– Kobe Bryant, Pacientes de Coronavirus e Mortos pelas Chuvas de MG: o que fazer?

Acidentes acontecem, diz o dito popular. Mas… há coisas que podem ser evitadas?

O grande jogador de basquete Kobe Bryant, com 41 anos, de idade (junto com sua filha de 13 e outras pessoas) morreu pela queda do seu helicóptero. Já imaginaram o cara tão jovem, recém aposentado e na hora de gozar da fortuna que conquistou, morrer de tal forma? E a discussão: dava para evitar? Manutenção da aeronave em dia e piloto ciente das condições de voo em ordem?

Lá na China um surto de pessoas contaminadas pelo Coronavirus, que possivelmente surgiu em uma feira livre, após pessoas consumirem animais “de gosto duvidoso”: a famosa e exótica sopa de morcegos. Três cidades estão sitiadas: ninguém entra e ninguém sai. Que loucura! E se isso se espalhar pelo mundo? Nova discussão: poderia se evitar? O que deveria ter sido feito? 

Aqui no Brasil, uma tragédia: as pessoas mortas com as fortes chuvas em Minas Gerais. Misericórdia, que tristeza... E a derradeira repetida pergunta: as autoridades deixaram as cidades prontas para trombas d’água? Havia construções irregulares nas encostas? A Defesa Civil estava preparada?

Não se culpe tais acontecimentos como “coisas de Deus” ou como “algo que acontece”. Nos três casos, as coisas não poderiam ser evitadas por pessoas (fiscalizando, prevenindo e se antecipando aos acontecimentos)? De grandes a pequenos detalhes, acidentes podem ser evitados. E nos exemplos citados, as mortes comovem, doem e trazem à tona tal reflexão de vida.

Resultado de imagem para LÁGRIMAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.