– Parabéns, Centralina, por prender todos os vereadores corruptos da cidade!

A pequena Centralina, em Minas Gerais, deve ser exemplo para todo o Brasil: com base em denúncias, vereadores da base e da oposição foram todos para a cadeia por corrupção! Não sobrou ninguém no Legislativo Municipal.

Não dá para não questionar: o prefeito de lá é o único honesto?

Não dá para não questionar, parte 2: só lá a corrupção existe?

Extraído de: http://www.otempo.com.br/cmlink/hotsites/aparte/centralina-tem-todos-os-seus-vereadores-presos-1.1222486

CENTRALINA TEM TODOS OS SEUS VEREADORES PRESOS

Todos os nove vereadores da Câmara Municipal de Centralina, cidade de 10 mil habitantes localizada no Triângulo Mineiro, foram presos nos últimos dias por corrupção. Eles são investigados pelo Ministério Público de Minas Gerais desde o ano passado por conta da suspeita de terem desviado dinheiro público por meio de notas fiscais falsas.

Segundo o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), os nove parlamentares fraudaram notas fiscais para desviar valores referentes à verba indenizatória da Câmara.

O esquema, segundo o MP, reunia empresas-fantasma que “criavam” notas fiscais com gastos não existentes para os gabinetes parlamentares. Com a apresentação da nota, a Câmara restituía os valores ao vereador.

Na primeira fase da operação, ocorrida na semana passada, quatro vereadores foram presos. Todos renunciaram aos cargos em seguida. Entre os apreendidos estavam o presidente da Casa, vereador Eurípides Batista Ferreira (PROS), que também é presidente municipal do seu partido, o primeiro secretário da Câmara, Hélio Matias (PSL), e os parlamentares Carla Rúbia (SD) e Roneslei do Carmo Soares (PR). Eles ainda cumprem prisão domiciliar.

Nesta quinta, os vereadores Ismael Pereira Peres (PT), Rodrigo Lucas (SD), Wandriene Ferreira de Moura (PR), Sônia Martins de Medeiros Rosa (PP) e Cleison Vieira (PDT) também foram detidos.

O Ministério Público entrará com ação civil na Justiça por conta dos crimes de associação criminosa, peculato, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

bomba.jpg

– Torcedor prestigiou a Primeira Rodada da A2 ou não? Veja as bilheterias:

Quando eu era criança, a Divisão de Acesso sempre foi uma atração a parte no Campeonato Paulista. Neste ano, a A2 (equivalente da época) rebaixará 6 equipes e promoverá apenas 2 times.

Na 1a rodada, avalie se o público foi razoável ou não (repare que as equipes que subiram da A3 para a A2 levaram mais torcedores do que as demais):

1- Taubaté 5×1 Independente – 3.376 pagantes

2- Barretos 0x0 Portuguesa – 2.589 pagantes

3- Votuporanguense 0x0 Marilia – 2.498 pagantes

4 – Monte Azul 1×3 Guarani – 1.223 pagantes (com copo de cerveja arremessado contra a arbitragem no final de jogo).

5- Paulista 1×4 Bragantino – 1.181 pagantes (houve transmissão da SporTv)

6- Velo Clube 1×0 União Barbarense – 1125 pagantes

7- Rio Branco 0x4 Santo André – 756 pagantes

8- Batatais 0x0 São Caetano – 480 pagantes

9 – Atlético Sorocaba 0x2 Mirassol – 177 pagantes (transferido de Sorocaba para Indaiatuba)

10 – Juventus 1×0 PenapolenseRua Javari lotada, mas público não foi divulgado.

Aparentemente, os resultados da 1a Rodada mostram a tendência das previsões no papel: Guarani e Bragantino como favoritos ao acesso, embora, claro, só começou o torneio.

bomba.jpg

– O mundo em alerta pelo Zika Vírus

Todos estão assustados com o alastramento do Zika Vírus, originário de Uganda e que está se tornando global através dos inúmeros casos no Brasil.

Sobre o medo, a prevenção e o panorama, compartilho abaixo (extraído da Folha.com):

ZIKA PODE ATINGIR 1,5 MILHÃO DE PESSOAS NO BRASIL E 4 MILHÕES NAS AMÉRICAS, RELATA OMS

O avanço do zika levou a OMS (Organização Mundial da Saúde) a prever que até 4 milhões de pessoas poderão ser atingidas pelo vírus nas Américas neste ano, sendo 1,5 milhão somente no Brasil.

