– Mudar!

Hoje, eu e a Andréia demos mais um grande passo na mudança programada em nossas vidas para 2022.

Um casamento é assim: fazemos planos, mas Deus oferta outros projetos e nos ajuda nessas alternativas, permitindo nossos “Sim” ou “Não”.

Tudo o que acontecer, há de se ter diálogo, cumplicidade e respeito. E sigamos em frente!

– O descaso para com o trânsito do Bairro Medeiros

Há 3 anos publiquei essa postagem. E nada mudou! Repost:

Nosso Bairro Medeiros, aqui em Jundiaí, parece estar deixado de lado pela Prefeitura Municipal. As entradas do nosso bairro pela Avenida Reynaldo Porcari (pelo lado da Rodovia Hermenegildo Tonoli), ou pelo lado que acessa a via Francisco Nobre, de quem vem da Rodovia Dom Gabriel, são caóticas!

Quem está no sentido Jundiaí – Itu e tenta adentrar o bairro se depara com uma curva perigosa, com uma fila de carros para entrar e com o ônibus parado em cima da faixa de rolamento pois não existe baia para passageiros subirem ou descerem.

Por pior que esteja a via, ainda conseguiram piorar mais ainda! A Rodovia das Colinas colocou uma defensa para evitar que os moradores acessassem a Rodovia Dom Gabriel, a fim de saírem do bairro sentido Jundiaí ou Itu, partindo de duas ruas. Com a dificuldade de acesso do bairro, ficou uma loucura tal trecho que compreende a Avenida Maria Pansarin Porcari com a Rua David Palombo.

O problema é que o ônibus circular, devido a essa modificação, precisa acessar um trecho de terra do que sobrou da antiga Marginal da Rod Marechal Rondon, dividindo o estreito espaço com carros e pedestres (sendo esse um importante acesso de crianças à Escola Rafael de Oliveira).

O imbroglio é que quando a Rodovia Marechal Rondon passou a se chamar nesse trecho “Rodovia Bispo Dom Gabriel Paulino Bueno Couto”, existiam duas situações:

1- Tinha-se trânsito pela Rua 4, que acabava no trecho sem saída do “terrão do Spina”, e que hoje virou o Condomínio Verdana. A Rua 4 passou a se chamar Av Maria Ap P Porcari, e com a construção, parou no “Sítio Pedra Preta”, onde reside a Família Porcari, moradora lá desde 14 de agosto de 1926 (antes da Rua 4, que depois virou Avenida, ser aberta).

2- Existia também a Marginal da Marechal Rondon, que recebia o trânsito da Rua 4 (hoje Av Maria Aparecida) como um “desvio”. Como a rua era sem saída, abriu-se um acesso não oficial que servia os moradores. A larga Marginal passava paralela à Maria Aparecida e terminava no Posto São Paulo.

O grande erro foi que com a duplicação da Rodovia, eliminou-se parte da Marginal, sobrando 200 metros como uma saída da Avenida Reynaldo Porcari, e o largo trecho de terra à frente foi “comido” pelo acostamento, sobrando apenas um estreito pedaço paralelo ao Sítio Pedra Pretaque não é a Av Maria Aparecida Pansarin Porcari, pois esta é sem saída alimas sim parte da antiga Marginal. E essa mesma Marginal, para complicar ainda mais, após o trecho da Capela Nossa Senhora de Fátima tornou-se fechada pela mesma concessionária, com as defensas impedindo o trânsito.

Diante de toda essa pendenga, a Prefeitura nada fez! Fica um empurra-empurra entre Prefeitura / DER / Concessionária. De autoridades municipais, somente o vereador Albino esteve aqui debatendo com moradores e pedindo aos funcionários da Colinas para que não se fechasse o acesso. Mas, pelo que parece, a Concessionária quer isolar o bairro ainda mais, pois não se moveu em nada para mudar tal panorama.

