– Análise Pré-Jogo da Arbitragem para River Plate x Barcelona

Como avaliar um árbitro que nunca fez jogo importante algum?

Apitará a final da Copa do Mundo de Clubes FIFA 2015 entre River Plater x Barcelona, o iraniano Alireza Faghani, auxiliado pelos bandeiras Reza Sokhandan y Mohammadreza Mansouri.

O River Plate queria Wilmar Roldan, o árbitro que é conhecido pelo apelido de “Castrilli da Colômbia”. Não conseguiu.

Parece que a morte de Grondona, o eterno cartola argentino, enfraqueceu os bastidores da AFA. Recordam-se de tempos de força da Associação Argentina sobre as outras entidades?

Na Copa do Mundo de Seleções 2014 no Brasil, a FIFA houvera divulgado o árbitro sueco Erickson como nome para a final entre Argentina x Alemanha. Os hermanos reclamaram muito e o escalado mudou! Na oportunidade, o italiano Nicola Rizzoli foi para a finalíssima.

Já no próprio Mundial de Clubes 2014, no Marrocos, a FIFA houvera indicado o árbitro português Pedro Proença para San Lorenzo x Real Madrid. Após reclamações públicas do presidente do time argentino contra arbitragem europeia, mudou-se a escala para o árbitro guatemalteco Walter Lopes.

Contrariando as últimas escalas em Copas de Mundo de Clubes, onde sempre o mais conceituado juiz era o escolhido para a final (desde que não fosse da mesma nacionalidade que o time da decisão), a FIFA mostra um total desrespeito à competência e meritocracia.

Pura política! Colocar um árbitro do Irã é demais.

Claro, lembremo-nos que nessas duas oportunidades em que a força e o lobby dos argentinos prevaleceram, ainda assim não conseguiram a vitória dentro de campo.

bomba.jpg

Anúncios

– A Fosfoamina (ou “fosfoetanolamina”) será testada cientificamente em definitivo!

Agora é “prá valer”!

Dias atrás, falamos sobre o sucesso que estava fazendo as pílulas de fosfoamina, a droga sintética que promete ajudar na cura do câncer, mesmo com proibição da ANVISA. Vide seu histórico neste link, clicando aqui: http://wp.me/p4RTuC-cQW.

Pois bem: conceituados oncologistas respeitados mundialmente, vão fazer testes (que devem ser definitivos) sobre o poder ou não da fosfoetanolamina em humanos.

Sobre quem pode participar ou não, abaixo, extraído de G1, em: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2015/12/quem-podera-participar-de-estudo-sobre-fosfoetanolamina-veja-video.html?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=g1

QUEM PODERÁ PARTICIPAR DE ESTUDO SOBRE FOSFOETANOLAMINA?

O Instituto do Câncer de São Paulo (Icesp) vai coordenar a pesquisa para testar a substância fosfoetanolamina sintética no tratamento de pacientes com câncer. O oncologista Sergio Simon, diretor do Centro Paulista de Oncologia, fala sobre o perfil dos pacientes que poderão participar do estudo no vídeo:

 

A substância nunca foi testada em humanos, mas foi distribuída durante anos pela USPde São Carlos. Atualmente, a distribuição está suspensa por decisão judicial. A previsão é que, no prazo de seis meses, os pesquisadores tenham uma ideia da eficácia da droga.

Segundo informou o SPTV, ainda não há data para o início dos estudos porque ainda será necessário um consenso da Secretaria Estadual da Saúde, Ministério da Saúde e os pesquisadores da USP de São Carlos, que vão repassar detalhes da fórmula da substância. A escolha dos pacientes que vão participar dos testes vai depender de critérios técnicos, definidos pelo instituto.

O investimento total para os testes deve ser de aproximadamente R$ 2 milhões, informou o SPTV. Todos os pacientes serão monitorados continuamente por uma equipe multiprofissional com experiência em testes clínicos, no Icesp. A produção da substância ficará sob responsabilidade da Fundação para o Remédio Popular (Furp).

