– A Carta Cara-de-Pau de Reinaldo Carneiro e os filiados da FPF!

A Federação Paulista de Futebol divulgou um manifesto em apoio ao quase octogenário Coronel Nunes, para o cargo de vice-presidente da CBF e eventual novo presidente, caso Marco Polo seja “pego” pela Polícia ou destituído pela FIFA.

O que mais impressiona é que o presidente Reinaldo Carneiro e os representantes dos clubes paulistas na série A e B (portanto, principalmente Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos) cobraram: maior independência e poder aos clubes a fim de que possam elaborar o campeonato, negociar verbas com patrocinadores da competição, direito à organização e escala de árbitros.

Ótimo! E será que ele, Reinaldo, vai permitir que os clubes façam isso NO SEU CAMPEONATO PAULISTA?

Para a FPF e os times cobrarem a CBF, é necessário que comecem a fazer o dever em casa, no Estadual. É muita cara de pau defender uma Liga Nacional Independente, se contraria uma pequena Liga Paulista de Futebol, como começa a ser criada em São Paulo, presidida pela advogada Gislaine Nunes (vide em: http://wp.me/p4RTuC-dcq).

Aliás, a quem se socorrerão para escalar aos árbitros? À ANAF, cujos integrantes são colaboradores da Comissão de Árbitros da CBF? Ou ao SAFESP, que por anos o seu presidente Arthur Alves Júnior trabalhou dentro da FPF e só foi demitido na última semana por denúncia de suposto assédio sexual e moral (vide em: http://wp.me/p4RTuC-don)?

Os clubes, com a força que tem, aceitam ser comandados pelos outros se fazendo de cordeirinhos por Reinaldo Carneiro (em que pese o trocadilho).

bomba.jpg

– Zika Vírus: Cuidado com o mosquito! Conheça mais:

Assustadora essa epidemia do vírus ZIKA, que está provocando horrorosas consequências. Em especial, mulheres que tiveram os sintomas anteriormente, teoricamente se curaram e só agora, na gravidez, descobrem que o vírus ficou quietinho alojado. Consequência: microcefalia nas crianças.

Abaixo, um “perguntas e respostas esclarecedor”,

extraído de: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2015/12/zika-virus-entenda-transmissao-os-sintomas-e-relacao-com-microcefalia.html

ZIKA VÍRUS

Identificado pela primeira vez no país em abril, o zika vírus tem provocado intensa mobilização das autoridades de saúde no país. Enquanto a doença costuma evoluir de forma benigna – com sintomas como febre, coceira e dores musculares – o que mais preocupa é a associação do vírus com outras doenças. O Ministério da Saúde já confirmou a relação do zika com a microcefalia e investiga uma possível relação com a síndrome de Guillain-Barré. Veja o que já se sabe sobre o vírus:

Como ocorre a transmissão?

Assim como os vírus da dengue e do chikungunya, o zika também é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti.

Quais são os sintomas?

Os principais sintomas da doença provocada pelo zika vírus são febre intermitente, erupções na pele, coceira e dor muscular. A evolução da doença costuma ser benigna e os sintomas geralmente desaparecem espontaneamente em um período de 3 até 7 dias. O quadro de zika é muito menos agressivo que o da dengue, por exemplo.

Como é o tratamento?

Não há vacina nem tratamento específico para a doença. Segundo informações do Ministério da Saúde, os casos devem ser tratados com o uso de paracetamol ou dipirona para controle da febre e da dor. Assim como na dengue, o uso de ácido acetilsalicílico (aspirina) deve ser evitado por causa do risco aumentado de hemorragias.

Qual é a relação entre o zika e a microcefalia?

A relação entre zika e microcefalia foi confirmada pela primeira vez no mundo no fim de novembro pelo Ministério da Saúde brasileiro. A investigação ocorreu depois da constatação de um número muito elevado de casos em regiões que também tinham sido acometidas por casos de zika.

A evidência crucial para determinar essa ligação foi um teste feito no Instituto Evandro Chagas, órgão vinculado ao Ministério da Saúde no Pará, que detectou a presença do vírus zika em amostras de sangue coletadas de um bebê que nasceu com microcefalia no Ceará e acabou morrendo.

