– A “Mortadela fatiando a máquina de fatiar”? Sobre “Acesso Total”, Boselli e Corinthians.

O canal de Tv por assinatura Sportv está exibindo uma série que conta os bastidores da última temporada do Corinthians, intitulada “Acesso Total”. E algumas coisas, para um clube de futebol, são um anti-marketing puro. Por exemplo: Duílio Monteiro Alves, o presidente do clube, demitindo o atacante Boselli – que foi bem em todos os clubes que jogou, exceto no Timão.

Sem receber salários, o jogador foi cobrado mesmo não cobrando sua remuneração. Cabível?

Aliás, uma praxe: como os clubes podem exigir de seus comandados, sem o pagamento que têm que fazer? 

É a “banana comendo o macaco”, uma inversão total de lógica. Vide outro exemplo, o Vasco da Gama, que completou 4 meses de salários atrasados.

Será que se as contas estivessem em dia, o Vascão cairia? Os jogadores estariam mais comprometidos e a diretoria poderia cobrar mais?

Lógico, há exceções: o Santos chegar à final da Libertadores sem pagar os atletas – mas isso não pode ser a regra / nem um modelo, mas sim uma excepcionalidade.

Jorge Kalil, Mauro Boselli e Duílio Monteiro na assinatura de contrato do atacante com o Corinthians

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.