No ínicio, 10 pessoas vão receber a substância. Se nenhum paciente tiver efeitos colaterais graves, o estudo continua. Serão separados 10 grupos de cada tipo de câncer, com 21 pacientes cada. Se pelo menos dois pacientes responderem bem, a pesquisa será ampliada. Progressivamente, a inclusão de novos pacientes continuará até atingir o máximo de 1 mil pessoas.

A estratégia, segundo a equipe, permitirá melhor compreensão da droga. O oncologista e diretor-geral do Icesp, Paulo Hoff, disse que a prioridade é a segurança dos pacientes. Por isso, nesse primeiro momento, a pesquisa vai avaliar se a droga é segura e se há evidência contra o câncer.

Distribuída pela USP de São Carlos por causa de decisões judiciais, a fosfoetanolamina é alardeada como cura para diversos tipos de câncer, mas não passou por esses testes em humanos, por isso não é considerada um remédio. Ela não tem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e seus efeitos nos pacientes são desconhecidos.

Até o momento, o grupo de pesquisadores que desenvolveu a síntese da fosfoetanolamina alegava que os testes clínicos não tinham sido concluídos pois havia má vontade por parte da Anvisa.

Pesquisa polêmica
A fosfoetanolamina sintética começou a ser estudada no Instituto de Química da USP em São Carlos, pelo pesquisador Gilberto Chierice, hoje aposentado. Apesar de não ter sido testada cientificamente em seres humanos, as cápsulas foram entregues de graça a pacientes com câncer por mais de 20 anos.

Em junho do ano passado, a USP interrompeu a distribuição e os pacientes começaram a recorrer da decisão na Justiça. Em outubro deste ano, a briga foi parar no Supremo Tribunal Federal (STF), que autorizou a produção e distribuição do produto.

Mas, desde novembro, por causa de uma nova decisão judicial, a distribuição da substância está proibida. A polícia chegou a fechar um laboratório em Conchal (SP), que estava produzindo ilegalmente a substância.

Um levantamento do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) diz que 5 mil pessoas no estado estão sem receber a fosfoetanolamina sintética. Segundo o pesquisador que desenvolveu a droga, a substância ajuda a célula cancerosa a ficar mais visível ao sistema imunológico. Com isso, o organismo combate com mais facilidade essas células.

A Anvisa diz que é preciso comprovar a eficácia e a segurança do produto, e que os prazos dos estudos devem ser respeitados. Agora, o Instituto do Câncer de São Paulo vai começar os testes em pacientes. A produção da substância será feita por uma fundação.

Primeira fase de testes
Em novembro, o ministério da Ciência, Celso Pansera, informou que a primeira fase de testes da fosfoetanolamina deve ser concluída por laboratórios parceiros do governo em sete meses. No mês passado o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) já tinha anunciado um plano de trabalho do governo para validar tecnicamente a molécula, que poderia vir a ser usada no tratamento do câncer, caso tenha sua efetividade comprovada.

Na ocasião, a pasta afirmou que R$ 10 milhões seriam destinados para as atividades ligadas à pesquisa da fosfoetanolamina em um período de 2 anos. Pansera afirmou também que o MCTI já tinha colocado à disposição dos laboratórios R$ 2 milhões para pesquisar a fosfoetanolamina e que o ministério solicitaria à USP uma amostra da molécula sintetizada pela universidade para realizar os testes.

Segundo o MCTI, depois da primeira etapa de análises, estão previstas as fases seguintes do estudo em humanos. Ainda não é possível prever em quanto tempo o grupo poderá determinar se a substância é segura e eficaz para o tratamento de câncer.

“Existem pessoas usando uma substância da qual nós não temos efetivamente nenhum estudo seguro da eficácia e segurança. O governo tem que estar olhando para isso de outra forma, temos que dar uma resposta para a situação”, disse Pansera.

