– Rei da América de Língua Espanhola?

Puxa, não pensei que isso ocorreria um dia: o tradicional jornal uruguaio El País realiza costumeiramente a premiação dos melhores jogadores que atuam na América do Sul e escolhe o “Rei da América”.

Em 2014, nenhum brasileiro na lista da Seleção da América do Sul!

Que coisa…

O melhor jogador da América foi o colombiano Téo Gutiérrez, atacante do River Plate (em 2011 e 2012, Neymar venceu; em 2013, Ronaldinho Gaúcho).

A Seleção Sulamericana de 2014 foi:

Goleiro:

Marcelo Barovero (River Plate)

Defensores:

Daniel Bocanegra (Atlético Nacional)

Santiago Gentiletti (San Lorenzo/Lazio)

Leonel Vangioni (River Plate)

Meio-campistas:

Carlos Sánchez (River Plate)

Charles Aránguiz (Internacional)

Néstor Ortigoza (San Lorenzo)

Leonardo Pisculichi (River Plate)

Atacantes:

Ignacio Piatti (San Lorenzo /Montreal Impact de Canadá)

Edwin Cardona (Atlético Nacional/Monterrey)

Teófilo Gutiérrez (River Plate)

Treinador:

José Pekerman (Seleção da Colômbia)

Abaixo, os mais votados da escolha do “Rei da América” e o histórico da votação em outros anos (ops, faltou a escolha: e o melhor Árbitro da América do Sul?):

bomba.jpg
bomba.jpg

– Sobra dinheiro para as festas de Reveillon?

A carestia aumenta aos olhos do povo e as Prefeituras estão falidas Brasil afora, mas para fazer festa tem dinheiro em caixa?

Digo isso pois leio: no Rio de Janeiro, “seu Jorge” receberá 700 mil reais para cantar na praia!

Ora bolas: o artista que tem o privilégio de cantarolar em tal evento (seja ele quem for) é quem deveria agradecer a oportunidade.

Tanta grana para um cantor tocar meia dúzia de músicas numa única noite faz pensar: será que não tem gente levando algum?

bomba.jpg

– Parabéns ao Prefeito Bigardi. E atenção a ele próprio!

Sou bem crítico às coisas que cheiram a demagogia e papo-furado. Mas devo ser justo: o prefeito Bigardi anunciou um pacotão interessante ao transporte público de Jundiaí, incentivando o bilhete único, segurando a tarifa aos estudantes e bancando subsídios aos domingos.

Ótimo. Mas falta muita coisa; e se o assunto é transporte, uma delas é: olhar com mais carinho ao trânsito frenético das regiões que crescem desordenadamente.

Um dos exemplos é aqui no Medeiros: se torna inadmissível que sem planejamento viário algum, numa região conhecida por casas de veraneio e sítios, carente de escolas e creche, permitam PRÉDIOS sem respeitar a estrutura do bairro.

Ao mesmo tempo que leva palmas de louvor, vale o puxão de orelha ao prefeito.

Será que as autoridades estão ignorando o que acontece por aqui?

bomba.jpg

– Virtude Derradeira do Ano!

A paciência é uma virtude cristã. Sendo assim, compartilho uma linda oração àqueles que carecem ter paciência (de Santa Teresa D’Ávila) e que nos dias atribulados e de correria em que vivemos, se faz necessária:

Nada te perturbe. Nada te espante. Tudo passa. A paciência tudo alcança.

Nada me perturbe. Nada me amedronte. A quem tem Deus nada falta. Só Deus basta.

Simples e belo, não?

imgres.jpg

– Obrigado pela Convivência!

Amigos, obrigado por suportarem meus convites às práticas esportivas madrugadoras, meus ensejos às meditações religiosas, meus posts dos meus blogs, minhas análises de arbitragem, meus textos acadêmicos, minhas “enchições” de saco, etc, etc e etc.

Prometo: a partir de 2015… TEM MAIS DE TUDO ISSO!

Meus blogs:

“Discutindo Contemporaneidades”: http://professorrafaelporcari.com

“Pergunte ao Árbitro”: http://pergunteaoarbitro.wordpress.com

E no “Bom Dia / Diário de SP”: http://www.redebomdia.com.br/blog/109/rafael-porcari/1

– E se você ganhar na Mega Sena hoje?