Como a situação é muito recente, ainda não se sabe como o vírus atua no organismo humano, quais mecanismos levam à microcefalia e qual o período de maior vulnerabilidade para a gestante. Segundo o Ministério da Saúde, as investigações sobre o tema devem continuar para esclarecer essas questões.

Quais são as recomendações para mulheres grávidas?

O Ministério da Saúde orienta algumas medidas para mulheres grávidas ou com possibilidade de engravidar tendo em vista a ocorrência de casos de microcefalia relacionados ao zika vírus.

Uma delas é a proteção contra picadas de insetos: evitar horários e lugares com presença de mosquitos, usar roupas que protejam a maior parte do corpo, usar repelentes e permanecer em locais com barreiras para entrada de insetos como telas de proteção ou mosquiteiros.

É importante informar o médico sobre qualquer alteração em seu estado de saúde, principalmente no período até o quarto mês de gestação. Um bom acompanhamento pré-natal é essencial e também pode ajudar a diminuir o risco de microcefalia.

Há risco de microcefalia se a mulher engravidar depois de se curar do zika?

Segundo o médico Érico Arruda, presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, o que se conhece sobre a relação entre o zika e a microcefalia é insuficiente para determinar se há risco de engravidar logo depois de se curar de uma infecção pelo zika vírus.

“O que se pode dizer, baseado em contextos gerais, é que parece que a viremia do zika é curta, ou seja, a pessoa infectada fica pouco tempo com o vírus circulando na corrente sanguínea.” Caso isso seja confirmado, é possível que não haja risco de gravidez logo após o fim da infecção, porém ainda é cedo para ter certeza.

Qual é a relação entre o zika e a síndrome de Guillain-Barré?

Alguns estados do Nordeste que tiveram a ocorrência do vírus zika têm observado um aumento incomum dos casos da síndrome de Guillain-Barré, como Pernambuco, Bahia, Piauí, Sergipe, Rio Grande do Norte e Maranhão.

Trata-se de uma doença rara que afeta o sistema nervoso e que pode provocar fraqueza muscular e paralisia de braços, pernas, face e musculatura respiratória. Em 85% dos casos, há recuperação total da força muscular e sensibilidade. Ela pode afetar pessoas de qualquer idade, mas é mais comum entre adultos mais velhos.

O Ministério da Saúde está investigando esses casos, mas até o momento não confirma a correlação. A pasta deve divulgar as conclusões desse estudo nas próximas semanas.

Especialistas afirmam que é muito provável que exista uma conexão. “Neste momento, temos que encarar que existe um indício forte de relação entre o zika e a síndrome de Guillain-Barré, mas para ter certeza absoluta precisamos de mais elementos e avaliar com mais profundidade os pacientes que desenvolveram a síndrome”, diz o médico Marcondes Cavalcante França Junior, coordenador do Departamento Científico de Neurogenética da Academia Brasileira de Neurologia.

Há suspeita de associação do zika com outras doenças?

Até o momento, não há evidências de que o zika possa estar relacionado a outras doenças além da microcefalia e da possibilidade de conexão com a síndrome de Guillain-Barré.

O zika já provocou mortes no Brasil?

Até o momento, o Ministério da Saúde confirma três mortes relacionadas ao vírus zika. Um dos casos é o do bebê do Ceará que nasceu com microcefalia, cujas amostras de sangue serviram como evidência da relação entre o zika e a microcefalia. Outro caso é de um homem do Maranhão que também tinha lúpus. Houve ainda o caso de uma menina de 16 anos no Pará.

Como é feito o diagnóstico de zika?

Ainda não há um teste padrão para diagnosticar a doença. “Como o zika é novo, não temos uma padronização nos testes. Para se ter certeza do diagnóstico, é preciso usar a técnica de PCR, que é complexa e não está disponível no mercado”, diz Rodrigo Stabeli, vice-presidente de Pesquisa e Laboratórios de Referência da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

No Brasil, somente três unidades da Fiocruz, além do Instituto Evandro Chagas, órgão vinculado ao Ministério da Saúde, têm a capacidade de fazer esse exame. “Esses laboratórios têm a missão de desenvolver um método melhor de diagnóstico para suprir esse problema epidemiológico”, diz Stabeli.

