– Os Elementos mais Presentes nas Reuniões

Nas empresas, sempre há aquelas “figurinhas carimbadas” que se tornam marcantes. Compartilho uma matéria bacana sobre os tipos mais comuns, suas características e como lidar com eles.

Extraído de Revista Superinteressante, ed Dezembro/2012, pg 86-89, por Bruno Garattoni

SALA DE GUERRA

Os tipos mais comuns nas reuniões – e como você pode lidar com eles

1) O REVOLTADO: Está insatisfeito com a empresa e quer angariar companheiros de luta. Faz pose de irritado e reclama de praticamente tudo.

COMO LIDAR: Ignore o sujeito. Não tome as dores dele. Se você der corda, ele irá tumultuar a reunião, e acabará reclamando até você.

2) O PUXA-SACO: Não tem idéias próprias e fica quieto até que o chefe abre a boca. Aí, começa a concordar com todos os argumentos dele.

COMO LIDAR: Elogie a ideia do seu chefe e estimule o puxa-saco a desenvolvê-la. Ele não vai conseguir e se enforcará com a própria corda.

3) O PUXADOR DE TAPETE: Em vez de propor coisas novas , parece mais interessado em detonar todas as sugestões que você está dando.

COMO LIDAR: Responda com dados e argumentos objetivos. Se isso não for possível, mude de assunto.

4) O TÍMIDO: Costuma ter boas sugestões, mas não abre a boca. Quando vira centro das atenções, fica vermelho e balbucia argumentos que ninguém entende.

COMO LIDAR: Ajude-o a desenvolver a própria idéia. Se for você o tímido, lembre-se que é apenas uma reunião.

5) O HUMORISTA: Fica interrompendo a reunião com piadinhas que já contou trocentas vezes e não tem a menor graça.

COMO LIDAR: Continue o que estava dizendo. Se você pedir para o sujeito calar a boca, ficará com fama de mal-humorado.

6) O TAGARELA: Fala sobre o que sabe e o que não sabe, tem opinião sobre tudo. Monopoliza as discussões e se acha o dono da verdade.

COMO LIDAR: Evite bater de frente com ele: isso só fará o sujeito falar ainda mais. Dirija-se aos demais participantes para o rumo da conversa.

7) O WORKAHOLIC: Trabalha muito e conhece tudo da empresa, mas tem pouca paciência com a opinião dos outros. Pode ser grosseiro.

COMO LIDAR: Tenha paciência, principalmente se ele estiver certo. Se ele for indelicado com você, rebata com bom humor.

imgres.jpg

Anúncios

– Neymar poderia ter tido outro comportamento…

No treino da Seleção Brasileira na Granja Comary, Neymar levou uma caneta de um garoto de 19 anos do Cruzeiro, que completava o elenco para o treino. O craque segurou-o e o derrubou após o lance.

Passaria batido se fosse um jogador qualquer. Mas na condição de celebridade e estando num simples treino de início dos trabalhos, ao invés de fazer biquinho e ter uma atitude faltosa desnecessária (e com uma grande antipatia, pois nem olhou para trás a fim de ver o menino caído), poderia ter de imediato aplaudido a ousadia do adversário e brincado com ele. Seria genial e ganharia elogios.

Por quê “dar uma apelada” numa simples “pelada” contra, provavelmente, um jogador que deve ser fã dele?

Neymar precisa de uma terapia urgente para reencontrar o equilíbrio emocional. Aliás, não é para já, mas “para ontem”.

Resultado de imagem para neymar caneta

– Temos coisa mais importantes para fazer, não?

Se você dar uma busca no Google dos assuntos mais comentados NO MUNDO nos últimos dias, se surpreenderá com uma pendenga ente Whindersson Nunes e Carlinhos Maia.

Achei curioso, pois não conheço o trabalho dos dois, só sei que o primeiro é humorista (o assisti uma vez em um Talk Show e não gostei, nunca procurei nada sobre ele – embora eu saiba que ele é famoso) e o outro, só então soube, é um “vídeo-influenciador” com um canal no YouTube (eu o desconhecia).

Se você é “alienado” (ou melhor, desinteressado desses caras ) como eu, saiba: a internet bombou pois Carlinhos Maia celebrou um casamento gay com seu cônjuge, convidou o humorista para ser padrinho e ele não foi pois está com depressão e são brigados pela imprensa.

Fim.

E a Web enlouqueceu!

O cara convida um padrinho que não é seu amigo, brigam pelas redes sociais e o mundo dá um “stop” para acompanhá-los?

Cada futilidade… e eu perdi tempo escrevendo sobre eles… kk Apenas um desabafo para não deixar passar batido!

Resultado de imagem para whindersson nunes carlinhos maia

 

– Gutemberg! Lembram dele?

Ôpa, acabo de ler que o possível novo Ministro do Turismo do Governo Bolsonaro é um “conhecido” nosso: lembram da entrevista do jornalista Fernando Sampaio à Rádio Jovem Pan, que repercutiu demais no meio do futebol, quando o árbitro Gutemberg de Paula Fonseca escancarou os acordos para indicação de Árbitros ao quadro FIFA e falou de assédio moral contra os árbitros por parte da CBF (citou até um caso envolvendo jogo do Corinthians), além de acusar o então presidente da CA-CBF (e hoje dirigindo o VAR), Sérgio Correa da Silva (chamando-o de “Mentiroso, mariquinha e corrupto”)?