Hoje será sorteada a Mega Sena da Virada, o super concurso das Loterias da Caixa com prêmio hiper-mega-blaster milionário.

A chance de acertar é de 1 em 50 milhões. Considerando todos os brasileiros vivos (incluindo as crianças), se todos apostarem uma vez e de maneira diferente, 4 pessoas ganham o prêmio. Como isso não é possível, só resta dizer: é muito difícil acertar!

E o que você faria se levasse a bolada de mais de R$ 200.000.000,00?

mega-sena-virada-2011-2012.gif

Os números de 2014

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2014 deste blog.

Aqui está um resumo:

Um comboio do metrô de Nova Iorque transporta 1.200 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 6.400 vezes em 2014. Se fosse um comboio, eram precisas 5 viagens para que toda gente o visitasse.

Clique aqui para ver o relatório completo

– Não era proposta da oposição?

Quer dizer que a presidente Dilma está mexendo nos direitos previdenciários para garantir economia das contas públicas?

Ué, mas em toda a campanha eleitoral não foi ela quem acusou Aécio de querer promover essas medidas? Acusava-o de querer violar os direitos dos trabalhadores caso fosse eleito e fez o que condenou?

As medidas antipopulares tomadas hoje eram pregadas como crimes contra o cidadão durante a campanha. E agora?

Ridículo… A presidente se mostra demagoga tanto como Luís Inácio e mentirosa. Não deveria ser sabatinada para que respondesse os motivos que a fizeram em tão pouco tempo praticar o que criticava?

Ridículo. E não venha militante encher o saco! Aliás, seja petista ou peessedebista, militante é como torcedor fanático de futebol – ou seja, não merece tanto crédito.

Trabalho desde 7 anos – eu e todos os meus primos. Com carteira assinada, desde os 12. Creio que me aposentarei quando estiver no caixão e recebendo menos que 1 SM, pelo que parece.

Viva o PT de Genoíno, Dirceu e Vaccari!

bomba.jpg

– O que você pedirá para seu time em 2015?

Se você pudesse pedir alguns presentes ao seu time de futebol para 2015, o que seria?

  1. Jogadores consagrados ou jovens promessas?
  2. Títulos mesmo jogando mal ou boas apresentações?
  3. Vitórias a qualquer custo ou fair play em campo?
  4. Cartolas velhacos ou dirigentes éticos?
  5. Treinador caro e experiente ou técnico barato e emergente?
  6. Estádio lotado com ingresso acessível ou arena confortável e custosa?
  7. Torcida organizada cantarolando ou sócio-torcedor mais acomodado?
  8. Galáticos com as finanças sacrificadas ou time barato e contas em dia?

Enfim… o futebol ultimamente ficou chato. Falamos de STJD, tapetão, briga entre torcidas, estádios da Copa superfaturados e outras tantas coisas!

Se fosse pedir alguns presentes para o futebol, sem dúvida minha lista teria como prioridades:

1) Espírito Esportivo – como as pessoas se esqueceram que acima de tudo o futebol é esporte, vale lembrar que perder também faz parte do jogo.

2) Honestidade – e aqui vale a ética, os bons modos e o desejo de disputar sem manipulações ou trambiques.

3) Paz e Conforto – minha filha de 5 anos diz a todos que torce para o seu “Paulistinha do Coração”, em referência ao Paulista de Jundiaí. Ela já assistiu no Estádio Jayme Cintra o Galo Tricolor pela Copa Paulista, pois o movimento nas arquibancadas é mais calmo. Mas confesso: a levar aos jogos da A2 contra os times rivais é irresponsabilidade que não cometerei por um simples motivo: a violência que cega os fanáticos. Além disso, como um pai pode levar sua filha a um banheiro de estádio? Os chamados banheiros-famílias são ilusão no Brasil, só existem em shoppings e o coitado do pai se vê em maus lençóis.

E você, o que pediria para o Ano Novo ao futebol brasileiro?

