– FIFA ratifica o Palmeiras como Campeão do Mundo de 1951

A pedido de “O Estado de São Paulo”, a FIFA respondeu a uma indagação do Jornal: o Palmeiras realmente tem o reconhecimento de Campeão Mundial por ter vencido a Taça Rio de 1951?

A resposta foi clara, reforçando o que a própria entidade já havia confirmado no ano passado:

At its meeting in Sao Paulo on 7 June 2014 the FIFA Executive Committee agreed to the request presented by CBF to acknowledge the 1951 tournament between European and South American clubs as the first worldwide club competition and Palmeiras as its winner.

Vale lembrar que durante as festividades do Centenário do Palmeiras no ano passado, a FIFA havia enviado uma carta dando o reconhecimento de que a Taça Rio-51 foi um primeiro torneio de abrangência mundial de clubes. Entretanto, naquela feita, o Palmeiras recebeu o documento com festa, mesmo ocorrendo uma grande gafe ao ser chamado de Palmeiras FC:

O Comitê Executivo da Fifa concordou com o pedido feito pela CBF de reconhecer o título de 1951 disputado entre clubes da Europa e da América como a primeira competição de abrangência mundial e que teve o Palmeiras Football Club como o vencedor”. (…) “No que diz respeito ao Mundial de Clubes, no entanto, a primeira edição ocorreu em 2000, e o vencedor foi o Corinthians.

Quer dizer o seguinte: Campeonato Mundial de Clubes só existe o da FIFA, que se realizou em 2000, interrompeu-se por um período e vem sendo disputado continuamente desde 2005; o Torneio Intercontinental disputado no Japão entre os vencedores da Libertadores da América do Sul e Liga dos Campeões da Europa nunca foi Campeonato Mundial de Clubes, mas seus vencedores são reconhecidos como campeões mundiais; além deles, o Palmeiras tem o status de campeão mundial pela Taça Rio. Ao menos, é o que a FIFA pensa. Você concorda com ela?

Mas que campeonato foi esse vencido pelo Verdão?

A Taça Rio de 1951 é para os mais antigos um Mundial de Clubes da época. O torneio disputado entre 30 de junho e 22 de julho daquele ano teve como vencedor o Palmeiras.

Foi composto por:

  • – uma chave com sede no RJ, formada pelo Vasco da Gama (campeão carioca de 50), Sporting (campeão português 50/51), Áustria Viena (substituindo o campeão inglês Totteham) e o Nacional (campeão uruguaio de 50).
  • – uma chave com sede em SP, formada por Palmeiras (campeão do Rio-SP de 51), Juventus (campeão italiano 49/50), Estrela Vermelha (campeão iugoslavo de 50/51) e Nice (campeão francês 50/51).

Após a fase de grupos, decidiu-se em 2 jogos o título: em SP, Palmeiras 1 x 0 Juventus e no Maracanã empate em 2 x 2 (para 100.933 torcedores, jogo apitado pelo holandês Gabriel Tordjman).

Só que aí temos outra situação a ser discutida: houve ainda a mesma Taça Rio em 52, vencida pelo Fluminense (composta por Fluminense-BRA, Sporting-POR, Grasshopper-SUI, Peñarol-URU, Corinthians-BRA, Áustria Viena-AUS, Libertad-PAR e Saabrücken-ALE). O Tricolor Carioca também deverá ser chamado de campeão mundial por equivalência? Ou não?

Daqui a pouco aparecerão pedidos para aquela competição ibero americana disputada por anos entre sulamericanos contra espanhóis e portugueses (salvo engano, chamada de “Pequena Taça do Mundo”)…

E você: entende que o Palmeiras é campeão mundial de 51? Para a FIFA, é. 

Confesso que gostaria de saber se os clubes que disputavam a competição encaravam o torneio com esse status. Para os jornais, era o título do Mundo sim.

divulgacao382.jpg

63-gazeta.jpg

Um comentário sobre “– FIFA ratifica o Palmeiras como Campeão do Mundo de 1951

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.