Pois bem: segundo a Revista Época, o Gutemberg será o “escolhido” para o Ministério.

Lembrando da confusão que ele revelou na ocasião com as graves acusações (já que nosso assunto é futebol e não política), aqui o longo depoimento,

em: https://professorrafaelporcari.com/2012/01/07/gutemberg-de-paula-conta-tudo-a-fernando-sampaio-as-denuncias-contra-a-comissao-de-arbitros/

WhatsApp Image 2019-05-29 at 11.56.45

– Millôr sobre as diferenças de lado!

Millôr Fernandes, em 04 de Agosto de 2018, à Pedro Bial em seu programa na Rede Globo:

A diferença fundamental entre Direita e Esquerda é que a Direita acredita cegamente em tudo que lhe ensinaram, e a Esquerda acredita cegamente em tudo que ensina

Não discuto. Concordo plenamente, com o acréscimo / correção como “Extrema Direita e Extrema Esquerda”.

Resultado de imagem para direita ou esquerda

– A Manipulação de Resultados no Futebol da Espanha

E o escândalo de Manipulação de Resultados da Espanha, envolvendo “gente grande?”

Só lá que acontece?

E aqui no Brasil, com a pindaíba que clubes, cartolas, árbitros e atletas andam?

Confie desconfiando…

Extraído de: https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/policia-prende-jogadores-por-manipulacao-de-resultados-na-espanha/

POLÍCIA PRENDE ESPORTISTAS POR MANIPULAÇÃO DE RESULTADOS NA ESPANHA

Os detidos são acusados de fazer parte de uma organização criminosa

Vários jogadores de futebol foram presos por suposto envolvimento em um esquema de manipulação de resultados na Espanha, informou nesta terça-feira (28) a La Liga, entidade que organiza o Campeonato Espanhol, por meio de um comunicado divulgado em seu site oficial.

A Polícia Nacional da Espanha confirmou que realizou uma operação para prender 11 pessoas em diferentes locais do país, em um desdobramento de uma investigação pedida pelo órgão que dirige os torneios das principais divisões espanholas. Os detidos são acusados de fazer parte de uma organização criminosa, que também estaria lavando dinheiro neste processo no qual visava se beneficiar com possíveis armações nas partidas em solo nacional.

Segundo a Agência Efe, entre os detidos estão ex-jogadores como Raúl Bravo, que jogou no Real Madrid, e Borja Fernández, que na última temporada vestiu a camisa do Real Valladolid, do brasileiro Ronaldo.

A La Liga procurou as autoridades policiais após a denúncia de manipulação de um jogo da segunda divisão espanhola realizado em maio do ano passado, mas não forneceu detalhes sobre as equipes envolvidas no confronto e nem sobre os jogadores acusados de cometer este tipo de prática ilegal.

A entidade disse ter informado a polícia sobre oito casos suspeitos de “fatos relacionados” com partidas da temporada 2018/2019 cujos resultados teriam sido arranjados em categorias inferiores, não profissionais e em amistosos internacionais.

Dois dos atletas detidos aparentemente jogam por times da primeira divisão espanhola, sendo que nenhum deles defenderia clubes mais importantes da elite nacional, segundo informou nesta terça-feira a agência de notícias Europa Press.

A La Liga também “enviou alertas” sobre a possibilidade de terem ocorrido 18 partidas em que os jogadores poderiam ter apostado o resultado dos confrontos válidos por categorias inferiores e não profissionais.

Na nota que divulgou nesta terça-feira, a La Liga destacou que a operação policial desarticulou “um grupo organizado dedicado a uma atividade criminal dedica à obtenção de benefícios econômicos mediante a pré-determinação (dos resultados) dos jogos de futebol” na Espanha. A entidade ainda qualificou o trabalho da Polícia Nacional como “extraordinário” e enfatizou que esta operação evidencia que “os sistemas de proteção de integridade implementada pela LaLiga, a fim de proteger a limpeza de todas as competições do futebol espanhol, têm sido eficazes”.

A Polícia Nacional disse que a investigação identificou “pelo menos três” jogos na primeira, segunda e nas divisões menores do futebol espanhol nos quais as autoridades acreditam que houve manipulação de resultados. A suspeita de arranjo de um jogo da segunda divisão aconteceu também na esteira do fato de que houve um aumento maciço na quantidade de apostas feitas em uma placar do duelo, que foram 14 vezes maior que a média, segundo a polícia.

Ex-jogador do Real Madrid, Raúl Bravo está entre os acusados (LOUISA GOULIAMAKI / AFP

– Síndrome de Burnout agora é doença, oficialmente pela OMS

Conheço muita gente que, pelos relatos, sofre da Síndrome de Burnout, uma doença que é relacionada ao desgaste físico e emocional pela pressão no trabalho.

