– Análise dos lances polêmicos de Figueirense X Palmeiras e Fluminense X Náutico

 

Dois lances polêmicos na tarde/noite de sábado, pelo Brasileirão. Vamos a eles?

 

1- FIGUEIRENSE X PALMEIRAS

 

Ontem, em Florianópolis, Marcos Assunção se prepara para cobrar uma falta. Valdívia está bem adiantado, sozinho, pulando a frente do goleiro. Assunção chuta com perfeição e a bola entra no gol. Gol válido ou inválido?

 

O lance pode ser assistido nesse link, com os melhores momentos do jogo, em: http://www.youtube.com/watch?v=e2E6x-thmeU

A jogada é irregular. Veja essa imagem abaixo do Livro de Regras, sobre a Regra 11 – Impedimento: aqui, se fala sobre a situação 2: “Interferir contra um adversário”.  

 

Ela não ilustra perfeitamente a posição de Valdívia no lance de ontem?

O chileno deveria conhecer a Regra. Custa a crer que atletas famosos, bem remunerados e de equipe grande, nunca se preocuparam em conhecer melhor as regras do próprio esporte no qual trabalham.

 

O detalhe negativo é que o bandeira Guilherme Dias Camilo, aspirante a FIFA de MG, deu o gol! Pela nítida ação de Valdívia, ficou fácil para o árbitro Wilton Sampaio chamar a responsabilidade para si e anular o lance. Parabéns a ele por tal acerto, felizmente corrigiu o erro do assistente.

 

Caso Valdívia tivesse ficado parado, fora da trajetória da bola, mesmo estando a frente da linha do penúltimo atleta, poderia-se considerar impedimento passivo e confirmar o gol. Mas seu comportamento foi infantil…

 

Duro é ouvir Marcos Assunção, brilhante jogador, e Valdívia, não tão brilhante assim, choramingando a anulação do gol com declarações de claro desconhecimento das regras. Uma pena.

 

2- FLUMINENSE X NÁUTICO

 

Aos 42m do segundo tempo, uma bola é lançada na área de defesa do Fluminense, após cobrança de falta. Kim tenta cabeceá-la; porém, o zagueiro Gum o atropela no ar, desequilibrando-o e cometendo pênalti, não marcado.

 

Repare na imagem que o árbitro Pablo dos Santos Alves (asp-FIFA/ES) está se aproximando do lance, próximo ao bololô de atletas formado, e não tem certeza da infração ou não. Porém, o lance é na cara do árbitro assistente adicional 2 (AAA) Leandro Bizzio Marinho/SP. Fica a dúvida: ele nada informou ao árbitro ou houve a informação e o árbitro se omitiu?

 

O lance está aos 08’50” dos melhores momentos do compacto do Globoesporte.com, em:  http://is.gd/YXAJqf

 

Errar tal lance a 1 minuto de jogo, dá para correr atrás do prejuízo. Mas aos 42m do segundo tempo, é erro decisivo…

 

Um comentário a mais: os dois AAAs dessa partida (o outro foi Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, árbitro que apitou na semana passada Palmeiras X Corinthians) estavam de calça e blusa. Em alguns jogos, os AAA estão de agasalho; em outros, devidamente uniformizados. Que tal regular melhor esta questão?

 

Outra coisa: tal desconforto é o do uso da camisa amarela dos árbitros em jogos do Palmeiras quando o alviverde usa o verde-limão. Na TV, o árbitro some em campo, se confundindo com atletas palmeirenses. A CA-CBF deveria combinar com a fornecedora de material esportivo novas cores de uniformes e dar mais opções.

– Análise dos lances polêmicos de Figueirense X Palmeiras e Fluminense X Náutico

Dois lances polêmicos na tarde/noite de sábado, pelo Brasileirão. Vamos a eles?

1- FIGUEIRENSE X PALMEIRAS

Ontem, em Florianópolis, Marcos Assunção se prepara para cobrar uma falta. Valdívia está bem adiantado, sozinho, pulando a frente do goleiro. Assunção chuta com perfeição e a bola entra no gol. Gol válido ou inválido?

O lance pode ser assistido nesse link, com os melhores momentos do jogo, em: http://www.youtube.com/watch?v=e2E6x-thmeU

A jogada é irregular. Veja essa imagem abaixo do Livro de Regras, sobre a Regra 11 – Impedimento: aqui, se fala sobre a situação 2: “Interferir contra um adversário”.

 

 

Ela não ilustra perfeitamente a posição de Valdívia no lance de ontem?

O chileno deveria conhecer a Regra. Custa a crer que atletas famosos, bem remunerados e de equipe grande nunca se preocuparam em conhecer melhor as regras do próprio esporte no qual trabalham.

O detalhe negativo é que o bandeira Guilherme Dias Camilo, aspirante a FIFA de MG, deu o gol! Pela nítida ação de Valdívia, ficou fácil para o árbitro Wilton Sampaio chamar a responsabilidade para si e anular o lance. Parabéns a ele por tal acerto, felizmente corrigiu o erro do assistente.

