– Programa “Acolha um Quarto, Conforte Vidas” é uma esperança para o Hospital São Vicente!

Quando a iniciativa é boa, deve ser elogiada e servir de modelo. Todos sabem por exemplo, das dificuldades de manutenção do Hospital de Caridade São Vicente, em Jundiaí. Se é difícil manter um bom atendimento, quiçá ter dinheiro para as reformas estruturais.

O fato é que empresas estabelecidas na cidade reformarão leitos do hospital. O “pool” de organizações se dividirá em ajudar parte-a-parte na melhora da instituição de saúde. Elas devem ser louvadas por tal ação de responsabilidade social!

Ufa, enfim uma boa notícia para o jundiaiense.

Extraído de: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2019/03/29/acolha-um-quarto-conforte-vidas-vai-revitalizar-72-quartos-do-sao-vicente/

“ACOLHA UM QUARTO, CONFORTE VIDAS” REVITALIZARÁ 72 LEITOS DO SÃO VICENTE 

Lançado nesta sexta-feira (29), no Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), o projeto “Acolha um Quarto, Conforte Vidas” tem a proposta de transformar 72 quartos do Hospital São Vicente (HSV) em espaços mais acolhedores, modernos e humanizados para os pacientes. A iniciativa foi apresentada pelo prefeito Luiz Fernando Machado e pelo superintendente do HSV, Matheus Gomes, juntamente com o bispo diocesano da Diocese de Jundiaí, Dom Vicente Costa e Sociedade de São Vicente de Paulo, para uma plateia de empresários interessados em colaborar com a revitalização do único equipamento hospitalar de alta complexidade e referência em cardiologia, neurologia, ortopedia e oncologia da região de Jundiaí.

“Temos um hospital que conta com a melhor equipe técnica disponível. Quem atende aqui, atende nos hospitais particulares de São Paulo, como Sírio Libanês e Albert Einstein. É papel da prefeitura mobilizar a sociedade para uma parceria direcionada à melhoria do equipamento, que é centenário e referência para toda uma região em alta complexidade. É com grande satisfação que percebemos a mobilização da iniciativa privada interessada em contribuir para a construção de espaços mais acolhedores para quem precisa do hospital”, ressaltou o prefeito.

A intenção do projeto, articulado pelo HSV e Rede Jundiaí de Cooperação, em parceria com segmentos da sociedade, é modernizar os quartos e respectivos banheiros do HSV, estabelecendo uma padronização por meio da troca de portas, pisos, azulejos, revestimentos, pintura, cortinas, itens para banheiro, iluminação, mobiliário, ar-condicionado e kit leito (cama elétrica, régua multifuncional, poltrona de acompanhante, divisória e bandeja de refeição), além de pequenas intervenções. Os projetos arquitetônicos foram as primeiras doações recebidas pela iniciativa e elaborados por 10 arquitetas de Jundiaí do grupo ‘Um Tijolo por Dia’, que acompanhará os trabalhos. Paula Cereser, uma das arquitetas envolvidas, afirma que o trabalho é detalhado. “O hospital tem muitos modelos de quartos diferentes. Conseguimos adequar um projeto bonito, com custo acessível e digno para o atendimento de excelência”, argumentou.

A revitalização dos ambientes será colocada em prática a partir da adoção de quartos ou compra de cotas por pessoas físicas, grupos e empresas. As doações serão feitas diretamente numa conta do HSV vinculada ao projeto e haverá prestação de contas das mesmas. Todas as informações podem ser consultadas no Regulamento no site: http://www.hsvicente.org.br. A revitalização se dará de maneira gradual, respeitando as Normas Regulamentadoras do Ministério da Saúde. As entregas ocorrerão conforme o término das obras, com duração de 12 meses.

