– A Ousadia da CBF em pedir o Pioneirismo da Tecnologia para o Brasileirão 2016.

Num ato de arrojo, a CBF anunciou que em Outubro, durante o Congresso Técnico da International Board em Londres, pedirá à FIFA através de Manuel Serapião Filho (é claro que não será pelo presidente Marco Polo Del Nero, que tem medo de sair do país e ser preso pelo FBI) a permissão para a utilização de imagens de vídeo para lances de dúvida da arbitragem. O projeto a ser apresentado cria a figura do Árbitro de Vídeo (AV), que estará com um monitor de imagens da partida à sua disposição para ajudar o árbitro a corrigir lances supostamente equivocados. E nem precisará parar o jogo e perder tempo, pois o projeto da CBF prevê que eles se comuniquem por rádio para agilizar a decisão, conforme os assistentes e o 4o árbitro já fazem.

Segundo Sérgio Correa da Silva, presidente da CA-CBF, ao site da entidade:

– O AV atuará com base em imagem televisiva simultânea e com possibilidade de imediato replay. A comunicação com os árbitros será feita por ponto eletrônico.

Os seguintes lances deverão ter a interferência imediata do AV:

a)     Dúvida se a bola entrou ou não no gol;

b)     Saídas da bola pela linha de meta, quando na mesma jogada ou contexto for marcado gol ou pênalti;

c)     Definição do local de tiros livres diretos, ocorridos nos limites da grande área, para definir se houve ou não pênalti;

d)     Gols e pênaltis marcados, possibilitados e evitados em razão de erro em lances de faltas claras/indiscutíveis, não vistas ou marcadas de modo claramente equivocado;

e)     Impedimentos por interferência no jogo, caso na mesma jogada haja gol ou pênalti;

f)     Jogo brusco grave ou agressão física (conduta violenta) indiscutíveis não vistos ou mal decididos pela arbitragem;

A idéia é ótima, mas… definirei objetivamente: não passa de “diálogo flácido para acalentar bovino”. Ou seja: conversa mole para boi dormir!

Explico: eu sou defensor do uso de imagens para se legitimar uma partida. Quanto menos erros, melhor! Entretanto, a CBF nunca foi e não é a favor. Tais motivos dessa decisão de ousar se dão pelos seguintes fatores:

1- A Comissão Nacional dos Clubes (CNC) foi pressionar a CBF para a queda de Sérgio Correa nesta semana. Mas é uma “sutil pressão”. Compõe a Comissão o representante do Grêmio, que pediu veto de árbitro gaúcho no Grenal (declarou isso publicamente) e foi atendido (apitou o paraense Dewson Freitas). Os clubes reclamam do Sérgio Correa, mas na hora H, não fazem a devida pressão para a substituição da chefia. É a costumeira reclamação preventiva: aquela que o cartola faz para dar satisfação a seus pares e se garantir para o próximo jogo.

2- Na Copa de 2014, usou-se o sistema eletrônico da linha do gol. A empresa que fornece a tecnologia ofereceu à CBF por um valor muito abaixo do comercializado para deixa-los aqui. A CBF não quis, alegando que teria que implantar em todos os estádios do Brasileirão da Série A e que o custo era inviável. A FIGC (Federação Italiana) os comprou com um desconto considerável.

3- A CBF sabe que a FIFA recusará tal iniciativa. Mas insiste única e exclusivamente na sugestão para dizer que atendeu as solicitações do CNC (vide aqui: http://wp.me/p55Mu0-yr). Ao mesmo tempo, Marco Polo dá sobrevida ao presidente da CA-CBF, Sérgio Correa!

Eu DUVIDO (embora tenha gostado da ideia) que isso será implantado. Só tenho três ressalvas:

1- A cabine do AV será blindada? Imaginem a muvúca que ocorrerá quando algum time se sentir prejudicado e não concordar com a decisão do árbitro de vídeo.

