– E se os Ministros tivessem que responder chamada da Presidente?

A presidente Dilma Rousseff irá reduzir o número de ministérios. Dos absurdos 39, 10 poderão deixar de existir. Fala-se à boca pequena que um superministério poderia ser criado e oferecido ao ex-presidente Lula. Talvez sim, talvez não.

O certo é: será que, de bate-pronto, Dilma consegue dizer quais são os 39 ministérios e o nome de cada um dos ministros, sem titubear?

Hum… não sei. Mas sei que precisamos de uma reforma ministerial urgente, para ter uma maior economia de gastos e maior eficiência do país!
bomba.jpg

– Considerações sobre Neymar se transferir ou não para a Inglaterra

Na janela de especulações das transferências europeias (que se encerrarão em breve), vale tudo! Boataria é a marca principais dos tabloides ingleses. E o “The Sun” traz duas manchetes relativas a dois atacantes brasileiros e de dois “Manchesters”:

1 – Alexandre Pato seria comprado pelo Manchester City. Eu não creio. O time já tem Aguero, contratou Pedro e, se Pato chegasse, seria para a reserva. Vale tanto o investimento?

2 – Neymar se transferiria para o Manchester United. Aí sim é possível. E por vários motivos: o time (que é o mais rico do mundo hoje) precisa de um reforço dentro de campo que traga impacto, quer um jogador midiático para apagar a má temporada passada e ainda precisa de um bom vendedor de souvenirs, que desde Beckham, está carente.

E aqui vale algumas considerações: Neymar é carismático, jogador de imagem global e jovial, além de craque. A multa bilionária pode ser paga, já que dinheiro não é problema para os Reds. No Barcelona, Neymar é o coadjuvante que se prepara para um futuro protagonismo. Na Inglaterra, será o ator principal logo de cara. Além disso, qual seria o TENTADOR salário oferecido ao Neymar Jr negociado pelo Neymar Pai? E quanto ele levaria de luvas? E de percentual na transferência?

Aliás, crê-se que o distrato de Neymar do Barcelona para o Manchester United renderia aos cofres do Santos FC (o clube formador) cerca de R$ 31 milhões – mais do que o Peixe ganhou ao vendê-lo para os espanhóis!

É muita grana… E a pergunta é: por quê Neymar ficaria no Barcelona, se há tanto dinheiro e prestígio sendo oferecido?

bomba.jpg

– Nextel estará a venda após fugir da falência?

Ela foi um sucesso como rádio, mas na briga entre as empresas de telefonia, sucumbiu! Saindo da recuperação judicial, possivelmente a Nextel será vendida!

Extraído de: http://www.istoedinheiro.com.br/blogs-e-colunas/post/20150825/missao-valim-preparar-nextel-para-venda/7343

MISSÃO DE VALIM É PREPARAR NEXTEL PARA A VENDA

Apesar de ter tido em entrevista ao jornal Valor de que “não há qualquer transação em discussão” e que uma eventual venda só faria sentindo “se tiver mais valia”, até as pedras sabem que a missão do executivo Francisco Valim, novo presidente da Nextel, é preparar a empresa de telefonia para a venda.

Em outras palavras, Valim terá de embelezar a noiva para valorizar seu dote para um futuro pretendente. Esse é o plano desenhado pela NII Holding, empresa que controla a Nextel, que saiu da recuperação judicial no fim de junho deste ano, com a aprovação de seu plano de reestruturação.

Com graves problemas financeiros, a empresa vendeu seus ativos no Peru, Chile e no México nos últimos anos, para concentrar seus investimentos no mercado brasileiro, o único lugar onde mantém atualmente operação.

Apesar das dificuldades, a Nextel até que conseguiu um relativo sucesso em sua estratégia brasileira, em especial nas cidades do Rio de Janeiro e em São Paulo.

No Rio de Janeiro, por exemplo, a operadora atingiu uma participação de mercado de 13,1% em maio deste ano, segundo a consultoria Teleco, passando a TIM em celulares pós-pagos (a Nextel não atua em pré-pago). A previsão é que ultrapasse a Oi até o fim de 2015.

Em São Paulo, sua participação de mercado saiu de 2,8% para 6,7%, em maio deste ano, mas atrás das principais empresas do setor – Vivo, Claro, TIM e Oi.