Caixa_de_Presente.jpg

– Frases de efeito do Papa Francisco

E a Jornada Mundial da Juventude na Cracóvia está se aproximando. Me recordo que aqui no Brasil, quando esteve, o Papa Francisco deu um exemplo de carisma, santidade e humildade em sua passagem pela JMJ-14 RJ (e tantos homens que se fazem arrogantes e se acham tão importantes…).

Talvez nunca eu, particularmente, ouvi tantas frases de efeito quanto as dele e sobre ele. Aqui no Brasil, compartilho 10 delas:

“ 1 – Dinheiro, poder, sucesso e prazer são ídolos passageiros.”

“ 2 – Jovens não devem se acostumar ao mal.”

“ 3 – Traficantes são mercadores da morte. Não se deve liberar drogas para que se aumente o vício.”

“ 4 – Pra onde Jesus nos manda? Não sei, mas não tenham medo”.

“ 5 – O melhor instrumento para evangelizar um jovem é… outro jovem!”

“ 6 – Jesus se une na cruz com quem é perseguido por religião, sexo, raça ou ideologia”.

“ 7 – bota fé que a vida terá novo sabor. Bote fé, bote esperança e bote amor.”

E a melhor delas:

“ 8 – Deixe-se surpreender por Deus”.

Tais palavras de Francisco deveriam ser ouvidas diariamente, como catequese do dia a dia. Sempre com falas objetivas, simples e com uma grande profundidade. Nada de enfadonhas falas de meia hora repetitivas (aliás, exemplo para muitos sacerdotes que se alongam e se tornam cansativos).

Naquele domingo, nós vimos talvez 3 ou 4 milhões de jovens na praia em Copacabana, orando e pedindo um mundo melhor, dispostos a por a mão na massa.

Será que Deus não ouviu? Claro que ouviu e viu.

Por fim, termino com duas opiniões sobre o Papa, dadas por religiosos:

Dom Odílio Scherer:

“ 9 – Francisco não é um nome, mas projeto de vida.”

Padre Zezinho:

“ 10 – O Papa que só tem um pulmão está oxigenando a Igreja e ensinando jovens e anciãos a respirarem melhor a sua fé!”

Que Deus o abençoe, pois parece ser um revolucionário do bem!

url.jpg

– Exame de Consciência no Final de Ano!

Um puxão de orelha necessário! É isso que penso ao ler esse texto escrito pelo Papa Bento XVI, em sua última homilia de Natal:

Estamos completamente repletos de nós mesmos, sem tempo e espaço suficientes para Deus, para as crianças e para os pobres”.

Tem ou não razão? Ótimo para refletirmos nesse final de ano…

imgres.jpg

– Você é Multitasking?

Um mal dos tempos modernos: excesso de tarefas que não nos permite fazer uma coisa por vez. E, por isso, faz várias atividades ao mesmo tempo!

Você sofre disso?

Não é o único… Veja que interessante:

(extraído da Revista Galileu, Ed Outubro/2011, pg 42-45, por Priscilla Santos, Daniela Arrais e Érika Kokay)

FAÇA UMA COISA DE CADA VEZ

Não dá pra ser multitarefa. Muita gente já descobriu isso. Conheça pessoas que conseguiram se concentrar em uma atividade por vez, diminuíram a angústia e ganharam tempo pra curtir a vida

Você começa a escrever um e-mail de trabalho, mas é interrompido pelo toque do celular. Atende à ligação e, quando desliga, vê avisos de mensagens na telinha. Abre uma delas mas, antes mesmo de responder, algum colega chama você para terminar aquela conversa que começaram de manhã… E assim você vai, pulando de uma tarefa para outra. Ao final do dia, o desconforto de ter começado muitas coisas, concluído algumas e produzido bem menos do que gostaria. Vem a angústia de que sobrou muita coisa para o dia seguinte — e pouco tempo para aproveitar a vida.

