– A Elite Secreta da Elite!

No ano passado, os membros da equipe Seal que mataram Bin Landen ganharam notoriedade. Essa equipe é a mesma que pegou Saddam Hussein, e é um dos orgulhos da terra do tio Sam.

Relendo uma antiga revista, vi algo interessante: o treinamento desses soldados de elite e curiosidades: a equipe não existe nem para o Exército Americano; os familiares não sabem que seus entes são da equipe; e, por fim, o fato de que os próprios soldados não existem na hora da premiação (apenas em evento secreto). Abaixo:

CAÇADORES DE OSAMA

Saiba o que o é Team 6, a Tropa de Elite da Marinha Americana que eliminou Bin Laden

Por Guilherme Pavarin, extraído da Revista Galileu, Ed Junho 2011, pg 65.

Ele usava óculos escuros e carregava um rifle alemão HK 416. No dia 2 de maio, 1h da manhã, horário do Paquistão, saiu de helicóptero da base de Ghazi, noroeste do país, viajou por 55 quilômetros até os arredores de uma mansão de três andares na cidade de Abbottabad, assumiu sua posição estratégica e disparou um tiro certeiro na cabeça de Osama Bin Laden. A missão foi cumprida em menos de 40 minutos. No dia seguinte, o atirador teria tudo para ser condecorado com discursos em praça pública e virar um herói da história americana. Sua identidade, porém, é um segredo de estado. Membro do Seal Team 6 (ST6), grupo secreto do mais alto escalão da elite da marinha americana, o homem que matou o responsável pelos ataques terroristas de 11 de setembro, em 2001, não pode falar de seu feito, nem mesmo comentar com familiares a existência da sua equipe. Oficialmente, ela nem mesmo existe.

Ao lado de outros 250 colegas, todos entre 26 e 33 anos de idade, esse militar é um dos anônimos que atua nos limites de leis internacionais, sem registros ou documentação. A qualquer momento, deve estar preparado para capturar piratas somalis ou caçar milicianos na Bósnia, entre outras missões especiais pelo mundo. “Temos um código não-escrito: é melhor virar chamas de uma vez do que morrer aos poucos. E, com nossos últimos suspiros, levaremos o máximo de inimigos possível”, diz o ex-combatente, Howard E. Wisdin, no recém-lançado livro SEAL Team Six: Memoirs of an Elite Navy Seal Sniper (SEAL Equipe Seis: Memórias de um Atirador Seal da Elite da Marinha, sem edição brasileira).

Para integrar o Team 6, o atirador se destacou entre 2.300 membros da elite da marinha, os SEALs — acrônimo de SEa (mar), Air (ar) e Land (terra), além de “foca” em inglês. Lá, os mais habilidosos são convocados para um treinamento de dois anos com situações de estresse intenso. A fase final é a Semana do Inferno: dias em que se gastam 7 mil calorias e noites em que se têm apenas três horas de sono. Só 31% dos candidatos chegam até o fim. Se aprovados, ganharão US$ 54 mil por ano mais bônus (não revelados) para as missões. Parece pouco para um trabalho tão duro, mas vale lembrar que a recompensa pela morte de Bin Laden, no site da CIA, era de US$ 25 milhões.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.