– Até tu, Popov? Os ídolos de barros!

Lembram do incrível nadador Alexander Popov, o último grande campeão antes do extraterrestre Michael Phelps?

Ou do mega campeão do salto com vara, Sergey Bubka, o ucraniano que sempre vencia?

Pois bem: há pouco, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, em depoimento ao juiz Marcelo Bretas, começou a revelar os ídolos esportivos que receberam propina para votarem na cidade do Rio de Janeiro para ser a cidade-sede dos Jogos Olímpicos em 2016! No depoimento, recordou as artimanhas e gastanças para a campanha vitoriosa do Brasil. Na época, lembre-se a tríade entusiasta das autoridades que era formada pelas 3 esferas: por ele, Cabral, que era o governador; Eduardo Paes, o prefeito; Lula, o presidente.

Extraído de: https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2019/07/04/lava-jato-cabral-admite-compra-de-votos-para-realizacao-da-olimpiada-no-rj.htm

e: https://olharolimpico.blogosfera.uol.com.br/2019/07/04/quem-sao-os-campeoes-olimpicos-a-quem-cabral-diz-ter-pago-propina/?

Aqui, repito: amo esportes e principalmente futebol, mas nunca quis Copa do Mundo ou Olimpíadas no Brasil. Olha só quanto dinheiro foi desviado (era óbvio que isso aconteceria) e qual o legado ficou…

CABRAL ADMITE COMPRA DE VOTOS PARA A RIO 2016

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (MDB) afirmou hoje em depoimento ao juiz federal Marcelo Bretas –responsável pelas ações em primeira instância da Lava Jato no Rio– que intermediou a compra de votos junto a membros do COI (Comitê Olímpico Internacional) para que o Rio de Janeiro pudesse sediar os Jogos Olímpicos de 2016. De acordo com o ex-governador, entre os votos comprados está o do nadador Alexander Popov, quatro vezes medalhista olímpico.

De acordo com Cabral, nove dos 95 membros votantes foram comprados ao todo por US$ 2 milhões. O depósito teria sido feito no exterior, no ano de 2008, pelo empresário Arthur Soares –conhecido como Rei Arthur, devido ao fato de ser o maior fornecedor de mão de obra do estado– ao presidente da Federação Internacional de Atletismo, Lamine Diack, que distribuiria o dinheiro aos membros comprados. Cabral e Soares –o empresário está foragido– são réus no processo oriundo da Operação Unfair Play, desdobramento da Lava Jato no Rio (continua nos links acima)

Resultado de imagem para Cabral Paes Lula

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.