– Paternidade…

Quando a imagem diz tudo. Veja quem é a figura do “Pai”:

Imagem

– A coragem de mulheres que tiram as Mamas por prevenção!

Conheço algumas poucas mulheres que corajosamente, sabendo da possibilidade genética de ter um câncer de mama, as retiram por prevenção. E as aplaudo!

Compartilho uma interessante matéria sobre isso, em: https://www.uol.com.br/universa/noticias/redacao/2021/06/28/aos-30-anos-e-saudavel-tirei-as-mamas-e-reduzi-70-o-risco-de-ter-cancer.htm

AOS 30 ANOS E SAUDÁVEL, RETIREI AS MAMAS E REDUZI EM 70% O RISCO DE CÂNCER.

“Dentro de mim, sempre existiu a certeza de que eu iria enfrentar um câncer. Parecia ser algo inevitável: uma das minhas primeiras memórias é a de estar no estacionamento do hospital, com 5 anos, olhando para cima e dando tchau para minha mãe, que estava na janela do quarto, internada para tratar do primeiro câncer que descobriu, o de mama. Ela se curou deste, mas com o passar dos anos teve a doença nos ovários, rins, sangue e na coluna cervical. Ajudei nos seus cuidados até meus 26 anos, quando ela faleceu.

Na nossa família, esse assunto era muito comum. Minha mãe tinha seis tias: cinco delas morreram por câncer de mama e uma teve a doença, mas sobreviveu. Meu pai também teve um câncer de pele, mas fez o tratamento e hoje está bem. Por causa disso, sei melhor do que ninguém os impactos da radio e da quimioterapia. Claro que não gostaria de passar por isso, mas a sensação que eu tinha era de que a genética já havia determinado meu destino — e que, mais cedo ou mais tarde, isso iria acontecer.

A primeira vez que ouvi falar em BRCA, uma mutação genética que aumenta o risco de desenvolvimento da doença (nas mulheres, eleva as chances de câncer nos ovários e nas mamas), foi em 2013, quando a Angelina Jolie descobriu ser portadora desse gene.

Depois de perder a mãe, a avó e a tia por causa de tumores nos seios, ela realizou uma mastectomia preventiva: ou seja, retirou as mamas e colocou próteses de silicone no lugar, para reduzir as chances de sofrer com o mesmo problema. Dois anos depois, retirou também os ovários.

O assunto tomou conta da internet e dos programas de TV. Muitos até criticaram a atriz pela sua decisão. Eu, é claro, fiquei bastante interessada, mas não pude dar atenção ao tema na época. Estava sobrecarregada, ajudando minha mãe a encarar uma das fases mais delicadas para a sua saúde.

Pouco tempo depois, aos 57 anos, minha mãe faleceu. A vida seguiu, eu me casei e mudei de São Paulo para Curitiba (PR). Fazia os exames preventivos, conversava com médicos, mas o risco de ter um câncer continuava nos meus ombros. Até que um dia, no ano passado, me lembrei da possibilidade do teste genético. Marquei uma consulta com uma ginecologista, que me encaminhou para um geneticista.

“Paguei quase R$ 4 mil para fazer o exame”

Tenho plano de saúde, mas para realizar o exame de sangue que detecta mutações genéticas, era necessário o encaminhamento de um geneticista e a comprovação de que minha mãe havia tido câncer de mama ou ovário antes dos 50 anos. Como ela fez o tratamento todo pelo SUS, liguei no hospital pedindo um laudo médico do seu caso, mas eles não tinham mais a documentação. Por causa disso, realizei o exame particular e paguei R$ 3800.

Quando recebi o resultado, descobri que tenho a mutação BRCA 2. Segundo o geneticista que acompanhou meu caso, eu tinha 87% de chances de ter um câncer de mama ou de ovário antes dos 50 anos. Por isso, a indicação era de que, mesmo estando saudável, eu fizesse a retirada desses órgãos, para que não tivesse problemas no futuro.

Receber essa notícia tem um impacto psicológico muito profundo. Chorei e cheguei a me arrepender de ter mexido com esse assunto. Mas logo em seguida comecei a fazer os exames preparatórios para a minha primeira cirurgia: uma mastectomia preventiva bilateral. Ou seja, a retirada de ambos os seios saudáveis. Por causa da pandemia, o procedimento precisou ser adiado e a espera foi bastante angustiante. Redobrei o número de exames preventivos e qualquer pequeno sinal no meu corpo já era motivo para uma grande preocupação.

“Fiz a cirurgia há 31 dias e a sensação é de que nasci de novo”

Depois de muita espera, consegui fazer a retirada dos seios há 31 dias. Durante a operação, tudo o que pertence a essa região é retirado: desde a gordura, até os dutos mamários. A médica manteve apenas uma parte do músculo, para ajudar na aderência dos 750 ml de prótese de silicone que coloquei. A cirurgiã responsável pelo procedimento conseguiu manter os meus mamilos, mas sei que, em alguns casos, isso não é possível.