Caso Valdívia tivesse ficado parado, fora da trajetória da bola, mesmo estando a frente da linha do penúltimo atleta, poderia-se considerar impedimento passivo e confirmar o gol. Mas seu comportamento foi infantil…

Duro é ouvir Marcos Assunção, brilhante jogador, e Valdívia, não tão brilhante assim, choramingando a anulação do gol com declarações de claro desconhecimento das regras. Uma pena.

2- FLUMINENSE X NÁUTICO

Aos 42m do segundo tempo, uma bola é lançada na área de defesa do Fluminense, após cobrança de falta. Kim tenta cabeceá-la; porém, o zagueiro Gum o atropela no ar, desequilibrando-o e cometendo pênalti, não marcado.

Repare na imagem que o árbitro Pablo dos Santos Alves (asp-FIFA/ES) está se aproximando do lance, próximo ao bololô de atletas formado, e não tem certeza da infração ou não. Porém, o lance é na cara do árbitro assistente adicional 2 (AAA) Leandro Bizzio Marinho/SP. Fica a dúvida: ele nada informou ao árbitro ou houve a informação e o árbitro se omitiu?

O lance está aos 08’50” dos melhores momentos do compacto do Globoesporte.com, em:  http://is.gd/YXAJqf

Errar tal lance a 1 minuto de jogo, dá para correr atrás do prejuízo. Mas aos 42m do segundo tempo, é erro decisivo…

Um comentário a mais: os dois AAAs dessa partida (o outro foi Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, árbitro que apitou na semana passada Palmeiras X Corinthians) estavam de calça e blusa. Em alguns jogos, os AAA estão de agasalho; em outros, devidamente uniformizados. Que tal regular melhor esta questão?

Outra coisa: tal desconforto é o do uso da camisa amarela dos árbitros em jogos do Palmeiras quando o alviverde usa o verde-limão. Na TV, o árbitro some em campo, se confundindo com atletas palmeirenses. A CA-CBF deveria combinar com a fornecedora de material esportivo novas cores de uniformes e dar mais opções.

– Mapas no Metrô para corrigir erros do iOS 6 da Apple

A popularização dos iPhones é algo impressionante em algumas partes do mundo. Por exemplo: a Apple atualizou o sistema operacional dos iPhones, e substituiu o programa de Mapas, antes do Google, para um próprio. Porém, nos primeiros dias, muitos erros acontecem nos mapas do novo aplicativo. Assim, o Metrô de Londres disponibilizou mapas da cidade para os usuários de trens, já que o uso do GPS dos iPhones é extremamente comum por lá!

Não dá para imaginar isso aqui no Brasil…

 

– O Fim dos Cavaletes Eleitorais e a Limitação dos gastos dos Candidatos a Vereador!

Rondonópolis, com 200 mil habitantes, dá o exemplo: lá, os candidatos a vereador combinaram em não poluir visualmente a cidade, evitando colocar nas praças públicas e avenidas os horripilantes cavaletes de propaganda. E para conter os gastos, cada candidato só pode contratar até 10 cabos eleitorais.

Fantástico. Pena que seja utopia imaginar que isso possa ser uma regra no Brasil…

– Corrida de Rua “Caminhadas de Abraão”: Judeus + Cristão + Islâmicos

William Ury é antropólogo e professor em Harvard. Especialista em “Negociações de Paz”, ele criou uma ONG chamada “Caminhada de Abraão”, e que hoje promove uma corrida de rua em São Paulo.

A entidade promove a integração das 3 grandes religiões mundiais: Cristianismo, Judaísmo e Islamismo, através de provas de pedestrianismo, usando o nome de Abraão, personagem que está presente com grande importância na Bíblia cristã, na Torá judaica e no Alcorão muçulmano.

Para ele, a prova de hoje no Brasil (em São Paulo) é uma das mais simbólicas, pois, talvez, seja um dos poucos lugares do mundo onde as 3 religiões convivem pacificamente.

De fato, isso é uma grande verdade! Felizmente…

– E quando o Árbitro leva um carrinho em campo?

E se o árbitro sofrer um carrinho de um jogador?

Normalmente, leva bronca se for involuntário. Amarelo se for temerário. Vermelho se for com força excessiva. Mas não leva nada se for casualidade.

Ontem, na Inglaterra, um árbitro sofreu um carrinho duplo. Escolheu um dos jogadores e aplicou um “cartão vermelho de mentira ao atleta”, mesmo estando no chão, caído e recebendo atendimento médico.

Hilário, e que se leve na esportiva mesmo. Veja o lance abaixo:

Extraído de: http://is.gd/srmuju

ÁRBITRO LEVA CARRINHO DUPLO DE JOGADOR

O árbitro Lee Probert, da partida Wigan x Fulham, foi protagonista de um lance bizarro. Sidwell, do Fulham, e Watson, do Wigan, deram um carrinho duplo no juiz, que caiu com dores. Apesar de fazer caretas, Probert teve bom humor e deu cartão vermelho de brincadeira ao atleta do Wigan.

