– Quem pesquisa mais no Brasil? As Universidades Privadas ou Públicas?

Eu pensei que era um equívoco, mas não: o presidente Jair Bolsonaro disse que as universidades brasileiras pesquisam pouco, e quem faz pesquisa, normalmente, são as privadas!

Ledo engano!

Um terço das pesquisas do país são das públicas Unicamp, Usp e Unesp. Aliás, a Universidade Estadual de Campinas tem os pesquisadores mais produtivos do Brasil.

Compartilho o artigo completo no link em (abaixo, figura da parte da publicação): https://www1.folha.uol.com.br/amp/opiniao/2019/04/sim-as-universidades-publicas-fazem-pesquisas.shtml

IMG_4281

Anúncios

– Transfobia a quem é Anti- antropocêntrico?

Uma verdadeira loucura entender isso:

A transexual Duda Salabert, ex-PSOL, que saiu brigada do partido por se sentir usada pela sua condição sexual, foi convidada pelo PDT de Ciro Gomes. Mas Ciro, que deu declarações anti-semitistas nessa semana (irritou os judeus com isso), que está sendo processado de racismo pelo vereador paulistano Fernando Holliday após ter sido chamado de “capitãozinho-do-mato”, seria um parceiro ideal?

Tudo maluco. Depois de escrever isso, leio ainda que Duda Salabert, que é professora, alegou que se sentiu incomodada por que o partido tem visão excessivamente antropocêntrica (pensando no ser humano) e não dá o devido respeito aos animais (para ela, os animais têm os mesmos direitos dos homens).

Enfim: é muito confuso tudo isso pra mim, respeitosamente falando. A vida das pessoas – gays, eterno, brancos, negros, e de outras características – é muito mais importante que qualquer outra coisa. Aliás, só existe uma raça: a humana!

Abaixo, sobre a polêmica saída da ex-candidata ao Senado, em: https://oglobo.globo.com/celina/primeira-trans-disputar-vaga-ao-senado-duda-salabert-deixa-psol-acusa-partido-de-transfobia-estrutural-23615537

PRIMEIRA TRANS A DISPUTAR DO SENADO DEIXA PSOL ALEGANDO “TRANSFOBIA ESTRUTURAL”

Por Rayanderson Guerra

Duda Salabert diz que o partido a isolou politicamente; Ciro Gomes já teria demonstrado interesse na filiação da professora ao PDT.

A primeira candidata transexual a uma vaga ao Senado , a professora Duda Salabert, de 37 anos, anunciou a desfiliação do PSOL — partido que disputou as eleições em 2018, em Minas Gerais — e acusou o partido de “transfobia estrutural”. Ao GLOBO, Duda diz que a legenda a isolou politicamente, não demonstrou interesse em sua permanência e que a desfiliação teria servido como um “cala a boca” do partido.

— Desde o fim da eleição no ano passado tenho tentado uma ponte com o partido, que me isolou politicamente. Não percebi nenhuma tentativa do partido em me manter como quadro e nenhuma manifestação da Executiva Nacional ou do estado. Me pareceu que minha desfiliação fo ium “cala a boca” dentro da legenda — contou Duda, que disse ainda que a expulsão da ativista Indianara Siqueira, suplente a veredadora no Rio, teria sido a ponta do iceberg.

Segundo a ex-candidata ao Senado, além da expulsão, a luta de Indianara teria sido crimininalizada pelo partido.

— Além dela ser expulsa, a luta dela foi exposta e criminalizada. Criminalizaram a luta dela por moradia e impediram que ela disputasse a eleição no ano passado. Se o partido divulgar a média dos valores investidos em candidaturas trans e compararmos a média das candidaturas não trans fica clara a transfobia. O valor é ínfimo.

Duda diz que o candidato derrotado pelo PDT à Presidência, Ciro Gomes, a convidou a ingressar no partido, mas que no momento ainda analisa as opções e que pretende focar em seus “projetos de luta social”. Ela no entanto não descartou uma candidura à Prefeitura de Belo Horizonte.

Nas redes sociais, Duda diz que o partido se apropria da luta e da identidade trans para privilegiar figuras e candidaturas já privilegiadas. Ambientalista e defensora dos animais, ela acusa o partido ainda de colocar a causa animal em segundo plano.

“Deixo o PSOL por não concordar com a perspectiva antropocêntrica que estrutura o partido. Enquanto vegana, ambientalista e defensora dos direitos dos animais, não posso aceitar que a luta para difundir o respeito às vidas de todos animais fique em segundo plano. Deixo o PSOL também por não concordar com algumas diretrizes internas do partido”, afirma.

Duda diz ainda que a desfiliação ocorreu não por causa das pessoas que integram o partido, “mas à estrutura partidária”.

“Anuncio minha desfiliação do PSOL. Deixo o partido, mas continuo meu ativismo por uma sociedade mais justa, mais igualitária e mais democrática. Mantenho vivo também o projeto de colocar no protagonismo político as bandeiras da Educação, do Meio Ambiente e da Diversidade (…) Sigamos em luta, não mais na mesma organização, por um mundo sem desigualdades sociais. A utopia segue viva!”, escreveu.

Em nota, o diretório do partido em Minas Gerais diz que lamenta a desfiliação de Duda, anuncio que receberam com “tristeza”. O PSOL diz que reconhe falhas na estrutura e na pedagogia da legenda.

“Com muita tristeza recebemos hoje a notícia do pedido de desfiliação da companheira Duda Salabert, que com muito orgulho nos representou na candidatura para o senado de MG. A luta por um mundo sem opressão é coletiva e isso nos exige humildade para reconhecer falhas e pedagogia para corrigi-las visto que estamos em constante evolução”.