De janeiro a maio, segundo a Teleco, a Nextel foi a terceira empresa em adições líquidas de celulares, atrás apenas de Vivo e TIM, com 490 mil de aparelhos, e à frente de Claro e de Oi.

Procurada, a Nextel não se pronunciou até o fechamento deste post.

Se comercialmente a Nextel mostra sinais de recuperação, há muito o precisa ser feito na parte financeira – exatamente a especialidade de Valim.

No ano passado, a receita da companhia encolheu 6,2% no Brasil, para R$ 3,9 bilhões. O prejuízo de R$ 1,9 bilhão representou uma alta de 106,7%.

No segundo trimestre de 2015, a receita de R$ 983 milhões representa uma queda de 8% em relação ao mesmo período do ano passado. A geração de caixa, no trimestre, foi negativa, assim como a margem Ebtida.

Mesmo assim, não faltam rumores que há interessados em comprar a Nextel. Nos últimos dias, o boato mais forte envolvia a TIM – fato negado pela operadora de origem italiana, em comunicado a Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Para fazer uma oferta pela Nextel, a TIM teria de agir nos bastidores para resolver um imbróglio regulatório, afinal há sobreposições de licenças entre as duas empresas, o que não é permitido pela legislação brasileira.

A AT&T será peça-chave nesse xadrez do mercado de telecomunicações brasileiro. A operadora americana é dona da Sky, que atua no mercado de tevê por assinatura via satélite. No México, ela comprou a operação da Nextel, em janeiro deste ano, por IS$ 1,875 bilhão.

Os movimentos da companhia americana serão fundamentais no processo de consolidação do setor. Não se sabe ainda se ela vai aprofundar seus investimentos – e, nesse caso, a Nextel seria um alvo óbvio – ou tirar o pé do acelerador. Nesta opção, a Sky poderia parar nas mãos da Vivo.

Executivo com formação na área financeira, Valim é constantemente lembrado pelo processo de reestruturação da NET, que comandou em momentos críticos em meados dos anos 2000.

Mais recentemente, ao ser presidente da Oi, ele deixou a companhia depois de brigar com os controladores, que não concordaram em abrir o caixa e investir mais, como pedia o executivo.

Na Via Varejo, holding do Casino que controla a Casas Bahia e o Ponto Frio, teve uma rápida passagem de apenas oito meses.

bomba.jpg

– Corinthians e McDonald’s

Nada de criticar a ação de responsabilidade social do Corinthians em divulgar a campanha do McDonald’s em prol das crianças com câncer, usando as meias do palhaço Ronald McDonald’s.

Tudo muito bom. Mas só uma coisa me incomoda: o dinheiro revertido é só o do lanche descontado os impostos. Se fosse o da batata e do refrigerante… as crianças teriam mais a sorrir!

Fica para uma próxima discussão: quem ganha mais na campanha do McDia Feliz? Mas aqui conversaremos em outra oportunidade. O importante, primeiramente, é combater o câncer infantil.

bomba.jpg

– A Prefeita Bonitinha mas Ordinária!

Lidiane Leite da Silva (PP) é a prefeita de Bom Jardim, interior do Maranhão. Jovem (somente 24 anos) ficou conhecida nacionalmente pela sua beleza e pelas suas publicações nas redes sociais. Entretanto, a Justiça descobriu que os contratos do paupérrimo município eram fechados sem licitação. Pior: houve superfaturamento até da Merenda Escolar, sendo calculados em R$ 900.000,00, segundo a Operação Éden da PF. Ela é considerada foragida pela Polícia.

Homem, mulher, belo (a), baixinho, gordo, velho, jovem… para ser corrupto, não existe perfil!

bomba.jpg

– 4a de Jogões pelo Brasil afora! Os árbitros darão conta?

Se o nível técnico dos jogos do futebol nacional está a desejar, ao menos, não se questione a emoção deles.

