– O insensível deboche de “Jesus na Goiabeira” e a sensibilidade afeita com Battisti

Quando existe maldade ou má vontade, as pessoas deturpam uma realidade e a querem tornar verdade. Pior: quando o fanatismo político bate de frente com o religioso, ou vice-versa.

Digo isso pela COVARDIA na criação de memes ironizando a futura Ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves. Entenda:

Circula na Internet uma pregação cristã (Damares é evangélica) onde ela diz que “viu Jesus na goiabeira“. Tal frase, que “bombou” na Internet, foi retirada de uma tragédia pessoal: entre os 6 e 10 anos de idade, a então garotinha Damares foi abusada sexualmente por um tio, e sendo criança, pobre e com medo, cansada de ser violentada, tentou o suicídio. Perto de se matar, na goiabeira em que consumiria sua vida, pensou em Deus e viu / sentiu / clamou por Jesus.

Ora, é um testemunho de fé sobre o que fez para tentar viver. A frase em que “vê Jesus na goiabeira” é uma forma poética e de resiliência de uma coitadinha! Um depoimento para mostrar que a fé em Jesus Cristo a fez mudar de ideia no local onde estava.

Eu tenho filha nessa idade. Se você é pai ou mãe, se coloque neste contexto substituindo Damares pela sua pequena e pense duas vezes antes da ironia.

Quem fez meme desse fato pensando ser um delírio, certamente se arrepende. Mas quem ainda assim, sabendo dessa triste violência sexual e a história por trás dela, faz brincadeira de mau gosto, é desumano.

Concomitantemente, leio que começaram as manifestações contra a extradição do italiano político Cesare Battisti, sob a alegação de que é perseguido político.

Battisti é considerado terrorista na Itália e foi condenado à prisão perpétua por assassinatos cometidos contra inocentes. Fugiu para o Brasil onde os últimos governos o aceitaram como refugiado.

A este, muitos sarristas da figuração de “Jesus na goiabeira”, por questão ideológica, tem compaixão?

Falar de Deus – sendo católico, evangélico ou de qualquer outra denominação, parece ser uma aberração. Já para “defender bandido”, aí sim os “direitos do indivíduo” são lembrados por essas pessoas!

Encerrando: Damares Alves, com 10 anos e muitos abusos sofridos, teve quantas pessoas manifestando por ela e a ajudando? Parece-me que só um cabeludo no pé de goiaba… Já o carcamano italiano…

– Contratar treinador de futebol de acordo com o DNA do time.

Me recordo que certa vez o Paulista de Jundiaí contratou o icônico técnico Milton Buzzeto, o “Rei da Retranca” e que por anos trabalhou no Juventus da capital. Apesar de ter feito um razoável trabalho na Terra da Uva, era dito que ele “não tinha a cara do Galo da Japi“.

Recentemente, o São Paulo teve dois treinadores estrangeiros que foram contestados: “Patón” Bauza e Diego Aguirre, criticados pela filosofia de jogo em campo “não condizer com a tradição do futebol jogado” na história do São Paulo.

Se sairmos do Brasil, imagine: iria “ornar” José Mourinho como treinador do Barcelona? Pela linha implantada desde Cruyff, não combinaria.

Dessa forma, voltamos ao Brasil e lembremo-nos da expressão cunhada por LAOR (Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, presidente santista falecido recentemente), que disse: o “Santos FC sempre teve DNA ofensivo“, se referindo aos times goleadores dos anos 50 até o vocacionado ataque goleador de Neymar e Ganso. Na época, ele ainda usava a justificativa que assistir o Peixe deveria ser “um espetáculo como ir ao Circo de Soleil“.

Assim, é para se questionar: quem foi o “gênio” que sugeriu Abel Braga ou Dunga para o Peixe, que nada combinam com esse DNA? Da mesma forma que a cara do Corinthians sempre foi do “time raçudo”, a do Santos é a do time que “dá espetáculo”!

Sorte do torcedor santista que chegará Jorge Sampaolli, que comunga dessas ideias ofensivas. Mas tudo isso mostra que os clubes de futebol não conseguem ter presidentes que entendam qual é a identidade/ filosofia / estilo/ DNA ou qualquer outro nome que o valha para definir seu padrão de jogo. Uma pena!

Em tempo: passamos o Campeonato Brasileiro inteiro com DEZENAS de trocas de treinadores e um dos estrategistas que tinha a marca / filosofia mais forte da década de 1990/2000 continuou desenpregado: Luxemburgo! O que estaria acontecendo de verdade com ele? Desconfiança do mercado de técnicos ou o Luxa, respeitosamente, perdeu o foco?

_ Que tenhamos uma boa jornada em 6 cliques na 6a feira!

Seis imagens de momentos motivantes para termos muita endorfina hoje. Que tal?

1- Bom dia!
Tudo pronto para suar mais uma vez. Levantando cedo para ter energia, vamos correr?

bomba.jpg

2- Correndo e Meditando nas santas palavras do Anjo Gabriel à Virgem Maria – que elas nos sirvam de exemplo de servidão ao Pai!

bomba.jpg

3- Fim de cooper!
Suado, cansado e feliz, curtindo a beleza das flores e alongando para encerrar a atividade física de hoje.

bomba.jpg

4- Desperta, Jundiaí!
Mais uma alvorada muito bonita para todos nós contemplarmos:

bomba.jpg

5- Sol muito forte de natureza indescritível! Como não se inspirar?

bomba.jpg

6- Um céu azul na imensidão do infinito, com algumas nuvens para quebrar a cor única e mostrar a maravilha da Criação.

bomba.jpg

ÓTIMA SEXTA-FEIRA AOS AMIGOS!

Ops: tão bela como essa mini-rosa laranja desabrochou, não poderia deixá-la de fora hoje, né? Um 7o clique que vale a pena:

bomba.jpg