convite: “Toma e lê”, e assim encontrou na Palavra de Deus (Romanos 13, 13ss) a força para a decisão por Jesus:“…revesti-vos do Senhor Jesus Cristo…não vos abandoneis às preocupações da carne para lhe satisfazerdes as concupiscências”.

Santo Agostinho, que entrou no Céu com 76 anos de idade (no ano 430), converteu-se com 33 anos, quando foi catequizado e batizado por Santo Ambrósio. Depois de “perder” sua mãe, voltou para a África, onde fundou uma comunidade cristã ocupada na oração, estudo da Palavra e caridade. Isto, até ser ordenado Sacerdote e Bispo de Hipona, santo, sábio, apologista e fecundo filósofo e teólogo da Graça e da Verdade.

Santo Agostinho, rogai por nós!

235.jpg

– A Maluquice Humana e a Vulgarização da Vida

É muito assustador ver o que insanos podem fazer. Estando armados, pior ainda! Vide os dois jornalistas mortos nos EUA. O cinegrafista, inconscientemente, filmou o seu próprio assassinato; e o assassino, em plena doideira, filmou sua maldade.

Nessas horas que vemos o quão complicado é liberar o porte de armas…

bomba.jpg