Para que a população possa acompanhar os andamentos dos testes, será criado um site que deve divulgar a evolução das pesquisas. Uma comissão de representantes da sociedade civil também foi criada para acompanhar a pesquisa. O Ministério da Saúde enfatizou que não recomenda que as pessoas usem a fosfoetanolamina como tratamento contra o câncer antes da conclusão dos resultados dos testes.
bomba.jpg

– FIFA ratifica o Palmeiras como Campeão do Mundo de 1951

A pedido de “O Estado de São Paulo”, a FIFA respondeu a uma indagação do Jornal: o Palmeiras realmente tem o reconhecimento de Campeão Mundial por ter vencido a Taça Rio de 1951?

A resposta foi clara, reforçando o que a própria entidade já havia confirmado no ano passado:

At its meeting in Sao Paulo on 7 June 2014 the FIFA Executive Committee agreed to the request presented by CBF to acknowledge the 1951 tournament between European and South American clubs as the first worldwide club competition and Palmeiras as its winner.

Vale lembrar que durante as festividades do Centenário do Palmeiras no ano passado, a FIFA havia enviado uma carta dando o reconhecimento de que a Taça Rio-51 foi um primeiro torneio de abrangência mundial de clubes. Entretanto, naquela feita, o Palmeiras recebeu o documento com festa, mesmo ocorrendo uma grande gafe ao ser chamado de Palmeiras FC:

O Comitê Executivo da Fifa concordou com o pedido feito pela CBF de reconhecer o título de 1951 disputado entre clubes da Europa e da América como a primeira competição de abrangência mundial e que teve o Palmeiras Football Club como o vencedor”. (…) “No que diz respeito ao Mundial de Clubes, no entanto, a primeira edição ocorreu em 2000, e o vencedor foi o Corinthians.

Quer dizer o seguinte: Campeonato Mundial de Clubes só existe o da FIFA, que se realizou em 2000, interrompeu-se por um período e vem sendo disputado continuamente desde 2005; o Torneio Intercontinental disputado no Japão entre os vencedores da Libertadores da América do Sul e Liga dos Campeões da Europa nunca foi Campeonato Mundial de Clubes, mas seus vencedores são reconhecidos como campeões mundiais; além deles, o Palmeiras tem o status de campeão mundial pela Taça Rio. Ao menos, é o que a FIFA pensa. Você concorda com ela?

Mas que campeonato foi esse vencido pelo Verdão?

A Taça Rio de 1951 é para os mais antigos um Mundial de Clubes da época. O torneio disputado entre 30 de junho e 22 de julho daquele ano teve como vencedor o Palmeiras.

Foi composto por:

  • – uma chave com sede no RJ, formada pelo Vasco da Gama (campeão carioca de 50), Sporting (campeão português 50/51), Áustria Viena (substituindo o campeão inglês Totteham) e o Nacional (campeão uruguaio de 50).
  • – uma chave com sede em SP, formada por Palmeiras (campeão do Rio-SP de 51), Juventus (campeão italiano 49/50), Estrela Vermelha (campeão iugoslavo de 50/51) e Nice (campeão francês 50/51).

Após a fase de grupos, decidiu-se em 2 jogos o título: em SP, Palmeiras 1 x 0 Juventus e no Maracanã empate em 2 x 2 (para 100.933 torcedores, jogo apitado pelo holandês Gabriel Tordjman).

Só que aí temos outra situação a ser discutida: houve ainda a mesma Taça Rio em 52, vencida pelo Fluminense (composta por Fluminense-BRA, Sporting-POR, Grasshopper-SUI, Peñarol-URU, Corinthians-BRA, Áustria Viena-AUS, Libertad-PAR e Saabrücken-ALE). O Tricolor Carioca também deverá ser chamado de campeão mundial por equivalência? Ou não?

Daqui a pouco aparecerão pedidos para aquela competição ibero americana disputada por anos entre sulamericanos contra espanhóis e portugueses (salvo engano, chamada de “Pequena Taça do Mundo”)…

E você: entende que o Palmeiras é campeão mundial de 51? Para a FIFA, é. 

Confesso que gostaria de saber se os clubes que disputavam a competição encaravam o torneio com esse status. Para os jornais, era o título do Mundo sim.

divulgacao382.jpg

63-gazeta.jpg

– A Canonização de Madre Teresa

O papa Francisco canonizará a virtuosa beata Madre Teresa de Calcutá, a incrível freirinha que fundou uma congregação voltada à caridade que mudou a vida de milhares (ou milhões) de pessoas.

