– Voltaremos ao passado nas salas de cinema em 2015?

Voltamos no tempo?

    • “O Exterminador do Futuro” voltará as telas nesse ano. E com o septuagenário Arnold Schwarzenegger!
    • Mad Max” voltará no melhor estilo revival.
    • Guerra nas Estrelas” também estará na telona.
    • Jurassic Park” estreará como se funcionasse o Parque do filme 1.
    • James Bond” voltará com um novo-velho vilão. Seria o satânico “Dr No” contra 007?

Estamos mesmo no meio da década de 10 do século XXI?

Estou na dúvida…

bomba.jpg

– Análise da Arbitragem Pré-Jogo de Sport x Paulista

Na estréia do Galinho na Copa SP de Futebol Jr em Sumaré, no próximo domingo dia 04, apitará Wander Escardine.

O árbitro tem 37 anos, é Segurança Patrimonial em Guarulhos e tem 15 anos de carreira. Em 2013, apitou a série A3. Em 2014, apitou a série A2 e terminou a temporada como Quarto Árbitro na 4a divisão. Mas nada em achar que foi uma má temporada: simplesmente por culpa do excesso de árbitros do quadro da FPF e a falta de critérios em escalas, os árbitros são submetidos a todo e qualquer tipo de função.

Wander tem bastante experiência em jogos de categorias de base; portanto, está acostumado com os excessos mostrados devido a juventude dos garotos (reclamações afoitas, simulações mal feitas, correria durante a partida).

A curiosidade fica para o assistente 1: José Soares de Miranda era árbitro atuante nas categorias sub 11 e sub 13 até o ano passado. Está estreando na função de “bandeira” na Copa São Paulo. Já com 7 anos de carreira e 40 anos de idade (a 5 de se aposentar), deve ter abandonado a atividade de árbitro e tentado bandeirar para ganhar motivação. Além disso, ele vai aproveitar a viagem para Sumaré e dobrar o trabalho: bandeirará, além do jogo do Galo, Sumaré x Cacerense!

Cosmo Aristides Grillo, o assistente 2, é mais experiente e já atuou em vários campeonatos profissionais.

Espero uma boa atuação do árbitro e fico curioso na do bandeira 1. Nessa categoria, a velocidade dos garotos pode ser um problema para alguém de 40 anos cuja tarefa é ser preciso na marcação da linha do impedimento.

Siga nossos comentários sobre a arbitragem dos jogos do Paulista FC – acompanhando no rádio com o “Time forte do esporte” da Difusora Jovem Pan Sat AM 810, capitaneada por Adilson Freddo. Também leia os nossos pitacos no Bom Dia Jundiaí / Diário de São Paulo na nossa coluna digital e impressa. E assista pela TV Sorocaba / VTV / SBT nossa participação com a equipe do fera Marcel Capretz, no Futebol Esporte Show!

bomba.jpg

Foto extraída do Jornal de Jundiaí do Lousano Paulista, campeão da Copa SP em 1997 após vitória sobre o Corinthians, em homenagem póstuma ao treinador da equipe: Giba, falecido recentemente.

– Irmãos Galyon: Motivo para você não reclamar da Vida!

Devemos viver com alegria, mesmo em meio a muitos problemas.

Quer um exemplo disso?

Os irmãos Galyon, siameses, 63 anos, a vida inteira foram literalmente unidos pelo corpo. Agora, felizes, irão (juntos, é claro), curtir a Disney após baterem o recorde mundial de longevidade (com suas 4 pernas, 4 braços, 2 estômagos, 2 pulmões, 2 corações e 1 pênis).

Sobre não operar e tentar separar os corpos, eles justificam: “O bom Deus nos fez assim”.

Abaixo, extraído de: http://noticias.terra.com.br/mundo/estados-unidos/siameses-mais-velhos-do-mundo-celebram-aniversario-na-disney,fadfc32b017aa410VgnVCM4000009bcceb0aRCRD.html

SIAMESES MAIS VELHOS DO MUNDO CELEBRAM ANIVERSÁRIO NA DISNEY

Os irmãos Galyon nasceram em Ohio, em 1951, e dividem o intestino, pênis e reto.

