– O lance de Diego Souza e Cássio no Grêmio 0x1 Corinthians: vale tirar o cartão da mão do juizão?

Um lance polêmico no Rio Grande do Sul: Diego Souza (GRE) parte para o ataque, vai em direção ao gol e ao driblar o goleiro Cássio (COR), sofre a falta fora da área. Há dois corintianos defensores à frente do atacante gremista, além de um terceiro defensor ao lado.

Avalie: se Diego não fosse derrubado após o drible (Cássio não visou a bola, visou o corpo numa ação temerária),

1- era “certeza” que sairia o gol?

Se sim, ao cometer a falta, o goleiro era merecedor de cartão vermelho por impedir uma situação clara de gol.

2- era “possível” que algum dos 3 adversários pudesse evitar o gol ou ainda lhe roubar a bola antes do chute?

Se sim, ao cometer a falta, o goleiro merecedor de cartão amarelo por ação temerária.

Aí vem outro detalhe da regra: contestar insistentemente a marcação de um árbitro com gestos (desde que não sejam ofensivos) é para cartão amarelo. Arrancar sua ferramenta de trabalho (como Diego Souza fez com Ricardo Marques Ribeiro ao “roubar-lhe” o Amarelo) já ultrapassa o tolerável. Não é uma agressão ao trabalho do juizão? Sendo assim, teria que expulsar o gremista.

Confesso: a falta de meritocracia nas escalas de arbitragem é algo assustador…

Diego Souza pega o amarelo da arbitragem e reclama em derrota do Grêmio para o Corinthians — Foto: Eduardo Moura/ge.globo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.