Esse comportamento, comum no multitasking, estilo dos que desempenham várias tarefas ao mesmo tempo, começa aos poucos a ceder espaço a um estilo oposto: o monotasking. Ou seja: concentrar em uma coisa de cada vez com a intenção de fazer tudo bem feito, de preferência passando algum tempo longe das distrações da internet. “É uma contra-tendência, uma antítese ao excesso de informação e estímulos que vivemos”, diz Linda Stone. Para essa ex-executiva da Apple e Microsoft e uma das maiores estudiosas de atenção humana hoje, estamos deixando a era da Atenção Parcial Contínua (CPA, em inglês), em que prestamos um pouco de atenção a várias coisas o tempo inteiro, para entrar na era do unifoco, em que de fato nos concentraremos nos que estamos fazendo no momento. “Tudo que é escasso se torna valioso. A nova escassez é ter tempo para pensar e se concentrar”, afirma Henry Manson, chefe de pesquisa da agência de tendências de consumo Trendwatching, uma das maiores do mundo. “Vivemos uma aceleração do tempo: tudo tem que ser rápido, imediato. Mas não se pode ter inovação sem períodos de reflexão e preguiça”, diz a filósofa Olgária Matos, professora da USP.

O analista de sistemas Fabiano Morais, 40 anos, de Brasília, é um representante dessa tendência. Fabiano é obrigado a passar horas e horas à frente do computador por conta de seu trabalho — ele desenvolve sistemas para a web. E entende bem o significado da palavra dispersão: “É aquela fissura de saber se alguém te mencionou no Twitter ou fez um post novo no Facebook”. Como empreendia seus próprios projetos e trabalhava de casa, o empresário não sabia mais o que era horário de expediente, final de semana ou feriados. Mas reagiu a essa falta de limites, e criou espaço para folgas e diversão. “Quis comandar o ritmo da minha vida”, diz. Um exemplo: Fabiano passou a fechar o e-mail e sites tentadores enquanto executa uma tarefa. Virou adepto da yoga e de meditação para aumentar seu foco no presente.

Quando percebeu que os resultados eram positivos, acabou criando um projeto próprio em torno do tema: o Moov, um serviço na web que permite compartilhar listas de tarefas, contatos e histórico de relacionamento entre uma equipe. Fabiano coordena ainda 15 pessoas em uma empresa de tecnologia da informação e aplica em grupo os benefícios do que aprendeu. “As noites e finais de semana, agora, se transformaram em tempo livre ao lado da família.”

imgres.jpg

– Presente Encorajador!

Filhota nos emocionando: depois de tantos médicos, escreveu uma cartinha encorajadora!
Nós estávamos desanimados com faringite, asma, gripe e outros inconvenientes. E eis que ela nos escreve:

EU AMO MINHA FAMÍLIA. 
MAS AS VESES NÒS TEMOS PROBLEMAS E RESOUVEMOS JUNTOS. 
EU AMO VOCÊZ, TODA A MINHA FAMÍLIA. 
ACINADO MARINA. 
MAMA E PAPI – EU AMO VOCÊS”

Filha, o pai e a mãe amam muito você, pelo seu carinho e pela sua maravilhosa sensibilidade. E até com as palavrinhas erradas!!!

Caramba, as crianças nos surpreendem!

bomba.jpg

– O Mau perdedor do ano!

Li que o volante Mercier, do San Lorenzo, reclamou muito do comportamento dos jogadores do Real Madrid na final do Mundial de Clubes FIFA 2014. Ao diário esportivo Olé, disse:

São umas meninas, era só encostar que caiam”.

Tá de sacanagem, não?

Ora, quem assistiu a partida, percebeu o anti-jogo e pancadaria promovidos com muita catimba pelos argentinos contra um time que só queria jogar. E o árbitro, fraco, deixava isso acontecer sem coibir adequadamente.

Para mim, desculpa de mau perdedor! Se alguém tem que reclamar é o Real Madrid pela falta de autoridade do juizão. Ademais, se jogasse sério, o San Lorenzo tomava “um vareio de bola” como o Santos tomou do Barcelona no Japão.

Cara de pau o hermano, não?