Quem acha que a mastectomia preventiva é parecida com o processo de colocar um implante de silicone por motivos estéticos está muito enganado: a diferença começa no psicológico. Eu jamais pensei em fazer esse tipo de intervenção, porque adorava essa parte do meu corpo e ainda tenho dificuldade em aceitar a imagem que vejo atualmente no espelho.

Além disso, como não se trata apenas de implantar os silicones, mas sim de substituir os seios todos por eles, a cirurgia é mais invasiva e a recuperação mais dolorida.

No pós-operatório, os movimentos ficam muito comprometidos. Faz pouco tempo que consegui pegar pela primeira vez um objeto do chão. Meu marido é quem me ajuda nas tarefas mais básicas do dia a dia, como lavar e pentear o cabelo.

Apesar destas dificuldades, assim que saí da mesa de cirurgia, soube que passar por tudo isso valeu a pena e que, se fosse necessário, faria tudo de novo. Sei que não estou livre de ter câncer, mas hoje tenho 70% menos chances de a doença nas mamas aparecer.

Eu e meu marido nunca tivemos o desejo de ter filhos — e, sinceramente, não tenho o desejo trazer uma criança ao mundo sabendo que ela corre o risco de ter a mesma mutação que eu. Por isso, pretendo fazer uma histerectomia total (retirada de ovários, útero e trompas) quando completar 35 anos. Tenho receio da menopausa precoce, mas sei que os procedimentos me ajudarão na prevenção da doença, assim como manter uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos.

Não me considero uma pessoa muito espiritualizada, mas ainda assim, me sinto totalmente em paz com a minha decisão. A sensação é como se tivesse nascido de novo — só que, desta vez, sem o medo de morrer que me atormentou durante tanto tempo.” Rafaela Metrovine tem 30 anos, é advogada e mora em Curitiba (PR).

– Palmeiras 2×3 Fortaleza: assistindo “por cima”, mas dá para opinar…

Ontem eu tive um dia corrido na área acadêmica e na pessoal. Hoje, por conta do Dia dos Pais, as prioridades obviamente são outras!

Digo isso pois (sobre futebol do Brasileirão) vi apenas as expulsões de Palmeiras e Fortaleza. E, com todo respeito ao árbitro Wilton Pereira Sampaio, deu para perceber que ele cumpriu a nefasta função cobrada a NÃO se fazer nas Escolas de Árbitros: a de “administrador”, ou se preferir, “mediador”.

Cá entre nós: o rigor disciplinar à Felipe do Fortaleza (70 minutos) foi contestável. E repetiu isso com Victor Luís (90 minutos). Quero dizer: tentou compensar um erro de expulsão com outro. Ou teria sido coerente pelo “critério equivocado”?

Não assisti ao jogo (pode até o árbitro ter sido ótimo em todos os outros lances), mas nesses dois específicos, pisou na bola.

Palmeiras x Fortaleza: onde assistir, horário e escalação das equipes

 

– Mudando o clima…

Acho que “a esquentadinha” que deu na temperatura vai trazer chuva…

Viram essas nuvens?

Imagem

📸 #FOTOGRAFIAéNOSSOhobby
#clouds #sky #céu #natureza #horizonte #fotografia #paisagem #inspiração #mobgrafia #XôStress #BragançaPaulista

– Ser Pai e Ter Pai: Feliz Dia dos Pais!

Ser Pai é ótimo!

É ter uma amigona para amar e se lambuzar…

IMG_6821

É ter uma amiguinha para te fazer sorrir…

D0FE4886-F221-4B5A-80EC-68C9876C13A4

Mas também é bom demais TER um pai: meu pai é meu grande amigo, meu herói. Te amo, meu Xará!

IMG_8430

Feliz DIA DOS PAIS – a melhor data do ano (para mim, particularmente)!

– Os Árbitros e a Orientação para Cuidados com Jornalistas!

Há exatos 6 anos…

Está na coluna Painel da Folha de São Paulo (08/08/15, por Marcel Rizzo):

Espiões na Rede – Árbitros receberam recomendações da CBF, por meio de documento da FIFA, de como se portar em redes sociais. Entre os pedidos para tomar cuidado com postagens pessoais, principalmente fotos, há uma orientação inusitada: tomar cuidado com os ‘amigos’ que aceita, já que podem ser JORNALISTAS.

É sabido que os comandantes da arbitragem nacional (e os da estadual também) detestam qualquer manifestação de árbitro, orientando informalmente que não se dê entrevista e que fuja de microfone, câmera ou computador. Mas a impressão é que eles querem transformar jornalistas em vilões para com os árbitros.

Uma pena pensar assim…

bomba.jpg

– Os 76 anos da Bomba de Nagasaki e os questionamentos pelo lado dos japoneses

No dia 08 de agosto recorda-se a 2a bomba atômica lançada pelos EUA contra o Japão (Nagasaki). No dia 06, lembremos, a 1a bomba atingiu Hiroshima (1945).

Nos livros de história sabemos do ataque japonês na base americana do Hawaí e de tudo mais que se fala sobre a aliança com a Alemanha e a Itália. Mas… o que pensavam os japoneses que comandavam o país? Por que uma aliança com o nazi-fascismo? Nunca vi ninguém falar sobre isso.