Enquanto não existe um teste padrão, o diagnóstico nas regiões em que já se constatou a presença do vírus vem sendo feito por critérios clínicos.

Quais são as medidas de prevenção conhecidas?

Como o zika é transmitido pelo Aedes aegypti, mesmo mosquito que transmite a dengue e o chikungunya, a prevenção segue as mesmas regras aplicadas a essas doenças. Evitar a água parada, que os mosquitos usam para se reproduzir, é a principal medida.

Em casa, é preciso eliminar a água parada em vasos, garrafas, pneus e outros objetos que possam acumular líquido. Colocar telas de proteção nas janelas e instalar mosquiteiros na cama também são medidas preventivas. Vale também usar repelentes e escolher roupas que diminuam a exposição da pele. Em caso da detecção de focos de mosquito que o morador não possa eliminar, é importante acionar a Secretaria Municipal de Saúde do município.

Por enquanto, não existe vacina capaz de prevenir a infecção pelo vírus zika.

Qual é a diferença entre dengue, chikungunya e zika?

Os vírus da dengue, chikungunya e zika são transmitidos pelo mesmo vetor, o Aedes aegypti, e levam a sintomas parecidos, como febre e dores musculares. Zika e dengue são do gênero Flavivirus, já o chikunguna é do gênero Alphavirus.

As doenças têm gravidades diferentes. A dengue, que pode ser provocada por quatro sorotipos diferentes do vírus, é caracterizada por febre repentina, dores musculares, falta de ar e moleza. A forma mais grave da doença é caracterizada por hemorragias e pode levar à morte.

O chikungunya caracteriza-se principalmente pelas intensas dores nas articulações. Os sintomas duram entre 10 e 15 dias, mas as dores articulares podem permanecer por meses e até anos. Complicações sérias e morte são muito raras.

Já a febre por zika vírus leva a sintomas que se limitam a no máximo 7 dias. Apesar de os sintomas serem mais leves do que os de dengue e chikungunya, a relação do vírus com a microcefalia e a possível ligação com a síndrome de Guillain-Barré tem trazido preocupação.

O Aedes aegypti pode transmitir mais de uma doença ao mesmo tempo?

Segundo estudos conduzidos pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), é possível que um mosquito transmita dengue e chikungunya ao mesmo tempo a um paciente. Ainda não há estudos, porém, que avaliem a possibilidade de o zika vírus ser transmitido simultaneamente aos outros dois vírus

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está monitorando a situação do zika?

Sim. A Organização Mundial de Saúde e a Organização Pan-Americana de Saúde emitiram um alerta mundial sobre a epidemia de zika vírus. Segundo a OMS, somente neste ano foram confirmados casos de zika em nove países das Américas. Brasil, Chile – na ilha de Páscoa -, Colômbia, El Salvador, Guatemala, México, Paraguai, Suriname e Venezuela.

Quando o zika foi identificado pela primeira vez?

O vírus foi identificado pela primeira vez em 1947 em um macaco rhesus na floresta Zika, da Uganda. No Brasil, ele foi identificado pela primeira vez em abril de 2015.

bomba.jpg

12310707_1183865581640811_4119658768694103459_n

– A incoerente Nova Lista dos Velhos Nomes de árbitros da FIFA

A CBF já encaminhou à FIFA a relação dos árbitros e assistentes para 2016. Haverá mudança nos nomes dos bandeiras, mas dos juízes, não. Ou seja: permaneceremos com os mesmos nomes de 2015.

Aqui uma consideração: fazia tempo que não se repetia a lista. E deveria-se mudar alguém?

Pela falta de opção e fraqueza dos aspirantes à FIFA, eu também não mudaria. Mas acho exagerado que a CBF ainda tenha o privilégio de ter o número máximo de árbitros no quadro internacional: 10 juízes.

Algo me incomoda: quando Sálvio Spinola saiu do quadro (ele encerrou a carreira pois sairia da FIFA) e Marcelo de Lima Henrique foi retirado da lista, ambos tiveram a mesma justificativa de Sérgio Correa: a de que a CBF estava renovando o quadro e que árbitros quarentões não tinham a idade para chegar à Copa do Mundo.

Heber Roberto Lopes, mais velho que ambos, permanecerá em 2016. Claro que a desculpa será de que agora a FIFA aceitará árbitros com até 50 anos ou mais (era 45), dependendo do seu desempenho. Ok, é uma justificativa. Porém, se hoje Heber sofre com os testes físicos, Sérgio Correa da Silva, o chefe dos árbitros, vai querer que acreditemos nessa história? Sabidamente, a CBF trabalha com o nome de Ricardo Marques Ribeiro para a Copa de 2018.

Nada contra os nomes re-indicados. Apenas uma questão de coerência.

bomba.jpg

– Jundiaí e a Malha Fina da Receita Federal: quanta gente!

Divulgado o último lote da Restituição de Impostos da Receita Federal, a ser pago no dia 15 de dezembro. Quem não estiver na lista, caiu na temida “Malha Fina” e provavelmente terá todas as dores de cabeça do processo.

Em Jundiaí e toda a região circunvizinha (que congrega o recolhimento por aqui) divulgou-se o número de declarações retidas: 23.000 aproximadamente!

Uau… Para os impostos, o Governo não brinca em serviço. Ao menos, para os simples mortais!

bomba.jpg

– Final da Copa Sulamericana 2015 bem escondida?

Hoje teremos Independiente Santa Fé da Colômbia x Atlético Huracán da Argentina jogando pelo título da Copa Sulamericana, valendo uma vaga para a Copa Libertadores da América.

Que joguinho “chinfrim”, não?

Aliás, qual será a audiência dessa partida no Brasil? Quase nula, certamente.

Tal competição seria uma espécie de “Copa da Uefa versão Conmebol”. Esvaziada de grandes equipes, não se tornou atrativa.

Se é para imitar a Europa, que faça a mesma coisa que a UCL e a Liga Europa: Libertadores e Sulamericana concomitantemente, e durante o ano, não apenas por um semestre.

Caso enxugássemos a Libertadores, certamente equipes importantes disputariam a Sulamericana e aumentaria o glamour.

bomba.jpg

– Donald Trump e o discurso fascista

O bilionário Donald Trump é um fanfarrão! Apesar de todo o dinheiro que tem, quer concorrer à Presidência dos Estados Unidos para, segundo ele, mostrar a verdadeira força da América.

Entretanto, o discurso parece ser xenófobo. Meses atrás, declarou que construiria um muro por toda a fronteira para evitar a invasão indesejada de mexicanos, e criticou até mesmo o caráter de latinos que entrevam ilegalmente por lá. Agora, quer proibir a entrada de muçulmanos nos EUA! Quem for cidadão americano, tudo bem. Os de fora, não.

Como é que faz para descobrir a fé alheia? Coloca detector de religião nos aeroportos?

Hitler também falava de Alemanha para alemães e purificação da raça ariana…

bomba.jpg

– Tite e os imortais da Seleção Brasileira de todos os tempos!

O atual treinador campeão brasileiro pelo Corinthians, Tite, dias atrás convocou sua Seleção Brasileira de todos os tempos, a pedido da Revista Veja em suas “Páginas Amarelas”. Aqui os selecionáveis:

Marcos; Carlos Alberto, Mauro Ramos de Oliveira, Bellini e Júnior; Clodoaldo, Falcão, Zico e Pelé; Ronaldo e Tostão.

Para mim… um timaço! Claro que tivemos tantos craques ao longo da história que sempre questionaremos a falta de alguém. Mas me parece que, se disputasse a Copa do Mundo da Rússia em 2018, esse esquadrão seria imbatível. Aliás: se a compararmos com a última escalação do técnico Dunga, choraremos!

Duas perguntas:

1) Faltaria alguém nesse time titular? Particularmente, gostaria de saber quem seriam os reservas imediatos de Tite para cada posição.

2) Tite, Telê e Luxemburgo: treinadores que, em algum momento, conseguiram unanimidade de torcedores de equipes diversas no Brasil. Já é permitido dizer que, da década de 90 para cá, são/foram os 3 maiores técnicos do Brasil? Ou Muricy Ramalho, Luís Felipe Scolari e Carlos Alberto Parreira poderiam furar essa tríade de incontestes e amados?