Sábia, suas frases de efeito foram marcantes. Mais do que isso: seu exemplo de  vida!

No processo de reconhecimento de santidade que o Vaticano promove, houve como derradeira prova a cura de um homem brasileiro em 2008, que estando em fase terminal por hidrocefalia, socorreu-se à sua intercessão junto a Jesus.

Madre Teresa é daquelas que em vida já se mostrou santa! Abaixo, sua história, extraída do G1.com:

bomba.jpg

O MILAGRE AO BRASILEIRO

Três médicos que participaram do processo de investigação do milagre atribuído a Madre Teresa de Calcutá revelaram, em entrevista ao G1 na manhã desta sexta-feira (18), que realmente não há explicações científicas para a cura do homem que tinha hidrocefalia e foi atendido em Santos, no litoral de São Paulo, em 2008. O Vaticanoconfirmou nesta sexta-feira (18) que irá canonizar Madre Teresa. A cerimônia será realizada em setembro de 2016, segundo a Igreja Católica. Para os médicos, o milagre pode realmente ter acontecido.

O médico Dr. João Luis Cabral Jr. foi o primeiro a atender o paciente, em setembro de 2008, no hospital São Lucas, em Santos. Ele conta que o homem apresentava oito abscessos no cérebro e um quadro de hidrocefalia, acúmulo de água no cérebro. O médico diz que o paciente estava em coma e marcou uma cirurgia. Na hora da operação, como faltava um equipamento, a cirurgia não foi realizada e foi remarcada para o dia seguinte.

Enquanto o homem estava internado, a mulher dele foi até a Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em São Vicente, e conversou com o padre Elmiran Ferreira, bastante abalada e pediu auxílio. O padre deu para ela a medalhinha de Madre Teresa de Calcutá e pediu para ela rezar em nome da Madre Teresa. A mulher fez orações e colocou a medalhinha no travesseiro do marido, no hospital.

Bispo, Padre Caetano e Monsenhor do Vaticano (Foto: Monica Mazzurana/Arquivo Pessoal)
Bispo, Padre Caetano e Monsenhor do Vaticano (Foto: Monica Mazzurana/Arquivo)
“No dia seguinte, ele saiu do coma. A hidrocefalia reverteu, sumiu completamente e, normalmente, só some com cirurgia. Era um estado gravíssimo. Não tem nenhum caso na história da literatura. Ele teve alta e, hoje em dia, ele faz acompanhamento regularmente comigo no consultório. A parte cerebral dele está 100%. Ele continua no trabalho, teve filhos saudáveis”, comenta ele.

Com o início da investigação do caso pela Igreja Católica, o médico neurocirurgião Marcus Vinicius Serra foi convocado para ser o  perito do caso. “Ficamos em um mosteiro durante três dias, ouvindo o paciente, familiares e todos as pessoas envolvidas no processo”, conta ele.

Serra ficou responsável por analisar os exames feitos pelo paciente em 2008, na época da cura. Ele diz que antes da cirurgia foram feitos várias tomografias que mostravam os oito tumores no cérebro. Já no dia seguinte, quando acordou do coma, foram feitos novos testes.

“Desceram para a tomografia e os abscessos continuavam lá, mas não tinha mais a hidrocefalia, o acúmulo de água. Isso tudo tem documentação. Eu realmente não tenho como explicar isso de modo científico, pela ciência. Na época, ninguém entendeu o que aconteceu”, diz.

Medica Monica e as irmãs de caridade em Santos (Foto: Monica Mazzurana/Arquivo Pessoal)
Monica e as irmãs de caridade  (Foto: Monica Mazzurana/Arquivo Pessoal)

A médica Monica Mazzurana Benetti foi a responsável por fazer os exames físicos e neurológicos com o paciente neste ano para verificar se existia alguma sequela. Ela também ficou três dias no mosteiro para realizar o trabalho, junto com os outros médicos, equipes do Vaticano e as testemunhas do caso.

