– Eduardo, Renan, Luís Inácio…

A quanto tempo ouvimos escândalos sobre Renan Calheiros? E ele continua firme e forte no Senado.

Faça-se a mesma consideração com Eduardo Campos na Câmara.

Pior de tudo? Lula ainda solto, com tudo o que já se sabe.

Isso é Brasil, infelizmente.

bomba.jpg

– Internacional 1×0 Ponte Preta: é para devolver a bola ou não?

Li e ouvi opiniões das mais puritanas até as mais agressivas quanto ao polêmico lance do sábado à tarde no Beira-Rio, em Inter x Ponte.

Biro Biro (AAPP) caiu próximo a linha lateral, sentindo um desconforto. Cãibra? Talvez. Seu companheiro Alexandro Macacão colocou a bola para fora a fim do atleta ser atendido e retirado de campo. Na cobrança do arremesso lateral por parte do Internacional, o treinador Argel (SCI) ordenou que a bola não fosse devolvida à equipe campineira (justificando que Biro Biro simulou e que a prova disso seria o fato do jogador levantar rapidamente depois que saiu de campo). Quase um minuto após e 15 passes, o Colorado fez o gol (41 minutos do 2o tempo) e venceu a Macaca, numa partida de interesse de ambas equipes em busca da vaga para a Libertadores da América.

Pós-jogo, o “pau comeu”! Campineiros reclamando de falta de fair play e gaúchos alegando que era cera.

E aí, para você: o Internacional deveria devolver a bola ou não?

Considere:

1- “Devolver uma bola colocada para fora por uma equipe com a finalidade que seu companheiro seja atendido” não implica que o adversário tenha que devolver a posse de bola. Não existe isso na Regra, existe nos “usos e costumes” e é uma recomendação subentendida no Espírito de Jogo.

2- Se o árbitro entende que um jogador se lesiona levemente, deve continuar a partida até uma paralisação para permitir a retirada do atleta do campo de jogo. Se o árbitro entende que há necessidade prioritária para o atendimento de um jogador que está caído, ele, árbitro, é quem deve paralisar a partida e tomar as providências. O jogo deverá ser reiniciado com bola ao chão.

3- Dentro da coerência do estilo brucutu de Argel, é claro que a bola não seria devolvida. Mas será que Biro Biro realmente estava simulando uma contusão?

Enfim: nessa, não dá para criticar o árbitro Ricardo Marques Ribeiro. E nada justifica a violência…

bomba.jpg

– O Golaço do Neymar contra o Villareal

Pode estar enrolado com o fisco e envolvido em polêmicas extra-campo, mas é inegável a habilidade de Neymar. Amadureceu na Europa, deixou de ser cai-cai há tempos e, em pé, tem mostrado que é fora-de-série.

Viram que gol incrível ele fez neste domingo?

Pena que essas jogadas acabaram aqui no Brasil. É por isso que a molecada anda torcendo para os clubes estrangeiros. Os craques, infelizmente, vão para lá!

Abaixo: