– Marco Polo e Madre Teresa: os discursos sabatinais de ética!

Há certas coincidências no dia-a-dia que são irônicas. Por exemplo: as minhas duas leituras dessa manhã de sábado!

Hoje, a Igreja Católica celebra a memória da beata Madre Teresa de Calcutá, a pobre freirinha que viveu na miséria, despojando-se de tudo para todos; símbolo da caridade (independente de qual crença seja) e deixou lições de amor, fraternidade, carisma e serviço ao próximo e a Deus. E uma de suas frases de amor: “a trilha mais rápida é o caminho correto“, foi a minha 1a leitura matinal.

Ironicamente, a minha segunda leitura fala também de “caminho”, especificamente do “caminho ético do futebol”, escrita por… Marco Polo Del Nero.

Uau… que diferença de princípios! Mas o texto se referia ao artigo escrito pelo presidente da CBF (ou a mando dele) sobre os rumos da arbitragem e o atual momento.

Escreveu Marco Polo sob o título de “Consciência Coletiva”:

“- (…) O desafio da CBF é de reconhecer os erros e buscar o aperfeiçoamento, tanto por obrigação institucional, como por desejo de triunfo, de acerto, de credibilidade ética e reconhecimento técnico. Assim tem sido em relação à Comissão de Arbitragem, onde verificamos consideráveis avanços (…) Temos feito um trabalho de avaliação contínuo e responsável, amparado na parceria importante da Ouvidoria e da Corregedoria de Arbitragem (…) Erros graves continuarão sendo punidos como tem sido feito. Entendemos que reconhecer o erro e puni-lo seja a melhor forma de instigarmos o conhecimento e desafiarmos os profissionais a se prepararem e serem cada vez melhores, da mesma forma que os clubes afastam seus atletas em busca de uma recuperação técnica.”

Diante dessas palavras demagógicas e que não retratam a realidade, fico pensando: qual a distância de valor e importância de cada um na sociedade? A amplitude do discurso e de ações de ambos assusta. Vide o Dr Marco Polo e sua ética citada, escondido nesse sábado dos americanos do FBI em seu refúgio carioca na Barra da Tijuca, e a humilde Teresa de Calcutá, que falecida há 18 anos está presente neste sábado em memória e princípios por todo o planeta.

Encerro com uma frase de respeito da inspiradora freirinha, quando abordada certa feita em Bombaim, sobre a ajuda aos doentes e dificuldade das tarefas solidárias:

“- O senhor não daria banho a um leproso nem por um milhão de dólares? Eu também não. Só por amor se pode dar banho a um leproso.”

Amar, agir, administrar, fazer qualquer coisa desinteressadamente é um desafio para poucos! Para o bem do futebol e da arbitragem, é necessário que se mude os nomes daqueles que comandam os árbitros do Brasil Na mesma proporção, é necessário que se acabe com as estruturas viciadas e os mandatários de hoje.

bomba.jpg

– Coitada da Lusa… Jogo da Terceirona na Segundona?

Se a situação financeira da Lusa é complicada, isso é sabido.

Que a Série C é deficitária, idem.

Mas o que dizer do jogo Portuguesa x Juventude, na 3a divisão, marcado para o feriado de 7 de Setembro, segunda-feira, às 20h30?

Canindé vazio e coitado do torcedor. Essa é certeza.
bomba.jpg

– Peixes extintos que voltaram à vida?

Peixe vampiro ou sanguessuga do mar: não é que a Natureza nos surpreende quando permite a descoberta de criaturas exóticas que se acreditava não existirem mais?

Veja só, extraído de: http://is.gd/QHa4Qx

PEIXE DO TEMPO DOS DINOSSAUROS

Você nunca mais vai ficar tranquilo ao entrar água depois de conhecer esse peixe. Depois de 200 anos sumido dos rios ingleses, Lamprey, uma espécie de peixe vampiro, voltou a aparecer. Conta a história que o rei Henrique I morreu depois de comer esse peixe. Que coragem!

O bicho é muito feio! Sua boca parece um ralo de pia, com dentes de triturador prontos para engolir seus dedos! Essa coisinha bizarra existe no mundo há cerca de 200 milhões de anos antes dos dinossauros. E o maldito, que parecia ter sumido dos rios ingleses, resolveu dar as caras de novo!

Lamprey é conhecido como uma praga nos oceanos, vindo por canais criados para ligar lagos ou rios, eles atacam peixes. Trata-se de um parasita, que muitas vezes ataca em cardume, sugando o sangue até matar. Existem variedades de Lamprey, algumas podem chegar até quase 1 metro!

Se liga na boquinha do bicho:

bomba.jpg
bomba.jpg

– Imagens que evitei ver!

Meu Deus! Que dura semana para a sociedade civilizada.

1- As fotos do pai sírio que perdeu o filho de 5 anos foram assustadoras. Eu não suportei vê-las.

2- As imagens filmadas na Praça da Sé de um tiroteio, com os assassinatos acontecendo em pleno Centro da Capital Paulista.

O que fazer?
bomba.jpg