Diferentes setores do hospital receberão as intervenções. Serão eles: Clínica Feminina (13 quartos), Clínica Masculina (14 quartos), Clínica Cirúrgica 1 (15 quartos), Clínica Cirúrgica 2 (5 quartos), Clínica Ortopedia (9 quartos), Clínica Mista (9 quartos) e Pronto-Socorro Adulto (7 quartos). Cada modelo de quarto tem um custo estipulado para a reforma, variando de R$ 36,5 mil até R$ 409,5 mil, conforme a quantidade de leitos existentes em cada. Além da adoção dos quartos completos, é possível doar por meio de cotas de R$ 25 mil (cota Pulmão) e R$ 50 (cota Coração) para pessoas jurídicas e R$ 3 mil para pessoas físicas (cota Anjo)

Parceiros
O caráter social do projeto já tem a adesão de parceiros doadores, como a Roca Metais e Louças, representada por Maria Lúcia Besson, que doou todos os pisos e revestimentos para os 72 banheiros além dos metais e louças para 36 banheiros. “É um projeto para o bem de toda a população. Nesta hora não existe concorrência no mercado. Por isso, conversamos com a Deca e eles também doarão outros 36 banheiros (metais e louças)”, comentou. Além desta empresa, a Duratex também se comprometeu em doar painéis em MDF e a Astra doará acessórios para 72 banheiros

Logo após a apresentação ao empresariado, Guilherme Rodrigues da Cunha, diretor de Ação Social do Tauste Supermercados, anunciou a doação do custo para a reforma de três quartos completos. Ainda não instalada na cidade, mas com terreno adquirido e interesse na localização, a empresa Evasola também se comprometeu a doar o valor referente à reforma e adequação de um quarto.

Dados
No ano passado, a Prefeitura de Jundiaí aportou R$ 160 milhões ao HSV a partir dos convênios firmados. O custo total do complexo foi de R$ 200 milhões para o atendimento de 23 mil pessoas por mês, realização de 7 mil cirurgias/ano e manutenção do corpo técnico formado por 246 médicos e 1,7 mil funcionários. “O São Vicente é mais que o hospital de referência para atendimento em alta complexidade para toda a região de Saúde de Jundiaí. Guarda a história centenária de uma população sem deixar de lado a inovação, com índices cada vez mais expressivos na qualidade no atendimento – 85% de satisfação entre os usuários – e resolutividade – mais resolutivo de todo o Estado (95%). A melhoria na estrutura garantirá maior conforto para os atendidos”, comentou Matheus Gomes.

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ

Anúncios

– Temos sorteio mesmo?

Sorteio da Federação Paulista de Futebol para a 1a Rodada da 2a divisão – aconteceu ontem, e a relação, segundo o site, foi atualizado nesta 5a feira, dia 04 às 18h11: apitará Pietro Dimitrof Stefanelli.

Repararam o seguinte: temos o árbitro às 15h46 (vide o print abaixo), mas foi atualizada às 18h11? Ops: tempo futuro!

E querem que eu acredite que há sorteio… se nem na 1a divisão ele é confiável, imagine na 4a!

Daqui há pouco atualizo com os bandeiras.

Captura de Tela 2019-04-04 às 15.46.45Atualização: Pietro Dimitrof Stefanelli tem 29 anos de idade e 7 anos de carreira, embora só tenha apitado jogos profissionais a partir de 2018 (2 partidas do Sub 23 da série B). Em 2017, apitava Sub 11! Neste ano de 2019 teve a grande chance de apitar 3 jogos da série A3. Em janeiro, apitou o jogo entre Atlético Mineiro x Água Santa pela Copa São Paulo, na sede de Diadema, no qual teve notoriedade pelo raio que caiu durante a partida e que teve como consequência o desmaio pela descarga elétrica do zagueiro Henrique.

– Pagamos o Imposto de Renda para o Governo rasgar nosso dinheiro?

Divulgado nessa semana que o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) registrou um prejuízo de R$ 4,4 bilhões no balanço financeiro de 2018, referente ao risco de calote dos empréstimos feitos à Venezuela, Cuba e Moçambique, devido ao atraso nos pagamentos e dificuldade de recebimento dos iniciais R$ 2,3 bi emprestados.

Eu não sabia e fiquei horrorizado: o fiador desse dinheiro é o próprio Governo do Brasil! Isso significa que se o BNDES não receber das nações-caloteiras (e não vai receber, pois sabidamente estão com as calças na mão), quem paga é o próprio Tesouro Nacional!

Quer dizer que eu e você pagamos suados nossos impostos (em especial nessa época em que choramos na declaração de IRPF) para dar dinheiro a esses caras?

Honestamente, não é possível fazer tal negócio. Só se já foi com a intenção de algum prejuízo esperado, repartindo as verbas de quem contraiu empréstimo com quem mandou emprestar.