Pela Copa do Brasil, vários confrontos para deixar o aficcionado por futebol ligadaço na TV. Espero, sinceramente, que a arbitragem passe batida nos jogos. Cinco partidas que gostaria de assistir:

1- No Maracanã, teremos Vasco x Flamengo com Wilton Pereira Sampaio. O goiano da FIFA apitou semana passada Santos 2×0 Corinthians discretamente e já está escalado para Chapecoense x Corinthians na Rodada 21. Se o jogo não exigir, passará despercebido. Aliás, será que o Vasco tem chances de imitar o Palmeiras da última passagem do Felipão: ganhar a Copa do Brasil e ser rebaixado no Brasileirão no mesmo ano?

2- No Itaquerão, teremos Corinthians x Santos com Ricardo Marques Ribeiro. O mineiro da FIFA apitou semana passada Flamengo 0x1 Vasco e é o número 2 da CBF, sendo trabalhado juntamente com Sandro Meira Ricci para disputarem a vaga da arbitragem brasileira para a Copa do Mundo de 2018 na Rússia. Aqui, penso: se o jogo se tornar pegado, o Ricardo sente a pressão, já que tecnicamente não é lá essas coisas…

3- No Mineirão, teremos Cruzeiro x Palmeiras com Anderson Daronco. O gaúcho da FIFA fez uma arbitragem solta exageradamente no domingo passado no Flamengo 2×1 São Paulo, deixando o jogo correr demais e ignorando algumas faltas. Gosto da s suas atuações, mas não deve mudar o estilo só para ter “tempo de bola rolando”.

4- No Castelão, teremos Ceará x São Paulo com Pablo dos Santos Alves. O carioca que apitou pelo RJ, depois ES e hoje está locado na Federação Paraibana é jovem e experiente, embora não tenha conseguido chegar à indicação da FIFA, permanecendo bom tempo como aspirante. Gosta de deixar o jogo correr, embora algumas vezes eu tenha visto alguma dificuldade disciplinar. Mas nada de se preocupar.

5- No Novelli Júnior, teremos Ituano x Internacional com Marcelo de Lima Henrique, ex-FIFA carioca que hoje apita pela Federação Pernambucana. Bem rodado, sabe se posicionar em campo e deve fazer ótimo jogo.

Sobraram ainda os jovens árbitros paulistas Thiago Duarte Peixoto e Vinícius Furlan para Grêmio x Coritiba e Figueirense x Atlético, respectivamente. Não vejo grandes dificuldades para esses árbitros nas partidas que trabalharão. Já para Paysandu x Fluminense teremos Luís Teixeira Rosa, um gaúcho que não conheço; afinal, nunca apitou série A do Brasileirão.

Que seja uma grande rodada para a Copa do Brasil!

bomba.jpg

– Aposentados mais aliviados!

Não sei se deveria ter escrito “mais aliviados” ou “menos estressados”: o certo é que a proposta do Governo em pagar parceladamente o 13o Salário dos Aposentados fracassou. A segunda proposta, de 25% em um mês e outros 25% no outro, idem. Agora, em Setembro, haverá o pagamento da 1a parcela integralmente.

O que irrita é: as pessoa que decidiram isso (a Presidente, alguns Ministros e demais políticos) já receberam sua parcela do 13o em Julho!

Enquanto isso, comuns e mortais trabalhadores como nós…

bomba.jpg

– O que pensar sobre a Fosfoamina?

Pesquisador da USP que pesquisou o uso da Fosfoamina e publicou em 10 Revistas Especializadas de Oncologia afirma que tal substância cura o câncer. Entretanto, a ANVISA proibiu a distribuição de cápsulas dela.

Entenda os prós e contras do uso de fosfoetanolamina sintética:

Extraído do G1: http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/2015/08/pesquisador-acredita-que-substancia-desenvolvida-na-usp-cura-o-cancer.html

PESQUISADOR ACREDITA QUE SUBSTÂNCIA DESENVOLVIDA NA USP CURA O CÂNCER:

O pesquisador Gilberto Orivaldo Chierice, coordenador dos estudos com a fosfoetanolamina sintética na Universidade de São Paulo (USP), em São Carlos, concedeu uma entrevista sobre o composto, que ele acredita ser a cura para o câncer. “A fosfoamina está aí, à disposição, para quem quiser curar câncer”, disse o especialista.

Como mostrou o G1, a droga era fornecida gratuitamente em São Carlos (SP), mas uma portaria proibiu a distribuição até o registro junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pacientes que tinham conhecimento dos estudos entraram na Justiça para obter as cápsulas.