A estimativa foi divulgada nesta quinta (28) pela entidade, que também alertou para a “maneira explosiva” de propagação do zika e anunciou a convocação de um comitê de emergência para avaliar se a situação se constitui como “urgência de saúde pública de nível internacional”.

Transmitido pelo mosquito Aedes aegypti e com epicentro no Brasil, o zika é apontado como possível causa de 3.448 casos suspeitos de microcefalia (má-formação cerebral) em bebês no país e de outros 270 confirmados.

Ele também tem sido associado à expansão de uma síndrome rara (Guillain-Barré) que gera fraqueza muscular e pode levar à paralisia.

A projeção da OMS sobre a população que poderá ser atingida pelo zika no Brasil é semelhante ao total de casos de dengue -também transmitido pelo Aedes- registrado em 2016, quando a epidemia atingiu um recorde no país.

Ela é similar à avaliação do Ministério da Saúde e significaria o triplo de casos de zika estimados pelo governo em 2015 -baseada em projeção, devido à falta de exames, a pasta avaliou que cerca de 500 mil brasileiros tenham sido infectados pelo vírus.

NÍVEL DE ALERTA

Durante encontro em Genebra, a diretora-geral da OMS, Margareth Chan, destacou a explosão no avanço do zika nas Américas. “Atualmente, casos foram notificados em 23 países e territórios na região [de um total de 55]. O nível de alerta é extremamente alto”, afirmou.

Diante da gravidade da situação, Chan decidiu convocar um comitê de emergência em 1º de fevereiro. A organização afirma estar preocupada com “uma potencial disseminação internacional”.

A OMS teme a “associação provável da infecção com má formação congênita e síndromes neurológicas”, mas também “a falta de imunidade entre a população nas regiões infectadas” e a “falta de vacinas, tratamentos específicos e testes de diagnóstico rápidos”.

Segundo Chan, “a situação decorrente do El Niño [fenômeno climático particularmente poderoso desde 2015] deve fazer aumentar o número de mosquitos este ano”.

Como a dengue e o chikungunya, o vírus zika, cujo nome vem de uma floresta de Uganda onde foi identificado pela primeira vez em 1947, é transmitido através da picada do Aedes aegypti.

IMUNIDADE

A OMS já advertiu que o zika deverá atingir todo o continente americano, com exceção do Canadá e Chile.

O diretor do departamento de doenças transmissíveis da Opas/OMS (Organização Pan-Americana de Saúde), Marcos Espinal, afirmou no encontro que o vírus pode se espalhar fora das Américas.

Segundo Espinal, ele deverá chegar a todos os países onde há a presença do mosquito Aedes aegypti. “O zika irá onde o mosquito estiver”, disse. “A população das Américas nunca tinha sido exposta ao vírus, e por isso não tinha imunidade”, completou.

O diretor ressaltou que o zika é difícil de ser identificado, uma vez que não há ampla oferta de testes, e defendeu que, apesar das evidências da associação com a microcefalia, são necessárias mais provas para confirmar a causa do aumento de casos da má-formação nos bebês.

O representante da Opas/OMS afirmou que ainda não há como comparar o caso com o ebola -que foi alvo de emergência internacional decretada pela entidade em 2014. “[O zika] não é como o ebola. Ele precisa de um vetor. Se controlar esse vetor, é possível controlar a doença.”

Segundo Espinal, as ações devem ser tomadas pelos governos não só na área da saúde, mas com participação de gestores da educação e meio ambiente, por exemplo.

VACINA

A preocupação crescente com o avanço do zika levou o o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, a convocar assessores de saúde e segurança nacional e pedir pressa no desenvolvimento de uma vacina contra o vírus.

O governo brasileiro negocia com os americanos as pesquisas para isso, mas a expectativa é que demore ao menos quatro anos para viabilizá-la.

O vírus também levou os governos de diversos países e a União Europeia a recomendarem que mulheres considerem adiar viagens às cidades brasileiras e a outros países expostos pelo zika. Entre eles estão Estados Unidos, França, Reino Unido, Alemanha, Canadá e Austrália.

CZ4cRgGWQAAKjPl.jpg-large

– Futebol com Roteiro de Filme Épico: pênalti mal marcado com desfecho justo!

São por jogos (ou situações incríveis) como a do vídeo abaixo que o futebol é o esporte mais apaixonante (e alienante) do planeta!

