– Entardecer que valeu a pena!

Ufa! O dia foi cansativo, mas terminá-lo com esse por-do-sol (sim, o sol já se foi) é reconfortante… 

bomba.jpg

– Os Memes das Desgraças!

Brasileiro, de fato, é espirituoso! Talvez o único povo que se auto-sacaneia com as dificuldades.

No mau momento que vive a Seleção Brasileira, com a Corrupção latente na Política e a Economia em crise, surge a piadinha:

– O Brasil está se dando mal em 3D: Dunga, Dilma e o Dólar.

Cá entre nós: criativo… Mais criativo ainda é Eduardo Cunha, presidente do Congresso, que alega sobre os 5 milhões de dólares encontrado em suas contas na Suiça:

– Alguém depositou esse valor querendo me prejudicar.

Ah tá… Muitos brasileiros gostariam de serem prejudicados dessa forma.

bomba.jpg

– Sérgio Correa confirma: Ceretta fora da CBF em 2015!

Coisas complicadas do mundo da arbitragem. Eis que Guilherme Ceretta de Lima, eleito melhor árbitro do Paulistão em 2015 (na opinião da FPF; na minha, não), e que foi agredido por Dudu, está fora da CBF pelo menos até o ano que vem.

A informação foi do próprio Sérgio Correa da Silva, o contestadíssimo chefe da arbitragem da CBF. Em entrevista ao jornalista Renan Cacioli no Bom Dia / Diário de São Paulo, Sérgio disse que Ceretta foi afastado do Brasileirão Série A pelo jogo entre Coritiba x Flamengo e da Copa do Brasil pelo jogo entre Paysandu x ABC. Porém, revoltado por não ter sido mais escalado e pelos critérios de Sérgio Correa, Ceretta não quis mais fazer o teste físico da CBF e abandonou a entidade. Segundo o Cel Marinho, chefe dos árbitros da FPF, Ceretta deve voltar no Paulistão e não pensa mais na CBF.

Fica a pergunta: cadê o Sindicato, Associação de Árbitros ou algo equivalente, que seja independente suficiente para brigar contra a CBF?

Vale refletir. Sérgio Correa reina no Brasil com a anuência de Marco Polo Del Nero…

bomba.jpg

– Saudades de você, Fórmula 1…

A cada GP de F1, fico mais saudosista. Afinal, o prazer era torcer para vitórias brazucas: Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet, Ayrton Senna…

Hoje, na prova da Rússia, ver o Felipe Massa se classificar em 15O é dose. Ver Felipe Nasr suar para o 12o idem.

O que aconteceu com o Automobilismo brasileiro?

Sei que Fórmula 1 não é esporte, mas negócio. Porém acho que nunca mais teremos aquela época de ouro romântica de grandes disputas com Senna, Piquet, Mansell e tantos outros.

bomba.jpg