– Ninguém explica os Gastos com Cartão Corporativo?

Os cartões corporativos do Governo Federal existem para pequenos gastos rotineiros, que teoricamente não precisariam ser justificados, pois os valores pequenos são do dia-a-dia. Uma medida prática, livrando da burocracia, e, muitas vezes, fugindo do controle.

Mas o que dizer de gasto anual de quase 60 milhões de reais? Dá quase R$ 164.000,00 / dia!

Ninguém vai explicar? Para onde foi esse dinheiro? No que foi gasto?

imgres.jpg

– A Renúncia de Papa Bento XVI: quem o sucederá?

E o Papa Bento XVI anunciou que renunciará ao cargo de Chefe da Igreja Católica. Permanecerá no cargo até as 20h do dia 28 de fevereiro. O motivo é a saúde, afinal, aos 85 anos, demostra claramente que não tem o mesmo vigor de quando assumiu – embora, fosse esperado que seu papado fosse curto, justamente por isso.

Desde Gregório XII, em 1415, um Papa não renuncia. E agora fica a dúvida: quem será escolhido pelo conclave que ocorrerá em breve?

Tomara que a fumaça branca, sinal do consenso dos cardeais que escolherão o sucessor de Joseph Ratzinger à luz do Espírito Santo, sopre a favor da América Latina.

Palpitaço: o cardeal brasileiro Dom Cláudio Hummes! Seria ele Bento XVII ou João Paulo III?

Que Deus ilumine a Igreja, e que os participantes da Jornada Mundial da Juventude, que será realizada aqui no Rio de Janeiro, possam estar em comunhão com o novo Pontíficie.

imgres.jpg

– Neymar e o chororô do Peixe contra o Galo

As queixas de Neymar a fim de justificar a derrota do Santos contra o Paulista, na partida disputada ontem pelo Estadual (Santos 1 x 3 Paulista) pegaram mal.

A vitória do Tricolor Jundiaiense era zebra, se comparado o elenco do Galo com o do time da Vila Belmiro, levando em conta ainda a campanha e o fato do jogo ser no Pacaembu.

Como diria o jornalista Fernando Sampaio, “nem sempre o favorito ganha no futebol“. Felizmente para nós de Jundiaí, isso ocorreu em São Paulo!

O ataque que estava em jejum nos últimos jogos funcionou. A defesa, que assusta cardíacos, esteve impecável. E, claro, o Santos não jogou nada.

Após o jogo, Neymar declarou que a chuva e o domingo de Carnaval atrapalharam sua equipe. Ora, se fosse no sábado, seria diferente? Ganha (entre salário e patrocínio) quase R$ 3 milhões e ainda reclama de trabalhar?

Enfim: uma partida de futebol é disputada por duas equipes. Não era domingo de Carnaval também para o Paulista FC?

Sobre a chuva e o gramado encharcado, sejamos justos: realmente uma equipe melhor tecnicamente é prejudicada, pois o piso ruim nivela as equipes para baixo.

O certo é que ficou feio para o santista, que deveria reconhecer os méritos do adversário e se calar na questão da data festiva. A propósito, pior ainda foi Muricy Ramalho, que, mesmo reconhecendo o sucesso do Galo da Japi, tratou muito mal (muito mesmo) uma jornalista durante sua entrevista – o que é típico dele!

Parabéns, Paulista FC. Tomara que embale no campeonato.

imgres.jpg

foto: igoresportes.blogspot.com

– Valeu, dona CPFL!

Coisas que dão raiva. No sentido pleno da palavra…

A CPFL, no final do ano, às vésperas de dia de movimento, cortou a energia elétrica da minha avenida para “manutenção”. Sem avisar os comerciantes, sem prévio aviso na conta de luz, sem respeito aos consumidores. O prejuízo ao meu Posto de Combustível, ao Depósito de Material de Construção, ao Salão de Cabeleireiro, à Padaria e aos demais, foi grande!

Na última 6a feira, na saída dos foliões que iriam passear no Feriado emendado de Carnaval, não é que a CPFL novamente – sem avisar os comerciantes, sem prévio aviso na conta de luz, sem respeito aos consumidores – cortou a energia para mexer em alguns postes?

Não tem dia e horário mais adequado? Justo no 5o dia útil, 6a feira, às vésperas de um feriado? É maltratar o comerciante mesmo.

O problema é que reclamei por 3 vezes com a empresa. A 1a justificativa é que não tinha informação de falta de energia ou serviço sendo realizado. A 2a justificativa é que era um serviço programado, com os consumidores sendo avisados anteriormente. A 3a justificativa foi de que era obra emergencial!

Todas as informações desencontradas eram mentirosas. Veja nessas fotos se algum poste iria cair (como foi dito):

385389_530218143685519_118432114_n.jpg

Além de não ser emergencial, em data e horário inoportuno, deixaram um serviço porco, mal feito, com a fiação toda de qualquer jeito. Veja:

541616_530218110352189_676891784_n.jpg

307316_530218173685516_1621815479_n.jpg

Aí fica a indignação: aqui, além de ação desnecessária e não-emergencial, atrapalhou e trouxe prejuízos de 4 horas do dia aos comerciantes. Mas na mesma via (Avenida Reynaldo Porcari), no número 439, há um poste de madeira caindo, com cupim, escorado em madeira e pedras, cujo pedido de troca foi feito há 6 meses pelo morador do local, temeroso que ele caia em sua propriedade. Esse serviço – que deveria ser emergencial – ainda não foi feito!!!

Cadê uma resposta convincente da CPFL?