Com 63 anos, os gêmeos siameses Ronnie e Donnie Galyon se tornaram os mais velhos do mundo, batendo o antigo recorde dos italianos Giacomo e Giovanni Battista Tocci. Para comemorar o aniversário recente, em outubro, e o título confirmado pelo Guinness Book, os irmãos decidiram viajar ao parque de diversões Disney World, além de conhecer o Busch Gardens. As informações são do Daily Mail.

Os irmãos Galyon nasceram em Ohio, em 1951, e dividem o intestino, pênis e reto. Após os siameses nascerem, os médicos estudaram por mais de dois anos a possibilidade de um procedimento cirúrgico para separá-los, porém, não puderam garantir a vida de ambos. Por causa disso, a família preferiu que continuassem do jeito que nasceram. “O bom Deus nos fez assim. Ele é nosso salvador”, diz Ronnie.

Segundo informou o irmão mais novo de Ronnie e Donnie, Jim Galyon, os dois estão felizes pela “fama” – já que conseguiram bater o recorde e receberão o título do Guinness Book em breve. O sonho de conhecer o parque na Flórida foi, finalmente, realizado meses após o aniversário comemorado em outubro. “Nós temos muito que comemorar, eles estão bem e com muita saúde”, afirmou Jim.

Os dois possuem quatro pernas, quatro braços, dois estômagos e dois corações – porém compartilham órgãos vitais da cintura para baixo (intestino, reto, pênis etc). Como não conseguiram seguir os estudos por “distraírem os outros alunos”, segundo diziam seus professores, os irmãos trabalharam até os 39 anos em apresentações de circo e teatro. Depois disso, se aposentaram e vivem, recentemente, com o irmão Jim – quem deu a viagem à Disney de presente de aniversário aos dois.

bomba.jpg

– Que Deselegante, Padre!

Na Missa celebrada por Ação de Graças em 2014, no último dia do ano, quem esteve na Paróquia Santa Rosa de Lima (Jardim Martins – Jundiaí/SP), participou de uma belíssima celebração. Sempre é bom agradecer o ano que passou e pedir pelo ano que se inicia. Claro, celebrar o Cristo Eucarístico suplanta tudo isso!

Mas algo desagradou: a infelicidade da mensagem projetada para os fiéis no Telão:

“Feliz Ano Novo para os Dizimistas”!

Ué, só para os dizimistas? Quem não paga o dízimo ou, como eu, que sou de outra paróquia, não mereço as felicitações?

Creio que o padre Márcio não observou tal infeliz frase…

Ok, sei da necessidade do dízimo para ajudar a custear as despesas da Igreja (e faço regularmente minhas contribuições à comunidade que frequento pelas formas que me permitem). Mas tornar uma saudação exclusiva a quem paga a oferta, aí é demais.

Não há Pastoral da Acolhida para corrigir essa má impressão?

Ninguém se preocupou em desejar bom ano de maneira comunitária, inclusiva, simpática e, acima de tudo, CRISTÃ (que abomina a discriminação)?

Puxa, como católico acho que tal frase afasta os fiéis, é antipática e o responsável mereceria ser melhor orientado.

Já ouviu a expressão “vai reclamar para o Bispo”? Esse seria um bom motivo!

bomba.jpg
bomba.jpg bomba.jpg

– O que esperar da Copa SP de Juniores? E a arbitragem da Competição?

Começa o ano e por tabela começa o calendário esportivo com a tradicional competição do início de janeiro: a Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Antes, a nobre “Copinha”, como carinhosamente é chamada, agregava os grandes clubes da cidade para celebrar o aniversário da Capital Paulista. Posteriormente, somou-se a eles clubes do Interior do Estado e outros grandes do país, como cariocas, mineiros e gaúchos.

Dizia-se que a Copa SP sempre revelava talentos, como Zico e Falcão. Mas se ela não existisse, tais craques não apareceriam? A mesma Copinha já “revelou” João Fumaça, Sérgio Mota, Chumbinho…

O problema é: a Copinha não revela mais ninguém! Kaká e Neymar foram reservas na Copinha, quando chamados a participar da competição. Aí valem os questionamentos:

– Os treinadores dessas equipes são realmente talhados para tal?