2- A qualidade do sinal será boa? Pensem em um Corinthians x Palmeiras, 1×1 e aos 48m do segundo tempo um lance duvidoso e o AV diz que caiu a Internet ou a transmissão!

3- E se for um daqueles “pênaltis de queimada da Regra 12B”, onde se vê que a bola bateu sem querer na mão mas o árbitro de vídeo atesta para o árbitro central de que é pênalti por movimento antinatural do braço?

Nem com a melhor tecnologia do mundo a arbitragem melhorará se o elemento humano for incompetente ou mal orientado!

E você, o que achou de tudo isso? Interessante é que MPDN não ousou falar em profissionalizar os árbitros…

bomba.jpg

– As Sugestões dos Clubes para Mudar a Arbitragem Brasileira

A Comissão Nacional dos Clubes de Futebol do Brasil, representada pelo presidente do Atlético Mineiro, Daniel Nepumoceno, sugeriu à CBF algumas mudanças na condução da arbitragem nacional.

Avalie-as:

1- Ao invés dos árbitros serem escalados – ou melhor – indicados para sorteio por Sérgio Correa, uma comissão formada por pessoas indicadas pelos clubes e/ou profissionais da CBF dividiriam a responsabilidade com o chefão do apito para confeccionar as escalas;

2- Criação de Ranking de Árbitros;

3- Uso da Tecnologia para diminuir os erros;

4- Criação de grupos independentes de avaliadores dos árbitros.

Sobre elas, minha opinião:

1- Sérgio continuará no poder e os cartolas apenas querem direito a vetar nomes que não gostem.

2- Já existe ranking com a criação de categorias de árbitros. Na FPF, existia um fajutíssimo ranking com fórmula mirabolante que nunca funcionou.

3- A tecnologia só pode ser aprovada nas reuniões da International Board.

4- Os árbitros são avaliados com notas boas quando estão de bem com o chefe; mal, quando estão de mal com o chefe. Criar grupos independentes é boa idéia. Mas quem? Torcedores? Representantes de clubes? Ex-árbitros comentaristas da TV?

Ou seja: tudo continuará igual… Tirar Sérgio Correa, como alguns clubes querem, parece ser desejo apenas “da boca pra fora”. E tirando ele, entraria quem?

bomba.jpg

– Mais mortes na relação Terroristas e Ocidentes

O Reino Unido anunciou que matou dois terroristas usando drones, sem consultar o Parlamento (a lei dele assim exige). O caso é grave: eram próprios britânicos jihadistas que planejavam atentados na Grã Bretanha.

É o mau menor? Talvez. Matar antes de ser atacado… Ou melhor prender para descobrir novas conexões e células terroristas, garantindo mais paz e menos mortes?

DIFÍCIL dizer qualquer coisa. O certo é que cidadãos ingleses formam o maior número de adeptos do Estado Islâmico na Europa, que abandonam a Pátria e por ideais religiosos e odiosos e se juntam na Síria ao ISIS

Como entender idiota que mata inocentes por uma causa lunática?
bomba.jpg

– Del Nero é o novo Tancredo. Ao menos, para Walter Feldman!

O secretário-geral da CBF, Walter Feldman, disse na última quarta-feira em evento público em São Paulo que o atual presidente da entidade, Marco Polo Del Nero representa “a transição para o novo modelo de gestão” que estaria sendo implantada na Confederação e em todo o futebol brasileiro, de maior transparência, controle e profissionalismo.

Acreditou?

Não parou por aí. Feldman disse, ao ser questionado que Marco Polo tinha como lema em sua chapa “Continuidade Administrativa” que:

Como não houve uma disputa (para Del Nero assumir a presidência da CBF), passa a ideia da continuidade e de continuísmo. Mas nós temos uma lógica que eu chamo de anticíclica para mostrar que ele pode ser a grande evolução, como foi o Tancredo Neves“.

