– A triste, persistente e necessária luta dos Aposentados!

Compartilho uma bacana matéria do jornalista Reinaldo Oliveira com o presidente da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região (AAPJR). Como é dura a vida daqueles que trabalharam a vida inteira…

APOSENTADOS À BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS

Os aposentados de todo o país, após as medidas recentes colocadas em prática pelo Governo Federal, estão a beira de um ataque de nervos. Cantado em verso e prosa, em décadas passadas, ser um país com a maior população de jovens, o Brasil não se preparou para a população de idosos.

Contribuindo para a longevidade, a ciência médica, com novos medicamentos, instrumentos e tecnologia, as pessoas estão vivendo mais e com qualidade de vida. Este fator gerou um impacto no sistema previdenciário que sempre teve problemas de gerenciamento e desvio do dinheiro para seu custeio.

Em Jundiaí e Região são 78 mil aposentados dos quase 5,5 mil são sócios da Associação de Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região (AAPJR). De acordo com informações do presidente da entidade Edegar de Assis, a luta em defesa dos direitos, aí incluídas as correções dos benefícios, são uma constante.

Durante todo ao ano são várias viagens para as mais diversas capitais do Brasil, onde lideranças da categoria se reúnem para a discussão de ações em defesa da classe. Ele citou a mais recente delas, quando em outubro de 2014 estiveram em Natal/RN, em encontro que teve a presença do deputado Eduardo Henrique Alves – presidente da Câmara Federal.

Também presente neste encontro o ministro da Previdência Social – Garibaldi Alves. Na oportunidade ambos acertaram com as lideranças, que ainda no mês de outubro seria colocado em votação o PL 4434 de 2008, de autoria do senador Paulo Paim. Este projeto legisla que as aposentadorias serão pagas de acordo com o valor do recolhimento.

Ou seja: quem recolhe sobre um salário mínimo, recebe um salário. Quem recolhe sobre mais salários – até 10, recebe de acordo com o número de salários recolhidos, significando uma equidade. Dia marcado da sessão na Câmara Federal, todos foram para Brasília/DF, mas o projeto, mais uma vez, não foi votado. E assim vai.

Questionado qual o sentimento da categoria depois do anúncio das medidas anunciadas pelo governo federal, Edegar disse:

“De muita tristeza, pois só tiram os direitos do aposentado e pensionista. A história se repete; só tiram do aposentado e nunca dão nada. Eles manipulam tudo que cai na mão deles, e sempre dizem que R$ 1 a mais de aumento quebra a Previdência”.

Edegar também falou que além das dificuldades impostas pela Previdência, o aposentado e pensionista é vítima de golpes aplicados pela família, vizinhos, pessoas (profissionais) gananciosas e até por agentes da própria Previdência. Tem muita gente que tem direito ao beneficio da LOAS – Lei Orgânica da Assistência Social, mas desconhecem este direito e por isso são enganadas.

Dentro das atividades em defesa dos direitos do aposentado e pensionista, no dia 25 de janeiro, as lideranças, de todo o país, se reúnem em Aparecida/SP, onde participam de uma missa onde colocam as dificuldades que se apresentam e pedem proteção e saúde à santa padroeira do Brasil. Em seguida participam de uma assembleia para deliberações e atividades de lazer.

Edegar finalizou orientando os aposentados e pensionistas para que lutem por seus direitos, estejam atentas para não cair em golpes e que a Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região (AAPJR) está de portas abertas para esclarecimentos à todos/as, independente se associado ou não. O importante é a defesa dos direitos da classe.

bomba.jpg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.