O Papa Francisco, torcedor ilustre do time, deveria dar indulgência plena por tanta sandice a esse pobre de espírito…
bomba.jpg

– Movimento Voto Consciente apresenta relatório das sessões da Câmara Municipal de Jundiaí

por Reinaldo Oliveira

No dia 16 de dezembro a Câmara Municipal de Jundiaí realizou a ultima sessão ordinária e uma extraordinária do ano de 2014. Na sessão ordinária foi eleita a nova mesa diretora para o biênio 2015/2016, que terá como presidente o vereador Marcelo Gastaldo (PTB). E na sessão extraordinária foram votados importantes projetos.

Também no dia 16, o Movimento Voto Consciente Jundiaí, que faz o acompanhamento das sessões camarária desde 2006, com anotações em planilhas de fatos que ocorrem durante as sessões, apresentou um relatório onde aponta que do tempo utilizado para as 87 sessões do biênio, 27% do tempo foi gasto com a suspensão dos trabalhos.

Das 87 sessões os voluntários do Movimento Voto Consciente Jundiaí fizeram o relatório com análise de 29 sessões, o que corresponde a 1/3 das sessões realizadas. No dia 19 de dezembro, em matéria veiculada no Jornal de Jundiaí, alguns vereadores fizeram ressalvas quanto a votação às pressas de alguns importantes projetos.

Na ressalva informam não terem tido tempo suficiente para um melhor estudo e leitura dos projetos. Logo, o desperdício de tempo gasto com a suspensão dos trabalhos é um flagrante desrespeito ao publico que comparece à Câmara Municipal para ver e acompanhar os trabalhos dos nobres vereadores.

É importante que eles revejam o tempo gasto com a suspensão dos trabalhos, no sentido de respeito para o público que comparece às sessões, bem como para utilização melhor do tempo para o estudo e leitura dos projetos. Os dados utilizados para obter o percentual, podem ser acessados no site da Câmara Municipal de Jundiaí.

Conheça o trabalho do Movimento Voto Consciente Jundiaí acessando o http://www.votoconscientejundiai.com.br

bomba.jpg

– O Custo de um Político no Brasil!

Segundo a Revista Isto É (ed 2279), um deputado federal custava em 1986 o equivalente a 33 salários mínimos (ou CZ$ 27.000,00). Hoje, ele custa 203 salários mínimos ou R$ 138.000,00.

Mas essa conta pode ser ainda maior, se somar tudo o que eles podem gastar num mês: o auxílio moradia é de R$ 3.900,00eles têm 38.000,00 por mês para gastar com material de escritório, restaurantes e combustíveloutra verba de R$ 78 mil reais para contratar até 25 assessoresressarcimento médico com reembolso ilimitado!

Lembrando: além de toda essa grana, não nos esqueçamos do salário, que hoje é de R$ 26.723,13.

Um bom negócio, né? Quantos “Joões Plenários” temos por aí…

url.jpg

– O Futebol Brasileiro chorou nesse final de semana…

Para quem mora no Brasil e gosta de um bom jogo de futebol, esse último domingo foi para chorar. Não pela falta de jogos locais, mas sim pela diferença gritante dos espetáculos vistos internacionalmente.

Amigos, a diferença da qualidade das partidas dos grandes centros europeus, dos esquemas táticos e da arbitragem é abissal!

Perceba: qualquer partida do Brasileirão não consegue ter bola rolando por dois minutos ininterruptamente, que alguém faz uma das malditas “faltas táticas”, aquelas defendidas por Felipão para parar o adversário. Sábado, no Marrocos, o Real Madrid pegava a bola e a jogava, sem botinada ou erro de passe. Ficava MINUTOS com a bola no pé, tocando-a e jogando ofensivamente, sem “bicão” ou “chutão”. Só parava quando o San Lorenzo apelava e parava na catimba. Domingo, na Inglaterra, Liverpool x Arsenal jogaram o fino da bola! Ninguém rifava a pelota, o jogo não parava, as jogadas eram construídas e o torcedor aplaudia os belos lances a todo instante. Jogo pra frente, jogo jogado, jogo disputado.

Parecia até… o Brasil de outrora! E isso é assustador, pois qualquer jogo da Premier League parece outro esporte diferente do que o futebol brasileiro.