Se fosse um filme, levaria nota 10 pelo roteiro: pênalti inexistente (veja e responda: força no empurrão ou simulação?), dupla defesa do goleiro (com pé e peito), contra-ataque mortal com golaço do adversário e emoção à flor da pele.

Vale assistir, apenas 2’57” (Inglaterra – Watford 3×1 Leicester, em 2013).

Em: https://www.youtube.com/watch?v=kJYtDPcd-fU

– Cerquilho e a lotérica mais sortuda do mundo!

Como explicar? Simplesmente “sorte” de um apostador comum?

Na Mega Sena da virada, há pouco menos de 1 mês, um sortudo acertou as 6 dezenas após fazer seu jogo em uma lotérica de Cerquilho, interior de SP. Só há duas lotéricas por lá…

Nesta última 5a feira, outro (será que outro mesmo?) sortudo acertou as 5 dezenas da Quina, tendo apostado no mesmo local.

De duas, uma: o universo conspirou a favor do apostador, ou alguém está fechando o jogo para lavar dinheiro, como certa vez vimos no episódio “Deputado João Alves e os anões do Congresso Nacional”, cujo protagonista teve a cara de pau em dizer que sua fortuna não era de dinheiro da corrupção, mas que tinha sido “agraciado por Deus e acertado 13 vezes na Loteria Esportiva”…

OPS: sem desconfiança sobre a lotérica, mas no apostador, é lógico!

bomba.jpg

– SCCP 1×0 XV de Piracicaba: Entendendo o Gol do Corinthians à Luz da Regra do Jogo

Para alguns, um jogador que estava impedido e aproveita uma sobra do ataque da sua equipe e faz o gol deve ser sancionado. É natural que isso aconteça, pois o que menos se lembrará no exato momento é o nascimento de uma nova jogada no mesmo lance de jogo e que pode ser impedimento mesmo ou não!

Confuso?

Sim, afinal as Regras do Futebol não são tão claras assim (ou bem explicadas) como se popularizou.

Vamos ao lance reclamado pelo XV de Piracicaba e que determinou a vitória do Corinthians em Itaquera:

A bola é lançada por Rodriguinho ao ataque do Corinthians. Romero está em posição de impedimento – mas só estará “impedido de fato” quando o árbitro atender ou não a sinalização do bandeira, se ele a fizer por entender que participou ativamente da jogada. Para que isso se concretize, Romero deve dominar a bola, o que não acontece, pois Elias vem em condição legal e participa da jogada. Este “participar de Elias” faz nascer uma nova situação comparativa de impedimento, mesmo estando ainda num mesmo lance de ataque.

REPITO: é um mesmo lance de ataque, mas com situação nova da jogada.

Elias avança e a linha da bola fica à frente de Romero (guarde esse momento para novas explicações), ele tenta o gol e na sequência há rebote do goleiro Bruno. Romero coloca para dentro do gol. E o gol é legal, pois quem está atrás da bola, agora, é Romero.

Para tirar a dúvida: Romero estava impedido passivamente num primeiro momento (não há o que discutir), e no segundo momento não está mais, pois nasceu uma nova situação do mesmo lance.

Lembram do “momento que pedi para guardar” logo acima? Vamos a ele: e se Elias domina a bola e a toca de lado imediatamente a Romero?

Também seria lance legal! Elias veio de trás, e estando do lado de Romero, poderia tabelar normalmente com ele, desde que no toque da bola ele estivesse na mesma linha.

Incrível a Regra, não? Já imaginaram um gol tabelado assim?

Sabe como seria invalidado esse gol? Se Elias não TOCASSE na bola quando fosse dividir com o goleiro, pois o domínio do lançamento seria concretizado por Romero, que estava anteriormente impedido e continuou impedido pois Elias não a dominou quando podia. O rebote do goleiro, naquele caso, não tiraria o impedimento pois Romero se aproveitou de um lançamento do seu companheiro Rodriguinho, não de uma sobra tocada por Elias.

Ops: Parabéns ao bandeira Miguel Cataneo que acertou esse lance explicado acima e também pela correta anulação do gol do XV de Piracicaba. São situações distintas: quando ocorre o 1o. cabeceio do jogador do XV nasce uma nova jogada, onde há outro piracicabano à frente da linha da bola. Cássio reboteia e a bola sobra para este, em posição de impedimento (já que rebote não tira impedimento de quem estava no lance).

bomba.jpg