Enfim: tanto a gestão Pedro Bigardi quanto o início da gestão Luiz Fernando Machado nada fizeram/ tem feito por aqui. Se usassem melhor seus prestígios políticos junto a seus pares, dariam uma solução razoável, que poderia ser: a construção (ou melhor, a reconstrução) da Marginal ou ainda o prolongamento da Avenida Maria Pansarin Porcari, sendo que para tal é necessária uma desapropriação parcial de terreno, e que ao contrário do que algumas pessoas publicaram em Redes Sociais (talvez pessimamente informados ou com alguma intenção escusa, política ou promocional), NUNCA foram procurados para qualquer tipo de negociação daquele trecho; lembrando, ainda, que a propriedade é particular e está ali constituída antes da abertura das ruas (ali há 91 anos). Portanto, isentos totalmente de qualquer responsabilidade (diferente do que alguns “confusos” publicaram).

OBS: não é só esse trecho que é problemático, a própria Avenida Reynaldo Porcari está saturada e difícil de ser transitada próximo aos prédios em construção, sendo que os carros estacionam dos dois lados e fazem uma confusão no horário de pico. E quando chove, sem bueiros…

Compartilho as fotos e vídeo da Taís Porcari publicadas em seu Facebook, onde se vê o perigo que o trecho se tornou (além da velocidade do ônibus). Abaixo:

BAIRRO MEDEIROS

Gostaria de entender como uma prefeitura que faz uma campanha pelo trânsito seguro tem a coragem de deixar a entrada do bairro Medeiros nesse estado! Não temos ponto de ônibus, a rua não é asfaltada e o acostamento se confunde com a via. Temos duas opções, ou comemos poeira para pegar um ônibus ou atravessamos a rodovia. A promessa de pavimentação tem mais de 12 anos! O senhor prefeito Luiz Fernando Machado , quando ainda era candidato a vereador, prometeu fazer algo pelo bairro e até agora NADA! Todo esse tempo se passou e vocês não fizeram nada! Gostaria muito de uma explicação descente! E no mínimo uma solução!!! Pagamos impostos, e altos! Prefeitura de Jundiaí Luiz Fernando Machado.

 COMPLEMENTO: o vereador Albino me informou que a Concessionária Colinas cumpriu a determinação da ARTESP (órgão que regula o setor), sob pena de multa. O próprio Albino solicitou ao deputado estadual Júnior Aprilante e ao deputado federal Miguel Haddad que intercedam pelo bairro. Todos aguardando uma resposta, apesar da demora da Concessionária.

– Hábito, Mania ou Dependência?

Vejam que curioso: muitas vezes, temos manias / vícios que podem atrapalhar nosso desempenho. Mas sabemos distinguir o que é hábito, mania ou dependência?

Serve para a vida pessoal e profissional, extraído da Revista Época, Ed 10/09/16, por Thaís Lazzeri

HÁBITO, MANIA OU DEPENDÊNCIA?
As principais diferenças entre esses tipos de comportamento

 

HÁBITO

MANIA

DEPENDÊNCIA

O QUE É

Comportamento repetido com frequência, consciente ou não.

No jargão popular, sinônimo para um comportamento estranho ou diferente. No campo da psicologia, é considerada uma doença.

A necessidade incontrolável de realizar algo ou determinado comportamento para se sentir bem. O indivíduo torna-se escravo dessa atitude.

DIA A DIA

Pode ou não atrapalhar a rotina. O indivíduo está no controle da situação.

Quando a frequência aumenta e surgem sinais como instabilidade emocional, passa a comprometer a rotina. Lavar as mãos é bom. Fazer diversas vezes seguida, não.

É prejudicial e, dependendo da circunstância, pode ser fatal. O indivíduo não está no controle da situação.

CUIDADO

Perceber se é ruim ou bom para sua vida. À medida que nota o que não está bom, o indivíduo é capaz de fazer a mudança.

Se o indivíduo ou alguém próximo notar algo estranho que fuja da normalidade, vale conversar com um psicólogo ou psiquiatra

Em geral, o indivíduo não está no controle da situação.

url.jpg

– Almoço com vista ao… VAR?

Uma vista “esportiva” para um almoço delicioso neste sábado: da minha mesa, a cabine do VAR (árbitro de vídeo).