Veja o vídeo em: http://www.youtube.com/watch?v=gzBkxDr29oc

Miniatura

– E quando o Árbitro leva um carrinho em campo?

E se o árbitro sofrer um carrinho de um jogador?

Normalmente, leva bronca se for involuntário. Amarelo se for temerário. Vermelho se for com força excessiva. Mas não leva nada se for casualidade.

Ontem, na Inglaterra, um árbitro sofreu um carrinho duplo. Escolheu um dos jogadores e aplicou um “cartão vermelho de mentira ao atleta”, mesmo estando no chão, caído e recebendo atendimento médico.

Hilário, e que se leve na esportiva mesmo. Veja o lance abaixo

Extraído de: http://is.gd/srmuju

ÁRBITRO LEVA CARRINHO DUPLO DE JOGADOR

O árbitro Lee Probert, da partida Wigan x Fulham, foi protagonista de um lance bizarro. Sidwell, do Fulham, e Watson, do Wigan, deram um carrinho duplo no juiz, que caiu com dores. Apesar de fazer caretas, Probert teve bom humor e deu cartão vermelho de brincadeira ao atleta do Wigan.

Veja o vídeo em: http://www.youtube.com/watch?v=gzBkxDr29oc

Miniatura

– A Gafe Americana nas Eleições

Mitt Romney, candidato republicano à Presidência dos EUA, foi extremamente infeliz. Declarou informalmente a amigos num jantar que:

47% dos eleitores votarão no presidente, haja o que houver. Essas pessoas dependem do governo, acreditam ser vítimas e acham que o governo tem a responsabilidade de cuidar delas. São pessoas que não pagam Imposto de Renda. Meu trabalho não é me preocupar com essas pessoas”.

Tal declaração traz claros prejuízos a qualquer candidato. Porém, somada a ela, houve críticas ao processo de paz no Oriente Médio, incluindo até mesmo o questionamento ao papel de Jimmy Carter, o ex-presidente americano que tentou intermediar acordos por lá.

Tudo passaria batido se as pessoas que ali estavam reunidas não revelassem. Porém, estava no jantar James Carter IV, neto do democrata Jimmy Carter, citado negativamente.

Ao ouvir as queixas contra seu Jimmy, não teve dúvida. Filmou tudo e colocou na rede.

Depois dos republicanos procurarem descobrir quem vazou as polêmicas pela Web, o próprio James disse:

Fui que publiquei tudo, não gosto que falem mal do meu avô”.

É isso que dá falar coisa que não deve… Certamente Mitt Romney perderá votos.

– Prisão Chinesa de Mendigos

Rodou o mundo a imagem de mendigos presos na China. Na verdade, enjaulados!

Como em determinada região chinesa está acontecendo um festival religioso e muitos turistas a visitarão, o governo local resolveu guardar numa cela os mendigos para que eles não aproveitem a ocasião.

É essa mesma China que todos querem negociar e fazem vista grossa aos Direitos Humanos em troca de dinheiro.

– Ciclovias, Ciclofaixas e Dia Mundial sem Carro

Ontem foi Dia Mundial sem Carro, e se falou muito sobre o uso das bikes. Sou ciclista, defendo ciclovias e eventualmente ciclofaixas. Porém…

É inconcebível que se misture o trânsito de bicicletas com o de carros. As ciclovias são seguras. As ciclofaixas, eventualmente seguras. E totalmente inseguras são as alternativas criadas para privilegiar nós, ciclistas, em dias de lazer.

Digo isso pois me pesar ver a criação das ciclofaixas eliminando as faixas de carro. Ora, o trânsito caótico das nossas avenidas aumenta e só faz com que os motoristas fiquem embirrados com os ciclistas.

É burrice tal alternativa. As faixas de bicicletas devem ser acrescentadas às dos carros, não substitutas!

E você, o que pensa sobre isso?

– Galvão Empolgante, Galvão Irritante

Acompanhando o GP de Cingapura, é inegável dizer que Galvão Bueno se esforça em ajudar Felipe Massa.

O brazuca tenta voltar a ser competitivo, dá azar nas provas e as vezes falta competência. Mas mesmo nessa grande dificuldade, o brilhante Galvão Bueno cria esperanças no telespectador.

Ele empolga! Mas, para os mais lúcidos, ele irrita demais. É por isso que Galvão é o maior narrador da TV Brasileira.

 

– Tinker Bell: é Hoje!!!

Família ansiosa conta os minutos para chegar ao cinema!

Hoje iremos assistir “Tinker Bell e o Segredo das Fadas”.

Tudo bem que na minha infância ela era chamada “Sininho” e o protagonista era o Peter Pan. Mas confesso que ir ao cinema com a esposa e a filhinha é um dos programas mais prazerosos que existe!