De acordo com Chierice, a substância, também conhecida como fosfoamina, não chegou ao mercado por “má vontade” das autoridades. Ele disse que procurou a Anvisa quatro vezes e foi informado que faltavam dados clínicos. “Essa é a alegação de todo mundo. Mas está cheio de remédios neste país que não têm dados clínicos”, desabafou.

Pediu então à agência um hospital público onde pudesse realizar novos testes – os pesquisadores afirmam que, nos anos 90, a substância foi testada em um hospital de Jaú -, mas contou que não obteve retorno.

A Anvisa, por sua vez, disse que não identificou um processo formal para a avaliação do produto em seus registros e que não houve por parte da instituição de pesquisa nenhuma iniciativa ou atitude prática no sentido de transformar o produto em um medicamento.

Ação
O professor aposentado explicou que, com a ingestão das cápsulas, as células cancerosas são mortas e o tumor desaparece entre seis e oito meses de tratamento. “Mas é evidente que um caso é diferente do outro”, afirmou, reforçando que o período pode variar de acordo com cada sistema imunológico.

Contou ainda como a substância age e afirmou que já há outro país interessado em fabricá-la. “Nós podemos ter que comprar esse medicamento a custo de mercado internacional porque já está começando a aborrecer ficar todo esse tempo tentando e não conseguir”, disparou na entrevista, reproduzida a seguir.

EPTV – Que substância é essa? 
É a combinação de uma substância muito comum, utilizada em muitos xampus de cabelo, chamada monoetanolamina, e o ácido fosfórico, que é um conservante de alimentos. A combinação dessas duas substâncias gera uma substância chamada fosfoetanolamina, que é um marcador de células diferenciadas, que são as consideradas células cancerosas.

EPTV – Como ela age no organismo?
Essa substância nós mesmos fabricamos dentro das células de músculo longo e no fígado, no retículo endoplasmático. Então, não podemos chamar de produto natural porque é sintetizado, mas o seu organismo já fabrica com o mesmo propósito: defender você durante todo o tempo da sua vida de células que se diferenciam.

EPTV – Na prática, essa substância reforça a que a gente já tem? Como ela age na célula cancerosa?
Primeiro, ela passa do trato digestivo para o sistema sanguíneo, vai até o fígado e forma uma reação junto com o ácido graxo. O que é esse ácido graxo? É a substância que vai alimentar o tumor. É a energia do tumor. E ela entra junto com essa substância dentro da célula. Quando ela entra, essa célula está relativamente parada, ou seja, a organela principal dela, chamada mitocôndria, está parada. Ela obriga a mitocôndria a trabalhar e, quando ela obriga, ela se denuncia para o sistema imunológico e a célula é liquidada, é a chamada apoptose (veja o processo no vídeo abaixo).

EPTV – A eficácia da substância foi mais evidente em algum tipo de tumor?
Os tumores têm células parecidas no seu mecanismo, chamadas de anaeróbicas. Células de tumor anaeróbico, todas elas cediam pela ação da fosfoamina.

EPTV – Não houve um tipo de tumor em que a eficácia foi maior?
Não é possível fazer essa medida porque, primeiro, nós não somos médicos. Teria que ter uma parceria com o médico para ele mostrar a eficácia de cada um. Isso nunca foi feito.

EPTV – Tem alguma contraindicação? A cápsula tem que ser ingerida antes de a pessoa fazer quimioterapia?
Não existe “antes” porque ela não funciona como coadjuvante. Se você detona o sistema imunológico da pessoa, os resultados não são bons porque a ação da fosfoamina necessita que o sistema imunológico esteja intacto. Se existir uma quimioterapia que não destrói o sistema imunológico, perfeito, pode ser combinado.

EPTV – O senhor tem uma ideia de quantas pessoas foram beneficiadas por essa substância nos últimos 20 anos?
Nos últimos tempos nós fazíamos cerca de 50 mil cápsulas por mês. Isso equivale, a 60 cada pessoa, a 800 pessoas ou próximo de mil pessoas por mês. Agora quantas pessoas foram beneficiadas eu não sou capaz de dizer porque muitas delas, que eram pacientes terminais, estão aí, vivas. Então não sei dizer quantas pessoas foram curadas.

