– O futebol pós pandemia vai mudar a grandeza dos clubes brasileiros?

Um clube grande é, de fato, grande pelos títulos conquistados, pela história vivida ou pelos torcedores que possui? Ou tudo isso? Ou parte disso?

Observe que o gigante Corinthians, por exemplo, só conquistou o Campeonato Brasileiro em 1990, além de ter ficado muito tempo “jejuando títulos” até o emblemático Paulistão de 77.

Veja a história dos clubes mais antigos, repletas de paixões e batalhas, como a Ponte Preta, o Vaso da Gama e tantos outros centenários clubes que disputaram a série A.

Analise, ainda, o número de torcedores do Flamengo, do Santos ou do Atlético Mineiro: diferentes na contagem, mas de clubes igualmente grandes. A audiência deles na TV, porém, é muito desigual.

Dito isso, pense: os clubes que estavam endividados antes da Pandemia, estarão muito piores depois. Sem receitas e com gastos, tudo tende a ser pior.

Quem provisionou recursos para o ano inteiro, sai na frente. Os outros, tentarão se reconstruir – menores e mais prudentes. E quem não aceitar isso, poderá cair um grande tombo.

Aí você verá os chamados “io-iôs“, clubes que sobem e descem de divisão, ficando na categoria de baixo por mais tempo. Outrora emergentes, apequenando-se de vez. E, lógico, novas forças surgindo (como já lembrando anterior), como o Red Bull Bragantino.

Um novo momento será vivido – e será diferente. Veremos como será!

Quase metade dos times da Série A do Brasileirão retomam os ...

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.