E o que eu não sabia: somente na semana passada a Organização Mundial da Saúde reconheceu esse mal como “doença de verdade“!

Embora tardia, justa classificação. Saiba mais sobre essa enfermidade em: https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/sindrome-de-burnout-esgotamento-profissional/

SÍNDROME DE BURNOUT

por Maria Helena Varella Bruna

A síndrome de burnout é um distúrbio psíquico caracterizado pelo estado de tensão emocional e estresse provocados por condições de trabalho desgastantes.

A síndrome de burnout, ou síndrome do esgotamento profissional, é um distúrbio psíquico descrito em 1974 por Freudenberger, um médico americano. O transtorno está registrado no grupo 24 do CID-11 (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde) como um dos fatores que influenciam a saúde ou o contato com serviços de saúde, entre os problemas relacionados ao emprego e desemprego.

Sua principal característica é o estado de tensão emocional e estresse crônicos provocado por condições de trabalho físicas, emocionais e psicológicas desgastantes. A síndrome se manifesta especialmente em pessoas cuja profissão exige envolvimento interpessoal direto e intenso.

Profissionais das áreas de educação, saúde, assistência social, recursos humanos, agentes penitenciários, bombeiros, policiais e mulheres que enfrentam dupla jornada correm risco maior de desenvolver o transtorno.

O sintoma típico da síndrome de burnout é a sensação de esgotamento físico e emocional que se reflete em atitudes negativas, como:

Ausências no trabalho;
Agressividade;
Isolamento;
Mudanças bruscas de humor;
Irritabilidade;
Dificuldade de concentração;
Lapsos de memória;
Ansiedade;
Depressão;
Pessimismo;
Baixa autoestima.
Dor de cabeça, enxaqueca, cansaço, sudorese, palpitação, pressão alta, dores musculares, insônia, crises de asma, distúrbios gastrintestinais são manifestações físicas que podem estar associadas à síndrome.

O diagnóstico é basicamente clínico e leva em conta o levantamento da história do paciente e seu envolvimento e realização pessoal no trabalho. Respostas psicométricas a questionário baseado na Escala Likert também ajudam a estabelecer o diagnóstico.

O tratamento da síndrome de burnout inclui o uso de antidepressivos e psicoterapia. Atividade física regular e exercícios de relaxamento também são altamente recomendados para ajudar a controlar os sintomas.

RECOMENDAÇÕES PARA PACIENTES COM BURNOUT

Não use a falta de tempo como desculpa para não praticar exercícios físicos e não desfrutar momentos de descontração e lazer. Mudanças no estilo de vida podem ser a melhor forma de prevenir ou mesmo tratar a síndrome de burnout;
Conscientize-se de que o consumo de álcool e de outras drogas para afastar as crises de ansiedade e depressão não é um bom remédio para resolver o problema;
Avalie quanto as condições de trabalho estão interferindo em sua qualidade de vida e prejudicando sua saúde física e mental;
Avalie também a possibilidade de propor uma nova dinâmica para as atividades diárias e objetivos profissionais;
Ouça a opinião de seus familiares, amigos e colegas: Quem tem burnout, muitas vezes não percebe;
Não hesite em procurar ajuda profissional. A saúde mental é tão importante quanto a física.

PERGUNTAS FREQUENTES

  • Tenho receio de relatar meu estado ao RH e sofrer alguma punição. O que fazer?

A principal recomendação é procurar primeiramente atendimento médico ou psicoterápico. Ao relatar esse temor, o profissional poderá conduzir o caso de forma que você não seja prejudicado.

  • Portadores de burnout têm direito a licença médica?

Sim. Pela legislação atual, portadores de burnout têm esse direito e, em casos considerados graves, até à aposentadoria por invalidez.

  • Qual profissional devo procurar?

Um psicoterapeuta ou psiquiatra. Ele pode receitar terapia cognitiva comportamental ou outro tipo de atendimento psicológico. Eventualmente, medicamentos entram em cena, com o uso de antidepressivos.

  • Existe tratamento no SUS?

O tratamento para problemas relacionados a transtornos mentais é oferecido de forma integral e gratuita por meio SUS. Basta procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS), responsável pelo primeiro atendimento ao paciente, e o caso será encaminhado aos centros especializados para cada tipo de atendimento.

  • Quando desconfiar que uma pessoa está passando por problemas de esgotamento profissional?

Geralmente conseguimos notar quando uma pessoa está estressada além da conta no trabalho. Repare se há exagero no uso de estimulantes, como café, refrigerante e cigarro para permanecer alerta. O uso de álcool como forma de relaxamento também pode aumentar, e quem convive com o paciente muitas vezes é capaz de perceber a mudança no consumo.

Mulher com roupa social esfregando os olhos demonstrando exaustão (síndrome de burnout).

– Entardeceu e acabou.

3a feira terminou, o dia foi produtivo e o tempo urgiu. Assim, aqui o retrato de uma ótima jornada:

(Ops, olhe o tamanho do sol, abaixo)

Que a quarta-feira seja ótima, da mesma forma como foi ontem (já que estamos nesta postagem exatamente na virada do dia 28 para o 29).

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby