– A Vida veio pelo Acaso? Desing Inteligente explica!

Impossível crer que uma complexa combinação química originou a vida, ao acaso.

Não há ninguém, alguém, uma força, algo, por trás?

Prefiro crer que sim: Deus.

Você já ouviu falar sobre Design Inteligente?

Compartilho a bela entrevista de alguém que entende do assunto: Marcos Eberlin, à Revista Origem & Destino.

Não o conhece e nem sabe o que é Design Inteligente? Então aprenda, o link está em: http://is.gd/C1YQHq

– Motoboys Paulistanos e as Novas Regras

A Revista Veja SP, Ed 49, ano 44, traz na matéria de Maurício Xavier, a discussão da nova regulamentação dos motoboys na capital paulista.

A idéia é que os 150.000 motociclistas que executam tal trabalho estejam seguros e não provoquem reclamações dos motoristas de carros. Propõe-se: capacetes com faixas refletoras, coletes específicos, baús com 70 cm X 60 cm, e pintura de todas as motos na cor branca.

Hoje, a idade de um motoboy varia entre 25 e 35 anos; eles trabalham 8 horas por dia, usam CG 125 cc, percorrem até 350 km/dia e ganham, em média, R$ 850,00.

E aí, gostam da proposta? Deixe seu comentário:

– Você sabe o que come? Cerca de 1/3 dos Vegetais do Brasil estão com produtos químicos proibidos

Produtos líderes em agrotóxicos irregulares no Brasil: o Pimentão contém 92%, Morango e Pepino com 63% – e que podem provocar câncer!

Matéria da Folha de São Paulo: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1017638-agrotoxico-irregular-aparece-em-28-dos-vegetais-no-brasil.shtml

AGROTÓXICO IRREGULAR APARECE EM 28% DOS VEGETAIS DO BRASIL

por Vanessa Correa

Quase um terço dos vegetais mais consumidos pelos brasileiros apresentam resíduos de agrotóxicos em níveis inaceitáveis, de acordo com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Das amostras de alimentos analisadas pela agência, referentes ao ano de 2010, 28% apresentaram ou limites acima do recomendável ou substâncias não aprovadas para o produto –um agrotóxico recomendado para o cultivo de eucalipto usado numa lavoura de tomate, por exemplo.

O campeão de irregularidades é o pimentão –92% das amostras analisadas foram consideradas insatisfatórias no relatório do Para (Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos, da Anvisa). Há dois anos, esse índice era de 65%.

Os outros dois alimentos mais problemáticos são o morango e o pepino, com 63% e 57% de amostras com mais agrotóxicos do que o permitido, respectivamente.

Foram analisadas 2488 amostras em todos os Estados e no Distrito Federal, exceto São Paulo, que não quis participar da avaliação.

Segundo José Agenor Álvares da Silva, diretor da Anvisa, o problema de resíduos químicos em alimentos pode estar relacionado ao custo dos agrotóxicos. Os pequenos produtores, diz ele, acabam comprando produtos baratos, mas inadequados para um determinado cultivo. (…)

A ingestão de comida com excesso de agrotóxicos de forma prolongada pode causar câncer, problemas neurológicos e malformação fetal.