Estou em Bragança Paulista, a simpática “Terra da Linguiça”, de dentro do Restaurante Rosário, no antigo Estádio Marcelo Stefani – hoje “Nabi Abi Cheddid (casa do Red Bull Bragantino).

Mesmo se você não gosta de futebol, vale a pena comer por aqui.

– Uma sociedade que impede a declaração do voto! E as Rede Antissociais?

Fico assustado com tamanha intolerância política em nosso país. Quem pensa em votar diferente do outro, para esse, se torna simplesmente inimigo? Parece que sim.

Mas como isso aconteceu?

Claro, será a velha explicação do já batido discurso de “nós” contra “eles”, num sentido bem vago de quem é quem.

O que vale observar é o hoje – ou seja, a democracia atual. A dualidade de pensamento vem do fanatismo de alguns grupos, o que é péssimo para todos.

Repararam que muitas empresas sabiamente fazem questão de não se pronunciarem quanto ao apoio ao candidato A ou pelo candidato B? Com a neutralidade, não causam irritação de seus consumidores mais exacerbados. Entretanto, isso não impede que seus funcionários se pronunciem (mas não em nome da organização) fora do ambiente de trabalho.

Celebridades, em especial, precisam tomar cuidado. Um artista de novela (como outrora Antonio Fagundes), um jogador de futebol (como Felipe Melo) ou até mesmo um religioso (como Silas Malafaia) sabem que representam multidões e tem seus admiradores / seguidores. Devem tomar cuidado para não misturarem o personagem / pessoa pública com a instituição – e nos casos citados: Globo, Palmeiras e Assembleia de Deus, respectivamente.

Eu não ouso mais declarar meu voto! Até porque está difícil encontrar o candidato ideal. Viram os extremos? De Bolsonaro a Boulos, de PSDB a PT, da Direita até a Esquerda, todo radical está muito chato e destruindo as Redes Sociais, que viraram campos de batalha – verdadeiros lugares antissociais, com fake news para todos os gostos.

Na minha casa e entre meus amigos, ninguém perdeu amizade ou brigou por Política. Não vale a pena e não temos “candidato de estimação”. Acho até mesmo patético essas pessoas se auto-destruindo por picaretas que já cansaram de roubar dinheiro público e ludibriar o eleitor. Entretanto, o fanatismo faz com que o lado errado seja sempre o outro, cegando o fanático eleitor.

Aliás, qual partido tem ideologia? Bolsonaro é do PSL (ele é realmente liberal?). PT tem nomes como Genoíno, José Dirceu e Gleise (alguém deles já trabalhou de verdade?). Alckmin, FHC, Serra e Aécio são do PSDB (social / socialista é nomenclatura de partido esquerdista!). E por aí vai…

Lamento que ainda tenhamos espaços para Jucás, Renans, Collors, Mourões e Lulas em nosso país. Mas não é por isso que devo desrespeitar quem vota neles.

bomba.jpg

– Lembre-se de TODOS os momentos!

Ouvi isso na homilia do saudoso Pe Celso, aqui da Paróquia São João Bosco, e registrei para nunca esquecer:

“Em todo momento ruim, lembre-se dos momentos bons. E em todos os bons momentos, lembre-se dos ruins”.

Perfeito. É assim que devemos agir: não nos esquecermos que os momentos ruins passam, e na bonança, lembrar de valorizá-los. Isso é buscar o equilíbrio, manter-se longe de euforias passageiras e estar comprometido com a realidade.

QUESTIONAMENTO – Quais lembranças são marcantes em sua vida? – Ensinando  Sempre

– Fernando Diniz e o aplauso irônico para Luciano: não tá tudo errado?

No meio de semana, após cometer um pênalti infantil na partida contra o Red Bull, o atacante são-paulino Luciano (que fez mais um gol vestindo a camisa tricolor) foi aplaudido de maneira irônica pelo seu treinador Fernando Diniz (que, inclusive, é formado em Psicologia).

No momento em que o time precisa de Equilíbrio Emocional, tal atitude não vai justamente ao contrário de tudo o que se prega?