Tem que PRENDER quem permitiu isso. E se já estiver preso, “prender de novo”! É muita sacanagem…

Resultado de imagem para BNDES

– Chega de chiadeira, não Verdão?

Algumas vezes com razão, outras somente por pressão: a verdade que reclamar da arbitragem se tornou um hábito para o Palmeiras.

Ora, duas coisas que se fazem importantes em serem ditas:

1. Se o Campeonato Paulista é “Paulistinha”, como Maurício Galliotte vem dizendo, que se poupe o profissional jogando com o time sub 20, ou nem se dispute. Se for campeão e comemorar o título, não significará que é Paulistinha.

2. Só agora tive ciência que a única agremiação que recusou as orientações do árbitro de vídeo por parte da FPF foi o Palmeiras. Ôpa! Reclama do VAR mas nem quis saber como funcionaria?

Para se ter razão nas queixas, há de ser coerente na conduta. E a direção do time parece não estar sendo…

Imagem relacionada

– Dumbo é sensacional

Quando eu era pequeno, assisti o desenho animado Dumbo “original da Disney”. Que filme triste, cheio de bulling, chatinho…

Minha filha mais velha queria assistir o live-action que estreou dias atrás do Dumbo. Eu fui somente por ela, e… Espetacular!

Uma história infantil bonita, com vilões e mocinhos, extremamente bem feito. Visual de belas paisagens, cores e o mundo do circo. Sem contar, é claro, da linda trama que se transformou o antigo desenho em filme.

Quem tem criança, vale a pena ir. Diversão garantida.

Imagem relacionada

Ops: minha Marininha adorou:

bomba.jpg

– Por quê, Gabriel? Por quê, torcedor flamenguista? Por quê, Policial? Sobre Flamengo 0x1 Peñarol

Gabriel Barbosa deu um carrinho violentíssimo em seu adversário uruguaio Rojo nesta 4a feira, no jogo contra o Peñarol, valendo pela Libertadores da América. Não visou a bola, foi truculento mesmo, “a la Felipe Melo”. Mereceu ser expulso pelo árbitro argentino Patricio Lostau. Indiscutível questionar o correto rigor.

Muitos torcedores, depois da derrota, criticaram o treinador Abel Braga. Seria ele realmente culpado? O time fica com um a menos e se credita a derrota para ele? Não acho justo.

E a briga fora do Maracanã? Flagrou-se um torcedor uruguaio apanhando de torcedores flamenguistas, sendo chutado covardemente no chão AO LADO DA VIATURA e um policial somente observando tranquilamente (esse vídeo está rodando pela Internet).

É por essas coisas que o futebol está chato: jogadores pilhados, torcedores impacientes e violência imperando…

Resultado de imagem para Libertadores, arbitragem para flamengo penarol

– Ser Inteligente e Frio não é bom na Administração de Empresas.

Leio interessante artigo do psicoterapeuta George Vittorio Szenészi, em entrevista à Cilene Pereira na Revista IstoÉ, Ed 2173, pg7-9. Ele fala sobre a importância de “ser inteligente num mundo corporativo onde administrar as relações humanas é cada vez mais fundamental”.

E, na preocupação em administrar sentimentos, vem uma colocação interessante:

Inteligência sem emoção não funciona”.

Taí. Essa afirmação serve como reflexão para muitos gestores espertalhões que têm o coração duro. Administrar sentimentos pode ser tão importante quanto números em empresas.

bomba.jpg

– Uma ótima 5a feira para todos nós! Em 5 cliques:

Bom dia aos amigos e conhecidos. E aos não listados também!

Acordei bem disposto a recuperar o peso ideal, depois de tantos dias de gripe, virose e outras enfermidades. Para tanto, logo cedinho fui correr. Motivando:

Durante a corrida, pensando em Deus e meditando na vida. Hoje, inspirado pelo amigo dos pobres, Santo Antonio – que é de Pádua, de Lisboa, de todos os lugares! Refletindo:

Depois de tanto correr, alongar o corpo em meio a beleza das flores do jardim. A borboleta resolveu pousar e fazer pose para sair bem na foto. Contemplando:

Ao sair na rua depois dos exercícios físicos, eis que me deparo com a natureza e suas cores no infinito céu. Admirando:

Enfim, chega de lero-lero e vamos à labuta. E acompanhado do sol, iremos ter uma ótima quinta-feira. Impressionado:

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby