– Quem disse que estudar o futebol como ciência não dá certo?

Vivemos novos tempos no futebol. O Empirismo, por si só, já não é suficiente. Aplicar a ciência faz parte da metodologia de trabalho e isso é muito bom!

O líder do Campeonato Brasileiro, Corinthians/SP, é treinado por Tite, que tirou um ano sabático para estudar e reciclar. Parece que deu certo…

O treinador do time que “quase já subiu” da série B para a série A, Vitória/BA, é Vagner Mancini, que no final do ano de 2014/inicio de 2015 fez clínicas na Europa, inclusive com Guardiola.

O futebol mais bonito jogado hoje é o do Santos/SP, que faz uma campanha de recuperação incrível no Brasileirão, desde que assumiu o treinador Dorival Júnior, que dividiu seu tempo com os cuidados à esposa enferma e mesmo assim se atualizou na Europa (em companhia de Mancini).

Parece que os folclóricos treinadores boleiros (respeitosamente, cito Joel Santana da Prancheta) estão perdendo espaço. E causa espanto que os 3 citados treinadores de sucesso atualmente sejam abertos ao diálogo e educados. Já Dunga, da Seleção Brasileira, continua pragmático e irredutível em seu esquema, além de azedo aos contatos e tratamento dispensado aos outros.

O que você acha disso?

bomba.jpg

– O Triste atentado Terrorista na Turquia será Esquecido?

Ontem, durante uma manifestação que pedia “PAZ” em Ancara, na Turquia, um atentado terrorista matou (até nesse momento contabilizado) 97 pessoas que ali estavam pacificamente reunidas.

Como alguém joga bomba num protesto que pede paz?

Mas reflita algo importante: se no último atentado nos EUA (corrida de Boston) o mundo se indignou; se no da Charlie Hebdo em Paris a Terra “parou”, como os cidadãos deveriam reagir a quase uma centena de mortos turcos?

Infelizmente, será manchete para um ou dois dias e cairá no esquecimento do mundo. Com pesar, sou obrigado a concordar: se o mesmo golpe fosse em Nova Iorque, Londres, ou alguma capital dita de Primeiro Mundo, a repercussão e as consequências seriam muito maiores…

Parece que temos pessoas de 2a categoria no planeta.

bomba.jpg

– Um bom despertar dominical! De esportes, orações, reflexões e inspiração. 

Véspera de feriado, mesmo sendo domingo. Era dia para acalmar e relaxar, certo?

Errado!  Para mim, dia de trabalho. Tudo bem, nada de ruim. Mas claro que há um pouco mais de relaxamento nas atividades profissionais e tempo para postagens mais amenas. 

Gosto de compartilhar coisas que trazem à reflexão de simplicidades importantes. Uma delas: o despertar de mais um dia de vida. 

Desde a infância sou “madrugador”, e acordar cedo é condição vital para mim. Não importa a hora que vou dormir, o relógio biológico da manhã não muda. E sempre que levanto, vou fazer o cooper diário para animar e prevenir o stress. Aliás, a primeira publicação do dia nas redes sociais sempre é um convite para a atividade física (como a de hoje). 

  

Durante meu aquecimento e corrida, procuro pensar na vida, na família, em Deus! Por isso costumo colocar uma segunda mensagem: “Correndo e meditando…“, e completo a postagem com a história do santo do dia, de uma mensagem cristã ou do próprio Evangelho da liturgia da data (que hoje fala de “despojar dos bens terrenos em favor dos necessitados, aumentando a espiritualidade“).

 

Por fim, a terceira mensagem sempre é do final do treino com a alvorada que desperta! Ou está ainda escuro, ou já clareou o amanhecer. Isso motiva, anima, traz inspiração! Como a de hoje:

 

Aliás, hoje foi especial. Enquanto alongava as 6h da manhã (sim, o “fim de treino” foi bem cedinho), o céu azul estava maravilhoso e impossível de não se compartilhar. Veja só: 

  

Encerrando: como fotografia (que era um trauma meu por não ser fotogênico e nem saber fotografar) passou a ser um hobby espetacular graças aos aplicativos e smartphones, valeu o cenário de #PartiuParaOTrabalho. O detalhe do brilho do sol no verde-rosa-alaranjado do mato foi incrível!

  

Depois dessas fotos, nada é melhor do que desejar: bom domingo a todos!