“Foi muito interessante. Se inicia o processo com uma oração para que tudo que acontece aqui seja verdadeiro, fazemos um juramento com a mão na bíblia. Depois de tudo, eu examinei ele (paciente) e o que podemos observar do ponto de vista atual é que ele tem apenas uma pequena alteração de marcha e no olhar”, diz.

Além de realizar os exames clínicos e neurológicos, ela também teve a oportunidade de olhar os exames de tomografia. “Ele tinha tumores cerebrais. A taxa de mortalidade é muito alta nesses casos, principalmente, quando o paciente entra em coma. É inacreditável que, depois de dois dias, as imagens neurológicos regridem quase que totalmente. Quando eu vi a diferença eu ajoelhei e agradeci a Deus. É extraordinário”, falou.

Reconhecimento
Vaticano confirmou nesta sexta-feira (18) que irá canonizar Madre Teresa de Calcutá. A cerimônia será realizada em setembro de 2016, segundo a Igreja Católica.

“O Santo Padre autorizou a Congregação das Causas dos Santos a proclamar o decreto sobre o milagre atribuído à intercessão da beata madre Teresa”, afirma o Vaticano em um comunicado.

De acordo com o Vaticano, o Papa Francisco abriu caminho para a canonização após aprovar um decreto reconhecendo um milagre atribuído à religiosa.

Segundo o jornal dos bispos italianos “Avvenire”, que já havia adiantado nesta quinta a canonização, o homem curado por Madre Teresa é um brasileiro que estava em fase terminal e se recuperou em 2008. O milagre aconteceu na diocese de Santos, no litoral de São Paulo.

De acordo com a vaticanista do jornal, Stefania Falasca, que conhece pessoalmente o Papa, Madre Teresa deverá ser canonizada no dia 4 de setembro de 2016, em Roma, por ocasião do Jubileu da Misericórdia, iniciado no dia 8 de dezembro. A data deverá ser confirmada durante um consistório. Ainda não se sabe se a cerimônia será realizada em Roma ou na Índia.

O Avvenire afirma que a cura milagrosa atribuída à intervenção de Madre Teresa foi reconhecida durante uma reunião de especialistas da Congregação para as Causas dos Santos, há três dias.

Madre Teresa
Madre Teresa de Calcutá (1910-1997), que nasceu em uma família albanesa na Macedônia, fundou sua própria congregação em 1950, as Missionárias da Caridade, e se dedicou durante mais de 40 anos aos pobres e aos doentes, especialmente na cidade indiana de Calcutá. Ela foi agraciada com o Prêmio Nobel da Paz em 1979.

Seu enterro em Calcutá no dia 5 de setembro de 1997 foi um acontecimento nacional na Índia e milhões de pobres acompanharam seu corpo pelas ruas da cidade. O funeral contou com a presença de chefes de Estado e governantes de todo o mundo.

Esta religiosa, uma das mais famosas e populares do mundo cristão, foi beatificada por João Paulo II no dia 19 de outubro de 2003, em Roma, durante uma cerimônia que teve a presença de 300 mil fiéis.

– Por uma Vida Florida!

Entre flores das roseiras e dos girassóis, embelezamos o nosso dia! Vale a pena cultivar a natureza e toda a sua beleza. Jardinagem é nosso hobby, e o fruto que a terra nos dá é espetacular. A esposa fica feliz com os arranjos e a filhinha se diverte na colheita. Eis a alegria de “plantar em família”.

Quer tirar o stress? Cultive flores, sinta o cheiro do mato e se suje de adubo!

🌹 #flower #nature #life #inspiration

– Sábado bucólico e inspirador!

Amanhecer de céu bucólico. Será que o sol vencerá as nuvens neste sábado? 

De qualquer forma, que seja um ótimo dia a todos nós! Belo, ao menos ele já está sendo…

A beleza da Natureza é encantadora e gratuita, não? É incansável curti-la (foto das 07h00 da Rodovia Vice Prefeito Hermenegildo Tonoli).

#morning #sun #inspiration #paisagem #FotografeiEmJundiaí