EPTV – O senhor publicou esse estudo em diversas revistas científicas. Quantas no total?
Hoje eu suponho que há de nove a dez trabalhos nas melhores revistas de oncologia do mundo, que são revistas internacionais, junto com o pessoal do [Instituto] Butantan, e explicam o mecanismo de ação da fosfoamina.

EPTV – Houve interesse de outro país nessa fórmula. O que pode acontecer?
Nós podemos ter que comprar esse medicamento a custo de mercado internacional porque já está começando a aborrecer ficar todo esse tempo tentando e não conseguir, criam dificuldades que eu não sei explicar. Eu sou um homem de ciência de 25 anos, eu não sou nenhum amador e, por não ser amador, eu conheço os trâmites das coisas, como funciona. Se não for possível aqui, a melhor coisa é outro país fazer porque beneficiar pessoas não é por bandeira. A humanidade precisa de alguém que faça alguma coisa para curar os seus males.

EPTV – A cura do câncer existe?
Não só pela fosfoamina, deve existir por uma dezena de outras coisas, mas a fosfoamina está aí, à disposição, para quem quiser curar câncer.

EPTV – E por que a aprovação está demorando tanto? Por que a Anvisa está demorando tanto para liberar?
A razão é muito simples: eu acho que existe uma má vontade. Porque, se existisse boa vontade, isso já tinha sido aplicado em hospitais do governo, como dados experimentais, fase I, fase II, fase III, tudo isso já está pronto. Agora o que falta é dentro das normas da lei, os dados clínicos, assim me disseram na Anvisa todo esse tempo. Eu acho que existe uma má vontade.

EPTV – E, enquanto essa “má vontade” continuar, muita gente com a doença, e a cura está mais próxima do que muita gente imagina, não é?
É, eu penso que sim. A cura está bem mais perto. E se dissessem ainda que falta aprimorar alguma coisa, teria que ser aprimorado daqui para frente, não daqui para trás. Daqui para trás está tudo pronto.

EPTV – Essa substância é a cura do câncer?
Eu acredito que sim, eu acredito que sim. Não só essa como um monte delas que poderiam vir de derivados.

Entenda o caso
No dia 17, o G1 mostrou que pacientes com câncer brigam na Justiça para que a USP forneça cápsulas de fosfoetanolamina sintética. De acordo com usuários, familiares e advogados, a substância experimental acumula resultados satisfatórios no combate à doença, inclusive com relatos de cura, mas não possui registro junto à Anvisa e, por isso, só está sendo entregue por decisão judicial.

A droga, cuja cápsula é produzida por menos de R$ 0,10, levou ao surgimento de discussões na internet e um morador de Santa Catarina que a distribuía gratuitamente foi preso. Em entrevista ao G1, Carlos Kennedy Witthoeft afirma que está “com a consciência em paz”.

Durante uma visita a São Carlos (SP), ele contou como conheceu a fosfoetanolamina sintética, apontada por pesquisadores como um tratamento alternativo para o câncer, por que quis doá-la e o que aconteceu após ser preso e indiciado por falsificação de medicamento. “Não tem como mensurar o que a gente sentia a cada pessoa que vinha falar que estava curada”, disse.

  bomba.jpg

– A Agilidade de Dida aos 41 anos de idade

Ser profissional, é outro papo. Rogério Ceni, Zé Roberto e Dida são quarentões em alto nível. Afinal, se cuidaram como atletas. Vida regrada, sem bebedeiras ou polêmicas sociais que interferissem no dia-a-dia.

Viram o vídeo que viralizou de 30 segundos da agilidade do goleiro Dida? Foi divulgado pelo canal do Internacional-RS no YouTube. Sensacional. Abaixo:

– Manhã de Inspiração!

Passou a chuva, voltou o sol. E com ele, o belo amanhecer.

Já confessei outrora: as imagens da minha alvorada caipira me fazem ter inspiração. Como é bom morar ao pé da Serra da Ermida, com ar puro – torcendo para a especulação imobiliária não destruir tudo isso.

Ótima 4a feira aos amigos (essa foto é das 06h00).
bomba.jpg