E diga-se o mesmo da arbitragem! Aqui, encostou se marca a “faltinha”, vício cada vez mais comum. Lá fora, “falta” tem que ser falta mesmo! E nisso também estamos ficando para trás: O respeito incontestável que os estrangeiros tinham da arbitragem brasileira foi se perdendo ao longo dos últimos anos, graças a péssimos trabalhos dos cartolas e permissão de politicagem na indicação de talentos.

Estou preocupado: até a Copa de 2018 o Campeonato Brasileiro se sucateará ainda mais?

Pelo andar da carruagem, temo que sim!

bomba.jpg

– O Acordo Histórico do Fim do Embargo Econômico entre EUA e CUBA

E não é que nesta semana Barack Obama anunciou que os Estados Unidos voltarão a manter relações diplomáticas com Cuba?

Hoje, o embargo econômico não faz mais sentido… e por quê ele ainda existia?

Vaidade? Necessidade estratégica? 

Nada disso. Culpa dos dois lados, como crianças birrentas que não querem se dar as mãos.

Antes, Cuba era vital para a União Soviética tentar amedrontar os EUA durante a guerra fria, devido a localização geográfica. Com a falência do comunismo, tudo isso deixou de ser importante. O problema é que só Fidel e Raul Castro não aceitavam essa realidade, além da nítida falta de política agregadora americana, que preferiu virar as costas ao seu vizinho pobre.

Que venha a paz!

E, lendo há pouco, descubro que o Papa Francisco foi o grande interlocutor para esse dia histórico! 

Abaixo, extraído do OESP

ATUAÇÃO DE FRANCISCO FOI CRUCIAL PARA O ACORDO

Por Cláudia Trevisan

A atuação do papa Francisco foi crucial para o acordo que permitiu aos Estados Unidos e Cuba anunciarem ontem a retomada de suas relações diplomáticas. Muitos dos encontros entre os dois lados ocorreram no Vaticano e pelo menos um deles teve a participação do pontífice.

Nos discursos que realizaram ontem, os presidentes Barack Obama e Raúl Castro agradeceram o empenho do papa nas negociações. Segundo assessores da Casa Branca, o pontífice enviou cartas aos dois líderes pedindo mudanças na relações bilaterais. Ainda de acordo com o assessores, Cuba foi o principal assunto discutido entre Obama e o papa no encontro que ambos tiveram no Vaticano em maio.
bomba.jpg

– A Nobreza do SPFC colocada em xeque?

O São Paulo FC vive dias de turbulência política talvez nunca antes vistos.

Ultimamente, a saudosa imagem do ex-presidente Marcelo Portugal Gouveia se mostra distante. Afinal, veja os casos recentes:

1) Juvenal Juvêncio deu um drible no estatuto, aumentou seu mandato e se reelegeu;

2) Tido como possível renovação, Aurélio Miguel, ex-judoca e militante sãopaulino fez a ambição do seu grupo político sucumbir em meio a escândalos da administração Kassab.

3) Kalil Rocha Abdala perdeu a eleição como candidato ao São Paulo e se manteve como provedor na Santa Casa; hoje, a entidade está endividada e os funcionários querem sua cabeça.

4) O episódio conturbado envolvendo Carlos Miguel Aidar e o contrato da Under Armour. Este, talvez mais complicado. Vamos discuti-lo?

A empresa de material Under Armour é muito forte no fornecimento de material esportivo das equipes de futebol americano, e quer entrar no soccer. Para isso, tenta o Tottenham na Inglaterra e o São Paulo no Brasil.

Acontece que o Tricolor Paulista já estava alinhavado com a Puma, e resolveu mudar o contrato para a Under Armour, que pagaria 135 milhões de reais pela parceria. Só que na negociação, um escritório levará 20% da intermediação.

Caramba: R$ 27 milhões não é muita grana para uma mera Comissão?

Pior: o escritório é da namorada do presidente Aidar, Cinira Maturana!

Xiii… mesmo que não seja golpe, parece que é! E moralmente o negócio fica suspeito…

O São Paulo não costumava dar esse tipo de “passa-moleque” entre seus próprios associados e no cofre do clube.

bomba.jpg

– Os 28 nomes dos Corruptos da Delação Premiada

E a lista dos nobres políticos denunciados na Operação Lava Jatos? Gente sempre suspeita, próxima dos caciques desse país.