Era o momento adequado do comandante do clube fazer isso? Não era justamente ele quem deveria ser o primeiro a acalmar os ânimos?

Eu entendo que Diniz foi infeliz e teve que se desculpar no vestiário, pois o grupo não aceita passivamente essa “imputação de culpa”. E você, o que acha disso?

Raí banca permanência de Fernando Diniz no São Paulo: "Garanto! O trabalho  continua" | são paulo | ge

– A diferença do preço de medicamentos nos EUA e no Brasil

Abaixo publico duas fotos: a de uma caixa com 30 comprimidos de Vitamina C comprada no Brasil e um pote com 100 cápsulas comprado nos EUA. Ambos têm a mesma quantidade por dose: 500 mg. 

A diferença está no preço: a embalagem brasileira com 30 custa  R$ 27,00 aproximadamente. A americana com 100 custa US$ 2.00

Incrível, não? Aqui, R$ 0,90 / comprimido. Lá, US$ 0.02 por cápsula

– Karaokê de Cúmplices de um Resgate

Uma recordação carinhosa de 4 anos atrás… abaixo:

Coisas que valem a pena na vida: e quando afilhada e madrinha, sem ensaio, resolvem se divertir?

Por que nós, adultos, somos tão complicados… Há coisas tão bobinhas que trazem tanta alegria e amor…

Duas cantoras, com a versão “eu sou você amanhã” da Priscila e da Marina:

Entre borrachas / e mariolas / mora o meu grande amor…

Vídeo em: https://www.youtube.com/watch?v=JWEreNue66g

– Saudade de um joguinho de futebol na cabine…

A linha do tempo do Facebook nos maltrata! Ô boa lembrança de quando a normalidade nos permitia transmissões de futebol in loco…

Voltarão em breve, se Deus quiser!

Aqui: o Time Forte do Esporte da Rádio Difusora AM 810 cobrindo Paulista de Jundiaí x São Bento de Sorocaba.

– Se irradie!

Recebamos a mais natural das vitaminas, a vitamina D!

Ela vem do brilho do sol. Por isso que, ao nos iluminarmos com essa luz na parte da manhã, sentimos a alegria e a inspiração que tanto precisamos na jornada.

É hormonal. É científico. É vida!

Não se esqueça: saia da cama bem cedo e vá se banhar com os raios solares.

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– Sábado em 4 cliques motivadores!

👊🏻 Bom dia. As #madrugadas abafadas derrubam a gente da cama. Sendo assim, vamos correr?
Curtir a #energia do #treino é muito bom!
🏃🏻👟 #Fui #RunningForHealth #run #cooper #training #corrida #sport #esporte #running #adidas #mizuno
Clique 1:

🙏🏻 Correndo e Meditando:
Ó #SagradoCoração de #Maria, rogai por nós que recorremos a vós. #Amém.”
⛪😇 #Fé #Santidade #Catolicismo #Jesus #Cristo #MãeDeDeus #SagradoCoraçãoDeMaria #NossaSenhora #PorUmMundoDePaz #Peace #Tolerância #Fraternidade
Clique 2:

🌺 Fim de #cooper!
Suado, cansado e feliz, alongando e curtindo a beleza da #natureza. Hoje, com os inspiradores #botões de #rosa.
🏁 🙆‍♂️ #corrida #treino #flor #flower #flowers #pétalas #pétala #jardim #jardinagem #flores #garden #flora #run #running #esporte #alongamento
Clique 3:

🌅 06h00 – Desperte, #Jundiaí, com o #céu róseo.
Que o #Sábado possa valer a pena!
🍃🙌🏻 #sol #sun #sky #photo #nature #morning #alvorada #natureza #horizonte #fotografia #pictureoftheday #paisagem #inspiração #amanhecer #mobgraphy #mobgrafia
Clique 4:

Ótima jornada para todos!

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– Compliance no Futebol: deveria ser uma obrigatoriedade moral!

Se no mundo corporativo o Compliance já é uma realidade, no esporte estamos bem distantes destas práticas éticas e responsáveis.

Refletindo sobre isso em: https://www.youtube.com/watch?v=CcQIk88x84s