– Os protestos pela Educação com e sem razão! O país está maluco…

A comunicação do Governo Bolsonaro tem sido péssima, é sabido. Primeiro, fez-se uma declaração raivosa anunciando corte de 30% nas Universidades Públicas e desincentivando-se vários cursos universitários de maneira generalista (nossa crítica aqui: https://wp.me/p4RTuC-nc6). Agora, refaz-se o discurso com os termos contigenciamento de recursos atingindo restrição de 3,45%.

Aí você vê os protestos dos estudantes (vivemos numa democracia, isso é válido) misturando os “assuntos a serem protestados”! De recursos para a Educação passaram para temas da Sociedade. 

Na sequência, o presidente Bolsonaro, de maneira extremamente infeliz, usa os termos do dia-a-dia de Olavo de Carvalho, como imbecis ou idiotas para aqueles que não se doutrinam à ele (a Direita Radical imitando exatamente a Esquerda Radical que governou esse país).

Fechando tudo isso com “chave-de-ouro”, cartazes de LULA LIVRE (o presidiário que surrupiou o país) acabaram por aparecer nas manifestações. E relembro que a mesma crítica ao corte de verbas do Governo Bolsonaro aconteceu no Governo Dilma / Lula (já relatei esse absurdo corte em 2015 aqui: https://wp.me/p4RTuC-cIs).

Não estamos vivendo um país maluco?

Resultado de imagem para Educação

– O sabor da Lagosta azul seria igual à normal?

A chance de pescar uma Lagosta Azul e não a tradicional é de 0,00000005%. E há um mês, no Litoral Brasileiro (Maragogi-AL), um felizardo conseguiu tal proeza.

A dúvida que bateu: e o sabor dela? Qual seria? 

Poucas vezes comi Lagosta (até pelo alto preço). É bom! Mas eu gosto mesmo é de Lagostim (temperado com ervas, na manteiga… hum…) e de Camarão (de todo jeito, pois gosto demais!!!!)

Ops, deu fome. Porém, como esses crustáceos custam caro também, fica difícil experimentar sempre. Entretanto, acho que nunca terei a oportunidade de sanar essa dúvida: os sabores são diferentes entre as duas lagostas?

Aliás, tempos atrás, um cara passou por uma experiência extraordinária: pescou duas LAGOSTAS DE COR AZUL!

Relembrando esse fato raro: https://professorrafaelporcari.com/2016/08/13/lagosta-azul-voce-comeria-uma/

Resultado de imagem para lagosta azul

– A impressionante construção de uma estrutura para a Copa.

Se na Copa do Mundo do Brasil as distâncias mais longas entre um estádio e outro eram de 2.100 km (se falando individualmente de cada Seleção, já que sabemos que a distância das sedes mais distantes – Manaus a Porto Alegre – são bem maiores) na Copa do Catar, devido ao tamanho pequeno do país, não passará de 55 km.

Sabe o que mais me impressiona? As construções gigantescas “no meio do nada”, estando no deserto, já que além da pequena extensão territorial, há também a baixa população no país asiático.

O que chama a atenção também é que os estrangeiros são os grandes construtores dos estádios. Nepaleses, por exemplo, invadiram o Catar (a fim de ganhar valores baixos, sem condições de segurança na contratação e no trabalho).

Falando sobre a vizinhança, o Catar é uma nação amiga do Hamas, embora tenha boa relação com o Ocidente. Estão rompidos diplomaticamente com os catarianos: Arábia Saudita, Egito, Iêmen, Líbia, Ilhas Maldivas e Emirados Árabes Unidos.

Já pensou se num sorteio teremos Catar x Arábia Saudita? Vizinhos (de fronteira fechada) e com muitas rusgas sérias.

Se o país não fosse “propriedade” do Sheik Tamim bin Hamad al Thani, o bilionário dono do PSG (e muitos alegam que deva ter seu saldo ultrapassado 1 trilhão de dólares, na soma de seus negócios assumidos e os “em nome de outrém”), nem a a FIFA tão corrupta, duvido que o Mundial de 2022 fosse lá.

Logicamente que o parágrafo acima se refere à compra de votos da sede, tão discutida até hoje… Enfim, aguardemos o que será essa Copa.

Resultado de imagem para Catar, Canteiro de Obras

– A Huawei volta ao Brasil. Mas você confiará na marca tranquilamente depois dos escândalos?

Após tudo o que se ouviu falar sobre a espionagem do Governo Chinês usando a Huawei nos EUA, além da prisão da vice-presidente da companhia, a empresa (que é  a número 2 no mundo em fabricação de celulares, atrás da coreana Samsung e à frente da american Apple) volta ao Brasil para vender seus telefones.

Terá sucesso?

Diante das polêmicas sobre a marca (que é reconhecidamente de alta tecnologia), deixando-nos a justa dúvida da questão ética, você temeria ou não em comprar um modelo “P30” dela, que custa R$ 5.500,00 e que concorre com o iPhone e Galaxy?

Sobre a sua reentrada em nosso país, extraído de: https://bit.ly/2YzXgMD

HUAWEI RETORNA AO BRASIL COM DESCONTOS

A Huawei anunciou descontos de R$ 2 mil ou mais no primeiro dia da sua reestreia no mercado brasileiro, nesta sexta-feira (17). Os clientes que comprarem o P30 Pro poderão levar modelos antigos para avaliação, e caso o aparelho esteja participando da promoção, será dado um desconto de R$ 2 mil, mais o valor de tabela. Na prática, se o aparelho estiver avaliado em R$ 300, o desconto final será de R$ 2,3 mil. O P30 chega às lojas a R$ 5,5 mil

A promoção #HuaweiSuperTroca vale apenas nesta sexta-feira nas lojas parceiras da Vivo, Fast Shop, Ponto Frio, Casas Bahia e Magazine Luiza nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. A avaliação do preço dos modelos antigos ficará independente de cada loja, afirmou a empresa.

A Huawei retorna ao Brasil com os modelos P30 Lite (R$ 2,5 mil) e P30 Pro (R$ 5,5 mil), que fazem concorrência direta com os lançamentos da Samsung e Apple. A empresa chinesa tentou entrar no mercado em 2013, mas encontrou dificuldades com a alta do dólar e a falta de conhecimento do consumidor local. Desde então a companhia atua no País apenas na área de infraestrutura com a venda de equipamentos para telecomunicação.

A chinesa ultrapassou a Apple e se tornou a segunda maior fabricante de smartphones do mundo, atrás apenas da Samsung. A empresa registrou 41% de crescimento na China, o maior mercado do setor, no ano passado, enquanto todas as rivais tiveram retração de vendas. A empresa também é alvo constante por suspeitas de espionar para o governo chinês. Apesar das críticas, a Huawei superou valor de US$ 100 bilhões no ano passado.

Resultado de imagem para HUAWEI LOGOMARCA