É uma vergonha tal costume de corrupçãoE o Governo quer que creiamos que ele próprio, através de Lula e Dilma, não sabia de tal esquema orquestrado?

Isso me enoja!

A lista dos corruptos da delação premiada de Paulo Roberto Costa, abaixo:

PT

Antonio Palocci – ex-Ministro dos governos Lula e Dilma

Gleisi Hoffmann – Senadora (PR) e ex-ministra da Casa Civil

Humberto Costa – Senador (PE) e líder do PT na Casa

Lindbergh Farias – Senador (RJ)

Tião Viana – Governador reeleito do Acre

Delcídio Amaral – Senador (MS)

Cândido Vaccarezza – Deputado federal (SP)

Vander Loubet – Deputado federal (MS)

PMDB

Renan Calheiros – Atual Presidente do Senado (AL)

Edison Lobão – Atual Ministro de Minas e Energia

Henrique Eduardo Alves – Atual Presidente da Câmara (RN)

Sérgio Cabral – ex-Governador do Rio de Janeiro

Roseana Sarney – ex-Governadora do Maranhão

Valdir Raupp – Senador (RO) e 1º vice-presidente do partido

Romero Jucá – Senador (RR)

Alexandre José dos Santos – Deputado federal (RJ)

PSB

Eduardo Campos – Governador de Pernambuco de 2007 a 2014 (morto em 2014)

PSDB

Sérgio Guerra – Presidente nacional do PSDB de 2007 a 2013 (morto em 2014)

PP

Ciro Nogueira – Senador (PI)

João Pizzolatti – Deputado federal (SC)

Nelson Meurer – Deputado federal (PR)

Simão Sessim – Deputado federal (RJ)

José Otávio Germano – Deputado federal (RS)

Benedito de Lira – Senador (AL)

Mário Negromonte – ex-Ministro das Cidades

Luiz Fernando Faria – Deputado federal (MG)

Pedro Corrêa – ex-Deputado federal (PE)

Aline Lemos de Oliveira – Deputada federal (SP)

“gente fina”, incorruptível e acima de qualquer suspeita, não?

bomba.jpg

– Gabriel Medina não pipocou!

Já perceberam que ultimamente, em toda decisão que envolva brasileiros, ficamos falando das questões emocionais, preparação pré-combate, subestimação, etc, etc?

Muitas vezes, são desculpas esfarrapadas para justificar as derrotas possíveis. E, sejamos justos: há tempos o Brasil anda “amarelando” na hora de decidir, especialmente no futebol.

Pois o surfista brasileiro Gabriel Medina reescreveu essa história: fez bonito e foi campeão mundial no Hawai.

Nada de pipocar; foi lá e, no melhor estilo dos ídolos nacionais como Guga Kuerten, Ayrton Senna e Arthur Zanetti, conquistou os louros da fama.

O curioso é que surgem inúmeros “especialistas” do Surf nessa hora… Impossível não fazer essa observação.

Parabéns Medina!

bomba.jpg

– Animais Silvestres e suas Tabelas!

Dados da Revista Superinteressante, ed Dezembro/2012, pg 28-29, sobre os preços de bens da Natureza extraídos na Floresta Amazônica.

Uma Arara Vermelha é vendida lá pelos nativos por R$ 200,00, e revendida por R$ 12.000,00;

Um Tucano Toco, por qualquer caixinha. Mas na revenda, vai para R$ 4.000,00.

Um Cocar Kayapó, de R$ 70,00 vira R$ 15.000,00.

Açaí? Lá, R$ 1,70/ quilo, mas se revende por R$ 20,00.

Produtos mais raros: a Arraia-de-Água-Doce é retirada por R$ 50,00 e repassada por R$ 60.000,00.

Até os menores custam caro: uma borboleta azul custa R$ 0,10, mas os intermediários chegam a pedir R$ 400,00.

O maior disparate? Uma aranha-marrom, vendida por R4 2,00 e a grama do seu veneno extraído por R$ 49.000,00!

Custo baixo para a compra, lucros absurdos!

imgres.jpg