O partido reafirma, ainda, a luta por “um mundo sem machismo, rascismo, LGBT+fobia e a transfobia, e o enfrentamento dessas práticas seja no interior de nosso partido, ou em toda sociedade”.

Duda conseguiu 351.874 mil votos no estado, a maior votação do partido em Minas, mas não foi eleita.

Duda Salaber anuncia desfiliação do PSOL e acusa partido de

– O BioCarvão das Terras Indígenas

Em tempos de pesquisas sobre novos recursos energéticos ecologicamente corretos, da Amazônia vem a grande “sensação” entre cientistas americanos: o biocarvão utilizado em terras indígenas.

Extraído de: http://revistadasemana.abril.com.br/edicoes/86/ambiente/materia_ambiente_468369.shtml

BIOCARVÃO NO COMBATE AO AQUECIMENTO GLOBAL

Os Estados Unidos – e alguns outros países – “descobriram” uma técnica ancestral, a terra preta dos índios. Produto da ocupação humana na Amazônia há milhares de anos, onde detritos orgânicos e restos de fogueira conferem fertilidade ao solo normalmente argiloso da floresta, foi rebatizada de biocarvão, ou biochar, do inglês biological charcoal, para ficar mais internacional. “Tornou-se o último grito da moda contra o aquecimento global”, escreve Marcelo Leite, colunista de ciência da Folha de S.Paulo.

O biocarvão é feito de resíduos orgânicos, ou biomassa, como madeira, plantas e até adubo de galinha, queimados pelo processo conhecido como pirólise – temperaturas superiores a 400ºC, com pouco ou nenhum oxigênio. Além de aumentar a produtividade agrícola quando misturado ao solo, o biocarvão pode ajudar a resgatar dióxido de carbono (CO2) da atmosfera e fornecer energia. Quando morrem, as plantas liberam CO2 que absorveram novamente no ambiente, mas a pirólise retém de 20% a 50% desse carbono.

Os gases produzidos durante o processo de queima podem ser usados como combustível. É o “ouro negro” da agricultura, afirmam cientistas ouvidos pela CNN.

Imagem relacionada

– LDU 2×1 Flamengo e o gol de Bruno Henrique

Dúvida no comentário! 

Viram o gol de Bruno Henrique, do Flamengo, contra a LDU?

Pois bem: a bola bateu / resvalou despretensiosamente em seu braço / mão. Hoje, isso é válido. A partir das novas mudanças da Regra, não.

Carlos Eugênio Simon, na Fox Sports, comentou isso com perfeição, concordando com o que escrevi acima: o gol foi legal. Já Sandro Meira Ricci, na TV Globo, foi diferente, dizendo que o atleta tirou proveito e o gol ilegal. Respeito a interpretação dele, mas discordo.

Eu já havia discordado do Ricci no Palmeiras x Sao Paulo (clique aqui: https://wp.me/p4RTuC-n1a); entendo que trabalhar como comentarista é algo novo em sua vida e vai se adaptando aos poucos. Mas há de se tomar certos cuidados com a atenção a esses detalhes, pois a massa que escuta (e pode ser influenciada) é grande.

Insisto no que já escrevi: boa sorte ao ex-árbitro da FIFA Sandro Ricci, mas discordo dessas duas situações pontuadas. 

Resultado de imagem para Flamengo

– Frejat: de bestial a besta

Bestial o trabalho musical de Frejat, líder da banda Barão Vermelho, mesmo quando era coadjuvante do Cazuza.

Bestial a declaração dada, à revista Isto É, sobre a necessidade de estudar a Política no Brasil, separando a demagogia e democracia.

Besta a afirmação pública de que usar drogas nunca o levou a nenhuma experiência negativa, só boas! E que só não faz uso delas hoje devido a idade.

Besta a opinião (embora respeitável) de que São Paulo é que atrapalha politica e administrativamente o desenvolver do país.

De besta e bestial, todos temos um pouco. Ôpa! Alguns tem mais…

Resultado de imagem para frejat

– #tbt: O Pavão e a Nenê!

A fotografia nos permite imagens incríveis. Num restaurante campestre, flagramos fazendo pose esse pavão branco. Parece que a ave parou para tirar foto conosco.

Sempre achei engraçado não as penas abertas, mas a coroa / topete que ostenta! Veja só que beleza:

No mesmo restaurante, no parquinho, minha caçula e seu cabelo “espiga de milho” resolveram brincar no escorregador. Se a Xuxinha dela já fica gozada como a coroa do pavão acima, imagine com a eletricidade estática dos brinquedos arrepiando o cabelinho na lateral:

Taí a graça de fotografar: registrar momentos diferentes e ao mesmo tempo relacionados! Um passatempo barato e divertido!

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– Adorar o Cordeiro Imolado

Todas as 5as feiras, na Igreja Católica, são dedicadas à Adoração ao Santíssimo Sacramento – o Corpo de Cristo, Jesus Eucarístico, Pão dos Anjos e Alimento da Alma.

Já fez sua prece hoje e/ou reservou um momento para seu lado espiritual?

🙏🏻#Catolicismo #Eucaristia #Fé #Espiritualidade #Santidade

 

– Pétalas em Hastaghs (sem filtros).

🌼 Como hoje o dia está leve nos meus compromissos, uma postagem também “light” e bela para os olhos: as #flores do nosso #jardim, para alegrar e embelezar nosso dia! Afinal, a #jardinagem é nosso #lazer barato e inspirador.

🌹 #flor #flowers #flower #pétalas #garden #natureza #nature #flora #photography #fotografia

#FOTOGRAFIAéNOSSOHobby