Deixe seu comentário:

bomba.jpg

– Encontro de Dinâmica e Confraternização dos Crismandos da Paróquia São João Bosco

(por Regiane Lopes, com adaptações)

Realizamos com os jovens das Catequeses do Crisma da Paróquia São João Bosco (3 turmas da Matriz, 1 da Comunidade Sant”Anna e 1 da Comunidade Nossa Senhora de Fátima), na tarde do último de sábado, dia 05, o Encontro dos Crismandos na Cidade dos Meninos e Meninas.

O objetivo foi proporcionar aos crismandos um encontro com Deus. A animação ficou por conta do grupo de jovens Jucam. E tudo foi muito válido: nós os dividimos em grupos, e cada um trabalhou com temas para a reflexão da relação “deles com eles mesmos, a relação com o próximo, a relação com Deus e a preparação para a segunda vinda de Jesus (a Parusia). A idéia é que eles se interagissem um com o outro, e isso foi conseguido.

Observamos como é importante que os jovens tenham uma boa relação consigo próprio, pois muitos não se aceitam do jeito que Deus os fez. Hoje, será que eles têm um olhar voltado para o próximo, ou para seu próprio mundo?

Fizemos, através de dinâmica, com que os jovens percorressem por caminhos que levam ao Céu – caminho esse seguro, mas com muitas batalhas no dia a dia.

Nos temas propostos, eles enxergaram o que os motiva a pecar e se distanciar de Deus, levando-os ao arrependimento e a mudança de vida.

Aproveitamos que estamos no “Ano Jubilar da Misericórdia de Deus” e propomos esse arrependimento e a “volta para a casa do Pai”, a fim de que eles estejam sempre dispostos e preparados para a segunda vinda de Jesus. Para encerrar esse encontro com sucesso, fizemos um teatro (muito bem encenado pelo grupo de jovens JAUAC), onde foi mostrada a sedução mundana que afasta as pessoas, levando-as a pecar, e assim, distanciarem da santidade; mostramos ainda que Deus não nos abandona, Ele sempre está a nos esperar, bastando apenas uma atitude nossa. E esse momento foi marcado de muita emoção!

Depois da encenação foi realizada, por fim, a pregação do nosso irmão Robson, da comunidade Cristo Rei, que conduziu esses jovens a refletirem sobre seus erros e escreverem em um papel todas as faltas cometidas; em seguida, houve a “fogueira do pecado”, local onde os jovens queimaram esses papéis, simbolizando o perdão das culpas, ficando, desta forma, prontos para uma vida nova em Deus.

Foram momentos de muita reflexão, descontração e emoção entre os jovens. Catequistas e crismandos felizes pois todos sentiram o amor, a misericórdia e a alegria de viver e estar em comunidade.

bomba.jpg

– Bom dia em 4 momentos, parte 4

Enfim o #amanhecer!
#sol clareia o #céu e dá para ele a beleza das #cores
Dessa forma: inspire-se para mais um bom dia de vida!
Ótima 4a feira a todos. 
(Click das 06h, começando o dia de trabalho), com o horizonte rosa, lilás e azul).
🌄
#morning
#sun
#paisagem
#fotografia
#inspiração

bomba.jpg

– Bom dia em 4 momentos, parte 2

Durante meus treinos, penso na vida, evito os problemas e procuro relaxar. Em um dos momentos de introspecção durante o “suador”, é salutar e propício conversar com Deus. Como não corro mais por quebra de tempos, mas para minha saúde, dá para desconcentrar na corrida e elevar o coração ao Alto.

Como estamos em tempo de Advento, vale rezar com Nossa Senhora – a Virgem Maria (como fiz hoje) que nas novenas liturgicamente se celebra sua gravidez.

  • Nossa Senhora do Advento, rogai por nós!

bomba.jpg

– Bom dia em 4 momentos, parte 1

Como sou um workaholic assumido, acordo cedo para ter tempo para fazer tudo.

Hoje, o cooper diário foi bem na madrugada. A postagem nas redes sociais é apenas uma motivação para a prática diária de exercícios. Aliás, você tem se movimentado com frequência?

bomba.jpg

– Musical de Fim de Ano na Escola La Fontaine e a chegada do Papai Noel

Como não ficar feliz?

O emocionante vídeo do pessoal das crianças da Escola La Fontaine tocando flauta  e achegada do Papai Noel!

Tão simples, tão doce, tão inocente… Isso sim vale a pena na vida.