– Até quando se modificará nome de time?

A Globo não aceita, de jeito algum, o tal de “Marketing de Emboscada”. Ou seja: citar nome ou filmar anúncio de empresa que não é sua parceira.

Exemplos?

Às vésperas da Copa de 1994, a Bhrama patrocinava o futebol da emissora. Em um dos amistosos da Seleção Brasileira, a Kaiser resolveu comprar todas as placas publicitárias em um jogo do Canadá. Lembram-se dessa partida? Foi transmitida grande parte com o lateral esquerdo sendo filmado da cintura para baixo, cortando o atleta para não parecer a marca da cervejaria concorrente nas placas em volta do gramado.

Quando o Paulista de Jundiaí foi arrendado pela Parmalat, a empresa colocou uma das suas marcas no nome do time: Etti Jundiaí! Claro, para a Globo virou Jundiaí FC…

E o Pão de Açúcar? Quando Abílio Diniz resolveu investir no futebol e começou a fazer sucesso, em especial nas categorias de base, qualquer menção ao clube (em especial na Sportv durante a Copa SP de anos atrás), referia-se ao time como PAEC (paéqui).

Neste último domingo, seguindo a lógica da Fórmula 1 onde a equipe Red Bull Racing se transforma em “RBR”, no jogo amistoso entre Palmeiras x Red Bull o time virou “RB Brasil”!

Se não bastasse isso, mudaram o distintivo do time sem o nome da empresa de energéticos que é dona do time. Aí a Globo se superou…

Sem contar que ela não costuma citar estádios com Namings Rights: Arena Itaipava? Allianz Parque? Esqueça!

Será que se a Red Bull comprasse uma cota do Paulistão ela mencionaria o nome?

bomba.jpg

Um comentário sobre “– Até quando se modificará nome de time?

  1. Eu ouço muito rádio, a Bandeirantes em especial, e lá, não se fala Allianz Parque, fala-se “Arena do Palmeiras” por orientação comercial. Eu era radical e achava que a TV Globo exagerava ao fazer tudo isso que está escrito no texto, mas estou mudando um pouco de ideia. Como detentora exclusiva dos direitos de um produto que não é dela, caberia ao organizador do evento exigir que os nomes fossem ditos a fim de promover o afiliado, mas a Federação Paulista de Futebol (FPF) não faz isso, nunca! A Fórmula 1, fez. E nas transmissões, ao contrário de antes, a Red Bull é chamada de “Red Bull”. Como o futebol é isso aí mesmo, coisa de amador (até certo ponto), fica desse jeito mesmo. Azar dos afiliados que não negociam melhor os seus contratos e ficam, também, cativos da TV, chame ela os times e as arenas como bem entender. Nós aqui e quem mais discutimos o assinto, hein, hein? (Eu penso isso, mas respeito quem pensa diferentemente de mim).

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.