Vejo muita gente falando da necessidade das bombas para acabar com a Segunda Guerra Mundial. Mas o comportamento dos políticos locais também não era fundamental para o estabelecimento da paz?

bomba.jpg

– Morning / Amanhecer.

Domingo lindo, para viver intensamente e curtir a família!

Veja esse clique do amanhecer caipira:

📸 #FOTOGRAFIAéNOSSOhobby
#sol #sun #sky #céu #photo #nature #morning #alvorada #natureza #horizonte #fotografia #pictureoftheday #paisagem #inspiração #mobgraphy #mobgrafia #hobby

– Dia dos Pais / Father’s Day.

Eu iria escrever que meu pai é meu super-herói. Mas não é. É mais do que isso!

Ele não é o Superman e nem veio de outro planeta, mas é o mais humano dos homens.

Ele não é super-veloz como o Flash, mas é o cara mais rápido que eu conheço quando precisa me ajudar.

Ele também não tem dupla identidade e nem é sombrio como o Batman; ao contrário, é o pai mais carismático e transparente que existe.

Ele, certamente, não tem super-tecnologia como o Homem de Ferro, mas sua super-presteza em cuidar da família supera a todos os outros poderes.

Ele não é tão jovem como o Homem-Aranha, mas certamente leva o mesmo super-adjetivo de “Amigão da Vizinhança” – e meu amigão também!

Ele, quando precisa me corrigir (e precisa mesmo), não fica com raiva como o Incrível Hulk, mas é um incrível educador.

Ele, por fim, não tem a pontaria do Arqueiro Verde, nem super-força como o Capitão América ou ainda qualquer super-habilidade. Mas ele é certeiro na sua vocação à paternidade e super-mole quanto às coisas do coração. É por tudo isso ele é meu super-pai, super-amigo, super, mega, hiper…

– Pai querido, te amo demais! Feliz dia dos pais!!!

I would write that my dad is my superhero. But it is not. It is more than that!

He’s not Superman and he didn’t come from another planet, but he’s the most human of men.

He’s not super-fast like Flash, but he’s the fastest guy I know when he needs to help me.

He also doesn’t have dual identities and isn’t dark like Batman; on the contrary, he is the most charismatic and transparent father there is.

He certainly doesn’t have super-tech like Iron Man, but his super-readiness to take care of the family trumps all other powers.

He’s not as young as Spider-Man, but he certainly carries the same super-adjective as “Neighborhood Buddy” – and my buddy too!

He, when he needs to correct me (and he really does), doesn’t get angry like the Incredible Hulk, but he’s an amazing educator.

He, finally, doesn’t have the Green Arrow’s aim, nor super-strength like Captain America, nor any super-skills. But he’s right about his vocation for fatherhood and super soft about the things of the heart. That’s why he’s my super-dad, super-friend, super, mega, hyper…

Dear Father, I love you so much! Happy Father’s Day!!!

– Bom domingo (Parte 4 de 4). 🌄

🌅 Desperte, Bragança Paulista (07h).
Que o domingo possa valer a pena! E valerá: olhe só esse horizonte no céu infinito!
Ótima jornada para todos.
Inspirando-me no clique 4 de 4:

🍃🙌🏻 #sol #sun #sky #céu #photo #nature #morning #alvorada #natureza #horizonte #fotografia #pictureoftheday #paisagem #inspiração #amanhecer #mobgraphy #mobgrafia #BragançaPaulistaSp #FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– Bom domingo (Parte 3 de 4). 🌹

🌺 Fim de cooper! Chega de correr por hoje.
Estou suado, cansado e feliz, alongando e curtindo a beleza da natureza, ao lado desta “rosa do deserto” tão viva.
Contemplando no clique 3 de 4:

🏁 🙆‍♂️ #corrida #treino #flor #flower #roseira #flowers #pétalas #pétala #jardim #jardinagem #flores #garden #flora #run #running #esporte #alongamento 

– Bom domingo (Parte 2 de 4). 🙏

🙏🏻 Enquanto vou correndo, estou meditando com a Virgem Maria:
“Ó Nossa Senhora, rogai por nós que recorremos a vós – em especial, a todos os pais neste domingo de festa. Amém.”
Rezando no clique 2 de 4:

⛪😇 #Fé #Santidade #Catolicismo #Jesus #Padroeira #Aparecida #Cristo #Maria #NossaSenhora #PorUmMundoDePaz #Peace #Tolerância #Fraternidade

– Bom domingo (Parte 1 de 4). 🏃🏼

👊🏻 Olá amigos!
Uma manhã / madrugada agradável destinada à atividade física surgiu lá fora. Para controlar o cortisol, vamos correr a fim de produzir e curtir a tão necessária endorfina?
Quem gosta de corrida, venha junto. Motivando no clique 1 de 4:

🏃🏻👟 #Fui #RunningForHealth #run #cooper #training #corrida #sport #esporte #running #asics #adidas