– Jogador-talento no juvenil vira craque no profissional?

– Quem disse que garoto coadjuvante não vira profissional protagonista?

Participei por 9 anos apitando jogos da Copa SP. Antes, ela servia para revelar árbitros e dar oportunidade aos iniciantes. Meu primeiro jogo no torneio foi em 1998 – Santos do Amapá x Desportiva do Espírito Santo no estádio que precedeu a Arena Barueri.

Hoje, a Copa São Paulo serve para colocar em atividade árbitros que foram “esquecidos” durante o ano e para treinar o pessoal da série A1. Revelar talentos também parece ter sido deixado de lado pela Comissão de Arbitragem. No meu tempo, quem apitava a final da Copinha era árbitro da A2 ou A3 e que seria nome certo para ter oportunidade na A1. Boa época da arbitragem paulista…

Enfim: Farah começou o processo de inchaço da competição, diminuindo o nível técnico com fases irrelevantes e times montados para vender atletas. Só que ele era inovador: trouxe o Milan-ITA, o Kashima-JAP… Já Marco Polo Del Nero escancarou de vez: aumentou ainda mais o número de clubes de empresários e inexpressivas equipes. Veja nesse ano: teremos times desconhecidos como o São Mateus Babaçu (Maranhão), o Tarumã (Amazonas), o Guaicurus (Mato Grosso do Sul) ou o Unaí Itapuã (Distrito Federal).

Para mim, a Copinha infelizmente se tornou um catado que não revela mais ninguém. E para você?

Seria tão legal que ela fosse composta de poucos, bons e tradicionais clubes… O nível técnico aumentaria e se tornaria mais atrativa.

bomba.jpg

– Começando hoje?

Então… já festejamos… VAMOS ENFIM TRABALHAR?

Iniciando 2015 bem – exceto a labirintite!

Povoemos nossa mente de coisas boas. Após os festejos do Reveillon, vamos começar o ano de verdade. Muita disposição, ânimo, esperança e…PAZ. Mas de tudo isso, principalmente a paz!

Feliz 2015 e já na ativa trabalhando!

images.jpg

– Grupo prepara Frente Única de Oposição em Marília/SP

por Reinaldo Oliveira

Um grupo de líderes comunitários militantes do coletivo Marcha da Cidadania, Grupo de Fé e Política, Conselho Diocesano de Leigos, partidos políticos de oposição e outras entidades da sociedade civil organizada, já com a atenção voltada para a eleição municipal de 2016, prepara o lançamento da Frente Única de Oposição, em Marília/SP.

Com grande participação em 2013 e 2014 numa série de manifestações que levou às ruas de Marília centenas de pessoas se manifestando contra a falta de água ma cidade, transporte indevido de moradores de rua para outras cidades da região, nomeação de cargos de confiança e outros desmandos praticados pela administração mariliense, os organizadores querem com esta ação marcar presença junto à sociedade mariliense..  

Neste sentido nos dia 9 e 16 der dezembro aconteceu dois encontros no Centro Diocesano de Pastoral (CDP), onde está sendo elaborado o calendário de ações a ser desenvolvidas em 2015, bem como também uma programação de encontros/palestras em todas as zonas residenciais da cidade.

De acordo com informações do Antonio Vieira, do coletivo Marcha da Cidadania e Grupo de Fé e Política, o objetivo com a formação da Frente Única de Oposição é abrir espaço para amplo debate com a população mariliense que tem sofrido com a atual administração do município.

Presente também o padre Edson Lima de Oliveira, que participou ativamente das atividades do coletivo em 2013 e 2014, que disse da importância da articulação da Frente e deu a sugestão do lançamento de um Manifesto a População e uma Carta Intenções da Frente Única.

Lembrou ainda que estas posições tem o sentido de sair das discussões internas, mas articular o envolvimento de toda a sociedade civil organizada, sindicatos e outras entidades. O calendário de atividades para 2015 breve será divulgado com a programação de eventos nas zonas da cidade. Em Marília a eleição municipal 2016 já está nas ruas.