Profundo… mas irreal! Para eles, “Del Nero é o cara!”.

bomba.jpg

– E o anão stripper do Denarc?

Que feio… durante a semana, a Folha de São Paulo obteve um vídeo de uma “festinha” dentro da Delegacia de Combate aos Narcóticos (sim, o Denarc!).

Policias e Delegado assistiram a show realizado por um… Go Go Boy Anão!

Parece brincadeira, mas foi verdade. E ninguém foi punido, pois a celebração aconteceu “fora do horário de expediente e sem bebida alcoólica”.

Esse país não é sério!

bomba.jpg

– Análise da Arbitragem para Paulista x São Bento, Copa Paulista

Para o importante e decisivo jogo entre o Galo x Bentão, valendo classificação para a segunda fase da Copa Paulista, apitará o professor de Educação Física Carlos Fernando Moreira, sendo apenas o 5o jogo profissional dele nos últimos 3 anos.

Novamente a FPF escala um novato para um clássico regional tão disputado. Para Ituano x São Bento tivemos árbitro de série A1. Por quê só no Jayme Cintra temos gente nova? Assim como o árbitro, os bandeiras Luis Cláudio Pereira dos Santos (41 anos) e Rafael dos Santos Penate (entrando no seu 3o ano de carreira) também são novatos. Idem ao 4o árbitro Paulo Nogueira Pinheiro Junior.

Em jogo de tal importância como esse, não é momento de testar. Ademais, por quê para em jogos de outras rodadas e clubes tivemos árbitros atuantes na 1a divisão?

Torço para uma boa arbitragem do desconhecido quarteto, em que pese, tenho sentido menosprezo nas escalas para o Tricolor Jundiaiense.

Acompanhe a transmissão de Paulista x São Bento pela Rádio Difusora Jundiaiense AM810, com o comando de Adilson Freddo. Narração de Marcelo Tadeu; comentários de Robinson Berró Machado e Heitor Freddo; análise da arbitragem com Rafael Porcari; reportagens de Luiz Antonio “Cobrinha” de Oliveira. Na técnica Antonio Carlos Caparroz e André Luís Lucas. Sábado, às 19h00 – mas a jornada esportiva começa a partir das 18h00, para você ter a melhor informação com o Time Forte do Esporte!

index.php-3

– Reunião do Conseg Vetor Oeste: Participe!

Amigos do Bairro Medeiros, boas notícias!

Na 4a feira – 30/09, às 10h00, haverá reunião do Conseg Japi (Conselho Comunitário de Segurança do Vetor Oeste – que engloba nosso bairro). Lá estarão presentes o Comandante da Polícia Militar e o Delegado de Polícia Titular do 5o DP.

A reunião é aberta para qualquer cidadão que queira participar e apresentar propostas de melhorias de Segurança Pública para a nossa região.

Prestigiemos! É a oportunidade que tanto queremos e pedimos para expor as dificuldades e necessidades aqui do Bairro Medeiros e suas adjacências.

Endereço: Avenida Benedito Castilho de Andrade, 371 (na sede da ACE Jundiaí, em frente a Caixa Econômica Federal).

Vamos repassar o convite aos amigos? 
Compartilhe para que tenhamos boa representatividade.

bomba.jpg

– O dia do Árbitro (que se celebra hoje) é para comemorar?

Hoje é dia do árbitro esportivo. Portanto, data festiva para o juiz de futebol!

Há o que comemorar?

Os árbitros brasileiros têm uma chefia fraca; mal representados pelos sindicatos e associações (que muitas vezes parecem defender mais os interesses das federações estaduais e da confederação do que os dos seus associados), e ainda por cima se tornaram bodes expiatórios da Comissão de Arbitragem da CBF, com o discurso de que as más arbitragens devem a única e exclusivamente a eles, desonerando seus comandantes de responsabilidades.

Paciência. Assim mesmo, feliz dia do árbitro!

bomba.jpg